Onde homens que aspiram crescer se encontram? No "Homens Possíveis 2017". Vem ver a programação e garantir seu ingresso. É 09/12, sábado.

Super Bowl XLIII

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Advertisement
    130x50 jpg

A maior festa do futebol americano profissional terá lugar na cidade de Tampa, Flórida, no próximo domingo, dia 1º de fevereiro, marcando o dia da grande final da National Football League (NFL). Um evento de proporções monumentais que simplesmente paralisa os Estados Unidos, tornando o dia do evento um verdadeiro feriado.

Ligados em todo tipo de esporte que somos, e com o crescimento da popularidade do futebol americano no Brasil (para quem não sabe, existem campeonatos aqui, especialmente de futebol americano de praia, sendo o mais conhecido o Carioca Bowl, no Rio de Janeiro. A PdH não pode ficar fora dessa e para quem curte o esporte aqui está um texto com informações e curiosidades acerca do evento.

História

A NFL foi fundada em 1920, e desde então, veio duelando para fechar ligas alternativas, com sucesso. Porém, a AFL (American Football League), fundada em 1960, obteve muito sucesso, dividindo as atenções do público e de jogadores. Em 1966, foram iniciadas negociações para a unificação das ligas, e no mesmo ano, chegou-se a um entendimento.

Uma das condições era que os campeões das ligas se enfrentassem num evento grandioso, um jogo para decidir quem seria o “campeão mundial de futebol americano”. Inicialmente temeu-se pelo sucesso do evento, vista a superioridade técnica dos times da NFL, porém logo os times da AFL viriam a equilibrar a disputa. Após o 4º Super Bowl, as ligas finalmente se fundiram, o nome NFL se manteve e tomou-se o formato similar ao atual, com a liga dividida em duas conferências: Nacional, e Americana. Após a temporada normal os times de cada liga se enfrentam em playoffs e os campeões fazem a decisão no Super Bowl.

O jogo costuma ser disputado no final de janeiro/início de fevereiro. O vencedor leva o troféu Vince Lombardi, em homenagem ao legendário técnico do Green Bay Packers, vencedor dos dois primeiros Super Bowls.

O show do intervalo do Super Bowl não é qualquer showzinho
O "show do intervalo" do Super Bowl não é qualquer showzinho

Vencedores

O Super Bowl começou com a dominância precoce do Green Bay Packers, vencedor das duas primeiras edições, 66 e 67. Considerando que o time havia vencido mais 3 campeonatos da NFL nos anos anteriores, muitos consideram o Packers como o time da década de 60.

Então veio um período de dominância da AFL/AFC. Primeiro com a vitória do New York Jets, liderados pelo legendário Joe Namath, contra os favoritos (16-7) Baltimore Colts. Os anos 70 foram dominados pelo Miami Dolphins (2 títulos, sendo que conseguiu a única temporada perfeita – vencer todos os jogos – da história da liga) e pelo Pittsburgh Steelers (4 títulos).

Entre 1980 e 1999 houve um período de dominância dos times da NFC, que conquistaram 16 dos 20 títulos. Entre 1984 e 1996, apenas times da NFC venceram o campeonato. O destaque na década de 80 foi o San Francisco 49ers, de Joe Montana, com 4 títulos.

Na década de 90 veio o domínio do Dallas Cowboys, vencendo 3 decisões, liderados por Troy Aikman e Emmit Smith. Destaque também para a vitória do 49ers de Steve Young e Jerry Rice em 1995, quando se tornou o 1º time a conquistar 5 vezes o título, e para o Green Bay Packers de Brett Favre, em 1996.

O ano de 1997 marcou a virada da AFC, e o ressurgimento das cinzas de John Elway, quarterback do Denver Broncos, um dos maiores da história do jogo, e que estava para encerrar a carreira com fama de perdedor (havia perdido 3 decisões). Em um jogo legendário e emocionante, o Broncos bateu o favorito Green Bay Packers e levou Elway para o Hall da Fama. No ano seguinte o Denver repetiria a dose batendo o Atlanta Falcons.

O início do século XXI marcou também o começo da dinastia do New England Patriots, de Tom Brady (que além de milionário, ainda pega a Gisele Bundchen), vencendo 3 dos 5 primeiros campeonatos. O Pittsburgh Steelers e o Indianápolis Colts (do até então injustiçado Peyton Manning) venceram um cada um, na seqüência.

No último ano, o Patriots conseguiu, pela segunda vez na história da NFL, uma temporada perfeita. Porém, ao chegar no Super Bowl, numa grande surpresa, perdeu para o New York Giants, de Eli Manning, irmão de Peyton Manning, para orgulho do pai, Archie Manning, um ex-quarterback.

E quem disse que futebol é coisa só de homem?
E quem disse que futebol é coisa só de homem?

Este ano

A final deste ano será entre o tradicional Pittsburgh Steelers, liderados pelo quarterback Ben Roethlisberger, e a zebra Arizona Cardinals, uma franquia tradicional da NFC, porém, com história de perdedora, mas que esse ano conseguiu atropelar e chegar à final. Por conta disto, os Steelers são favoritos, mas tudo pode acontecer na hora do Big Game.

Ambos quarterbacks já venceram um Super Bowl anteriormente. Roethlisberger pelo próprio Steelers em 2005 e Kurt Warner, do Cardinals, pelo Saint Louis Rams, em 1999.

Curiosidades


  • O Serviço Secreto norte-americano decretou o Super Bowl evento de segurança nacional, após o 1º evento jogado depois dos ataques de 11 de setembro de 2001. Isto significou que os famosos dirigíveis que sobreoavam o estádio no dia do jogo não podem mais fazê-lo

  • Nunca houve um jogo empatado que necessitasse de prorrogação. Apesar do que, em 3 ocasiões, o jogo estava empatado no último minuto.

  • O Super Bowl é frequentemente o evento mais assistido do ano nos EUA. A audiência mínima é de 80 a 90 milhões de americanos, com picos de 130 a 140 milhões.

  • Fruto da grande audiência, o preço de um comercial no Super Bowl é salgadíssimo. No último ano, um espaço de 30 segundos custava a bagatela de 2,7 milhões de dólares. Este ano, são 3 milhões de dólares. É o espaço publicitário mais caro no mundo.

  • O evento é tão disputado, que 3 canais dividem os direitos de transmissão, NBC, FOX e CBS. Este ano, a transmissão é da FOX. No Brasil, os assinantes do canal FX ou da ESPN Brasil poderão assistir o jogo.

  • A legião de músicos famosos que se apresentam/se apresentaram no Super Bowl é imensa. Seja cantando o Star-Spangled Banner, hino nacional dos EUA antes do jogo, ou no fantástico show do intervalo. Nomes como Paul McCartney, Rolling Stones, Stevie Wonder, Aerosmith, U2, Sting e Prince já participaram. Este ano, o show do intervalo será de Bruce Springsteen.

  • Para sediar um jogo, é desejável que a cidade candidata possua uma franquia na NFL. Há boatos que existe chance de um Super Bowl no estádio de Wembley, em Londres, porém. A cidade de Los Angeles já sediou o evento diversas vezes, porém, como os times da cidade mudaram de local (O Raiders foi para Oakland, e o Rams foi para Saint Louis), dificilmente o jogo voltará a L.A.

  • Como janeiro é inverno nos EUA, a tendência é que o jogo seja realizado num estádio em cidade de clima quente, ou seja, no sul do país. Em apenas 3 ocasiões, o jogo foi num estádio do norte, porém, todos eram cobertos e climatizados.

  • As sedes são escolhidas 3 a 5 anos antes e nunca uma final foi disputada com um time jogando em casa.

  • Vários comerciais no Super Bowl ficaram famosos e geralmente os novos são sempre aguardados com muita expectativa pelo público americano. Inclusive há uma parcela da audiência que declara só assistir ao jogo no aguardo dos anúncios, pela criatividade destes. Como tais comerciais não pagam taxa de exibição para outros países, só o público americano consegue vê-los, o que gera muita frustração no Canadá, onde muitos conseguem sintonizar canais americanos, porém a transmissão é bloqueada na hora do comercial. Mas com o advento do Youtube, o povo da terra da maple leaf deu seu jeito.

  • Os participantes das equipes vencedoras do Super Bowl recebem o chamado Anel do Super Bowl, um anel feito de ouro e diamantes. Isto inclui a comissão técnica. O recordista de anéis é Neal Dahlen, com sete (cinco como Staff do San Francisco 49ers e 2 como General Manager do Denver Broncos).

  • O melhor jogador de um Super Bowl recebe o prêmio MVP (Most Valuable Player). O recordista é Joe Montana, com 3.

  • O jogador que mais disputou Super Bowls foi Mike Lodish, 4 pelo Buffalo Bills e 2 pelo Denver Broncos.

  • O time que mais disputou Super Bowls foi o Dallas Cowboys, total de 8. Os maiores vencedores são o San Francisco 49ers, o Pittsburgh Steelers e o Dallas Cowboys, com 5 vitórias (Se vencer este ano, o Steelers assume a liderança). Minesota Vikings, Buffalo Bills e Denver Broncos detêm o recorde de derrotas em Super Bowls, com 4 cada um.

  • Apenas 5 times dos 32 atuais da liga nunca chegaram ao Super Bowl: Cleveland Browns, Detroit Lions, Jacksonville Jaguars, Houston Texans e New Orleans Saints.


publicado em 29 de Janeiro de 2009, 22:01
7375567d0f2c379b7588ce618306ff6c?s=130

Mauricio Garcia

Flamenguista ortodoxo, toca bateria e ama cerveja e mulher (nessa ordem). Nas horas vagas, é médico e o nosso grande Dr. Health.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: