Para quem insiste em perguntar sobre a relevância do tamanho do pau…

Bel

por
em às | Ladies Room, Relatos, Sexo


Ocasionalmente, encontro-me com um rapaz ou outro, que é bonito, inteligente, interessante, bom de papo e… dúbio em relação ao tamanho do próprio pinto.

Faço questão de deixar bem claro que essa é uma preocupação relativamente frequente; não é trauma de moleque, ou mimimi de adolescente inseguro. É uma fragilidade masculina real. Não que afete todos os machos, porém é bem mais recorrente do que se possa imaginar. Diria até que é equivalente ao trauma feminino de “Tô gorda”. Inseguranças em relação à auto-imagem sempre vão existir, em ambos os sexos.

Este é um pequeno assunto que tem, geralmente, entre 10 e 20 centímetros de enorme relevância. Diz respeito não apenas a centímetros cúbicos cilíndricos ostentados sob suas veias parrudas e enrijecidas, mas a toda a sua presença como macho. Ter dúvidas em relação ao seu próprio pau é ter dúvidas em relação ao seu desempenho como ser humano – e isso, meu amigo, é próprio da natureza de todos nós.

As perguntas continuam como se nenhuma resposta fosse suficiente

Quando eu ainda era colunista do Ato ou Efeito, recebia muitos (muitos!) emails de leitores. Elogios, xingamentos, cantadas, obscenidades e, principalmente, dúvidas. E problemas. E questões que eu nunca pude resolver. Eis alguns resultados da busca pela palavra “tamanho” na minha antiga caixa de entrada:

Bel: desvirginando mocinhos inocentes e dizendo que era crente, mas não sabia rezar de maneira indireta desde 1986. Mas vamos ao trecho relevante do segundo email, já que ele fez uma pergunta direta que merece uma resposta direta.

Tamanho é ou não documento?

Eu realmente lamento se você é portador de um giz de cera, mas a resposta é sim, tamanho é documento. Suma daqui com essa sua piroquinha minúscula e ridícula e de míseros 15cm daqui, xô (já mencionei que minha sensibilidade é a minha maior qualidade?).

Antes de você fechar essa janela e ir cortar os pulsos de decepção ou mandar um email xingando a minha mãe, deixe-me acrescentar que esse “sim, tamanho é documento” não é um “sim” absoluto. Pra começo de conversa, esse tamanho a que me refiro não se trata de comprimento, e sim de diâmetro. Citando uma velha amiga minha, pau curtinho dá pra encarar, mas rola fina é foda.

Amiga S.: Rola fina é foda. Fato.

Bel: Hahahaha, também acho.

Amiga S.: Tem nem o que dizer, meu, é aquilo tudo. To até pra dizer que quando o treco é grande demais (extrapolando os aceitáveis 23cm), dá vontade de pedir pra dobrar ao meio, visando maior conforto. Já tive essa vontade e tal.

[Conversa real com a antiga revisora do AoE, após a mesma ler o rascunho deste texto]

Diâmetro ideal?

Eu vou contar um negócio pra vocês. Você já ouviu falar em absorvente interno? O.B.? Tampax? Sabe o que é, né? É uma rolha que a mulher põe lá no útero durante seu ciclo menstrual, diferente dos absorventes “tradicionais” que são de colocar na calcinha.

Pois bem, o absorvente interno é colocado (com o dedo, geralmente) lááá dentro da caverninha, no colo do útero, à distância de um dedo indicador da entrada da vagina. Pois bem, depois que a gente coloca o absorvente interno, a mulherada pode correr, pular, sentar, levantar e agachar que ela não sente, de forma alguma, o absorvente dentro dela. Se sentir algo incomodando é porque colocou do jeito errado ou não empurrou o suficiente, já que o absorvente interno foi feito pra não ser sentido.

Como vocês sabem (espero), o canal vaginal não é todo sensível, só os primeiros 4 ou 5 centímetros. Cara, estamos falando de um dedo indicador. Não é possível que seu pinto seja menor que meu dedo indicador. Se for, aí sim você pode fechar a janela e ir cortar os pulsos de decepção, mas eu garanto que meu instrumento é menor. Segundo a régua do Microsoft Word, possuo 7,5 cm de dedo indicador. E ainda assim, a vagina sente menos que isso.

Em verdade vos digo: diâmetro é documento. O comprimento nem tanto, só serve pra impressionar na primeira tateada.

Homem-latinha-de-Red-Bull

Outro email:

É, caro leitor, você não imaginava que seu instrumento de trabalho fosse assim descrito pela mulherada, não é mesmo?

Ainda assim, devo ressaltar: o diâmetro é documento, mas não é o documento mais importante. Eis aqui um trecho da minha resposta para a amiga G.:

“Bem, o que eu posso dizer sobre seu email é: homem com pau grande tem aos montes. Homem que te trata bem é coisa rara. Vide seu ex cafajeste, né não?

Se o material do atual é tão mais-ou-menos assim, ele não é burro, deve saber que não é lá grandes coisas. Experimenta levar um vibrador pra brincar com vocês. Deixe bem claro que é pra usar em você logo de cara, hein? Vai que você assusta… ou empolga o cara!

Relatos me dizem que funciona, até porque geralmente o cara não-tão-dotado sabe que não é bem dotado e tal… daí acaba compreendendo e aproveitando a situação. Definitivamente, tamanho só é documento se for foda de uma noite. Quando rola sentimento e carinho, o tamanho é o de menos. Né não? :)”

"Querida, vou repetir: eu não brochei, ele é desse tamanho mesmo."

Ou seja, caros amigos rola-fina: mais vale um mini-pau gente boa que um berinjelão cujo pinto grande é a maior qualidade. Se seu melhor atrativo pode ser medido em centímetros, você não passa de um babaca biologicamente sortudo. É o mesmo princípio das mulheres-melancias/melões/morangos: se o que elas têm de melhor a oferecer para o seu parceiro e para o mundo é o corpo, a bunda empinada e os mamilos de fora, meus parabéns: o mais longe que se chega nessa situação é nas páginas das revistas de mulher pelada. Pelo menos elas recebem mais dinheiro e de maneira mais fácil do que eu. Droga, odeio ter que rever meus conceitos.

Vocês sabem tanto quanto eu que mulher é bicho burro, e é mais burro ainda quando tá apaixonado. E nem precisa estar apaixonada, pra dizer bem a verdade. Veja bem, se eu conheço um cara que é sexy, gente boa, engraçado, inteligente, rico galanteador, gentil e interessante, pouco me importa se ele tem pau grande ou pau pequeno. Uma parte do corpo boa pode ser o suficiente pra um homem querer comer uma mulher, mas não basta ter um extintor de incêndio pra mulher querer comer o homem.

Como já me ensinou a mamãe, quando eu tinha uns 16 anos e ainda era virgem, “Não importa o tamanho, e sim o movimento”. Mãe sabe de tudo, né?

Historinha da minha vida privada, que é uma comédia.

Se estiver inseguro, na dúvida, em vez de beber, leve o Red Bull para a cama.

Era uma vez eu, que conheci um cara baixinho e magrinho. A minha experiência de vida me diz que são justamente os baixinhos e magrinhos que possuem os menores instrumentos, apesar de que já vi gordinhos bem miudinhos também… Enfim, o cara tava me xavecando e era uma gracinha etc e tal. Beijo pra cá, beijo pra lá, e no meio do vuco-vuco quem é que fica pensando “Aaai, não vai rolar por que ele deve ter uma minhoquinha de nada”? Eu é que não. Uma mulher tem que ser muito escrota pra levar em consideração apenas o tamanho do charuto, tal qual aquelas que só levam em consideração o carro ou o salário do cara.

Pra minha sorte, Deus viu que eu estava sendo uma boa samaritana e me compensou com uma senhora latinha de Red Bull. Ainda assim, teria acontecido mesmo se eu fosse castigada com um quiabo. E mesmo a minha experiência com quiabos não é de todo ruim, pelo contrário. Como eu disse pra G., homem-quiabo geralmente sabe que não é bem dotado e capricha bem no resto.

Digamos então, que, da mesma forma que você adora uma mina peituda mas o tamanho dos peitos não é fator decisivo, a gente também gosta de uma jabulani grandona, mas é como se fosse um mega bônus, e não o conteúdo principal. É nessas horas que a gente vê que alguns ditos populares estão sempre certos: “Não importa o tamanho da varinha, e sim a mágica que ela faz”.

Abracadabra, amigos.

* Texto publicado originalmente no extinto blog “Ato ou Efeito”, reeditado e complementado para o PapodeHomem.

Bel

Paradoxal, crítica, chata, bebum, adepta do hedonismo e misantropia. Mas é uma boa pessoa. No Twitter: @lemonndrop.


Outros artigos escritos por

Somos entusiastas do embate saudável

O texto acima não representa a opinião do PapodeHomem. Somos um espaço plural, aberto a visões contraditórias. Conheça nossa visão e a essência do que fazemos. Você pode comentar abaixo ou ainda nos enviar um artigo para publicação.


EXPLODA SEU EMAIL

Enviamos um único email por dia, com nossos textos. Cuidado, ele é radioativo.


TEXTOS RELACIONADOS

Queremos uma discussão de alto nível, sem frescuras e bem humorada. Portanto, leia nossa Política de Comentários.


  • http://fromvictorwithlove.com/diario Victor Lee

    Bel, ótimo texto! Quando cliquei para ler, fiquei com medo de ser uma repetição da mesma resposta que a gente lê toda hora.

    E, no final das contas, a sua resposta foi sim aquela que a gente ouve a mulherada responder na real… justamente por ser essa a opinião da maioria das mulheres. O que fez toda a diferença é a sua autenticidade e boa escrita.

    Lógico que tem gosto para tudo, mas pela minha experiência (e eu faço parte dos homens que tem pau pequeno), o instrumento nunca foi problema nenhum.

    Acho que depois de tamanho de pinto, outro tabu que assombra os homens inseguros é a questão de dinheiro. Se você tiver tempo e puder compartilhar mais um texto na mesma linha, tenho certeza que vai ser de utilidade pública um post sobre a relevância do tamanho da conta bancária do sujeito.

    • http://www.facebook.com/rodrigo.cambiaghi Rodrigo DAvola Cambiaghi

      Cara, li esse comentário e fiquei paralizado, só um cara hiper seguro com a masculinidade pra assumir que tem pau pequeno em público assim.
      Foda, merece meu respeito

      • http://fromvictorwithlove.com/diario Victor Lee

        Beleza, bro? Quanto tempo!

        Mas é exatamente isso o que a Bel falou – não tem nada demais não. Mas entendo perfeitamente quem fica noiado.

        Por exemplo, alguns anos atrás meu cabelo começou a cair e eu ficando preocupadasso. Hoje, nem ligo.

        Outro exemplo é uma birra antiga que eu tenho com relação a perfume. Quando leio em certos foruns a galera fazendo discussões ad infinitum sobre qual é o melhor perfume para conquistar uma gata… que puta lavagem cerebral que essa galera sofreu! No final das contas, tanto faz, desde que tenha um cheiro neutro ou bom – só não vale feder.

        No lance do pinto, é mais ou menos isso. Tirando os casos de micropênis, não faz grande diferença ter quinze ou vinte e cinco centímetros de comprimento. Mesmo no caso do pinto fino, se o cara souber posições que contribuem, dá pra fazer uma boa festa.

        No final das contas, são pequenos detalhes que a gente transforma num dramalhão.

      • Gabriel

        É velho, até porque a mulherada do Brasil não pode mesmo ser muito exigente com isso. O Brasileiro tem em media 14,5cm de penis…

        Nós temos o velho curto mas cabeçudo!kkkkkkkkk

        Ta descontente com o comprimento, vai para a Africa velho!kkkkkkkkkk

    • Marco Antônio

      Eu ia achar interessante tambem um texto que abordasse a questao do dinheiro sob a otica femin…, qro dizer, da bel. rs

    • Igor Augusto

      Tenho 17 anos e meu pau mede em cerca de 14~15 cm, e vou ficar com uma garota que tem 23 anos amanhã, ela já foi casada e tals. E estou meio inseguro pra falar bem a verdade. Vocês acham que posso satisfaze-lá?

  • Dr Health

    Escrevi um texto sobre o assunto uma vez: http://papodehomem.com.br/tamanho-documento/

    Só olhar nos comentários todo e qualquer tipo de insegurança a respeito.

    • Anônimo

      ótimo contraponto, dr. health. nossos texto acabam sendo complementares e concordam nos termos mais técnicos. diferimos na abordagem; o seu é mais científico, o meu é mais emocional/de opinião, afinal, tenho uma relação de carinho com eles (óun).

      vale a (re)leitura, cuecas.

  • Marco Antônio

    Ri muito com umas frases no texto ae.

  • Ypbrgo

    Ótimo texto.Nunca vi uma mulher tão espontânea.Parabéns

  • http://www.facebook.com/rodrigo.cambiaghi Rodrigo DAvola Cambiaghi

    Homens procurando uma fita métrica na caixinha de costura da mamãe em 3…2…1…

    • http://twitter.com/_pitombera Danilo Pitombeira

      kkkkkkkkkkk, foi o que pensei tbm. kkkkkk

  • Dickonha

    fico mto mto mto foda o texto, parabens !

  • http://twitter.com/nelyrgarcia Nely Garcia

    Amei o texto e dei boas risadas!!!
    “Não importa o tamanho da varinha, e sim a mágica que ela faz”
    Vou segui-la no twitter… bjks!
    =]

  • http://twitter.com/nelyrgarcia Nely Garcia

    Adorei o texto e dei boas risadas!
    “Não importa o tamanho da varinha, e sim a mágica que ela faz”.
    Bjoks!!!
    =]

  • http://twitter.com/RamonBucard Ramon Buçard

    Ri altooooooo

  • Anônimo

    totalmente agreed viu bel “Não importa o tamanho da varinha, e sim a mágica que ela faz”…. provavelmente melhor frase do texto hahaha …. a insegurança a esse respeito é visivel mas temos que lembrar é q o que importa mesmo é a ultilização… e outras coisas que o cara sabe fazer quem não tem nada haver com a varinha…. bjoka,….. sempre arrasando

  • Vinicius

    haha eu lembrodo Ato ou Efeito…
    mas não lembro desse post rsrs…
    muito bom ri pacas aqui rsrs

  • http://www.facebook.com/daniloof Danilo Freire

    “Suma daqui com essa sua piroquinha minúscula e ridícula e de míseros 15 cm” se referindo ao diâmetro.

    OLOCO, 15 cm equivale, aproximadamente, a DUAS latas de cerveja uma do lado da outra.

    Agora eu fiquei intimidado… LOL

    • Anônimo

      nã-não, era comprimento. eu ainda não tinha citado o diâmetro nessa parte (se bem que mais abaixo tem mesmo um trecho que fica incerto).

      sou ambiciosa, mas nem tanto

      • Sessalie

        Olha, gata, de fato ficou ambíguo. Pensei “putz! meu pai é fino de mais hahaha”.

        Acredito que 15cm de circunferência (o que daria 4,8 de diâmetro) já é mais do que suficiente, o meu tem míseros milimetros a mais que isso,(Sim, não resisti e fui medir a circunferência do meu pau hahaha) e vez sim vez não ouço alguma mulher dizer que é grosso. E algumas reclamam dependendo da posição. Sim, não resisti e fui medir a circunferência do meu pau hahaha

  • http://www.hynd.com.br/ Jorge Maluf

    Adoro o jeito que você escreve, uAHEUAheuaEHuaeh.

    Numa roda de amigos no bar, quando a conversa chega em sexo e um deles fala algo do gênero como sua última frase: “O importante não é o tamanho do navio, e sim a manobra.”, prepare-se para ser zoado – ou zuar – A NOITE INTEIRA.

    Esse é um assunto bem legal e pouco comentado com tanta franqueza. Agora entendi porque é “dos carecas que elas gostam mais”.

    Beijos! ^^

  • http://dedentrodefora.blogspot.com/ MarianaMSDias

    Fora de série! HAHAHA

    Só tenho a acrescentar o seguinte: homens, insegurança é beeeeeem pior que pinto pequeno!

    Matou a pau, Bel

  • http://twitter.com/nascimentoen Edmilson Nascimento

    Exelente publicação!
    É muito bom ver uma mulher falando dessa forma, clara objetiva e com um vocabulário no bem completo. hehehe…
    Ganhou mais um seguidor no twitter!!!

    Ja to aguardando mais textos.

  • http://twitter.com/gabireles gabirele gabilenda

    Adoreeiii .. Pequeno pode ser mas fino nuncaaaa!
    Parecendo uma agulha fincando kakkkakaka!

    • http://profile.yahoo.com/AWZV5CTE57QZJMY77RURW5KHEA Rafael

      fino que grossura mas ou menos?

  • Dr Health

    Aliás, não sei se foi na Superinteressante ou na Galileu desse mês, que saiu um gráfico mostrando para que parte do corpo os homens olham mais, segundo um estudo científico. Tanto em mulheres, como em outros homens.

    Nas mulheres, imperou o óbvio. Mas quando foram ver o que os homens olham nos outros homens… Era um gráfico tipo “quente”, ou seja, as áreas mais observadas ficavam em cor vermelha mais escura e as menos, em tons pálidos.

    E tava lá, a área genital masculina vemelhaça!!! A famosa manjação de rola.

    O estudo concluiu algo do tipo “comparação instintiva e competitiva”. Explica um padrão de dúvida que já recebi muito, que é: “Comparado ao dos meus amigos, o meu é pequeno”.

    Interessante.

  • http://www.facebook.com/people/Alan-Silva/100000010221715 Alan Silva

    Show o texto. Me afoguei e tanto rir kkk.

    Esses assuntos sempre dão o que falar. Principalmente em roda de buteco rs.
    Bel, continue quebrando os TABUS. Parabéns pelo texto.

  • Anônimo

    Nossa.. “Não importa o tamanho da varinha, e sim a mágica que ela faz”.

    Perfeito demais..hehehe.
    Eu concordo com o cara disse acima, queria ver um post da Bel falando de dinheiro.=D

    Abs

  • Azuiss_olhoss

    Sinceramente, eu tenho um pênis considerado grande ( 21×15). Só que dependendo da mulher, não dá pra fazer aquele sexo animal, fazendo movimentos rápidos, porque machuca. O negócio é saber usar mesmo. Até a Bruna surfistinha em seu livro (“Na cama com Bruna Surfistinha”) disse isso. Abraço.

  • Leviatã

    “[...]essa sua piroquinha minúscula e ridícula e de míseros 15cm daqui[...]”
    “[...]esse tamanho a que me refiro não se trata de comprimento, e sim de diâmetro.”

    Tá faltando um pouco de noção de tamanho pra ti eu acho minha querida. Pegue uma fita métrica e veja quanto equivale 15 cm de circunferência (e não de diâmetro, pois 15cm de diametro equivale ao fundo de um balde de 8500ml). Se olhar, verás que 15cm de diâmetro é mais grosso que um tubo de aerosol Rexona. Se isso é pequeno pra senhora, fica complicado. HAHAHA
    Quando a grossura ser mais importante, na prática creio que conte mais também. Mas quanto a primeira imprensão, um pau comprido (e proporcional em sua circunferência) vale muito mais.
    Beijos, e parabéns pelos seus artigos.

    • Guest

      pois é verônica,
      sempre me mantive tranquilo em relação a isso…
      por essas e outras num diálogos desses fiquei tranquilo, e aceitei numa boa quando minha namorada determinou que estava de bom tamanho e o diametro pouco mais do que o esperado por ela…
      o lance é se divertir!

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    E quando rola o diálogo:

    ela: Adoro seu pau, ele é grande!
    ele: Para de mentir. Não é grande, é normal…pra menos.
    ela: Seu pau é grande, acredita em mim.
    ele: Tá, tá bom…
    ela: Juro, é sim! E olha que já vi muito pau por aí.
    ele: Hmm…sério mesmo?

    e mesmo assim ainda custa pro cara aceitar o fato!

    Para os não tão bem dotados, tenho uma frase ótima de um amigo “Meu pau é pequeno, mas foi por isso que Deus me deu 10 dedos e uma língua!”

    Mais um texto foda Bel, parabéns!

    • Victor Cavalcanti

      “Meu pau é pequeno, mas foi por isso que Deus me deu 10 dedos e uma língua!”
      Euri… HAUEHUAHEu
      Resume bem o texto da Bel, sem contar que eu concordo :D

    • Anônimo

      hauhauhauha… muito bom!!!!
      O problema é que os caras se criam assistindo filmes pornôs, acabam achando que o “tamanho comum” é kid bengala, rocco, negoswaldo… Comparar tamanho de astro do pornô com os pobres mortais é covardia…
      Também tem outra, mulher que fica forçando nos elogios é broxante…
      Mas tem gosto pra tudo, tenho um amigo que adora puteiro, conta que lá todas acham ele legal, bonito e dizem que tem pau grande…
      É simples, quer ter pau grande, vai pro puteiro…

    • L.S.W.

      Lindos olhos, explendido sorriso.
      Casaria com vc!
      Beijos,
      L.S.W.

    • Marco Lima

      Veronica,

      Isso que voce disse e bem verdade, ja estava a escutar isso por muitas vezes. Mas acho que por nao acreditar que eu acabava fazendo ainda melhor na cama, mesmo tendo o capitao avantajado nunca deixei de usar todos os truques na manga.

      E digo mais, tenho amigas que ja me falaram nesses momentos de nao ter o que fazer sabe, falando que ja ficaram com caras com penis enormes mais eles nao sabiam como usar e pois os caras achavam que bastava ser grande. Assim como muitas mulheres ai cujo pseudo “frutas” tem belos corpos mais nem sao tudo isso na cama.

  • Marcela

    Gente, esse texto é muito bom. Parabéns, Bel. A questão do dinheiro é outra, super polêmica e deixa vários homens cheios de inseguranças. Bel, faz um texto sobre esse tema? Vai ser muito interessante discutir o tema da grana aqui. Bjs!

  • Guilherme

    Excelente texto, como sempre. Parabéns.

    Quanto ao conteúdo, por aqui (SC) dizem que a rola comprida e fina é o famoso “cutuca, mas não preenche”. hehe
    Abs.
    Guilherme

  • Anônimo

    Nunca tive inseguranças em relação a dinheiro, até porque não sou do tipo que sai pagando as coisas para ela. Deixo claro desde o começo que comigo é 50/50 e que sexo eu pago com sexo, não com dinheiro.

    Quanto ao tamanho do pênis…até uns anos atrás eu era consideravelmente inseguro em relação a isso. No fim das contas não havia motivo para tal insegurança e eu toquei o foda-se.

    Agora posto uma dúvida que pode gerar outro tópico do tipo:

    Em minha curta vida,já encarei apertadinhas, normais e outras um tanto quanto…frouxas. A pergunta é…existe relação entre a vida sexual da mulher e o “alargamento” da vagina?

    Pergunto porque as “frouxas” eram, de fato, as mais rodadas. Pode ser coincidência, maaaaas….

  • Daniel Felipe

    Ja fui grilado com isso. Mesmo minha namorada dizendo que é grande e do tamanho ideal pra ela, ainda achava pequeno.
    Tipo, ela nao tinha parametro, só tinha experimentado o meu…Como pode dizer se é grande ou nao?

    Com o tempo(5 anos de namoro), ja deixei isso de lado.

    Isso tambem acontecia porque, como nunca tinha metido, quando começamos era aquela transa de adolescente…Nem ficar pelado precisava, era só botar pra fora e começar a brincar.2 minutos depois acabava, hehe…

    Quando aprendemos a transar de verdade, o tamnho passou a nao importar.
    Experiencia é mais importante do que o tamanho.

  • JulianoCarraro

    Quanto rir desse texto, sabe escrever bem, entretanto, vamos apilidar a escritora do

    artigo, carinhosamente de ‘mandioquinha’ depois dessa UHAISEUHAES

  • Cesar Nic

    “Querida, vou repetir: eu não brochei, ele é desse tamanho mesmo.”

    Rachei!

  • http://www.temperini.com.br/cv.html Evandro Temperini

    É… como diria minha mulher: “Mulher gosta do que ouve, não só do que vê” :D
    Você acabou de confirmar isso indiretamente ;)

    Achei sensacional o texto Bel. Não te conhecia. Continuarei acompanhando seus devaneios
    E “mini-pau gente boa” foi foda “pra caralho” ehehe.

  • Algi

    Então, por curiosidade, resolvi medir minha ferramenta…

    Deu 16cm de comprimento de 13,5cm de circunferência… não dá pra impressionar, mas também não dá pra passar vergonha.

    • http://profile.yahoo.com/AWZV5CTE57QZJMY77RURW5KHEA Rafael

      também acho que não da pra fazer vergonha , da pra fazer uns estragos ainda… o meu também e desse Tamanho.

  • Anônimo

    Os muleques crescem vendo filmes e sites pôrnos do tipo PornPross ou BangBross e tem aquelas anomalias e mutações penianas como referência. Crescem e são educados culturalmente a acreditarem que tamanho é essencial e no fim das contas não se tornam bons amantes pela insegurança e pouco conhecimento do que realmente importa na hora do sexo.

    Tamanho impressiona no visual, agora dar prazer para uma mulher é muito mais que só enfiar seu pau sendo grande ou pequeno. O grande segredo para se conquistar uma mulher na cama é o oral. Faça um oral bem feito que ela ficará nas suas mãos. O resto é complemento.

    Claro que o conjunto é importante. Tipo um corpo mais esbelto, uma resistência maior, uma pegada mais forte, experiência, mostrar confiança e segurança para ela, isso tudo conta. Por isso está na hora dos muleques “crescerem” e pararem de se auto-mutilarem por causa desse problema minúsculo. Além do mais, na ciência, não tem nada provado de alguma técnica que faça o pau crescer, portanto você terá que conviver com isso. Ou vai deixar de pegar mulher por causa disso? Será que é por isso que estamos vivenciando um mundo boiolístico? Os meninos ficam com vergonha de mostrar a ferramenta e começam a trabalhar com a rosca?

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Fala Diego!

      “O grande segredo para se conquistar uma mulher na cama é o oral”

      Isso é muito relativo. Já vi mulheres pirarem e outras preferirem a penetração ao sexo oral (ou até gostar mais de chupar do que ser chupada), mais até pela questão da fantasia, da posição mais imponente do cara, sei lá.

      Enfim, acho relativo. O que me espanta são homens que acham que penetração é algo feito apenas com um pau. Isso sim me espanta.

      Abração.

      • Anônimo

        É verdade. Cometi um erro comum: a generalização. Realmente cada mulher é única e tem seus gostos próprios. Não existe uma receita pronta que deve ser seguido de forma contínua e mecanicista.

        Eu falei de acordo com minhas experiências. Mas realmente o que você colocou está certo, e depois que você falou que me veio na cabeça uma antiga pesquisa que li (esqueci a fonte), na qual mostrava estatisticamente que as mulheres que responderam à enquete, a maioria sentia mais prazer em chupar do que ser chupada. Isso me surpreendeu na época.

        Mais isso é relativo. Só se descobre se tiver um relacionamento com a pessoa. Agora tem alguns segredinhos (que não é tão segredo assim) que num primeiro momento pode ser utilizado para agradar sua parceira, mesmo que você não a conheça muito.

      • http://www.papodehomem.com.br/ Guilherme Nascimento Valadares

        Exato.

        FISTING taí pra isso.

        :P

    • Anônimo

      “Os muleques crescem vendo filmes e sites pôrnos do tipo PornPross ou BangBross e tem aquelas anomalias e mutações penianas como referência.”
      Um fenômeno semelhante ocorre com as mulheres. Somos bombardeadas com as capas da Nova, Playboy, Paniquets, Tiazinhas e anoréxicas do SPFW. Crescemos e somos educadas culturalmente VENDO que nunca teremos aquele padrão.
      Ergo: “Diria até que é equivalente ao trauma feminino de ‘tô gorda’. Inseguranças em relação à auto-imagem sempre vão existir, em ambos os sexos”.

      A CULPA É DO SISTEMA!

      • Anônimo

        Não existe quem não tenha sofrido com essa falta de afirmação com relação a seu próprio corpo. Tanto homens quanto mulheres são vítimas do cultivo do corpo perfeito feito pela mídia em geral.

        Ainda mais quando somos adolescentes (pessoas sem personalidades). Aí que mora o perigo! Traumas são formadas e podem acompanhar o indivíduo pelo resto de suas vida, transformando-o numa pessoa rancorosa, tímida, sem capacidade de se auto-afirmar e com sérios problemas psicológicos.

    • http://www.facebook.com/people/Luana-Bezerra/100001688282717 Luana Bezerra

      Agora vc pegou pesado…”…ficaram com vergonha de mostrar a ferramenta e começaram a trabalhar com a rosac?” hauahuauauah Essa é muito boa.

  • Andreabpv

    Sinceramente, aquele pauzinho que qd entra a gnt nem sente, é uma tristeza! É sim castigo dos deuses!!!
    AH! E os enormes tb são ruins, pq limitam as performances e doem pacas.
    Mas como diz uma amiga minha, deve ter alguma mulher pequenininha que goste!
    Argh!

  • Gilsoad

    Que boazinha que voçê é, dando essa colher de chá pra gente, ou será que voçê simplismente não aguenta mais essa brochice masculina de ficar medindo e relevando o próprio pau. Só mais uma coisa: quanto você tem de busto?

  • Anônimo

    Bel parabéns pelo texto. Latinha de Red Bull, ri muito com isso!!
    A mulhereda é bem criativa.

    Concordo com os amigos acima que falaram de abordar questões de dinheiro, será um post bem vindo. Todo Homen já pensou, pensa, ou vai pensar nisso algum dia.

  • http://twitter.com/FelipeBazza Felipe Bazzanella

    *Risos*

    Muito bom. Já conhecia o post, do seu falecido blog. Parabéns.

    Porém, “satisfação própria” é a palavra correta que sinto ao ler sobre este assunto.

  • Anônimo

    adorei!!!!
    lembrei de uns casos aki HAHAHAHA mandioquinha e mini lapis…
    abafa…
    HAHAHAHAHA

  • http://www.flickr.com/photos/bonecanana Rosana Rezende

    Li o texto e meu pensamento voou… cada lembrança antiga de morrer de rir.

    Dizem que dar apelido pra alguém pode ser cruel, mas eu já consegui presenciar pior… tinhamos um “coleguinha” na facul que ninguém sequer lembrava-se do nome, quando nos referíamos a ele sempre faziamos um gesto: o dedo mindinho da mão levantado e mechendo….
    Uma referência feita por uma garota que ele levou pra cama e ficou chocado com o tamanho e diâmetro do dito cujo. Segundo ela, o restante ele sabia fazer bem… mas pergunta se rolou de novo? rsss… ela fugia dele como o “diabo foge da cruz”… e depois dessa fama todas as garotas da faculdade.

    Mas em geral, pênis grande também não é sinônimo de “grande coisa”… Por experiência, aprendi que certos caras se sentem tão seguros com seus respectivos brinquedinhos que esquecem que sexo não é só isso….

    Prefiro ficar na média, com um cara que se sinta seguro com seu brinquedo e saiba transformar o sexo num playground incrível… será recompensado, com certeza!

    ;)

  • Cazzobrasilia

    kkk aposto que te ve mais gente aí medindo o bilau…
    Eu ja medi o meu (mais de um vez….. kkk) e nao tem jeito… mesmo quando tá bom vc quer que seja melhor ainda… acho que a Bell podia ter complementado com a duração da ereção… pq ter pauzao e gozar em 2 minutos também nao é vantagem….

  • Rodolfo_base_1

    Como diz Vinicius de Moraes ” Enquanto eu tiver dedo e lingua, mulher nenhuma me intimida” kkkk
    O meu tem 12cm no máximo. Eu não estou nem ai para o que os outros pensam tiro a roupa na frente de quem for. O problema é ficar buscando refugios. Lembro da minha primeira vez na academia cheguei tal malhei fui para o banho lotado kkk só rindo mesmo… Baixei as calças a maioria olhando e dando risada eu entrei no clima comecei a rir os caras zoam no inicio depois é suave. Se eu for me preocupar com o tamanho da piroca eu não vivo a vida. E dizem que é genético essas coisas é pura mentira meu pai era dotadão meu irmão tem 24cmx16,3cm. O pior é que quem não me viu pelado sempre acha que puxei tanto meu pai quanto meu irmão rsrs. Mas na hora do vamos ver…….. Supresaa. Para com essas neuras de pau vai viver a vida. Se uma mulher não curtiu parte para outra e já era não esquenta a cabeça

    • Raulpontocom

      ” Enquanto eu tiver dedo e lingua, mulher nenhuma me intimida” kkkk

      Cara essa parada é uma das maiores verdades do mundo… auhauahuahauha… eu sempre falo pros meus amigos “Velho depois q inventaram Lingua e Dedo… mulher não passa vontade”(Ressalva: Se o cara souber usar)… eu naum tenho lá essas coisas de pipiu… hehehehe… mas acredito naum ter decepcionado ninguém ainda( até parece q já tive muitas parceiras)… Teve uma vez q fiquei com uma menina… agente já tava ficando a uns dias… qd tava rolando uns pegas massa… qd xegou na hora ela perguntou: vc trouxe camisainha? e a resposta era “não”… ai vc´s pensam q fiquei preocupado com isso? Nunca ficarem, eu tenho dedos e uma lingua(nessa eu confio muito) q fazem milagres(modesto né)… heheheheh… fiz ela gozar de boa… e outro dia ficamos e fizemos o serviço completo… Detalhe já brochei com ela… Mas como sempre tratei ela muito bem… e oq tenho com ela naum é baseado apenas em sexo… fico com ela sempre q dá certo…

      Abraço

    • Harri

      Olá cara, é 12 cm é foda kkkk, tô brincando… O meu particularmente tem na faixa de 15,5 x 12,3 cm.. se fosse mais grosso eu acharia um pau fodástico.. Enfim, acho que o importante é chupar com gosto e se tiver insatisfeito com a espessura enrola uma camisinha com a ponta rasgada na base do pau que fica bom UEUHUEUEHUheu… O foda é que conheço garotas que dizem ligar pro tamanho do pau, mas se contradizem que se o cara souber fazer não faz diferença (wtf?).. Eu pessoalmente nem espero ficar totalmente duro na hora da relação, coloco a minhoca pra fora e foda-se… parto pra chupadinha nos peitos e oral.. depois ela tem que chupar meu pau com gosto e se fizer cara de insatisfeita é broxante mas continuo com o plano premeditado, enfiar o giz e gozar feliz…. Felizmente eu costumo pegar baixinha e que a mão é preenchida pelo meu pau ( apesar de ser apenas 12,3cm de espessura) então elas acham mediano, e curtem… Do mesmo jeito que existe homem com pau pequeno como a gente, existem mulheres com a bucetinha pequena, e diferente do homem, normalmente mulher baixinha tem bucetinha apertada… Fica a dica!

  • http://twitter.com/murdockbr Murdock

    Acho que quase todo homem tem cisma com o tamanho até a primeira vez. Daí pra frente, a não ser que seja gigante ou minúsculo, a cisma acaba.

  • Element

    Bem, felizmente eu me sinto bem satisfeito com o meu instrumento. Mas tenho certeza que se não fosse bem dotado estaria muito preocupado. Os homens tem um monte de preocupações sobre seu desempenho, tamanho é uma delas, e não adianta, é coisa de homem. Essa idéia de que os caras sabem que não são bem dotados eu acredito que é uma furada. Se ele descobrir que vc levou o vibrador pra cama justamente porque ele não é bem dotado, tenho certeza de que o cara vai ficar mal…

  • http://www.facebook.com/people/Abimo-Corde/1488081197 Abimo Corde

    Muito legal, ri muito!!

  • Guilé

    Já dizia meu saudoso avô, não adianta ter uma grande espingarda se o sujeito não sabe atirar..

  • MrBerlitz

    Oi Bel !
    Realmente, teus textos são phoda!

    Mas, plagiando algum comentário acima, eu gostaria de ver um texto teu sobre o tamanho da conta bancária do sujeito.
    Com exceção das maria gasolina, maria chuteira, e outras “marias”, eu acredito que o saldo do cara, não interfira tanto na hora de conqusitar uma mulher.
    Mas, em festas, sempre vemos os caras com as roupinhas mais caras, óculos da moda, e correntões de prata chegando bem mais fáceis nas mulheres.

    O que você tem a dizer sobre isso ? Tenho certeza que seria um texto muito comentado aqui no PdH !

  • Ka

    Amigos uma sábia máxima de caminhoneiro para inspirar vcs: Enquanto eu tiver língua e dedo, mulher nenhuma me mete medo ;-) … O raciocínio segue essa linha.

  • Dani

    Pinto fino é realmente horrível… mas tb não precisa ser uma lata de red bull…..
    Os médios sempre são os melhores… nem 8, nem 80, né?
    Simplesmente ADORO!!!!!!!!!

  • Pati

    A verdade é uma só: NÃO ADIANTA CUTUCAR O ÚTERO SE NÃO PREENCHE A BORDA!

  • Lucas Acácio

    Bel parabéns pelo texto! e digo mais se metade das garotas enchergassem as coisas da maneira que vc vê, deixariam de fazer muitas besteiras!Abraçosss

  • Cavanha

    Ótimo texto.

    Eu como um feliz proprietário de um pau pequeno E fino, já pensei muita merda e já deixei de fazer muita coisa por pura insegurança. Aí o tempo foi passando, a mulherada foi passando e eu percebi exatamente o que é dito no texto. Não é isso que vai definir uma foda bem dada.

    Aprendi na marra que ter pegada + segurança e saber usar muito bem a lingua fazem a diferença ahhaahah e depois que desencanei dessa lance do tamanho, tudo mudou. Não teve UMA que não pediu bis.

    É bem o que o Gustavo falou lá em cima, penetração não se faz só com o pau, se souber fazer direitinho, não tem erro.

    Enfim, companheiros desfavorecidos. Confiem no taco e pau nelas.

  • Lala_fgh

    porra, o meu tem 15cm, e falou que é pequeno, fiquei chateado agora, haha!

  • Cavanha

    Ah sim, complementando:

    Pra todo tamanho de pau, tem a buceta certa. hahahaah Então não tem erro!

  • Rikyus

    Esse negocio de lingua e dedo é papo furado!! Tem q ter pau sim, senão mulher ficava soh na siririca, a minha namorada não se contenta só com dedo e lingua…e vibrador brocha mais ainda o homem…como se estive precisando d um mãozinha a mais pra dar conta do recado. Daí vem mulher e diz q a gente é antiquado, é a mesma coisa q se a gente tivesse com uma mulher e trouxesse uma boneca inflavel, ou akelas vaginas d borracha…aposto q se sentiriam ofendidas!

    • Johnny

      Mas ninguém falou que não precisa ter pau, o que seria beem estranho o cara ir pra cama com a garota e… ‘-Ué! Cadê seu pau?’ e o cara ‘-Ahhh! Cortei fora, mas nem esquenta, tenho dedos e língua!’
      E quanto ao vibrador… Por mim tudo bem, desde que usemos apenas NELA!!!
      O que importa é usar o conjunto completo.
      Mulher que só gosta de pau e não gosta do resto compra um vibrador.
      Tem que ser com pau, língua, dedo, boca, peito, braços, tem que saber tocar e sentir, falar e ouvir, respirar, suspirar, gemer, gritar, abraçar, é com o corpo, a cabeça e o coração (não entendam coração como amor, mas tem que gostar do que sente, do que dá e do que recebe).
      Como a Bel falou, essa insegurança do tamanho é tão esmagadora como a do ‘tô gorda’ e igualmente aquele famoso ‘Querido? Apaga a luz?’… Poxa, homens inseguros com o tamanho do pau, mulheres com vergonha do próprio corpo… Culpa do sistema!
      Conheci poucas mulheres que se despem com sensualidade e sem vergonha, que conhecem e gostam do próprio corpo, que sabem usar essa ferramenta espetacular, magrinhas, gordinhas, altas ou baixinhas… Todas têm sua beleza particular! Assim como conheço muuuuitos caras encanados com o tamanho do obreiro!

      O meu é normal, não tenho vergonha dele! Nunca me deixou na mão e acho que já fez muitas mulheres felizes… Pelo menos é isso que penso!

      Obs: Não adianta o cara ser coca litro se depois que goza simplesmente vira pro lado e dorme. Faz isso pra ver se ela volta!

      Parabéns Bel, parabéns Papo de Homem.

  • Leondeston

    A questão tem que ser vista pelos dois lados, assim como tem homens com pênis mais finos, existem mulheres com a parede da vagina mais flácida que não tem pouca tensão sobre o pênis do homem. E essa flacidez, assim como a flacidez peniana, vai aumentando com a idade. Algumas mulheres perdem completamente o tônus ainda que a vagina tenha uma aparência estreita.

    São as que tem pouco tônus vaginal ou um canal muito largo que preferem pênis maiores, quando não é pura fantasia infantil. Se uma mulher não se satisfaz com um pênis com a grossura de dois lápis, é bem provável que ela tenha um problema na vagina ou na cabeça. Não necessariamente é um problema do homem.

    Colocar só no homem o ônus de esticar a vagina é pura lavagem cerebral. Aquele que tem o pênis mais fino deve aprender a procurar mulheres com vaginas menores e mais rígidas.

    Lembre-se: se alguma mulher não gostar de seu pênis, arrume outra.

  • Ramon Távora

    Poxa Bel, texto excelente, é bom escutar a real de uma mulher de vez em quando, eu realmente gostaria que você fizesse um texto falando do poder aquisitivo do homem, aposto que ia render um bocado de comentário!!!

    Em relação ao tamanho do pênis, eu concordo demais contigo, e se você for pensar o Pinto é só uma das coisas que nós nos prendemos, o melhor exemplo é de um amigo meu que é baixim, e tinha uma amiga alta, loira, gostosa, que era louca por ele, louca mesmo, pela segurança dele e tudo mais. e se você pensa que ela não ligava pra sexo, a mulher era tarada!!! qualquer canto era canto pra eles afogarem lo ganso. no final ele quem deu um pé na bunda dela, se fosse pensando no tamanho do Pinto ela nunca iria querer nada com ele, anatomicamente falando certo?

    Eu tento me sentir mais seguro em relação as coisas, e isso faz toda diferença no meu relacionamento, mas com certeza a mulher tem que dar aquela ajudada, se não o cara nunca vai melhorar (nunca vi ninguem mudar sozinho, e por si só).

  • Stine

    Bel, você o DR Love estão cada vez mais presentes na minha filosofia de vida e nos meus conceitos..

    mandou muito bem

  • Pecadoap

    Sem querer atirar pedras, mas já atirando…

    Não acho que esse texto tenha nada de tão sensacional como ecoa o coro dos cuecas acima. Também não sei se o escreveria melhor. Fato. O único termo que se diferencia do que foi escrito em váárias discussões na net é quanto ao formato do “pênis Red Bull”. Pênis nesse formato é fo**! Aposto que após uma relação com o dito cujo, no dia seguinte vai ser dolorido até sentar em sofá futton italiano. Uma “dilíça”!

    Quero ver alguém escrever algo sobre pênis torto ou mole – o que chamamos de Pinto de Papa.
    Alguém tem/conhece/ouviu falar?

  • raul

    não duvido do que foi dito, mas acho que o que você escreveu não acrescenta muito pois é o que todas dizem (além de ter até certo ponto a chancela da ciência). eu concordo que aqueles menos afortunados
    rolisticamente falando devem buscar outros meios de cativar vaginas, e é precisamente isso, por que eu não imagino que homem nenhum ficaria feliz ao saber que nao eh bom de cama mas eh aconchegante pra assistir a um filminho ou fazer cafuné. Ou seja eu acho esse argumento de que se o cara for ruim de cama mais for meigo ou sei lah o que soa medonho pra qualquer homem, pq o que queremos é ser capazes de satisfazer uma mulher de uma forma mais ampla, mas principalmente na cama.

  • Gabriel

    moral da estória: não importa o tamanho. que importa é a qualidade!
    Bel.. garota parabéns. tens uma ótima desenvoltura textual!

  • Jorge onseca

    Sendo “curto e groço” falo logo para os caras desencanarem: se a mulher fala que teu pau é pequeno ou fino, ou ela ja ta rodada ou então nunca gozou. entendam que nós somos os caras.

  • http://Site Anjo_Z

    Salve Bel,

    Parabens pelas colunas no PdH! Um brinde para o novo espaço!

    Uma coisa que me chamou atenção foi: “Diria até que é equivalente ao trauma feminino de “Tô gorda””

    Concordo com você Bel, no sentido que o “Tô (to mesmo?) Gorda” e o “Tenho (tenho mesmo?) pau pequeno” são uma semi-declaração de falta de potencia feminina e masculina.

    ‘To Gorda’ remete ao ‘To desinteressante’, ‘estou feia para mim e pro mundo’, ‘aimeudeus agora não consigo mais pegar ninguem’… É quase uma incapacidade de participar da corrida dos ratos que é o ciclo de reprodução…

    Mas quem fez a corrida? quem armou a pista? Existe tamanho de pau? Você e mais algumas trocentas mulheres (e alguns homens) já escreveram que sim, que não, que acima de alguns centimetros, ta valendo…

    O que dá pra entender de tudo que já foi escrito é ‘Há espaço para todos os tipos e tamanhos de homens e mulheres… so não tem espaço pra os inseguros!’

    Que tal escrever um artigo sobre insegurança, Bel?
    Abração,Anjo_Z

  • Santista

    É o seguinte, desde de moleque batendo uma com os amigos o meu era o maior: 18cm por 15cm de circunferência, e cara, isso aumentou muito a minha auto-estima.
    Sai com prostitutas na adolescência, e porra, quando diziam que eu tinha um pinto especial, me sentia o tal…
    Não que seja tudo na vida, mas faz diferença, costumo brincar no serviço, quando vejo um cara que virou chefe dando uma de mandão, que só pode ter pinto pequeno, hahaha e a mulherada concorda.
    Agora o ponto negativo são as posições com a parceira, de 4 com força mesmo, foram poucas gatas que aguentaram (tirando as profissionais, rs), tive um relacionamento com uma japa, que curtia um sexo selvagem, e uma vez de 4 soquei com tanta força, que quando acabei o serviço, saiu sangue do fundo da vagina.
    Já uma das minhas primeiras namoradas, não curtia de 4, alegava dor… Frustante!
    Enfim cada um cada, o importante é ser feliz!!!

  • Gustavo

    Eu li nesse texto algo que sempre ouço das mulheres, ou seja, que o tamanho é documento e que a grossura é mais importante que o comprimento, etc…

    Mas vou deixar aqui a minha crítica a estas mesmas mulheres, que, na hora H, só sabem dizer coisas como:

    “Põe bem devagarinho…”
    “Ai, vai mais devagar…”
    “Calma, não põe com força que tá doendo!”,
    “Cuidado que tá entrando muito fundo!”;
    “Ai meu amor, não põe tudo nessa posição, porque dói.”
    “Fiquei com cãibra na boca e no maxilar”
    “Não amor, nessa posição eu não consigo.”
    “Não, atrás nem pensar.”
    Etc, etc, etc…..

    E não adianta falar que eu não capricho nas preliminares porque eu não as faço por obrigação, mas sim porque AMO fazer. Só de lembrar, fico com água na boca.

  • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

    Olha… sempre falo que prefiro funcionalidade a impacto visual.
    Para mim vale bem mais um “standard plus” (se dizem que a média está em torno de 13-14 cm, o “plus” joga isso em uns 16-17… :-) ) do que um pau de 20 cm, que você faz “Uau” quando vê mas que te deixa toda dolorida depois de uma transa, ou inviabiliza algumas posições. Tô fora. Prefiro me divertir sem restrições.
    Agora, mesmo sendo menos do que isso, se o cara souber trabalhar, a gente se diverte também. Então esqueçam os “monster dick” de filmes pornô. Aqueles troços são contraproducentes.

    Beijos,
    Deb.

  • http://twitter.com/r_abraham Rafael

    Estamos falando da latinha de 250 ou de 355 ml?

  • Paulo

    Rindo pra caralho! Acho que 99% dos que comentaram aqui tenho o pau menor ou igual a 15cm! Estou dentro dos que tem 15cm e digo, nunca reclamaram, muito pelo contrário! Costumo chamá-lo de pau versátil, cabe bem em ambos os buracos ha ha ha De que adianta um de 23cm se a mulher não aguenta atrás ou de quatro?

    E para quem tem o pau menor ou está desconfortável, é só procurar a gata certa. É por isso que existe a bio diversidade! Se você topou com uma que precisa de uma garrafa pet para se sentir satisfeita, pula fora, admite que vocês não são almas gêmeas e a vida continua. Mais importante é honrar as bolas que tem, transar com vontade, com química, o resto, a própria natureza se encarrega.

    Por exemplo, uma mulher andrôgena, com poucas curvas, para mim brochante. Nem por isso elas não serão felizes, tem muitos homens que gostam. O mundo é bonito por isso, somos diferentes!

  • Pa

    Tamanho é documento sim!!! Tamanho do envolvimento que se tem com o parceiro.

  • http://www.facebook.com/people/Luana-Bezerra/100001688282717 Luana Bezerra

    Quem diabo é que liga…deixem os miserinhas serem felizes!!!!

  • http://www.facebook.com/people/Rosennyldo-Nobrega/1651029258 Rosennyldo Nóbrega

    Quando era adolescente [e magrinho], eu tinha essa nóia. Usei uma régua e vi que era sem motivo. Mas a nóia meio que ficou me perseguindo.
    Sou muito feliz com o tamanho e o movimento adquirido durante a vida. =]
    Até porque eu sempre apostei e procurei relacionamentos estáveis. E isso foi, e é, muito importante.
    Mas é sempre bom ouvir essas sábias palavras de “quem entende”. =P
    Parabéns pelo texto. Espero que ajude homens, mulheres e casais.
    Abraços

  • http://sobrerelacionamentos.blogspot.com/ Leonard Shit

    Meu pênis não é dos maiores. Já tives muitas namoradas que eram loucas por mim, e adoravam a coisa, e nunca reclamaram. Se alguma garota me largou por causa do tamanho do pênis, eu não soube ou não percebi. Mas na vida, qualquer coisa pode ser motivo para isso acontecer. Então pra que se preocupar com o tamanho do pênis? É apenas um detalhe. Podem te largar por ser gordo, ou magro, ou baixo, ou ser pobre, ou ter ficado com caroço de feijão no dente depois do almoço. Se for o caso da garota não te querer por causa do tamanho do pênis, terão muitas outras que não irão nem reparar nisso. E outra, se você nasceu com o pênis pequeno, pra que se preocupar? Ele não vai crescer. Então não se importe, assim como eu não me importo. Adoro já ir tirando ele pra fora e ponto pra trabalhar. E ver as mulheres gemerem, então…. hm…….

    Leonard Shit
    sobrerelacionamentos.blogspot.com
    leonardshit.com

  • Jurema

    Não trocaria o “tamanho médio brasileiro” do meu namorado por nenhum dos pirocudos que eu conheci antes dele.

  • GS

    O texto é ótimo, contudo faltou mencionar o tipo “meia bomba”, que também merece um artigo a altura deste aqui. Bel, contado com sua criatividade e desinibição para falar sobre o assunto ;-)

  • http://twitter.com/MicHeLe_PaivA_ Michele Paiva

    KKKK lembrei de uns EX-casos meus! KKKK

  • Anônimo

    Bem como eu não vi nenhuma crítica ao texto, só para frisar eu sou detalhista, matemático e especialista em lógica, vamos lá.
    “Era uma vez eu, que conheci um cara baixinho e magrinho. A minha experiência de vida me diz que são justamente os baixinhos e magrinhos que possuem os menores instrumentos, apesar de que já vi gordinhos bem miudinhos também… / Pra minha sorte, Deus viu que eu estava sendo uma boa samaritana e me compensou com uma senhora latinha de Red Bull.”
    Traduzindo: uma vez tava na pior só consegui pegar um arroz festa, o cara era do biotipo inferior
    (hi Hitler!) que nenhuma mulher quer, além de tudo isso era de se esperar que ele tivesse um membro diminuto, ou seja, biologicamente inferior, azarado(“Se seu melhor atrativo pode ser medido em centímetros, você não passa de um babaca biologicamente sortudo”; sortudo pq? já que tamanho não faz diferença? ). E apesar de eu( a autora) estar tentando provar que isso não é um problema (estou me contradizendo aqui mas e daí afinal não sei o que é lógica formal) fiquei feliz por Deus ter dó de mim já que eu estava fazendo a caridade de dar para aquele indivíduo que eu pensava ser incapaz de ser amado, e por ele não ser um aleijado.
    Conclusão: Em razão dos fatos apresentados conclui-se que se vc tem um pênis fino e/ou pequeno vc é menos homem que os outros e vai ter que se acabar em uma maratona de preliminares que podem resultar em nada, SE alguma mulher der pra vc é por piedade e/ou falta de opção (vai te dar o pé na bunda na primeira oportun…nos primeiros 20 cm) Os bem dotados não precisam se preocupar com nada, porque se tamanho não é documento então pq dizer “Se o material do atual é tão mais-ou-menos assim, ele não é burro, deve saber que não é lá grandes coisas(pq????). Experimenta levar um vibrador pra brincar com vocês(como!!!!!!!?????????)”? Seu pênis não serve para nada vc será substituído por um vibrador(é tipo uma cadeira de rodas fraga, coisa de gente incapaz de fazer algo, no caso do cadeirante incapacidade de andar, fato…). Por isso tamanho faz diferença… Oh wait! Não faz… Oh wait! Faz sim… Oh wait! ….n vezes, n pertencente ao números complexos.
    Texto alá Hitler, contráditório logicamente, sem base científica e construído com base no achômetro.
    Parabéns!!! OMFG!!! A lote of shit!!

    • no ipocrita

      exatas palavras meu caro

  • Pedro Spinassé De Martin

    Ei Mel parabens pelo texto.

    Eu sempre morro de rir com esses assuntos, povo inseguro da porra!! volta e meia falo isso para algumas conhecidas que dizem que “a um pirocona é tudo”, dai responto convicto do instrumento que tenho, eu não tenho pirocona (mais que 15), mais se vc souber o prazer que eu posso te dar com o que tenho aqui!! Entendo que pode fazer uma diferença, porem não é tudo!

    Bjaum

  • Arthur

    Eu concordo com ele, seu texto foi mesmo muito incoerente, e além do mais, contém alguns mitos cabulosos:

    Mito numero 1: “A mulher só sente prazer nos primeiros 4 centímetros”:
    Por acaso você nunca sentiu um orgasmo interno, além do ponto G? Existem sim pontos na parte mais profunda da vagina (próximos á servix) capazes de dar mais prazer a mulher que o ponto g e clitóris. Além disso, um pênis maior gera mais pressão e mais atrito, mesmo nos primeiros 4 cm. Imagine que numa bombada de um pênis mais comprido o tempo de atrito é maior que um pênis curto. As sensações no interior da vagina são físicas, portanto quanto mais estimulo, maior o prazer.

    Mito 2: “Se um dedo pode oferecer prazer, porque um pênis pequeno não poderia?”: 
    Bom, existem diferenças básicas entre um dedo e um pênis de tamanho equivalente. A primeira delas é que o dedo é articulado, o pênis não. Da pra fazer um monte de movimento com o dedo la dentro e por isso é tão bom,  além disso, da pra usar a língua em conjunto. Outra diferença básica é que dedo não fica mole, mas isso são outros 500.

    Mito 3: da mesma forma que o tamanho do peito/bunda da mulher não é fator de extrema importância para homens, o tamanho do pênis também não é tão decisivo para as mulheres.”  
    Bullshit, diferentemente de peito e bunda, o pênis têm um papel de importância física, digamos, mais ativo. Excitação visual é uma coisa, excitação física é outra. O tamanho do peito ou da bunda não tem tanto efeito físico como o tamanho do pênis.

    Outro erro na sua abordagem foi extrapolar o tema principal com coisas irrelevantes, tais como: relação amorosa, habilidade na cama e afins . Não que isso não seja importante, mas eu acho mais sensato isolar a questão chave que é:  ”O tamanho é realmente importante? Porque?”

    Assim seria mais eficaz levantar questões do tipo:

    Imagine se você pudesse mudar o tamanho do pênis do homem da sua vida de forma mágica, que só você, e mais ninguém percebesse, nem ele próprio. Veja bem, esse homem já é excelente. Ele tem bom caráter, é bonito, carinhoso, bom de cama, tem dinheiro, é fiel, vocês têm química e bla bla bla: Que tamanho você escolheria?

    Bom, o fato é que as mulheres gostam de ser preenchidas ao limite. Quanto mais, melhor. Pelo menos até o ponto em que começarem a sentir dor. Aí sim o tamanho avantajado se torna um problema.

    A vagina é como um balão vazio, ela é elástica e consegue acomodar todos os tamanhos, MAS, isso não significa que acomodar uma pilha terá o mesmo efeito de acomodar uma banana. Entenderam?
    Acontece que a vagina, quando excitada, consegue se esticar MUITO, mas muito mais que o tamanho médio dos pênis. 

    (esqueçam esse papo de urologista, sexólogos e ginecologistas do programa Altas Horas e das revistas de comportamento, dizendo que a vagina mede x irrisórios cm. Isso não é verdade. Não acredite quando eles falarem que seu pênis de 15 cm não é pequeno, porque está na faixa média. Sim, ele pode até ser normal, porque exitem milhões de pênis com 15 cm, mas ele é pequeno SIM, comparado ao que a mulher gostaria de ter como pênis ideal.)

    Portanto, a maioria dos homens não têm o tamanho ideal, vejam bem, eu disse IDEAL, ou seja, a maioria não tem o tamanho perfeito.

  • Eletroternuramagnetica

    Bel., vc eh o máximo! Parabéns guria!!! Bjao

  • Eletroternuramagnetica

    Bel., vc eh o máximo! Parabéns guria!!! Bjao

  • Sailor

    Quando a mulher te olha e diz – Nossa!!!!
    Não tem dúvida, teu Pau agradou, mas é lógico que isto é só o começo de tudo

  • tonho

    Então. Li isso tudo obsessivamente, desde que comecei a namorar e a questão foi levantada, no início do namoro, claro que pela minha parte, afinal, o pinto é meu e a encucação idem. Minha dica, a esse respeito, é: não pergunte se você não agüenta saber. O fato é que nas minhas leituras obsessivas, com o tempo, toma conta o medo, vai a encucação e vai raiva e no meio disso, a previsível frustração da minha parte e brigas, muitas brigas, com a namorada. Daí ciúme patológico e ela não merecendo nada disso e eu sabendo o motivo. Tudo bem, eu entendo: É difícil perder o respeito por si mesmo e manter a consciência de respeitar a namorada numa situação dessas. Bom, felizmente não tive nenhuma dificuldade de ereção ou problemas de ejaculação. Mas e os problemas de relacionamento? É, eu li muito a respeito disso, a ponto de me perguntar, será que fiquei com um comportamento obsessivo por isso ou fiquei assim encucado porque já tenho um comportamento obssessivo? Acho que é um pouco de cada, não importa. O que importa é que depois de tanto ler,pelo menos eu encontrei UMA unanimidade: uma das maiores fontes de prazer da parceira é o envolvimento. A medida do envolvimento é uma medida de fato importante. Tudo bem, no meio de tanta neura, dei sorte nessa questão do envolvimento. Mas eu não percebi a sorte, com a cabeça meio nublada de tanto pensamento negativo a esse respeito. Não importa: a sorte era justamente a envolvida em questão. Mesmo assim, fui caminhando neurótico e inseguro até o ponto de perceber que enquanto a parceira se envolvia, eu, por aquela maldlta cegueira que a insegurança causa, sabotava o envolvimento. E fui vendo que a insegurança,devagar, estraga o envolvimento. Mas o envolvimento estragado, muitas vezes, felizmente, tem conserto e não é um anúncio mentiroso ou perigoso como os zilhões de “aumente
    seu pênis” por aqui. Agora, pra me dar conta disso, primeiro, eu queria contar
    com uma namorada que queria se envolver. E enquanto eu me perguntava se era
    suficiente, ela vivia o envolvimento. Tanto que discutiu a questão sem neuras. Tanto que respeitou as minhas neuras. Tanto que entendeu minha frustração. Então, essa moeda tem dois lados. E eu digo, que se um lado da moeda tem a encucação, o outro lado da moeda é ter a oportunidade de encontrar uma parceira em que a medida de envolvimento seja uma medida que valha a pena. E que saber a importância dessa medida, talvez seja um privilégio somente concedido a quem sabe (porque é lembrado por si mesmo) que tem que usar
    algo além do pau pra fazer tudo valer a pena. Eu não queria ser rude, pra
    terminar o que escrevi tão inspirado nela. Mas quero deixar um pensamento meu
    que aconteceu no meio desse processo todo, pros irmãos que se acham
    insuficientes. Parem e reflitam: Só um mundo profundamente bundão precisa ser medido pelo pau.

Papo de homem recomenda

Assine o Papo de homem

Curta o PdH no Facebook
  • 5138 artigos
  • 647360 comentários
  • leitores online