A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Trabalhar fora do Brasil: os melhores países para ser expatriado em 2017

O HSBC fez uma pesquisa com cerca de 27 mil empregados estrangeiros em 100 países para classificar os melhores destinos

Existem muitos brasileiros que querem, independente dos motivos (social, financeiro, pessoal), dar o fora do Brasil. Ou muita gente quer apenas conhecer novos lugares e tentar a vida em culturas diferentes, novos ares, outros mares.

Para fazer uma nova jornada em  outras terras, importante é perceber o que outras nações podem oferecer de bom. Se a sua ideia é fazer as malas e partir de vez, tem que pensar, então, nos quesitos que contam a longo prazo. O HSBC fez uma pesquisa com cerca de 27 mil empregados estrangeiros em 100 países para classificar os melhores destinos para uma nova pátria.

A pesquisa, The annual Expat Explorer Survey, levou em conta uma série de itens para formar essa tríade decisiva. A nota de economia envolvia salário, rendimentos disponíveis (salário total menos os impostos locais) e o nível de satisfação com o trabalho local. Já a experiência precisou de 29 itens compostos, como chance de fazer amigos, cultura local, qualidade do transporte, oferta de cultura e entretenimento e acesso à saúde. Para fechar, a criação de filhos passou por acesso à escolas e hospitais de qualidade.

Domínio europeu inquestionável. Das 10 primeiras posições, 6 estão no velho mundo. O Brasil ficou na posição 45.

45. Brasil

Rio de Janeiro

Mesmo com a política e economia em frangalhos, o Brasil entra nessa posição com muita potência em fazer amigos e integração e cultura.

44. Egito

Cairo

Crescimento salarial e questões culturais de integração e vida social são os destaques do país do nordeste africano.

43. Itália

Polignano A Mare, leste da Itália

Equilíbrio entre vida e trabalho é um atrativo na Itália, que também tem dados muito altos nas questões de experiência (cultura, saúde, qualidade de vida, integração, facilidade em fazer amigos).

42. Peru

Lima

Empreendedorismo e situações que envolvem a família (proximidade e criação dos filhos) colocam o peru nesta posição.

41. Chile

Valparaiso, litoral chileno

Economicamente o Chile chama bastante atenção, em empreendedorismo, política, progressão de carreira, confiança econômica. 

40. Quênia

O país da África oriental te permite guardar dinheiro e faz bons resultados em cultura e integração.

39. Turquia

Feira em Istambul

Rendimentos disponíveis, possibilidade de economia, além de ótimos números nas categorias de experiência são os chamativos da Turquia, mesmo com as complicações políticas atuais.

38. Indonésia

Jacarta, capital da Indonésia

Mesmo com as controversas políticas de drogas e medidas violentas contra o crime, a Indinésia apresenta ótimos números em economia e experiência.

37. Filipinas

Praia em Manila

Experiência e qualidade para se ter uma família e criar os filhos fica como destaque nas Filipinas.

36. Coréia do Sul

Seoul

A capital da Coreia do Sul se destaca pela qualidade de vida bem alta e um ótimo lugar para guardar uma graninha. 

35. Kwait

Guerra? O Kwait agora é um país com enormes possibilidades econômicas e de finanças.

34. China

Shanghai

A China é uma potência econômica e com qualidade de vida em alta para estrangeiros. Donald Trump não gosta disso.

33. África do Sul

Cidade do Cabo

Aparentemente um baita lugar, com ótimos resultados em experiência e família, além de ter um ótimo equilíbrio entre vida e trabalho.

32. México

Palacio de Bellas Artes, Cidade do México

Empreendedorismo é uma ótima, mas o México tem números incríveis para cultura, integração, vida social e possibilidades de fazer amigos.

31. Arábia Saudita

Masjid al-Haram, em Meca, a mesquita mais importante para os muçulmanos

Economicamente, a Arábia Saudita vai de vento em popa. Agora quero ver aguentar a integração no país, não por ser muçulmano, mas por carregar conclusões extremas da religiosidade e levá-las para o Estado.

30. Estados Unidos

Boston, Massachusetts

Economia bem melhor que aquela de 2008, mas com custos altos em saúde e educação dos filhos.

29. Catar

Doha

Economia, segurança, finanças. São essas as cartas altas que o Catar tem, além da controversa Copa de 2022.

28. Malásia

Kuala Lumpur

Nada como uma ótima experiência de vida para botar a Malásia nessa posição. 

27. Irlanda

Uma esquina de Dublin

Um bom equilíbrio nos dados de economia e experiência, mas Irlanda dispara quando se fala em família, qualidade de vida, custos e segurança para criar os filhos.

26. índia

Nova Deli 

A Índia tem números elevados nas três categorias. Integração, fazer amigos, progressão de carreira.

25. Polônia

Varsóvia

Apesar da forte guinada à ultradireita, a Polônia tem indicativos bem fortes na criação dos filhos e qualidade de vida para a família.

24. Tailândia

Banguecoque

A Tailândia deve ser linda e certamente é bem barata no custo de vida. Tropeça em quesitos de economia, mas supera bem dados de experiência e qualidades para se ter família.

23. Bélgica

A Grand Plaza, em Bruxelas

A Bélgica oferece segurança na vaga de trabalho e propriedade, mais ótimos resultados na qualidade de vida. 

22. Reino Unido

Manchester

Acho que desse ponto em diante, vale mais verificar os pontos baixos, já que os altos vão ficando cada vez mais constantes. Nas terras da rainha, saúde, vida social e integração é que tira pontos positivos.

21. França

Lyon

Por incrível que pareça, a França não ajuda justamente na base econômica. Há segurança de emprego, mas não dá muito para empreender ou guardar grana. Já a qualidade de vida é bem alta.

20. Japão

Shinjuku, Tóquio

Integração, fazer amigos, completo desequilíbrio entre vida e trabalho. Os problemas no Japão são conhecidos, assim como sua segurança e qualidade de vida bem altos.

19. Vietnã

Hanoi

Economicamente, os dados do Vietnã parecem de um paraíso, mas a qualidade de vida para a família não é das melhores.

18. Omã

A noite em Mascate, capital de Omã

Um pedaço de terra entre a Arábia Saudita, Iêmen e Emirados Árabes Unidos, Omã tem números que caem em integração, qualidade e custo de educação dos filhos.

17. Rússia

Estação de metrô em Moscou

Os números não tão altos, na Rússia, são de seguro de saúde e qualidade de vida, tolerância e confiança econômica. 

16. Espanha

Sevilha

Um baita caso. Economicamente, a Espanha é um desastre. Mas, qualidade de vida para você e sua família estão garantidas, com dados muito em alta.

15. Holanda

Amsterdã

Não dá pra guardar muito dinheiro nos Países Baixos não. Cultura e vida social também tem números baixos, mas qualidade de vida alta e expectativas de carreira boa também.

14. Taiwan

A China pode jurar de pés juntos que Taiwan é sua, mas aqui ela está bem à frente, com problemas em separar trabalho e vida pessoa, qualidade de vida e saúde.

13. Hong Kong

Quarry Bay

Trabalha-se demais em Hong Kong e há pouca integração, além de custo de educação bem alto.

12. Emirados Árabes Unidos

Abu Dhabi

Economia nas alturas, mas integração e custos de educação bem difíceis.

11. Austrália

Perth, oeste da Austrália

Os números são bem altos, pecando mais em custos e qualidades da educação.

10. Alemanha

Berlim

Os principais problemas que se encontra na Alemanha são de integração, socialização, mais dificuldade em fazer amigos. Provavelmente o que ajuda muito nisso é a língua.

09. Barém

Manama

Fica pra cima do Catar, tem basicamente três empecilhos: confiança econômica, cultura e custo com os filhos.

08. Suécia

Estocolmo

A suécia tem das melhores qualidades de vida, tendo como ponto fraco guardar grana e fazer amigos. 

07. Áustria

Viena

Outro país com inclinações mais conservadoras nos últimos tempos, a Áustria peca na integração, fazer amigos, vida social.

06. Noruega

Oslo

A Noruega também afasta um pouco a integração e facilidade em fazer amizades. Mas tem qualidades de vida impressionantes.

05. Suíça

Genebra

A Suíça dá de lambuja em questão de fazer grana e qualidade de vida, mas com altos custos pra isso e carência na integração.

04. República Checa

Praga

Economia ótima, mas com pouco crescimento salarial e "proximidade com o parceiro", provavelmente algo com relacionamentos.

03. Canadá

Vancouver

Vida social, o menor ponto do Canadá, provavelmente pelo inverno mais conturbado no país todo.

02. Nova Zelândia

Os Jardins de Hamilton

O único problema na Nova Zelândia é guardar dinheiro, provavelmente pelo alto custo de vida. E pelas constantes visitas que as pessoas fazem ao condado dos Hobbits, claro.

01.  Singapura

Piscina com vista infinita do hotel Marina Bay Sands

Desequilíbrio entre vida pessoal e trabalho (uma constante nos países asiáticos) e custo alto de educação. E Só. O resto, em Singapura, é de altíssima qualidade.

Essa pesquisa responde a todas as nossas questões?

Claro que não. Fui pegando dados exibidos, mas há muitas outras variáveis quando se pensa em morar em outro país.

Sua liberdade em lugares como Qatar não são lá muito bem vistos, já que é tido como atitude obscena abraçar sua mulher ou usar uma simples bermuda ou regata. Na Arábia Saudita, o governo proíbe o casamento com mulheres de alguns países e permite a poligamia. Para homens, claro.

Ser mulher e latina nos Estados Unidos também não é das maiores vantagens, já que elas ganham quase metade do que uma mulher branca (que ainda recebem menos que as orientais). Ser gay em Singapura dá cadeia. "[...] sexo entre dois homens é ilegal e pode ser punido com até dois anos de prisão. A lei, baseada em textos ingleses do período colonial da ilha, não faz menção ao sexo entre mulheres".

Londres é a cidade mais cara do mundo para se viver, depois de ter superado Hong Kong (que também está na lista). Ser estrangeiro na Espanha é pagar pra ver a crise de perto (não se pode generalizar, mas não tenho como focar em tipos de trabalho, claro).

Como vimos, todos os países listados, inclusive o Brasil, possuem diversos motivos interessantes e vários problemas para se resolver. É olhar sua situação específica e suas finalidades.

Boa sorte aos que forem. Boa sorte aos que ficam.


publicado em 19 de Janeiro de 2017, 00:00
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura