Estão abertas as incrições para a última turma de 2017 do nosso curso de equilíbrio emocional para homens. São apenas 20 vagas. :)

Tudo sobre... Pizza

  • Nossos atuais Mecenas:
  • 130x50 jpg
  • Advertisement
    130x50 jpg

Ah, como a mente humana devaneia pelos mais diversos assuntos, literalmente uma viagem.

Estava eu aqui, refletindo sobre a situação política do Brasil após o escândalo daabsolvição do Renan Calheiros, onde mais uma vez tudo acabou em pizza, quando me bate uma fome, tudo a ver.

E cá estou agora, aguardando a chegada da minha, e, ao realizar minha leitura diária da Papo de Homem, procurando um assunto para escrever um artigo, tenho um estalo... Pizza!

entrega-de-pizza
Confirmando: 172 pizzas para o Senado Brasileiro em meia hora, ok, quem vai pagar a conta?

Claro. Afinal, o leitor da Papo de Homem sempre é o mais bem informado, até na hora de comer. Trago então a vocês, no melhor estilo informativo, a história e algumas curiosidades sobre esta maravilhosa obra gastronômica.

Nota : O autor deste artigo detestava pizza até os 11 anos de idade. Porque tinha nojo de queijo (eu sei, Bender, é coisa de mulherzinha), mas nada como virar homem. Hoje em dia é meu prato favorito!

As Origens

O ancestral da pizza é popularmente conhecido como pão, sendo suas origens datadas do período neolítico. Inúmeros povos antigos faziam pães chatos, e colocavam diversas coberturas. Alguns destes pães sobrevivem até hoje, como o “focaccia” italiano.

O grande salto evolutivo para a pizza, surgiu com o tomate, nativo das Américas e sua chegada ao Velho Continente no século 16. Acreditava-se naquela época que o tomate era venenoso - eu me pergunto, por que o trouxeram então? - motivo pelo qual quem descobriu a verdade foram os mais pobres.

focaccia
O pessoal já comia a focaccia há muitooooo tempo

Nápoles, na Itália, pode ser considerada a terra natal da pizza. No século 18, os napolitanos mais pobres adicionaram o tomate ao seu pão chato, e assim nascia esta iguaria. Ainda não tinha o formato de hoje, era comida como um sanduíche.

Tornou-se inclusive atração turística, motivo de desvio de rota para as áreas mais pobres da cidade. Vendia-se a pizza antigamente ao ar livre, semelhante ao cachorro-quente nos dias atuais. A (provável) primeira pizzaria do mundo foi a Antica Pizzeria Port´Alba, em Nápoles, que iniciou suas atividades em 1738, tornou-se um restaurante em 1830 e ainda está em atividade.

Os puristas napolitanos consideram que na verdade só existem dois tipos de pizza, a “Marinara” (tomate, orégano, alho, azeite extra-virgem e manjericão) e a “Margherita” (tomate, manjericão e mussarela). Existe inclusive uma associação da “Verdadeira pizza napolitana”, que além de só reconhecer os dois tipos, ainda tem regras rígidas para sua confecção:

Regras da Verdadeira Pizza

- Forno a lenha, coberto, a 485 graus Celsius por não mais de 60 a 90 segundos.
- Massa batida à mão. Nada de rolos.
- A pizza não pode exceder 35 cm em diâmetro, nem ter mais de um terço de centímetro de espessura no meio.
- Alguns vão mais além, somente utilizando tomates tipo “San Marzano”, colhidos no sopé do Monte Vesúvio, e derramando o azeite apenas no sentido horário.

Difusão pelo Mundo

A pizza foi levada para todo mundo principalmente com a maciça emigração de italianos. Fenômeno interessante ocorreu nos Estados Unidos, pois apesar dos imigrantes italianos terem aportado em terras yankees no final do século 19, não ocorreu uma massificação do consumo até a 2ª Guerra Mundial, ficando o alimento como exclusivo dos imigrantes.

Durante a guerra, soldados americanos em campanha na Itália, em procura por suprimentos e rações, descobriram as pizzarias locais e os padeiros foram forçados a alimentar as tropas. Ao retornar aos EUA, o gosto pela pizza finalmente se massificou entre os americanos e também outros países aliados, que desejavam ter em suas terras aquele manjar saboroso.

No Brasil

pizza
No início era zero criatividade, custaram as surgir as pizzas como conhecemos hoje

Não diferente de muitos outros lugares, a pizza foi trazida para cá com os imigrantes italianos, sendo o bairro do Brás, em São Paulo, o berço do início da comercialização de pizzas em terras tupiniquins. Os tipos eram tradicionais no começo, mas a criatividade dos brasileiros aos poucos fez surgir diversos outros modos de se cobrir uma pizza.

Curiosidades

- Na Itália, existe uma lei salvaguardando a pizza tradicional Italiana. A Itália inclusive solicitou que essa lei fosse incluída na constituição da União Européia.

- A maior pizza do mundo já feita, foi no Norwood Pick´n ´ pay Hypermarket, em Johannesburg, África do Sul. A pizza tinha 37,4 metros de diâmetro, e foi feita com 500 kg de farinha, 800 kg de queijo e 900 kg de extrato de tomate. Isto ocorreu em 8/12/1990.

- Lucy Clough, da Domino´s Pizza de Feltham, em Londres, detém o recorde mundial da entrega mais distante. Uma pizza suprema vegetariana foi cozida em 17/11/2004, e entregue no destino final, Melbourne, na Austrália, dois dias depois. A pizza viajou um total de 16950 Km. Será que valeu a promoção de meia hora de entrega?

- O recorde mundial de comer pizza é do romeno Cristian Dumitru. Durante uma semana, ele comeu o seu próprio peso em pizzas, 90,7 kg. E houve polêmica, pois o recordista anterior, Takeru Kobayashi, questionou o recorde, alegando que a razão molho/queijo era baixa demais para ser considerada pizza. Dumitru então desafiou Kobayashi a ver quem comia mais rápido 22,6 kg de pizza. Kobayashi, que é conhecido por sua habilidade em comer cachorros-quentes, ainda está para aceitar o desafio.

- A pizza mais cara do mundo foi criada por Domenico Crolla para o dia dos namorados, e custava a bagatela de 2745 dólares. Entre suas coberturas, eram encontrados molho de tomate bronzeado, salmão defumado escocês, medalhões de cervídeos (veado, javali, essas coisas), lagosta marinada em conhaque de qualidade, e caviar embebido em champagne. E ainda recebia um toque especial, era salpicado pó de ouro na pizza!

- A pizza comercial mais extravagante do mundo é feita no restaurante Nino Bellisima, em Nova York. Coberta com seis variedades de caviar, cebolinha, lagosta fresca e créme frâiche, esta pizza de 30 cm, conhecida como “Luxury Pizza”, custa 1000 dólares, ou 125 dólares a fatia.

- Existe um Campeonato Mundial de Pizza, onde os melhores pizzaiolos competem nas categorias: Freestyle, Acrobática, Mais rápida e Mais larga. As pizzas são julgadas pela preparação, gosto e cozimento próprio.

- A garantia de 30 minutos oferecida pela Domino´s foi abolida nos Estados Unidos em 1993. O motivo foi o número de processos recebidos pela empresa por causa de acidentes causados pelos entregadores apressadinhos.

- O Departamento de Estatísticas do Trabalho dos EUA coloca os entregadores de pizza numa categoria classificada como a 5ª mais perigosa de trabalho. Um entregador de pizza da Dakota do Norte foi agredido por não ter aceitado maconha como pagamento. Alguns foram assassinados. O caso mais bizarro foi o de Brian Wells, um entregador da Pensilvânia, que atou uma bomba ao pescoço, fez uma entrega num beco escuro e depois foi assaltar um banco. Pego pela Polícia, contou que a bomba foi atada por pessoas do tal beco. Três minutos antes da chegada do Esquadrão Anti-Bombas, o explosivo foi detonado, mandando Wells para o além.

- No Brasil, comemora-se o Dia da Pizza em 10 de Julho.

- A origem do termo “acabou em pizza” é óbvia, surgindo pelo hábito, principalmente em São Paulo, de celebrar acordos em uma pizzaria.

- A pizza Margherita original teve como inspiração as cores da bandeira da Itália. O verde do manjericão, o branco do queijo e o vermelho do tomate.

- Uma pizza com uma fatia faltando serviu de inspiração para Tohru Iwatami, designer de jogos da Namco, do Japão, em 1980. Nascia assim um personagem clássico dos games, o Pac-Man.

- Em São Paulo, no ano de 1997, foram consumidas 84 milhões de pizzas.

Para terminar, para os que se queixarem da falta de receitas aqui, deixo um link interessantíssimo e sugestivo: Encyclopizza - contendo fatos, receitas (inclusive de massas especiais e molhos), dicas de conservação e muita informação interessante.


publicado em 15 de Setembro de 2007, 09:10
7375567d0f2c379b7588ce618306ff6c?s=130

Mauricio Garcia

Flamenguista ortodoxo, toca bateria e ama cerveja e mulher (nessa ordem). Nas horas vagas, é médico e o nosso grande Dr. Health.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: