Medite por 2 semanas sem falhar | Ignição #23

Para ir além da impulsividade e criar espaços contemplativos em meio à rotina.

  • Nossos atuais Mecenas:
  • 130x50 jpg
  • Asm selo png

Olá, amigos!

Bem vindos à coluna mais mão-na-massa do Papo de Homem!

Semana passada fizemos o primeiro follow-up, baseado no novo formato de publicação, baseado em ciclos de duas semanas e não mais apenas uma.

Pra quem não lembra, daqui pra frente a ideia é experimentarmos um formato no qual em uma semana oferecemos a prática, fazemos o compromisso de participar, e na seguinte, em outro post, conversamos sobre as nossas descobertas.

Nota importante sobre o formato: Eu senti que na semana passada não tivemos uma boa adesão ao artigo de follow-up. Ninguém do primeiro artigo apareceu no segundo, apenas pessoas novas. Acham que precisamos mudar algo pra fazer mais sentido? Nós mantemos a coluna pra ser de benefício da comunidade. Se não há participação ou se fica truncado, podemos mudar e nos adaptar como for melhor. Portanto, o feedback de vocês é essencial. Aguardo nos comentários.

Enquanto isso, vamos à prática da semana.

Medite por 2 semanas sem falhar

A Ignição é uma coluna que visa a transformação por meio de ações práticas simples que podem ser incorporadas facilmente ao cotidiano. A ideia é que você possa olhar o catálogo de artigos, escolher algo, experimentar, ver se funciona ou não e incorporar ou descartar.

Mas, às vezes, em meio a tanta agitação cotidiana, demandas de relacionamentos, de trabalho e estudos, a aflição não surge por ter incapacidade de fazer algo, mas pela via oposta, de jamais conseguir ficar estático, em paz.

Somos tão soterrados por estímulos sempre nos pedindo "faça algo, faça algo, faça algo", que jamais paramos para permitir o corpo e a mente repousarem um pouco em seu estado natural.

Aqui, estamos sugerindo a prática de meditação não com um fim específico de ser mais produtivo, mais focado, mais isso ou aquilo, como vemos usualmente quando o discurso é adotado por empresas ou vídeos motivacionais. Nosso ponto é justamente aprender a não reagir às aparências, abrir espaço.

A prática de meditação como vamos sugerir chama-se Shamata (sim, meditação não é uma coisa só) e seus benefícios podem ser melhor percebidos se ela for feita ao longo de um certo tempo. Por isso, a sugestão desta vez é praticar por um período de 2 semanas sem falhar e observar o que muda no seu corpo, no seu ânimo, humor, foco e outros aspectos da mente.

Uma ideia útil é utilizar como apoio o calendário de hábitos.

Depois de praticar, peço que venham no artigo de follow-up pra contar como foi a experiência.

No artigo Para começar a meditar, incluímos instruções específicas, é só clicar e ver em detalhes. O vídeo abaixo, com o Lama Padma Samten é muito claro e serve como uma meditação guiada.

Link Youtube

Abaixo é um trecho de um outro artigo que escrevi, indicando livros de meditação e no qual dei também algumas dicas de apps e áudios pra facilitar.

"O app Lojong está em português e é muito bom, disponível tanto na Google Play quanto na App Store. Existe um app do Matthieu Ricard também, chamado Imagine Clarity.

Caso tudo isso pareça complexo demais, recomendo os áudios com instruções do Prof. Alan Wallace, narradas e traduzidas pela Jeanne Pilli. É só dar o play, não fica mais fácil que isso. :)"

Leitura complementar

Alguns artigos e vídeos que temos sobre meditação e a mente:

Para começar a meditar;

Uma mente distraída é uma mente infeliz;

Apenas sentar | Mente de principiante #5;

"O que aprendi observando a mente", com Henrique Lemes.

* * *

Por hoje é isso, pessoal!

Desejo, do fundo do coração, que essa prática possa ajudar vocês a encontrar espaço contemplativo nas suas rotinas, que possam respirar e repousar.

Aguardo os comentários.

Abraço!

* * *

O que é a coluna Ignição?

Resumindo: queremos iniciar processos de transformação por meio de ações práticas.

Aqui no Papo de Homem temos trocentos textos filosofentos falando de tudo. Agora, vamos pra outra abordagem.

Menos papo, mais ação.

Você está perdido e não sabe o que fazer da vida? 

Aqui vamos oferecer um ponto de partida, ações simples que você possa usar como um aquecimento, que coloque seus "músculos" no ponto para você gradativamente começar a lidar com seus problemas de frente.

Como funciona?

De duas em duas semanas vamos sugerir ações práticas acessíveis, para que você possa sair da inércia.

Depois, publicamos mais um artigo para conversar sobre a prática. Pedimos que venham no artigo e relatem, em detalhes, como foi a experiência. Vale qualquer coisa, inclusive e principalmente, se der tudo errado, pois é nessas horas que a gente precisa de apoio e a coisa de termos uma comunidade mais vai fazer sentido. Nos colocando em movimento vamos começar a descobrir irmãos, amigos, enfim, parceiros de transformação.

Com o tempo, vamos cultivar uma rede de parceiros, dispostos a transformar suas vidas e também conversarem sobre o processo todo como uma forma de se incentivarem e se apoiarem. 

A Ignição é incrível, onde encontro os experimentos anteriores?

Muito fácil! Basta entrar na coleção Ignição.

Já conhece o ebook "As 25 maiores crises dos homens — e como superá-las", produzido pelo PdH?

 
 
 
 
 

Se deseja adquirir ou presentear alguém que possa se beneficiar, compre a sua edição aqui.

Para conhecer mais sobre o conteúdo do livro e tudo que vai encontrar lá dentro, leia esse texto.

Ao comprar o livro, você também ajuda a manter o PapodeHomem vivo.

Nosso rendimento com anúncios caiu drasticamente nos últimos dois anos, assim como aconteceu com toda a indústria jornalística, no Brasil e no mundo (a verba agora se concentra no Facebook e no Google). Como o que fazemos é para vocês e não para gerar o maior número de clicks com textos vazios, essa ajuda é essencial para nossa sustentabilidade.

 


publicado em 05 de Dezembro de 2018, 18:04
Avatar01

Luciano Ribeiro

Cantor, guitarrista, compositor e editor do PapodeHomem nas horas vagas. Você pode ouvir no Spotify. Também escreve no Medium e em seu blog pessoal. Quer ser seu amigo no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: