Mais de 15.000 homens estão fazendo nosso curso online de estilo, para cultivar uma relação de mais confiança e liberdade com suas roupas. Inscreva-se também, é gratuito.

"O silêncio dos homens" foi ao Conversa com Bial

Pedro Bial convidou o Ismael dos Anjos para falar sobre o novo documentário do Papo de Homem

Nesta segunda-feira, nosso querido Ismael dos Anjos foi um dos convidados do Conversa com Bial, falando sobre nosso documentário “O Silêncio dos Homens”.

A conversa girou em torno das masculinidades e da paternidade. Além do Ismael, que representou o PdH, o jornalista Felipe Andreoli e seu pai, Luiz Andreoli, também fizeram parte desta conversa.

Pedro Bial, Felipe Andreoli, Luiz Andreoli e Ismael dos Anjos no Conversa com Bial de 05/08.

Quem quiser pode assistir o programa pelo site do Gshow.

Bial apresentou um trecho do documentário em que o Cláudio Serva, especialista em sexualidade, exemplifica como a “broderagem” tóxica e a “broderagem saudável” reagiriam à notícia de uma brochada. No meio dos comentários bem humorados do programa, Felipe Andreoli inclusive contou como reagiu a sua primeira brochada.

O Silêncio dos Homens, nasceu depois de um ano de pesquisa pelo Brasil inteiro, entrevistando mais de 40 mil homens. Para falar sobre os dados que coletamos, Bial citou uma série de mitos ou verdades sobre os homens para que o Ismael respondesse apresentando dados do documentário.

 

A dificuldade dos homens de falar sobre e expressar seus sentimentos foi um dos principais pontos de ignição do documentário e, sobre isso, o Ismael apontou que apenas 3 de cada 10 homens têm o hábito de conversar com os amigos sobre seus sentimentos, dificuldades e aflições. 

Sobre  "O silêncio dos homens"

Nosso documentário tem o objetivo de contribuir para que o tema masculinidades seja pautado de modo construtivo. Não podemos citar apenas o que falta e falha nos homens, é essencial sonharmos masculinidades possíveis, saudáveis.

Esse é um projeto feito para furar bolhas e dialogar com todos e todas. Não à toa, também surge do ventre de uma imensa rede de coletivos, com pessoas negras, brancas, hétero, não hétero, trans, progressistas, conservadoras, jovens, adultas, velhas, de norte a sul do país. 

O documentário completo será lançado em breve, junto de um livro-ferramenta com os achados centrais de nossa pesquisa — além de um mapeamento das principais iniciativas que trabalham com a transformação das masculinidades e um guia de como criar um grupo de homens.

Sonhamos ver um desses grupos atuando de forma independente em cada um dos 5.570 municípios do país.

O Silêncio dos Homens foi possível pela parceira com a Natura Homem e Reserva. Além disso tivemos o apoio institucional da ONU Mulheres e toda a base de dados da pesquisa será 100% pública, por meio de um convênio com o Consórcio de Informações Sociais (CIS) da USP.

Deseja ser anfitrião de uma exibição independente do documentário?

Queremos fazer com que o documentário chegue longe e no máximo de pessoas possíveis, por isso, quem se interessar pode ser anfitrião de uma sessão de lançamento de O Silêncio dos Homens. 

Para ser anfitrião(ã) é só se cadastrar aqui que entraremos em contato mais próximo do lançamento. Queremos ver sessões independentes acontecendo por todo o país, ao mesmo tempo, no dia do lançamento.

Vai ser lindo demais da conta.


publicado em 07 de Agosto de 2019, 14:22
Logo pdh png

Redação PdH

Mantemos nosso radar ligado para trazer a você notícias, conversas e ponderações que valham o seu tempo. Para mergulhar na toca do coelho e conhecer a visão editorial do PdH, venha por aqui.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura