Como ser corno em 5 passos

Luciano Ribeiro

por
em às | Listas, O Lugar no PdH, Sexo


Um dos eventos que mais perturbam a mente masculina é a traição. Sofremos só de imaginar. Fingimos que nossa mulher não é disso, acompanhamos casos ao nosso redor (e muitas vezes nós mesmos ficamos com outras), mas “corno” não é um adjetivo aceitável para nós. Quando, de fato, acontece, o sofrimento passa da mente para o pulmão, para o trabalho, para a geladeira, para a vida inteira.

Vamos agora analisar se existem algumas atitudes que aumentam as chances, que abrem espaço para que sua mulher se relacione com outros caras. Um passo a passo para você ser corno.

Se sua mulher te trair, vai ser com outra mulher. E na sua frente. E te chamando pra participar. Certo?

1. Leve-se a sério

Todos nós sabemos, lá no fundo, que somos muito frágeis. Porém, para alguns, nada é tão intolerável quanto a ideia de ter estas falhas expostas de maneira crua ou debochada. Chamem de vaidade, orgulho, narcisismo, inveja ou insegurança, mas aqueles que se sentem mais desconfortáveis são alvos mais fáceis e sucumbem retumbantemente quando são traídos.

É muito simples de perceber. Faça uma piada a aparência do sujeito e observe como ele não ri. Diga que algo que ele gosta muito é ruim e ele tentará, com todas as forças, convencê-lo do contrário. Critique alguma ação ou ideia e ele interpretará como uma ofensa a si próprio.

O primeiro grande apego deste homem é o apego às suas identidades e à auto-imagem de perfeição. Seus termos favoritos são auto-preservação, auto-estima, segurança e outras desculpas para viver fechado em si mesmo, equilibrando pratos numa tentativa de manter este estado de auto-engano. É importante notar que a força de um homem não é medida só pela sua ferocidade, acidez ou força física, mas também pela naturalidade com que caminha por meio daquilo que o aflige. Se for um apelido constrangedor, ótimo. Se for a morte, melhor ainda.

2. Aja com o único intuito de agradar à sua mulher

Pode parecer lógico que a melhor forma de manter um relacionamento é atender a todas as necessidades do outro. Pode parecer que nunca nos fartamos de ouvir elogios e de ser paparicados. Pode parecer que uma relação é constantemente construída por meio do agrado e do apego. A verdade, porém, é outra.

Você está atolado em dívidas e precisa trabalhar mais tempo para conseguir mais dinheiro. Ela reclama da sua ausência. Você, então, decide dedicar mais tempo a ela, mesmo estando numa situação difícil. Ao final do mês, ela reclama novamente, pois as dívidas continuam acumulando-se e alega que você é incapaz de controlar seu orçamento. Então, você segue novamente o impulso de tentar agradá-la, formando assim um ciclo vicioso onde nenhum dos dois fica satisfeito. Você fica sem energia, cansado desse eterno esforço e ela fica desacreditada, por algum motivo que não consegue esclarecer.

O importante, aqui, não é agradar ou deixar de agradar, mas agir com consciência, sabedoria, visão ampla, independente de quanto isso pode magoar ou decepcionar as expectativas de sua parceira. Às vezes, o mais importante não é salvar uma relação, mas manter o foco e o direcionamento para gerar o máximo de benefício para os dois, mesmo que isso cause algum sofrimento momentâneo. Talvez ela até lhe agradeça no futuro. Talvez não.

O Ministério de Prevenção de Suicídios adverte: nunca deixe um corno sozinho em casa.

3. Reprima sua mulher

Uma mulher é um universo a ser explorado. Um oceano que simplesmente não pode ser contido. Reprima as manifestações de feminilidade da sua mulher e observe-a fugir ao seu controle como água represada. É impossível mantê-la aprisionada e, ao mesmo, ter o esplendor de sua beleza manifestada ao máximo.

Assim como é importante manter a própria liberdade e direcionamento, é importante permitir que sua mulher manifeste livremente sua própria feminilidade.

Tentar controlar a maneira como sua mulher age ou se mostra não é diferente de controlar os demais mecanismos da vida e, da mesma maneira, muitas vezes se mostra infrutífero e cansativo. A medida pela qual você a controla é a mesma pela qual ela escapa entre seus dedos.

Claro, é importante manter um certo nível de administração dos fenômenos ao seu redor. O que é verdadeiramente prejudicial é tornar-se dependente deste processo e perder a liberdade e criatividade quando for pego de surpresa. Vale ressaltar que a atividade preferida da vida é surpreendê-lo nos exatos pontos onde você tem mais certezas.

Muito mais importante do que controlar e reprimir – esforço que só gera tensão e sofrimento – é conduzir. Você não precisa forçar ninguém a nada, apenas mostrar o caminho.

Lembre-se sempre que todos os seres vivos estão tentando trepar com sua mulher

4. Reclame da vida e das pessoas

Reclamar da vida é o mesmo que chorar pra mamãe pedindo biscoito recheado no supermercado. Além disso, é um ato que evidencia nossos próprios defeitos, tornando nossa presença desagradável. Quando você abre a boca para reclamar de maneira improdutiva (sem a motivação de verdadeiramente mudar algo de maneira positiva), estampa em sua testa um certificado de menino mimado.

Às vezes é difícil imaginar, mas muitas pessoas se perdem em meio ao impulso de reclamar. Dificilmente reconhecem qualidades nos outros, raramente enxergam ações como esforços válidos (mesmo que às vezes equivocados) e, paradoxalmente, costumam ser aquelas que menos agem, seja em direção a assuntos relativos ao seu próprio relacionamento ou em questões da vida em geral.

Quem nunca viu um amigo ser repetidamente traído e perder toda sua energia em meio a lamentações, reclamando do quanto a vida é injusta?

5. Nunca pense em seu futuro sem ela

Tudo na vida, absolutamente todas as tarefas às quais nos dedicamos, abre pelo menos duas possibilidades: pode dar certo ou errado. Simultaneamente, todas as experiências, vitórias e prazeres oscilam. Se pode ocorrer um terremoto e desestabilizar toda uma sociedade, sem mais nem menos, então qual não será a fragilidade de um relacionamento?

Quando estamos em um relacionamento, é muito fácil nos pegarmos usando a expressão “minha mulher” sem constrangimento algum. Eu mesmo acabei fazendo isso várias vezes neste texto. Isso é reflexo de uma ilusão, a de que nos tornamos, de alguma forma, proprietários do outro. É importante frisar: sua mulher nunca foi e nunca será sua.

Quem fecha os olhos a isso está pedindo para sofrer. Quem não se lembra dessa liberdade com alguma lucidez sujeita-se ao constante medo. A este medo podemos facilmente dar outros nomes: carência e apego. E, se existe algo pelo que as mulheres têm um faro perfeitamente apurado é carência e apego. E isso fede ao olfato delas.

Recado das mulheres para nossa carência

Como não ser corno: ignore todos os passos anteriores

O que chamamos de traição não é outra coisa senão o surgimento de uma relação além daquela já existente entre duas determinadas pessoas. Poderia ter ocorrido depois, ocorreu agora. O engano é achar que realmente temos alguma participação significativa nesse processo.

Quando você tem medo de ser traído, as medidas que toma para se proteger acabam sendo o gatilho da merda. Você começa levando-se excessivamente a sério, acha que não pode ser desrespeitado por uma traição, reprime sua mulher, esquece da própria liberdade e gera todo tipo de sofrimento e confusão.

De fato, por mais que sua mulher diga que o traiu por causa dos seus bloqueios, por ciúmes, vingança ou qualquer outra coisa relativa a você ou à sua conduta, a verdade é só uma: ela o fez porque podia e queria. É exatamente a mesma liberdade que permitiu que ela começasse um relacionamento com você. Liberdade essa que nunca deixa de existir. Liberdade mesma que causa felicidade ou sofrimento.

Se você seguir a versão negativa dos passos acima, tentando evitar uma traição, com certeza vai falhar. Não existe garantia alguma de que estes “conselhos” deem certo ou impeçam de alguma maneira que sua mulher olhe ou deseje um outro homem. Não é sensato tomar medidas preventivas, ficar pisando em ovos, seguir manuais ou dicas.

No entanto, esse texto usa o medo de traição para indicar caminhos para melhorar a qualidade da relação.

Com ou sem relação paralela, no fim, é isso o que importa.

Este post é resultado de nossas práticas, diálogos e treinamentos na Cabana PdH. Quer entrar no Dojo?
Luciano Ribeiro

Editor do PapodeHomem, ex-designer de produtos, ex-vocalista da banda Tranze. Tem um amor não correspondido pela ilustração, fotografia e música. Volta e meia grava músicas pelo Na Casa de Ana. Está no Twitter, Facebook e Google+.


Outros artigos escritos por


SEPARAMOS MAIS TEXTOS PARA VOCÊ CONTINUAR LENDO




O texto acima não representa a opinião do PapodeHomem. Conheça a visão e a essência por trás do que fazemos. Queremos uma discussão de alto nível. Antes de comentar, leia nossas boas práticas. Caso deseje enviar um texto e se tornar um autor, venha por aqui.


  • Anônimo

    Muito bom, meu caro.

    Nenhuma mulher é nossa propiedade.Assim como não somos delas.
    Palavras do doc. hehe

    Excelent.

    • Mestre Afonso

      Não existe propiedade, mas sim, propriedade.  Falou português?

  • http://twitter.com/LucasMalto Lucas Freitas Malto

    É melhor tirar a terceira foto.
    Está tirando toda a concentração da leitura…
    Brinks.

    Bom o texto, entretanto achei meio redundante.Tudo isso já foi falado aqui, em diferentes contextos ( se não me engano, inclusive nesse).

    • http://twitter.com/cwagnersc Carlos Wagner

      Leitura?Tem algo além daquela foto? :D

  • http://www.facebook.com/people/Douglas-Henrique/100000196772990 Douglas Henrique

    A receita de bolo é interessante é até remete uma certa veracidade, mas o mais interessante é que o texto presupõe que todas as mulheres são como máquinas: Você tem um manual a ser seguido. Quer ser feliz? Faça, senão, tu tá na merda.

    Este foi o primeiro texto que você me decepcionou, Luciano. Eu acredito que um bom relacionamento está muito além de 5 (?) passos (somos tão burros que precisamos ser guiados por passo-a-passo?). Eu já tive muitas desilusões por levar ao pé da letra tudo que foi falado durante muito tempo. Agora eu simplismente sou: Não o que me dizem, mas o que sempre quis ser, não importando como
    .

    • http://twitter.com/luciano_ribeiro Luciano Ribeiro

      Não entendi, Douglas. Você leu mesmo o texto até o final?

      Abs!

      • http://www.facebook.com/people/Douglas-Henrique/100000196772990 Douglas Henrique

        Sim, eu vi que no final você deve ignorar os 5 passo, que por consequência passam a ser 5 passos ao contrário. De fato, quando fui defender a minha ideologia na primeira resposta, esqueci totalmente do último (6 passo?) que pede para ignorar. Mas ignorar os passos, automaticamente criam outros, você sempre estará seguindo um script sem saber.

        Eu agi dessa forma porque alguns dos passos fazem parte do meu relacionamento e, ignorá-los, jamais passou pela minha cabeça. Não sei se sou corno (minha (veja o autoritarismo) mulher garante (e eu confio) que não), mas sabe como é, as desilusões da vida nos fazem mudar caminhos.

        Uma vez eu li no blog SaiDaqui, da Amanda (por coincidência, nome da minha namorada), que é injusto tratar o novo relacionamento baseado nas desilusões dos antigos e, cara, eu concordei totalmente com isso.

        Acho que me estendi demais. Se ficou confuso, me avise. Eu tenho uma falha no cérebro que não consigo me focar só num assunto. :P

      • Anônimo

        ACHO (me corrija se estiver errado) que o @Luciano Ribeiro quis chegar no seguinte ponto: Não existe esse negócio de ser corno. Quanto mais você achar que a mulher a sua , que tudo é real , que o relacionamento é sólido mais vai levar porrada de todos os lados , inclusive interna.

        Me diga , aonde está o relacionamento? Na aliança , na não traição , no ato de andar de mãos juntas? A resposta é simples , ele não existe , você atribui a qualidade de relacionamento a ele.

      • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

        Gilmar, uma vez brincamos com a ideia de que CORNO é apenas aquele que tem MEDO de ser corno. Num certo sentido todos nós somos, mesmo aqueles que ainda não foram traídos.

        E, no mesmo sentido, dá para não ser corno ao liberar completamente o desconforto com essa situação de relação paralela. Quando percebemos que a mulher não é nossa, surge outra liberação: nós não somos o marido ou o namorado. E nosso sofrimento (e medo) vem justamente da sensação de que somos isso e nada mais (ou quase nada mais). Quando o marido cessa (como ser marido quando a esposa foi embora?), não sabemos mais como viver. É isso que precisa ser liberado.

      • Cássia Rauber

        ACHO (me corrija se estiver errado) que o @Luciano Ribeiro quis chegar
        no seguinte ponto: Não existe esse negócio de ser corno. Quanto mais
        você achar que a mulher a sua , que tudo é real , que o relacionamento é
        sólido mais vai levar porrada de todos os lados , inclusive interna.

        exato!! o autor eu acredito, quis brincar com a ilusão que o homem tem de que possui sua mulher… ninguem é de ninguem, um relacionamento a 2 é uma ilusao, somos seres relacionais, como alguem disse acima; a possibilidade de sermos traidos no relacionamento é uma possibiloidade dia apos dia, para ambos os sexos. Ter caráter ou nao, nao cabe nessa discussão, carater é uma palavra que a Psicologia usava para falar em personalidade. Enquanto humanos todos somos, em determinados momentos da vida, bons e maus, todos podemos cometer atos sem usar da etica, tudo depende da situaçao e das circunstancias. Durante tanto tempo os homens sustentavam suas familias, a maioria sempre teve outras mulheeres, amantes ou se relacionando com prostitutas… isso os tornava “pais ou maridos maus” ?? A liberdade da mulher encomoda o homem…mas afinal… se nós lidamos com as infidelidades masculinas, o desrespeito com nosso sexo (feminino), e o uso e abuso do nosso corpo, pra todos os males que se possa imaginar e durante taaaanto tempo… porque o homem nao pode aceitar o fato de que a mulher possui sua sexualidade e deseja tambem outros homens ? Ainda que desejar, na maioria dos casos, nao significa necessariamente se envolver com otras pessoas?? Cássia – Psicologa.

      • Juliana

        PERFEITO CÁSSIA!

      • Anônimo

        ACHO (me corrija se estiver errado) que o @Luciano Ribeiro quis chegar no seguinte ponto: Não existe esse negócio de ser corno. Quanto mais você achar que a mulher a sua , que tudo é real , que o relacionamento é sólido mais vai levar porrada de todos os lados , inclusive interna.

        Me diga , aonde está o relacionamento? Na aliança , na não traição , no ato de andar de mãos juntas? A resposta é simples , ele não existe , você atribui a qualidade de relacionamento a ele.

    • http://twitter.com/luciano_ribeiro Luciano Ribeiro

      Não entendi, Douglas. Você leu mesmo o texto até o final?

      Abs!

    • http://www.facebook.com/people/Lucas-Barão/100001165417076 Lucas Barão

      Douglas, posso estar enganado, mas acho que vc não pegou o espírito do texto.

      O Luciano segue a linha de “colaborando para dar tudo errado” ao invés de “o que fazer para dar certo”. O que é ótimo considerando que não existe receita para um bom relacionamento, mas existem posturas que colaboram para tomar um par de chifres…

      • http://www.facebook.com/people/Douglas-Henrique/100000196772990 Douglas Henrique

         Acho que eu viajei mesmo na hora. Desculpe Luciano e demais.

  • Dr Health

    Receita para não ser corno: Não se relacione.

    Infalível. O resto é administrar riscos.

    • Anônimo

      Assino em baixo Dr. . Síntese de tudo que eu pensei e não consegui transcrever.

    • Smashilha

      Meus pensamentos são praticamente 99% identicos aos teus !!

    • Smashilha

      Meus pensamentos são praticamente 99% identicos aos teus !!

    • 1bertorc

      Fechou o tópico.

    • Lailaimel

      O ser humano,homem ou mulher,são seres relacionais,vc se relaciona,bem ou mal,mas,sempre está se relacionando,na família,na escola,no trabalho,no jogo de futebol,tudo é relação,a única forma de não se relacionar é morrendo. Ninguém está livre de traições,contribuindo ou não pra isso,assim como ninguém está livre de roubos,aasaltos,da morte,tudo isso faz parte da vida,a questão é,vc é capaz de se reerguer após passar por uma situação dessas?Essa é a questão,o resto é história…

      • Isabel Lucas

        Perai Laila, se existe nessa vida uma forma de se relacionar de alma é depois da morte, sem máscaras, “princípios” apegos, ou qualquer outra coisa, estou falando das mesquinharias mundanas. E quanto ninguém estar livre de traições, aí vai da concepção de cada um, o que é traição pra você? seu “homem” dormir com outra? Bora gente, ninguém é de ninguém nesse plano, cabe a cada um delegar prioridades. Pelo amor vai,. todo mundo aqui tem instrução (penso eu)

      • Sally

        Tia Lelê detectada.

      • justine

        A questão não é: “ninguém é de ninguém”. Pq encarar traição tão bem assim? Pois no fim das contas são coisas que machucam e desrespeitam as pessoas envolvidas. É tão bom ser livre né? Mas isso não impede de vc ter respeito pela pessoa que está vivendo. Se esta para trair pq não organizar as coisas e terminar tudo? Ou vai dizer q o “fogo da paixão” fala mais alto? Só se for um adolescente, aí justifica-se… Não é possível que o ser humano não consiga se conter por algum tempo para conseguir fazer as coisas de forma que mantenha o respeito aos dois lados… Eu entendo que hj em dia as pessoas não consigam conviver com o parceiro por muito tempo, que a sua forma de relacionamento seja parecida com o consumismo, entediando-se rapidamente com o “produto” amado, mas pelo menos manter um pouco de respeito é fundamental. Ainda mais quando envolve doenças, onde algumas pessoas além de trair, repassam doenças que, as vezes, o parceiro nem sabe pq pegou, e aí sim além de faltar com o respeito o indivíduo é um grande fdp.
        Essa resposta foi para a Isabel, não para o texto.

      • Thiago Firmo

        Mas a humanidade já evoluiu ao ponto de evitarmos isso, não? Um gole de cerveja, um trago de marijuana ou um drops de zoloft e independente da filhadaputagem da vida e dos outros, a situação fica uma maravilha.

    • Franciane Lobato

      não deixe a mulher na mão

  • Luciano

    Tem caboco que ainda não entendeu a proposta do papo de homem…
    O Luciano de forma alguma ta fazendo manual que você deve seguir , e sim algumas condutas ( e destas você pode criar milhões de conclusões e variações diferentes ) que podem ajudar num relacionamento.
    O texto é para ser seguido , ou não seguido , apreciado ou não apreciado, humor ou não.

    Por exemplo , a conclusão que eu tiro deste texto não é sair daqui e ir tomar cuidado com meus passos pra agradar minha mulher , e sim sair daqui e dar uma boa trepada com ela e deixa-la satisfeita.

    Esta é a mensagem que eu tiro pra mim, e o que o Luciano sugere no texto é uma visão de ações tomadas por homens , pra abrir sua mente ao desconhecido ou pelo contrário , aos atos já conhecidos seus que podem estar te prejudicando .

  • Luciano

    Tem caboco que ainda não entendeu a proposta do papo de homem…
    O Luciano de forma alguma ta fazendo manual que você deve seguir , e sim algumas condutas ( e destas você pode criar milhões de conclusões e variações diferentes ) que podem ajudar num relacionamento.
    O texto é para ser seguido , ou não seguido , apreciado ou não apreciado, humor ou não.

    Por exemplo , a conclusão que eu tiro deste texto não é sair daqui e ir tomar cuidado com meus passos pra agradar minha mulher , e sim sair daqui e dar uma boa trepada com ela e deixa-la satisfeita.

    Esta é a mensagem que eu tiro pra mim, e o que o Luciano sugere no texto é uma visão de ações tomadas por homens , pra abrir sua mente ao desconhecido ou pelo contrário , aos atos já conhecidos seus que podem estar te prejudicando .

  • http://twitter.com/thustoon Leandro

    Excelente texto! Frequentemente nos perdemos em meio a paranóia e esquecemos que essa mesma paranóia pode ser o gatilho de uma traição. Vivi recentemente uma situação assim na qual eu virei um paranoico, e embora eu tenha já seja um macaco velho ainda cometi os mesmos erros de antes, o que não acabou gerando uma traição (pelo menos acho que não). Certa vez um professor disse algo em sala de aula que eu nunca esqueci, NOSSO SUBCONSCIENTE NUNCA NOS ENGANA. O acaso sempre vai conspirar para que uma traiçaoo apareça, ou não. Cabe a nós fazer nossa parte e dar o melhor no relacionamento, e se manter firme e forte como rocha e nunca achar que algo desse tipo não pode acontecer com a gente… pode acontecer. E se tiver que acontecer, vai acontecer.

  • http://www.facebook.com/people/Gracco-Guimarães/100000804749163 Gracco Guimarães

    Matou a pau, como sempre, você colocou pérolas de sabedoria no meio desse texto.

    “Reprima as manifestações de feminilidade da sua mulher e observe-a fugir ao seu controle como água represada.”

    “Às vezes, o mais importante não é salvar uma relação, mas manter o foco e o direcionamento para gerar o máximo de benefício para os dois, mesmo que isso cause algum sofrimento momentâneo. Talvez ela até lhe agradeça no futuro. Talvez não.”

  • http://www.facebook.com/people/Gracco-Guimarães/100000804749163 Gracco Guimarães

    Matou a pau, como sempre, você colocou pérolas de sabedoria no meio desse texto.

    “Reprima as manifestações de feminilidade da sua mulher e observe-a fugir ao seu controle como água represada.”

    “Às vezes, o mais importante não é salvar uma relação, mas manter o foco e o direcionamento para gerar o máximo de benefício para os dois, mesmo que isso cause algum sofrimento momentâneo. Talvez ela até lhe agradeça no futuro. Talvez não.”

  • http://www.facebook.com/people/Gracco-Guimarães/100000804749163 Gracco Guimarães

    Matou a pau, como sempre, você colocou pérolas de sabedoria no meio desse texto.

    “Reprima as manifestações de feminilidade da sua mulher e observe-a fugir ao seu controle como água represada.”

    “Às vezes, o mais importante não é salvar uma relação, mas manter o foco e o direcionamento para gerar o máximo de benefício para os dois, mesmo que isso cause algum sofrimento momentâneo. Talvez ela até lhe agradeça no futuro. Talvez não.”

  • http://www.reflexoesmasculinas.com.br/ Shâmtia Ayômide

    Como um amigo diz, antes um filé “compartilhado” do que comer arroz sozinho. Só tomar cuidado com armadilhas judiciais, fazer sexo c/ camisinha e caso apareça um bebê, fazer teste de DNA, antes que seja tarde demais e lhe empurrem “paternidade sócio-afetiva” goela-abaixo.

    O homem deve proteger seu patrimônio, mulher é secundário.

    Eu tive um cliente, que desmaiou ao ver a mulher dele, saindo com outro, do motel. Ele tinha muitas empresas. Quando ele saiu do hospital e esfriou a cabeça, c/ a ajuda de um amigo, foi desfazendo os bens da empresa vendendo para esse amigo, fingindo falência e com uma retórica de desesperado, conseguia a assinatura da mulher para vender coisas tipo apartamentos e carros. Quando ele finalmente terminou a pseudo-falência dele, pediu divórcio. Então só depois, ele teve tudo de volta.

    A maioria dos homens ricos, são espertos suficientes para conhecerem essas coisas, mas sim há homens ricos trouxas, e conheço casos escabrosos.

    • http://www.facebook.com/iodris Fabio Rodrigues

      ///O homem deve proteger seu patrimônio, mulher é secundário.

      E quando o patrimônio flutuar do mesmo jeito que flutuam os relacionamentos?

      • http://www.reflexoesmasculinas.com.br/ Shâmtia Ayômide

        Boa. No caso do patrimônio flutuar, primeiro de tudo é bom o cara ter alguma receita para relaxar a cabeça antes que ela exploda, depois disso é arregaçar as mangas e botar os neurônios para trabalhar numa solução …. Embora acho que nos negócios tem pessoas que adoram as emoções das “flutuações”, gosto é gosto …

        ——————————

        Com sua pergunta dá para fazer uma analogia interessante.

        Desde algum tempo deixei de ter salário e faço meu “salário” com participações, logo minha renda oscila entre altos e baixos, antes disso só conhecia “flutuações” de namoradas.

        Notei que fiquei mais responsável com o trabalho e mais preocupado com os clientes. Marcar mais presença em cima dos negócios, mais atenção e menos desleixo. Assim diminui os riscos de minha renda variar para baixo rs.

        Contudo, manter bons clientes, não significa bajulá-los, a bajulação pode até ajudar com alguns bons clientes, mas atrai os péssimos clientes, principalmente os caloteiros, que enxergam na bajulação um medo, uma fraqueza, e tentam se aproveitar em cima … Aqui na empresa, desde que decidimos a transformar nossa empresa, numa empresa séria, resolvemos nos livrar-nos dos maus clientes. Caloteiros e pessoas cheias de “migué” são descartadas, assim sobra mais energia para investir com responsabilidade nos bons clientes, criando fortes vinculos de confiança com eles. Ninguém no fundo não gosta de bajuladores, Maquiavel já alertava contra eles no livro “O príncipe” há cerca de 400~500 anos atrás.

        Imagine os maus clientes como as “más mulheres”, gente que desde o inicio, apresenta sinais que não merecem muita confiança. Assim como é possível a um comerciante experiente conhecer facilmente um irresponsável logo nos primeiros atos, palavras e.t.c. creio ser possível também para um homem surrado pela vida, conhecer certos tipos de mulheres.

        As más ele leva a coisa empurrado com a barriga, e usando elas de “comida” de vez em quando para não passar fome. Com as boas ele tenta estabelecer fortes vinculo de confiança, assim como fazemos com os bons clientes. Os bons são pessoas que queremos para sempre por perto de nós, =).

        Há homens que adoram brincar na Bolsa, e parece que alguns tem esse tipo de gosto por “emoções fortes” nos relacionamentos.
        Neste caso, se é da vontade dele, não posso dizer mais nada…

      • Alisson C.

        Puta analogia, meu.

        Matou a pau. Esse seu texto deveria ser repassado a todas as “vítimas” que estão começando a fazer a vida e construir seu patrimonio e podem, por um lance de má sorte, perder tudo (ou metade) para uma vagabunda qualquer.

      • http://twitter.com/luciano_ribeiro Luciano Ribeiro

        Shamtia,

        Sensacional esse ponto de vista.

        Não seria louco trabalhar formas de estabelecer fortes vínculos de confiança com todos, ao invés de somente com aqueles julgados “dignos?

      • Rosebud

        Oi querido!
        Arrasou!

        Talvez eu desvie um pouco do foco principal, mas não da temática;
        Fico muito triste ao notar que, em muitas resenhas de relacionamento “flutuantes” pela internet, rola um ponto de vista econômico fortíssimo para o lado negativo. Mulheres se emprenhando para arrumar um pretendente abastado e homens lutando para não entregarem seu protegido coração a uma interesseirazinha.
        O homem não tem mais medo de levar apenas um chifre, e sim um chifre E um calote.
        E este fenômeno não é isoladamente culpa dos homens e sua desconfiança jurássica: as mulheres estão dando motivos cada vez mais claros de que são seres materialistas, reconciliando seu relacionamento por presentes caros ou viagens alucinantes, medindo o amor do homem pelo valor dos mimos que recebem, dos restauranets para onde são levadas. Tenho amigas que declaram a plenos pulmões que “fulano é maravilhoso
        porque tem dinheiro e pegada (esta segunda característica sempre soa
        menos importante)” ou “fulano é muito bacana, mas beltrano tem um carro melhor”.
        Podem me chamar de machista, mas, acredito que por esta razão, ainda dizemos que nossa sociedade é machista. Mulher se coloca automaticamente numa posição inferior quando foca principalmente nas posses.
        Já até tentei justificar este comportamento infeliz das mulheres me utilizando da genética, relacionando a conta bancária do cara com a capacidade de sustentar uma família: claro que um homem com um carro mais caro dá a entender que trabalhou mais para comprá-lo e é mais hábil com questões financeiras e, por consequência, não matará sua prole de fome.
        Entretanto, minha linha de raciocínio pró-piriguetes sempre entorta quando me recordo da época em que ainda somos inocentes e pueris (geralmente adolescentes), aguardamos ansiosamente pelo momento de pegar o mesmo ônibus que ele e ficamos na expectativa do nosso objeto de paixão platônica se sentar do lado ou ficar por perto.E ficamos o resto do dia com esta memória martelando na cabeça, por dias ou até a próxima viagem de ônibus juntos.
        Este é o nosso instinto maior: amar.
        Não sei se sou a única romântica que conheço, mas, estranhamente, sou a única dentre conhecidas que age ponderamente e não embarca em relações vazias, sustentadas por uma fachada, como se relações fossem empresas ou indício de status.
        Estou solteira e meu bonde tá sem freio!
        Mas pra mim, sexo não é e nunca foi moeda de troca.

        Beijos

        PS: escrevi tudo isto porque minha intenção, na verdade, era registrar que eu amo o Patton. Me empolguei, desculpe.

      • Juliana

        Discordo de você e concordo com o amigo acima que diz que cada um dá o que pode.Assim como existem homens ricos,bem de vida existem mulheres ricas bem de vida também…Me diz o que leva um homem bem sucedido a namorar uma anta?Uma mulher dependente,na maioria das vezes burra e fútil?que não trabalha,não estuda,não tem um plano de vida e nem de carreira?Apenas ter poder sobre ela…já a independente,culta e bem sucedida intimida,então pro homem é bem mais fácil ficar com a anta não?E depois vem o medo de levar calote…acho merecido…
        Mulheres independentes a cada dia mais tem encontrado dificuldade em encontrar um homem do seu nível…então por favor sem drama meninos….

      • http://www.reflexoesmasculinas.com.br/ Shâmtia Ayômide

        o botão “responder” esgotou, então vai aqui mesmo:

        @Rusebud

        Grato pelo comentário,
        Gosto de seus comentários, eu lembro de você na discussão sobre feminismo.

        @Luciano Ribeiro

        Seria louco sim, o difícil é lidar com a imensa demanda que isso gera, dai o por que a vislumbro uma postura mais seletiva.

      • Bobbushller

        Legal cara. Precisava ler algo assim… Por acaso, você é advogado?

      • http://www.reflexoesmasculinas.com.br/ Shâmtia Ayômide

        Boa. No caso do patrimônio flutuar, primeiro de tudo é bom o cara ter alguma receita para relaxar a cabeça antes que ela exploda, depois disso é arregaçar as mangas e botar os neurônios para trabalhar numa solução …. Embora acho que nos negócios tem pessoas que adoram as emoções das “flutuações”, gosto é gosto …

        ——————————

        Com sua pergunta dá para fazer uma analogia interessante.

        Desde algum tempo deixei de ter salário e faço meu “salário” com participações, logo minha renda oscila entre altos e baixos, antes disso só conhecia “flutuações” de namoradas.

        Notei que fiquei mais responsável com o trabalho e mais preocupado com os clientes. Marcar mais presença em cima dos negócios, mais atenção e menos desleixo. Assim diminui os riscos de minha renda variar para baixo rs.

        Contudo, manter bons clientes, não significa bajulá-los, a bajulação pode até ajudar com alguns bons clientes, mas atrai os péssimos clientes, principalmente os caloteiros, que enxergam na bajulação um medo, uma fraqueza, e tentam se aproveitar em cima … Aqui na empresa, desde que decidimos a transformar nossa empresa, numa empresa séria, resolvemos nos livrar-nos dos maus clientes. Caloteiros e pessoas cheias de “migué” são descartadas, assim sobra mais energia para investir com responsabilidade nos bons clientes, criando fortes vinculos de confiança com eles. Ninguém no fundo não gosta de bajuladores, Maquiavel já alertava contra eles no livro “O príncipe” há cerca de 400~500 anos atrás.

        Imagine os maus clientes como as “más mulheres”, gente que desde o inicio, apresenta sinais que não merecem muita confiança. Assim como é possível a um comerciante experiente conhecer facilmente um irresponsável logo nos primeiros atos, palavras e.t.c. creio ser possível também para um homem surrado pela vida, conhecer certos tipos de mulheres.

        As más ele leva a coisa empurrado com a barriga, e usando elas de “comida” de vez em quando para não passar fome. Com as boas ele tenta estabelecer fortes vinculo de confiança, assim como fazemos com os bons clientes. Os bons são pessoas que queremos para sempre por perto de nós, =).

        Há homens que adoram brincar na Bolsa, e parece que alguns tem esse tipo de gosto por “emoções fortes” nos relacionamentos.
        Neste caso, se é da vontade dele, não posso dizer mais nada…

      • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

        Pois é.

        Por isso gosto de pensar em relacionamentos em todas as direções. com absolutamente tudo: conosco mesmos, com mulheres, com amigos, com dinheiro, com casa, com objetos, com tudo. Funciona tudo do mesmo modo.

      • http://www.reflexoesmasculinas.com.br/ Shâmtia Ayômide

        Por isso mesmo acho difícil existir uma figura que seja feliz só e apenas em relacionamentos(sexuais). A coisa na verdade, geralmente vem como brinde num pacote completo. Não me entra na cabeça como um sujeito pode ser cheio de preocupações, problema de saúde e stress, e a noite virar o Don Juan a fazer maravilhas sexuais.

      • http://www.reflexoesmasculinas.com.br/ Shâmtia Ayômide

        Por isso mesmo acho difícil existir uma figura que seja feliz só e apenas em relacionamentos(sexuais). A coisa na verdade, geralmente vem como brinde num pacote completo. Não me entra na cabeça como um sujeito pode ser cheio de preocupações, problema de saúde e stress, e a noite virar o Don Juan a fazer maravilhas sexuais.

      • Anônimo

        concordo 100%. 

      • Cecatto

        Se tem equilíbrio tem igualdade.

    • Dr Health

      Gênio!! Gênio!! Gênio!!

    • Lailaimel

      Todo homem sabe quando a mulher é interesseira e ele alimenta essa relação,por conta do ego dele,pois,na mente dele,isso denota poder,o poder de ter controle sobre o outro,as atitudes falam por si só,o homem que entra e permanece numa relação assim,também é tão interesseiro quanto a mulher,é um jogo de poder,onde a mulher está usando o sexo como moeda de troca e o homem fornece essa moeda.Não há santos e nem demônios nessas histórias, há apenas duas pessoas que ainda não desenvolveram todo o seu potencial de inteligência emocional e precisam da aprovação do outro pra se sentirem especiais e quando suas expectivas são frustradas reagem de forma instintivas,cada um dá aquilo que sente e sabe,se o que um homem sabe dar é apenas dinheiro e sexo ele dá isso,se uma mulher só sabe dar-se como um corpo a ser usado só pra sexo,é isso que vai dar.Ninguém tem controle sobre o outro.

    • Lu

      O que tens na tua mente é que é  secundário…

    • http://www.facebook.com/iane.cardoso.5 Iane Cardoso

      o advogado dela era fraco, por isso ele conseguiu essa façanha…mas hoje em dia tudo pode ser resolvido…deixo claro que casamento só com separação total de bens…

      • Cecatto

        Ja encontrou pretendente? rs

  • http://www.reflexoesmasculinas.com.br/ Shâmtia Ayômide

    Como um amigo diz, antes um filé “compartilhado” do que comer arroz sozinho. Só tomar cuidado com armadilhas judiciais, fazer sexo c/ camisinha e caso apareça um bebê, fazer teste de DNA, antes que seja tarde demais e lhe empurrem “paternidade sócio-afetiva” goela-abaixo.

    O homem deve proteger seu patrimônio, mulher é secundário.

    Eu tive um cliente, que desmaiou ao ver a mulher dele, saindo com outro, do motel. Ele tinha muitas empresas. Quando ele saiu do hospital e esfriou a cabeça, c/ a ajuda de um amigo, foi desfazendo os bens da empresa vendendo para esse amigo, fingindo falência e com uma retórica de desesperado, conseguia a assinatura da mulher para vender coisas tipo apartamentos e carros. Quando ele finalmente terminou a pseudo-falência dele, pediu divórcio. Então só depois, ele teve tudo de volta.

    A maioria dos homens ricos, são espertos suficientes para conhecerem essas coisas, mas sim há homens ricos trouxas, e conheço casos escabrosos.

  • http://www.reflexoesmasculinas.com.br/ Shâmtia Ayômide

    Como um amigo diz, antes um filé “compartilhado” do que comer arroz sozinho. Só tomar cuidado com armadilhas judiciais, fazer sexo c/ camisinha e caso apareça um bebê, fazer teste de DNA, antes que seja tarde demais e lhe empurrem “paternidade sócio-afetiva” goela-abaixo.

    O homem deve proteger seu patrimônio, mulher é secundário.

    Eu tive um cliente, que desmaiou ao ver a mulher dele, saindo com outro, do motel. Ele tinha muitas empresas. Quando ele saiu do hospital e esfriou a cabeça, c/ a ajuda de um amigo, foi desfazendo os bens da empresa vendendo para esse amigo, fingindo falência e com uma retórica de desesperado, conseguia a assinatura da mulher para vender coisas tipo apartamentos e carros. Quando ele finalmente terminou a pseudo-falência dele, pediu divórcio. Então só depois, ele teve tudo de volta.

    A maioria dos homens ricos, são espertos suficientes para conhecerem essas coisas, mas sim há homens ricos trouxas, e conheço casos escabrosos.

  • http://www.facebook.com/iodris Fabio Rodrigues

    Lindo, Luciano! Pqp! ;-)

  • Al_Junior

    Ou você plagiou bonito o Dr. Love, ou é o próprio…

  • http://www.facebook.com/pscelzamelo Pedro Melo

    Excelente texto, Luciano! Muito bom!

  • nostr

    O negócio então é aceitar que a qualquer momento podemos levar guampa? Eu sei que é o mais racional mas é difícil de aceitar…

  • http://twitter.com/luciano_ribeiro Luciano Ribeiro

    eu plagiei. ;]

  • http://twitter.com/luciano_ribeiro Luciano Ribeiro

    eu plagiei. ;]

  • Poeta Andarilho

    Excelente texto Luciano…

    A merda toda é que como vc disse no texto, grande parte dos homens teme o chifre só que o que realmente sabemos mas parece que criamos um bloqueio é que o cara pode ter todas as qualidades que uma mulher procura mas se no fim ela for uma fdp mal caráter e quiser trair, não existe dinheiro, cuidado, dicas, macetes, comportamentos ou qq bosta que a impeça.

    Lógico que fazer nossa parte bem feito é extremamente importante mas depende muito da mulher.

    Ai vem a pergunta de 20 milhões: Sabemos que precisamos fazer nossa parte bem feito e precisamos confiar na mulher que temos…Porque mesmo com esse entendimento ainda tentamos controlar as coisas?

    Pensamentos de papai da época da carochinha: Num pode dar mole! vai deixar nego ficar rodeando, de muita brincadeirinha e tal? Se marcar meu irmão, toma!

    Com isso, se culpa eternamente achando que o problema foi com vc e n com a kenga! (eu fiz tudo direitinho e tal por que? por que?)

    Ou vai me dizer que só leva chifre quem é certinho demais e tenta controlar?

    Siniiiiiiiiiiistro brow!!!!

  • Poeta Andarilho

    Excelente texto Luciano…

    A merda toda é que como vc disse no texto, grande parte dos homens teme o chifre só que o que realmente sabemos mas parece que criamos um bloqueio é que o cara pode ter todas as qualidades que uma mulher procura mas se no fim ela for uma fdp mal caráter e quiser trair, não existe dinheiro, cuidado, dicas, macetes, comportamentos ou qq bosta que a impeça.

    Lógico que fazer nossa parte bem feito é extremamente importante mas depende muito da mulher.

    Ai vem a pergunta de 20 milhões: Sabemos que precisamos fazer nossa parte bem feito e precisamos confiar na mulher que temos…Porque mesmo com esse entendimento ainda tentamos controlar as coisas?

    Pensamentos de papai da época da carochinha: Num pode dar mole! vai deixar nego ficar rodeando, de muita brincadeirinha e tal? Se marcar meu irmão, toma!

    Com isso, se culpa eternamente achando que o problema foi com vc e n com a kenga! (eu fiz tudo direitinho e tal por que? por que?)

    Ou vai me dizer que só leva chifre quem é certinho demais e tenta controlar?

    Siniiiiiiiiiiistro brow!!!!

  • Poeta Andarilho

    Excelente texto Luciano…

    A merda toda é que como vc disse no texto, grande parte dos homens teme o chifre só que o que realmente sabemos mas parece que criamos um bloqueio é que o cara pode ter todas as qualidades que uma mulher procura mas se no fim ela for uma fdp mal caráter e quiser trair, não existe dinheiro, cuidado, dicas, macetes, comportamentos ou qq bosta que a impeça.

    Lógico que fazer nossa parte bem feito é extremamente importante mas depende muito da mulher.

    Ai vem a pergunta de 20 milhões: Sabemos que precisamos fazer nossa parte bem feito e precisamos confiar na mulher que temos…Porque mesmo com esse entendimento ainda tentamos controlar as coisas?

    Pensamentos de papai da época da carochinha: Num pode dar mole! vai deixar nego ficar rodeando, de muita brincadeirinha e tal? Se marcar meu irmão, toma!

    Com isso, se culpa eternamente achando que o problema foi com vc e n com a kenga! (eu fiz tudo direitinho e tal por que? por que?)

    Ou vai me dizer que só leva chifre quem é certinho demais e tenta controlar?

    Siniiiiiiiiiiistro brow!!!!

    • Valéria

      O melhor comentário!

  • Anônimo

    Me faz pensar em como seria tezão ter um livro do PdH part.2.

    Esse texto poderia ser o primeiro. Parabéns Luciano.

    • http://www.papodehomem.com.br/ Guilherme Nascimento Valadares

      Anda espionando nossos planos?

      Próximo livro do PdH já está em curso, Gilmar.

  • Efraim

    Que assunto complexo esse em meu caro?

    Difícil ate de comentar, mas acho que a palavra chave ‘e “comunicação”
    Se o relacionamento entre um casal, que esteja começando ou que ja tenha um caminho andado, nao tiver uma boa comunicação entre ambas as partes, isso ja ‘e meio caminho andado ao fracasso.
    Vc abordou tópicos relevantes como “conselhos” mas alem disso, entre um homem e uma mulher ha um universo de desejos e fantasias, que se isso nao for bem sintonizado entre o casal pode rolar uma traição, ate mesmo virtual, então se vale a pena esse amor, esse encanto, essa vontade de estar junto com a pessoa…. Vamos nos comunicar !!! Sem tabus e vergonhas, porque com a comunicação prima o o que vc sugeriu ” a liberdade de ser, de falar, de dividir seu ” eu” com quem vale a pena… Mas sempre com quem valha a pena !!!

    • Zé Raimundo Moreira

      Td q vc disse é uma gde verdade, mas precisa acrescentar: o homem sempre se sentiu o “mandão: o rei: o todo poderoso e adjetivos afins. A mulher sempre foi passiva, mas nunca foi boba, otaria e demais adjetivos. Havia uma demanda de sentimentos  bastante reprimida, controlada. Muitas não diziam  uma só palavra no momento mais íntimo do casal, era inclusive no escuro, muitas vezes.Com isso nós homens éramos os donos da situação, éramos afinal o “macho”. Mas elas conseguiram o que tanto queriam: lieralmente a liberdade. Só que cometeram (e continuam cometendo) uim grande erro que é transformar esta suada liberdade em LIBERALIDADE e de um modo geral resolveram (a maioria) assumir o lado “P” que todas tem de forma estática. Elas hoje partem para o ataque em busca da caça e todas conseguem pq o homem é fraco neste ponto, não resiste e cai. Qd acorda está diante de um juiz perdendo tudo, ou jamais acorda, por estar morto. Mas convennhamos que é a primeira maravilha da vida, se houve outra Deus não nos revelou.

  • Anônimo

    Ótimo texto, felizmente aprendi isso tudo no ato. E é como
    gilmarsouzafilho interpretou. Possessividade não deve existir, logo, como consequência, traição também não. Já temos milhares de anos de existência e ainda mantemos esse mesmo padrão retrógrado A.C de relacionamento. Aprendamos a convivermos conosco e nos mantermos dependentes estritamente de nós mesmos.

  • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Nery/100001320614171 Alexandre Nery

    Ótimo texto Git…oh wait…

    Não, brincadeira! Não é o intuito aqui tirar o mérito de ninguém. Valeu Luciano! Essa visão abordada no texto, compartilhada por muitos de nós, vale sempre o post e é sempre bom ter ela espalhada por aí.

    ps: A foto do caranguejo é um pouco hipnótica. A alta resolução ajuda.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Edição conjunta dá nisso. O texto é do Luciano, mas eu me diverti ao escolher imagens e legendas. Coloquei uma ou duas frases no texto só, mas nada que o Luciano não escreveria.

      • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Nery/100001320614171 Alexandre Nery

        Ha!..então eu não estava totalmente errado. :]

    • http://twitter.com/isabellaianelli Isabella Ianelli

      Gitti, Fabio, Luciano. Todos eles ficam lendo essas bíblias budistas, daí têm todos o mesmo discurso…

      • http://incelencamalditadopavor.blogspot.com/ Thiago Bastos Zucarini

        Ianelli, é nisso que dá quando um site nas mãos de budistinhas…

        Haha, muito bom o texto!

  • Jonas

    Como ser corno em um único passo: arrume uma mulher sem caráter.

    O texto trata mais do que fazer (ou não) para que sua mulher não largue de você.

    Aliás, um recado para quem se identificar: se sua namorada já traiu algum ex-namorado, eu desejo boa sorte para você =)

    • http://www.facebook.com/iane.cardoso.5 Iane Cardoso

      rsrs doce ilusão querer dividir as mulheres assim: “com caráter/ sem caráter”. Fácil, não? E garanto que a sua mulher tem (ou terá?) um caráter admirável rsrs. A verdade que se a mulher quiser, ela vai te trair. No entanto, se vc der motivos as chances de ser chifrado são bens maiores.

      • Baroni

        se você der motivos? serio? esse comportamento de mulher objeto, controladora e mimada não é ideal. ignorando carater, a mulher não é um objeto que pode ser perdido ou adquirido. controlar uma relação pelo medo da traição é um tiro no pé.

      • Fernando

        Verdade, é melhor dividir as mulhers entre antigas e atuais, assim fica mais fácil. As antigas tinham caráter.

      • Juliana

        ahhhh parem meninos,por que tanto drama?Desculpe mais ,se fosse assim nenhum homem teria caráter né,já que até hoje não conheci homem algum fiel,talvez alguns que permaneceram em estado de fidelidade por longo tempo….Sou mulher nunca trai nenhum dos meus namorados,mais sei que sou vulnerável a isso,só pelo fato de ser humana e sujeita a erros.As pessoas traem por vários motivos…..não dá pra saber se seremos cornos ou não….

    • Khaled

      Realmente, dizer que é falta de caráter é pesado.
      Temos que tomar cuidados para não projetar culpas, a maioria das vezes (se não todas) de quando ocorre alguma merda, a culpa é nossa e temos manias de apontar para alguém no intuito de nos isentar da problemática…
      Já fui traído, hoje sei que a culpa foi minha por não ter dado atenção, ter um relacionamento jogado, largado e relaxado… Sei que a traição não foi fruto de falta de caráter, mas sim de desprestígio com minha parceira, o que não a torna uma má pessoa, tem um enorme coração, contudo, respondemos às nossas necessidades e impulsos.

      • Renata

        Concordo, Khlaled. Eu também acho que temos sim uma parcela de responsabilidade quando o outro nos trai. É bem mais fácil jogar a culpa na “falta de caráter” do outro do que avaliar nossos próprios erros na relação. Dói bem menos ser apenas a “vítima”. E continuar ou não a relação vai depender de quanto amor sentimos pra relevar os deslizes.

    • Isabela

      Discordo Jonas. Já traí em um relacionamento, já fui traída em outro também (algumas vezes por sinal). Traí meu ex-marido com meu marido! Não me orgulho do que fiz, e também nunca me arrependi, mas isso não quer dizer faria o mesmo com meu marido, mesmo que tudo se tornasse muito complicado. Não julgue as atitudes dos outros, você viveu somente a SUA vida. Um assassino pode ser fiel à sua esposa, e ai? Ele tem caráter? É mais digno e respeitável por isso? A pessoa pode ser honestíssima, não furar fila, te devolver o troco certo… e ainda sim te trair. É a vida, o importante é como vc reage à ela…

      • Guest

        Bacana, se seu marido te trair, você também não pode reclamar! Ter caráter não significa ser fiel somente, mas faz parte viu, pessoas infiéis, desleais não deveriam se relacionar, da mesma forma que assassinos não devem viver em sociedade. Deveria haver cadeia pra quem traí a pessoa amada, porque isso gera consequências viu, não a morte física, mas a morte não precisa ser necessariamente física, não é mesmo? Espero que seu marido não pense como você.

      • Mimimi

        Gente, para tudo ! Voces precisam de terapia isto sim ! Como assim deveria ter cadeia ??? Voce esta realmente acreditando que por que ama deve ser dono de alguem ? Trair é ser responsavel pela unica vida que tem, a SUA.

        Não é questão de carater ou não, ja que isto é uma decisão sua, e se afeta alguem o maximo que pode fazer é mostrar que não é propriedade deste alguem e pode fazer o que quiser, basta combinar e conversar antes, e claro saber escolher quem esta ao seu lado, se um idiota machista ou uma idiota machista, não dará certo mesmo.
        ORAS povo acha que esta no seculo passado, papinho desnecessário este eim ?? Vão evoluir por si mesmos e depois pensem no que os outros fazem que “possam ou não “te afetar… O problema é que evoluir dá trabalho e é mais fácil ficar de mimimi com traição e seus pobres sentimentos de propriedade, que assim é mais fácil justificar seus medinhos e falta de tempo para se melhorar… EVOLUAM e foquem em algo mais importante que este sentimento simples e retrogrado ! ;)
        E parem de falar só de mulheres, HOMENS tambem- e sempre- traíram, e continuam a mandar neste território.

      • Kurosaki Arthur

        Qual território?

        Da traição?

        Homem não revela quando, como, onde e se já foi corno, porque isso é uma decepção violenta para o homem, já a mulher esbraveja isto por aí, talvez por decepção, talvez por vitimismo…

        Talvez seja por isso que se OUÇA falar mais que as mulheres são traídas do que os homens, pois os homens NÃO FALAM se foram traídos…

        Mas a amargura da traição fica…

    • Manoel Neto

      Caráter jamais pode ser definido por uma única atitude. Afinal, se todo o resto for bom, é sem caráter por ter traído? Isso é um enrolo desgraçado meu caro; e digo mais: tá pra nascer quem possa julgar uma traição. Pedro quem diga. passou o resto da vida sem comer galinha (ou galo)!!!!

    • Vanessa Melo

      Penso exatamente assim.

  • Rafael Dorcel de Souza

    Fugindo do assunto…Alguém mais imaginou um “cabaço selvagem” na terceira foto?

  • http://www.hynd.com.br/ Jorge Maluf

    Eu vejo um erro fatal nesse texto, mais para o final dele. Quando diz que uma mulher traiu porque podia e queria… É, em termos racionais ninguém faz aquilo que não pode e não quer. No entanto se tem um cara apontando uma arma pra sua cabeça pedindo pra você dar o cu pra ele, você tem escolhas: tomar tiro, dar o cu, sair correndo e tomar tiro pelas costas ou torcer pra ele ser um eunuco.

    O ponto é. Todos nós, homens e mulheres, são seres racionais, mas movidos pela emoção. O emocional envolve muito nisso. Então, por mais que tenhamos escolhas de fazer ou não fazer, esse não é o único fator que envolve para dirigir o caminho.

    O que quero dizer é: que atire a primeira pedra quem nunca fez algo bizarro, fora dos padrões da personalidade, quando estava descontrolado emocionalmente. Bom, eu já fiz – e sempre serve pra aprender uma lição. Traição pode ser um ato de muitos outros. Muita coisa pode envolver, e não simplesmente a escolha do querer.

    Ninguém aqui escolhe começar um relacionamento com alguém se não gosta dessa pessoa. E isso, por si só, já prova que apenas “querer e poder” não é tudo.

    Abraços. ^^

    • Gustavo

      Mas então você está dizendo que em um caso em que a mulher houvesse traído, ela não necessariamente queria fazer aquilo e apenas o fez devido ao seu estado emocional? Mas e que estado emocional é esse? Sensação de aprisionamento por causa do parceiro que a reprime o tempo todo. Então ela vai lá e dá pra outro, pra provar pra si mesma e pro parceiro que ela ainda é ela e eles não são um só, não nasceram grudados.

    • http://www.facebook.com/arthur.s.mendonca Arthur Silva Mendonça

       Pra mim, atração não é uma escolha. Não se pode escolher apenas certas pessoas pra vc se relacionar. É algo biológico, como se vc tentasse explicar o que vc vê naquela garota gordinha da escola que te atrai, e não atrai mais ninguém.

      E já vi vários textos aqui que abordam o auto-centramento, ou seja, além de você e a namorada, existem milhares de homens que poderiam estar no seu lugar, ou cruzar seu caminho e abalar seu relacionamento, sem que vc mexa um dedo.

      Porém o mais engraçado dessa história toda é que quanto mais se tenta evitar o mal maior – a traição – mais você a atrai. Você tenta se livrar do mal, mas é ironicamente dominado por ele. Nosso controle sobre a vida e seus fatos é mesmo ínfimo.

    • 1bertorc

      Concordo contigo que fazemos coisas irracionais (homens e mulheres)o tempo todo, por exemplo: Comprar aquele carro novo quando o correto seria guardar para comprar o ape…  Desligar o despertar e voltar a dormir (e depois chegar atrasado no escritório)… Agora no exemplo que você eu acho que implique no contrário …  racional mesmo seria não correr o risco de ser morto.
      Justamente por isso a colocação do Dr Health é importante e nenhuma fórmula é absoluta, a fórmula pode reduzir a chance, mas o risco sempre existe (embora talvez seja pequeno).

    • Thais

      Concordo inteiramente!

      As pessoas são livres, estar num relacionamento não é garantia de que vcs vão ficar juntos pra sempre. Acho que se está afim de ficar com outra pessoa, é porque já não quer mais estar com a primeira. Consequentemente não precisa haver traição. Terminar é a coisa mais digna a se fazer.

      Acho que o principal do relacionamento não é a fidelidade, mas o respeito e a sinceridade.

      • Jonas

        Perfeito Thais. É bom ouvir isto de uma mulher aqui nos comentários. O que você acaba de dizer mostra que você tem caráter, algo que muitos parecem não compreender (ou fingem não entender).

    • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Nery/100001320614171 Alexandre Nery

       Cara, que ideia doentia eh essa a sua de que estupro eh traicao?

      • http://www.hynd.com.br/ Jorge Maluf

        Cara, o meu exemplo foi genérico e não de traição… :P 

      • http://www.hynd.com.br/ Jorge Maluf

        Cara, o meu exemplo foi genérico e não de traição… :P 

    • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Nery/100001320614171 Alexandre Nery

       Cara, que ideia doentia eh essa a sua de que estupro eh traicao?

  • Leila

    Tenho mais um passo!!! NÃO DEMONSTRE NEM FALE O QUANTO ELA AINDA TE DÁ TESÃO…é pedir pra levar…

    • Isabel Lucas

      mulekada prestem atenção numa coisinha só, ninguém é de ninguém nesse mundo… é tudo um aprendizado, Simples assim…

      • Isabel Lucas

        Vc só vai levar contigo oq realmente tem valor, e não é uma trepada que vai fazer de vc uma pessoa melhor ou pior, oq importa é a essência…alguém aí consegue me entender??? trepar pra mim é como fazer cocô (satisfazer uma necessidade fisiológica) agora Amar, pqp esse treco é só pra quem conhece esse sentimento.

      • Isabel Lucas

        observem os animais (os tais irracionais)

  • Ledoyster

    Porra cara,eu curto esses seus textos porque esse,assim como aquele do fight club, me faz acreditar na ‘fiolosofia’ de que nada na vida está sobre nosso controle.No começo assusta.Depois alivia a responsabilidade.

  • Jenni

     Não sei o que é mais estúpido, ter a arrogância infantil de se propor a escrever manuais sociais ou quem se dispõe a ler algo tão pouco criativo e tão pouco condizente com a realidade. Supostamente tratar alguém seguindo “passos” só pode “funcionar” quando se fica com alguém que não se gosta. Pare de escrever quando há nada a ser dito. Viva antes de pensar em escrever, moleque.

  • http://www.facebook.com/fabio.loezer Fabio Loezer

    Muito bom, muito bom !

    Enxerguei apenas uma coisa no texto, a tal “liberdade”, assim como já foi debatido em diversos artigos aqui e no fórum, a tentativa de controle da liberdade alheia é fator determinante em diversas atitudes, essa falta de entendimento sobre a necessidade do outro de ser livre é que pega!

    Onde está a dificuldade? Bastaria olharmo-nos no espelho durante 5 minutos e perceberiamos que a necessidade existe em nós também!

    Será que “sugamos” dos outros o que queremos ter mais para nós?
     

  • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

    Jonas,

    Faltou um item no texto do Luciano: “Divida as mulheres entre com e sem caráter”.

    Meu caro, você não faz ideia de quantas “mulheres com caráter” acabam se envolvendo com outro cara no meio de uma relação. E não vejo por que raios isso as transformaria em “mulheres sem caráter”.

    Abração.

    • B.

       Caralho Gitti… Apoiadíssimo. Só quem já passou, sabe.

      Deixa esse pensamento alienado pra lá, Jonas… Como se caráter dependesse unicamente disso, aiai.

      • Jonas

        “Alienado” por qual motivo?

    • Jonas

      Dizer que uma mulher tem caráter e se envolve com outro cara no meio de uma relação é como dizer que um assassino não mata pessoas. Ou seja, você está desvirtuando o sentido da palavra. O que é caráter para você, Gitti?

    • Marcus Barnetche

      Pode acontecer com todo tipo de mulher, se envolver com outro, estando em uma relação, concordo. As com caráter saem da relação antes de dar pro outro, as sem caráter saem depois, eu nunca saem.

    • Carolina Gaeta da Silva

      Vc sabe que ontem (e hoje), estive EXATAMENTE discutindo o seu ponto de vista sobre a traição, muito bem ilustrado e igualmente polemizado, lá na sudosa seção do Dr. Love (“‘não sei o que” de can alha). E, de fato, só não nos estapeamos, meu amigo e eu, pq estávamos há mais mil km de distância hahahaha. Ele não concebia a sua forma de pensar de jeito nenhum rs. Na hora em que eu li o título deste artigo aqui, foi ‘nocê’ a primeira pessoa em que pensei primeiro =).

    • Thiago

      Creio que o ponto caráter está intimamente ligado a expectativa!
      Podemos nos considerar sem caráter uma vez que temos uma expectativa com nós mesmos e não cumprimos… nos culpamos e nos sentimos sem caráter!
      Podemos considerar o outro sem caráter, pois temos expectativa de que sua atitude seja X, porém recebemos Y!
      Não existe regra alguma para não ser corneado, porém existe sim a mulher a quem você confia seu coração e isso também não é 100% seguro, pois como o texto nos mostra, a vida é cheia de altos e baixos, nós também oscilamos inúmeras vezes mudando pontos de vista e opinião e sua companheira também! Acho que essencial para relacionamentos é a conversa, a sinceridade e o amor, tanto no relacionamento pessoal, eu comigo mesmo, quanto no relacionamento com o outro… isso envolve o caráter, que na minha opinião seria o fato de você ser sincero com o companheiro e expor o que não está bom, expor se quer terminar ou está disposto a esperar e/ou ajudar a melhorar e por aí a fora!
      O caráter está intimamente ligado a consideração com que você tem com o seu próximo e acho que isso é inegável!

    • eliane

      é isso mesmo Gustavo. Aprovadíssimo.

  • http://twitter.com/isabellaianelli Isabella Ianelli

    hahaha, quero ver a mulherada começar a TRAIR. daí quero ver textos e mentes com o discurso calminho assim… 

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      E o medo de trair e o discurso ser verdadeiro? E o medo de trair e ver o cara tocando a relação (mesmo sofrendo) sem querer acabar tudo e sem querer cortar sua garganta? E o medo do cara FAZER A MESMA COISA e usufruir da mesma liberdade?

      Esse texto do Luciano não tem NADA de calminho. É perigosíssimo. É quase uma arma. Não é bonzinho, não é de corno manso.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      E o medo de trair e o discurso ser verdadeiro? E o medo de trair e ver o cara tocando a relação (mesmo sofrendo) sem querer acabar tudo e sem querer cortar sua garganta? E o medo do cara FAZER A MESMA COISA e usufruir da mesma liberdade?

      Esse texto do Luciano não tem NADA de calminho. É perigosíssimo. É quase uma arma. Não é bonzinho, não é de corno manso.

  • Anônimo

    Essa de “mulher com e sem carater” foi de cair o cu da bunda…é para rachar o bico de rir encontrar esses tipos…

    • Jonas

      Vamos lá então colega. Falar até papagaio fala, quero ver defender seu ponto de vista agora.

    • Fernando

      Chupa!!!

  • normal

    haha como ja dizia um amigo meu…mulher boa e que nem melancia…ninguém come sozinho… se você não quer ser traido procure uma mulher que de valor para sua personalidade e não no seu patrimônio, e acredite a maioria não vai ser a super gostosa da revista rssss

    ate porque as que parecem ser da revista seguem um padrão de beleza imposto pela sociedade…e se querem ficar gostosa sempre e porque querem mostrar o corpo, se querem mostrar o corpo …

    vi uma frase boa, n sei se foi aqui….

    o subconsciente nunca se engana … quem e corno sempre desconfia…

  • Comedor

     dica: namore as feias e faça sexo com as gostosas.

    • Renata

      Doce ilusão.

  • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Araujo/100002242566238 Alexandre Araujo

     Ser corno não é opção de ninguém e não temos nenhum controle sobre isso, tu pode ser o cara quase perfeito que nem assim vai estar salvo da cornitude, haja visto o Sr Eike. O negócio é que quando descobrir os galhos na cabeça e relaxar e ver que tipo de corno você vai ser:consciente, violento, BBB etc. No meu caso seria corno terminal, “acho” que terminaria esse relacionamento deixaria de ser corno temporariamente, consciente de que  em relação a morte, a libido e a mente feminina não há força que domine é algo que definitivamente não podemos controlar. Amo todas elas! 

    • Anônimo

       Tem muita gente que acha que o Eike foi corneado. Se soubessem da verdade que um executivo carioca me contou, (aqui td mundo se conhece) neguinho ficaria mega bolado. Pena que se eu contar, tá arricado nego me matar.

  • Anônimo

     Texto excelente e discussão nos comentários melhor ainda. Sensacional!

    Que todos nós possamos sair do nível racional da discussão e coloquemos tudo isso em prática, na medida do possível!

  • http://www.facebook.com/people/Lucas-Bolzan/100001555372545 Lucas Bolzan

    Gostei do texto.
    Também acho que ser corno ou não depende mais de você do que de sua parceira.
    Um homem que confia em si mesmo e valoriza isso não passa por esse problema. E se passar, troca de roupa. 

  • http://twitter.com/RevisoradoP Bruna Arantes

    Acho que o pior que um homem pode fazer é “reprimir sua mulher”. 

    • David

      Sim, pois isso demonstra o apego e o medo.

      A verdade é: se você não é corno ou vc não tem esposa/namorada ou você ainda vai ser.

  • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

    “Também acho que ser corno ou não depende mais de você do que de sua parceira.”

    Isso é uma ilusão, cara.

    É possível ser o cara mais foderoso do mundo no relacionamento mais foda do mundo e ainda assim surgir uma relação paralela.

    • Cleyton Bruno

      Se levar em conta o que você disse lá em cima:

      //Gilmar, uma vez brincamos com a ideia de que CORNO é apenas aquele que tem MEDO de ser corno. //Num certo sentido todos nós somos, mesmo aqueles que ainda não foram traídos.

      Ser corno ou não está completamente nas nossas mãos. Afinal de contas, um grande amigo uma vez escreveu que se você não espera por fidelidade, não tem como ser traído.

  • Rodrigo

    Apesar de ser um assunto recorrente, foi bom ver ele nas suas palavras.
    No fim das contas a história do “sua mulher nunca foi e nunca será sua.” é uma máxima para qualquer relacionamento ao longo da vida

    • http://twitter.com/luciano_ribeiro Luciano Ribeiro

      Eu fico admirado é com o fato de que isso é muito fácil e simples de reconhecer quando estamos solteiros ou com a mulher dos outros. Com a nossa, esquecemos completamente disso e entramos no personagem namorado/marido/whatever de cabeça.

      Não parece um bom desafio tentar se lembrar disso estando dentro da merda?

      • Rodrigo

        É um desafio mais complicado do que os “21 dias sem reclamar” proposto recentemente aqui no PdH, mas vale o esforço

  • Rodrigo

    Apesar de ser um assunto recorrente, foi bom ver ele nas suas palavras.
    No fim das contas a história do “sua mulher nunca foi e nunca será sua.” é uma máxima para qualquer relacionamento ao longo da vida

  • http://www.facebook.com/flavio.bsb Flávio Bosco Soares

    Dividir as pessoas em duas grandes classes, com e sem caráter é de um equivoco enorme. É como dividir tudo entre certo e errado, bem e mal, rosa e azul. É ilusório.

    Primeiro porque caráter é um conceito meio relativo.Segundo, o caráter é só mais um dos fatores que irá influenciar na hora de tomarmos decisões a respeito de situações pelas quais nunca passamos. É só mais uma das influências. Não da pra viver na teoria, do tipo: nunca matarei alguém por que sou contra a violência. Será? Você já experimento todas a situações possíveis que podem levar alguém a cometer um assassinato? Você já viu alguém matando um filho seu? Estuprando uma filha? Estava armado na hora? Teve um dia péssimo? São tantas, mas tantas as variareis que é impossível afirmar exatamente como você reagiria. E mesmo que você já tenha passado pela situação, outras variáveis podem mudar o desfecho final da cena.Da mesma forma na traição. Uma mulher pode ter o maior caráter do mundo, mas, vai que um dia acontece uma situação nova e ela trai o pai dos filhos dela. E ai? Foi pro ralo o caráter dela? Você pode ser o homem perfeito, seguir todas essas regras, seguir todas as outras regras e, ter uma mulher que teve “caráter” por 20 anos e, mesmo assim, tomar um belo de um chifre. E ai? É só uma questão de “caráter” da mulher?

    []‘s

    • Jonas

      Claro que foi para o ralo o caráter dela. Se você é o homem perfeito, o problema não era você, é ela. Caráter envolve força de vontade também. Esta idéia de se envolver “sem querer”, ou no esquema “um dia acontece”, com outra pessoa é a desculpa mais esfarrapada que existe para explicar desvio de caráter. E ninguém tem “certificado de caráter” por ficar 20 anos porque não demonstrou a falta do mesmo. Isto pode ocorrer a qualquer momento.

      E se você matar alguém, uma explicação razoável seria legítima defesa. Agora, me explica uma traição que tenha um ponto de vista razoável.

      • Rosebud

        Mas, meus picolés suculentos de verão, como distinguir as mulheres sem caráter das com caráter? Eu mesma sou mol pegadora enquanto de boa, mas quando apaixonada, não consigo pensar em outras pessoas.

      • Fernando

        Esse é o problema, paixão um dia acaba.

      • http://www.facebook.com/people/Manuela-Esquivel-Rodriguez-Montero/781643242 Manuela Esquivel Rodriguez Mon

        quer dizer que 20 anos de “virtudes” não valem nada perto de um “pecado” que pode ter durado 20 minutos?

        e não me venha comparar com assassinato, porque traição nunca matou ninguém.

      • sol

        mandou bem Manuela

      • Fernando

        É isso aí, da mesma forma que se caga em cima de 20 anos de confiança com uma traição, como vc reagiria se descobrisse que seu sócio começou a te roubar depois de 20 anos sendo honesto, relevaria pensando nos 20 anos de virtude? A coisa funciona assim: Caráter e fidelidade até o fim da vida, uma má ação destrói um milhão de coisas boas, seres humanos são assim.

      • http://www.facebook.com/people/Manuela-Esquivel-Rodriguez-Montero/781643242 Manuela Esquivel Rodriguez Mon

        é por causa desse tipo de pensamento que os relacionamentos são tratados como negócio e as pessoas como mercadoria: você só dá algo (seja dinheiro, amor ou atenção) a alguém na exata medida em que recebe algo de proveitoso de volta. e isso fode. tudo.

      • disqus_HQl9LwTw0e

        Ah, matou. MATOU UMA PORRADA DE GENTE.

        Aliás deve ser o que mais matou.

        Teve uma tal de Helena que a galera entrou até em guerra por causa dela.

      • Fernando

        Perfeito seu comentário Jonas.

    • Kley_bsb

      Nossa! perfeita essa explicação a respeito datitudes comportamentais futuras a qual  não temos nenhuma garantia de serem  favováveis ou não para nós.

    • Fernando

      “Uma mulher pode ter o maior caráter do mundo, mas, vai que um dia acontece uma situação nova e ela trái o pai dos filhos dela. E aí?, foi pro ralo o caráter dela?

      Resposta: Foi!! Apesar de que não se pode mandar pelo ralo uma coisa que não se tem, e se ela traiu, foi porque caráter já não tinha. Essa é que é a verdade!

      • Alex Marques

        Com certeza! Não importa se foi após 20 anos, a pessoa traída vai pensar que foi corno a vida toda! Ou ele seria inocente ao ponto de acreditar no traidor que disse ter traído “apenas uma vez”? Suplicando um “perdão”. Traição, pra mim, sinceramente, é pé na bunda hoje, amanhã e sempre. Não dá pra dormir ao lado de um traidor, quem trai é inimigo!

  • http://www.facebook.com/flavio.bsb Flávio Bosco Soares

     ”Não existe garantia alguma de que estes “conselhos” deem certo ou impeçam de alguma maneira que sua mulher olhe ou deseje um outro homem”

    Um homem que tem a ilusão de que ele é o único homem que sua mulher/namorada deseja vive em um mundo paralelo.

    • Mr Spy

       Então Mr Bosco, é só aguardar o galho né?

  • http://www.facebook.com/people/Leandro-Klem/651400990 Leandro Klem

     ”Vale ressaltar que a atividade preferida da vida é surpreendê-lo nos exatos pontos onde você tem mais certezas.”

    Bahhhh muito bom! 
    Kara tu estava inspiradaço nesse texto. 
    Parabens!!!

    Abrços

  • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Araujo/100002242566238 Alexandre Araujo

    Vc me fez imaginar que rolou um ménage a trois ou o Eike tomando um flagra da dona Maria e ela falando depois: Agora vou querer também se não eu conto pra todo mundo. Será que corremos risco de vida?

  • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Araujo/100002242566238 Alexandre Araujo

    kkkkk, o negócio e não saber se souber fingir que não sabe ou fazer a fila andar, mas amigo não tem poder ou auto estima que segure a libido de uma fêmea fogosa.

  • http://grayunicornisdead.wordpress.com Renan

    Meus dois centavos:

    Beleza, entendi que não é um manual de o que fazer pro relacionamento dar certo. Estranho (e até um pouco desanimador) que hoje em dia tudo o que fala da vida e relacionamentos (filme, artigo, conto…) termina com um “é… mas é assim, e não tem receita de bolo e o importante é ser feliz”… nada contra essa visão, eu até tento acreditar, mas…. putz, vcs não tem a sensação de que tá todo mundo falando isso sempre?

    Acho que a importância do texto do Luciano é fazer cada cara (ou mulher) pensar na maneira que leva seus relacionamentos. E ai, cada um vai ter uma experiência, uma visão diferente. E, com certeza, é válido dividir o que achou aqui.

    Na minha cabeça aconteceu o seguinte: Carência é foda. Pros dois lados. Mas se ficar muito frio, muito independente é ruim também. Lendo o texto me pareceu que o importante é sermos fortes, maduros e com capacidade total de agirmos sozinhos, mas não somos tão assim. E num relacionamento sério tem depêndência, tem confiança… tipo, não dá pra sempre agir… sabe? pelo livro, pelo mainstream pregado hoje em dia.

    Esses dias, numa mesa de bar, só amigos homens, um deles: “É, mulher isso isso e aquilo” e eu respondo “Tá, mas nós homens também…”. O outro pensou um pouco e disse “acho que nem é tanto o problema de mulher ou homem… as pessoas em geral tinham que ser menos fdp com as outras”.

    Pra mim, valeu o dia a reflexão do cara.

  • http://twitter.com/al0021 Al Mota

    Bom texto mesmo, acho que o problema por trás de ser um corno em potencial é o respeito. Relacionamento é, acima de tudo, respeito, e não amor. A mulher pode gostar do cara, ou até amá-lo porque ele é companheiro, porque ele a trata muito bem, porque ele tem grana e sustenta a vida que ela sempre quis, porque ele é “compreensivo”, etc. 

    Mas respeito é outra coisa. Respeito é a mulher te ver como homem, pelo menos homem o suficiente pra que ela não sinta vontade de dar pra outro enquanto está com você. Ou se sentir, que tenha o respeito de chegar pra você e dizer que não quer mais ficar com você, que está a fim de outro e ponto. Porque afinal de contas (como dito no texto), ninguém “é” de ninguém. Mas respeito é bom todo mundo gosta.

    Se você reparar bem, todas as dicas passam por respeito. Respeito a ela, a você mesmo, à vida. Todo mundo erra, e relacionamentos podem ir pro ralo por erro(s) seu(s), sim. Mas se ela te respeita ela não vai te trair, ela vai te deixar – e você vai entender e superar como homem. É desde o início de um relacionmento que você constrói um final digno, seja ele qual for.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Tem mulher (e homem) que respeita muito e mesmo assim vive histórias paralelas. Já ouvi e acompanhei algumas histórias assim.

      O que isso tem a ver com respeito exatamente, Al?

      • Jonas

        Quando você inicia um relacionamento, você estabelece um contrato de confiança (a não ser que esteja explicitamente claro que é um relacionamento aberto), em que ambos serão fiéis durante o relacionamento. A partir do momento que ocorre a traição, isto é considerado uma falta de respeito com o outro, que confiou na palavra do parceiro.

    • Fernando

      Só uma coisa: Chegar para o marido e dizer que não quer mais porque está interessada em outro, para mim, também é traição, quanta coisa não deve ter rolado para chegar até esse ponto, e se ela não der abertura, e souber “cortar” logo no início, isso não vai acontecer, e se acontecer foi por pura falta de respeito e traição sim! Sou casado e quando uma mulher dá em cima de mim, finjo que nem é comigo e corto logo, e é essa mesma atitude que espero de uma mulher com caráter.

  • Roca

    A linha que separa o respeito da traição inesperada é muito tênue. Sei
    disso porque sempre disse que não trairia por respeito, que quando
    chegasse o momento de tesão incontrolável por outra mulher eu ligaria
    para a minha namorada e terminaria com ela do tipo “olha, estou prestes a
    comer uma mulher muito gostosa, por isso estou terminando com você
    agora”. Mas aí aconteceu. Peguei. Pequei. Traí. E naquele momento foi
    sensacional.

    É quando a animalidade e os impulsos (pra não dizer quase sempre)
    imperam e você coloca na sua cabeça que será só uma foda, que no dia
    seguinte você vai ser o mesmo com a sua namorada, que você não precisa
    abrir mão dela pra vivenciar aquela trepada irrecusável. E aí, meu
    amigo, tchau “respeito”.

    Todo aquele conceito racional que você tinha sobre respeito é superado
    por aquele ímpeto animal, genético, antropológico, que seja. No meu caso, minha previsão foi totalmente furada. A primeira escapada se tornou um vício e eu passei a querer trair toda semana.

    Terminei e hoje namoro com uma mulher totalmente diferente, uma parceira, uma amiga, quase uma companheira de pelada. Creio que isso facilita muito a velha e boa fidelidade, pois das coisas que eu desejo, a maioria eu encontro nela, daí o porquê desse “ímpeto” humano (digo humano pois creio que ele se manifesta igualmente em ambos os sexos, embora por razões distintas) estar plenamente contido no meu atual relacionamento.

    De qualquer forma, é um ímpeto; é algo incontrolável. Pode se manifestar hoje ou no ano que vem. Mas é fato que a identidade e cumplicidade com a sua parceira diminuem os riscos. Quanto mais você acha na sua namorada, menos precisa achar em outras.

  • Roca

    A linha que separa o respeito da traição inesperada é muito tênue. Sei
    disso porque sempre disse que não trairia por respeito, que quando
    chegasse o momento de tesão incontrolável por outra mulher eu ligaria
    para a minha namorada e terminaria com ela do tipo “olha, estou prestes a
    comer uma mulher muito gostosa, por isso estou terminando com você
    agora”. Mas aí aconteceu. Peguei. Pequei. Traí. E naquele momento foi
    sensacional.

    É quando a animalidade e os impulsos (pra não dizer quase sempre)
    imperam e você coloca na sua cabeça que será só uma foda, que no dia
    seguinte você vai ser o mesmo com a sua namorada, que você não precisa
    abrir mão dela pra vivenciar aquela trepada irrecusável. E aí, meu
    amigo, tchau “respeito”.

    Todo aquele conceito racional que você tinha sobre respeito é superado
    por aquele ímpeto animal, genético, antropológico, que seja. No meu caso, minha previsão foi totalmente furada. A primeira escapada se tornou um vício e eu passei a querer trair toda semana.

    Terminei e hoje namoro com uma mulher totalmente diferente, uma parceira, uma amiga, quase uma companheira de pelada. Creio que isso facilita muito a velha e boa fidelidade, pois das coisas que eu desejo, a maioria eu encontro nela, daí o porquê desse “ímpeto” humano (digo humano pois creio que ele se manifesta igualmente em ambos os sexos, embora por razões distintas) estar plenamente contido no meu atual relacionamento.

    De qualquer forma, é um ímpeto; é algo incontrolável. Pode se manifestar hoje ou no ano que vem. Mas é fato que a identidade e cumplicidade com a sua parceira diminuem os riscos. Quanto mais você acha na sua namorada, menos precisa achar em outras.

  • Julio Soares

    Se existe algo que as mulheres realmente odeiam é um homem frouxo. Para ser corno, basta ser frouxo. Este é um pré-requisito para uma cornitude plena e completa.
    Não sou entusiasta de enumerar ações que podem levar a um bonito par de chifres. Se você tem uma namorada ou esposa, acredita piamente que elas não abrirão as pernocas em um engate com Brad Pitt ou George Clooney ?… Duvido maninho.
    Da mesma forma que a gulosa Larissa Riquelme ou qualquer beldade feminina que te faça tocar os bagos numa imaginação improvável e insana, fatalmente tomaria um sim e uma noite sensacional seria copulada pelos cordeirinhos.
    E foda-se o parceiro(a). É algo remediável, não ? Até porque duvido que o perdão não ocorra se nas mãos de cada um(a) do parceiro(a) crimonoso(a) tenha rolado algo com alguém irrecusável… Se sua parceira disser “Amor, ontem saí com Robert Plant”, a ira seria bem menor. Afinal, até vc queria sair com tal persona. E do inverso, também é verdade.
    O Foda é se a kenga sair com o dono do boteco onde vc faz uma pindureta… ou com aquela amiga da esposa, com o cabelo zuado…. aí é de doer… e umas bofetadas escandalosas tornam-se necessárias, para ambos os gêneros…rs

  • http://twitter.com/luciano_ribeiro Luciano Ribeiro

     Cara, o que o subconsciente mais faz é se enganar o tempo inteiro.

    A condição básica da vida como a vivemos é o engano.

    Abraços!

  • http://twitter.com/luciano_ribeiro Luciano Ribeiro

     Cara, o que o subconsciente mais faz é se enganar o tempo inteiro.

    A condição básica da vida como a vivemos é o engano.

    Abraços!

  • http://www.facebook.com/people/Pedro-Giardini/100000746097799 Pedro Giardini

     Merda, morri no segundo ponto. 
    Levem o texto desse cara a sério, se ele existisse a uns 3 meses atrás a chance de eu estar solteiro agora seria muito menor.

    anyway, ótimo texto, sempre gosto do que você escreve Luciano, keep going.

  • Marcus T

    Putz.. Apenas uma palavra: Decepcionante.

    É como Clovis de Barro Filho diz em seu vídeo “A vida que vale a pena ser vivida”:

    - Antes as auto-ajudas de rodoviária tinham 10 passos, agora são 5 passos para ser feliz!
    Como um manual!

    Incrível o nível que estamos chegando nesse site ! Incrível !

    Não entendem que qualquer ação humana transborda o universo das palavras !
    Não adianta ler isso !

    Tem que SER isso! É um estado de espírito!

  • Marcus T

    Putz.. Apenas uma palavra: Decepcionante.

    É como Clovis de Barro Filho diz em seu vídeo “A vida que vale a pena ser vivida”:

    - Antes as auto-ajudas de rodoviária tinham 10 passos, agora são 5 passos para ser feliz!
    Como um manual!

    Incrível o nível que estamos chegando nesse site ! Incrível !

    Não entendem que qualquer ação humana transborda o universo das palavras !
    Não adianta ler isso !

    Tem que SER isso! É um estado de espírito!

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Marcus,

      O “como” do Luciano é nitidamente uma crítica aos “como” que vemos por aí.

  • Alinefes

    Meu namorado segue precisamente o passo 4… Detesto quando reclama. Realmente transpassa um sentimento de garoto mimado, e ele não é novo para ter tal atitude. Seria um caso em potencial para se tornar um corno, mas, minha natureza não me permite cometer tal delito.

  • Carolstavis

    Sinceramente? O homem é corno quando pede para ser… E tenham certeza que tem muitos que só faltam cair de joelhos pedindo por isso…
    O egoísmo é um dos motivos principais para que nós coloquemos um belo par de chifres em nossos homens!
    Mulher gosta de compartilhar, de ser respeitada, ser levada a sério por seu parceiro!
    Eu gosto de me sentir desejada, querida, amada!  Saber que o cara está comigo porque quer e porque sente!
    Agora, começou a agir feito um garotinho, irresponsável, egoísta, individualista, competitivo, grosseiro, tá implorando para ser um CORNO!
    Isso não é uma questão de caráter! A verdade é que todos queremos ser felizes, nos sentir vivos! Se você não se sente assim em seu relacionamento, vai buscar fora dele com certeza!!

    • Renata

      Carol, acho que as atitudes do outro (o egoísmo, por exemplo) não devem ser parâmetro pra guiar nossas atitudes – isso em relação a tudo na vida.

      Às vezes essas atitudes podem “ajudar” a desencadear uma “traição”, se você já é uma pessoa que tem dificuldade de lidar com frustrações e problemas no relacionamento de forma mais madura (conversando ou terminando, por exemplo). Não estou julgando, e não terminaria por conta só disso, mas já tive uma experiência e hoje enxergo as coisas assim

  • Jonas

    Li a maioria dos comentários, e digo com relação a alguns: que falta faz o Dr. Love.

    (Em tempo: Luciano, seu texto é bom. Clamo pelo Dr. Love pelas idéias que alguns aqui querem passar aos demais)

  • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

    Jonas, eu não consigo imaginar alguém “sem caráter” assim como não consigo imaginar alguém “com caráter”. Sério. Por isso tenho bastante curiosidade em relação à sua visão. Pelo que entendi, se surge uma relação paralela e a pessoa constrói isso (assim como construiu outras relações consideradas “oficiais” antes), ela automaticamente perde esse caráter que ela tinha ou, mais especificamente, descobre-se que ela nunca teve esse caráter, que nasceu sem, ou, talvez, tenha perdido ainda quando criança. É isso?

    • Fernando

      Vou te dar uma ajuda Gustavo: Irmã Dulce, Ghandi, o cara que devolve a grana que achou e que não o pertencia são pessoas que TEM CARÁTER. Os políticos que desviam dinheiro público e deixam pessoas morrendo nos hospitais por falta de verba, os quatro bandidos que incendiaram a dentista viva porque não tinha dinheiro NÃO TEM CARÁTER. A dentista que morreu queimada e atendia pessoas mesmo que não pudessem pagar TINHA CARÁTER, mulher que trái o marido honesto que luta para dar o melhor a ela NÃO TEM CARÁTER. Ficou mais fácil de imaginar agora?

      • Raquel

        Caro Fernando, seus exemplos são ótimos, pra quem não quer se aprofundar no sentido da coisa, basta pensar em estereótipos. Todos, e sim, é uma generalização, TODOS carregamos dentro de nós todas as infinitas possibilidades: ser bom/ mau, ser corno/ cornear, ter caráter (quando é interessante)/ não ter caráter (quando tocamos o foda-se). Depende apenas de livre-arbítrio, senso de oportunidade, medo, atrevimento, sinceridade, ambiguidade e inúmeros etceteras. Para cada um de seus estereótipos, poderíamos descobrir uma teia de motivações, egoístas ou altruístas.

      • Willian

        É uma questão de capacidade moral, extremamente fácil de ser resolvida, o que chamam de caráter se define pela máxima “Não faça com outrem aquilo que não gostarias que fizessem contigo”, analise todos os exemplos por esta ótica e vuà lá, problema resolvido. Quem não faz, é solidário-afetivo em relação a situação que o outro se encontra diante dos seus atos. Quem faz, não dá a mínima. No entanto, todos somos seres egoístas e levar essa máxima a sério é tudo uma questão de interesse. Então ter caráter ou não, no fundo no fundo acaba resignado no quanto sentimos remorso em relação aos nossos atos através dessa máxima ou não.

      • http://piadascretinas.tumblr.com/ Piadas Cretinas

        Ok, a Irmã Dulce era um ótimo carácter, uma santa na minha opinião, mas tah ligado, ela nunca casou… Logo ela não poderia trair mesmo…

      • Isis Marques

        E se a dentista traia o marido? perdeu o “carater”?
        (Felizmente) as coisas não são assim tão dicotômicas.

    • disqus_HQl9LwTw0e

      Caráter, em sua definição mais simples, resume-se em índole ou firmeza de vontade.(http://pt.wikipedia.org/wiki/Caráter)

      Ninguém obriga ninguém a assinar contratos nessa vida. Ninguém precisa ser monogâmico se não quiser. Agora se você assume uma responsabilidade, você assume os riscos, de por exemplo seu conjuge te achar um filho da puta. É um acordo quebrado. Eu acho que não consigo ir em um nível mais fundamental que isso, o valor moral está enraizado na manutenção da sua palavra.

      Claro, que isso não torna a pessoa uma pessoa ruim, todo mundo erra, todo mundo tem o direito de errar. Só que esse direito não apaga seu erro. Seu erro pode ser entendido e perdoado, afinal vida é complicada e difícil mesmo, mas ainda é um erro.

      • Marcos Fernandes

        Acho que nosso amigo se expressou mal, a questão não é ter ou não caráter, até poque acredito que existam níveis diferentes para classificar uma pessoa com caráter ou não, acho que na verdade ele se referia ao lema:”uma vez safada sempre safada” ou se errou uma vez está inclinada a errar novamente! (#sqn) pois a traição em sí é uma decepção para um pessoa ou até mesmo para as duas pessoas, na lógica se um dia você mentiu para sua mãe que você já arrumou seu quarto sendo que não arrumou você será um mentiroso para o resto da vida, eu discordo disso!
        Acredito que traição é uma oportunidade, se você tiver vontade só precisa ter a oportunidade, é simplismente a fome com a vontade de comer….

        Sei lá, trair é um ato estranho, é fazer o que quer mas não pode, é ser feliz e infeliz ao mesmo tempo…

        A verdade é uma: Ninguem procura fora o que tem em casa, existem excessões…

    • Roitman

      O desvirtuamento do que é certo e errado, pelos efeitos e não pelas causas se faz nítido. Não estamos em um mundo onde ou o ser humano é totalmente bom ou totalmente mal. Temos sim pessoas que tendem, mais frequentemente, para comportamentos para um dos lados, de qualquer forma, a responsabilidade pelos próprios atos é inexorável.

      Se a pessoa traiu, teve sim desvio de caráter naquele momento, esse papinho “Ah, mas é porque o relacionamento estava ruim, muitos aspectos falhavam, a mina esfregou a xoxotinha na minha cara (ou o cara o pau) para mim são conversinhas para justificar o injustificável.

      Tu é macho fodão ou você é uma mulher fodona? Então antes de sucumbir ao desejo desfaça o relacionamento! Ah, mas é mais fácil que não, quem sabe fique sozinho(a), né?! Então, no começo do relacionamento exponha essa sua visão tão ‘natural’ sobre tais circunstâncias de traição que não seriam desvio de caráter. Vamos lá, assuma o que pensa.

      Com exceção de quem entra em um relacionamento aberto, onde as regras do jogos são claras desde o início e ninguém é de ninguém, quem entra em um relacionamento ‘tradicional’ e espera fidelidade e precisa oferecê-la também.

      Casos onde trair não é falta de caráter seja por qualquer desculpite aguda podem ser reconhecidos por outros oximoros, portanto quadrado redondo, água seca, fogo úmido, marcha-ré pra frente, 31 de fevereiro.

      O papo é de homem ou não é?

  • Smashilha

     Obviamente que em um relacionamento se nos agirmos da forma descrita no texto temos boas chances de ser traidos , mas tbm podemos ter um otimo relacionamento e mesmo assim a mulher nos trair , por diversas razões que só serão convenientes a elas , ja vi cada motivo fdp pra traição .Eu penso que tem uma diferença entre homem corno e homem traido , homem corno é aquele cara que continua atraz da mulher ,nao tem amor proprio , perdoa e continua se humilhando querendo ainda estar com a mulher.Homem traido é aquele que descobre a traição da mulher , termina e segue a vida , bola pra frente , por mas que sinta dor o cara segue a vida dele.Tudo bem a dor é certa , mas o sofrimento é opcional , só continua sofrendo quem quer.

  • http://www.facebook.com/dimirnr Dimítrius Guilherme Ferreira B

    O jeito mais rápido de ser corno é ficar procurando de mais “furos” no seu relacionamento e ignorar o que já existe de bom…

  • Marcus .

    Gostei do texto, mesmo sendo um assunto já conhecido por quem frequenta o PDH é sempre bom ver em uma roupagem diferente.
    Concordo com quase tudo, é como li uma vez, acho que em um texto do Gitti, o problema é aprender a conviver com o feminino.
    Fazendo uma analogia, é como uma canôa na correnteza, você não vai definir o fluxo do rio, mas tem autonomia para percorrer ele como bem entender com suas remadas, mas a partir do momento que você esquece suas limitações e tenta vencê-lo tem sua canôa virada.
    Passei por problemas sérios no começo do casamento, batendo de frente, desconfiando, tentando assumir o controle, problemas que não tinha na época de namoro. Esforços ineficazes, parecia que quanto mais eu tentava mais ela se afastava, quanto mais eu tentava demonstrar sua importancia mais era pisado, só dei jeito na minha relação quando comecei a olhar pra mim, me impor, mas não com ela, comigo mesmo, me avaliei e percebi que tava agindo como um moleque desesperado, querendo defender o que era meu com tanta vontade ( até mesmo fúria ) que tava sendo consumido por dentro, nem me reconhecia mais.
    É como o Luciano diz no texto, “O Caminho Para o Lado Negro” ( O melhor texto do PDH na minha opinião) “O medo da perda é um caminho para o Lado Negro.” grande frase.
    Depois da revelação, como num passe de mágica, tive a esposa que tanto queria, minha vida entrou nos eixos porque EU coloquei ela nos eixos, reassumindo o controle da minha vida o resto se arrumou sozinho, nuca teremos uma relação plena se nossa plenitude depende de outro, as mulheres sentem isso, sabem disso e nos punem por isso, nem por maldade, a dependência ou necessidade de direção em uma relação é direito delas desde os primordios da humanidade e nesses tempos de papéis confusos elas defendem isso com unhas e dentes mesmo sem perceber.
    O Machismo com o qual os homens da nossa geração foram criados só funciona em uma sociedade machista, não tem espaço no contexto atual, fomos criados por nossas mães para receber, não para dar, quando não ganhamos esperneamos e conseguimos, depois de velhos mudamos a malcriação, quando não temos o que queremos do nosso par a gente trai, grita, bate e até mata.                                           Se você cresce sua mulher cresce contigo, se você míngua ela vai acompanhar o crescimento de outro, esse crescimento que me refiro não é financeiro, é espiritual, moral, masculino… Depende de nós, diamantes brutos da década de 80 inverter esse cenário onde homens tem o coração e alma devorados pelas bacantes do século 21, e isso não acontece porque as mulheres atuais são seres malígnos, acontece apenas porque elas tem o poder de tomar e devolver nosso pirulito e nós choramos e reclamamos mas continuamos dependentes dele.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                              

  • eliane fernandez

    É o medo de perder… nesse caso;  leva mais rápido a perda sim.

  • lana

     O medo da perda pode realmente se tornar um um muro entre os dois.

  • Timnateheres

     ! Na realidade não existe modos de evitar uma futura ou presente traição.É uma decisão que não depende das futuras vitimas.Muitas vezes casos onde o cara é totalmente #papodehomem,e nem por isso escapou de uma “divida externa com ele mesmo”,muitas vezes o cara é totalmente um “Jênio” e vive todos os péssimos momentos a dois,mas mesmo assim não chega em uma traição. Então não existe uma formula correta de como se escapar disso,temos que viver nossa vida a dois com nos mesmo.e sempre saber que você é a fonte de qualquer momento maravilhoso.Mas sempre,sempre se amar e amar sua parceira.Talvez assim,dessa forma existi um escudo que possa impedir de qualquer desvio.Então nada melhor que amar a si e ao próximo.!!Na realidade não existe modos de evitar uma futura ou presente traição.É uma decisão que não depende das futuras vitimas.Muitas vezes casos onde o cara é totalmente #papodehomem,e nem por isso escapou de uma “divida externa com ele mesmo”,muitas vezes o cara é totalmente um “Jênio” e vive todos os péssimos momentos a dois,mas mesmo assim não chega em uma traição. Então não existe uma formula correta de como se escapar disso,temos que viver nossa vida a dois com nos mesmo.e sempre saber que você é a fonte de qualquer momento maravilhoso.Mas sempre,sempre se amar e amar sua parceira.Talvez assim,dessa forma existi um escudo que possa impedir de qualquer desvio.Então nada melhor que amar a si e ao próximo.!!

  • Casadobi07

     Sei que todos vão “cair matando” em cima de mim, mas vou dizer o que penso a respeito. É claro que, sem dúvida, foram apontados passos certeiros para se ter uma esposa insatisfeita, para acabar com um relacionamento, e até para ser corno mesmo, mas há muito mais…Há a rotina do casamento, que leva ao adormecimento do desejo entre o casal, e aí podem surgir outros desejos… Quantos casais hoje praticam o menage masculino porque resolveram apimentar a relação; quantos maridos não “redescobrem” a esposa depois que sabem que foram traídos; quantos maridos sentem o desejo de ter uma forma totalmente diferente de prazer entregando a esposa para que tenha e dê prazer a outro homem… A sexualidade humana é muito complexa, e embora ainda prevaleça o machismo na maioria dos relacionamentos e na mente e atitudes da maioria dos homens, isso continua acontecendo. Basta folhear revistas com relatos e anúncios eróticos, ou ainda sites de relacionamento e grupos virtuais, Ser corno, hoje, muitas vezes é apenas opção, desejo, tesão. Confesso que é meu caso, pois me abri com minha esposa e aos poucos fomos nos abrindo, até chegar ao sexo com outros homens – aconteceu por quatro vezes, depois ela deu uma “esfriada”, e agora está para voltar a ter e me dar esse enorme prazer, e estou muito contente com isso; nem penso em outra mulher. O casal se torna mais cúmplice, não há mais segredos, o desejo aumenta, enfim, ser corno é o melhor afrodisíaco. É isso. Abraço a todos: casadobi07@gmail.com.

  • Rosebud

    Luciano, acho que você deveria cantar “Jenny was a friend of mine” depois desta! rs

  • http://www.facebook.com/people/Pedro-Silva/100002387594746 Pedro Silva

    No nosso mundo capitailsta , o dinheiro   é tudo e mais um pouco.Ele influi na nossa educação , nas nossas leis e nos nossos relacionamentos,logo ele vai influenciar na nossa  vida sexual.

    O sexo é uma competição, eu nunca soube de mulher linda, sarada e rica se apaixonando por algum desempregado na fila do PIS ou do CAT….

    É preciso ter dinheiro para ter MENOS  CHANCES DE SER CORNO. Eu já estive falido, achava que nunca seria corno, mas acabei sendo,rssss.Aconteceu comigo, com o Eike Batista,com  Napoleão….

    Infelizmente é o destino de todos os homens, exceto daqueles que casaram com os piores bagulhos do bairro.Conheço homem que escolheu apior mulher possível para nunca ser corno.

    Ele estará certo???

  • Max

    Simples assim!!!! Saiba escolher uma mulher séria de moral adequada que não ache normal o sexo casual. 

  • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

    “Saiba escolher uma mulher séria de moral adequada que não ache normal o sexo casual.”

    Receita de sofrimento essa.

  • Nao

    TNC! Muto bom! Parabéns, exelente texto!

  • Iurimatos

    Isso não é uma regra, mas muitas mulheres não gostam dos caras que seguem esses passos. E essa insatisfação da mulher com o cara que ela está, dá abertura para que outros caras se aproximem dela gerando o corno. Em sua grande maioria as mulheres traem por insatisfação, vingança ou pq simplesmente são mulheres promíscuas.

  • Jéssica Carvalho

    porque só homens entraram, neste assunto, o medo é tanto assim?
    nós mulheres, pensammos o que vcs pensam.
    se vcs acham q nos traimos, nos pensammos o mesmo,
    se vcs acham que nos duvidamos de voce, yéee, idem
    entao , relaxem, e curtam o momento

    até vcs seerem traidos,
    porque voces so são, traidos por um unico motivo.,
    porq a pessoal com quem vc se realciona nao eé realmente a pessoa q voce ama!
    Fato ##

  • Clara

    Li os comentários e gostaria de dizer o seguinte: homens e mulheres são realmente muito diferentes em tudo. O que vocês pensam sobre relacionamentos não tem nada a ver com o que pensamos. Parece até que o relacionamento entre nós está fadado a nunca dar certo. E, no entanto, muita gente consegue. Observando todo esse povo que consegue fica muito claro que, para um relacionamento ser bom e NINGUÉM ser traído, são necessárias três coisas: que os dois tenham maturidade emocional, honestidade no relacionamento e muita conversa. Porque vocês têm tanto medo de ser traídos? Será que é porque traem muito? Se o mundo acaba para vocês quando são traídos, já pararam para pensar no que elas sentem quando vocês as traem? Como é que isso pode dar certo? Se você só atrai mulheres interesseiras, das duas uma, ou você é milionário ou é uma pessoa tão vazia (de afeto, de assunto, de conteúdo humano) que a única coisa que ela consegue ver em você é seu carro ou sua carteira (geralmente nem tão recheada assim). Não fiquem tão preocupados, nós, mulheres, gostamos muito de vocês e estamos sempre em busca de um parceiro.

    • Fernando

      Adorei seu comentário Clara, dá pra ver que é uma mulher sensata, e a palavra chave, como vc disse, é a maturidade emocional, quando os dois são experientes e sabem o que querem, a traição simplesmente não acontece. Temos medo de sermos traídos pelo simples motivo de que construímos e direcionamos nossas vidas e nosso tempo em prol da mulher que escolhemos além de sabermos que as mulheres quando traem, não traem apenas porque querem sentir um corpo diferente (como nós homens fazemos), mas principalmente porque sabemos que isso significa o fim, que tudo vai mudar, que todos os pensamentos, afetividade e objetivos da mulher a partir daquele momento estarão direcionados ao seu novo relacionamento, e é por isso que quase nunca perdoamos, pelo menos plenamente.

      • Renata

        Fernando gereralizou. “Nunca perdoamos”. É melhor falar por si mesmo. Eu “perdoei” e “fui perdoada”. Acho que não entender e relevar as fraquezas e imaturidade do outro demonstra falta de amor. Significa que seu ego é maior que seus sentimentos, e aí realmente acho que não tem como continuar uma relação assim.

  • http://pulse.yahoo.com/_RAJOVE7FLN3OXYK42SJCUZRJZE Tamires

    Eu diria que meu ex precisa ler esse tesxo!! Ele faz tudo errado! Por isso virou ex!! rsrs

  • Lusmente

    Possuir uma unica opinião sobre o carater do outro é o mesmo que dizer que: Sendo a terra um dos menores planetas do univerço,é o unico com vida, seja la de que tipo.Na maioria das veses nos mesmos não nos conhecemos, e desconhecemos o nosso carater.O melhor é vc coopreender como vc funciona,  saber como vc é , é impresindivel para se feliz, se vc se conhece e principalmente se ama , nunca deixa-ra o outro te machucar,só somos cornados quando permitimos,porque os avisos estão ai na sua frente e vc ainda quer acreditar que com vc vai ser diferente. A natureza do ser humano é poligama, tanto homens como mulheres traem, quando isto faz parte de sua natureza, não tem a haver com carater , porque carater não da adrenalina, e presisamos dela para a felicidade.Tem a haver com a posse que queremos ter do outro,me entrego todo(a) a relacão, mas quero a troca integral também, gente é complicado porque ninguem é de ninguem,e quando somos só de alguem arrumamos desconfortos no relacionamento, porque fica tudo na mesmice, ai adquirimos patologias para sanar a vontade de viver ..Depressão é sinonimo de infelicidade, ta cheio de relacionamento ai que os parceiros são fieis e doentes, assim como tem muitos que vivem na fidelidade e são felizes.Então ao meu ver dentro do meu casamento de 27 anos,é conpreender que:  todo ser é unico, e não da para generalizar, mas sim analizar como funciona a pessoa com quem vc se relaciona,e como vc funciona dentro deste relacinamento.E se é isto que vc quer para a.SUA VIDA. Entederam se a vida é particular de cada um  porque queremos a posse do outro, para fase-lo infeliz a nosso lado?.O compreender o ser humano é a maidesafo filozofico do ser homem. bjos, lusmente @yahoo.com.br

  • http://pulse.yahoo.com/_RAAOTVFJ3WEMJQPD4Q34INJEB4 Tucca B

    é interesante!
    Mas uma questão me veio a cabeça e quero saber mais sobre sua opinião quando fala:”Se for um apelido constrangedor, ótimo. Se for a morte, melhor ainda.”
    Vlw Abraço

  • Fernando_walrus

    Não concordo com o escrito, para ser traído depende mais da predisposição da pessoa, da saúde do relacionamento, do respeito. 
    Esse textinho aí dá diquinhas de como ser mais homem e de fazer ela gostar mais de você, mas assumir  que essas coisas são essenciais para não ser corno é muita bobagem. 

  • Mano Cruz

    Tem é que cagar e andar pra mulé,e quendo tiver junto ser meio palhaço e as vezes meio escrôto e levar a vida com liberdade, assim ela fica na curiosidade de saber o que tu tá fazendo  . Simples assim .
    Levar a vida, fazer o que tiver vontade, se ela for apaixonada ela te acompanha se não for ta tudo errado , e ai o melhor é ir cada um pro seu lado. Só concordei com uma afirmação: Tem que parar de reclamar e criticar. Tem que aprender a ficar calado em certas horas e elogiar alguns procedimentos.

  • MIke

    Que post horrivel, nao remete nada a realidade.
    Isso é apenas opnião pessoal minha ok pessoal
    Foram os 3 minutos mais perdidos da minha vida

  • sii

    olá lucas bolzan adorei seu comentario; é a pura verdade!!

  • ginegona

    NOOOSSSAAA!!!!! Não imaginava que o tema fosse tão polêmico entre os homens…MENINOSSS não fiquem grilados não… É só vcs mostrarem serviço…. atenção, pegada, presentinhos, surpresinhas… entenderam…hein… QUE FOFOS!!!!

  • Lucas

    Esqueceu a sexta coisa que não deve fazer: Seja Bonzinho e faça tudo por ela/com ela!

    Mas sebem que isso já está implícito na dica 2 e na 5.
    Texto muito bom!

  • Karine

    “De fato, por mais que sua mulher diga que o traiu por causa dos seus bloqueios, por ciúmes, vingança ou qualquer outra coisa relativa a você ou à sua conduta, a verdade é só uma: ela o fez porque podia e queria. É exatamente a mesma liberdade que permitiu que ela começasse um relacionamento com você. Liberdade essa que nunca deixa de existir. Liberdade mesma que causa felicidade ou sofrimento.”
    A recíproca é verdadeira! É bom que valha para vocês (meninos) também…
    Gustavo Gitti, gostei de você ;)

  • Vm

    vendo os comentários / textos dos representantes da classe masculina já justifica a falta de relacionamentos saudáveis…

  • Luana

    Os comentários dos homens são sempre os melhores. Você pode ver, em assuntos femininos tudo vira polêmica, mas quando se trata de vocês, tudo é levado numa boa, sem drama. Eu adoro ler essas coisas, porque sempre me acabo de rir! Só que dessa vez, eu vou me expressar também: Os homens traem, assim como as mulheres traem, apesar de que sempre há exceções (e hipocrisia!). O problema não é ser traído, o problema é que descubram e você acabe com um relacionamento de anos, por algumas horinhas de prazer. Só que aí vai de cada um, ver se vale a pena correr esse risco, porque depois, vai ter que arcar com as conseqüências. Eu já traí e me arrependo até hoje, porque todos os dias eu me pergunto: Tem como viver sem vocês? Não. Então, pra mim, não vale a pena correr esse risco. 

  • Smashilha

    Ser bonzinho é pedir pra se F… , não só necessariamente ser corno.

  • Smashilha

    Ser bonzinho é pedir pra se F… , não só necessariamente ser corno.

  • Lu

    jonas meu querido, acho que você viu muito filminho hollywoodiano para formular uma teoria assim tão simplista do caráter. bandidos/mocinhos, mocinhas/putas. ainda bem que a vida real é bem mais matizada que isso. mike patton sofre de paranóia: pobres homens tentando defender seu patrimônio de aves de rapina gostosas. a questão é que muitas vezes o ricaço adora uma beldade pra desfilar na rua. ele escolhe a mulher como uma mercadoria. a mercadoria por sua vez não é de graça. acredito que tanto o primeiro ( acha que vive num filme, e num filme ruim, em que personagens não são matizados, polícia censora pronta pra julgar um desvio de caráter) e o segundo (o selfmade man ‘vitima’ da mulher materialista) estão entre os targets mais fáceis que eu consigo imaginar para uma belíssima de uma traição.o espertinho do normal também não fica muito atrás não.

  • alooin

    E todas essas recomendações e propostas são baseadas em…?

    Sim, porque para recomendar com tanta segurança o que se deve ou não fazer para não ser traído, o sujeito no mínimo deve ter décadas de experiência clínica em análise ou ainda um bom estudo comparativo de diversos estudos científicos sobre o assunto.

    Não?
    Hum, entendi. Então vale tanto quanto o conselho de qualquer transeunte por aí.

  • Mariana Souto

     kkkkkkkkkkkk
    corno detect

  • Mariana Souto

     Gostei. Disse tudo, deixar de filosofar e ser vc mesmo sem medo de ser feliz, sem medo da outra pessoa te trair, pq senão vc nunca vai viver plenamente, sempre com medo de alguma coisa, deixando de se aprofundar, de viver um amor, de quebrar a cara e perdendo muitas coisas maravilhosas, incríveis!!!!

  • Pingback: Quem é seu autor preferido no PapodeHomem? | PapodeHomem

  • luiz carlos e Maria

    corno é uma palavra xula para casais de nivel. Que tal ser-mos cumplices ?

  • Double

    HAJA, se escreve com “H”

    • everton maciel

      aja, de agir. Não se escreve com H, se és que estás falando do título posto ao ponto 2. Haja é do verbo haver. Haja visto, bla blá.

  • Mike

    acredito no respeito, isso não leva a traição, se a pessoa tiver em mente que não quer estar com o(a) atual parceiro(a), ela vai largar e tocar em frente. Agora se continuar a engar, pra mim merece muito mais do que despreso!

    • Mike

      Enganar*

  • Welligton B. de Carvalho

    Tudo é uma loteria, primeiro tenha competência para administrar sua vida em todos os sentidos e espere o resultado.

  • everton maciel

    parabens velho

  • disqus_HQl9LwTw0e

    Algumas opiniões :

    Na dois, acho que o problema é “só”. Só agradar a mulher. Viver em função do outro nunca é bom, os dois precisam respirar e às vezes o outro fica com vergonha de te afastar um pouco, mas essa atenção exagerada cansa os dois. Lembre-se que ela é adulta e se vira sozinha. Mas se ela pedir ajuda, esteja lá.

    Na 3 eu concordo, embora eu ache impossível. Todos se reprimem, as pessoas reprimem a si mesma que dirá os outros. Tudo que você pode fazer é prestar atenção para não exagerar.

    No último eu tenho que dizer : minha mulher não é minha mulher porque eu a tenho. Ela é minha mulher porque ela se deu pra mim, que nem eu sou dela. Não acho esse conselho muito útil, porque parece que encoraja o cidadão a viver a paranóia, viver uma dimensão paralela em que amanhã ela vai embora. Claro que ela pode ir embora a qualquer momento, mas eu também posso, só que eu escolho não ir. Pessoas podem ser surpreendentemente fortes, mesmo frente à terremotos.

    E por último, ser corno e ser largado são coisas diferentes. Todos esses motivos são motivos para ela te largar, mas nenhum é motivo pra ela te cornear.

  • Lígia

    A traição é um assunto muito doloroso porque como o Luciano Ribeiro disse é algo que nos faz procurar possíveis erros da nossa parte e sem dúvida da parte da outra pessoa, cientificamente somos seres infiéis que condicionado a regras morais e de conduta tentamos ao máximo segui-las no caso feminino para não sermos rechaçada perante os outros.Onde quero chegar ?A traição é algo inato em nós mas que lutamos frequentemente , e o fazemos porque para ao nosso ego uma traição é um duro golpe.
    Dissemos que quem trai não tem caráter porque é mais uma forma de condicionar as pessoas a um padrão de pensamento e que ele consiga frear nossos desejos, nossos ímpetos.Contudo não há como evitar tal situação , mas sim adquirir resistência suficiente para resisti-la e superá-la.

  • Daniel Pereira

    O que diabos é traição? A mulher dar pra outro sem que o companheiro saiba? Ou a mulher trocar de companheiro por livre vontade? Nesse caso eu acho que abandono seria o melhor termo?

  • Daniel

    Ridículo esse texto, com ou sem esses passos, se a mulher quiser trair ela vai, assim como se ela não quiser trair ela não vai mesmo o cara fazendo todos esses passos

    Ser corno ou não, depende do caráter da outra pessoa, não do seu comportamento, se não está satisfeito com o comportamento seu parceiro, reclame com ele ou termine o relacionamento, traição é total falta de respeito com a outra pessoa que confiou em vc

  • Allan Primieri

    Você pode até não querer mais ficar ao lado de seu companheiro/a, mas não precisa trai-lo. Pode e acho que deve muito bem terminar o relacionamento, e partir para outra.

  • Allan Primieri

    Praticar a “lei do desapego” ou escolher uma única pessoa? E se essa única não for tão única quanto você pensou? “Ela não era o que eu esperava… talvez eu também não fosse o que ela esperava.” :(

  • Kaio Sousa

    O cara tem autoridade demais nesse post !!
    É iluminista Luciano ??

  • lec

    Boa demais essa Vitorclaus!!!!

  • Allan Primieri

    “Meu Deus, fazei com que eu não seja corno, se eu for que o não sinta, se eu sentir que o não saiba, se eu souber que não acredite, se eu acreditar que não veja, se eu vir que me conforme…” Amém! XD

  • Marcio Black

    estou pensando em morar em uma caverna para não ver e nem sentir todo tipo de traição kkkkk

  • Marcus Barnetche

    É difícil discutir caráter pois caráter é relativo, relativo a valores, e as pessoas possuem diferentes valores. As pessoas que se entendem e concordam neste forum tem valores semelhantes e por aí vai. Eu concordo com o seu comentário e deve ser por isso.

  • Julio

    … se romper a barreira de compartilhar sua gata … não conseguirá voltar ao nível mortal de tesão e adrenalina …..

  • Tiffany

    Acho que nada justifica uma traição, seja de homem pra mulher ou vice-versa.

    Se certas coisas estão incomodando, porque então não terminar o namoro? É uma questão de respeito. Inclusive pagar na mesma moeda, na minha opinião, é uma vingança idiota.

    Acredito que o item 5 é o único realmente MUITO relevante para as mulheres se considerarem parte da vida de quem elas amam, mas mesmo assim não justifica traição por parte delas.

    Se estiver se sentindo mal com o relacionamento, existe a tentativa de uma boa conversa ou de terminar. Trair é falta de respeito, seja com quem for.

    • Leonardo Silva

      Traição é a coisa mais idiota que ainda existe em nosso tempo. É só para os fracos de coração, pra quem não aguenta tomar um “não” ou ficar um tempo sozinho porque a relação atual já se esgotou. E como nesse mundo tem gente fraca e débil… :P

      A traição foi inventada na época em que os homens e mulheres eram fantoches sociais e tinham que viver baseados em aparência e status social de “famílias perfeitas” e tradicionais, enquanto as mulheres eram consideradas propriedades exclusivas de seus maridos e quando a religião exercia o poder de império sobre as vidas dos homens.

      Especialmente para as mulheres da época, era uma arma a ser usada contra a dominação masculina, já que em qualquer tempo a traição masculina sempre foi vista com indulgência ou até mesmo incentivada.

      Bom, os tempos mudaram, as coisas passaram, mas certas tosquices culturais parecem muito difíceis de serem revertidas. Por isso mesmo eu considero que quem trai nos dias de hoje é centenas de vezes mais fraco, mesquinho e tosco do que nossos antepassados.

      Eles ainda tinham algum motivo social pra isso (pra muita gente – especialmente pras mulheres que casaram forçadas e se sentiam viver num inferno, saber trair muito bem escondido era até questão de sobrevivência), hoje em dia esse motivador praticamente já não existe mais, portanto, por mais que alguém tente “justificar” por que traiu, isso hoje em dia é algo simplesmente injustificável.

      • Renata

        “Quem trai nos dias de hoje é centenas de vezes mais fraco, mesquinho e tosco do que nossos antepassados.”
        Só que todo ser humano, inclusive você, Leo, tem suas “fraquezas. mesquinharias e tosquices”. Aposto contigo que se fizermos uma devassa na sua vida encontraremos várias fraquezas, tosquices e mesquinharias “injustificáveis”. Cuidado com a soberba. Já passei por essa fase.

      • Leonardo Silva

        Renata, não tente comparar defeitos pessoais leves que todos tem com uma atitudes iguais a essa, porque não se compara. Eu sou um cara que tem desejos sexuais e tudo mais, também preciso de muita coisa em relacionamentos, às vezes fico entediado em uma relação, etc.

        Mas NUNCA, JAMAIS me envolvi em nenhum tipo de joguete sujo como esse e nem vou me envolver. Te juro, nem uma única vezinha. Nem um “deslize”, nada. E olha que eu já tive fases de “devasso”… mas sempre fiz questão de manter as coisas às claras de qual eram as minhas intenções com cada coisa em cada momento. Se é amizade, é amizade. Se é só sexo, é só sexo… se é ficar, é ficar. Se é namorar, é namorar. Se é casar, é casar.. e pronto! Caso a pessoa não concorde, ela tem toda a liberdade de não aceitar minhas condições e passar pra outra ou insistir comigo (até pq a gente muda de ideia mesmo com o passar do tempo e uma coisa que começa pequena pode virar caso sério)… mas aí se ela quiser insistir que eu mude e eu não mudar, vai ser um risco assumido com consciência do qual ela não vai poder nunca dizer “ah, mas eu não sabia!”.

        E não ache que eu também já não estive na situação contrária – a de esperar certo envolvimento e não ter o que eu esperava e sofrer “decepções” amorosas, mas como eu disse, não me importo se isso já estava esclarecido desde sempre, era um risco que qualquer um assume quando tenta algo novo.

        Agora traição, nunca, jamais aceitei nem nunca aceitarei.

        É apenas questão de maturidade psicológica e respeito ao próximo (no caso à próxima). Se não quero que façam comigo, não faço contigo e pronto. Não é apenas por moralismo barato ou por achar “feio” ou pecado. Eu não traio porque tenho várias alternativas pra isso, todas elas viáveis. Trair é um comportamento social dos mais baixos que já desenvolvemos, numa sociedade livre, nada o justifica e não sei se vai existir alguém capaz de me convencer do contrário.

        E falo isso de consciência tranquila. Por mim, pode investigar o quanto quiser porque te garanto que nesse sentido de sacanear o próximo ninguém vai achar nada.

        Abs.

  • Mari

    Bom, eu não traio ninguém, termino o relacionamento. Não tô julgando ninguém aqui, simplesmente não faço porque não gostaria que fizessem comigo. Acho que nasci na época errada…

  • Lee Mpaula

    COSTUMO DIZER QUE HÁ TRÊS TIPOS DE TRAIÇÃO….. HÁ A TRAIÇÃO SEXUAL, A MAIS COMUM E QUE TODOS PENSAM SER A ÚNICA, MAS HÁ A TRAIÇÃO EMOCIONAL, E HÁ A TRAIÇÃO MENTAL….. COMO ASSIM…. veja que você pode estar casada(o) com seu marido a anos… e ele simplesmente sempre foi apaixonado secretamente por outra mulher que nunca pode ser sua, e por circunstâncias da vida ele acabou namorando e casando com você, não é que ele não goste de você, ele gosta, mas dentro do coração dele há um compartimento secreto para ela, que ele nunca vai falar ou dizer, mas está lá. ESSA É A TRAIÇÃO EMOCIONAL. Há a traição mental, ele ama você, está casado ou vive com você….mas tem uma vizinha gostosa do apartamento de cima, que ele fica arrepiado até o último fio de cabelo do corpo cada vez que ela entra no elevador, e quando ele se masturba no banho é nela que ele pensa, ele não vai trocar você por ela, porque ele ama você, mas ele tem duas mulheres na cabeça de cima ( rss) ESSA É A TRAIÇÃO MENTAL. E há a vulnerabilidade de qualquer homem diante de um rabo de saia disposto a “dar dadivosamente” é aquela criatura feminina que vive se “fresquiando” para o seu namorado ou marido, e porque um belo dia houve a oportunidade, a vida deu um jeito da relação não estar bem, a criatura se ofereceu como nunca e a coisa acaba acontecendo, não é que ele não ame você, não é que ele não tivesse pensado em você, apenas os instintos de macho falaram mais alto. Então relaxa… de alguma maneira você será traída, assim escolha a que menos lhe atinge…Se você acha que a parte física é a mais importante, pare e pense…. você gostaria de estar casada com um homem que nunca te traiu fisicamente mas tem outra no coração? Gostaria de estar transando com seu namorado ou marido e ele dizer o nome da gostosa com a qual sonha e se masturba sempre?
    Há você não sabia que ele se masturbava pensando na outra… querida não seja inocente… todos eles praticam isso…. e constantemente sem que você nem saiba….. E AI agora ficou fácil decidir? Rsss… é uma decisão difícil, não se iluda… de alguma destas três formas você vai ser traída então relaxa…. eu optei pelo coração…. se o coração estiver comigo já é algo importante, porque pra mim isso é o fundamental… no resto… bem fazer o que né!

  • Alex

    Parabéns Luciano Ribeiro pelo seu texto! refleti sobre os assuntos em questão e me vi em algumas delas, estou solteiro no momento, conheci algumas mulheres bem legais, mas, eu vacilei com algumas e não soube como manter outras, enfim. Foi de grande serventia!

  • Tay Ribeiro

    Muito bom o texto, mas pra mim esse é um manual de “Como ser Trocado”, e não “Como ser Corno”, comigo é simples, se o relacionamento não ta valendo a pena, cai fora… Quem precisa trair quando se é independente e livre pra fazer escolhas (e assumi-las)?

  • Lee Mpaula

    MENINOS um recado pra vocês….. a única coisa que garante que uma mulher não vá trair vocês é o amor que ela sente por vocês… ficamos cegas para qualquer outro quando os amamos de todo o coração….. só isso… se conseguirem cativar e manter cativo nosso coração estarão bem mais seguros…. ai é que mora o nosso segredo… nosso coração!
    Cultivem a conversa tranquila, cultivem o carinho de maneira tranquila, cultivem a intimidade (proximidade), cultivem o bom humor e nos façam constantemente rir, ajudem e colaborem com as tarefas da casa, uma mulher cansada nunca será boa companhia e nem terá tempo de se embelezar para vocês( aquelas coisas femininas: depilação, unhas, sobrancelhas, cabelos), sejam parceiros, sejam nossos amigos, não nos maltratem, quem maltrata sua mulher será certamente corno em algum momento.
    Sejam sexualmente ativos, tem muitos e muitos homens que acreditam piamente que mulher não gosta tanto de sexo, é um grande engano, um dos piores, não precisa ser um acrobata do sexo, nem ser um sexomaníaco, mas transar uma vez por mês não dá certo, transar sem beijar na boca com sua esposa de 10 anos de relacionamento, você está abrindo uma brecha enorme para que ela ache outro e você se torne corno ou está pedindo um lindo divórcio. Tenho tantas amigas que acabam confessando que seus maridos já não as procuravam mais sexualmente que foi por isso que traíram, tenho outras tantas que pediram divórcio pelo mesmo motivo, elas aguentam um tempo, as vezes até bem grande 2 ou 3 anos já vi as que aguentaram até 5 anos sem sexo, mas dai acharam um que olhava diferente…. e não houve jeito de resistir! A comunidade masculina nunca fala disto, é um tabu, os homens jamais vão comentar que não transam com suas mulheres a 1 ou 2 ou 5 anos, fazem de conta que isso não está acontecendo, vendem o peixe de que são um casal bem resolvido, para os homens revelar isso é como se auto condenar a morte na comunidade masculina, mas é mais comum do que vocês pensam.

  • Leonardo Jeremias Bráz da Silv

    Esse tipo de coisa não tem regra, ou passos. Claro que fazendo esse tipo
    de coisa além de corno, a pessoa é infantil e idiota. Receita é só de
    bolo meu amigo, e se o cozinheiro não for esperto não fica bom!
    Apenas seja você mesmo, tenha respeito a seu ou sua parceira e respeite o espaço do outro, o resto tendo amor é consequencia!

  • Victor Rodrigues

    true fucking story.

  • Camila Lof

    top!!!

  • Ricck

    “Não existe garantia alguma de que estes “conselhos” deem certo ou impeçam de alguma maneira que sua mulher olhe ou deseje um outro homem.”

    Totalmente natural, possa ser que não seja normal… Homem também não deseja?

  • Cecatto

    Que loucura!!!!!

    Bom seres, me explique por que e mas fácil fugir das coisas do que conserta-las?
    Por que temos sempre que se apoiar no outro?

    Por que viver de duvidas, medos e insegurança….

    Por que razão temos que criar escudos, enquanto deveríamos estar em nosso eixo…?

    Por que o termo possessividade não esta nas entre linhas você só é minha, eu te quero, sua amiga e bem apertadinha, Adoro.

    Por que ninguém é de ninguém?

    Afinal por que vivemos de COMPARAÇÃO?
    Gostaria de saber a onde foi parar as bases de um relacionamento….

    Outro dia ouvir dizer que amor, respeito, fidelidade, dialogo, cumplicidade, amizade, companheirismo, confiança…. faziam sentido em um relacionamento.
    E agora podemos abrir um ” mercado de pulgas”, pra ver qual vai ser o primeiro a dar o lance máximo a ferir a integridade do outro.

    Puta desconfiança, vou te ferrar antes que você faça isso, certo.

    Inovação, Atitude, criatividade e acima de tudo VALOR MORAL, podem dizer que

    sempre vai existir pessoas mas equilibradas a ponto de dizer …

    “não, é aquele que domina, tem mas poder político e financeiro, mas aquele que serve”…

    trexo do livro Nunca Desista de Seus Sonhos.

    Bora, que cada um seja feliz com suas escolhas e sejam dignos de saber fazer um recomeço, com a mesma ou outra pessoa ….
    Como diz um velho conhecido meu, não me procure no passado pois não moro mas lá, coloque tudo na balança e peça o seu preço.

    A curiosidade matou o gato….

  • Alex Marques

    Pra mim, ter caráter é simplesmente, não fazer aquilo que venha a desmoralizar alguém, ser desleal, destruir sonhos alheios, não cumprir com o combinado, fazer aos outros aquilo (sacanear) que não é desejável a sí próprio. Traição é algo que pode ser cometido por qualquer pessoa, assim como qualquer outra atitude irresponsável, mas o caráter impõe limites, definindo a índole do indivíduo. Me coloco como exemplo, tenho uma namorada que amo, se a amo, logo sou leal a ela, respeito, trair nunca foi e nunca será uma opção, pois se eu tivesse que trair, então eu não teria porque estar junto, pois não haveria amor. Simples. Eu e ela pensamos iguais, amar é respeitar, amar é ser solidário, amar é sofrer junto e sair do problema juntos. Se for pra casar ou namorar alguém egoísta, cujo o pilar do relacionamento é baseado em bens materiais, prazeres e outras coisas, então não tem porque haver relacionamento, pois tudo isso é passageiro. O ideal é ter o essencial (bens materiais) para se viver, e vida de sobra, amor de sobra, consideração de sobra, dedicação de sobra, Fé abundante, carinho de sobra e pensar no outro antes de sí próprio. Quem ama não traí, quem traí é egoísta, desleal, não vale o que come e pode ter certeza que isso vai doer um dia, as más ações um dia vão doer muito. Então vamos viver bem, com amor e lealdade.

  • micael sousa

    pelo jeito é tudo corno aqui kkk… pois se você vê a traição(pelo que eu entendi o texto fala de mulher casada, pois em MINHA opinião quando você chama uma mulher de sua mulher se sentindo a vontade ela deve estar CASADA com você. isto mesmo CASADA, porque hoje em dia namoro e fica não tem diferença kkk…) como algo normal há 99% de chance de você ser corno manso, isto para os que se dizem homens. se você mulher encara a traição como algo normal você é,com todo respeito, uma mulher promiscua que não serve pra casar e, esqueci de dizer, você só acha normal a sua traição porque já que vocês falam que o ser humano é um ser relacionável, que uma relação paralela pode começar do mesmo jeito que a “oficial” começou, então nada mais justo que seu marido montar um harém, não é ? o problema é que a traição só é normal se for da parte feminina, então temos ai um caso de promiscuidade generalizada. na minha opinião, igualmente a todos os homens que tenham algum vestígio de auto-respeito, se o cara precisa se preocupar em não ser traído pela sua ESPOSA ele já cometeu um erro fatal, pois no fundo ele sabe que ela é sim capaz disso e mesmo assim CASOU com ela, meus pêsames você uma hora ou outra será presenteado com um chapéu de touro, não adianta nem fazer macumba nem muito menos seguir as dicas acima pra não ser corneado então vire macho e comece a tolerar menos a promiscuidade feminina desenfreada, pois elas estão mal acostumadas elas querem entrar em um casamento sem abdicar de nada, sem assumir nenhuma responsabilidade. porque o texto mostra que a unica responsabilidade é do homem, de agradar a mulher, de não pisar na bola de ser fiel e mesmo assim esta sujeito à traição. isso esta alem da minha compreensão. ah… e a primeira impressão que tive quando li este texto foi que uma mulher que o tinha escrito, me surpreendeu ver que foi escrito por um homem eu admirava este blog até ler este texto confesso que para um blog entitulado “papo de homem” não estão fazendo jus ao nome. e antes do mimimi isto foi uma critica baseada na MINHA opinião e criticas construtivas são bem vindas, abraço a todos.

  • Alex Marques

    Pra mim, ter caráter é simplesmente, não fazer aquilo que venha a
    desmoralizar alguém, ser desleal, destruir sonhos alheios, não cumprir
    com o combinado, fazer aos outros aquilo (sacanear) que não é desejável a si próprio. Traição é algo que pode ser cometido por qualquer pessoa,
    assim como qualquer outra atitude irresponsável, mas o caráter impõe
    limites, definindo a índole do indivíduo. Me coloco como exemplo, tenho
    uma namorada que amo, se a amo, logo sou leal a ela, respeito, trair
    nunca foi e nunca será uma opção, pois se eu tivesse que trair, então eu
    não teria porque estar junto, pois não haveria amor. Simples. Eu e ela
    pensamos iguais, amar é respeitar, amar é ser solidário, amar é sofrer
    juntos e sair do problema juntos. Se for pra casar ou namorar alguém
    egoísta, cujo o pilar do relacionamento é baseado em bens materiais,
    prazeres e outras coisas, então não tem porque haver relacionamento,
    pois tudo isso é passageiro. O ideal é ter o essencial (bens materiais)
    para se viver, mais amor, fidelidade, consideração,
    dedicação, Fé abundante, carinho, respeito e pensar no outro
    antes de si próprio. Quem ama não traí, quem traí merece a solidão, pode ter certeza que isso vai doer um dia, más
    ações um dia vão doer muito. Então vamos viver bem, com amor verdadeiro e fazendo o bem.

  • Gustavo

    Meu resumo sobre caráter:
    Pessoa com caráter: Estou num relacionamento, mas estou infeliz. Fulano está dando corda para mim. O que faço? Resposta: Discuto meu relacionamento com a pessoa. Se for o que preciso, termino e fico com Fulano.

    Pessoa sem caráter: Estou num relacionamento, mas estou infeliz. Cicrano está dando corda para mim. O que faço? Resposta: Traio, reclamo do meu relacionamento, traio, reclamo novamente, traio e espero alguém contar para o corno sobre a traição;
    Perceberam? Me desculpem, mas falar que pessoa que trai tem caráter é o cúmulo da falta de moral. Você não é obrigado a ficar com ninguém. Mas a partir do momento que está, a presença de caráter te obriga a não trair. Logo, traição é sim ausência de caráter. E não comparem com assassinato, estupro, ou coisas do gênero. Estamos falando de traição, de quebra de confiança. E isso derruba sim anos e anos de relacionamento. Traiu depois de 30 anos? Falta de caráter! Não pensou na outra pessoa, na história que têm juntas, no que conquistaram. Pensou apenas no seu desejo momentâneo. Onde está o caráter nessas horas? Ter caráter quando não é testado é fácil. Quero ver quando é posto em prova… Então sim, quem trai demonstra falta de caráter sim!

  • Isis Marques

    (Eu acho engraçado o pessoal reclamando dos passos quando da pra ver que eles são claramente um recurso pra cortar o texto e tornar mais facil de ler…além de gerar titulos que são importantes em SEO…)

  • Yanna Braga

    Tava quase decepcionada com o papodehomem, mas como pulei pro final do texto curti =P

  • Douglas Dutra

    Ótimas dicas.
    Eu uso a velha e clássica maneira que faze-la feliz sempre que posso e conquista-la um pouquinho mais a cada dia ou após cada discussão :P

  • Thiago Santos

    Mt foda!

  • Luciana Maganin

    Muito bom texto, ótimo raciocínio. :)

  • Breno

    Acho que a galera é muito hipócrita e machista. Eu mesmo posso me encontrar em alguma dessas posições em determinadas situações, mas o termor e intolerância que acontece em torno da palavra “corno”, é ridículo, se vista a frequência que isto ocorre.

    Tem gente debatendo nos comentários sobre falta de caráter da pessoa que trai e de crise moral da sociedade. Simplesmente, é acho ridículo. Qualquer pessoa que já teve um relacionamento sabe que ele é composto por um milhão de variáveis e não é tão simples fazer aquelas afirmações que fazemos quando criança “Não faz sentido namorar e trair, é melhor terminar!”.

    O que vejo hoje em dia são vários homens que traem pra cacete, mas ao mesmo tempo são ciumentos e neoróticos em serem “cornos”. A verdade é que muitos homens sentem vontade de ter contato físico com outras garotas, mesmo que AMANDO a sua namorada ou mulher. Sei que nem todas as pessoas são assim, existem exceções, mas muitas pessoas se enquadram nesse perfil.

    “Ah! Não é porque tenho vontade que eu vou ser um fdp e pegar outra!”. OK, cada um faz as suas escolhas e aí que entra a discussão do caráter, mas a verdade é que ficar rotulando essas situações é outra perda de tempo. Só quem está em um relacionamento é que sabe o que está vivendo e às vezes aquele momento de “traição” tenha sido só uma recaída da menina que está em um momento difícil e não tem a atenção do namorado.

    Todas as dicas mencionadas no texto são válidas, mas resumindo: Aprenda a gostar de você mesmo que automaticamente você sempre tomará suas decisões pensando em você em primeiro plano. Tendo confiança e atitude você vai viver naturalmente conforme as dicas do colunista e a sua parceira vai estar interessada em você. O que não faz sentido é ficar tentando levar à risca as dicas porque tem MEDO de ser “corno”. Ser inseguro desse jeito vai ser o primeiro passo para você sucumbir.

    • Juca

      É bem isso!!!

    • Renata

      Falou tudo, Breno. Cheio de paladino da moral por aqui. rs… Quero ver analisar a vida de cada um, em várias esferas, pra ver se é todo mundo tão “santo” e “correto” assim. Isso me cheira é medo, muito medo.

  • cadmus

    acho que esse texto não ensina a não ser corno, mas sim a levar a situação na boa quando for chifrado he he

  • Henrique Pessoa

    Ótimo post, não foi moralista, nem hipócrita. Levantou uma discussão interessante.
    Mas eu discordo na última parte. O relacionamento é justamente se entregar, ser carente. Sem isso, não é relacionamento, é sexo.
    É como o amigo disse, não quer ser corno, não se relacione. Esse pelo menos é o único método 100% garantido, acho que seu guia se trata mais de desapegar do que realmente evitar ser corno. Porque não tem dor se não existe apego.
    Mas fugir para sempre de um relacionamento mais sério, não me parece muito maduro.
    E para mim um relacionamento frio é a mesma coisa que bosta. É até pior.
    É nojento. Acho muito mais digno transar com uma puta.

    Outro ponto. Acho que isso de botar a culpa no parceiro pela traição é coisa de gente mesquinha. É questão de caráter mesmo. Eu não trairia minha namorada. Simples assim. A não ser com a intenção de ferir propositalmente, mas ainda não poderia colocar a culpa nela.

    E não se preocupe, isso as aflige tanto quanto a nós. É um sentimento natural, cientificamente falando.
    Enfim..

  • Rafael

    Acho que estão analisando de uma maneira errada. A questão não é ter ou não caráter e sim de respeitar o/a companheiro(a). Nem entro na questão do quanto você gosta ou ama a pessoa mas sim do respeito que você tem por ela. NADA É SIMPLES NA VIDA! Nenhuma relação é simples, não existe manual, mas na minha humilde opinião a traição é um desrespeito independente dos motivos, você pode ter todos os motivos do mundo mas se você está a ponto de desejar outra pessoa tem que ser homem ou mulher suficiente pra falar ou simplesmente pular fora da relação. Quando há traição, você magoa, fere e acima de tudo desrespeita a pessoa que mesmo por pouco tempo te proporcionou momentos de prazer e alegria. Pode ser um cafajeste, vagabunda ou qualquer outra coisa mas tem que haver o respeito mútuo na relação tanto durante como no fim.

  • sabrina

    A psicóloga Giovana Del Prette discute o comportamento ciumento na questão das consequências e do controle de estímulos. Para acessar a matéria “Breve análise comportamental do ciúme”,
    http://www.blogdagi.com/2010/03/ciumes-e-controle-de-estimulos.html?spref=fb

  • Amanda

    As pessoas confundem falta de objetividade com liberdade.
    Somo seres
    de livre arbítrio, e ainda não inventaram uma maneira de sermos
    controlados, liberdade todos temos para fazer qualquer coisa (qualquer
    mesmo), as consequências é que nos fazem pensar duas vezes, por isso os
    controles sociais como religião, o direito, mas isso não vem ao caso.

    Oras, se você se compromete, você está demonstrando para a outra pessoa
    que quer ser exclusivo dela, a questão não é “pertencer” a alguém, mas
    dedicar-se e tomar um rumo ao lado da pessoa, é ter sintonia, planos. A
    partir do momento que
    alguém comprometido deu brécha para conhecer outro alguém, conquistar/
    ser conquistado, ele não está sendo honesto com o outro e
    principalmente, consigo mesmo. Pensemos, é justo você demonstrar querer
    algo ao outro e na verdade agir de outra forma? Deixar a pessoa presa a
    você nesta situação não seria egoísmo? É falta de responsabilidade com
    os próprios atos esconder algo assim, medo das consequências pois se
    deixar a pessoa ciente desse seu lado você pode perdê-la, ou pode ser
    até que ela simplesmente
    aceite, mas também queira ficar com outras pessoas…

    Mas o que ela significa para você afinal, se com certeza falta algo nela
    que você procura em outros corpos? Ela é um mero apoio financeiro?
    Estabilidade afetiva? Fachada social?
    Na verdade quem está se
    mantendo preso a pessoa é você mesmo, mentindo, para que ela não possa
    ter a escolha de ter ou não uma vida ao lado de alguém que decidiu viver
    assim, você não dá a ela a liberdade de ela ir atrás de alguém que
    pense como ela, que também queira ser fiel. E
    ainda tem aqueles que dizem se sentir sufocados, seja honesto e livre-se
    do sufoco ou consiga um acordo com a outra pessoa, para um
    relacionamento aberto e afins. Agora, se você adora ficar com outros às
    escuras, mas não suportaria ver seu parceiro fazendo o mesmo, nem
    escondido nem em aberto, daí você tem que rever a sua auto-estima
    e auto-confiança.

    Acho que primeiramente falta CLAREZA entre as partes, deixar tudo em
    pratos limpos, o que
    se quer, como se é, e o que se espera é fundamental em um
    relacionamento, ou seja, há pessoas que não toleram traição de forma
    alguma, há aquelas que até encaram um relacionamento aberto, ou aqueles
    que se empolgam em curtir um swing juntos, a questão é, é justo você
    fazer do seu jeito e manter a pessoa que está ao seu lado alheia ao seu
    estilo de vida? Está enganando a si próprio achando que é monogâmico
    quando na verdade não consegue viver assim, ou então enganando a si
    próprio de que ama a vida estável que tem quando na verdade queria uma
    aventura! Você demonstra ser aquele alguém que o outro quer justamente
    para mantê-lo ao seu lado, o outro dedica uma vida a você, faz planos, e
    está realmente curtindo, apaixonado, enquanto pra você, falta algo, daí
    você vai lá e trai, é muito mais fácil esconder, e deixar a pessoa
    presa a alguém que se ela conhecesse verdadeiramente talvez escolhesse
    outro rumo e fosse ser feliz bem longe dali. Você se dá a liberdade de
    trair, mas não vai lá abre o jogo e dá a liberdade de a pessoa escolher
    se quer isso pra ela ou não, e se a intenção é terminar de vez, termine antes e depois faça o que quiser da vida, deixar o parceiro na geladeira enquanto dá
    uma de solteiro, pra depois ter alguém estável para voltar, me parece
    mais covardia que liberdade…

  • Sargento Corno de Pernambuco

    Venho compartilhar o meu caso com os senhores. Que sirva de alerta!

    Eu tenho a plena noção de meu ser superior e de que tudo que eu faço é de elevada confiança, apesar disso levei chifres!!!!!!! Sim meus amigos! Apesar de ser policial militar e ainda ser graduado levei uma gaia que entortou meu pescoço.

    A história foi a seguinte: Eu tenho a plena certeza de que sou um bom partido e partindo desse princípio escolhi a minha ex para multiplicar a minha prole.

    O que eu não esperava é que ela também fosse fazer o concurso da polícia e ser aprovada. A partir dai tudo mudou. Resumindo: ela me trocou por um oficial e eu estou tendo que lavar as minhas roupas sozinho em casa!

    Conselho. Sejam mais vocês, nunca deem ouvidos a uma mulher! essas pragas são do demônio!

  • Pablo Rodrigues

    Vocês se equivocam demais em suas deduções e esquecem que um relacionamento firmado na igreja tem tudo pra dar certo.

    Eu e minha amadinha tivemos uma longa história e o ciúme não faz parte de nossos dias. Eu confio plenamente nela e ela em mim ao ponto de o ex dela ter uma estrita amizade conosco.

    Um certo dia, em um culto, quando namorávamos, senti falta de minha amadinha e fui procurá-la na igreja. Não encontrei, resolvi ir até uma rua escura que tem atrás do templo e ai a surpresa: Ela estava travando uma luta ferrenha com o ex dela… Quando eu vi me assustei muito e pensei em ir ajudar mas vi que ela estava sendo esperta e estava ajoelhada. Vai lá saber se o ex dela estava armado ou não, e fiquei a observar.

    O cara tirou uma coisa de dentro das calças que eu acho que era uma arma e mostrou pra ela. Estava meio escuro mas deu pra eu ver que ela arregalou os olhos e ficou surpresa. Confesso que tive medo mas ao contrário de mim ela colocou a arma do cara na boca e começou a fazer movimentos de vai e vem… Estranhamente o ex dela gostava dessa coisa bizarra de chupar uma arma de grosso calibre.

    Quando tudo terminou ele pediu pra ela levantar a saia e ela como boa menina e temendo morrer, fez tudo que ele pedia como uma boa menina. O cara enfiou a arma nela e eu acho que doía pois ela gemia…

    Depois do passado encontrei ela lavando a boca e disse que nós poderíamos prestar uma queixa e que eu estava ali para ajudar ela. Ela disse que não por medo de represálias.

    Hoje esse ex dela se converteu e dá aulas a minha esposa de raciocínio lógico como prova de seu arrependimento.

    Vocês têm que acreditar no amor bando de mente suja!

  • Rafael

    Não sei porque escrever usando tanta formalidade, não tenho dificuldades de interpretação, mas nem sempre estou afim de ler algo e ficar pensando em cada frase e sim entender todo o contexto de forma clara e objetiva. Esse texto me deu preguiça e olha que dificilmente tenho preguiça de ler algo. Minha sensação é que escreveu muito para dizer pouco, mas tenho certeza que tudo que escreveu faz sentido e que o autor é bastante inteligente, só achei desnecessário tanto rodeio para falar sobre um assunto simples.

  • Gutierrez Rodrigues Reis

    Quando a pessoa quer não tem manual, passos ou artimanhas que ajude, e escolha é inteiramente da pessoa.. O certo é cuidar do jardim pra atrair as borboletas, né..

  • dezembro

    Se você lê dicas para não ser corno, com seriedade ao propósito do texto, pode se sentir um COMPLETO CORNO, se você não faz e não sabe o básico, leia com atenção mesmo, para não ser corneado outra vez.

  • simon

    não existe mais fidelidade hoje em dia por parte da mulherada, se houve algum dia é porque elas eram controladas, então se nao quiser levar chifre, não namore.

  • Darlie Azevedo

    Uma das coisas mais verdadeiras que já li aqui! Não existe fórmulas para evitar uma traição, mas se existem atitudes que aceleram o processo de desgaste de uma relação, gerando aquela sensação de sufocamento, com certeza são as que você enumerou.

  • Recebe Email

    texto manjado

  • ricardo facchini

    Passo-a-Passo para a Chifrolândia

    1. Alugue qualquer um dos filmes da série Clube dos Cornos, da Brasileirinhas . É um dos maiores sucessos de vendas deles, tanto que a essa altura já deve estar no volume 12.

    2. Leve sua mulher para a cama e coloque o DVD para rodar. Coloque-a numa posição em que ela possa ver toda a tela da TV.

    3. Ao longo da transa, começe a conversar com ela sobre o filme, pergunte se ela sente tesão com o que vê. Pergunte se ela imagina outros homens nús na cama com ela. Diga que é normal sentir atração por outros homens, mesmo que ela esteja casada. Vá puxando a língua dela.

    4. Ela vai absorver suas perguntas com certa dúvida. Vai ficar pensando se você quer propor um relacionamento aberto ou ainda se você não anda dando suas puladas de cerca. Deixe-a ruminar um pouco e no meio da trepada, pergunte no ouvido dela se ela gostaria de transar com outro. Diga que você sente muito tesão só de imaginar isso e continue comendo ela avidamente.

    Pós-Sexo

    Muito do que é dito na cama fica somente lá, já que o quarto é o terreno das fantasias. Após o sexo, quando estiverem naquele momento de recuperar as energias, converse com ela sobre o assunto, mas sem fazer pressão. Ela precisa gostar da idéia de ter um marido corno e se empolgar com a possibilidade de te colocar um chapéu especial – com chifres.

    Mas lembre-se, uma vez na chifrolândia, não há volta. Sua esposinha vai tomar gosto pela coisa e o nível de vadiagem dela tende a subir exponencialmente. Além do que, você também vai estar na tangente da boiolândia, já que essa fixação por bem-dotados está ligada a um desejo reprimido que você conhece muito bem.

    Dr. Discreto, consultor amoroso e cachorrão nas horas vagas

    skype email rapaz1010@hotmail.com

  • Daniel junior

    o melhor a fazer e não se relacionar mais ou então viver em um relacionamento aberto a onde não há surpresa referente a traição

  • João Junior

    Esse ai entende de cornidão como ninguem. Ja deve ter levado galhada muitas vezes.

  • Ton Messias

    “Uma mulher é um universo a ser explorado. Um oceano que simplesmente não pode ser contido. Reprima as manifestações de feminilidade da sua mulher e observe-a fugir ao seu controle como água represada. É impossível mantê-la aprisionada e, ao mesmo, ter o esplendor de sua beleza manifestada ao máximo.”

    Uma das coisas mais incríveis que eu já li…

  • Nefertiti

    Tbém não gosto dessa classificação de “com ou sem caráter”. Apesar de nunca ter traído e preferir sair de uma relação ruim antes de trair. Eu me guio pela máxima de não fazer com os outros aquilo que não gostaria que fizessem comigo. Apesar disso, acho muito simplista e arbitrário rotularem as pessoas através de um ato apenas.

  • http://juniosemr.blogspot.com/ Junio

    Interessante o texto. O autor foi esperto dando uma tapa atrás da outra com os 5 conselhos e no final tirando o dele da reta! hehehehe

  • Herick Rendell

    Como não ser corno? Embarque em um relacionamento sempre pronto pra pular fora do barco. Dê carinho e atenção a ela, mas não abra mão de sua liberdade e planos. Não faça dela o sentido da sua vida, pois a separação será pior. Temos prestação da casa pra pagar, um gerente chato no trabalho, provas na faculdade daquela matéria espinhosa. Se não der certo, saia com dignidade.

    Aceito opiniões.

  • Pedro Kobielski

    Não concordo com um ponto crucial: NADA justifica uma traição. Quem trai, é porque errou e desrespeitou o sentimento do outro. É uma falha de caráter. Ponto. Acredito que são boas visões sobre relacionamentos em si, porém dissertar a respeito de uma necessidade de se “proteger” de um chifre é simplesmente se submeter a outro, o que não é saudável e nem em nível pessoal quanto em nível de relacionamento, mesmo.

  • Juliano Tarabal

    Que babaquice!

  • Lisy

    Todo mundo trai, é mais fácil manter uma relação aberta onde tudo pode ser dito do que ter vontades reprimidas

  • Pedro Henrique Fernandes

    Não existe receita de como não ser traído.
    Concordo com o Dr. Health.

  • Jhonas

    Lamento, mas eu discordo do q vc disse. Isso não é uma receita de bolo. Se o cara se sente inseguro é pq a mulher permite q isso aconteça. E com a mulher é a mesma coisa. Se a mulher se sente insegura é pq o homem permite. Trair tem haver com caráter, dedicação, harmonia… Se a sua mulher não te traz paz e vc não consegue ficar sossegado, então essa mulher não é pra vc. Por mais q vc a ame- deixe-a e procure outra. Acredite em mim: isso será melhor pra vc!

  • Vanessa Melo

    Trair é questão de moral da parte traidora e não adianta seguir passo a passo pra evitar ser corno

  • Raoni Vieira

    Os conselhos são excelentes, como dito, para manter um relacionamento saudável, ser um melhor namorado e tudo mais. Mas o texto deve ser lido com cuidado porque ele tende a legitimar a traição quando o cara agir de alguma dessas formas. Homem ou mulher devem ser honestos em um relacionamento: se não tá satisfeito, cai fora. Infidelidade, salvo raras hipóteses, demonstra fraqueza de caráter. E embora possa ser estimulada pelo parceiro ou parceira, a traição em si ainda é inegavelmente culpa de quem trai.

Papo de homem recomenda

Assine o Papo de homem

Curta o PdH no Facebook
  • 5533 artigos
  • 661568 comentários
  • leitores online