Quanto vale a palavra de um homem?

Frederico Mattos

por
em às | Artigos e ensaios, Mente e atitude


Já broxei. Já fali. Já fui abusado sexualmente. Já dei uma de esperto e prejudiquei pessoas. Já contei mentiras para obter vantagens. Já me ferrei muito.

Quantas dessas coisas você já admitiu para alguém? Ou melhor, quantas delas já admitiu para si mesmo?

Uma das lendas mais conhecidas da Idade Média é a história do Rei Arthur. Numa das versões contadas por Walt Disney, A Espada era a Lei, é narrada a trajetória de um jovem cavalariço chamado Arthur que sonha em se tornar cavaleiro. O desafio para isso: tirar uma espada mágica encravada em uma pedra para ser coroado rei da Inglaterra.


Link YouTube |

Todos os homens do reino já tinham tentado tirar a espada da pedra. Ricos, bonitos, fortes e poderosos. O mago Merlin sabia que Arthur seria o rei e começou um grande treinamento para refinar seu caráter. Até que o jovem, despretensiosamente, imaginando que seria uma tentativa divertida, se arriscou. E a espada saiu da pedra com facilidade.

O que o jovem Arthur demonstrou de valor com o passar do tempo para se transformar na lenda que o consagrou? Ele tinha firmeza de propósito. 

A rigidez de caráter

O que mais ouço das mulheres no consultório são queixas sobre os homens e as suas imposturas diante da vida. Elas descobrem isso nos momentos de maior provação, como uma gravidez inesperada, a perda de um emprego, uma traição ou uma simples broxada. Quando o homem perde, de alguma forma, sua potência pessoal é que a verdade dos fatos aparece. Nessa hora se revela o embuste.

Sempre avalio o efeito psicológico do homem que nunca consegue ser honesto em seu cotidiano. Qual o preço dessa megalomania travestida de ousadia, coragem e firmeza de caráter? Um caráter construído em imagens de força, robustez e sucesso pessoal.

Quantas vezes você já foi surpreendido por pessoas “sem palavra”? Juravam de pés juntos que cumpririam sua palavra e, na hora da ação, recuavam sob a alegação de impossibilidade ou “força maior”.

Há homens não pontuais, com quarto bagunçado, vida financeira desonesta, promessas de amor mentirosas e pactos não cumpridos. Você já deve ter conhecido alguém assim. E, pior, já deve ter sido assim. Ou ainda é. Qual a credibilidade que um homem assim dá a si mesmo?

Para qualquer coisa que ele inicia, surge uma voz em seus pensamentos gritando:

“Você sabe que não levará isso até o fim!”

As pessoas à sua volta o verão como um tratante e alguém em quem não se pode confiar. Ninguém arriscaria perder a mão no fogo por tal homem. Sua legitimidade será sempre questionada. Sua palavra não tem peso moral. Seus conselhos não são levados à serio. Sua reputação será como um isopor na correnteza.

Você é um homem ou um rato? A resposta fica difícil quando é o rato que aponta o dedo e diz: "Você mente"

O que corrói a vida emocional de um homem não é a baixa autoestima. Eu prefiro chamar de falta de integridade consigo mesmo. Isso é o que leva o sujeito a não confiar em si. Se ele não for um psicopata, cedo ou tarde essa vida construída em falácias sucessivas irá desmoronar. Fatalmente ele irá enfrentar um dilema moral que não poderá ser resolvido com nenhum truque barato.

Diante do nascimento de um filho com grave deficiência mental, qual é o valor de sua habilidade em fazer trambiques e levar vantagem em cima da concorrência?

Quando sua mãe está gravemente doente, prestes a morrer, o que ele poderia fazer usando sua lábia cheia de um-sete-um?

Depois de sofrer um acidente e perder a mobilidade das pernas, qual o valor daquilo que ganhou em anos de alienação mental no trabalho?

No confronto do eu-real que age e o eu-ideal que fantasia, ainda existe um abismo. Com o tempo, sua juventude, beleza e dinheiro não conseguirão sustentar o vazio de seu caráter. Poderá enganar muitas mulheres, muitos chefes e funcionários, mas secretamente saberá que é uma farsa.

Como defesa psicológica, ele poderá projetar esse vazio no mundo externo. Será um paranoico, cético, ciumento, desiludido, desconfiado da idoneidade de todos. Para onde quer que olhe, verá pessoas hipócritas e mentirosas. Alegará que ninguém mais presta no mundo e suas relações pessoais se esvaziarão. Suas mentiras serão sustentadas da mesma forma que um malabarista chinês equilibra pratos. Um a um, os pratos quebrarão. As pessoas se afastarão e suas emoções e falas serão vazias de conteúdo.

O fio de bigode pode estar fora de moda, mas num mundo cheio de fakes e ilusões que a mídia constrói sobre nossos delírios pessoais, a palavra coerente com os gestos ainda é a única garantia que possuímos. Penso que as crianças e as mulheres são as pedras onde nossas espadas morais estão cravadas. Elas são excelentes sensores de nossas incoerências pessoais. Se conseguir convencê-las no longo prazo, pode ter certeza que a espada já estará nas mãos do verdadeiro rei.

Frederico Mattos

Sonhador nato, psicólogo provocador, autor dos livros "Relacionamento para Leigos" e "Como se libertar do ex". Adora contar e ouvir histórias de vida. Nas demais horas cultiva a felicidade, lava pratos, medita, oferece treinamentos de maturidade emocional no Treino Sobre a Vida escreve no blog Sobre a vida. No twitter é @fredmattos.


Outros artigos escritos por


SEPARAMOS MAIS TEXTOS PARA VOCÊ CONTINUAR LENDO




O texto acima não representa a opinião do PapodeHomem. Conheça a visão e a essência por trás do que fazemos. Queremos uma discussão de alto nível. Antes de comentar, leia nossas boas práticas. Caso deseje enviar um texto e se tornar um autor, venha por aqui.


  • http://www.baixinhoinvocado.blogspot.com Wagner Villa Verde

    De um tempo para cá a qualidade dos posts do PdH tem melhorado muito e todos eles tem me feito refletir sobre temas que muitas vezes não observava. Esse texto porém, eu espero do PdH havia tempo. Um texto forte falando da honestidade moral masculina.

    O Post é um MURRO NA CARA daqueles que acreditam que levar vantagem e se beneficiar em tudo na vida é a forma correta de seguir a vida. Ser homem é também assumir os erros … perdoar … ceder … mas acima de tudo, ter “firmeza de propósito”. Não basta querer ser homem … se passar por homem … temos que nos reconhecer como homens e assim aqueles que convivem conosco poderão avaliar a veracidade de nossa postura.

    • Frederico Mattos

      Uso muito uma frase onde digo “Você pode sair humilhado como um homem, mas ainda assim um homem, ou vitorioso como um rato, mas ainda um rato!”

      • http://twitter.com/edegar EDEGAR NEUMANN

        A frase é sua? Posso usar (citando a fonte)?

      • http://www.facebook.com/people/Mayara-Barbosa-Reinoso/1710384020 Mayara Barbosa Reinoso

        Ótimo post! Parabéns!

      • LuizZamboni

        Sabe, essa frase valeu pela matéria toda…

    • Alan

      “O Post é um MURRO NA CARA daqueles que acreditam que levar vantagem e se beneficiar em tudo na vida é a forma correta de seguir a vida.”

      Infelizmente no Brasil é comum vermos parte da mídia exaltando o “jeitinho brasileiro”, a malandragem de se dar bem em cima dos outros. Na minha opinião essa é uma das raízes da corrupção nesse país. Todos querem levar vantagem, conseguir da forma mais fácil, seja isso legal/moral ou não.

      • http://www.baixinhoinvocado.blogspot.com Wagner Villa Verde

        É no jeitinho que um homem se torna um MOLEQUE.

        Meu pai sempre me disse:” Quer conhecer alguém ?? Perceba como ele trata aqueles abaixo dele. Garçons, faxineiros, empregados … aí vc saberá o tipo de conduta que essa pessoa tem.”

        Falamos muito de moral, ética, porstura rígida. Mas quando somos pegos numa blitz … queremos subornar o guarda … reclamamos do absurdo da lei … gritamos que somos filhos de fulano ou ciclano …berramos que somos alunos da USP … e por aí vai !!

        Postura rígida, caráter … palavra de homem … tudo isto está ligado diretamente a percepção que temos sobre o convício social. E nesse convício devemos entender que o que vale para um tem que valer para TODO MUNDO !!

    • Carine

      Muito bom seu comentário Wagner. Texto muito bom!!

      • http://www.baixinhoinvocado.blogspot.com.br/ Wagner Villa Verde

        UM TEXTO ANTIGO … mas nunca foi tão atual não é mesmo ??

  • http://www.facebook.com/people/Lucas-Neto/100001393534145 Lucas Neto

    Excelente artigo, Frederico. Muito bacana mesmo.

    “O que mais ouço das mulheres no consultório se queixarem dos homens é
    sua impostura diante da vida. Elas descobrem isso nos momentos de maior
    provação, como uma gravidez inesperada, a perda de um emprego, uma
    traição ou uma simples broxada. Quando o homem perde, de alguma forma,
    sua potência pessoal é que a verdade dos fatos aparece. Nessa hora se
    revela o embuste.

    Sempre avalio o efeito psicológico do homem que nunca consegue ser honesto em seu cotidiano. Qual o preço dessa megalomania travestida de ousadia, coragem e firmeza de caráter? Um caráter construído em imagens de força, robustez e sucesso pessoal.”

    Esse trecho, se tirado do contexto do texto, serve pra MUITA gente. Eu incluso.

    • Frederico Mattos

      Obrigado, Lucas, todos nós em alguma medida!

  • http://www.facebook.com/people/Gustavo-Faria/1132579103 Gustavo Faria

    Concordo com quase tudo que dizes, “O homem mede o caráter dos outros homens, a partir do seu próprio caráter” . A palavra de um homem é tudo que ele têm. Agora… só não entendi essa relação com o quarto bagunçado? ehehehe

  • Daniel Chicote

    FU-DI-DO!

    • Frederico Mattos

      Todos nós estamos, eu sei! hahahaaha

      Valeu!

  • http://shotsarge.blogspot.com Marcio Sarge

    Parabéns Frederico, mais uma vez traz um artigo espelho onde não temos outra alternativa a não ser refletir e refletir.

    Obrigado.

    • Frederico Mattos

      Valeu, Marcio, vindo de você é uma honra!

  • http://twitter.com/luizagcn Luiza

    É o que eu sempre falo, por trás de uma mentira sempre há uma fraqueza, um medo. Uma pessoas que mente tem medo de assumir o que se é na verdade, por vezes mente até pra si a fim de evitar enfrentar seus defeitos. Muito triste, perde com isso a oportunidade de se melhorar.  Homens que mentem muito nada mais são do que fracos.

    • Frederico Mattos

      A necessidade de proteger uma autoimagem idealizada é que faz um homem mentir.

      Ele acredita que o valor de uma pessoa está apenas em atos heróicos e superiores. Por isso as mentiras, a fraqueza está em não se aceitar falível, se é que na natureza humana existe falha!

  • Leandroterra Bh

    Bom artigo, Frederico. Só me explica, qual é a relação que você pensou entre assumir falhas e ter firmeza de propósito?

    • Frederico Mattos

      No meu entender a firmeza de propósito surge com a consistência de uma pessoa consigo mesma. 

      Quando você cultiva uma autoimagem somente vitoriosa e positiva e tenta deixar debaixo de tapete aquilo que acha que não serve isso enfraquece seu sentimento pessoal de valor.
      É como se sentisse que no fundo é uma farsa e sempre tivesse que esconder um gambá no bolso. Toda ação empreendida sempre carregaria um medo de ser descoberto, portanto, você não vai com tudo, entende?

      Espero ter respondido!Abraços

  • Bruno Cavalcanti

    Parabéns pelo post ;) Muito bem contextualizado sim. Mas creio que não
    possa ser respondido pela nossa sociedade masculina atual e seu
    modo-de-viver :(

    “Quanto vale a palavra de um Homem?”

    Se essa pergunta tivesse sido feita para os homens da década de 20,30,40,50,60 e 70 saberia a resposta

    ;)

  • Anônimo

    Não só ser homem, mas ser humano. Tá faltando empatia. A pessoa parar e pensar: E se fosse comigo? Ao invés de pensar: Ah, todo mundo faz mesmo, que mal tem?

    Faz parte também da imagem que formamos sobre o sexo masculino e todos os estereótipos e generalizações: todo o homem é igual! E eles são educados para ser mesmo! Para corresponder a exata imagem que criticamos. Complexo.

    • Frederico Mattos

      Por isso a ideia do texto não é criar um exército de homens bons, mas de homens conscientes e com clareza mental e emocional do que aspiram e agem!

  • http://www.facebook.com/people/André-Leonardo-Heidemann/1766753520 André Leonardo Heidemann

    Fodastico!!

    Parabéns!!

    • Frederico Mattos

      Valeu!

  • http://www.facebook.com/people/Júlivan-Arantes-da-Silva/100001032282778 Júlivan Arantes da Silva

    Posso ter milhões de defeitos, mas prezo minha palavra mais do que minha própria vida. “Não tenho medo da morte, tenho medo da desonra.”

