Leia mais de 20 textos sobre masculinidades no canal de Natura Homem no PdH.

Jogue os diamantes para o alto: A Bentley está chegando!

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Advertisement
    130x50 jpg

Tá rolando lá na gringa o 63º Salão de Frankfurt.

A feira alemã, considerada um dos principais eventos do setor automobilístico, foi chamada esse ano de "o salão dos carros sustentáveis" por conta das muitas novidades nos modelos de carros elétricos e híbridos. Só que essa não é a maior novidade para os apaixonados por motores aqui das terras tupiniquins.

Na última semana, a luxuosa Bentley estreou no salão seu novo modelo, o Mulsanne, e de quebra informou que trará a marca para o Brasil ainda este ano (só contando com a finalização de algumas burocracias para fazer um anúncio oficial).

Agora é aguardar a proclamação do tal comunicado para colocar meu nome na lista de espera (como diria o editor-chefe desse bem apessoado site, "vai sonhando...").

Mas por que diabos você e eu iríamos querer um Bentley!?

bentley-mulssane
Novo Bentley Mulssane | Próximo prêmio para os leitores PdH ;-)

Uma fusão entre estilo e desempenho

Existem vários tipos de possantes para vários tipos de pessoa, mesmo no mundo dos carros de primeiríssima grandeza. Velocidade, liberdade, estilo, status, aventura, conforto (tudo isso elevado a décima potência, no mínimo). Existe sempre um veículo perfeito para o anseio de um cliente com os bolsos pesados. Das italianas (Ferrari, Lanborghini) às alemãs (Mercedes Benz, Audi), a fórmula parece sempre ficar quase que perfeita entre as inglesas.

Hoje o Bentley se encontra entre o Rolls-Royce (elegância e estilo) e o Aston Martin (desempenho e velocidade). Se existem diferentes máquinas para diferentes gostos e desejos no automobilismo de luxo, o Bentley é praticamente uma unanimidade.

bentley-mulssane-interior
Interior do novo Mulssane (assista ao vídeo de lançamento)

Como o "B voador" virou o que é hoje

A Bentley passou por dois momentos cruciais para se tornar o que é hoje.

Ela nasceu pelas mãos de W.O. Bentley, um apaixonado por carros de corrida que sonhava em fazer o carro mais veloz do mundo. O primeiro Bentley foi montado em 1919, com o nome de EXP1 e, daí pra frente, seus automóveis começaram a ganhar diversas corridas pela Europa, tendo até um grupo de pilotos vitoriosos no final da década de 20, denominado "The Bentley Boys".

O segundo momento foi durante a depressão americana (mais precisamente em 1931), quando a Bentley foi vendida para uma de suas maiores rivais, a Rolls-Royce Limited, muito conhecida pela elegância e estilo de seus veículos.

Gradualmente, todo esse cuidado de alto padrão foi passado de uma companhia para outra e, parte integrante do grupo Volkswagen desde 98 (a Rolls-Royce também acabou sendo comprada pela BMW), já conta com anos e anos de tradição em suntuosidade e vigor.

O que esperar de um Bentley?

Motores V8 com média de 500cv de potência, dependendo do modelo. Os principais são o Arnage (sedã quatro portas, britanicamente clássico) e o Azure (conversível duas portas), que chegam a 290 km/h e fazem de 0 a 96 km/h em 5.1 segundos.

A esportividade Bentley foi resgatada e atualizada pelo brasileiro Raul Pires, chefe do departamento de design da montadora, que desenvolveu o Continental GT – cupê de duas portas com uma cara mais agressiva e potência também superior aos outros modelos.

É o Bentley mais rápido já desenvolvido, chegando a 320 km/h, batendo de 0 a 160 km/h em 5.1 segundos.

bentley-continental-gt
Bentley Continental GT, projeto do brasileiro Raul Pires

O luxo e a exclusividade também permanecem na lista de prioridades. Os modelos Brooklands foram todos vendidos no primeiro ano de produção, antes mesmo de serem finalizados (apenas 550 desses serão produzidos antes da aposentadoria do modelo).

A empresa tem uma divisão preocupada apenas com a customização interior do automóvel que pode chegar a ser todo feito a mão (o cliente também pode meter o bedelho à vontade, fazendo tudo do seu gosto). A "Divisão Mulliner" era na verdade uma empresa que data do século 16, quando ainda projetava carruagens. A Mulliner projetou o primeiro EXP1 de W.O. Bentley e hoje pode se gabar de ter um nome lendário e empregar apenas mestres artesãos.

Pra finalizar, o novo Mulsanne (que entra pra ‘substituir’ o Arnage) possui uma paleta de 114 cores à disposição para pintura (isso apenas para a carroceria), mais a escolha de rodas com 20 ou 21 polegadas. Claro que tudo isso pode custar uma módica bagatela que vai de 150 a 350 mil dólares.

Seja pelo design portentoso ou pela velocidade garantida, o Bentley sempre terá seus modelos entre os mais desejados do mundo e ainda garante mais potência também na própria marca, que é a preferida de quatro entre cinco abastados americanos (lê-se rappers, jogadores da NBA e de baseball, astros do rock, estrelas de Hollywood e toda figura em potencial para figurar naquele MTV Cribs).

Será bem-vinda a chegada desses automóveis que já trazem na bagagem toda uma história de corridas, glamour, competência e tremenda tradição.


publicado em 22 de Setembro de 2009, 10:31
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e editor do Papo de Homem. Seu livro de contos é o Ela Prefere as Uvas Verdes. Está no Facebook, no Instagram e escreve semanalmente sua newsletter, a Meio-Fio, com contos/crônicas e uma curadoria cultural todas às sextas, direto no seu e-mail.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: