Pra que seduzir se você pode cutucar?

Rodolfo Viana

por
em às | Antonio Banderas, Artigos e ensaios, Ciência e tecnologia, Mecenas


Havia um tempo em que conquistar uma mulher era dançar o Charleston num campo minado.


Link YouTube

Não falo apenas de eras passadas, do tempo em que a pipa do vovô ainda subia. Há uns 15 anos, quando uma garota encantava um rapaz, o macho logo sentia a necessidade de saber mais sobre a mulher.

E será que eu devo colocar Roxette na mixtape?


Link YouTube |

Ter essas informações era fundamental para ganhar o coração da pequena. Somos o que lemos, ouvimos, assistimos, comemos. (Na verdade, somos mais que isso. Mas por meio de nossos gostos é possível fazer um retrato – ainda que em cores opacas e imperfeito – de como nos comportamos, de como pensamos a vida.)

Cada gosto, traço da personalidade da menina descoberto pelo homem era uma peça encaixada no quebra-cabeça. Um quebra-cabeça que todo homem adepto da boa sedução adoraria passar a vida completando, peça a peça.

Assim, seduzir era matar um leão por dia, amigo. E era uma tarefa deliciosa. Você se encantava por uma garota e, em seguida, o que mais desejava era passar as horas descobrindo cada polegada da mulher.

Este tempo acabou. Pelo menos é o que dizem.

Hoje está tudo ali, impresso no perfil de Facebook, postado em 140 caracteres ou menos no Twitter, nas ondas do rádio fake que é o Last FM.

Será que ela gosta de blues? Basta checar sua playlist.

Será que ela era aficionada por Anos Incríveis? Dê uma olhada nas páginas que ela curtiu.


Link YouTube | Se eu disser que choro vendo este trecho, vocês vão me julgar?

Eu mesmo já escrevi que:

Amor em tempos de internet é algo frio. Os amantes de amanhã não conhecerão hoje a sensação de ver o rosto abobalhado da menina que recebe uma mixtape em mãos. Não saberão o que é ter febre de tanta vergonha na hora de entregar o cassete. São meninos tristes e serão homens tristes.

Este é exatamente o pensamento corrente: os alicerces para a sedução não mais existem, pois tudo está exposto. Não há o que ser descoberto. E sedução é isso: descoberta.

Não é bem assim.

Hoje eu revejo este conceito de que a sedução está no limbo. Creio que, de fato, está tudo exposto e muito não precisa ser descoberto. O que exige dos homens sedutores malabarismos de diversas sortes. Isto se explica porque aquilo que se vê não é o que se tem. Ou seja, a persona criada para Facebook, Twitter, Last FM e afins serve não para que se conheça mais sobre a mulher, mas sim para que ela se esconda por sobre aquilo que ela julga ser sua personalidade.

Nas redes sociais, o homem é desconstruído – de estratos de carne e osso e personalidade e a coisa toda. É a desfragmentação de quem realmente somos. Viramos avatares. Você tem milhares de conexões no Facebook e ninguém com quem sair no fim de semana. Você é tendência no Twitter porque só fala coisa interessante mas não sabe conversar nem com seu vizinho.

Como nos tornamos muitos e nenhum, o que resta de nós – a nossa porção offline – cria uma aura de novidade. Torna-se difícil conhecer alguém de fato, por mais que conheçamos seus perfis na internet e saibamos todos os seus gostos.

É então que o mistério da mulher é realçado e ganha outros níveis. Aquela com quem você troca mensagens no chat não é a mesma menina com quem você bate papo na mesa de um bar ou durante um jantar.

O que aqueles olhares na mesa do restaurante querem dizer, meu Deus? E o que eles escondem? É um qualquer coisa que não cabe em 140 caracteres.

O mistério acabou com as redes sociais, com esses lugares onde se escancaram gostos e opiniões? Não. Muito ao contrário. Ele apenas tornou-se mais difícil se ser decifrado.

Mecenas: The Golden Secret


Link YouTube |

Algumas coisas ainda são misteriosas e não podem ser descritas em sua plenitude no perfil de Facebook. Como o perfume. O cheiro, este sentido extremamente ligado à afeição, nunca é revelado.

O cheiro é o segredo. E o segredo de The Golden Secret é a combinação perfeita entre singularidade e elegância da nova essência de Antonio Banderas, um perfume sedutor com grande personalidade

O PdH tem três frascos de The Golden Secret para os leitores que responderem nos comentários:

“Qual é o seu segredo que apenas se revela fora das redes sociais?”

As três melhores respostas levam. Fácil, fácil.

Mecenas PdH: Você leu um texto apoiado por uma empresa. Conheça nossa política de transparência e conteúdo livre de amarras.
Rodolfo Viana

É jornalista. Torce para o Marília Atlético Clube. Gosta quando tira a carta “Conquiste 24 territórios à sua escolha, com pelo menos dois exércitos em cada”. Curte tocar Kenny G fazendo sons com a boca. Já fez brotar um pé de feijão de um pote com algodão. Tem 1,75 de miopia. Bebe para passar o tempo. [Twitter | Facebook]


Outros artigos escritos por


SEPARAMOS MAIS TEXTOS PARA VOCÊ CONTINUAR LENDO




O texto acima não representa a opinião do PapodeHomem. Conheça a visão e a essência por trás do que fazemos. Queremos uma discussão de alto nível. Antes de comentar, leia nossas boas práticas. Caso deseje enviar um texto e se tornar um autor, venha por aqui.


  • http://www.facebook.com/people/Silveira-Neto/748845249 Silveira Neto

    “Qual é o seu segredo que apenas se revela fora das redes sociais?”A essência do ser, a simplicidade de um sorriso, pequenas coisa que fazem a diferença.

    • Victor Alexandre

      Se expressando assim e com esse traje sedutor, meu amigo Silveira, com certeza você fará a diferença!

      • http://www.facebook.com/people/Reysi-Pegorini/1398276764 Reysi Pegorini

        Conta mais…

  • Victor Alexandre

    É Rodolfo, as redes sociais nos limitam muito, pouco nos dão campos de área de conquista. 

    E se, quisermos atrair alguns olhares mais atentos e curiosos sobre nós, pouco ajudará um xaveco virtual ou um depoimento bem elaborado. 

    “Uma conversa no msn talvez”.Já obtive sucesso algumas vezes nas redes sociais. A namorada que hoje tenho conheci pela internet, peguei o telefone, marcamos um encontro e ‘bingo’.

    De certo modo, nossos perfis limitadores tem um lado bom. Quando estamos ao vivo, podemos ser muito mais que apenas 140 caracteres.

    Abs Rodolfo.

  • http://www.facebook.com/people/Eduardo-Pacheco/100002345621352 Eduardo Pacheco

    “Qual é o seu segredo queapenas se revela fora das redes sociais?”: Isso terá que ser revelado pessoalmente. Aliás, é uma ótima oportunidade de reunir os leitores e os editores do PdH em um boteco(“Boteco PdH?”) para que possamos conhecer esse quê de pessoalidade que só se transmite olhando nos olhos e que não pode ser traduzido com o Times New Roman de fonte 12. Bora pro bar? Aprimeira rodada de Chopp é por minha conta.apenas se revela fora das redes sociais?”: Isso terá que ser revelado pessoalmente. Aliás, é uma ótima oportunidade de reunir os leitores e os editores do PdH em um boteco(“Boteco PdH?”) para que possamos conhecer esse quê de pessoalidade que só se transmite olhando nos olhos e que não pode ser traduzido com o Times New Roman de fonte 12. Bora pro bar? Aprimeira rodada de Chopp é por minha conta.

  • http://diariosproibidos.blogspot.com/ Samyta Nunes

    Tenho esperanças de que a sedução “old fashion” vai voltar, um dia.
    A era de peixes vem aí, quem sabe traz o romantismo de volta?! É o que dizem…

    Fiquei contente de esse artigo ter sido o primeiro que li hoje, o dia já começou bem.
    Obrigada, Rodolfo! Adorei ler ouvindo Roxette. ;)

    • http://www.facebook.com/people/Eduardo-Pacheco/100002345621352 Eduardo Pacheco

      Haha, é uma questão complicada. Eu mesmo resisti a essas mudanças – sempre fui um cara da moda antiga, que aparecia de madrugada na casa da namorada pra fazer surpresa, que abria a porta do carro ao mesmo tempo que olhava com aquela cara de sacaana “Você sabe que eu te amo e te acho gostosa pra caralho, né?”.
      Isso precisa de um tipo de inciativa que é um pouco diferente de você chegar em uma mulher na balada – lá a exposição é temporária, o risco é pequeno porque provavelmente nunca mais verá a mulher e você precisa fazer mágica em alguns minutos. Não sou bom nisso, prefiro que o terreno seja conquistado dia após dia, prefiro ficar naquela fase em que ela sabe que você quer – não com certeza – acha graça , e deixa a brincadeira acontecer porque independente do resultado, o jogo por sí só  já é bem prazeroso.
      Por outro lado, mesmo aquelas que valorizam as flores e tudo que traga esse romantismo que você falou, cobram do homem que ele seja tão bom no calor daquele instante de uma pista de dança quanto o paquitão que está jogando em casa. Sendo assim, gostemos ou não, o romântico de hoje precisa aprender a lidar com essa nova realidade e aborver pelo menos um pouco dessa falta de apego que tem o pegador de balada.

      • http://diariosproibidos.blogspot.com/ Samyta Nunes

        Pois é, Eduardo. As coisas estão tão diferentes (nada mais natural), que a palavra “romantismo” fica automaticamente associada à flores/surpresa/cavalheirismo/gentileza. É claro que isso também faz parte de ser romântico, mas, na minha concepção vai muito além.

        Como bem disse o Rodolfo, tem a ver com

        “a necessidade de saber mais sobre a mulher.(…)
        Cada gosto, traço da personalidade da menina descoberto pelo homem
        era uma peça encaixada no quebra-cabeça. Um quebra-cabeça que todo homem
        adepto da boa sedução adoraria passar a vida completando, peça a peça.

        Assim, seduzir era matar um leão por dia, amigo. E era uma tarefa
        deliciosa. Você se encantava por uma garota e, em seguida, o que mais
        desejava era passar as horas descobrindo cada polegada da mulher.”

        Óbvio que em uma balada é impossível fazer isso. Mas e depois que já rolou a primeira ficada?! Hoje em dia os caras nem pedem mais o número de telefone, é “te adiciono no facebook” e fica por isso mesmo. E falo por experiência própria. Acho péssimo, a mim parece falta de interesse…

        Mas enfim, como eu digo, tenho esperança de que em algum momento o ser humano volte a ter gosto em se envolver, dê importância devida às relações humanas offline e se relacione de uma forma mais viva, com olhos nos olhos, cheiros e tudo o mais…

  • http://www.facebook.com/people/Eduardo-Pacheco/100002345621352 Eduardo Pacheco

    Gostei do texto Rodolfo, quebra um pouco essa visão simplista do “no meu tempo era melhor”. Os tempos mudam, a sociedade se renova – a tecnologia está aqui e negar esse fato não vai mudá-lo. Esperto é aquele que reconhece esse novo cenário e se adapta a ele percebendo as sutilezas – como você colocou – que são ignoradas pela primeira impressão desse mundo tecnológico. É claro que é fácil ver as páginas azuis como  uma vitrine de avatares, onde cada pessoa lá é bionica e tudo que se expõe é construído e não real. Mas, como você colocou, se sobressai aquele que enxerga além da casca, além daquilo que queremos que as pessoas pensem da gente, aquele que consegue ver que por trás daquele perfil cibernético existe uma mente humana: com medos, inseguranças, imperfeitos e realidade.
    E é isso que (ainda) torna esse jogo algo delicioso, e concordo contigo : a sedução não morreu, só ficou adaptada aos novos tempos. Pra perceber isso, no entando, precisamos mesmo desconstruir esse monte de conceitos fáceis e prontos que temos, enxergar esse mundo e entendê-lo antes de condena-lo ( uma postura meio cartesiana). Abraços Bro! Mandou bem.

  • http://www.umpapolivre.com Paulo Roberto

    > “Qual é o seu segredo que apenas se revela fora das redes sociais?”

    Que eu não consigo resistir àquele olhar feminino… de cabeça inclinada para o lado e com um sorriso nos lábio; ao ver um desses, toda aquela marra de ogro do século XXI se derrete  e viro um garotinho bobo e apaixonado.

    • http://www.facebook.com/people/Eduardo-Pacheco/100002345621352 Eduardo Pacheco

      Perto de uma mulher, somos só garotos.

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=100000088922153 Wagner Menke

    Em que pese isso ser um post sobre o cheiro, pelas redes sociais nunca saberemos como é o toque…

  • http://www.facebook.com/people/Bruno-Zeferino-da-Silva/100002050166941 Bruno Zeferino da Silva

    “Qual é o seu segredo que apenas se revela fora das redes sociais?” – Sir Austin D. Powers vai me matar, mas o grande segredo está no “Mojo”!!!

  • http://twitter.com/rafaelcgo Rafael Oliveira

    Quando comecei a ler o artigo já estava construindo a minha resposta, que no fim se mostrou ser a conclusão de Rodolfo. Concordo totalmente, as coisas parecem estarem expostas, mas elas só estão mais escondidas.

    Ps: Só eu que acho essa foto de Rodolfo igual a Junior, irmão de Sandy? aehueaheauhea

    • http://www.facebook.com/people/Branca-Rochidali/100002879770077 Branca Rochidali

      Sabia que a foto fazia eu me lembrar de alguém! Hahaha

    • http://www.facebook.com/profile.php?id=100000088922153 Wagner Menke

      Será?!

      • http://diariosproibidos.blogspot.com/ Samyta Nunes

        KKKKKKKKKKKK

        Separados no nascimento! rs

      • http://twitter.com/rafaelcgo Rafael Oliveira

        A prova cabal da semelhança! ahah

  • http://twitter.com/ThiagoRocha23 Thiago Rocha

    “Ou seja, a persona criada para Facebook, Twitter, Last FM e afins serve não para que se conheça mais sobre a mulher, mas sim para que ela se esconda por sobre aquilo que ela julga ser sua personalidade.” 

    Mermão, genial. 

  • http://www.facebook.com/people/Branca-Rochidali/100002879770077 Branca Rochidali

    Ótimo texto, leitura que nos faz pensar e ter vontade de sentir aquele
    tal frio na barriga e as mãos suadas na entrega de um bilhetinho na
    época da escola. De quando guardava-se uma figurinha da bala que ganhou.
    Ai ai, que nostalgia! rs

  • http://www.facebook.com/raphael.demery Raphael D’Emery

    O segredo do toque, do beijo, algo realmente carnal que rede social nenhuma vai conseguir fazer uma mulher sentir-se desbravada, desde sentimento de um sorriso até seus pontos mais excitantes.

  • http://www.facebook.com/priscila.arj Priscila Araújo

    Há tempos
    venho acompanhando os textos de vocês por e-mail. Toda manhã reservo pelo menos
    25 minutos para colocar todos os tipos de notícias em dia. Ainda não tinha
    deixado nenhum comentário, apesar de acompanhar sempre e gostar muito do que
    leio. Muito bom esse texto.PARABÉNS. Quanto a pergunta “Qual é o seu segredo que
    apenas se revela fora das redes sociais?”, me
    veio a dúvida do que poderia expor aqui, que já não consta em nenhuma das minha
    atualizadas redes sociais.. Ficou, em especial, uma dúvida do que as pessoas
    descobrem a meu respeito fora do mundo cibernético, o que falta expor através
    de fotos, comentários, descrições… Bom, consultei meus coleguinhas do
    escritório e chegamos a conclusão que a resposta é TUDO. No mundo virtual
    podemos ser o tipo de pessoa que quisermos, bonitos, rico, inteligentes,
    religiosos… basta alguns comentários (muitas vezes retirados do amigo Google),
    para gerar uma centena de comentários do tipo “
    Nossa como ela é inteligente”.
    Todos sabemos que a realidade não é bem assim, na hora do bate papo não há como
    consultar sites de pesquisa pra ter assuntos, nem photoshop pra disfarçar
    aquela barriguinha, ou a espinha no nariz. É difícil a vida real pensando por
    esse lado. Contudo, você aprender a aceitar alguns defeitos alheios e ter a
    certeza que as qualidades que admira em alguém são concretas é muito mais
    gostoso. Aqui vai algumas das minhas manias que não constam no facebook: Tenho
    uma coleção de perfumes (aproximadamente trinta frascos), compro pijamas e
    meias novas pelo menos uma vez por mês e tenho muitos defeitos que obviamente
    não tive a coragem de expor na internet. É isso aí que gerou risadas pela manhã
    aqui na empresa. Algumas de nossas características, que consideramos como
    defeitos, ou manias bobas, são qualidades e motivos de admiração pra outras. Isso
    aí a gente não acha no Google, só a convivência mostra. Tem coisa mais
    deliciosa que essa? Abraço!

  • http://www.facebook.com/priscila.arj Priscila Araújo

    Há tempos
    venho acompanhando os textos de vocês por e-mail. Toda manhã reservo pelo menos
    25 minutos para colocar todos os tipos de notícias em dia. Ainda não tinha
    deixado nenhum comentário, apesar de acompanhar sempre e gostar muito do que
    leio. Muito bom esse texto.PARABÉNS. Quanto a pergunta “Qual é o seu segredo que
    apenas se revela fora das redes sociais?”, me
    veio a dúvida do que poderia expor aqui, que já não consta em nenhuma das minha
    atualizadas redes sociais.. Ficou, em especial, uma dúvida do que as pessoas
    descobrem a meu respeito fora do mundo cibernético, o que falta expor através
    de fotos, comentários, descrições… Bom, consultei meus coleguinhas do
    escritório e chegamos a conclusão que a resposta é TUDO. No mundo virtual
    podemos ser o tipo de pessoa que quisermos, bonitos, rico, inteligentes,
    religiosos… basta alguns comentários (muitas vezes retirados do amigo Google),
    para gerar uma centena de comentários do tipo “
    Nossa como ela é inteligente”.
    Todos sabemos que a realidade não é bem assim, na hora do bate papo não há como
    consultar sites de pesquisa pra ter assuntos, nem photoshop pra disfarçar
    aquela barriguinha, ou a espinha no nariz. É difícil a vida real pensando por
    esse lado. Contudo, você aprender a aceitar alguns defeitos alheios e ter a
    certeza que as qualidades que admira em alguém são concretas é muito mais
    gostoso. Aqui vai algumas das minhas manias que não constam no facebook: Tenho
    uma coleção de perfumes (aproximadamente trinta frascos), compro pijamas e
    meias novas pelo menos uma vez por mês e tenho muitos defeitos que obviamente
    não tive a coragem de expor na internet. É isso aí que gerou risadas pela manhã
    aqui na empresa. Algumas de nossas características, que consideramos como
    defeitos, ou manias bobas, são qualidades e motivos de admiração pra outras. Isso
    aí a gente não acha no Google, só a convivência mostra. Tem coisa mais
    deliciosa que essa? Abraço!

    • http://www.facebook.com/maestacamila Camila Maestá

      “…a persona criada para Facebook, Twitter, Last FM e afins serve não para
      que se conheça mais sobre a mulher, mas sim para que ela se esconda por
      sobre aquilo que ela julga ser sua personalidade.” Muito bom, Rodolfo!!!

      Também achei chato a publicidade no final do texto, mas concordo que o mundo não é cor-de-rosa… De qualquer forma, esse é (de longe) o melhor comentário!!!
      Com ênfase para ” Todos sabemos que a realidade não é bem assim, na hora do bate papo não há como consultar sites de pesquisa pra ter assuntos, nem photoshop pra disfarçar aquela barriguinha, ou a espinha no nariz. É difícil a vida real pensando por esse lado. Contudo, você aprender a aceitar alguns defeitos alheios e ter a certeza que as qualidades que admira em alguém são concretas é muito mais gostoso.” Bem isso, Priscila! Abçs

    • http://www.facebook.com/maestacamila Camila Maestá

      “…a persona criada para Facebook, Twitter, Last FM e afins serve não para
      que se conheça mais sobre a mulher, mas sim para que ela se esconda por
      sobre aquilo que ela julga ser sua personalidade.” Muito bom, Rodolfo!!!

      Também achei chato a publicidade no final do texto, mas concordo que o mundo não é cor-de-rosa… De qualquer forma, esse é (de longe) o melhor comentário!!!
      Com ênfase para ” Todos sabemos que a realidade não é bem assim, na hora do bate papo não há como consultar sites de pesquisa pra ter assuntos, nem photoshop pra disfarçar aquela barriguinha, ou a espinha no nariz. É difícil a vida real pensando por esse lado. Contudo, você aprender a aceitar alguns defeitos alheios e ter a certeza que as qualidades que admira em alguém são concretas é muito mais gostoso.” Bem isso, Priscila! Abçs

    • http://www.facebook.com/maestacamila Camila Maestá

      “…a persona criada para Facebook, Twitter, Last FM e afins serve não para
      que se conheça mais sobre a mulher, mas sim para que ela se esconda por
      sobre aquilo que ela julga ser sua personalidade.” Muito bom, Rodolfo!!!

      Também achei chato a publicidade no final do texto, mas concordo que o mundo não é cor-de-rosa… De qualquer forma, esse é (de longe) o melhor comentário!!!
      Com ênfase para ” Todos sabemos que a realidade não é bem assim, na hora do bate papo não há como consultar sites de pesquisa pra ter assuntos, nem photoshop pra disfarçar aquela barriguinha, ou a espinha no nariz. É difícil a vida real pensando por esse lado. Contudo, você aprender a aceitar alguns defeitos alheios e ter a certeza que as qualidades que admira em alguém são concretas é muito mais gostoso.” Bem isso, Priscila! Abçs

  • Bruno G C

    segredo?
    sou um homem indeciso, ela pode achar que estou loucamente apaixonado sendo que so quero uma noite de prazer.. mais ou menos assim.

  • Anônimo

    “Qual é o seu segredo que apenas se revela fora das redes sociais?”
    O maior segredo sou eu mesmo, o contato com o outro me permite ser um universo de diferentes pessoas mesmo sendo um só, a riqueza que o contato frente a frente propicia é sem igual as feições os gestos o charme aquele geitinho malicioso que só podemos na presença do outro.

  • http://www.facebook.com/people/Hugo-Mariatti/1818762397 Hugo Mariatti

    Texto genial. Como nunca pensei nisso?

    Vou compartilhar com todos no facebook.

    • Eduardo

      Mas que bronca é essa com os mecenas, bro

  • http://twitter.com/dscorzoni Danilo Scorzoni Ré

    Anos Incríveis… sensacional série que assisti incansavelmente na minha adolescência… acho que vou baixar tudo e assistir novamente pra aprender mais um monte de coisa!

  • Rodolfo Viana

    Hugo,

    Nós moderamos os comentários para que não haja nego usando caps lock em toda frase ou ofendendo outros usuários. Portanto, se o seu comentário não tem nada disso — como este a que respondo –, ele será lido em algum momento do dia e aprovado. Apenas não espere aprovação automática.

    Tenha um pouco de paciência, meu caro. ;-)

    • http://www.facebook.com/profile.php?id=100000088922153 Wagner Menke

      Kkkkkkkkk… estou aqui imaginando a reação do Hugo ao ser respondido por um cara com essa foto…
      Que situação!

      =) 

  • Rodrigo Cambiaghi

    Hugo, 

    Não entendi sua revolta.
    Se não houvesse um patrocinador pro artigo ele seria um texto bom, mas como tem ele é um texto chancelado por uma marca ele é um texto ruim? É isso?

    Como você já percebeu, a nossa pauta se sustenta independente do anunciante.
    A marca entra apenas como uma apoiadora do conteúdo que está dentro do universo que ela atua – é só ler todos os nossos artigos patrocinados, eles seguem com a mesma pegada do artigo de hoje.

    Por acaso, o texto de hoje específicamente, foi escrito bem antes de fecharmos o projeto com Antonio Banderas, ele seria publicado como um texto independente, mas calhou da pauta se encaixar com o tipo de conteúdo que está dentro do universo da marca. Portanto não, não foi um artigo escrito de trás pra frente.

    Acho que vale a pena você dar uma olhada na nossa relação com a publicidade, deixamos bem claro aos leitores nos textos patrocinados o que é fala do PdH e o que é fala do anunciante, assim não há ruídos.

    http://papodehomem.com.br/os-mecenas-e-o-pdh/

    Um abraço

  • http://www.facebook.com/people/Victor-Domingues/100001849918704 Victor Domingues

    Esqueceu? É Segredo !

  • João Vitor Schulte

    O segredo que se revela, é que não é tão simples assim ter tantos assuntos quando não se tem milhões de abas abertas na internet, ou noticias novas o tempo todo facilitando o desenvolver da conversa, quando estão ali só os dois, somos só meninos bobos e tímidos, sem saber muito o que dizer (no início) até que o jeitinho dela te inspira e você começa a falar e o carinha tímido vai dando lugar ao sedutor, que se aproxima para descobrir os segredos que Ela esconde. bom… daí pra frente é segredo né!?

  • http://twitter.com/BrisaFeliz Fernanda Magalhães

    “Qual é o meu segredo que apenas se revela fora das redes sociais?”

    Sou extremamente tímida.

  • http://www.facebook.com/people/Fernando-Gouveia/1770199954 Fernando Gouveia

    Essa é uma pergunta que só pode ser respondida pessoalmente, se eu conseguir me definir em poucas linhas o que vai me sobrar pra oferecer pessoalmente?

  • http://www.facebook.com/people/Fernando-Gouveia/1770199954 Fernando Gouveia

    Eu li de graça.
    Com patrocinador ou não o texto é muito bom, não é assim com os macenas?
    Alguém tem que pagar, ou vc acha que esse bando de macho que trabalha no PDH é voluntário?

  • Júlio Caldas

    Haaa….. num sei k7! Você é um cara muito enxerido !!! Me deixa com meu segredo, pô!

  • http://twitter.com/odemilsonljr Odemilson Louzada Jr

    Boas lembranças, gravar mixtape e entregar pra namorada. Lembrei na hora de Alta Fidelidade do Hornby.

  • robson santos

    Meu segredo fora das rede sociais é ,ser tudo que não sou la, mas que
    belas palavras o homem tem que ter cara e cheiro de homem,(ter pegada),
    surpreender é uma coisa que é minha cara, no réveillon passado bem na
    meia noite, peguei o violão cantei uma musica em seguida pedi ela em
    casamento.. suspender sempre e a melhor arma e isso só se faz olho no
    olho. este ano ainda não sei o que vou fazer, mas ideia não falta, acho
    que vou seguir o conselho de fazer um jantar,( é acho que ando lendo
    muita coisa aqui srsrsrrs) valeu pelas dicas e com este perfume ai, perfeito.

  • http://www.facebook.com/people/Richardson-Nochelli/100001834210056 Richardson Nochelli

    “Qual é o seu segredo que apenas se revela fora das redes sociais?”
    Revelo que o segredo parte de quem o vê e que na verdade o segredo é a ausência do mesmo, que o intimo apenas torna intensas aparências e que, mesmo os enganos, podem ser convertidos em acertos.
    Meu segredo é ser autêntico em minha plenitude, seja virtual ou real, o segredo é ser quem sou, escondido sob a sombra de um conceito torpe pré estabelecido, é surpreender por ser real.

  • Deivins

    “Qual é o seu segredo que apenas se revela fora das redes sociais?”
    A espontaneidade, o sorriso, o carisma, o olhar de menino e intenções de moço. A insegurança, ansiedade, as pernas se movimentando de um lado pro outro ao imaginar as palavras que devem ser ditas à uma paquera. O atrapalhado e corajoso, o alma, corpo e cheiro Deivin..rs

    Agradeço aos escritores deste site, pois
    estou aprendendo demais com as experiências, conhecimentos, vivencias de todos
    inclusive os comentários de cada leitor.

    Este ano, foquei boa parte das minhas relações interpessoais
    por meio do facebook, MSN e etc. Porém, no papo de homem pude perceber que  é preciso VIVER a minha vida de verdade. Agora
    tomei coragem e terminei um namoro que já fazia um tempo que acabara, (pensamento
    pq a mina é de boa família, legal, meus pais gostam dela e etc), pois tinha
    medo de não achar uma melhor que realmente me fizesse feliz.  Não sinto vontade de passar horas nas redes
    sociais, mas o que interessa agora é conquistar novas terras e enxergar novos
    horizontes. Abraços

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=100001318948411 Matheus Marcos

    Os olhares, gestos e aromas transmitidos através do contato físico
    num simples diálogo.

  • Rodolfo Viana

    Hugo,

    O texto é o texto. Ele não é guiado pelo produto. Tanto que há casos em que falamos exatamente o oposto do que a marca deseja. Por exemplo: quando uma marca de camisinha apoiou um texto sobre “como esfriar sua relação”.

    http://papodehomem.com.br/como-esfriar-sua-relacao/

    Temos uma política de transparência — do qual, para nosso orgulho, o PdH foi idealizador — seguida por diversos outros portais. Justamente porque tratamos o leitor com respeito suficiente para dizer “amigão, tem uma marca que apoia este texto”. Seria mais fácil fazer merchan. Seria mais fácil anunciar uma marca e não dizer que é anúncio. Mas não é como trabalhamos.

    Com o devido respeito, seu desconforto é improcedente. Repare: temos um selo que diz que o texto lido é apoiado pela marca; temos uma marcação que diz que se trata de “mecenas”; temos a separação exata de onde termina o texto e onde começa a publicidade. E no espaço editorial não há influência alguma da marca. Do começo ao fim do trecho *editorial*, é a voz do PdH.

    Publicidade incomoda muita gente. Mas é ela que mantém este portal. Podemos pensar formas de fazer publicidade cada vez mais afastada da voz editorial — e sempre nos debruçamos sobre isso, sobre o desafio de ser um puta veículo e, ao mesmo tempo, não estar atrelado a marcas. Mas reclamar deste incômodo que a publicidade causa é como se queixar do sol ser quente, da água ser molhada…

    Mas se te incomodou, proponho que nos diga: como podemos fazer publicidade melhor e não comprometer a linha editorial? Tem alguma sugestão?

  • http://diariosproibidos.blogspot.com/ Samyta Nunes

    Gabriel,

    Olha, não sei se é questão de geração X ou Y.
    Você mesmo, que diz ser da “nossa galerinha (25, 30)”, afirma: “Mas, se nos ‘modus operandis’ atuais eu conseguir levar alguém pra cama mais rápido, eu vou fazer igual. Sem sombra de dúvidas.”

    Ou seja, todo o lance de saborear a conquista, muito bem exposto no texto do Rodolfo vai por água abaixo…rs

    Diferente de você, que disse estar completamente desacreditado do futuro, eu ainda tenho esperanças (repito) de algo pode mudar em algum momento, nesse sentido. Não me pergunte como nem por quê, pois não sei dizer. Mas eu acredito. Sou dessas…rs

  • Ernesto Tagibah

    ” Eu lavo a louça…”

  • Rodrigo Cambiaghi

    Hugo,

    Como o Rodolfo já disse, o texto é o texto, ele não é guiado pelo produto, a marca apenas chancela um conteúdo relacionado ao universo dela.

    A tag “mecenas” aparece bem abaixo do título, identificando o artigo como um texto patrocinado logo no início.
    No final do artigo tem um selo de oferecimento, e ainda um banner gigante falando: “Você leu um texto apoiado por uma empresa”
    Talvez por trabalhar todos os dias com isso não consigo enxergar onde está a “enganação”?O que pra você é um contexto honesto para inserir um anunciante? Vou te explicar como acontece na prática:O cliente não mexe no nosso editorial, no máximo, tirarmos palavrão ou foto de mulher pelada, fora isso, o cliente não altera em texto do PdH e batemos o pé quando pedem.A liberdade do cliente é da parte “Mecenas: Marca X” para baixo – ai é o discurso do anunciante, não o nosso. Se você tiver um modelo melhor para trabalharmos conteúdo relevante para os nossos leitores + inserção de marca. De uma maneira vendável - comercial@papodehomem.com.br 

    Abs

  • http://www.facebook.com/killersandro Sandro Guedes de Souza

    “Qual é o seu segredo que apenas se revela fora das redes sociais?”O meu segredo não sou eu quem revelo. É ela. O segredo será aquilo que há em mim que só ela consegue ver, que rede social nenhuma pode transcrever. Olhar, sorriso, sotaque, postura, manias, pensamentos, pegada…não importa o que seja, será notável.

  • http://www.facebook.com/people/Reysi-Pegorini/1398276764 Reysi Pegorini

    Não tenho segredos, minha vida é um facebook desbloqueado.

  • Eduardo Bellini SG

    “Qual é o seu segredo que apenas se revela fora das redes sociais?”
    A hipnotização de um olhar mais sedutor que o sorriso estático do meu avatar.

  • Gabriel Cms

    Meu segredo se revela em um simples olhar, que penetra a alma do outro e busca a essência que não se encontra em uma rede social. Um abraço que aproxima os dois corpos e revela o prazer do calor humano. Curtir é sentir o encanto da pessoa amada e compartilhar é viver cada momento como se fosse o ultimo ao lado dela. Cutucar, só se for aquele toque carinhoso, onde quase se implora um beijo dos lábios de quem te seduz!

  • http://www.facebook.com/people/Vaninha-Costa/100002115439163 Vaninha Costa

    Poxa to adorando esse blog hehehe a cada dia coisas maneras de se ler 
    ah e conquista a moda antiga nossa isso deve ter sido muito bom ahhh como eu queria que fosse assim comigo hehe mas ne  :D

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=100001317628816 João Brizzi

    Concordo plenamente!

    Acabo de passar por uma situação parecida. Conheci, por acaso, uma guria na internet e, depois de uns dois meses conversando, aproveitei que ia pra cidade dela e resolvi conhecê-la.

    Teoricamente, eu sabia tudo sobre ela. Na prática, tinha que fazer malabarismos pra fazer o que eu sabia ser útil e realmente conseguir alguma coisa significativa.

    Não existem palavras que descrevam um olhar ou emoticons que descrevam a expressão da mulher quando ela te fala algo. O que se aprende na internet funciona pra gente tentar achar os espaços entre as músicas que ela gosta e os filmes que ela assiste e, por eles, tentar descobrir o que ela é.

  • Pauloazevedo83

    Hugo,

    Não sei se tô levando o negócio muito para o lado prático, sou apenas um leitor.
    Mas não vejo problema em ler um texto bom e no final encontrar a “propaganda” de um produto que patrocina o texto e os conceitos abordados nele.
    Me parece meio fantasiosa, pra não dizer hipócrita, demais está ideia de que não podemos ganhar dinheiro com algo bom.
    Eu trabalho todos os dias, faço o melhor de mim e não vejo meu trabalho como desmerecido nos últimos dias do mês porque ganhei meu salário.
    Seria ótimo é claro se eu pudesse viver de luzes e trabalhar somente como voluntario, mas como eu não posso….então posso tentar ganhar meu quilhão fazendo algo de bom também.
    Vejo esse seu comentario bem nessa dinâmica cara.

    Abraço

  • http://www.myspace.com/bluesy_marcos Matsuura Junichiro

    E quem foi que disse que a pipa do vovô não sobe mais???? Vocês não conhecem Viagra, não???? E Levitra???? E Cialis???? Agora, a pipa do vovô só não sobe mais se ele não quiser. Se ele começar com essas frescuras de “tõ muito velho pra pensar nessas coisas”, ferrou!!!!

  • http://www.facebook.com/people/Felipe-Giannella/100001329622375 Felipe Giannella

    “Qual é o seu segredo que apenas se revela fora das redes sociais?” O meu segredo é ter muitas outras cartas na manga. Sou muito menos papinho e muito mais ação, olho no olho, sensações, dançar juntinho, palavras no ouvido, pegada firme e precisa, um perfume que condiz com a minha posição. Um sorriso. Um olhar com malícia. Fora das redes sociais as possibilidades são ampliadas, e podemos mostrar muito mais de nós do que apenas gostos, aparência e comentários legais. Sem contar que um toque, um olhar, um beijo e um abraço carregam muito mais emoção do que um “curti isso”.

    “The Secret” revealed.

  • Hian Lima

    “Qual é o seu segredo que apenas se revela fora das redes sociais?” R: Eu não posso contar.

  • http://www.facebook.com/jullianarodrigues Julliana Rodrigues

    Adoooro. Sou intrusa por aqui. rsrsrs

  • http://www.facebook.com/jullianarodrigues Julliana Rodrigues

    E é por essa tbm, que estou cancelando minha conta em 01/01/2012. Uma data pra recomeçar. Chega de exposição e de “facilitar o jogo” na hora da paquera. O facebook estraga tuudo!

    • André Resende

      Voce nao ia deletar sua conta? :)

  • http://www.facebook.com/jullianarodrigues Julliana Rodrigues

    aaa. É o mesmo do meu, junto com o olhar. Dizem-me, que ele diz tuuudooo.!!! Me entrega total.

  • Júnior

    Entre as inúmeras coisas que não se pode ser de verdade no  mundo virtual, o que não se revela, o que eu não revelo, é a sensação de cada momento vivido. E pesar de todos os rescursos, das melhores câmeras digitais, dos mais avançados truques de photoshop, nada se compara ao real sabor de tudo aquilo que se viveu. Ninguém é capaz de criar um passado virtualmente, nenhuma família é construída sem as brigas e dificuldades que a vida nos impõe a cada instante. Os melhores momentos, as histórias que todos sonham em contar para os netos e os melhores amigos não são feitos no facebook, orkut ou twitter, não podem ser recriados por meia dúzia de palavras estampadas na tela de um computador. A essência do toque, da pele, do olhar e de todos os defeitos reside no que você é de verdade, fora do facebook, fora dos 140 caracteres do twitter ou de qualquer outra “rede social”. O que eu não revelo virtualmente, nem em qualquer fotografia ou fora de uma mesa de bar, é o que já passei pra ser o que hoje sou. Tudo o que conquistei não depende absolutamente em nada de qualquer brincadeira sem graça, comentário sarcástico ou compartilhamento humanitário feito em um mundo que, apesar de parecer real, é virtual, frio e distante do que qualquer pessoa realmente é. Se fosse possível revelar todos os momentos de vida virtualmente, ninguém hoje falaria de saudade…

  • http://pulse.yahoo.com/_VBAEOHXKQM6JSVINID4FRPTPR4 Danilo

    Apesar de na maior parte do tempo só querermos sexo com as mulheres, fazemos questão de sempre impressionar e somos românticos, assim como elas.

  • http://www.facebook.com/people/Luiz-Raphael-Fernandes/1056315016 Luiz Raphael Fernandes

    “Qual é o seu segredo que apenas se revela fora das redes sociais?”

    Tudo fora das redes sociais é mistéio; mas, para ser bom, não basta ser revelado, tem que ser desvendado. O que faz de alguém interessante é, primeiramente, sua linguagem corporal e o meu segredo é uma fragrância que exale mistério e sedução.
    The Golden Secret é o perfume que não diz logo de cara quem tu és, mas sim o tipo que envolve e rouba a atenção feminina e que a faz desejar te desvendar por completo.

  • Thyago

    “Qual é o seu segredo que apenas se revela fora das redes sociais?”
    O único segredo que tenho a esconder em redes sociais, é que por trás deste perfil rude e áspero de bad ass bate um coração de um gentleman, que ainda se importa com os mínimos detalhes, com a pureza de um olhar e com a beleza de um sentimento verdadeiro.

    agora me dá o perfume ae que eu to precisando!!!

  • Catia

    Gostei muito do texto, dificil acredita que foi escrito por um homem rsrsr… bem sensivel. Mas respondendo a pergunta para ganhar o perfume do bandeiras acho que além do cheiro tem também o halito. Quando se conhece alguém e chega mais perto a primeira coisa q sentimos e o halito que diz chega mais perto ou foge rsrsr…

  • Thiago Wanderley

    Excelente texto! As redes sociais ajudam a somente tentar decifrar um pouco a pessoa, mas nada subsitui a conversa ao vivo, com olhares e expressões corporais.

  • lilica

    Palmas para Hugo!!! Ignoremos os 3 últimos parágrafos e pronto!!!

Papo de homem recomenda

Assine o Papo de homem

Curta o PdH no Facebook
  • 5551 artigos
  • 662556 comentários
  • leitores online