Abrimos as inscrições para a edição 2019 do PAI, nosso evento anual de paternidade! Vem encontrar a gente e outros pais da comunidade em um dia cheio de conversas e palestras. Reserve o seu ingresso antes que esgote! Clique aqui!

[+18] Bom dia, Thi Okawara

A Thi foi fotografada pelo Andreas Ciero.

Nota editorial: acreditamos que nudez, sensualidade, desejo e diversidade são discussões essenciais de nosso tempo. E que há espaço para tratar disso sem objetificar e ofender, mas sim valorizando toda a riqueza do masculino e do feminino. Para entender porque publicamos ensaios de homens e mulheres e saber mais sobre o que aspiramos para a série "Bom dia", leia o que escrevemos aqui. E se tem um ensaio que deseja publicar, fale conosco pelo luciano@papodehomem.com.br .

* * *

Eu já estive aqui antes, com fotos de um projeto muito diferente dos ensaios que vejo no Papo de Homem. Era um Tumblr com selfies e alguns autorretratos mais elaborados. Era um projeto sobre exposição, pra entender o que na pele da modelo ela sentiria. Ah, vale lembrar que sou fotografa também e tive dois ensaios fotografados por mim publicados por aqui. O da linda da Haub e do querido amigo Matheus Grossi.

O projeto durou um ano e só quando foi publicado aqui que eu realmente fui "exposta" as pessoas do meu trabalho, do meu circulo social conheceram o projeto.

Teve aqueles cochichos de agência no cafezinho, uns olhares. Mas me surpreendi porque as colegas elogiaram e respeitaram, inclusive meu chefe da época. Claro que publicidade é um ambiente que acreditamos ser mais desconstruído. E é. Mas também tem muito machismo e discursos que não condizem com a realidade. 

Porém, sobrevivi e comecei a participar de varios outros projetos. Os trabalhos como fotógrafa e como modelo foram aos poucos aumentando.

Hoje, depois de muitas experiências boas e ruins, fico muito mais à vontade com a câmera. O Andreas Ciero, já é colega de shootings. Sempre nos encontravámos mas foi a primeira oportunidade de ser modelo dele. É mais tranquilo quando já conhecemos o profissional, flui fácil.

Gosto de modelar, mas mais importante, gosto de mostrar que é algo natural, não é empoderador ou machista, como está sempre pautado nas discussões sobre nu, sensual, boudoir e tantos outros nomes. É apenas algo que gosto de fazer.

Me considero uma guria normal com umas tattoos coloridas. Acho que podemos ser mulheres maravilhosas, fortes, fazer tudo que quisermos vestidas mesmo, nossa sensualidade não é expressada por quantidade de roupa. Mas se escolhi ser fotografada de lingerie é porque me sinto à vontade pra isso.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


publicado em 24 de Setembro de 2018, 00:00
Img 9362

Thiemi Okawara

28 anos, japonesa do paraguai, designer e fotógrafa.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura