De pai para filho: 28 lições de vida

Fred Fagundes

por
em às | Mundo, PdH Shots


Nessas últimas semanas, depois de saber de meu diagnóstico terminal, procurei encontrar em minha alma e em meu coração maneiras de estar em contato com vocês enquanto vocês crescem.

Estive pensando sobre o que realmente importa na vida, e os valores e as aspirações que fazem das pessoas felizes e bem-sucedidas. Na minha opinião, e vocês provavelmente têm suas próprias ideias agora, a fórmula é bem simples.

As três virtudes mais importantes são: lealdade, integridade e coragem moral. Se aspirarem a elas, seus amigos os respeitarão, seus empregadores o manterão no emprego, e seu pai será muito orgulhoso de vocês.

Estou dando conselhos a vocês. Esses são os princípios sobre o quais tentei construir a minha vida e são exatamente os que eu encorajaria vocês a abraçar, se eu pudesse.

Amo muito vocês. Não se esqueçam disso.

Seja cortês, pontual, sempre diga “por favor” e “obrigado”, e tenha certeza de usar o garfo e a faca de maneira correta. Os outros decidem como tratá-los de acordo com as suas maneiras.

Seja generoso, atencioso e tenha compaixão quando os outros enfrentarem dificuldades, mesmo que você tenha seus próprios problemas. Os outros vão admirar sua abnegação e vão ajudá-lo.

Mostre coragem moral. Faça o que é certo, mesmo que isso o torne impopular. Sempre achei importante ser capaz de me olhar no espelho toda manhã, ao fazer a barba, e não sentir nenhuma culpa ou remorso. Parto deste mundo com a consciência limpa.


Link YouTube | “Ninguém vai bater mais duro que a vida”

Mostre humildade. Tenha a sua opinião, mas pare para refletir no que o outro lado está dizendo, e volte atrás quando souber estar errado. Nunca se preocupe em perder a personalidade. Isso só acontece quando se é cabeça-dura.

Aprenda com seus erros. Você vai cometer muitos, então os use como uma ferramenta de aprendizado. Se você continuar cometendo o mesmo erro ou se meter em problema, está fazendo algo errado.

Evite rebaixar alguém para outra pessoa; isso só vai fazer você ser visto como mau. Se você tiver um problema com alguém, diga a ela pessoalmente. Suspenda fogo! Se alguém importuná-lo, não reaja imediatamente. Uma vez que você disse alguma coisa, não pode mais retirá-la, e a maioria das pessoas merece uma segunda chance.

Divirta-se. Se isso envolve assumir riscos, assuma-os. Se for pego, coloque suas mãos para cima.

Doe para a caridade e ajude os menos afortunados que você: é fácil e muito recompensador.

Sempre olhe para o lado bom! O copo está meio cheio, nunca meio vazio. Toda adversidade tem um lado bom, se você procurar.

Faça seu instinto pensar sempre sempre em dizer ‘sim’. Procure razões para fazer algo, não as razões para dizer ‘não’. Seus amigos vão gostar de você por isso.

Seja gentil: você conseguirá mais do que você quer se der ao outro o que ele deseja. Comprometer-se pode ser bom.

Sempre aceite convites para festas. Você pode não querer ir, mas eles querem que você vá. Mostre a eles cortesia e respeito.

Nunca abandone um amigo. Eu enterraria cadáveres por meus amigos, se eles me pedissem… por isso eu os escolhi tão cuidadosamente.

Sempre dê gorjeta por um bom serviço. Isso mostra respeito. Mas nunca recompense um mau serviço. Um serviço ruim é um insulto.

Sempre trate aqueles que conhecer como seu igual, estejam eles acima ou abaixo de seu estágio na vida. Para aqueles acima de você, mostre deferência, mas não seja um puxa-saco.

Sempre respeite a idade, porque idade é igual a sabedoria.

Esteja preparado para colocar os interesses de seu irmão à frente dos seus.

Orgulhe-se de quem você é e de onde você veio, mas abra a sua mente para outras culturas e línguas. Quando começar a viajar (como espero que faça), você aprenderá que seu lugar no mundo é, ao mesmo tempo, vital e insignificante. Não cresça mais que os seus calções.

Seja ambicioso, mas não apenas ambicioso. Prepare-se para amparar suas ambições em treinamento e trabalho duro.

Viva o dia ao máximo: faça algo que o faça sorrir ou gargalhar, e evite a procrastinação.

Dê o seu melhor na escola. Alguns professores se esquecem de que os alunos precisam de incentivos. Então, se o seu professor não o incentivar, incentive a si mesmo.

Sempre compre aquilo que você pode pagar. Nunca poupe em hotéis, roupas, sapatos, maquiagem ou joias. Mas sempre procurem um bom negócio. Você recebe por aquilo que paga.

Nunca desista! Meus dois pequenos soldados não têm pai, mas não corajosos, têm um coração grande, estão em forma e são fortes. Vocês também são amados por uma família e amigos generosos. Vocês fazem o seu próprio destino, meus filhos, então lutem por ele.

Nunca sinta pena de si mesmo, ou pelo menos não sinta por muito tempo. Chorar não melhora as coisas.

Cuide de seu corpo que ele vai cuidar de você.

Aprenda um idioma, ou pelo menos tente. Nunca comece uma conversa com um estrangeiro sem primeiro cumprimentá-la em sua língua materna; mas pergunte se ela fala inglês!

E, por fim, tenha carinho por sua mãe, e cuide muito bem dela.

Amo vocês com todo meu coração,

Papai.

Mãe e os destinatários da carta

O texto acima foi escrito por Paul Flanagan, um professor inglês pai de Thomas e Lucy. Ao descobrir que tinha poucos meses de vida por causa um cancêr, Paul viu-se obrigado a deixar alguma lição para os filhos. Em vez de entregar-se a morte, iniciou o primeiro de todos os aprendizados: criou um legado. Escreveu cartas, deixou mensagens em DVD e comprou presentes que serão entregues para as crianças em aniversários futuros.

Paul morreu em novembro de 2009, mas a carta foi entregue aos filhos somente no mês passado. De acordo com o jornal Daily Mail, o professor também indicou seus livros favoritos e deixou bilhetes nas partes que mais gostava.

Thomas e Lucy agradecem.

E nós aprendemos.

Fred Fagundes

Fred Fagundes é gremista, gaúcho e bagual reprodutor. Já foi office boy, operador de CPD e diagramador de jornal. Considera futebol cultura. É maragato, jornalista e dono das melhores vagas em estacionamentos. Autor do "Top10Basf". Twitter: @fagundes.


Outros artigos escritos por


SEPARAMOS MAIS TEXTOS PARA VOCÊ CONTINUAR LENDO




O texto acima não representa a opinião do PapodeHomem. Conheça a visão e a essência por trás do que fazemos. Queremos uma discussão de alto nível. Antes de comentar, leia nossas boas práticas. Caso deseje enviar um texto e se tornar um autor, venha por aqui.


  • http://discordando-do-mundo.blogspot.com Leonardo Xavier

    É foda, mas são essas pequenas coisas que a gente em geral aprende com a convivência com os nossos pais que a gente carrega pela vida toda.

  • Rafa

    Presença paterna é isso

  • http://twitter.com/isabellaianelli Isabella Ianelli

    Já viram o filme “Minha vida”? 

    Foi o primeiro filme legendado que vi… Tinha oito anos e foi uma dureza entender as falas rápidas (meu pai me ajudava)… E entender a história. Que é praticamente a mesma: um pai descobre que vai morrer e decide deixar um vídeo para o filho, contando sobre a vida, dando dicas e conselhos…

    Não esqueço da dificuldade que eu tive para entender quando o médico sutilmente (e eu não captei esta parte) diz que ele morrerá em breve. E o cara grita: “Blá, blá, blá, a esperança, blá blá blá, você não pode tirar ela de mim!”. E eu: “Ela quem? A mulher dele? O médico vai tirar a mulher dele?”.

    <3 

    • http://www.portalhomem.com.br Fred Fagundes

      Com o Michael Keaton =)

  • http://www.facebook.com/people/Guilherme-Souza/100000766871404 Guilherme Souza

    Confesso que uma lágrima quase caiu quando terminei de ler. Uma carta não somente de momento, uma carta pra toda uma vida. Faria questão de emoldurar e pendurar na parte mais vísivel da casa.

  • Rodolfo Viana

    Lindo, Fred.

  • Fernando0707

    Quisera eu, ter um Pai assim.

  • http://www.facebook.com/viictor7 Victor Alexandre

    Cara, que exemplo, bicho! Caráter, dom de pouco(a)s. Simples valores, que servirão para os filhos dele, pra mim e pra todos que puderam compartilhar desta carta.

    Cada dia que passa, cresço muito, compartilhando ideias aqui no PdH. Algumas que, levarei por toda minha vida.

    Ótimo post, Abs.

  • http://www.facebook.com/viictor7 Victor Alexandre

    Cara, que exemplo, bicho! Caráter, dom de pouco(a)s. Simples valores, que servirão para os filhos dele, pra mim e pra todos que puderam compartilhar desta carta.

    Cada dia que passa, cresço muito, compartilhando ideias aqui no PdH. Algumas que, levarei por toda minha vida.

    Ótimo post, Abs.

  • http://donluidi.wordpress.com/ don luidi

    Lembrei das lições que meu pai me deu (dá) diariamente. Não existem lições ‘padrão’ para a vida mas certamente que atos com este fazem uma diferença enorme na vida de qualquer pessoa.

  • http://www.facebook.com/viniciusmarcall Vinícius Marçall

    sublime!

  • http://www.facebook.com/luizahsr Luiza Helena

    Incrivel essa coisa chamada carater 
    o homem descobre que está proximo a morte,se preocupa com os filhos,deixa pra eles um legado,tenta aprofundar os laços com eles msm sem estar presente enquanto outros estão vivos com saude e pouco se importam com os filhos otimo texto !

  • Rodrigo

    Esse ai ainda vai ser pai durante um bom tempo

  • Márcio Lima

    História parecida a minha. Mais já faz 11 anos que o meu mentor se foi. Se ele sentisse 1% de orgulho que eu sinto dele, seria realizado 100%.

Papo de homem recomenda

Assine o Papo de homem

Curta o PdH no Facebook
  • 5355 artigos
  • 653943 comentários
  • leitores online