    • Frederico Mattos

      As vezes é por sentimento de honra que podemos fazer coisas terríveis e até mentir. 

      “Cobrir um santo para descobrir o outro”

      A honra como tudo deve ser vista bem de perto para não se tornar uma tirania da verdade superior…

  • http://www.facebook.com/people/Edson-Maruyama-Diniz/100000197168023 Edson Maruyama Diniz

    Novamente, repetindo o comentário.

    Texto ótimo!

    Um convite a reflexão. Só os fortes ousarão adentrar nesse território.

    Forte abraço, EZ!

  • http://estadodearte.wordpress.com/ Rafa

    Um homem pode até mentir pra outro homem, mas nunca pra si mesmo. Ter dois pesos e duas medidas é foda, mas é melhor que não ter nenhum peso e nenhuma medida.

  • http://www.facebook.com/killersandro Sandro Guedes de Souza

    Gostei do que li, mas tenho algo a questionar ai: O texto exaltou o elemento “moral” muitas vezes. É mesmo necessário?

    Uma pessoa “amoral” é necessariamente desconfiável e menos íntegra? Fica no ar a pergunta.

    • Frederico Mattos

      O texto em momento nenhum exaltou o elemento moral, mas o elemento congruência positiva e expansiva. Seria um alinhamento entre ação, fala e pensamento e a capacidade de cumprir aquilo com o qual se comprometeu.

      Até a pessoa dita amoral tem uma “moral” própria e tem uma congruência.

      • http://www.facebook.com/killersandro Sandro Guedes de Souza

        Alinhamento entre ação, fala e pensamento e capacidade de cumprir aquilo a que se propõe foi mesmo bem abordado. Por isso fiz questão de deixar antes claro que gostei do que li.

        Não tenho posição formada sobre moralidade. Apenas apontei algo que me chamou atenção no texto. Porque realmente acho que uma coisa independe da outra -a menos se pensar em moral pelo entendimento comum.

  • http://www.papodehomem.com.br/ Guilherme Nascimento Valadares

    EXCELENTE, Fred.

    [e aqui me incluo no paredão com bagunça pessoal, compromissos postergados e outras falhas]

    • Frederico Mattos

      Não vou puxar seu saco, mas você é um homem de palavra, mesmo com a bagunça pessoal!

  • Dado Teles

    Como diria Renato Russo, “mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira”.

    Parabéns pelo texto!

    • Frederico Mattos

      Obrigado, a mentira sistemática para o outros pode contaminar a própria autoavaliação.

      Abraços

  • http://www.facebook.com/dandanillo Danillo Santos

    Frederico, mas que texto é esse? Soco no estômago é apelido, cara! Vou ali ter um derrame e já volto pra comentar…

    • Frederico Mattos

      Hahaahaha, eu escrevi depois que me recuperei do meu derrame… A qualquer momento ele pode aparecer… 

      Cada minuto que um homem vive pode se tornar um convite à mentira.

  • Frederico Mattos

    Valeu, cara!

    Mas acredito que os homens dessas épocas agiam assim porque o nível de repressão social era alto. E do mesmo jeito que honravam sua palavra eles também condenavam as pessoas a qualquer coisa.

    O limite entre ser integro e moralista é muito sutil.

    E não é sobre moralismo que trata o texto.

  • Frederico Mattos

    O quarto é só mais um reflexo (como o corpo e suas emoções) do cuidado que tem consigo e com o espaço que oferece para as pessoas que querem entrar na sua intimidade…

  • Frederico Mattos

    Esses dias conheci um cara que ficou muito rico exatamente porque cumpria a sua palavra. Um cara que sabia levantar paredes, sem nenhum estudo especializado ou formação que cumpria a data de entrega.

    Hoje a empresa dele é uma das mais requisitadas para construir as grandes lojas e magazines de SP e do Brasil. E até hoje continua sendo muito reconhecido e contratado porque simplesmente faz um bom trabalho na data certa…

  • Frederico Mattos

    Fato!

  • Frederico Mattos

    A palavra integridade pode ser controversa, mas é buscar uma unidade na multiplicidade de caminhos dentro de nós.

    Por exemplo, acho o modelo do PdH bem íntegro sem mutilar nada na natureza humana. Você não precisa “acertar” sempre, mas conseguir desenvolver um “sistema operacional” que rastreie suas incoerências e escrever história com ela, sem vitimismo ou heroísmo.

    • Marcosaugustonunes

      Coerência e seu oposto, a incoerência, também integram o inferno desses tais “conceitos”.

  • Cleyton Bruno

    Fred, eu sempre fico impressionado quando leio um artigo desses e vejo várias pessoas se identificando. Eu sempre leio, penso, reflito e concluo “Que merda! Eu sou assim!”. Aí desço nos comentários e vejo mais gente se encontrando no meio do texto também.

    Isso me leva a crer que, apesar de não parecer, essa postura íntegra, condizente com a tua realidade, honesta e crua, sem complexo-de-herói ou vitimismo, é algo difícil de alcançar. Uma vez alcançado então, imagine sustentar, praticamente utópico para minha cabeça.

    Você acha que é possível viver, sem construções artificiais, naturalmente, desta forma? Conhece alguém assim?

    • Frederico Mattos

      É possível viver, dá mais trabalho e exige mais concentração. Todo mundo pode treinar, sei que você treina e outros que conhecemos, mas perfeição? Nem precisa, né Cleyton!

      ;)

  • http://www.twitter.com/lucinda_mateus Lucinda Mateus

    Fred como sempre…..sensacional…texto que nos faz pensar (homens e/ou mulheres), sobre nosso modo de ver a vida….e de agir com postura, caráter e realmente saber que mentir pra nós mesmos…é algo que não devemos fazer…

    • Frederico Mattos

      Até podemos fazer, mas se torna um curto caminho longo… 

      Beijos

  • Frederico Mattos

    Obrigado! Abraços

  • Frederico Mattos

    Bem vinda ao time!

  • Frederico Mattos

    A ideia é estar consciente disso, no mínimo, para começar a brincadeira.

  • Frederico Mattos

    Por mais inescrupulosa que seja uma pessoa ainda assim existe um radar interno que a lembra de tempos em tempos que ela está longe de si mesma…

  • http://www.facebook.com/people/Leonardo-Werlang/1298794174 Leonardo Werlang

    o texto inteiro é muito bom, mas isso em especial é deveras interessante, pelo menos para mim:
    “Para onde quer que olhe, verá pessoas hipócritas e mentirosas. Alegará que ninguém mais presta no mundo e suas relações pessoais se esvaziarão.”
    até onde vai a conviccão da pessoa e seus preceitos morais que isso não comeca a ser um reflexo da propria incompetencia? sera que é certo ter essa postura critica ou o melhor seria aceitar as coisas como sao porque “cada um sabe o que é melhor pra si”. isso nao iria direto contra aquele papo de “desafiar os amigos”?

    e por fim, o que sera que é melhor? viver a vida dentro de parametros que tenham uma resposta pronta para essas perguntas ou tentar constantemente encontrar o balanco delicado entre as duas coisas? (deve ser mais dificil do que inflacao x desemprego…)

  • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

    Fred,

    O texto é excelente, mas eu não igualaria propósito com coerência.

    Um homem pode ser ponta firmíssima, mas exercer sua liberdade em movimentos que podem ser vistos como incoerentes.

    Um homem frouxo ou um assassino ou um cara que faz muitos atos negativos pode ser extremamente coerente, pode honrar sua palavra sempre.

    Ser coerente, ter caráter ou honrar sua palavra não é o ponto. Ter propósito, boa motivação, abertura sem manipulações, isso sim é o que importa.

    Faz sentido para você?

    Abração.

    • Frederico Mattos

      Gustavo,

      No meu entender o propósito tem quatro facetas: aquilo que gosto de fazer, faço bem, beneficia os outros e cria abundância (dinheiro, realização, prestígio, proeminência).

      Um cara que parece incoerente pode ser bem coerente mesmo em meio à diferentes caminhos.

      Um cara que parece firme e honrado pode ser muito incoerente com o ambiente, um assassino, por exemplo opta pela ação mais simplista (e desproporcional) que é tirar o oponente do caminho. A coerência que coloco está ligada com uma busca intrínseca por maior abertura, clareza e benefício dos outros.

      Mas entendo seu ponto de vista.

      Abraço.

  • http://www.facebook.com/people/Rosana-Rogeri/100000284466237 Rosana Rogeri

    Perfeito, Fred, obrigada!!!

    Graças a Deus conheço HOMENS de verdade e não os deixo sair da minha vidinha de jeito algum rs (também tento ser MULHER, né? rs)

  • Frederico Mattos

    Legal, tô aguardando!

  • Frederico Mattos

    Essa busca por viver de forma mais autêntica e com uma verdade interna e ampla é uma ótima aspiração! Parabéns!

  • http://www.umpapolivre.com Paulo Roberto

    Fred matando a pau em mais um texto!

    Tenho bagunças e pendências na vida, mas pelo menos com o fator atraso/pontualidade tenho lidado bem. Outro dia não conseguiram falar comigo para confirmar uma reunião, mas daí uma das pessoas disse: ”Se Paulo marcou, ele aparece, não se preocupe”.

    Ganhei o dia.

    Curti bastante vários trechos do texto e de seus comentários, só não cito eles aqui pq o mouse tá quebrado, daí complica :)

    Abração

    • Frederico Mattos

      “Se Paulo marcou, ele aparece!”

      Isso não tem preço! Parabéns!

      Abraço

  • http://twitter.com/edegar EDEGAR NEUMANN

    Fred, uma vez ouvi o bordão de que falta de pontualidade é uma falha no caráter. Talvez não seja para tanto, mas seguindo a linha de raciocínio do seu texto, pode ser um indicativo, é isto?
    Agora, na CBN (rádio) ouço sempre o momento em que eles falam sobre ética e usam, na propaganda do Instituto Bras. de Ética concorrencial, a seguinte ‘definição’: “Ética é uma palavra pequena, curta e definitiva. Ou você tem ou não tem. Se você quer ficar do lado da ética, começe dizendo simplesmente NÃO! Não para a ilegalidade, não para a pirataria. Se você é ético, diga não concordo, não aceito, não participo. Não tem jeitinho nem conversa, é só fazer o que está certo e pronto. Ético: é assim que a gente tem que ser.”
    Não é exatamente sobre o valor da palavra, mas acho que está interligado.
    Acho que é possível concluir que alguém sem ética, não irá cumprir com sua palavra.

    • Frederico Mattos

      Alguém sem ética pode cumprir sua palavra, pode sacanear ou prejudicar alguém porque prometeu que o faria, mas o tipo de congruência dessa pessoa se perde no quesito criar bem-estar para as pessoas à sua volta.

  • Jacson Geremias

    Parabéns Frederico, gostei muito do texto…Devido a você responder a varios posts o seu texto se extendeu as essas respostas, por isso ficou melhor ainda. Parabéns novamente. =p

  • Victor

    Recentemente levei um esporro do meu prof por falta de honestidade.. ele descobriu q eu colei de um colega e nos advertiu.. me senti mal, pois sempre tento ser honesto.. eu se qr consegui responde-lo, foi um dia pra se esqcer.. eu me senti inútil, eu me senti pequeno. 

  • Katracasul

    Complicado falar sobre isso, vai depender da ótica de cada um, a definicao de carater pode ser muito diferente do outro e sobre mentir ou nao, é uma coisa extremamente relativo, será que vale a pena ser super-sincero chegando ao ponto de poder magoar outra pessoa?… existe uma outra coisa interligado que se chama bom senso.

  • jon

    Discordo do texto.
    .
    A integridade de caráter dito nele é fruto da própria alienação da sociedade.
    .
    É baseado na opinião alheia e não na vivência pratica de um homem.
    .
    Eu sou a favor da vida livre , somos livres para errar e não necessariamente as punições que a sociedade nos impõe e tenta fazer os homens ficar paranoicos deve ter algum efeito sobre nós se simplesmente entendemos os valores desta sociedade como apenas ilusões criadas para dominar as massas.
    .
    Há então você é um psicopata se não sente remorso das coisas ruins que faz!

    .
    Ruim é não ser livre , é não saber que a ignorância humana diante do predador sofisticado da alienação é o pior dos erros.
    .

    Se uma mulher engravidar de mim e eu quiser ir embora eu vou mesmo! Sem remorso , a vida eu vivo como eu quero , não como os outros querem que eu viva.

    • Frederico Mattos

      Alienação é acreditar que é possível viver sem nenhuma alienação e sem nenhum senso de coexistência com os outros baseada na ideia de poder irrestrito travestida de liberdade…

  • http://donluidi.wordpress.com don luidi

    Meu estimado pai me ensiou desde cedo que a palavra de um homem é uma das coisas mais imprescindíveis em sua vida e doa o que doer você deve manter sua palavra até o fim. Texto fodástico.

  • http://www.facebook.com/people/Rosana-Rogeri/100000284466237 Rosana Rogeri

    Sabe, Mariana, eu sempre precisei do amor e da consideração das pessoas pelos meus erros e deslizes, tento ser melhor, mas eu caio muitas vezes, assim como os HOMENS maravilhosos que eu citei: meus melhores amigos, meu filho e meu AMOR, como eu reconheço isso numa boa e converso abertamente, não tenho medo das mudanças… eu também mudo muito.

    Talvez seu ex não queira assinar a separação, né? Ele deve se apegar a esse papel para ter uma ligação contigo, homens não são muito bons com a palavras…

    E eu tive muitas falhas, ainda as tenho e conto com o amor das pessoas para continuar sempre, não acho que seja tudo tão rígido… talvez por isso conheça tantos homens especiais quando as mulheres vivem reclamando, dizendo que eles não existem…

  • http://www.facebook.com/leonora.ling Leonora Berrini

    Como bem disse Freud: “Seríamos melhores, se não quiséssemos ser tão bons.”Seria muito bom se mais pessoas buscassem adqüirir este nível de consciência. O ponto não é se tornar uma pessoa perfeita, sempre ciente de suas falhas a fim de eliminá-las (isto pode inclusive entrar na megalomania, na necessidade de ser perfeito tal qual um Deus), mas ao vê-las, buscar encará-las, reconhecê-las, não fugir delas, e agir com base no medo delas, mas compreendendo-as e vendo o que elas querem nos dizer. Chamar os monstrinhos p/ um lanche, e ver como podem cooperar dali pra frente ^^.Texto fantástico :).  

  • Junior Tavares

    Gostei muito do texto, principalmente pq ele reforça a idéia
    de que o verdadeiro Homem é revelado nos momentos críticos da vida. Uma das características
    mais importantes de um  Homem é a honestidade, nós temos que ser honestos
    conosco e com as pessoas que estão em nossa volta, se não somos capazes de
    fazer isso fud… Além disso, faz parte desse processo entender que somos
    imperfeitos e estamos sujeitos a erros, mas esses erros podem acontecer por descuido e nunca por má fé ou falta de caráter.
    Fred, ótimo texto!!

    • Frederico Mattos

      As vezes temos má fé sim, mas isso não motivo para continuar tendo má fé…

  • Frederico Mattos

    Valeu!

    O problema não é “errar”, não gosto desse termo, mas tornar suas ações cada vez mais lúcidas dos tipos de artifícios que usamos para nos enganar!

  • http://www.facebook.com/naninha Ariana Mendonca

    Nossa, que texto sensacional. Acabei recentemente de lidar com um cara exatamente como você descreve no final do texto… Cheio de hipocrisias, machismos, falsos moralismos e fazendo exatamente o triplo do que ele se dizia contra… E cheio de promessas que não duravam uma semana, cada hora caíam por terra por um motivo diferente, uma mentira diferente, todas com alicerçadas na insegurança, no preconceito…

    Palavras seguidas de ações… Essa é a maneira de se distinguir os homens dos meninos.. 

    Thanks, you’re awesome!

    • Frederico Mattos

      Que bom que ajudou a entender uma parte da sua história…

      Beijos

  • 1bertorc

    O texto é válido e induz a boas reflexões. Mas eu acho que no tipo de relacionamento apontado de pessoas sendo traídas (em várias formas) eu acho que a coisa é mais complexa. Todos nós podemos ser vítimas de um canalha, mas acho que nos exemplos citados a vítima também em alguma responsabilidade por que eu entendo que o canalha se entrega bem antes. Eu acredito que no geral apreciamos  demais essa ‘segurança’ que o canalha passa, isto acaba na prática ‘valorizando’ este tipo de de comportamento e isto é UM DOS motivos deste comportamento prevalecer. Todos nós conhecemos histórias de pessoas inteligentes que foram passadas para trás por gente assim de uma maneira inocente, que olhando de fora a gente pensa ‘como fulano caiu nessa?’. O ponto é que deixar de ser ‘bobo’ ou ‘boba’ e aprender a ‘ouvir’ mais as pessoas tentar perceber um pouco mais profundamente a personalidade é tão importante quando sermos nós mesmos firmes de caráter (supondo ser esta uma preocupação, claro). Para mim achar razoável que a chance de alguém ser justo e correto aumenta só por que a vida dele (ou dela) cruzou com a nossa é um mal tão grande quanto ser um canalha.

  • Frederico Mattos

    Valeu, espero ter sido útil! :)

  • Frederico Mattos

    Acho que ser comedor, sexualidado e fodão é uma parte minima (ainda que importante) da vida de um homem, a maior parte do tempo ele passa na companhia da própria consciência…

    Valeu…

  • Ju

    Cara esse lance dos árabes é verdade mesmo. Um dos homens que mais me impressionaram pela firmeza com que falava e a forma como agia foi um ex namorado libanês. E também foi uma das referências mais positivas sobre relacionamento, e diferente em relação a homens brasileiros.

    • Ju

      um dos que mais me impressionaram..porque eu tenho múltipla personalidade..rsrs 

  • Sabrina

      Bom sinceramente as pessoas nao podem ser oq realmente sao na sociedade.
      Nao sobreviveriam !!!!…ora !!! sabemos disso !!!
      Carater quem tem ,tem ué !! quem nao tem NAO tem !!! oq pode ser feito é ser condicionado !!!
    Ou voce vive em uma mentira ou pode ter certeza que pra viver na verdade temque ter RAÇA …….
     

  • Mel Tupinambá


    No confronto do eu-real que age e o eu-ideal que fantasia, ainda existe um abismo.”
    Frase genial, que já serviria de título p/ um próximo artigo! ;)
    #muitopanopramanga
    Excelente texto, Fred. Mexeu muito comigo. Obrigada! =D

  • Douglas

    Prazer, sou um rato.

  • ana

    Escreva na sola do pé esquerdo o nome da pessoa amada e aperte no chão
    dizendo três vezes: Debaixo do meu pé esquerdo, te prendo
    Escreva na sola do pé esquerdo o nome da pessoa amada e aperte no chão
    dizendo três vezes: Debaixo do meu pé esquerdo, te prendo VM, te amarro VM e
    te mantenho VM pelo poder das treze almas benditas. Que assim seja. Que vc
    venha me procurar em 24h, dizendo que me ama e que quer ficar pra sempre comigo.
    Enquanto vc não vier não irá comer, não irá dormir e nem irá ter vontade de
    outra mulher a não ser eu. Assim seja, assim será. (Publicar 4 vezes e não
    revelar o sonho dessa noite)

  • Anonimo

    A man’s word is the mans world faz um pouco de sentido para vocês?

  • Isabela

    Excelente texto. Vi que é antigo, mas encontrei puxando os links do site e me identifiquei imediatamente.

    Meu casamento desmoronou na primeira dificuldade real. Ele perdeu o emprego e, enquanto eu dobrava a jornada pra segurar as pontas, ele começou a passar mais tempo com os amigos, gastando um dinheiro que não estava sobrando, ao invés de partir pra um novo trabalho. Logo depois começou com uns papos de “acho que não nasci pra casar”, “talvez tudo isso tenha sido um erro”, além de passar noites fora.

    Quando nos separamos, disse que não era pela mágoa que a atitude dele me causou, mas porque percebi que lhe faltava firmeza de carater, e eu não poderia unir minha vida a alguém assim.

    Percebo que eu refiz minha vida com ajuda de muita gente (familia, amigos, colegas de trabalho), enquanto a vida dele desmorona cada dia mais, os ditos amigos sumiram e os problemas transbordam.

    Obviamente isso não é exclusividade masculina. Já perdi uma amiga porque ela sumiu pra não precisar me pagar 100 reais que eu emprestei de boa vontade quando ela precisou.

    Tem dias que dá um desânimo, viu…

  • Pingback: 13 sinais de que um menino se transformou em homem | PapodeHomem

  • Pingback: Se eu for sincero, serei desinteressante | ID #16 | PapodeHomem

  • Celia Leal

    Frederico Mattos, estou tentando compartilhar este seu artigo no facebook, e não estou conseguindo. Como faço? Pode me ajudar?

  • K. Fernandes

    Chumbinho Neles!

    • K. Fernandes

      Me lembrei agora quando reservei um tênis numa loja 4ª retrasada para buscar na 4ª passada, só que felizmente (ou Infelizmente) apareceu uma oportunidade imperdível para a matrícula no curso da Arata Academy, só que eu nem liguei para avisar o vendedor que me deu até um prazo maior se eu precisasse era só ligar de novo e renovar, to na mó bad por causa disso, pois agi como um rato :/
      Um dia quero voltar lá e poder comprar no mínimo 10x à mais que eu gastaria com o tênis pra tentar cobrir a mancada…
      Confessando aqui..

      Vlw Frederico, agrego muito seu artigo, vou carregar cmg pra sempre… Abraço pra galera do PDH !

Papo de homem recomenda

Assine o Papo de homem

Curta o PdH no Facebook
  • 5550 artigos
  • 662278 comentários
  • leitores online