68 homens que nos inspiraram em 2017

Você está cansado de listas de homens do ano só com empresários, atletas e atores famosos? Nós também. Aí vai nossa homenagem anual aos homens que, longe da grande mídia, trabalharam em benefício de suas comunidades e redes nesse ano

Vivemos num tempo que, mais do que nunca, pede referenciais saudáveis de masculinidades. E como preferimos colocar a mão na massa do que só reclamar ou apontar problemas, essa lista existe pra isso.

Para jogar luz em masculinidades positivas, inclusivas, inspiradoras, que nos renovam a esperança. Acima de tudo, são homens comuns, como eu e você.

Cena de um dos nossos eventos mais amados desse ano. O "PAI: desafios da paternidade atual"

Desde o ano passado, resolvemos dar mais visibilidade a isso e destacar aqueles que não estão nos holofotes de sempre. 

Eles não estão no horário nobre da televisão e não convocam coletivas de imprensa para contar sobre seus feitos. São homens comuns, que erram e acertam, mas que fazem o possível pelas áreas nas quais atuam. E assim nos enchem de fôlego pra fazer o mesmo.

A curadoria desse ano foi brilhantemente liderada pela Gabrielle Estevans, uma pessoa cuja sensibilidade e profissionalismo ajudou a colocar de pé vários projetos do PdH.

A viabilização dessa curadoria, dos nossos eventos PAI e Homens Possíveis 2017, assim como a sobrevivência do PdH em 2017 passaram, em grande medida, pela parceria firmada com Natura Homem no começo do ano. A todo o time Natura Homem: Andrea Alvares, Felipe, Bianca, Vanessa Giosa, Bianca Magalhães, Gabriela, Carol, Tomás, Aline, nosso muito obrigado! Dá gosto trabalhar com vocês. Que a parceria siga firme em 2018.

A seguir, os critérios objetivos que nos ajudaram a montar a lista desse ano:

Os critérios utilizados:

  • pessoas que realizam um trabalho digno de nota ao longo de 2017, que inspira, beneficia ou transforma o contexto no qual estão inseridas de algum modo

  • pessoas que não estão tão presentes na grande mídia

  • incluímos desde quase desconhecidos que fazem um belo trabalho no bairro em que vivem a pessoas que atuam em escala bem maior e já possuem reconhecimento considerável, pois não queríamos passar a mensagem de que só é legal se atingir muita gente; há um valor imenso nos pequenos trabalhos que se sustentam por meses e anos

  • buscar pessoas que também estejam além do eixo Rio-São Paulo

  • não incluímos pessoas que trabalham no PapodeHomem hoje ou que têm publicado textos conosco nos últimos tempos, caso contrário metade da lista seriam autores da casa 

  • não nos restringir a homens heterossexuais ou cisgêneros

A listá é definitiva ou colaborativa? É colaborativa, claro.

Qualquer lista definitiva é furada.

Dividimos a nossa em áreas de atuação, mas não temos a pretensão de mantê-la fechada. Esperamos contar com as sugestões de vocês para torná-la ainda mais representativa.

Deixe nos comentários suas sugestões incluindo:

  • Nome

  • Link (caso haja um link público pra conhecer mais sobre a pessoa, seria ótimo estar listado também)

  • Por que vale incluir essa pessoa? (aqui você conta do trabalho e postura do homem indicado, oferecendo todos os detalhes que julgar pertinente)

Assim, juntando o artigo e os indicados nos comentários, teremos um trabalho muito mais rico e diverso. 

Fique agora com a nossa lista de 68 homens que nos inspiraram em 2017.

Os 68 homens possíveis, divididos por área de atuação

Artes

1. Gabriel Ribeiro

Link Youtube

O artista visual resgata ancestralidade e miscigenação por meio dos seus lambes. Também desenvolveu o documentário Negro Drama sobre a obra e suas vivências inspirado pela música de mesmo nome dos Racionais Mc’s, um doc sobre racismo, arte nas ruas e a importância da mensagem e das referências negras. (Indicação de Marcel Niatoro)

2. David Carneiro

Fotógrafo, comunicador e agitador cultural, David tem um olhar afiado para o tempo das pessoas: capta, para além de frames, emoções e sensações. Seu trabalho pode ser prestigiado no projeto Caminhos com David ou na festa Primavera, Eu te amo, idealizada para trazer uma consciência participante, uma rítmica religiosa em que os corpos entram em simbiose e celebram a amizade.

3. João Monteiro e 4. Fernando Moraes

A dupla de diretores Os Primos é a responsável por alavancar artistas LGBT+ contemporâneos. São eles os criativos por trás de clipes das drags queens Pabllo Vittar  e Glória Groove e do rapper Rico Dalasam, além de terem retratado a cena queer no documentário 'TupiniQueens' sobre o universo das drags na cidade de São Paulo. (Indicação de Marcel Niatoro)

5. Rodrigo Ladeira e 6. Fábio Lamounier

Mentes criativas por trás do projeto Chicos, buscam explorar temáticas urgentes como o universo LGBT+, mesclando poética com narrativas poderosas. Também desenvolvem projetos individuais: Rodrigo com o “Casa Aberta” e Fábio no “Olha a mira”.

7. Maikon K

Trabalha nas fronteiras entre performance e dança, teatro e ritual. O foco de sua arte é o corpo como instaurador de realidades e os limites entre humano e não-humano. Em 2015, a performance “DNA de DAN” integrou a exposição “Terra Comunal: Marina Abramovic + MAI”. Em julho deste ano, foi preso em Brasília, em uma ação truculenta da polícia, por ficar nu em performance.

8. Marcelo D’Salete

Designer gráfico e mestre em História da Arte. É professor de Artes do ensino básico, ilustrador e autor dos HQs “Noite Luz”, “A Encruzilhada”  e “Risco”. Seu livro “Cumbe, que reúne quatro histórias de resistência negra, também foi editado em Portugal.

Cidades

9. Stefano Maccarini

Link Youtube

Fotógrafo e cicloativista, é o criador da TEFOPRESS, editora independente de zines e fotolivros e da extinta Revista Quiprocó, voltada para histórias e ideias sobre a vida urbana. Atualmente, está à frente da Caminho Mobilidade Ativa, uma newsletter sobre mobilidade ativa na cidade de São Paulo que além de newsletter também é um canal no youtube e uma página no facebook.

10. André Romitelli

Designer por detrás do atelier Pistache Ganache — junto com a sócia Martina Brusius —, também é coautor do projeto ambulante Oficinave, que tem por objetivo circular pelas ruas da cidade oferecendo consertos e transformações em peças encontradas e nos aparatos urbanos.

11. Willian Cruz

Pedala nas ruas da cidade de São Paulo desde o ano 2000, utilizando a bicicleta em quase todos seus deslocamentos. Com o trabalho no Vá de Bike e o ativismo em diversas frentes, ganhou relevância no cenário do cicloativismo nacional desde sua primeira ação, em 2004.

12. Hélio da Silva

Administrador que plantou sozinho mais de 20 mil árvores no parque Tiquatira, na Zona Leste de São Paulo. Sua história foi contada pelo jornalista Rafael Machado, no curtíssima The Planter.

Ciências

13. Vitor Hazin

Link Youtube

Criador do projeto Neurobots, que oferece para a população de baixa renda de forma gratuita um dispositivo robótico, que atua como uma órtese controlada tanto pelo cérebro quanto pelo músculo, possibilitando a reabilitação neurológica e assistência para realização de tarefas diárias.

14. Edgard Morya

É neurocientista e pesquisador no Instituto Santos Dumont. Seu trabalho está voltado para explicar como ferramentas de realidade virtual estimulam o cérebro e podem ser utilizadas na reabilitação de pessoas sem mobilidade de algumas partes do corpo.

Cultura

15. Renan Quevedo

Idealizador do Novo para Nós, é pesquisar da Arte Popular Brasileira. Seu projeto visa buscar e divulgar o trabalho de artistas espalhados pelo Brasil e documentar e catalogar novos nomes que encontrar pelo caminho. Com isso, Renan espera preencher a lacuna constatada por ele durante seus estudos: a ausência de material, nos últimos 20 anos, sobre nossa cultura artística.

16. Fernando Sawaya

É artista plástico, grafiteiro, ilustrador 2d, motion designer e criador do projeto Ladeira do Castro, no Rio de Janeiro, que busca engajamento dos moradores do local e artistas para revitalizar o espaço público através da arte nos muros. A ideia é ocupar 100% a ladeira com intervenções artísticas nos muros das casas, tornando a galeria de arte a céu aberto Ladeira do Castro em um ponto turístico de cultura na cidade do Rio de Janeiro.

17. Thiago de Paula

É bacharelando em Serviço Social, auxiliar de Educação na Biblioteca Parque Estadual, fotógrafo e é o idealizador da Exposição e da Companhia Passinho Carioca, que quer fortalecer o movimento do Passinho, integrando jovens de diversas favelas, independente das facções ou milícias que comandam o crime organizado do lugar que vivem.

18. Alexandre Nadai

Jornalista, radialista, escritor, produtor e sambista, idealizador do projeto Velhos Malandros, com o intuito de possibilitar à população carente o acesso à música de qualidade nas praças públicas do Rio de Janeiro.

19. Evandro Angerami

Arte educador e artista viajante que utiliza seus deslocamentos territoriais para um processo de imersão e conexão com a natureza e com culturas. Um dos seus projetos, o Trajetórias, oferece oficinas de arte gratuitas nas comunidades, conscientização sobre a importância de preservar os saberes tradicionais e instrumentalização para geração de renda

20. John Lima

Locutor, jornalista e fotógrafo, também é cocriador do projeto O Mundo que eu Quero. Por lá, desenvolvem a educação sociocultural e ambiental dos jovens estimulando assim o conhecimento da história patrimonial do Brasil através de ações educativas de culinária, audiovisual, oficinas de artesanato e demais atividades que remetem à cultura local.

21. Bernardo Mosqueira

Um dos criadores por detrás do Solar dos Abacaxis, no Rio de Janeiro, um centro da ciência e da arte; um refúgio da história e da poesia na cidade carioca e um dos espaços independentes e de resistência que estão redefinindo a arte contemporânea brasileira.

22. Thiago Vinicius

Criador da Percurso Produções, uma rede de Economia Solidária e produção de eventos sócio-culturais do Capão Redondo, em São Paulo.

Finanças, Investimento e Economia

23. Daniel Izzo

Daniel trabalha com iniciativas de negócios de impacto social desde 2007. É co-fundador da Vox Capital e Diretor Executivo desde sua fundação, em 2009. Para apoiar o ecossistema de negócios de impacto, ajudou a lançar o Pólo Brasileiro da ANDE (Aspen Network of Development Entrepreneurs) e escreve diversos artigos em mídias nacionais e internacionais.

24. Fred Marques

Link Youtube

Apresenta, através do seu canal no YouTube, educação financeira e planejamento de forma simples, prática e divertida. Toda terça, às 19h, o youtuber lança um vídeo novo ensinando como cuidar melhor do próprio dinheiro.

Educação

25. Filipe Machado

É educador ambiental e criador do PequenoLab, que busca partilhar saberes e construir ferramentas educacionais abertas — trabalhando com meio ambiente, arte e tecnologia livre na busca de contribuir com percepções mais complexas do mundo.

26. Emerson Ferreira

Ex-presidiário e fundador do Reflexões da Liberdade, um projeto que busca gerar mobilização, ação e transformação a partir da participação cidadã e engajamento coletivo, formando agentes de mudanças consciente.

27. Hugo Kovac

Ao centro.

É CFO da 99jobs e acionista da Seed, empresa que busca compreender o comportamento do consumidor. No campo social é professor de Física e Química na 8ª série do EJA Lourenço Castanho e desde 2015 atua como um dos líderes da Base Colaborativa, onde fundou o “Abacaxi – Nano Empreendedorismo de Base”.

O projeto auxilia empreendedores em situação vulnerável a organizarem e desenvolverem seus negócios. Foi sócio e Gestor Geral da Escola São Paulo, sendo eleito o mais jovem talento a ocupar uma posição de Diretoria no ano de 2012.

28. Soldado

Rapper, Professor e Policial com base em Viçosa, Minas Gerais. É também o criador do Rima Rica, projeto que trabalha o ensino através do rap, deixando os ambientes de aprendizagem mais lúdicos e gerando, nos alunos, mais vontade de ir à aula

Empreendedorismo

29. Tomás de Lara

Com projetos diferenciados na economia criativa, participa do Global Shapers e tem viajado pelo mundo conhecendo escolas, projetos, dando palestras e trocando ideias e experiências. Empreendedor social e "netweaver" (tecelão de redes de negócios) por vocação,Tomás co-fundou a Engage (empresa de estratégia e tecnologia para projetos de inovação social que co-fundou o Catarse, maior plataforma de financiamento coletivo do Brasil).

30. Edgard Gouveia Jr.

É um arquiteto especializado em bioarquitetura e tecnologia intuitiva e pós-graduado em jogos cooperativos. Fundador do Instituto Elos e do programa Guerreiros sem Armas, está na ponta da pesquisa aplicada sobre como mudar o mundo.

31. Aser Cortines

Consultor em Gestão, Estratégia, e Liderança da Cortines&Sebastiá. Além do programa Elos Novos Líderes, que desenvolvemos juntos desde 2009, dentro do Guerreiros Sem Armas,  agora estamos lançando o Equipes Transformadoras. É uma oportunidade para entender os novos conceitos de liderança, desempenho empresarial, aliados a sabedoria comunitária. (indicação de Bruno Evangelista)

32. Daniel Larusso

Um dos fundadores do Nós.vc (plataforma de aprendizado colaborativo), do Estaleiro Liberdade (escola pirata de empreendedorismo através do autoconhecimento) e do Unlock (plataforma de financiamento coletivo recorrente sem taxa e sem curadoria).

Também é autor do livro 333 Páginas para tirar seu projeto do papel (um livro interativo que te diz o que fazer para você fazer o que quiser). Quer transformar grandes sonhos em pequenos pedacinhos realizáveis.

33. Rodrigo Vieira da Cunha

Estuda movimentos contemporâneos de evolução da humanidade para interpretar e compartilhar conteúdos em diferentes formas: palestras, textos, apresentações, artigos e conversas. Rodrigo é embaixador-sênior do TED no Brasil e sócio das agências de comunicação LiveAD e ProfilePR. Também organiza retiros sobre desenvolvimento de consciência com líderes de diversos países. É autor do livro "Humanos de Negócios" e organiza o "Flow" — um festival para trazer ferramentas e aumentar o nível de consciência das nossas relações.

34. Hamilton Santos

Engenheiro e cocriador — junto com a nutricionista Mariana Fernandes — do Saladorama, um negócio social idealizado pelo engenheiro Hamilton Santos e pela nutricionista Mariana Fernandes, que tem como proposta democratizar o acesso a alimentação saudável e ao mesmo tempo ser uma fonte de renda para moradores de favelas.

Esportes

35. Andrew Lenz

Instrutor de escaladas e idealizados do C.E.U: Centro de Escalada Urbana, projeto que promove a escalada e todos seus benefícios aos jovens das favelas do Rio de Janeiro.

36. Thiago Farias

Formado em educação física, criou o HS Esportes, no Recife, para o fortalecimento e transformação da vida de crianças e adolescentes em vulnerabilidade social através da prática do esporte.

37. Raphael Henrique Martins

É criador do Meninos Bons de Bola, primeira equipe destinada a homens trans do Brasil. Para 2018, os planos são ambiciosos: os organizadores estudam ampliar o elenco para atuar na várzea e treinar mais. Além disso, querem disputar os Gay Games, maior evento LGBT do mundo, em Paris.

38. Sérgio Andrade

Idealizador do Hurra, que tem o objetivo de disseminar o Rugby como meio para transformação dos indivíduos e, por consequência, do seu entorno social. A Organização, que tem mais de 7 anos de existência, iniciou em 2010 parceria com a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, é tida como referencia para atuar nas escolas da rede em projetos esportivos de turno e contraturno escolar.

Internet e Comunicação

39. Erick Krominski

É ator, apresentador e criador do Muito Interessante. Transitando por diversas plataformas e meios, Erick Krominski cria conteúdo. Conteúdo que instiga o conhecimento, ao mesmo tempo, que busca dialogar com o ambiente volátil e instável da comunicação com carisma e bom humor. (Indicação de Marcel Niatoro)

40. André Luiz

Link Youtube

Aos 19 anos, é o criador da TV Doc Capão, criada para contar as histórias positivas e invisíveis do bairro. Com uma grade semanal de três programas, o canal do YouTube é um serviço à sociedade com esquetes como o Correndo Atrás de Quem Manda, que tenta arrancar compromissos de políticos e tomadores de decisão, para que tragam visibilidade para o Capão. (Indicação de Fred Di Giacomo)

41. Tony Marlon

Jornalista, empreendedor social e um dos fundadores do Escola de Notícias — iniciativa, pela qual já passaram mais quatro mil pessoas e que nasceu com o objetivo de provocar transformações sociais em diferentes comunidades por meio da comunicação e tecnologia. (Indicação de Fred Di Giacomo)

Gênero e Masculinidades

42. Felipe Avila e 43. Helio Siqueira

Idealizadores do OYA, que, tendo como suporte a fotografia analógica captada em filmes de 35mm, se propõe também a ressignificar o nudismo e os estereótipos de gênero, em especial o masculino que é tema da primeira exposição do duo, Masculino dócil.

O resultado é um movimento que permitiu que o corpo masculino fosse observado numa perspectiva não-convencional, distante dos estereótipos de gênero e da erotização do nudismo bastante comuns nas representações imagéticas da atualidade.

44. Vitor Brauer

Compositor, produtor, membro das bandas Lupe de Lupe, Xóõ e Desgraça, e criador e integrante do movimento Geração Perdida de Minas Gerais. Usa a música como plataforma para dar voz e palco a uma nova masculinidade possível, mais benéfica e menos tóxica que a que vemos proposta diariamente nos mais diferentes tipos musicais.

45. Rubens Oliveira

Coreógrafo, dançarino e diretor, também é idealizador do Núcleo de Dança Pélagos, que nasceu com a ideia de ser uma ferramenta para que jovens descubram e se expressem, criando um novo dialógo com o mundo.

46. Lam Matos

Brasiliense radicado em São Paulo, ele é referência na militância de homens trans do Brasil, tendo experiência também em outros movimentos de direitos humanos.

Coordenador nacional do IBRAT, Instituto Brasileiro de Transmasculinidades. Palestrante da edição desse ano do Homens Possíveis, no painel "Quebrando a caixa-preta da sexualidade masculina". Temos muito a aprender com Lam.

Meio Ambiente

47. Fernando Senna

Engenheiro químico e cocriador da 818 Energia Solar, que conta com um sistema de subsídio cruzado que faz com que a venda de equipamentos para empresas e residências subsidie a instalação de outros em comunidades vulneráveis. A empresa também capacita as pessoas do local para que se tornem responsáveis pela instalação e manutenção do sistema.

48. Rafael Varriol

Eco design gráfico e criador do Colete Gold, colete e capacete de proteção para ciclistas feitos da reciclagem de garrafas PET por cooperativas em comunidades.

Desenvolvimento Humano

49. Lux Maia

Criador de um dos projetos selecionados pela Amaphiko, da Red Bull, Lux é incentivador de processos de facilitação de diálogos e decisões coletivas. O objetivo é estimular habilidades básicas para transformar os conflitos/crises em oportunidades de autoconhecimento e de interações sociais cada vez mais saudáveis e produtivas.  

50. Marc Kirst

Criador do Prove, que proporciona vivências profundas de autoconhecimento e uma comunidade de apoio para o desenvolvimento do poder real de jovens. Marc ainda vai mover montanhas nesse mundo.

Direitos Humanos e ativismos

 

51. Tulio Custódio

Sociólogo, curador de conhecimento e ativista negro, Tulio destrincha assuntos urgentes e necessários. Debate, principalmente, sobre as subjetividades e os movimentos negros. Também é autor do ótimo Pitacodemia.

52. Ariel Nobre

Ativista LGBT+, Ariel é consultor e um dos fundadores da Pajubá, Diversidade em Rede. Também é criador do projeto Preciso Dizer que Te Amo, um ato político para sensibilizar o mundo contra o suicídio da comunidade LGBT e transmutar o ódio direcionado a comunidade em pontes de afeto.

53. Guilherme Boulos

Nossas cidades são máquinas de criar sem tetos e é para que essa realidade se transforme que Guilherme Boulos milita. O ativista e político social é porta-voz de muitos dos problemas de moradia e das ocupações de terra no Brasil é o coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), sendo umas das principais lideranças dos protestos recentes no País.  

54. Renan Quinalha

Renan Quinalha é advogado e militante de direitos humanos. Foi assessor da Comissão da Verdade do Estado de São Paulo, é autor do livro “Justiça de transição: contornos do conceito” (Expressão Popular/Dobra, 2013) e organizador, com James N. Green, da coletânea “Ditadura e homossexualidades: repressão, resistência e a busca da verdade”.

Moda

55. Renan Moraes

Empreendedor visual e artista, criou construiu uma marca de moda streetwear que conquistou o coração dos jovens. No backstage, amigos e pessoas que admiram colocam a mão na massa para ajudar nas produções. Menos glamour e mais colaboração.

56. Apolinário

Criativo e agitador, é também o criador da Cem Freio. Suas roupas buscam o meio termo entre o confortável, o corpo e a discussão do sem gênero. Também é ativista das causas dos negros e dos gays.

57. Kaio Freitas

Estrategista e empreendedor. Também idealizou o Moda Limpa, que valoriza, traz visibilidade e conecta pessoas, empresas, indústrias e prestadores de serviço da indústria da moda com foco em sustentabilidade e ética. De forma colaborativa a comunidade é responsável por indicar e avaliar  cada uma das empresas e fornecedores cadastrados.

Política

58. Leandro Devegili

Mentor da Operação Serenata de amor, que usou um robô para rastrear gastos irergulares de deputados federais e orientá-los a devolver o dinheiro para os cofres públicos. É também cofundador da Data Science Brigade.

59. Rafael Poço

Advogado e fundador do Update Politics, laboratório de inovação política na América Latina e um dos protagonistas do documentário Política: Modo de Usar, em que jovens pesquisadores viajam pela América Latina atrás de iniciativas inovadoras. O programa traz o despertar da sociedade para a prática política e mostra como cidadãos tornam-se agentes de mudanças.

60. André Tamura

André Tamura é empreendedor público e entusiasta da inovação em governo e das mudanças sociais. Também é diretor executivo da WeGov, que tem o objetivo de transformar a realidade da gestão pública brasileira a partir do empoderamento dos agentes públicos.

61. Gabriel Marmentini

Administrador público e empreendedor, também é uma das mentes por trás do Politize, uma rede de pessoas e organizações comprometidas com a ideia de levar educação política.

Saúde

62. Gabriel Marmentini

E ele também aparece por aqui na área de saúde, dessa vez com o projeto importantíssimo da Associação de Câncer de Boca e Garganta, que promove reabilitação e inclusão social para pacientes acometidos com câncer de boca e/ou garganta.

63. João Paulo Barreto

Antropólogo e idealizador do primeiro Centro de Medicina Indígena da Amazônia chamado de Barserikowi'i, que começou a funcionar em junho deste ano, em Manaus. No espaço, especialistas indígenas de diversas etnias do Alto Rio Negro que dominam o conhecimento do Bahsese, que significa benzimento, vão oferecer um tratamento diferenciado de enfermidades para indígenas e não indígenas.

64. Mávio Bispo

Empreendedor recifense e criador do Plano do Bem, um corretor social de serviços de saúde que redireciona as comissões para promover ações de saúde.

Tecnologia

65. Thiago Evangelista

É um professor de geografia com paralisia cerebral e ausência de fala. Junto com a sua família, compartilha nessa atividade suas experiências e como cada um de nós pode contar a própria história com muito mais do que palavras — o Thiago, no caso, usa a tecnologia.

66. Fernando Botelho

Administrador e criador do F123, negócio social que usa um software livre e torna mais simples a inclusão digital, social e profissional de pessoas cegas ou com baixa visão. O programa equivale a 8% do preço do software para deficientes visuais mais vendido no mercado e beneficiou mais de 700 pessoas.

67. Ricardo Sabedra

É idealizador do BlindSight, um dispositivo no formato de um cinto que auxilia na locomoção e no desenvolvimento dos sentidos de pessoas deficientes visuais. Ele funciona detectando obstáculos ao redor do usuário e alertando-o, por meio de vibração a posição do objeto. O projeto, em 2016, foi segundo colocado a nível Brasil na Competição de Sistemas Embarcados da Intel e selecionado em 2017 para participar de um dos maiores programas de empreendedorismo social do país, chamado SGB Lab, promovido pela Social Good Brasil.

Paternidade

68. Edilson Silva de Albuquerque

Enfermeiro obstetra, criou um programa para fortalecer laços entre pai e filho durante o parto: idealizou um juramento que os pais fazem, ao cortar o cordão umbilical do recém-nascido.

* * *

Agora passamos a bola. Quem mais merece estar nessa lista?

Pode recomendar alguém que transforme a esquina, o bairro ou até mesmo quem esteja mudando todo o país silenciosamente. Pequenas histórias moram em nosso coração.

Aproveite para se inspirar vendo os 74 homenageados de 2016.

Seguimos juntos rumo a 2018. Um baita abraço!

Mecenas: Natura Homem

Essa curadoria é orgulhosamente apresentada por Natura Homem.

Nós, do PdH, temos alegria em cultivar uma parceria como essa, tão rara ao se pensar em marcas. O que a torna real é justamente isso: lá dentro não lidamos com abstrações, nossa conversa é com as pessoas por trás, e elas acreditam no que fazem.

Assim como nós.

Natura Homem celebra todas as maneiras de ser homem. E vai seguir fazendo isso em todo 2018.


publicado em 12 de Dezembro de 2017, 21:04
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura