[18+] Utensílios de bar: Dr. Drinks mostra o que é essencial e como fazer adaptações

Junior WM

por
em às | Bebida, Dr. Drinks, Listas


Uma quantidade imensa de pessoas me escreve perguntando sobre utensílios. Quais são realmente necessários, onde comprá-los, como substituí-los e a função de cada um.

Portanto, o post de hoje será um guia definitivo para você dominar as ferramentas da construção de um drink, sejam elas profissionais ou adaptadas com acessórios que já estão em seu armário de cozinha e nunca imaginou que pudesse usá-los de outra forma.

Prova disso foi nosso primeiro vídeo que fizemos utilizando praticamente só materiais adaptados. Para mostrar que é possível criar bons drinks tendo um pouco de criatividade e mente aberta, vejam como fizemos o Shiva:


Link YouTube | Primeiro vídeo do professor beberrão.

Há um ano falamos sobre como montar um bar caseiro e elencamos o básico para começar a fazer drinks em casa com um mínimo de estrutura, assegurando uma boa variedade de opções no cardápio.

Fazer um cocktail exige apenas um pouco mais de esforço do que abrir e servir uma cerveja. Ainda assim, o prazer proporcionado na lida com os utensílios e na complexidade dos sabores resultantes, somados à admiração com sua performance, vai além do reconhecimento por sua hospitalidade.

É preciso ter cultura para cuspir na escultura

Bar set do Dr. Drinks: isso é tudo o que tenho em casa para trabalhar.

Como podem ver não é necessária uma grande quantidade de utensílios. Saber a função de cada item nos permite criar adaptações funcionais e guardar o dinheiro para investir em ingredientes.

À medida que for aprimorando suas habilidades na criação e feitura de cocktails, você sentirá a necessidade de equipamentos mais profissionais. Por enquanto comece com o que têm na gaveta dos talheres ou comprando o mínimo necessário.

Arsenal básico

Fiz uma lista do que é realmente fundamental para fazer bons cocktails. Poucos itens com grande versatilidade passíveis de adaptações que respeitam e preservam qualquer bolso.

Coqueteleira: O item mais importante para quem faz drinks. Nem todos são batidos, alguns são mexidos em um mixing glass, que nada mais é do que um copo grande. Então se você tiver uma coqueteleira Boston Shaker, composta de uma base metálica e um copo de vidro, poderá usar o próprio copo dela como mixing glass. Em contraposição, ela exige que você tenha um strainer.

Já a coqueteleira de 3 partes vem com o strainer na parte central e a tampa pode ser usada como dosador, mas perde a utilização como mixing glass. Se a grana tiver muito curta e não der comprar nenhuma das duas, ninguém vai lhe castigar por utilizar outro tipo de recipiente que tenha boa vedação como coqueteleira, afinal o mais importante é misturar os ingredientes.

Do sofisticado ao ogro, o que importa é o drink final.

Faca e tábua de corte: dois itens imprescindíveis em qualquer sessão de drinks, dada a quantidade de frutas e ervas que usamos como ingredientes ou garnishes (guarnições). Direto ao ponto: você precisa de um objeto cortante e algo resistente como base para que o corte seja firme e seguro. Existem inúmeras facas e tábuas de corte de todos os materiais imagináveis. Grosso modo, todas tem a mesma finalidade, portanto aqui está mais uma oportunidade para abrir o balcão da cozinha em vez da carteira.

Não ficou uma foto profissa, claro, porque meu lance é fazer drink.

Colher: A bailarina, aquela retorcida, tem essa forma por um uso muito específico: diminuir a velocidade com que alguns ingredientes escorrem na hora de fazer um drink montado em camadas que devem escorrer pela base. Fora isso, é usada para mexer qualquer tipo de mistura e evenualmente coar. Seu cabo é longo para assegurar que as mãos do barman não toquem no gelo.

Segundo as regras brásicas de Jerry Thomas, jamais devemos tocar no gelo. Será que seus amigos que compartilham o copo com você ficariam muito ofendidos caso pegasse o gelo com a mão? Obviamente é imprescindível lavar as mãos antes do preparo de qualquer tipo de produto para ingestão.

Socador (mudler): necessário para extrair sucos de frutas e essências de ervas, bastante utilizado para facilitar a mistura de ingredientes. Como bons bebedores de caipirinha que somos, é utensílio presente em quase todos os lares. Pode ser substituído por praticamente qualquer coisa que seja forte e resistente com uma base achatada ou dentada para que os ingredientes dancem dentro do copo.

Não aconselho o uso de cabos de facas como mudler, já vi muita mão se cortando ao segurar pela lâmina por constatar que o cabo era curto demais para o serviço.

Coador (strainer): serve para evitar que o gelo e o bagaço de frutas da coqueteleira caiam no copo. Sempre que fizer um drink deve-se colocar gelo novo no copo e coá-lo para que os resíduos não façam parte da mistura. Isso deixa o sabor mais puro, intenso e equilibrado.

Comer o pedaço de uma fruta no copo salientará demais seu sabor podendo ofuscar os demais. Na falta de um strainer, não há problema em usar um coador.

Dosador (jigger): fundamental para neutralizar eventuais desequilíbrios causados pela inexperiência. Na coquetelaria são adotados os sistemas métricos de centilitro (cL) e onças fluídas (oz, aproximadamente 30 mL), por isso existem dois tipos de jigger. Se não tiver nenhum dos dois lembre-se que basta saber fazer a conversão de tudo para mL para usar até mesmo um copinho de xarope (20mL) ou um copo shot (50mL) como medidor.

Uma dica: se estiver usando uma garrafa com biqueira plástica que tem uma bolinha dentro, como a maioria das garrafas, conte sete segundos e terá uma dose de 30 mL.

Saca-rolhas ou abridor de garrafas: o próprio nome já define sua função. Importante lembrar que adaptações deste dois ítens podem ser um tanto perigosas e ocasionar de banhos indesejados a dentes quebrados. Qualquer supermercado do planeta os vende pelo preço de um passe de ônibus.

Armas secundárias

Acima vimos os itens mais básicos para fazer boa parte dos drinks existentes no mundo. Agora complemento com utensílios que podem dinamizar o tempo de produção.

Descascador de frutas: além da função primordial, serve para fazer um peel: retirar uma fina camada da casca de uma fruta para usá-la como garnish ou para liberar seus óleos essenciais que finalizarão o drink. Pode ser substituído pelo combo faca + mãos hábeis.

Pinça: utilizada para pegar o gelo, pedaços de frutas ou ervas. Causa boa impressão a quem vê.

Mixer: serve para processar frutas, fazer purês ou mesmo triturar gelo. Pode ser substituído por um liquidificador.

Biqueiras: de metal ou plástico, auxiliam no controle da quantidade de bebida servida e ajustam a pontaria. As de plástico existem em várias cores e são normalmente utilizadas para o barman associar sua cor a um determinado tipo de bebida. Não é aconselhável seu uso para bebidas pouco utilizadas, pois isso faz com que fiquem muito tempo em contato com o ar e oxidem.

Liquidificador: bom aliado para fazer sucos e essencial para o preparo de drinks frozen (batidos com gelo).

Ralador: para ralar especiarias como noz-moscada ou cascas como a de limão para finalizar cocktails. Normalmente já faz parte dos descascadores mais comuns.

Zester: serve para retirar tiras contínuas da casca de frutas que normalmente são enroladas e utilizadas como guarnição. Pode ser susbtituído por uma fatia normal afinada na faca. Importante salientar que visualmente o resultado é diferente devido o formato contínuo da casca cortada pelo zester.

Onde comprar?

Para os leitores de São Paulo o melhor lugar para comprar utensílios é a Rua Paula Souza, verdadeira Meca dos produtos para bares e restaurantes. Aos de outras cidades, aconselho primeiramente a procurar em lojas de utensílios domésticos ou profissionais locais, já que a taxa do frete pode não compensar.

Nunca comprei esse tipo de material pela internet em lojas do Brasil, por gostar de ir à Paula Souza passar o dia visitando as lojas, conhecendo produtos, vendo de perto para atestar a qualidade do material. Reconheço que é difícil comprar utensílios em lojas online brasileiras, talvez pela pouca demanda que ainda temos em nosso país. Hora de mudar essa realidade!

Uma loja gringa que aconselho fortemente é a Uber Bar Tools. Produtos de excelente qualidade, design refinado e preços convidativos.

Mandando bronca

Tenho recebido inúmeras críticas de bartenders que não entendem a filosofia de popularizar a cultura e a arte da coqueteleraria, não percebendo o quanto ela pode ser importante para o próprio reconhecimento de seu trabalho.

Hoje não será diferente, dadas as adaptações que sugeri. Os tradicionais ou puristas podem me excomungar por sugerir o uso de um vidro de palmito para quem não tem condições de comprar uma coqueteleira.

Para mim o mais importante é que a cultura se difunda. Quanto mais pessoas apreciarem drinks, sejam eles feitos em coqueteleiras de hóteis chiques ou em embalagens adaptadas, mais espaço existirá para que esses que hoje me criticam sejam reconhecidos e apreciados.

Acho ridícula a postura de bartenders que se consideram olimpianos e inatingíveis. Bartender bom é o que faz o olho de seu cliente brilhar e não quer o brilho todo pra si. O que a vida atrás do balcão me ensinou é que servir o outro deve ser um prazer e não um favor.

Faça você mesmo

Agora que já encontramos todas as soluções possíveis para tornar o hábito de fazer drinks simples e acessível, quero ver o que vocês andam aprontando. Deixem comentários sobre que tipo de adaptação vocês andam fazendo para criar bons drinks: pode ser em receitas ou utensílios.

Se possível mandem fotos, pois em breve quero fazer um novo post só com drinks e adaptações dos leitores.

Se tiverem dúvidas podem me mandar pelo Formspring do Dr. Drinks, assim criamos uma grande base pública de conhecimento sobre mixologia, cultura de drinks e bebidas em geral, já que sua dúvida também pode ser de outro leitor. Também podem falar comigo via Twitter , Facebook ou email.

Se beberem, não dirijam! Um beijo e até semana que vem.

Junior WM

Um grande apreciador de história e histórias. Vive a vida de forma que seja lembrada como honrada e humana. Ama os prazeres da vida e sua família. Escreve sobre passar pelo mundo com dignidade e alegria. Contribui com a revolução digital por acreditar em seu caráter humanitário e num mundo melhor.


Outros artigos escritos por


SEPARAMOS MAIS TEXTOS PARA VOCÊ CONTINUAR LENDO




O texto acima não representa a opinião do PapodeHomem. Conheça a visão e a essência por trás do que fazemos. Queremos uma discussão de alto nível. Antes de comentar, leia nossas boas práticas. Caso deseje enviar um texto e se tornar um autor, venha por aqui.


  • Pingback: Tweets that mention Utensílios de bar: Dr. Drinks mostra o que é essencial e como fazer adaptações | Papo de Homem – Lifestyle Magazine -- Topsy.com

  • http://twitter.com/guserrano Gustavo Serrano

    Raramente faço um drink (acho que sou muito preguiçoso), mas sempre leio e acho muito massa seus textos!

    • Anônimo

      Valeu Gustavo! Deixa a preguiça de lado e aproveite para conhecer um novo mundo que se abre no seu horizonte!

  • http://twitter.com/guserrano Gustavo Serrano

    Raramente faço um drink (acho que sou muito preguiçoso), mas sempre leio e acho muito massa seus textos!

  • http://twitter.com/guserrano Gustavo Serrano

    Raramente faço um drink (acho que sou muito preguiçoso), mas sempre leio e acho muito massa seus textos!

  • http://twitter.com/guserrano Gustavo Serrano

    Raramente faço um drink (acho que sou muito preguiçoso), mas sempre leio e acho muito massa seus textos!

  • http://twitter.com/GreggBorg Gregório Borges

    MUITO LEGAL!

    Sou fã do Dr. Drinks, já fiiz alguns drinks e eu adoro.

    Esse post é de utilidade publica! =D

    • Anônimo

      Valeu Gregg! Tamo junto!

  • Jhonnas

    doctor, poster muito massa kra pra quem ta comerçando.
    e muito dificil encontrar os utensilios para preparar um drink.
    kda vez mais me torno fã seu. tem muitos barmam q sabem mais ñ ensinam como vc, tanto nos drinks como nas ferramentas.
    abraço. parabens + uma vez!

    • Anônimo

      Valeu Jhonnas!

      Tem muita gente que tem medo de perder o “trono” por isso guarda o conhecimento a sete chaves. A era do “information is power” já passou.

    • Anônimo

      Valeu Jhonnas!

      Tem muita gente que tem medo de perder o “trono” por isso guarda o conhecimento a sete chaves. A era do “information is power” já passou.

  • Elias

    Sempre me programo pra comprar algumas coisas pra começar a fazer mas tenho medo de não gostar e jogar grana fora, por exemplo não gosto de conhaque nao desce, tenho muita vontade de experimentar Gin os dois se parecem em algum aspecto? o Gin é tão forte quanto o conhaque??

    • Anônimo

      Elias,

      te aconselho a ir em bares e experimentar nos bares as bebidas que você tem alguma dúvida. Assim caso não goste você pagou apenas uma dose e não uma garrafa inteira.

      Respondendo à sua pergunta gin é bem mais forte que conhaque, mas muito mais aromático. É meu destilado preferido!

  • http://www.facebook.com/people/Rodrigo-Caparelli-Chicoli/100000583321660 Rodrigo Caparelli Chicoli

    Uma coisa que eu faço muito é uma gambiarra na caipirinha
    Como normalmente só uso pinga vagabunda pra fazer caipirinhas (velho barreiro/51) no lugar de mexer, eu bato ela na coqueteleira durante um tempo, some o gosto ruim da pinga
    Todo mundo que toma acha que foi feita com vodka! (Eu sei que caipirinha é com pinga… mais vai tentar explicar isso pra todo mundo)

  • http://fabiobracht.tumblr.com Fabio Bracht

    Será que não rola de colocar o preço médio das coisas, Dr.? Mesmo sendo só uma estimativa, já daria um sabor extra a esse guia (que eu pessoalmente estava desejando que fosse publicado mesmo).

    A pessoa já sabendo quanto mais ou menos vai gastar, facilita bastante a decisão de tirar a bunda da cadeira e ir entrar de cabeça nesse hobby que parece tão legal.

    • Anônimo

      Fábio,
      optei por não pôr preços visto que a infinidade de modelos de utensílios é enorme. Por exemplo as coqueteleiras que podem custar de R$ 7,00 (25 de março) a R$ 450,00 (em lojas de utensílios domésticos de griffe).

      Uma boa Boston Shaker como a que eu uso custa R$ 35,00 na Paula Souza.

      No geral, dá pra gastar R$150,00 pra comprar o que chamei de arsenal básico com materiais de bastante qualidade!

  • http://twitter.com/thiagokiwi Thiago Kiwi

    Post animal. Mais do que essencial tudo o que foi dito.

  • Roberta

    Olá Junior!
    Adorei d+ sua matéria e achei ai o presente ideal ao meu namorado!
    Sou leitora assídua do Revista Papo de Homem, e simplesmente considero como um dos sites mais completos hoje.
    Adoro muito as sessões e sinceramente acredito que molda reais homens , aquele homem q pode ser educado sem soar estranho bem como charmoso e viril, e que por sorte consegui um em minha vida assim.
    Admiro o trabalho de vocês e pelo visto a união de todos mesmo aparentando ser um grupo bem misturado.
    Acredito que ai que de uma graça diferente a revista, por que mantém uma linha de raciocínio, mas cada tema é abordado de um ângulo completamente único, tornando a revista de vocês algo para todos Oe gêneros e idades.
    Resolvi passar para dar os parabéns pois vocês merecem, e em particular neste post, pois acho que mostra bem o espírito da revista, algo adulto, maduro, divertido, e para todas as classes, onde o que se preocupa é levar a cultura ao outros não somente esnobar ou divertir.
    Abraços a todos so meninos ^^

    • Anônimo

      Nossa, muito obrigado pelo Feedback Roberta!

      São considerações como a sua que nos fazem mais fortes para driblar todas as adversidades do dia a dia e produzir conteúdos que julgamos relevantes para nossos leitores todos os dias.

      De fato o que mais nos preocupamos é que nossos amigos leitores nos vejam sempre como seus camaradas, como caras que estão aqui propondo suas próprias vidas no intuito de ajudar os outros. Não nos consideramos melhores nem piores que ninguém, usamos nossas próprias vidas a serviço de construir uma geração de homens sólidos como carvalhos!

      Grande beijo!

    • http://www.papodehomem.com.br/ Guilherme Nascimento Valadares

      Feedback FO-DA, Roberta.

    • http://www.papodehomem.com.br/ Guilherme Nascimento Valadares

      Feedback FO-DA, Roberta. Nos enche de orgulho.

  • Nando Zapelini

    Pow, post no dia certo e na hora certa!
    Hoje a tarde fui para o Shopping procurar os utensílios de barman…
    Porra, R$ 50,00 só a coqueteleira. Não encontrei um kit, só separado…
    Muito caroo! Carnaval vai ser no estilo embromation mesmo!!
    Agora já sei o que usar! Hehehe

    Abraçoo

    • Jhonnas

      nando, comprei um jogo de bar baratinho por 70,00, e praticamente vem tudo q vc precisa pra fazer bons drinks.
      o link e esse ai.
      http://www.magazinedacasa.com.br/ch/cat/88/0/MaisVendidos/Decrescente/20/1/0/0/.aspx

      abraço!

      • Nando Zapelini

        Valeuu Jhonnas!
        É mesmo, tudo bem barato!

        Comprei!
        Abraço

      • Anônimo

        Legal, só cuidem porque esses kits normalmente vem com muitos utensílios pra vinho e poucos pra cocktails!

    • Anônimo

      Deus abençoe o vidro de palmito, Nando!

      Existem lugares que os utensílios são mais baratos, mas precisa garimpar!

      Na real, quanto mais gente se interessar pelo assunto maior será a demanda e isso com certeza barateará os utensílios!

      Faça sua parte, rs!

      • Jhonnas

        e verdade dr. muitos dos conjuntos de bar que vendem por ai tem muito utensílios de vinhos.
        foi o unico conjunto q encontrei q ñ tem.

        aqui na minha cidade e muito dificil encontrar esses utensilios pra bar.
        sempre usava coisas improvisadas. ki so pra nos, da certo mais nao pega legal quando for fazer pros amigos.
        kkkkkkkkk.

        ai comprei esse conjunto q é muito show, e praticamente tem tudo q vc precisa, e sem falar do preço q é ótimo!

  • http://www.facebook.com/letanure Luiz Tanure

    eu acompanho sempre, aprendi varios… acabei comprando os utensilios todos, via net…

    mas, só pra comentar…. acho burrice quem é da area criticar vc, como se estivesse entregando o segredo…

    o que vejo é só bom pra eles… vou numa festa, churrasco, faço drinks…e muita gente começa a pegar gosto pela coisa (beber drinks!) e quando saimos em baladas, o pessoal começa a pedir drinks, ja que conehceram, e nao precisam pagar 20 reais conhecer algo… enfim… faço, experiementam, pegam gosto, e começar a ir na balada e pedir mais do que só cerveja ou whisky com energetico…

    • Anônimo

      Esse é nosso espírito, Luiz!

      Fico muito feliz em saber que você já está incorporado à nossa filosofia e criando cultura entre seu círculo de amigos!

      Mande fotos dos seus drinks, por favor!

      Abrax

  • http://www.facebook.com/letanure Luiz Tanure

    ahhh… so mais uma coisa… vi que vc fala que nao tem nacionais… eu comprei aqui: http://www.bartenderstore.com.br/loja/ preço razoavel, e chegou tudo certinho…

    e, nao, nao trabalho la nem conheço… se acharq ue nao é spam, publica, que o atendimento foi bom e demorei pra achar essa loja online…

    • Anônimo

      Legal essa loja Luiz, vou comprar alguma coisa com eles para experimentar o serviço!

      Muito obrigado pelo toque!

  • Anônimo

    Show de bola!
    Agora uma dúvida: Pra que server aquela ‘mola’ em volta do strainer?

    • Anônimo

      Fala Fabrício!

      A mola do strainer serve para afastar bagaços de frutas e gelo dos furos por onde deve fluir o líquido. Funciona como uma espécie de segundo filtro.

  • Jhonnas

    sempre improviso a coquiteleira com dois copos de inox, sendo um maior pra base e um menor pra fechar encaixando um com o outro. e o dosador uso um copo pequeno de bar, aqueles q toma pinga. rsrsrsr.
    serve direitinho!

    abraço!

    • Anônimo

      Se você conseguir uma boa vedação com os dois copos está valendo, Jhonnas. Afinal uma boston shaker nada mais é do que dois copos um encaixado no outro. Lembre-se que o copo de pinga tem 50 mL. Tenha sempre isso em mente!

  • http://papodehomem.com.br/ Gus Fune

    Uma dúvida gastronômica: é verdade que uma tábua de corte de vidro é mais higiênica do que a de madeira?

  • http://papodehomem.com.br/ Gus Fune

    Uma dúvida gastronômica: é verdade que uma tábua de corte de vidro é mais higiênica do que a de madeira?

    • Nataniel Metz

      Pelo que se le na internet, as de vidro são mais higiênicas, mais fáceis de limpar.
      Em contra-partida eu nunca trocaria minha tábua de madeira (falando aqui de uma tábua de madeira tratada, de boa qualidade, de uma marca já estabelecida no mercado, dessas que podem até em ir máquina de lavar) por uma de vidro, dessas que eu nunca usaria para bater um bife ou quebrar uns pedaços de gelo por medo de destruir a mesmas. Outra coisa que me irrita é que o vidro, quando molhado, fica liso pra caralho e cortar um tomate numa dessas pra mim sempre foi um problema.
      resumindo: fico com uma boa tábua de madeira com uma boa manutenção.

      • Anônimo

        Concordo com o Nataniel, Gus. A de vidro é de fato mais higiênica, porém a de madeira permite um corte mais firme e é milhares de vezes mais resistente!

    • Nataniel Metz

      Pelo que se le na internet, as de vidro são mais higiênicas, mais fáceis de limpar.
      Em contra-partida eu nunca trocaria minha tábua de madeira (falando aqui de uma tábua de madeira tratada, de boa qualidade, de uma marca já estabelecida no mercado, dessas que podem até em ir máquina de lavar) por uma de vidro, dessas que eu nunca usaria para bater um bife ou quebrar uns pedaços de gelo por medo de destruir a mesmas. Outra coisa que me irrita é que o vidro, quando molhado, fica liso pra caralho e cortar um tomate numa dessas pra mim sempre foi um problema.
      resumindo: fico com uma boa tábua de madeira com uma boa manutenção.

  • Anônimo

    Legal que foi uma ótima ideia do que dar de presente para os homens, pois acaba sendo sempre a mesma coisa: camisas, cintos, canecas, canetas, carteiras (tudo com ‘c’, hehe)…
    Obrigada pelas dicas!

    • Anônimo

      Dê o presente e depois fale pra eles lerem a coluna do Dr. Drinks pra saberem como usá-lo, Corinha!

      Grande beijo!

  • Anônimo

    ROdrigo,

    até hoje não entendo muito bem esse lance de bater caipirinha, mas se o público gosta é o que vale!

  • Bruno

    Olha esse kit – http://contofigueira.com.br/guiadecompras/?p=751
    Muito classudo

    • Anônimo

      Bem classudo mesmo Bruno, mas desaconselhável para quem está começando. Na real achei ele muito mais bonito do que funcional. E caro.

      É um ótimo presente, mas prefiro gastar a mesma grana presenteando um amigo com um kit com mais ítens que custa quase a mesma coisa.

  • Bruno

    Olha esse kit – http://contofigueira.com.br/guiadecompras/?p=751
    Muito classudo

  • Fabiano

    Putz bicho, não via a hora desse dia chegar. Foram alguns e-mails para o Junior e diversos comentários por aqui até eu poder ver desencadear essa discussão sobre adaptações e lojas aqui pelo BR.

    Já estou entrando nas indicações do post e da galera.

    Este site foi o que, de longe, mais abriu meus olhos quanto a minha postura em relação a minha vida, sem demagogia ou rasgação de seda. E, sem dúvida, foi essa coluna que me fez (re)descobrir um interesse sensacional por mixologia, drinks e o principal: Cultivar e valorizar amizades.

    A coqueteleira que eu uso hoje não tem absolutamente nada demais, exceto o fato que ela tem mais de 25 anos e está intacta. Ela foi ganha como presente de casamento e meu pai já fazia coquetéis com ela muito antes de eu nascer. É inspirador, por isso comentei em “(re)descobrir”

    Forte abraço e sucesso!

    Depois de tempos, descobri de verdade como é bom servir os amigos e gastar horas entre coquetéis e conversa fiada.

    • Anônimo

      Muito obrigado por seu comentário, Fabiano.

      Para nós é muito valioso qualquer relato de que nosso conteúdo ajudou leitores a verem a vida de outra forma.

      E, por favor, mande uma foto dessa coqueteleira cheia de histórias!

      Abrax

      • Fabiano

        Só pra constar, não esqueci do pedido!

        Só estou aperfeiçoando um shooter para poder enviar não só a foto da coqueteleira, mas também uma receita original.

        Abraço.

    • Anônimo

      Muito obrigado por seu comentário, Fabiano.

      Para nós é muito valioso qualquer relato de que nosso conteúdo ajudou leitores a verem a vida de outra forma.

      E, por favor, mande uma foto dessa coqueteleira cheia de histórias!

      Abrax

    • http://www.papodehomem.com.br/ Guilherme Nascimento Valadares

      FODA².

      Impressionante ver como tantas vidas são afetadas positivamente por aqui. Chego a soar repetitivo. Puta orgulho do Dr Drinks fazendo escola Brasilzão afora!

      • Anônimo

        Tks buddy!

  • Manoel Tsf

    Sempre pensava em comprar alguns utensílios bacanas para a produção dos Drinks que tu já postou aqui no site. Não sei se já fez, mas umas dicas de bebidas essenciais para os drinks seria bacana também. Valew Dr. Drinks

  • http://www.facebook.com/people/Gabriel-Schanuel/1751814503 Gabriel Schanuel

    eu sempre curtí cozinhar. Agora os drinks estão tomando um espaço legal na minha vida.
    Curto bons vinhos, tenho em casa sempre duas garrafas pelo menos.
    Agora estou montando meu bar.. só queria ter um espaço melhor pra isso, meu AP é minúsculo
    dos acessórios listados aí, eu já tenho 90% só falta o vidro de palmito ;)

  • Lucas

    Comprei um kit da vodka Finlandia que vem com duas garrafas e uma coqueteleira bacaninha por 70,00 mangos em Brasília-DF. Acho que vale a pena pra começar a montar o arsenal!

    Sobre o strainer, Júnior, tem algum lance importante em usar coadores sempre de metal? Porque NUNCA vi usarem aqueles de plástico mais vagabundos…

  • http://www.facebook.com/gumenna Gustavo Menna

    Entrou no ar um site brasileiro bem legal chamado Kooler. Trata-se de uma nova rede social para compartilhamento de drinks (alcoólicos ou não)! No site você pode pesquisar diversos tipos de drinks para fazer um esquenta diferente com os seus amigos antes de ir para balada. Vale a pena conferir http://www.bravemw.com.br/blog/pesquise-e-compartilhe-novos-drinks/

  • http://twitter.com/helder_uesc Hélder Almeida

    Excelente post! Aliás, agora que descobri o Dr. Drinks já estou lendo todos os seus posts anteriores e montando um “cardápio de drinks” para compartilhar com minha turma. Infelizmente onde eu moro (Itabuna – BA) esse tipo de material é difícil de encontrar. Mas já consegui adquirir uma boa coqueteleira, alguns outros utensílios mais básicos, e uma boa quantidade de bebidas. Agora estou colocando a mão na massa aos poucos, e estou gostando muito da experiência
    Espero que o trabalho do Dr. Drinks continue e seja cada vez mais reconhecido. Só tenho a agradecer!

  • Fabiano

    Para contribuição:

    Estou comprando um kit com acessórios na http://www.produtosparabar.com.br, recebo tudo amanhã. Atendimento e preços ótimos!

  • MSilva

    Ótimo post. Gostaria em que site posso comprar taça martini de 90ml a 120ml no máximo.

  • Claudinier Silva

    Caraca, adorei suas dicas para amdores! Já fui um deles um dia, sou a favor de dicas como a sua. Só acho sacanagem aqueles que mal sabem fazer uma caipirinha e se intitulam ´´barmam´´. conheci um cara que falava ´´ sou barmam´´, quando o vi trabalhando em um evento, o material de trabalho dele era um macerador simples de cozinha e um pote pequeno com tampa, o qual fechava e batia as caipirinhas. Pow, esse tipo de coisa é para amadores e apreciadores que podem fazer isso em casa, agora falar que é profissional e roubar espaço de trabalho de outros, ´e muita sacanagem.
    Desabafei… fui!
    Att:
    Claudinier silva
    Facebook: Claudinier Bartender

  • ludéverson

    olá junior,estou começando a fazer uns bicos de barman mas não sei como fazer um orçamento ,tem como vc me ajudar?obrigado,ludéverson

Papo de homem recomenda

Assine o Papo de homem

Curta o PdH no Facebook
  • 5551 artigos
  • 662556 comentários
  • leitores online