Carro sem piloto e as novas tecnologias automotivas

Há algumas semanas, a notícia do carro sem motorista chocou um bocado de gente, parecendo ser algum tipo de bruxaria ou tecnologia alienígena, mas não é. Como já dissemos por aqui, o que realmente surpreende no carro autônomo é que ele foi desenvolvido usando apenas tecnologias que já estão disponíveis por aí, nada lá foi "inventado", apenas agregado.

Surpreso?

Mês passado tive oportunidade de ir ao lançamento do Novo Ford Fusion em Los Angeles e conhecer de perto algumas dessas tecnologias mirabolantes que os carros novos estão usando. A melhor parte foi que fiz tudo isso num test drive memorável pelas regiões de Beverly Hills, Santa Monica, Venice e Hollywood.

 

 

Estas são algumas das tecnologias que mais me chamaram atenção no Novo Fusion e que me fizeram ver que o carro autônomo não está tão longe assim.

 

Piloto automático adaptivo

A evolução do "Cruise Control" é o "Piloto automático adaptivo" (ou adaptive cruise control). Como no piloto automático comum, o carro mantém a velocidade programada, mas consegue detectar através de um radar, veículos a frente mantendo uma distância ajustável. Se você está a 120km/h por exemplo e o carro da frente reduz para 80km/h, seu carro automaticamente reduz junto e retoma a velocidade programada caso o veículo saia da sua frente ou acelere.

A maior vantagem é que o radar funciona mesmo sob neblina, chuva ou ausência de luz, o que o transforma também num item de segurança.

Link Youtube

 

Sistema de detecção de faixas

Quem já esteve nos EUA sabe, as estradas americanas são famosas por serem longos tapetes de retas intermináveis, tão intermináveis que comumente motoristas pegam no sono por conta do tédio e causam acidentes.

A Ford desenvolveu um sistema que detecta e monitora as faixas onde o seu carro está. Caso o sistema perceba que você está mudando de faixa sem dar seta, o volante da uma leve trepidada, se o motorista não toma qualquer atitude, o computador automaticamente reposiciona o carro entre as faixas.

O sistema identifica faixas contínuas, pontilhadas e inclusive o meio-fio.

 

Detecção de sono

Se o computador percebe que você tem repetido padrões de um motorista sonolento, ele sugere que você faça uma pausa para descansar, aparecendo uma xícara de café no painel.

 

São tantos botões e painéis que você se sente na Enterprise

 

Chave para o filho barbeiro ou esposa descuidada

Meu amigo bateu o carro do pai, o seguro fez a perícia e confirmou que ele estava muito acima do limite permitido e não pagou. Prejuízo gigantesco. A ex-mulher do meu tio tomou 3 multas por excesso de velocidade no mesmo mês.

Você pode programar na chave reserva para que o carro não ultrapasse o limite de 80km/h, por exemplo, e para que enquanto o motorista não colocar o cinto de segurança um alarme interno irritante e incessante seja acionado.

 

Baliza automática

Esse sistema já existe há algum tempo, mas era disponível apenas em carros que custavam mais que o salário anual de um diretor de multinacional. hoje em dia essa tecnologia já começa a aparecer em modelos de categorias mais acessíveis, como o Focus.

O carro consegue, através de um scanner, medir se o tamanho da vaga é suficiente e realiza a manobra sozinho, sem que o motorista precise tocar no volante. Chega a ser um pouco assustador ver o volante se mexer por conta própria.

Link Youtube

Se você já sabe fazer baliza, aprender a dirigir é só mais um passo. O mesmo vale pro carro?

 

Para finalizar: Uma tomada de 110v

Se eu tivesse que escolher entre meu carro fazer balisa automática ou ter uma tomada, sem dúvida nenhuma ficaria com a tomada.

De que adianta investir milhões em pesquisa para desenvolver tecnologias mirabolantes e esquecer de olhar para necessidades básicas do consumidor?

Ponto para a Ford.

 

 

Agradecimento especial à Ford por selecionar o PapodeHomem junto a outros grandes veículos para fazer essa cobertura.


publicado em 18 de Novembro de 2012, 06:47
Fa6216a91d207a00d48a0f1c69f44eb9?s=130

Rodrigo Cambiaghi

Gerente de Mídia do PapodeHomem, é especialista em mídia programática e monetização de sites. Reveza o tempo entre filha, esposa, cão, trabalho, banda, games, horta de casa, cozinha e a louça que não acaba nunca.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura