Sou o Forrest Gump da Internet | Caixa-Preta #11

Cid, do NãoSalvo, contou pra gente como é viver mergulhado no humor

Link do Youtube

Certa vez li uma entrevista de co-roteiristas sobre o reboot do Homem-Aranha, e eles contavam sobre Peter Park usar o humor para lidar com o fato de ser diferente. O personagem da Marvel tentava esconder seu lado geek, mas essa mesma lógica do riso como blindagem se aplica no cotidiano de pessoas fora dos quadrinhos e do cinema, em diversas outras áreas da vida. 

Para o décimo primeiro entrevistado da série Caixa-Preta, a história não é diferente. Mauricio Cid, criador do blog NãoSalvo, conversou com a gente sobre o lado sarrudo da família, seu dia a dia mergulhado em descobertas de personagens inusitados (como o clipe de "Sou Foda", que viralizou em 2010), situações lendárias (a exemplo de quando a falsa vitória da Coréia do Norte na Copa do Mundo, plantada pelo NãoSalvo, foi replicada por inúmeros e importantes veículos de comunicação de diversos países) e o papel que a "tiração de sarro" ocupa em sua vida.

Segundo ele, o humor pode sim ser uma ferramenta de defesa utilizada pelas pessoas para esconder questões pessoais complicadas, como o Peter Parker faz, mas pra além disso é uma poderosa e positiva válvula de escape. O riso é capaz de tirar a tensão de um dia difícil no trabalho, dar descanso para problemas e salvar uma daquelas vibes ruins que a tristeza constrói. São histórias responsáveis por criar sentimentos assim que ele gosta de contar, e elas aparecem aos montes, situação que o torna praticamente um Forrest Gump da Internet. 

Trabalhando com produção de conteúdo há mais de 10 anos, o principal crivo editorial de Cid utiliza para publicar algo é perceber que o objeto, seja em texto, foto ou vídeo, arrancou dele algumas risadas. Nessa toada, o recado que ele dá é sobre não levar as coisas tão a sério e dar o benefício do sorriso aos problemas.

Mergulhado em uma internet com infinitas possibilidades, se divertir com a vida é seu maior trunfo.


publicado em 18 de Maio de 2017, 14:15
 mg 4088

Carol Rocha

Leonina não praticante. Produziu a série Nossa História Invisível , é uma das idealizadoras do Papo de Mulher, coleciona memes no Facebook e horas perdidas no Instagram. Faz parte da equipe de conteúdo do Papo de Homem, odeia azeitona e adora lugares com sinuca (mesmo sem saber jogar).


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura