Leia mais de 20 textos sobre masculinidades no canal de Natura Homem no PdH.

The Dead Weather é a nova banda de Jack White (conheça o álbum de estreia Horehound)

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Advertisement
    130x50 jpg

Kurt Cobain (o falecido líder do falecido Nirvana) frequentemente desabafava sobre a tristeza (e o tédio) que os shows lhe causavam. O guitarrista reclamava do tamanho dos concertos da sua banda, da distância entre público e artista e sobre a falsidade mútua que havia nas apresentações: ele, que não se divertia mais e não queria tocar músicas consideradas obrigatórias, e eles (os fãs), que não sabiam participar do ritual de celebração do rock’n roll (conforme a linha de pensamento do ex-vocalista) e apareciam nos shows com o intuito de ouvir os hits e participar de um evento social. Jack White sabe disso e faz de tudo – literalmente – para que a diversão não acabe.

Dizer que Jack é um workaholic do rock é um clichê equivocado, porém indispensável. Indispensável porque ele realmente está em vários lugares ao mesmo tempo, ora com o White Stripes, ora com o Raconteurs, fazendo uma faixa de trilha sonora (para o último 007) com a bela Alicia Keys, ou participando de um documentário sobre a guitarra (It Might Get Loud, aqui "A Todo Volume", com estreia no Brasil prevista para outubro) ao lado do U2 The Edge e do mestre e eterno Led Zeppelin Jimmy Page. Mas é equivocado justamente porque, onde todos veem trabalho, White vê mais uma oportunidade de se divertir.

thedeadweather
Jack Lawrence, Alison Mosshart, Jack White e Dean Fertita

E o novo brinquedinho do festeiro twenty 4 seven é o The Dead Weather. Estamos falando do mais novo super grupo que, além de Jack White, ainda conta a The Kills Alison Mosshart (guitarra e vocais), o Raconteurs “Little” Jack Lawrence (no baixo) e o Queens of the Stone Age Dean Fertita (na guitarra e nos teclados). As baquetas ficam nas mãos do próprio White que, além de também cantarolar, ataca de baterista neste projeto que preza pela sonoridade de garagem.

O debute da banda se chama Horehound e tem em toda a sua extensão uma película deliciosamente suja. As faixas misturam um rock tabernal (como em “Treat me Like Your Mother” e “Hang You from the Heavens”), uma densidade gótica (a própria banda se encaixou no gênero Gothic Blues) e o blues tão estimado por Jack White (como nas duas canções, “60 feet tall”, que abre o álbum, e “Will there be Enought Water”, que o encerra). Há espaço também para o groove (em “I Cut like a Buffalo”) e para um cover bem nervoso de “New Pony” (do Bob Dylan).

No geral, o som do Dead Weather não lembra em nada o White Stripes ou o QOTSA, mas leva alguma pouca coisa do Kills e alguns detalhes sutis do Raconteurs.

Vídeo no YouTube

Vídeo no YouTube

A diversão que esse projeto sugere é justamente o escapismo (todos os integrantes já vêm de bandas elogiadas) planejado por Jack White que, ao renegar o lugar comum de “líder de banda uma de sucesso”, espalha seu bom gosto em várias aventuras musicais e se livra do marasmo de uma carreira morna.

Os integrantes do Dead Weather não querem, assim como Kurt Cobain, se sentir encurralados pelo próprio sonho de ser um rockstar e ver o sentido único de se fazer música tornar-se um fardo – às vezes pesado demais para se querer prosseguir. Lembrando também que, antes de cometer suicídio, Kurt estava desenvolvendo um projeto paralelo com o vocalista do R.E.M, Michael Stipe, que nunca chegou a se concretizar.


publicado em 14 de Agosto de 2009, 07:28
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e editor do Papo de Homem. Seu livro de contos é o Ela Prefere as Uvas Verdes. Está no Facebook, no Instagram e escreve semanalmente sua newsletter, a Meio-Fio, com contos/crônicas e uma curadoria cultural todas às sextas, direto no seu e-mail.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: