Onde homens que aspiram crescer se encontram? No "Homens Possíveis 2017". Vem ver a programação e garantir seu ingresso. É 09/12, sábado.

Japoneses lançam dispositivo que te avisa quando você está fedendo

Se você tem que pegar transporte público lotado no final do dia e morre de vergonha de estar fedendo ao lado das pessoas, seus problemas... acabaram?

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Advertisement
    130x50 jpg

Imagine a seguinte cena.

Verão brasileiro. Busão lotado. Todo mundo apinhado, um em cima do outro. Janelas todas fechadas porque é claro que a chuva do final do dia resolveu dar as caras. E aquela curva em que o 'motô' adora brincar de piloto de rally surge no horizonte...

Imediatamente todo mundo se segura onde pode pra não cair. Nesse momento, o trabalhador brasileiro que ralou o dia inteiro, por medo de morrer na curva, agora morre mesmo é com o fedor que toma conta do lugar. O mau cheiro é tão grande que todo mundo faz careta e fica mesmo é de mau humor.

Mas se você é uma das pessoas que se incomoda com a ideia de passar vergonha em público, está com medo de ter naturalizado o seu cheiro antes de entrar numa reunião ou qualquer coisa do tipo, seus problemas... acabaram?

Uma empresa japonesa chamada Konica Minolta acabou de criar um dispositivo que alerta seus usuários quando está na hora de renovar o desodorante. O aparelho, do tamanho de um celular, funciona por Bluetooth e se conecta com seu smartphone através de um aplicativo.

Chamado de Kunkun Body, ele tem o poder de analisar odores no pescoço, atrás da orelha, nas axilas e nos pés – quatro das áreas que mais transpiram no nosso corpo. Basta você aproximar a maquininha dessas áreas e ele envia um sinal de alerta para seu celular avisando o seu nível de fedor...

Link Youtube – Dá uma olhada em como funciona e na bela atuação do japonês.

Mas se você ficou animadinho com a novidade, talvez eu tenha mais más notícias pra você. Além de estar disponível apenas via crowdfunding no Japão, e portanto só ter no idioma japonês, o dispositivo custa 30 mil ienes, algo em torno de R$ 850 o que nos dá a impressão de ainda não ser acessível pra galera que precisa contar com o transporte público de nossas cidades.

Nesse caso, talvez a solução mais fácil pra galera do busão seja contar com o bom e velho bom senso. Esse com certeza não tem prazo de validade. E é de graça.


publicado em 26 de Julho de 2017, 19:30
Logo pdh png

Redação PdH

Mantemos nosso radar ligado para trazer a você notícias, conversas e ponderações que valham o seu tempo. Para mergulhar na toca do coelho e conhecer a visão editorial do PdH, venha por aqui.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: