Os cortes tradicionais de um autêntico churrasco

Luiz Minduim

por
em às | Comida


O Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei

Foram 11 estatuetas no Oscar. Inclusive de Melhor Filme.
Frodo, Gandalf, Sam, Aragorn, Legolas, Gimli, Pippin e Merry estão te esperando.
Cinemax. Te dá o que você busca.
Acompanhe em cinemax.tv a programação completa.

Pois então meu bruxo, já sabes salgar, mas que carne comprar para fazer o assado nosso de cada final de semana?

Vamos iniciar pela carne do boi, que vem a ser o animal que mais cortes apresenta. Pelo seu tamanho e porte, variedade de localização e de texturas, os ruminantes são como uma estância com várias culturas e produções.

Alguém já afirmou que não existe carne de primeira ou de segunda, existem preparos próprios para cada corte. Tente assar um lagarto (tatu) no espeto, só vai servir para porrete, já na pressão com um bom molho ferrugem é dos deuses, assim como fazer churrasco com filé é exagero, uma boa frigideira resolve e os sucos não vão para as brasas.

Além da bovina carne o churrasco gaúcho é preparado com carne ovina, essas duas espécies aclimatadas, que pastam sossegados em nossas imensidões verdes.

A pecuária sempre foi um dos principais esteios do desenvolvimento da região do Grande Pampa. Com o passar dos anos os estancieiros foram aprimorando seus rebanhos, pela importação de raças e reprodutores importados para suas cabanhas. O gado de origem inglesa como o Hereford, o Aberdeen Angus, o Charolês, o Devon, entre outras raças de gado próprio para produção de carne “especial de primeira”, apresentam o famoso marmoreio da graxa entremeada nas carnes.

Quem já teve o desfrute de experimentar um churrasco de costela de novilho de Angus, assado em fogo de chão com vagar e picardia, sabe o que é um Churrasco com C maiúsculo!

O gado geral de corte nem sempre é puro de pedigree mas é o resultado de cruzas que vão fornecer carne macia, saborosa e gorda. Gorda sim! Para se assar churrasco tem de ser com carne gorda, pois quem come churrasco não faz regime e, para fazer carne moída ou carne de panela, a carne das raças zebuínas é perfeitamente adequada.

Os ovinos ainda são criados para se vender a lã e a carne é para “as casas”, expressão gaúcha que designa a peonada e suas famílias. Algumas raças são desenvolvidas para carne, como a Sufolk (cara negra) e a Ille de France, excelentes exemplares de animais apropriados para a prática do assado.

Abrindo os arquivos

cortes-boi
Ilustração do autor

Dos cortes do boi, o mais tradicional é a costela, que dividimos em três partes, próximo ao do lombo estão as aparas, saborosas mas não tão macias, a janela o quadrilátero central que é o corte mais procurado, a parte inferior é conhecida como minga, muito macia, mas com menos aproveitamento.

Abaixo das costelas temos o vazio, carne muito macia por ser bastante irrigada e ser um músculo que não faz esforço. A ponta é bem gorda, lembrando a picanha, mas parte inferior é magra. Um corte para contentar todo mundo.

No lombo temos o entrecot (bisteca), carne muito saborosa e o contra filé tem de ser assado com cuidado para não ficar duro. No traseiro temos a picanha e a maminha, próprias para as brasas.

Os outros cortes não ficam muito bem no espeto ou na grelha, são magros e gostam da panela. Deixando claro que gosto não se discute (se lamenta…), já comi filé mignon seco esturricado – e o assador e convivas achando uma maravilha. Mas um bifão alto com a carne do lombo numa grelha fica bom demais.

O cordeiro e a ovelha (carneiro é o reprodutor, não se come!) são encontrados nos açougues divididos em três partes: paleta, quarto e costela com o espinhaço. A carne de ovelha requer tempo no fogo, para assar bem, e por aqui o costume é de comer bem passada, mas vale experimentar uma paleta com a carne rosada.

Todavia aos poucos carne de ovino está agregando valor com cortes e apresentação diferenciados. Do porco vale a costelinha e lombo, além da linguiça, que servem como abre alas do churras.

Na categoria nada a ver estão as penosas. Além de feias, difíceis de espetar, tem de temperar antes para dar algum gosto, pois estas anabolizadas de aviário tem gosto de saquinho de super!

Não sei se me repito, todavia estamos falando de churrasco o mais autêntico possível, assado com cortes tradicionais só com sal grosso. Sabedor sou que tudo pode ir às brasas, alho porro com shoyu, pãozinho temperado, queijo coalho e até abacaxi com canela, não significando, contudo, que churrasco seja.

Desfragmentando

costela
Costela com fogo de chão | Foto do autor

COSTELA – É a carne do tradicional churrasco gaúcho. Aqui, no sul do sul, dividimos a costela em três partes:

1. Apara do lombo, que fica junto do entrecot e contra filé, menos gordas e mais carnudas tem seus adeptos mas não é tão macia como a parte central, Prefiro assada na panela de ferro com um bom molho acebolado e batatas.

2. A janela é a parte central e nobre da costela, um retângulo com os ossos parelhos, bom de espetar. Pode-se fazer inteira em fogo de chão ou churrasqueira grande, carece de 4 a 6 horas de fogo! O padrão para espetos são cortes perpendiculares ao osso com 4 a 6 cm de largura.

3. A parte inferior é a minga mais fina e muitas cartilagens, e é bem entremeada de gorduras e carnes.

A costela é o corte com maior variedade de sabores, texturas e aromas. Exige um tempo de cozimento mais longo, para amaciar suas fibras. As carnes preparadas com osso tem sempre um sabor muito especial e quem conhece um bom assado de costela sabe que não tem nada melhor.

O assado de tira é bastante apreciado na Argentina e Uruguai, faz sucesso aqui no pampa gaudério, sendo a costela do novilho precoce cortada em tiras de aproximadamente 2 a 3 cm de largura. Assada na “parrilla”, a grelha inclinada de los hermanos fica pronta ligeirinho.

ENTRECOT – Também conhecido como filé de costela ou de bife ancho. É a chuleta sem osso, ou também bisteca.

É uma carne muito saborosa, suculenta e macia. Tem fibras mais curtas e rijas, sendo ideal para a grelha, inteiro ou em bifões. Fica bom demais, cortada em pedaços com cerca de dois dedos de espessura e temperada apenas com sal fino. Para saber o momento exato de virar a carne na grelha, espere até que o suco da carne brote na superfície. Ai é só virar e terminar de assar. Mal passado ou ao ponto senão endurece.

CONTRAFILÉ – Também conhecido como filé curto ou lombo desossado. Macio, tem sabor acentuado e suculento. Deve ser servido mal passado, no máximo, ao ponto, em bifes grossos ou então fatiado e servido picado.

É o bife de chorizo popular na Argentina. É preparado na grelha em braseiro forte, cortado em bifes grossos e polvilhado com sal fino ou médio.

PICANHA – Corte mais famoso e badalado, não é tradicional no Rio Grande do Sul, mas em várias paragens virou sinônimo de churrasco. Todos já estamos ligados que a picanha pesa entre 1 e 1,2kg, portanto picanhas maiores vem com o coxão duro de contra peso.

Para assar a picanha em um espeto, corte em medalhões estilo rodizio, com cerca de três a quatro dedos, é como a turma da casquinha gosta. Para preparar picanha na grelha, deve ser inteira, cuidando para não furar com o garfo, pois se ficar sem suco é incomível. Pode-se cortar no sentido do comprimento para fazer os bifes de tira.

CORTE AMERICANO – É o quarto do boi cortado na transversal, no formato de um garnde bife com um ossinho no centro, tipo de desenho animado. Ali estão a maminha, o coxão mole e a alcatra. Deve ser assado na grelha com fogo bem forte.

MAMINHA – Também conhecida como a ponta da alcatra ou colita del cuadril. É uma carne saborosa e suculenta. Grelha ou espeto, para que seja fatiada aos poucos em fatias finas. Deve ser servida entre mal passada até ao ponto, pois se ficar muito passada o sabor pode se alterar.

FRALDINHA – Confundida com o vazio. É um bifão que fica junto à costela, difícil de achar, magra porém muito saborosa e macia. Boa para carreteiro e estrogonofe.

VAZIO – É a ponta sem osso da costela. Gosto de vazios grandes e com gordura, o que indica que ela provém de um animal de boa qualidade. Sal grosso e asse na churrasqueira em altura média. É muito saborosa, sendo considerada uma das melhores carnes para churrasco, devendo ser cortada em pedaços grossos.

Alguém vai perguntar… e o cupim? Este conjunto de fibras musculares, entremeadas de gordura, situadas logo atrás do pescoço de bovinos de raça ou cruza zebuína. Como aqui no pampa não existe animais destas raças, o cupim só é achado em churrascarias de rodízio – que, diga-se de passagem, é uma invenção de italianos, não de gaúchos.

faca-churrasco
Ilustração do autor

Formatando

A compra das carnes para o churrasco deve ser feita em açougue onde o açougueiro é conhecido e confiável, pois infelizmente é muito comum o dito cujo perceber a inexperiência ou dúvidas do comprador, para vender gato por lebre. Não se envergonhe de pedir carne que não está ali no balcão, sempre tem mais cortes lá dentro. E não se esqueça: você é que está pagando.

Fica a questão do espeto x grelha, mas não é caso para definições definitivas, apenas uma questão de costume, de se ajeitar melhor com esta ou aquela maneira de botar a carne nas brasas. Alguns cortes, os maiores, ficam desajeitados na grelha e não permitem que se vire para assar de todos os lados, ai o espeto é mais adequado. A grelha é prática e se adapta a cortes de menor tamanho e menos espessura.

A churrasqueira, seu tamanho de boca profundidade e “puxe” também interferem na escolha de espeto ou grelha, mas isso é assunto para outras trovas.

Buenas e me espalho, nos pequenos dou de plancha e nos grades dou de talho.

Luiz Minduim

Luiz Minduim é artista gráfico, professor, cozinheiro, assador bagual e balaqueiro dos bons! Mora em Pelotas, região do grande Pampa há mais de 30 anos, gaúcho por opção e coração.


Outros artigos escritos por


SEPARAMOS MAIS TEXTOS PARA VOCÊ CONTINUAR LENDO




O texto acima não representa a opinião do PapodeHomem. Conheça a visão e a essência por trás do que fazemos. Queremos uma discussão de alto nível. Antes de comentar, leia nossas boas práticas. Caso deseje enviar um texto e se tornar um autor, venha por aqui.


  • Pingback: Tweets that mention Os cortes tradicionais de um autêntico churrasco | Papo de Homem – Lifestyle Magazine -- Topsy.com

  • D.

    Bah! Isso é sacanagem! botar um post desses, segunda feira as 10h! Só pra me fazer sofrer aqui no trampo! Com a fome q tô ficar vendo essas costela é pra cabá!! To com água na boca!
    ..agora vou ficar com vontade até sexta pra fazer uma costela!Muito bom o post!

  • D.

    Bah! Isso é sacanagem! botar um post desses, segunda feira as 10h! Só pra me fazer sofrer aqui no trampo! Com a fome q tô ficar vendo essas costela é pra cabá!! To com água na boca!
    ..agora vou ficar com vontade até sexta pra fazer uma costela!Muito bom o post!

  • D.

    Bah! Isso é sacanagem! botar um post desses, segunda feira as 10h! Só pra me fazer sofrer aqui no trampo! Com a fome q tô ficar vendo essas costela é pra cabá!! To com água na boca!
    ..agora vou ficar com vontade até sexta pra fazer uma costela!Muito bom o post!

  • ilo

    Muito interessante a descriçao dos cortes, parabéns.

  • ilo

    Muito interessante a descriçao dos cortes, parabéns.

  • ilo

    Muito interessante a descriçao dos cortes, parabéns.

  • Miguel

    Valorizo muito a habilidade de se fazer um bom churrasco.
    Afinal, no lugar onde está rolando o churrasco, seja onde for, existe aquele espírito de socialização e confraternização onde desaparecem as diferenças entre as pessoas, todos estão ali para um objetivo comum: comer uma carne (tanto melhor se for de primeira!), tomar uma cerveja gelada, bater papo, flertar umas gatas etc.
    Tive a oportunidade de visitar o sul e apreciar um churrasco preparado por uma família tradicional, coisa de responsa, fogo de chão e tudo, sem dúvidas o melhor que já provei. Prato principal: costela, claro!
    Gostei do texto, contribuiu para evolução da minha (ainda pouca) habilidade em frente a churrasqueira.

  • Miguel

    Valorizo muito a habilidade de se fazer um bom churrasco.
    Afinal, no lugar onde está rolando o churrasco, seja onde for, existe aquele espírito de socialização e confraternização onde desaparecem as diferenças entre as pessoas, todos estão ali para um objetivo comum: comer uma carne (tanto melhor se for de primeira!), tomar uma cerveja gelada, bater papo, flertar umas gatas etc.
    Tive a oportunidade de visitar o sul e apreciar um churrasco preparado por uma família tradicional, coisa de responsa, fogo de chão e tudo, sem dúvidas o melhor que já provei. Prato principal: costela, claro!
    Gostei do texto, contribuiu para evolução da minha (ainda pouca) habilidade em frente a churrasqueira.

  • Miguel

    Valorizo muito a habilidade de se fazer um bom churrasco.
    Afinal, no lugar onde está rolando o churrasco, seja onde for, existe aquele espírito de socialização e confraternização onde desaparecem as diferenças entre as pessoas, todos estão ali para um objetivo comum: comer uma carne (tanto melhor se for de primeira!), tomar uma cerveja gelada, bater papo, flertar umas gatas etc.
    Tive a oportunidade de visitar o sul e apreciar um churrasco preparado por uma família tradicional, coisa de responsa, fogo de chão e tudo, sem dúvidas o melhor que já provei. Prato principal: costela, claro!
    Gostei do texto, contribuiu para evolução da minha (ainda pouca) habilidade em frente a churrasqueira.

  • Carol Souza

    Valeu!!! Finalmente entendi a diferença entre vazio e fraldinha…

    A dica do bom açogueiro é fundamental. As vezes o cara nem faz com maldade, mas falta conhecimento mesmo…

    Nada melhor do que um bom churrasco mal passado pra começar a semana!

    PS: que queijo coalho e pãozinho com alho não são churrasco, isso é fato. Mas que são excelentes complementos… ah isso são… rssss

  • Carol Souza

    Valeu!!! Finalmente entendi a diferença entre vazio e fraldinha…

    A dica do bom açogueiro é fundamental. As vezes o cara nem faz com maldade, mas falta conhecimento mesmo…

    Nada melhor do que um bom churrasco mal passado pra começar a semana!

    PS: que queijo coalho e pãozinho com alho não são churrasco, isso é fato. Mas que são excelentes complementos… ah isso são… rssss

  • Carol Souza

    Valeu!!! Finalmente entendi a diferença entre vazio e fraldinha…

    A dica do bom açogueiro é fundamental. As vezes o cara nem faz com maldade, mas falta conhecimento mesmo…

    Nada melhor do que um bom churrasco mal passado pra começar a semana!

    PS: que queijo coalho e pãozinho com alho não são churrasco, isso é fato. Mas que são excelentes complementos… ah isso são… rssss

  • Carlos

    Cadê o file Mignon ? E aqueles churrascos em que a carne é temperada com cerveja ?Acho muito bom, alguns acham costumes de bebum rsrsrsrs

  • Carlos

    Cadê o file Mignon ? E aqueles churrascos em que a carne é temperada com cerveja ?Acho muito bom, alguns acham costumes de bebum rsrsrsrs

  • Carlos

    Cadê o file Mignon ? E aqueles churrascos em que a carne é temperada com cerveja ?Acho muito bom, alguns acham costumes de bebum rsrsrsrs

  • Jeremias

    Minduim, uma coisa que eu sempre tive vontade de aprender, é:

    O que torna uma carne mais certa para um tipo de ocasião ou outra? parece uma pergunta besta, mas por exemplo: Eu, como uma tentativa frustada de churrasqueiro, simplesmente não consigo diferenciar uma carne da outra (digo visualmente, nao pelo paladar), então não consigo muito bem saber quando é legal comprar uma maminha, quando é legal uma picanha, ou um cupim, costela… entende? Então naquele churrasco de amigos, em que ninguém sabe como fazer o negócio direito, todo mundo fica perdido e acaba sobrando pra mim, hehe.

    Ou então qualquer dia desses você pode fazer um post só com isso…

    E valeu pelo tópico, muito bom mesmo!

  • Jeremias

    Minduim, uma coisa que eu sempre tive vontade de aprender, é:

    O que torna uma carne mais certa para um tipo de ocasião ou outra? parece uma pergunta besta, mas por exemplo: Eu, como uma tentativa frustada de churrasqueiro, simplesmente não consigo diferenciar uma carne da outra (digo visualmente, nao pelo paladar), então não consigo muito bem saber quando é legal comprar uma maminha, quando é legal uma picanha, ou um cupim, costela… entende? Então naquele churrasco de amigos, em que ninguém sabe como fazer o negócio direito, todo mundo fica perdido e acaba sobrando pra mim, hehe.

    Ou então qualquer dia desses você pode fazer um post só com isso…

    E valeu pelo tópico, muito bom mesmo!

  • Jeremias

    Minduim, uma coisa que eu sempre tive vontade de aprender, é:

    O que torna uma carne mais certa para um tipo de ocasião ou outra? parece uma pergunta besta, mas por exemplo: Eu, como uma tentativa frustada de churrasqueiro, simplesmente não consigo diferenciar uma carne da outra (digo visualmente, nao pelo paladar), então não consigo muito bem saber quando é legal comprar uma maminha, quando é legal uma picanha, ou um cupim, costela… entende? Então naquele churrasco de amigos, em que ninguém sabe como fazer o negócio direito, todo mundo fica perdido e acaba sobrando pra mim, hehe.

    Ou então qualquer dia desses você pode fazer um post só com isso…

    E valeu pelo tópico, muito bom mesmo!

  • Douglas R

    Satisfação em poder apreciar uma boa prosa de gaúcho. Um dia eu ainda me bandeio pros pampas viver junto à lenda viva que é o povo gaudério.

  • Douglas R

    Satisfação em poder apreciar uma boa prosa de gaúcho. Um dia eu ainda me bandeio pros pampas viver junto à lenda viva que é o povo gaudério.

  • Douglas R

    Satisfação em poder apreciar uma boa prosa de gaúcho. Um dia eu ainda me bandeio pros pampas viver junto à lenda viva que é o povo gaudério.

  • talita

    aiii professor a “teoria” esta completíssima!!!
    agora tem q sair um churrasco pra tirar a prova! o/o
    ótimo artigo ;DD

  • talita

    aiii professor a “teoria” esta completíssima!!!
    agora tem q sair um churrasco pra tirar a prova! o/o
    ótimo artigo ;DD

  • Eduardo Santiago

    Meu pai tinha de ler o PDH… Apesar de ser muito bom na faca e no espeto, nada q não possa levar uma aprimorada com informação de altíssimo nível! Gloriosos churrascos de Domingo preparados ao longo de toda semana! Vlw coroa!

  • Eduardo Santiago

    Meu pai tinha de ler o PDH… Apesar de ser muito bom na faca e no espeto, nada q não possa levar uma aprimorada com informação de altíssimo nível! Gloriosos churrascos de Domingo preparados ao longo de toda semana! Vlw coroa!

  • talita

    aiii professor a “teoria” esta completíssima!!!
    agora tem q sair um churrasco pra tirar a prova! o/\o
    ótimo artigo ;DD

  • http://e-santiago@hotmail.com Eduardo Santiago

    Meu pai tinha de ler o PDH… Apesar de ser muito bom na faca e no espeto, nada q não possa levar uma aprimorada com informação de altíssimo nível! Gloriosos churrascos de Domingo preparados ao longo de toda semana! Vlw coroa!

  • Pedro Henrique

    Pessoal,

    Acompanho o PdH todos os dias mas ultimamente os posts não vem tendo a qualidade de sempre, não pela forma como são redigidos mas a temática deles.
    Poderiam voltar ao tradicional PdH com posts variados; eu sei que pode ser legal ler sobre cortes bovinos, mas isso eu vejo no açougue, vamos inovar!
    Abraços galera!

  • Pedro Henrique

    Pessoal,

    Acompanho o PdH todos os dias mas ultimamente os posts não vem tendo a qualidade de sempre, não pela forma como são redigidos mas a temática deles.
    Poderiam voltar ao tradicional PdH com posts variados; eu sei que pode ser legal ler sobre cortes bovinos, mas isso eu vejo no açougue, vamos inovar!
    Abraços galera!

  • Pedro Henrique

    Pessoal,

    Acompanho o PdH todos os dias mas ultimamente os posts não vem tendo a qualidade de sempre, não pela forma como são redigidos mas a temática deles.
    Poderiam voltar ao tradicional PdH com posts variados; eu sei que pode ser legal ler sobre cortes bovinos, mas isso eu vejo no açougue, vamos inovar!
    Abraços galera!

  • http://papodehomem.com.br/ Pablo Fernandes

    Eduardo,

    Envia por email o link do texto pro seu pai. Tenho certeza que ele vai curtir. ;)

    Abraços.

  • http://papodehomem.com.br/ Pablo Fernandes

    Eduardo,

    Envia por email o link do texto pro seu pai. Tenho certeza que ele vai curtir. ;)

    Abraços.

  • http://papodehomem.com.br Pablo Fernandes

    Eduardo,

    Envia por email o link do texto pro seu pai. Tenho certeza que ele vai curtir. ;)

    Abraços.

  • Luiz Minduim

    Grande Jeremias… atrapalhado com as maminhas e fraldinhas?
    Já tinha esboçado um post, sobre a armação de um churras de gabarito.
    Deve ser o próximo, aguarde!
    Minduim

  • Luiz Minduim

    Grande Jeremias… atrapalhado com as maminhas e fraldinhas?
    Já tinha esboçado um post, sobre a armação de um churras de gabarito.
    Deve ser o próximo, aguarde!
    Minduim

  • Luiz Minduim

    Grande Jeremias… atrapalhado com as maminhas e fraldinhas?
    Já tinha esboçado um post, sobre a armação de um churras de gabarito.
    Deve ser o próximo, aguarde!
    Minduim

  • http://papodehomem.com.br/ Pablo Fernandes

    #11 – Pedro Henrique

    Pedro, temos abordado uma variedade enorme de assuntos. Nenhum deles realmente lhe interessou?

    Aqui dá pra ter uma ideia melhor dos últimos artigos: http://papodehomem.com.br/arquivo/

    Caso não haja interesse por nenhum, peço que nos fale por aqui qual o tema que gostaria de ver.

    Abraços.

  • http://papodehomem.com.br Pablo Fernandes

    #11 – Pedro Henrique

    Pedro, temos abordado uma variedade enorme de assuntos. Nenhum deles realmente lhe interessou?

    Aqui dá pra ter uma ideia melhor dos últimos artigos: http://papodehomem.com.br/arquivo/

    Caso não haja interesse por nenhum, peço que nos fale por aqui qual o tema que gostaria de ver.

    Abraços.

  • http://pimentacomlimao.wordpress.com/ Niara de Oliveira

    Excelente, Mindubas!
    Sabia mais ou menos escolher carne no açougue para churrasco, mas não sabia onde cada corte se localizava no bicho. Ótimo saber. Veganos que me perdoem. (Ou, não!) hehehehe

  • http://pimentacomlimao.wordpress.com/ Niara de Oliveira

    Excelente, Mindubas!
    Sabia mais ou menos escolher carne no açougue para churrasco, mas não sabia onde cada corte se localizava no bicho. Ótimo saber. Veganos que me perdoem. (Ou, não!) hehehehe

  • Marcio Werneck Muniz

    Cara!!! Que delícia! Deu a maior vontade e a maior saudade!

  • Marcio Werneck Muniz

    Cara!!! Que delícia! Deu a maior vontade e a maior saudade!

  • max w. bueno

    mas que buenas tche! e eu aqui me peguei com a lingua entre os beiços só de ler o artigo!

    mto bom minduim! dicas sobre um tipico churrasco gaucho são sempre bem vindos!
    um abraço!

  • max w. bueno

    mas que buenas tche! e eu aqui me peguei com a lingua entre os beiços só de ler o artigo!

    mto bom minduim! dicas sobre um tipico churrasco gaucho são sempre bem vindos!
    um abraço!

  • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

    Pedro Henrique (#11),

    O que você considera ser o “PdH tradicional”?

    Pode dar exemplos de temáticas?

    Abraço.

  • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

    Pedro Henrique (#11),

    O que você considera ser o “PdH tradicional”?

    Pode dar exemplos de temáticas?

    Abraço.

  • Pitombeira

    Rapaz tenho uma curiosidade, uma pessoa já me contou a respeito de colocar a carne no dia anterior ao churras no leite que a deixa + macia, alguem sabe a respeito ??
    COmpartilhem essa ideia por favor.

    * em opinião acho que perde o gosto da carne, uma vez que me tinham deixado a carne no leite no dia anterior, não pude lembrar do gosto nem saber direito, pois como um belo cervejeiro ja tava bem “tomado” como dizem.

  • Pitombeira

    Rapaz tenho uma curiosidade, uma pessoa já me contou a respeito de colocar a carne no dia anterior ao churras no leite que a deixa + macia, alguem sabe a respeito ??
    COmpartilhem essa ideia por favor.

    * em opinião acho que perde o gosto da carne, uma vez que me tinham deixado a carne no leite no dia anterior, não pude lembrar do gosto nem saber direito, pois como um belo cervejeiro ja tava bem “tomado” como dizem.

  • bernardo

    ótimas dicas, seria legal um artigo ensinando a cortar carne,
    acredito que seja uma duvida de muitos o jeito certo de cortar essa carne ou aquela.

  • bernardo

    ótimas dicas, seria legal um artigo ensinando a cortar carne,
    acredito que seja uma duvida de muitos o jeito certo de cortar essa carne ou aquela.

  • Cecília

    Adorei! Sempre se aprende algo ouvindo o papo dos homens não é tudo que se aproveita mas…
    Amei saber que gosto não se discute se lamenta. hahaha
    e que as penosas anabolizadas de aviário tem gosto de saquinho de super! é bem verdade.
    Segredinho! Adoro apara na brasa, mas a janela tem seu valor.
    Abraço, Amigo.
    Muito didático teu escrito, parece até professor hahaha

  • Cecília

    Adorei! Sempre se aprende algo ouvindo o papo dos homens não é tudo que se aproveita mas…
    Amei saber que gosto não se discute se lamenta. hahaha
    e que as penosas anabolizadas de aviário tem gosto de saquinho de super! é bem verdade.
    Segredinho! Adoro apara na brasa, mas a janela tem seu valor.
    Abraço, Amigo.
    Muito didático teu escrito, parece até professor hahaha

  • Fernando Luiz Waechter

    Tchê, domingo sem churrasco de costela não é domingo…

  • Fernando Luiz Waechter

    Tchê, domingo sem churrasco de costela não é domingo…

  • Bruno Cavalcanti

    #18 – Gustavo Gitti

    Ô Gitti, cara, como profundo respeito, mas essa política (nova, diga-se de passagem) aqui no PDH de ficar “dando ouvidos” a certos tipos de críticas (#11 – Pedro Henrique) num tá com nada. Não que o PDH vá “tapar os ouvidos” para os leitores, mas ficar dando mais assunto………………..

    Não é toda crítica que deve ser considerada.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Bruno,

      Sim, concordo contigo, tanto é que sua crítica foi desconsiderada. ;-)

      (Não poderia perder essa resposta. Ironia é minha piada favorita.)

      Mas vamos voltar ao texto do grande Minduim… Ele vai continuar com vários outros ensinamentos sobre a arte do churrasco. Soltem perguntas pra estimulá-lo.

      Abraços.

  • Bruno Cavalcanti

    #18 – Gustavo Gitti

    Ô Gitti, cara, como profundo respeito, mas essa política (nova, diga-se de passagem) aqui no PDH de ficar “dando ouvidos” a certos tipos de críticas (#11 – Pedro Henrique) num tá com nada. Não que o PDH vá “tapar os ouvidos” para os leitores, mas ficar dando mais assunto………………..

    Não é toda crítica que deve ser considerada.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Bruno,

      Sim, concordo contigo, tanto é que sua crítica foi desconsiderada. ;-)

      (Não poderia perder essa resposta. Ironia é minha piada favorita.)

      Mas vamos voltar ao texto do grande Minduim… Ele vai continuar com vários outros ensinamentos sobre a arte do churrasco. Soltem perguntas pra estimulá-lo.

      Abraços.

  • Rafael

    Amigo, curiosidade, de que parte da costela tiram a tal da bananinha?
    Costela realmente é o que há, mas dá muito trabalho. Essa bananinha de costela é uma alternativa super-rápida e fica bom demais.
    Abraço!

  • Rafael

    Amigo, curiosidade, de que parte da costela tiram a tal da bananinha?
    Costela realmente é o que há, mas dá muito trabalho. Essa bananinha de costela é uma alternativa super-rápida e fica bom demais.
    Abraço!

  • Bruno Cavalcanti

    #23 – Gustavo Gitti

    SENSACIONAL, cara!!!!

    O soco de Maguila fez efeito :)

  • Bruno Cavalcanti

    #23 – Gustavo Gitti

    SENSACIONAL, cara!!!!

    O soco de Maguila fez efeito :)

  • Marina Loder

    É isso aí Minduba, mostrando e ensinando como se fazer um bom churrasco. Nós aqui sabemos o que é isso. Parabéns meu amigo.

  • Marina Loder

    É isso aí Minduba, mostrando e ensinando como se fazer um bom churrasco. Nós aqui sabemos o que é isso. Parabéns meu amigo.

  • injuriadson

    Uma dúvida a respeito da picanha na grelha.

    Asso ela inteira e corto os bifes pra servir, ou existe a possibilidade de fazer os bifes antes de assada?

    Imagino que eu tenha que assar inteira pra não perder a suculência… é isso?

    Obrigado

  • injuriadson

    Uma dúvida a respeito da picanha na grelha.

    Asso ela inteira e corto os bifes pra servir, ou existe a possibilidade de fazer os bifes antes de assada?

    Imagino que eu tenha que assar inteira pra não perder a suculência… é isso?

    Obrigado

  • http://www.benderblog.com/ Bender

    Chamar chapéu de maminha é coisa de emo :P

    PQP, outra baita texto, hein Minduim? Agora só precisa ensinar os paulistas a não usar limão pra temperar churrasco pronto.

    E a não assar carne congelada, claro.

  • http://www.benderblog.com Bender

    Chamar chapéu de maminha é coisa de emo :P

    PQP, outra baita texto, hein Minduim? Agora só precisa ensinar os paulistas a não usar limão pra temperar churrasco pronto.

    E a não assar carne congelada, claro.

  • Minduim

    Pitombeira - Colocar carne no leite para quê? Se a carne não é macia não serve para churrasco, e o que vai acontecer é que todos os sucos vão para o leite e aí sim a carne vai ficarum porrete!

    Bernardo – pretendo detalhar, em algum post vindouro, como se corta a carne tanto para o preparo para as brasas, como para servir.

    Rafael - quem é a bananinha, a chaqrete do hulk? desconheço o corte pelo nome, mas pode ser o assado de tira dos hermanos, que é uma delicia. mande foto!

    Injuriadson – o melhor é inteira, sem furar com garfo, mas na grelha cortada no sentido do comprimento bem grossa (dá uns 3 bifões) também é dez.

    Bender – limão só na carne de suíno…

    Minduim

  • Minduim

    Pitombeira - Colocar carne no leite para quê? Se a carne não é macia não serve para churrasco, e o que vai acontecer é que todos os sucos vão para o leite e aí sim a carne vai ficarum porrete!

    Bernardo – pretendo detalhar, em algum post vindouro, como se corta a carne tanto para o preparo para as brasas, como para servir.

    Rafael - quem é a bananinha, a chaqrete do hulk? desconheço o corte pelo nome, mas pode ser o assado de tira dos hermanos, que é uma delicia. mande foto!

    Injuriadson – o melhor é inteira, sem furar com garfo, mas na grelha cortada no sentido do comprimento bem grossa (dá uns 3 bifões) também é dez.

    Bender – limão só na carne de suíno…

    Minduim

  • Pedro Henrique Serradela”

    Pablo e Gustavo, quando conheci o PdH me deparei com certos temas que eu nunca tinha lido antes em blog nenhum, e olha que sou aficionado por todo tipo de informação descontraída. O que quis dizer com o PdH tradicional, é aquele que não tem o mesmo tema repetido que chega a ser enjoativo.
    Por exemplo, eu gostaria de ler alguma coisa que eu nunca li (meio óbvio) e assim é com todos os leitores. Quem não gostaria de ler por exemplo “Histórias de Msn – Como elas se portam online” ou mesmo as interessantíssimas aventuras em um ‘meretrício’? Coisas diferentes, novas… Pra animar e descontrair a vida de tantas pessoas que passam 2 horas no trânsito mas que pode falar ao ler o PdH “Por%@ isso é verdade mesmo” ao ler algum post, é fantástico.
    Não desmereço a temática de muitos de seus posts, mas futebol eu leio na Uol, entenderam?
    Só digo isso, porque pode ser a opinião de muitos leitores, façam a pesquisa, tudo que foi marcante no Blog foi com posts inovadores, coisa que todo homem fala e pensa mas não tem coragem (ou mesmo tempo) pra escrever.
    Valeu por me ouvirem!
    Abraços”

  • Pedro Henrique Serradela”

    Pablo e Gustavo, quando conheci o PdH me deparei com certos temas que eu nunca tinha lido antes em blog nenhum, e olha que sou aficionado por todo tipo de informação descontraída. O que quis dizer com o PdH tradicional, é aquele que não tem o mesmo tema repetido que chega a ser enjoativo.
    Por exemplo, eu gostaria de ler alguma coisa que eu nunca li (meio óbvio) e assim é com todos os leitores. Quem não gostaria de ler por exemplo “Histórias de Msn – Como elas se portam online” ou mesmo as interessantíssimas aventuras em um ‘meretrício’? Coisas diferentes, novas… Pra animar e descontrair a vida de tantas pessoas que passam 2 horas no trânsito mas que pode falar ao ler o PdH “Por%@ isso é verdade mesmo” ao ler algum post, é fantástico.
    Não desmereço a temática de muitos de seus posts, mas futebol eu leio na Uol, entenderam?
    Só digo isso, porque pode ser a opinião de muitos leitores, façam a pesquisa, tudo que foi marcante no Blog foi com posts inovadores, coisa que todo homem fala e pensa mas não tem coragem (ou mesmo tempo) pra escrever.
    Valeu por me ouvirem!
    Abraços”

  • http://papodehomem.com.br/ Pablo Fernandes

    #31 – Pedro Henrique Serradela

    Pedro, você já chegou a ver os artigos do Fuck Master e do Dr Love?

    http://papodehomem.com.br/author/fuck-master/

    http://papodehomem.com.br/author/dr-love/

    Sempre buscamos unir os vários estilos de artigos, é normal que você goste de um e de outro não, entendemos bem isso.

    Dê uma lida nesses que passei e me diga se gosta.

    Abraços.

  • http://papodehomem.com.br Pablo Fernandes

    #31 – Pedro Henrique Serradela

    Pedro, você já chegou a ver os artigos do Fuck Master e do Dr Love?

    http://papodehomem.com.br/author/fuck-master/

    http://papodehomem.com.br/author/dr-love/

    Sempre buscamos unir os vários estilos de artigos, é normal que você goste de um e de outro não, entendemos bem isso.

    Dê uma lida nesses que passei e me diga se gosta.

    Abraços.

  • Mário… conhece?

    Post fantástico Minduim, mesmo sendo do sul do RS, por acaso de Pelotas, nunca tinha lido ou ouvido comentários tão bons sobre a nobre arte do churras. Qualquer dia a gente se pexa nessas bandas e tosta uma carne.

  • Mário… conhece?

    Post fantástico Minduim, mesmo sendo do sul do RS, por acaso de Pelotas, nunca tinha lido ou ouvido comentários tão bons sobre a nobre arte do churras. Qualquer dia a gente se pexa nessas bandas e tosta uma carne.

  • Geraldo-Caratinga-MG

    Depois desta aula, nunca mais serei enganado em rodizio, dando fraldinha falando que é picanha.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Geraldo-Caratinga-MG

    Depois desta aula, nunca mais serei enganado em rodizio, dando fraldinha falando que é picanha.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Gustavo Alencastro

    A la puxa tchê !

    Tá bagual esse post.

  • Gustavo Alencastro

    A la puxa tchê !

    Tá bagual esse post.

  • Daniella

    Concordo com o Pedro Henrique, gosto muito do PdH, leio quase todos os dias, mas tem alguns posts que não gosto e acho inútil! Mas todos nós temos nossas próprias opiniões, estamos aqui para comentar não é? Vlw!

  • Daniella

    Concordo com o Pedro Henrique, gosto muito do PdH, leio quase todos os dias, mas tem alguns posts que não gosto e acho inútil! Mas todos nós temos nossas próprias opiniões, estamos aqui para comentar não é? Vlw!

  • http://cristianobasso.com/ CristianoBasso

    Tri! :) Eu como bom gaúcho aprendi a assar carne desde guri. Domingo é dia de cultivar tradições pra mim, como acordar, fazer um chimarrão, ouvir musica galdéria, e bota aqueeela costela premium do zaffari no fogo! coisa boa hein… :D Adorei o post!

    Se for fazer um post sobre como assar as carnes, minha sugestão pra picanha é usar uma grelha, lacrar e fatiar. aí pra cada fatia, o vivente q vai comer q escolhe como quer, mais mal passada, mais bem passada [q pecado..])…

    Sempre tem um fresco (ou fresca) q tem nojo de sangue hehe.. po, carne de boi boa tem q comer bem mal passada! Sei que a carne da ponta assa mais rápido, geralmente tb por ser um pedaço um pouco menor. Mas de repente tu sabes alguma outra técnica :)

    Achei um post bem diferente e atípico no PdH (ao contrario de alguns :P)

    Sinto falta de posts tipo um que o Gus fez a muito tempo atrás, sobre carteiras… (vcs lembram? to com preguiça de procurar no arquivo…. ¬¬)

    abraço do tamanho do Rio Grande!

  • http://cristianobasso.com CristianoBasso

    Tri! :) Eu como bom gaúcho aprendi a assar carne desde guri. Domingo é dia de cultivar tradições pra mim, como acordar, fazer um chimarrão, ouvir musica galdéria, e bota aqueeela costela premium do zaffari no fogo! coisa boa hein… :D Adorei o post!

    Se for fazer um post sobre como assar as carnes, minha sugestão pra picanha é usar uma grelha, lacrar e fatiar. aí pra cada fatia, o vivente q vai comer q escolhe como quer, mais mal passada, mais bem passada [q pecado..])…

    Sempre tem um fresco (ou fresca) q tem nojo de sangue hehe.. po, carne de boi boa tem q comer bem mal passada! Sei que a carne da ponta assa mais rápido, geralmente tb por ser um pedaço um pouco menor. Mas de repente tu sabes alguma outra técnica :)

    Achei um post bem diferente e atípico no PdH (ao contrario de alguns :P)

    Sinto falta de posts tipo um que o Gus fez a muito tempo atrás, sobre carteiras… (vcs lembram? to com preguiça de procurar no arquivo…. ¬¬)

    abraço do tamanho do Rio Grande!

  • http://papodehomem.com.br/ Pablo Fernandes

    #37 – CristianoBasso

    Cristiano,

    Segue o link pro post do Gus:

    http://papodehomem.com.br/braithwaite-wallets-carteiras-de-couro-nicas/

    Abraços.

  • http://papodehomem.com.br Pablo Fernandes

    #37 – CristianoBasso

    Cristiano,

    Segue o link pro post do Gus:

    http://papodehomem.com.br/braithwaite-wallets-carteiras-de-couro-nicas/

    Abraços.

  • Gustavo Alencastro

    As pessoas não entendem que antes de mais nada um churras é integração, sendo assim é possível confraternizar, tomar umas geladas, de repente há meninas solteiras e uns cabras solteiros também, às vezes rola de o pessoal fazer um som, outras vezes o local tem piscina, enfim, durante um churrasco acontecem muitas coisa paralelas ao assado.

    Quem prefere ficar em frente ao computador teclando no msn, Orkut, Facebook, Twitter… ou sei lá o q, não sabe o que está perdendo. Quando eu leio um post que não me agrada penso que muitas outras pessoas estão aproveitando e é isso que realmente importa. PdH, mais gaudério e difundindo a cultura brasileira na internet e de quebra nós leitores agregamos mais conhecimento.

  • Gustavo Alencastro

    As pessoas não entendem que antes de mais nada um churras é integração, sendo assim é possível confraternizar, tomar umas geladas, de repente há meninas solteiras e uns cabras solteiros também, às vezes rola de o pessoal fazer um som, outras vezes o local tem piscina, enfim, durante um churrasco acontecem muitas coisa paralelas ao assado.

    Quem prefere ficar em frente ao computador teclando no msn, Orkut, Facebook, Twitter… ou sei lá o q, não sabe o que está perdendo. Quando eu leio um post que não me agrada penso que muitas outras pessoas estão aproveitando e é isso que realmente importa. PdH, mais gaudério e difundindo a cultura brasileira na internet e de quebra nós leitores agregamos mais conhecimento.

  • minduim

    Mas então indiada macanuda… até parece que sou um gaúcho faca na bota! Nasci urbano mas tô aquerenciado e tentando devolver, via web, um pouco da cultura que absorvo no papmpa gaúcho.
    Tá rolando uns papos de não era bem isso, e não sei mais aquilo, tudo bueno o rancho é grande é qualquer charla (conversa) é bem vinda.
    Mas gostei do guri #39 – Gustavo Alencastro quando diz “PdH, mais gaudério e difundindo a cultura brasileira na internet e de quebra nós leitores agregamos mais conhecimento.”
    Está é idéia botar na roda, trocar vivências e convivências, que é a principal característica do churrasco. De qualquer churrasco!!!
    abraço chinchado a todas e todos.

  • minduim

    Mas então indiada macanuda… até parece que sou um gaúcho faca na bota! Nasci urbano mas tô aquerenciado e tentando devolver, via web, um pouco da cultura que absorvo no papmpa gaúcho.
    Tá rolando uns papos de não era bem isso, e não sei mais aquilo, tudo bueno o rancho é grande é qualquer charla (conversa) é bem vinda.
    Mas gostei do guri #39 – Gustavo Alencastro quando diz “PdH, mais gaudério e difundindo a cultura brasileira na internet e de quebra nós leitores agregamos mais conhecimento.”
    Está é idéia botar na roda, trocar vivências e convivências, que é a principal característica do churrasco. De qualquer churrasco!!!
    abraço chinchado a todas e todos.

  • Gustavo Alencastro

    Mas então índio véio !

    Sou da terra, Porto Alegre mais especificamente e meu pai nasceu no Fragata, com certeza vc conhece o bairro e ele tem parentes em Arroio Grande, lá já acompanhei toda a preparação de um churrasco, começando pela escolha da ovelha, passando pela faca no pescoço do bixo e a buchada sendo arremessada aos cachorros e depois aquele assado de fogo de chão. É legal ter a vivência da situação nem que seja uma vez.

    Abraço

  • Gustavo Alencastro

    Mas então índio véio !

    Sou da terra, Porto Alegre mais especificamente e meu pai nasceu no Fragata, com certeza vc conhece o bairro e ele tem parentes em Arroio Grande, lá já acompanhei toda a preparação de um churrasco, começando pela escolha da ovelha, passando pela faca no pescoço do bixo e a buchada sendo arremessada aos cachorros e depois aquele assado de fogo de chão. É legal ter a vivência da situação nem que seja uma vez.

    Abraço

  • http://www.flickr.com/photos/nicolaspeter Nicolas Peter

    Grande professor Minduim!

    Não sei se ainda te lembras de mim. Fui teu aluno em Programação Visual no CEFET.

    Como leitor do PdH gostei de te ver por aqui e da iniciativa de mostrar como se faz um bom churrasco.
    Creio que a melhor forma de aprender sobre churrasco é sentando na volta da churrasqueira. Mas com um rico post como esse tá fácil até pra quem não tem como tradição o assado sagrado de cada domingo.

    Mas é isso, abração e continua metendo brasa!

  • http://www.flickr.com/photos/nicolaspeter Nicolas Peter

    Grande professor Minduim!

    Não sei se ainda te lembras de mim. Fui teu aluno em Programação Visual no CEFET.

    Como leitor do PdH gostei de te ver por aqui e da iniciativa de mostrar como se faz um bom churrasco.
    Creio que a melhor forma de aprender sobre churrasco é sentando na volta da churrasqueira. Mas com um rico post como esse tá fácil até pra quem não tem como tradição o assado sagrado de cada domingo.

    Mas é isso, abração e continua metendo brasa!

  • Andre

    Gaucho sempre acha que sabe fazer churrasco melhor que todo mundo…

    • Ana

      Bah, amigão, desculpa, mas nós sabemos fazer melhor que todo mundo! Abraço!

    • fran

      Desculpa, mas gaúcho não “acha” que faz churrasco melhor do que todo mundo, Gaúcho FAZ churrasco melhor do que todo mundo!

  • Andre

    Gaucho sempre acha que sabe fazer churrasco melhor que todo mundo…

  • Pingback: O melhor da semana PdH (8 a 14/2) | Papo de Homem – Lifestyle Magazine

  • Luiz carlos

    Eu gostei bastante do texto, principalmente quanto a cultura de não se utilizar largamente a picanha como acontece no Rio de janeiro, mas eu tenho algumas objeções como:
    - Ao menos no RJ, pelo o que sei, estrogonofe tradicional é feito com filé Mignon.
    - A bisteca são cortes transversais do contra filé e osso, além disso deve haver nele em parte, o filé mignon porque senão será caracterizado fraude.

    Vale lembrar também que há cortes que são largamente vendidos por “engano” do açougueiro como a fralda que é bem diferente da fraldinha (principalmente no preço, alem de que a fralda é uma carne de segunda), o peixinho que lembra no seu formato o filé mignon e a alcatra que consiste em Picanha, maminha e MIOLO da alcatra que é realmente vendido nos açougues como alcatra.

    vlw pessoal

    • Gourmet

      strogonofre de file mignon so se for em casa. Fora, todos sao feitos com alcatra. qdo é file mignon pode apostar que é a parte do cordão do file que estao usando.

  • http://lcrj.jr@gmail.com Luiz carlos

    Eu gostei bastante do texto, principalmente quanto a cultura de não se utilizar largamente a picanha como acontece no Rio de janeiro, mas eu tenho algumas objeções como:
    - Ao menos no RJ, pelo o que sei, estrogonofe tradicional é feito com filé Mignon.
    - A bisteca são cortes transversais do contra filé e osso, além disso deve haver nele em parte, o filé mignon porque senão será caracterizado fraude.

    Vale lembrar também que há cortes que são largamente vendidos por “engano” do açougueiro como a fralda que é bem diferente da fraldinha (principalmente no preço, alem de que a fralda é uma carne de segunda), o peixinho que lembra no seu formato o filé mignon e a alcatra que consiste em Picanha, maminha e MIOLO da alcatra que é realmente vendido nos açougues como alcatra.

    vlw pessoal

  • Ronaldo

    Oi
    Bem, o corte americano, ou T-bone,
    na verdade é metade contra-filé e metade filé mignon
    Palavras do Grande Marcos Bassi

  • Ronaldo

    Oi
    Bem, o corte americano, ou T-bone,
    na verdade é metade contra-filé e metade filé mignon
    Palavras do Grande Marcos Bassi

  • leandro brettas

    Sensacional!

  • leandro brettas

    Sensacional!

  • P.

    Queria saber como se prepara uma salmoura (quantidades de sal e agua, tempo etc) pra regar a costela com a famosa concha e também se a costela assada na churrasqueira fica tão boa quando assada no chão, se posso regar a costela feita na churrasqueira com a salmoura, se precisa realmente de papel para embrulha-la ou se isso é balela.

  • Ilkyest

    Olá LUIZ. Gosto muito da cultura gaúcha, gaúcha cento por cento. Infelizmente, quando comecei a aprender algo sobre carnes, meu pai faleceu (tem 2 semanas). tenho visto muitos esqueletos, como este que postou, sobre as melhores carnes….

    o problema é que, salvo a agulha, o filé mignon, e o granito, os “cortes” vendidos em mercado por vezes não são o que dizem. não muito incomum se vender picanha sem osso, donde até onde sei, não existe a picanha com osso…. existe outros pedaços grudados à picanha.

    Outro exemplo. Meu pai pegava o pedaço a saber picanha/contrafilé e filé. Porque? porque ele limpava os pedaços (algo muito fácil com a carne de gado, que “vem separadinha”) loucura? não…. pensando bem você tem até 1kg de filé por preço de picanha…..

    gostaria de saber se você teria o mesmo esqueleto bovino, acima, mas com os pedaços in-natura, com a cor certa, enfim….. Como se estivéssemos vendo “o boi sem o couro dele”

    terias isto?

    • http://www.facebook.com/tgugelmin Thiago Gugelmin

      “gostaria de saber se você teria o mesmo esqueleto bovino, acima, mas com os pedaços in-natura, com a cor certa, enfim….. Como se estivéssemos vendo “o boi sem o couro dele”

      R: Recomendo que assista o DVD “A Magia do Churrasco”, de Marcos Bassi

  • Ilkyest

    Olá LUIZ. Gosto muito da cultura gaúcha, gaúcha cento por cento. Infelizmente, quando comecei a aprender algo sobre carnes, meu pai faleceu (tem 2 semanas). tenho visto muitos esqueletos, como este que postou, sobre as melhores carnes….

    o problema é que, salvo a agulha, o filé mignon, e o granito, os “cortes” vendidos em mercado por vezes não são o que dizem. não muito incomum se vender picanha sem osso, donde até onde sei, não existe a picanha com osso…. existe outros pedaços grudados à picanha.

    Outro exemplo. Meu pai pegava o pedaço a saber picanha/contrafilé e filé. Porque? porque ele limpava os pedaços (algo muito fácil com a carne de gado, que “vem separadinha”) loucura? não…. pensando bem você tem até 1kg de filé por preço de picanha…..

    gostaria de saber se você teria o mesmo esqueleto bovino, acima, mas com os pedaços in-natura, com a cor certa, enfim….. Como se estivéssemos vendo “o boi sem o couro dele”

    terias isto?

  • Nikimau

    Olá Minduim, fantástico as suas narrativas e é muito bom a troca de experiências entre os churrasqueadores que aqui buscam dicas e fazem essa troca de informações. Sou Paulistano da gema, mas modéstia de lado, churrasqueio com categoria. Conheço o RGS muito pouco. meu pai sim conhece bem e viveu muito por ai. Conheceu os ermanos no Uruguai e Argentina, tem amigos em Santana do Livramento, Jaguarão, Capão do Leão e Pelotas, Más vamos ao que interessa. Ao meu ver a Costela é a melhor parte do churrasco e não é tão barata quanto parece pois o que se perde é pra mais de 30%, já a Picanha ou Tapa de Cuadril (1,3 Kg no Max.) não pode faltar, é uma carne um pouco cara, acho que uma boa saída para essa situação é o Miolo da Alcatra (Coração da Alcatra, Rolha da Alcatra e Baby Beef) outra opção é o Filé de Costela ou Noix, que os ermanos chamam de Bife Ancho. Agora me diga uma coisa porque algumas pessoas falam que o entrecote é essa parte do boi Noix ou Filé de Costela e outros dizem que o entrecote é o meio do Contra Filé, Bife de Chorizo, (depois de separado o Noix). Um grande abraço!!! E até maiiiiisssss…
    Ps.: Carne sangrando sempreeeee….Tem que morde a carne e ela “falá” Múúúúúú, mordê o boi no pasto.

  • http://Site irumar tedesco

    Gostei muito. Em geral, as pessoas acham que e a picanha a representacao de um churrasc, Nada como a costela, o file da costela e o vazio!
    Parabens por difundir a verdade.
    Gracias
    irumar

  • Mauro Carvalho

    Querida gauchada,
    nós, paulistas, que quiserem aprender sobre carnes tem que conversar mesmo é com vocês.
    Entretanto não entendo porque vocês estragam seus assados de mestres com cerveja!
    A cerveja solidifica imediatamente no estômago aquele naco divino de costela que se acabou de abocanhar. Experimentem um bom Cabernet-Sauvignon aí do Rio Grande ou, se quizerem prestigiar nossos hemanos uruguaios, um honesto Tannah deles.
    A diferença de churrasco com vinho, em vez de cerveja, é como “da água para o vinho” – desculpe o trocadilho.
    Forte abraço à todos. Mauro Carvalho, paulista de Campos do Jordão.

    • Ivo Marconi

      O Paulista Mauro está com toda a razão ! Vinho como os antepassados bebiam é melhor .
      Abraço a
      toda chiruzada !

  • Ronavieira

    Olá pessoal,
    Por falar em churasco bom, recomendo um site que também é fera no assunto: CHURRASCO.
    http://WWW.TVCHURRASCO.COM.BR
    Vale a pena conferir!!!
    Abçs

  • Cupim

    E dai que rodizio é invenção de italiano. Cupim pra churrasco fica ótimo, bairrismo é tenso –”

  • Ricardo Cauduro

    Parabéns, abraço e gostaria que comentasse mais sobre quais “musculos’ carnes fazem parte do corte americado.
    Att.

    Ricardo Cauduro

  • Rafael

    Primeiro gostaria de te parabenizar pela sobriedade que escrevesse sobre o assunto, na internet se lê cada besteira que é fo…
    Como por exemplo “churrasco gaúcho autentico é só no espeto”, baita conversa, coisa de guri de apartamento que gosta de contar vantagem e se fazer de entendido.
    Também se vê o pessoal idolatrando a picanha(mesmo em sites gaúchos), e todos sabem que a picanha não é a grande estrela de um churrasco no RS, em SP talvez seja.
    Sou gaúcho mas tenho nojo de alguns compatriotas que se julgam superiores a quem não é gaúcho na arte do churrasco, alguns usando um tom de humor que compreendo, mas outros não, infelizmente.
    Alias o assador não precisa necessariamente ser gaúcho, mas a carne sim, isso não tem como negar.
    A discussão de qual é a maneira mais original de se fazer um churrasco gaúcho é que me preocupa, quem condena a grelha e diz que é coisa de paulista certamente não conhece o próprio estado ou precisa visitar algumas estancias, pelo jeito deve estar acostumado a churrascaria de rodizio.
    Dizem que o churrasco com espetos e servido em rodizio é invenção do pessoal da serra, alguns chamam de churrasco serrano, até que ponto isso é verdade eu não sei.
    Sei que há algumas diferenças entre o gaúchos da serra e os gaúcho do pampa, e não há donos da verdade.
    O churrasco surgiu logo após a invenção do fogo, churrasco é churrasco e ponto!
    Carne gorda e china magra! Abraço

    • Augusto Toledo

      compatriotas? kkk, só rindo de gaúcho mesmo…
      caso vocês não saibam, aqui no sudeste e no resto do BRASIL comemos não estamos nem aí pro jeito “tradicional” de se fazer churrasco e comemos com o mesmo prazer.

      • Rafael Trentin

        Augusto, pelo jeito faltasse algumas aulas de interpretação de texto.

        Se tu não sabe ler eu explico, no meu comentário, eu(gaúcho), ironizei as pessoas do meu estado que se julgam entendedores de churrasco.

        Vou separar duas estrofes que mostram isso, releias por favor.

        “Sou gaúcho mas tenho nojo de alguns compatriotas que se julgam superiores a quem não é gaúcho na arte do churrasco…”

        Ou seja, não precisa ser gaucho para fazer um bom churrasco, o paulista Marcos Bassi que o diga.

        “O churrasco surgiu logo após a invenção do fogo, churrasco é churrasco e ponto!”

        O gaúcho não inventou o churrasco, e tão pouco tem obrigação de faze-lo melhor que outras pessoas.

        Espero que agora possa compreender o que comentei anteriormente.

        Um abraço.

      • Augusto Toledo

        Meu caro, entendi perfeitamente o que quis dizer, e acho toda a teoria e o ponto, e tenho certeza que ela é altamente desnecessária porquê simplesmente os únicos que ligam pra isso são vocês mesmo e como carecem de influência sobre as demais regiões pra propagarem esse tipo de idéia o papo fica inócuo.

        Em tempo:
        Significado de Compatriota
        s.m. e f. Pessoa do mesmo PAÍS que outra; patrício.

      • Rafael Trentin

        Se entendeu o que quis dizer não preciso estender a discussão.

        Se tu e o resto do país não ligam para a teoria, o que fazes aqui, perdendo teu tempo com essa discussão?

        Abraço

      • Augusto Toledo

        Kkkkkk valeu “compatriota”…

      • Rafael Trentin

        Foi o que pensei…

  • Feba

    Então devo passar longe da frente de um rodizio??? só porque não é invenção de gaúcho??? materia interessante, mas o “bairrismo” estragou-a…pois o chuirrasco é nacional nao importa se é com CUPIM ou costala gaucha…

  • Mersenburg

    Muito massa esse esse “artigo”…
    Sou do RS atualmente moro na Bahia..
    O Minduin é o cara mesmo…boas dicas, bagual por natureza….
    Valeu irmão….

  • Cairo Badoco

    Gostaria de tirar uma dúvida, principalmente em relação a picanha, mas acredito que isso também vale p/ outras carnes, afinal, ao assar uma peça inteira se inicia com a gordura p/ baixo ou p/ cima?

  • Ricardo Almeida

    Tem carne de viado ai?

  • Marcelo

    Velho… sou magrão das bandas de Porto e apesar de ter gostado muito do post, notei algumas irregularidades.

    Até 1990, assitia o meu avô de Montenegro (RS) fazendo o corte a mão com uma serra osso. Isso não me qualifica a sair criticando o que escrevestes, mas nas andanças pelo RS, SC e PR me mostraram uma série de técnicas diferentes e uma coisa é unânime entre todos os gaúchos (inclusive os do Uruguai e Argentina): Carne assada na grelha não é churrasco. É carne assada!Isso tem a ver com manter a tradição. É tipo temperar apenas com sal grosso ou colocar um pouco de alho na maminha.Depende do gosto de cada um. Mas o tradicional é o sal grosso.
    Acredito que o mais importante é entender a melhor maneira de assar de acordo com o corte. Como os cortes de churrasco são em pedaços grandes de preferência inteiros, criados devido a facilidade de desossar o boi, normalmente se usa espeto. Imagina como seria pedir para o açougueiro meio quilo de costela antes de inventarem aquela serra que ele usa hoje.

    A foto da costela feita com fogo no chão que tu postou induz ao erro de ser confundida com a costela DE fogo de chão. Por favor arrume isto. O famoso costelão É MUITO diferente destes 6 cm de espessura de osso espetados e assados aí. Segue a lógica da época em que desossavam o boi na mão. A janela vai inteira espetada (deve ter aí uns 10 15 Kg imagino) e fica de pé com o fogo em volta dela.
    Tu esqueceu de falar também de carnes menos nobres como o granito a chuleta (famosa ripa), o coxão duro e o coxão mole.
    Parabéns pelo post. Quero deixar bem claro que a intenção não é causar polêmica e sim esclarecer porque existe esta tradição de dizer que churrasco mesmo é no espeto. Trata-se apenas de um ponto de vista mais tradicional. Não de guris de apartamento.

    Grande abraço.

  • israel

    pra mim o senhor trocou as bolas na hora de descrever o entrecot ao dizer que é o mesmo bife ancho, pois me parece que o entrecot é o bife de chorizo sem a gordura
    mas o resto esta otimo

Papo de homem recomenda

Assine o Papo de homem

Curta o PdH no Facebook
  • 5523 artigos
  • 660998 comentários
  • leitores online