Pratique um esporte que você sempre quis e nunca fez | relatos Ignição #22

Vamos contar como foi a última prática?

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Asm selo png
  • 130x50 jpg

Olá, pessoal!

Tudo bom?

Aqui estamos mais uma vez, com a coluna mais mão-na-massa do Papo de Homem, a Ignição.

Como falei na última semana, agora começaremos a experimentar este novo formato para a coluna. Não teremos mais apenas um, mas sempre dois artigos, o primeiro propondo a prática e o segundo perguntando como foi para vocês, que tentaram fazer acontecer.

No último artigo fizemos uma proposta bem simples, porém desafiadora, para acabar com a apatia da rotina: começar uma atividade física que você sempre quis, mas nunca fez.

Por isso, vamos utilizar nessa semana a desculpa da atividade física para trazer uma injeção de curiosidade e ânimo.

Todos nós temos aquelas atividades que sempre quisemos mas que nunca pegamos para efetivamente fazer. Seja parkour, natação, kung fu, karatê, ciclismo, basquete, vôlei, remo, tênis, trilha, caminhada, corrida, crossfit... a atividade específica não importa muito. O que importa é pegar algo que há muito tempo você vem postergando, ligar lá e marcar uma aula.

Sem desculpas.

Em geral, a primeira aula costuma ser grátis. Então, aproveite a deixa e vá lá experimentar algo para sentir o sangue correr nas veias.

Eu, que estava há séculos parado, voltei a andar de bicicleta e foi uma das melhores coisas que fiz. Aos poucos estou inserindo mais atividades na rotina, melhorando de volta a alimentação e sentindo as coisas entrarem nos eixos com o corpo. Tem sido muito bom.

E vocês, conseguiram tirar do papel o plano de fazer aquele esporte que vocês tanto acham legal mas que estava engavetado na rotina?

Estou ansioso pelos comentários. :)

Ah, e nota importante: aceito sugestões sobre como melhorar essa parte da coluna. Esse é um piloto e sei que tem muito a progredir.

* * *

O que é a coluna Ignição?

Resumindo: queremos iniciar processos de transformação por meio de ações práticas.

Aqui no Papo de Homem temos trocentos textos filosofentos falando de tudo. Agora, vamos pra outra abordagem.

Menos papo, mais ação.

Você está perdido e não sabe o que fazer da vida? 

Aqui vamos oferecer um ponto de partida, ações simples que você possa usar como um aquecimento, que coloque seus "músculos" no ponto para você gradativamente começar a lidar com seus problemas de frente.

Como funciona?

De duas em duas semanas vamos sugerir ações práticas acessíveis, para que você possa sair da inércia.

Depois, publicamos mais um artigo para conversar sobre a prática. Pedimos que venham no artigo e relatem, em detalhes, como foi a experiência. Vale qualquer coisa, inclusive e principalmente, se der tudo errado, pois é nessas horas que a gente precisa de apoio e a coisa de termos uma comunidade mais vai fazer sentido. Nos colocando em movimento vamos começar a descobrir irmãos, amigos, enfim, parceiros de transformação.

Com o tempo, vamos cultivar uma rede de parceiros, dispostos a transformar suas vidas e também conversarem sobre o processo todo como uma forma de se incentivarem e se apoiarem. 

A Ignição é incrível, onde encontro os experimentos anteriores?

Muito fácil! Basta entrar na coleção Ignição.

Já conhece o ebook "As 25 maiores crises dos homens — e como superá-las", produzido pelo PdH?

 
 
 
 

Se deseja adquirir ou presentear alguém que possa se beneficiar, compre a sua edição aqui.

Para conhecer mais sobre o conteúdo do livro e tudo que vai encontrar lá dentro, leia esse texto.

Ao comprar o livro, você também ajuda a manter o PapodeHomem vivo.

Nosso rendimento com anúncios caiu drasticamente nos últimos dois anos, assim como aconteceu com toda a indústria jornalística, no Brasil e no mundo (a verba agora se concentra no Facebook e no Google). Como o que fazemos é para vocês e não para gerar o maior número de clicks com textos vazios, essa ajuda é essencial para nossa sustentabilidade.


publicado em 28 de Novembro de 2018, 19:18
Avatar01

Luciano Ribeiro

Cantor, guitarrista, compositor e editor do PapodeHomem nas horas vagas. Você pode ouvir no Spotify. Também escreve no Medium e em seu blog pessoal. Quer ser seu amigo no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: