Mais de 15.000 homens estão fazendo nosso curso online de estilo, para cultivar uma relação de mais confiança e liberdade com suas roupas. Inscreva-se também, é gratuito.

Como aumentar o foco na vida e no trabalho

Mais do que nunca, foco é uma moeda preciosa. Aprenda como aumentar o seu usando os truques dos jogadores de poker.

É muito difícil imaginar um esporte que exija mais foco do que o poker profissional.

Pode parecer exagero dizer isso com todos os outros esportes que existem por aí, sem falar que muitos são bem mais populares. Mas comparando o tempo que o atleta precisa ficar focado na atividade sem deixar a mente deslizar, não encontramos nada como o poker por aí.

Sessões amadoras costumam durar em média duas horas, o que já é um tempo bem longo mantendo o foco na mesma atividade. Já sessões profissionais duram em média 8 horas, com algumas podendo chegar a 24 horas inteiras.

É aqui onde entendemos porque o poker profissional acabou se tornando uma forte referência quando o assunto é foco e concentração. Por mais que existam algumas pausas ao longo da sessões, alcançar 24 horas em qualquer atividade competitiva aplica um desgaste físico e psicológico difícil de gerenciar.

Como funciona nosso foco?

Focar em alguma atividade está diretamente relacionado aos nossos sentidos. Quando voltamos nossos olhares para uma imagem e estabelecemos contato visual, por exemplo,  os detalhes que não poderiam ser vistos rapidamente começam a surgir. Basta um pouco de foco para a percepção do que a imagem apresenta comece a se aprofundar.

O mesmo fazemos quando fechamos os olhos para ouvir algum som ou tateamos uma superfície tentando sentir a textura. Direcionamos nossos sentidos, normalmente suprimindo os outros, para tentar extrair o máximo de informação.

O problema é que perder o foco acaba sendo muito fácil.

Como traço evolutivo, é desejável que a gente perca o foco com certa facilidade. Nossos ancestrais, caçadores e coletores, não poderiam ter sua concentração fixa por muito tempo nas mesmas atividades. O risco de ser pego de surpresa por algum tipo de ameaça era grande.

Por mais que voluntariamente a gente queira manter nossa atenção para as movimentações e apostas que estão acontecendo na mesa, nosso cérebro tende a nos direcionar para outros sons e estímulos que encontra. Começando a briga para manter a concentração que todos nós conhecemos tão bem.

Na vida moderna, a necessidade de desviar o foco para não ser pego de surpresa por uma ameaça não é mais tão importante assim. Hoje, nossa busca é para aumentar nossa capacidade intencional de concentrar na mesma atividade por longos períodos de tempo.

Segundo a pesquisadora Gloria Mark, podemos precisar de até 25 minutos para recuperar nosso foco em uma atividade quando uma interferência acontece. Este tempo pode variar bastante de acordo com a pesquisa, mas o fato é, todas as vezes que perdemos o foco levamos um bom tempo para nos recuperar.

E quando falamos sobre interferências, rapidamente pensamos em estímulos externos como pessoas falando, alguém fazendo alguma pergunta ou sons acidentais, mas a verdade é que nem sempre. Segundo a pesquisadora, 44% as interrupções são iniciadas por nós mesmos.

A boa notícia é que, segundo o estudo, o ser humano consegue ficar até 2 horas com foco na mesma atividade, precisando de um intervalo de 20 a 30 minutos antes de retomar.

Concentre-se como um profissional do poker

Algumas ideias sobre foco e concentração são abordadas frequentemente, sendo ações que todo jogador profissional tem em mente em sua rotina. Com algumas variações, o mínimo necessário para que o foco esteja em dia é garantir que o corpo está em sua melhor forma.

É por isso que, ao questionar o que fazem como preparação a maioria aponta logo as questões mais básicas:

  • Garantir que está dormindo bem

  • Uma boa alimentação

  • Exercícios de meditação para trabalhar ativamente a concentração

Mas existem outras mudanças de mentalidade que podemos adotar para conseguir extrair o máximo do nosso foco por longos períodos de tempo e que são totalmente adaptadas para atividades da vida cotidiana como estudos e trabalho.

1. Evite perder a concentração

Pode soar óbvio, mas a melhor forma de manter a concentração é não perder o foco. Por mais que muitas vezes seja interessante adicionar técnicas para manter o foco, o mais interessante é remover qualquer estímulo que possa causar distrações.

Telefones celulares por exemplo são grandes fontes de distração. Alertas, notificações, sons e luzes piscantes são pensados nestes aparelhos para conquistar nosso foco. Em partidas de poker deixar o celular distante é essencial para evitar distrações. Nos estudos ou trabalho, desabilitar notificações, deixar o aparelho sempre no silencioso e ativamente verificar se existe alguma mensagem nos intervalos.

2. Música faz muita diferença

Ainda na linha anterior de remover distrações, fones de ouvido são excelentes para evitar que outros sons entrem na disputa pela sua atenção.

Músicas repetitivas e com poucas variações podem ajudar bastante na forma como nos concentramos em nossas atividades. Existem muitas playlists disponíveis na internet construídas para auxiliar pessoas que estudam e trabalham com sua atenção.

Nas mesas de poker, é muito comum ver jogadores utilizando fones de ouvido como blindagem para distrações.

Vivi Saliba faz uso de fones

3. Saiba a hora de se recuperar

Jogadores de Poker entendem o funcionamento do foco. Sabem que existe um período que conseguem manter sua concentração e que, depois disso, erros começam a acontecer, e numa mesa estes erros custam dinheiro.

Por mais que nas outras atividades os custos da perda de foco não sejam tão diretos assim, entendemos que também trazem consequências. Seja no tempo ou nos resultados que queremos no longo prazo.

Assim como no estudo que comentamos no começo do texto, dar pausas de 20 a 30 minutos ajudam a mente a descansar e se recuperar para outra imersão mais intensa. E para quem está procurando ter mais resultados, descansar pode significar um atraso, mas a verdade é que perdemos mais lutando contra o cansaço do que parando de vez e descansando.

4. Encontre seu ritmo

Torneios que duram vários dias são extremamente desgastantes para os jogadores de poker, sendo necessário administrar muito bem a estratégia que vão aplicar nestes casos.

Jogadores sabem que num torneio de 4 dias, não dá para jogar com toda intensidade todos os dias, por isso entendem quando é a hora de dar um passo para trás e jogar prestando menos atenção em todas as mãos.

Quando transferimos essa ideia para a vida prática, sabemos que estudar 8 horas por dia, para quem não tem o costume, é certeza de exaustão por vários dias. Mas estudar 2 horas por 4 dias é bem mais fácil e traz mais resultados no longo prazo.

Por mais que nossa intenção seja dar o máximo, ritmo é a palavra chave para extrair os melhores resultados.

Observar jogadores de poker e entender como fazem para manter o alto desempenho pode nos trazer inúmeros aprendizados.

Diferente de esportes como lutas, corrida ou futebol que, claro, também trazem benefícios para nossa qualidade de vida quando praticamos, o benefício que vemos no poker e na concentração se relacionam diretamente com o trabalho que muitas pessoas acabam fazendo nos dias de hoje, exigindo bastante foco para extrair os melhores resultados.

Observar como estes atletas da mente trabalham, e adaptar algumas dessas práticas para a nossa vida e nosso trabalho pode nos levar a ter mais chances de gerar bons frutos.

Mecenas: 888poker

888poker é uma das maiores marcas de poker online do mundo.

A marca promove alguns dos maiores festivais de poker do mundo, entre eles os 888poker LIVE, que já passou pelo Brasil em 2016 e 2017.

Com um time de embaixadores que reúne alguns dos maiores campeões de poker no mundo, entre eles a brasileira Vivian Saliba, o 888poker ainda é patrocinador oficial da Copa do Mundo de Poker, a World Series of Poker, que tradicionalmente acontece todo ano durante o verão de Las Vegas.


publicado em 21 de Dezembro de 2018, 15:08
12596172 10153389055960906 1551523976 n

Alberto Brandão

É analista de sistemas, estudante de física e escritor colunista do Papo de Homem. Escreve sobre tudo o que acha interessante no Mnenyie, e também produz uma newsletter semanal, a Caos (Con)textual, com textos exclusivos e curadoria de conteúdo. Ficaria honrado em ser seu amigo no Facebook e conversar com você por email.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura