Leia mais de 20 textos sobre masculinidades no canal de Natura Homem no PdH.

Faça uma reserva financeira de emergência | 23 dias para um homem melhor #23

Quanto custa o seu direito de chutar o balde?

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Advertisement
    130x50 jpg

Dentre todos os temas abordados na educação financeira, esse é provavelmente o mais batido. E com razão.

Não é porque todo mundo que escreve sobre finanças quer que a gente acumule um monte de dinheiro. É porque andar por ai sem ter uma reserva é uma pequena prisão. Se dependemos do salário do mês para bancar nossa subsistência, perdemos o direito de bancar nossas decisões mais ousadas, aquelas que oferecem algum risco e causam um frio na barriga uns segundos antes de saírem pela boca.

Estaremos sempre ressabiados, pensando que, se algo sair do script, teremos problemas. Se a empresa passar por uma crise, teremos problemas. Se tivermos uma vontade lancinante de chutar o balde, teremos problemas. Entraremos nas discussões sabendo que só podemos ir “até alí”, caso contrário podemos cair numa posição cujas consequências não podemos bancar.

Não é um pé de meia para viajar, trocar de carro, comprar livro ou pagar a pós. É uma razão mais nobre e prazerosa do que essas todas, somadas. É uma grana que, apesar de guardada e acessível, já foi utilizada para comprar autonomia.

Resolvendo o problema na prática

O momento em que calculamos o valor dessa reserva é também um momento para calcularmos nosso preço. A ideia é que a reserva de emergência banque nossos custos por algum tempo. Dizer que são 3 meses ou 6 meses ou 1 ano é puro achismo, depende da nossa empregabilidade e da nossa capacidade de viver com pouco, caso necessário.

E é desse cálculo que vem nossa questão:

Se tudo der errado e sua fonte atual de renda cessar… qual o mínimo que você precisa para viver um mês? E para manter seu padrão atual, quanto precisa?

Com base nesse valor, podemos partir para a formação da reserva. Aqui, a constância vale bem mais que a intensidade, então, depender do nosso humor e disposição para todo mês fazer uma transferência não é uma boa.

Uma alternativa excelente é automatizar uma transferência. Abaixo, um trechinho do texto “Duas ações matadoras para melhorar sua vida financeira”:

Depois de ter os gastos listados (não precisa ser em uma planilha, nem em um software complexo), escolha um e corte. Essa despesa aconteceria de todo modo, portanto é bem provável que a falta desse dinheiro não vá causar problemas.

Agende uma transferência mensal e recorrente para poupança, no exato valor desse gasto que você poupou. Se você cancelou uma assinatura de revista que custava R$40/mês, agende uma transferência de R$40. Se você trocou o plano de TV por assinatura de R$200 para R$130, agende uma transferência de R$70.

É bem importante que seja feita agora, e não daqui 15 dias. Não é “se sobrar eu guardo”, é “guardei”. Confiamos demais no nosso eu do futuro. Daqui 15 dias seremos outras pessoas, com outras prioridades.

E aqui você encontra uma explicação mais aprofundada (teoria e prática) a respeito da reserva de emergência.

O desafio agora é bem simples e direto: comece essa reserva agora e seguimos o papo nos comentários.

* * *

Nota: esse texto faz parte da coleção "23 dias para um homem melhor". Você pode ver a lista com todos os artigos já publicados aqui.

Índice de todos os 23 artigos do projeto:

  1. 23 dias para um homem melhor
  2. Aprenda a parar e cultive mais lucidez
  3. Aprenda a falar e ouvir
  4. Faça um check-up de cuidados pessoais
  5. Substitua um hábito alimentar ruim por um bom
  6. Gaste dinheiro com alguém que não seja você
  7. Transforme seu local de trabalho em um espaço de treinamento
  8. Faça trabalhos manuais
  9. Cultive relações de parceria
  10. Use a moda e o estilo como um recurso
  11. Crie experiências coletivas
  12. Faça um planejamento financeiro que realmente funcione
  13. Seja uma pessoa fácil de se trabalhar em parceria
  14. Use o corpo para se expressar
  15. Seja produtivo usando seu próprio método
  16. Faça check-ups e exames regulares – não deixe para ir ao médico quando estiver morrendo
  17. Aprenda a diferença entre amor romântico e amor genuíno
  18. Amplie seu mundo por meio da cultura
  19. Monte um guarda-roupa básico e matador
  20. Cultive mais autocompaixão, ao invés de mais autoestima
  21. Lembre-se que as relações sempre seguem
  22. Cultive disciplina
  23. Faça uma reserva financeira de emergência

publicado em 21 de Fevereiro de 2015, 13:11
Eduardoamuri

Eduardo Amuri

Cuida da grana e das operações do PapodeHomem e do lugar, além de oferecer consultoria financeira para pessoas e empresas. Se interessa pela nossa relação com o dinheiro. Mais aqui: amuri.com.br


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: