Leia mais de 20 textos sobre masculinidades no canal de Natura Homem no PdH.

Bonecas sexuais agora também saberão ouvir seus problemas e respondê-los

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Advertisement
    130x50 jpg

Imagine um cenário onde alguns dos episódios mais freaks de Black Mirror se combinem com alguns dos mais bizarros de Westworld para criar uma realidade na qual pessoas estão se envolvendo sexual e emocionalmente com... bonecas-robôs. Bem, é exatamente isso que está prestes a acontecer de verdade.

Apesar de parecer algo extremamente tecnológico ou coisa futurista, uma companhia americana chamada Abyss Creations trabalho desde 1996, há mais de 20 anos!, tentando criar bonecas super realistas que tratam-se, na verdade, de robôs sexuais customizáveis. 

Nesse período, o 'produto' da empresa (e de suas concorrentes) foi melhorando, se aperfeiçoando e as RealDolls foram se tornando cada vez mais parecidas com pessoas reais. Recentemente, elas ganharam genitálias sintéticas aquecidas que reagem ao toque humano e existem diversos modelos que também emitem sons e fluídos.

fotosex

Ciente da demanda crescente e do mercado cada vez mais competitivo, a Abyss Creations resolveu dar um passo a mais nessa loucura. O protótipo que está sendo chamado de Harmony deverá ser lançada no ano que vem e contará com inteligência artificial capaz de responder perguntas e interagir com a fala de seus clientes humanos...

A empresa ainda promete que as bonecas poderão ativamente fazer perguntas sobre o dia de seus clientes e irá, pouco a pouco, aumentar seu vocabulário para se tornar cada vez mais real. Dá uma olhada no vídeo de divulgação de momento:

E aí? O que você acha que isso tudo diz a respeito do nosso comportamento sexual?


publicado em 06 de Julho de 2017, 00:34
Logo pdh png

Redação PdH

Mantemos nosso radar ligado para trazer a você notícias, conversas e ponderações que valham o seu tempo. Para mergulhar na toca do coelho e conhecer a visão editorial do PdH, venha por aqui.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: