Assistam na íntegra a live que fizemos no Facebook com o Dr. Tiago Pádua (Oncologista) e o Dr. Lucas Ventura (médico de família) falando sobre o tema: "Por que os homens vivem 7 anos a menos que as mulheres". Vamo lá!

[+18] Bom dia, Higor Pereira

O Higor foi fotografado por João Hannuch e Rafael Vieira

Nota editorial: acreditamos que nudez, sensualidade, desejo e diversidade são discussões essenciais de nosso tempo. E que há espaço para tratar disso sem objetificar e ofender, mas sim valorizando toda a riqueza do masculino e do feminino. Para entender porque publicamos ensaios de homens e mulheres e saber mais sobre o que aspiramos para a série "Bom dia", leia o que escrevemos aqui. E se tem um ensaio que deseja publicar, fale conosco pelo luciano@papodehomem.com.br .

* * *

Ensaio 1 – Inside – por João Hannuch

O que fica da civilidade após a  queda da ultima peça de roupa, após se libertar de toda essa camada social que nos cobre de cinza e nos aprisiona?

Realizar o ensaio foi, pra mim, poder deixar exposto tudo aquilo que se tem como potência: medos, amores, agressividade, fragilidade, tudo isso na sua forma mais brutal e primitiva. Tentei buscar no nú alguma forma de entender aquilo que muitas vezes para mim não fazia sentido e trazer algum respiro para tudo aquilo eu sentia, como toda aquela vergonha que vinha desde a adolescência, na não-aceitação e na vergonha de expor qualquer intimidade, seja ela física ou psicológica. De repente, tudo poderia ser resolvido ali, na minha nudez.

Argila, tinta, água e corpo, foi assim que eu e o João encontramos para deixar vir à tona esse monstro e colorir suas verdades que habitam um lugar longe e muitas vezes não-visitado, inóspito, e obscuro dentro de mim. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ensaio 2 – Erotikós: A Arte do Prazer – por Rafael Vieira

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Arte, erotismo ou pornografia? Como entender esses três campos, partindo do principio do corpo nú, onde está ou até mesmo se está em algum lugar essa linha divisória para esses três campos?

Por muito tempo eu me questionei e acreditei que o que definia cada um era o fato de ter ou não um conceito, mas até então eu não sabia o que era este conceito ou mensagem, então, acredito que era uma forma de responder rapidamente quando perguntado. Porém, ainda não fazia sentido dizer que para ser nu artístico tinha que ter conteúdo/mensagem, por que ao mesmo tempo que dizia isso, eu estava dizendo que Erótico e Pornográfico são ausentes de sentido, o que não é verdade, todos estão muito carregados de signos e códigos.

Foi necessário conhecer profundamente os meu desejos sexuais e os prazeres que poderiam aparecer, buscar base teórica que pudesse sustentar todos aqueles argumentos e compreender que existe muita relação entre intérprete e público quando se abrem as cortinas, e que mesmo utilizando diversas linguagens e formas do fazer, essa definição sobre o que é não poderia ser feita por mim, mas pelo participante ao contemplar o objeto proposto: o corpo nú.

 


publicado em 04 de Junho de 2018, 10:50
Higor pereira jpg

Higor Pereira

21 anos, natural de Diadema/SP, formado em técnico de dança pela ETEC de Artes de SP e Co-Fundador e Diretor de dança na Cia. Grattage. Iniciou suas atividades artísticas em 2014, na cidade de Diadema nas áreas de dança e teatro junto aos grupos locais.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura