Homens frígidos

Autor Anônimo

por
em às | PdH Shots


Conheça mais o seu carro

Para nós, da Petrobras, a tecnologia fica ainda melhor quando fala com você.

Desvende os mitos de lubrificação, descubra o lubrificante certo para seu carro ou moto e tire suas dúvidas com a gente. Acesse o nosso site e descubra mais.

Lubrax. A mais alta tecnologia. Bem pertinho de você.

Histórias no travesseiro, conversas de boteco, pesquisas informais, relatos por email… Mulheres, mulheres, mulheres. Essas são as fontes para detectar os pensamentos e movimentos que os homens quase nunca compartilham entre si.

Conto aqui uma dessas descobertas recentes: os homens estão frígidos. Muitos são infinitamente menos ousados que suas namoradas e esposas. Controlam, reprimem e não admitem reconhecer que suas mulheres às vezes têm mais desejo e mais liberdade que eles.

Exemplos reais com diferentes “Ela”:

  • Ela pede por sexo anal. Ele recusa e diz que não precisa desse prazer.
  • Ela quer chupá-lo por mais tempo e com mais intensidade. Ele sempre interrompe o boquete, caso contrário goza rapidinho.
  • Ela conta para as amigas que seu namorado nunca quis gozar em sua boca. Nas palavras dele, “ela não é mulher disso”.
  • Ela sente que ele tem nojinho da menstruação e por isso sempre evita o sexo nesse período.
  • Ela nunca teve seu cu lambido.

"Amor, para de graça, veste logo essa camisola e vem deitar" | Foto: VC Ferry

Talvez a origem desses obstáculos esteja no medo de ser traído ou de ser menos homem do que ela é mulher. É como se eles dissessem:

“Se eu gozar na boca dela, ela vai virar uma puta e pode gostar tanto da coisa a ponto de querer fazer com outros. Mulher minha não pode ser soltinha assim.”

“Vou tentar controlar o desejo dela para que não ultrapasse o meu. Ela não pode gostar mais de sexo do que eu. Não pode ser livre e ousada. Deve ser santa, fiel… Ora, eu quero casar com ela!”

Essa mania de separar as mulheres em putas (pra comer) e santas (pra casar) ainda vai se desdobrar em muita complicação. Tais adjetivos são dispensáveis, desnecessários, sem sentido. Mulher não é objeto com função (para isso ou para aquilo). Mulher é um ser com desejo livre. Ponto.

O controle leva à frigidez. Ao ignorar e reprimir o desejo feminino, alguns homens restringem seu próprio prazer, sua própria potência masculina. O resultado é triste. Ser machão controlador é o caminho mais fácil para virar corno: enquanto tenta prender a “santa” em casa, a “puta” realiza suas vontades com outros.

Mais histórias?

Gostaria de ouvir das leitoras PdH mais histórias e casos relacionados.

A situação está mesmo tão grave? Há muito homem quase frígido por aí?

Autor Anônimo

Identificação coletiva e anônima, usada por autores ou leitores PapodeHomem que querem escrever artigos ou contar suas histórias sem abrir mão do sigilo.


Outros artigos escritos por


SEPARAMOS MAIS TEXTOS PARA VOCÊ CONTINUAR LENDO




O texto acima não representa a opinião do PapodeHomem. Conheça a visão e a essência por trás do que fazemos. Queremos uma discussão de alto nível. Antes de comentar, leia nossas boas práticas. Caso deseje enviar um texto e se tornar um autor, venha por aqui.


  • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

    Caro autor anônimo

    Olhe, desculpe dizer, mas esses exemplos que você deu não são de homens frígidos… são de homens completamente babacas. Um cara que acha que se gozar na boca da sua namorada/esposa vai transformá-la em uma ninfomaníaca insaciável – e que mulher “dele” não pode ser assim – é um completo idiota. Ou alguém profundamente inseguro.
    E quanto a os homens andarem frígidos… olhe, a minha impressão é que a maioria dos homens continua como sempre foi. A grande mudança aconteceu com as mulheres, que aprenderam que também têm direito a ter prazer no sexo.

    • http://www.facebook.com/verossimil Erico Verissimo

      Acertou na mosca com o PROFUNDAMENTE INSEGURO.

      Agora, fico PASMO com os exemplos citados. Posso até concordar em parte com o item relativo à menstruação, mas também por conta de que eventualmente a própria mulher fique NA NEURA em “se oferecer” numa situação em que possa se mostrar menos próxima de um ideal de perfeição.

      • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

        Olha, essa história do transar durante a menstruação é um ótimo exemplo de como a falta de comunicação pode atrapalhar o sexo. A coisa mais comum é isso… a mulher não querer porque acha que o homem tem nojo… e o homem não querer porque acha que a mulher tem nojo… rsss E como não conversam abertamente sobre o assunto, perdem 5 dias de sexo por mês. (Bom… pelo menos 4, porque no primeiro dia, com cólica, realmente não é muito inspirador para nós.)

        Ah, gente… toalhinha por baixo, transar no chuveiro ou seja como for. Mas sem frescurinhas, né?

      • http://twitter.com/NoNameYesIdea No Name! Yes Idea!

        mAS EU TENHO NOJO MESMO!

      • Julio Soares

        Menstruada num dá… num rola… fica mó fedor da penga !!!…

      • Thiago Di Rosato

        Concordo! Cartão vermelho é cartão vermelho!

      • Rodrigo Leaoadvogado

        Com certeza, pode ser namorada, noiva e esposa, tem que ser tratada como uma puta na cama, tenho uma boa experiência sexual, com mulheres diferentes, não teve uma q nao gostou de ser chamada de puta no ouvido, de ter levado um tapinha na cara, de ter transado mestruada, q é o momento q a mulher fica com muita vontade.

      • http://twitter.com/PooRapha Raphael Barreto

        resumindo: amem e fodam suas mulheres direito, porra!

    • Lola

      concordo…
      são homens machistas, inseguros que definitivamente, pararam no tempo.
      recomendo uma passagem sem volta ao Irã para eles…

      • http://twitter.com/NoNameYesIdea No Name! Yes Idea!

        mulher quer homem alto e sem barriga. Podem ser baixas, mas querem homens altos. Quem está errado nisso?

      • Alice

        hahaha Homens sempre quiseram mulheres lindas, mesmo sendo feios de doer. Algum dia elas iam perceber a desvantagem, não?

    • http://pulse.yahoo.com/_R3K55ZDBPLMIAOVQWYN4QISOJU Sergio

      Quem dera se a minha mulher fosse mais solta assim, enquanto uns manés ficam querendo regular outros ficam procurando este ouro

    • Alice

      Sim, sim, sim!

  • Diogo

    Esses homens têm medo de perder o controle que, segundo a sociedade, tinham sobre as mulheres – ou achavam que tinham.

  • http://twitter.com/pelima Pedro Lima

    Excelente texto, na minha opinião, quando você tem uma parceira fixa o sexo quase não tem nenhum limite, todas as situações listadas aqui são perfeitamente aceitáveis. Comer a sua mulher por completo, no sentido literal e amplo da palavra, é dar uma bela e ótima demonstração de amor pela mesma. Privá-la de sentir tais emoções é o primeiro passo pra que ela vá buscar isso em outro alguém. É aí que os machões se ferram.

  • http://www.facebook.com/rdtvalle Rafael Valle

    Existe isso mesmo?

    • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

      Pior é que existe, Rafael…rsss
      E é claro que também existe o equivalente feminino disso…

      • Rafael Dorcel de Souza

        pois é, eu já ia dizer, tem muita mulher que as vezes acha um cara “perfeito” e acaba não se “soltando” e o pior ainda, além de fazer isso vai procurar fora para não estragar o “namoridinho perfeito” (sim “namoridinho”), ou as vezes o cara tem uma postura de mais “certinho” e sério, e a mulher acaba ficando com medo de se revelar…. é basicamente o que esta no texto mas como se fossem as mulheres. Eu tinha mais coisas para escrever mas estou com fome, e alguém acabou de trazer alguma coisa do McDonald’s pra mim.

      • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

        Pois é, Rafael, tem de absolutamente tudo neste mundo.
        Até gente que gosta de McDonalds. (Heheheh… brincadeirinha, não resisti.)

        Mas então… muita gente age de acordo com o que foi educada – pela família ou pela sociedade – para fazer. E assim algumas mulheres não se soltam porque acham que vão ser consideradas vagabundas se mostrarem que gostam de sexo… E alguns homens realmente as vêem negativamente quando percebem que elas curtem. Complicado… e um pensamento pra lá de antigo, né?

      • http://twitter.com/NoNameYesIdea No Name! Yes Idea!

        Sabe aquela mulher toda indecisa com vc??? Amanhã ela estará dando pra outro e dizendo “estou namorando”… Por isso digo homens: se vcs tem uma mulher que amam, lutem por essa e se não encontrarem mulher igual a quem amam (outra que te faça amá-la), se comam todas que tiverem na frente.. sabe pq? Pq mulhe NÃO gosta de homem certinho. É verdade! Coma todas que vai sempre comer cada vez mais! Mulher gosta de homem certinho assim: depois de vê-lo comendo todas, ai consegue dar pra ele e o quer só pra ela — ou seja, ela foi no mercado, viu o produto (o comedor de buceta) e agora quer só pra ela.. O cara certinho, esse ela não quer.

        E OUTRA, PAREM DE SE IMPORTAR COM O QUE AS MULHERES PENSAM! FODA-SE ELAS! O MUNDO NUNCA, NUNCA FOI ASSIM, NEM AS MULHERES GOSTAM (DE VERDADE) DE HOME DIFERENTE DO QUE ELAS SEMPRE VIRAM DESDE A COMEÇO DA HISTORIA DO HOMEM NA HUMANIDADE: SAFADO E FODEDOR DE BUCETASSS (VEJA VÁRIOS S)

    • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

      Pior é que existe, Rafael…rsss
      E é claro que também existe o equivalente feminino disso…

    • Lola

      existe…. o pior é que existe.

  • Rodrigo Santos

    Os homens são os mesmos. A diferença é que a mulherada botou medo neles com a opinião delas. Elas estão muito fortes e muito seguras de si. Com o tempo e as rejeições acabam criando imagem de um homem muito sem sentido e particularidades horrendas das quais nenhum homem terá, e acabam sendo inatingíveis até certo ponto.

    Por outro lado há uma geração imensa de babacas que não sabem nem se quer tocar em uma mulher, e a culpa dessa geração é a sociedade de hoje que costuma não dar tanto contato infantil por outras crianças. Quem não desenvolve contato social e contato humano sempre se ferra nessa.

    As reações citadas acima são de homens inseguros, que retratam a sociedade atual, por que eles são cobrados por uma mulher legal e digna pra casar, namorar, etc. e cada um imagina uma forma de ‘mulher digna’ sem noção também.

    Se houvesse confiança e bom senso (!) dos dois lados, isso não aconteceria.

  • http://twitter.com/noivosclube NoivosInternetClube

    Só posso dizer “meus pêsames” aos homens que pensam assim. São babacas e machistas. Não conseguem se tocar de que a mulher conseguindo se sentir à vontade na cama, os dois saem ganhando.

  • http://twitter.com/chapolaaa Fábio Oliveira

    Sem qualquer duplicidade de significados, o clitóris é o novo pinto. E isso vale um grande HELL YEAH.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Genial.

    • Rodrigo Santos

      Verdade! Leva 50 pontos!

    • http://www.facebook.com/verossimil Erico Verissimo

      A comparação é interessante, mas por que motivo a sexualidade feminina só faz sentido quando comparada à masculina (clitóris = pinto)?

      Me faz lembrar a visão distorcida da “evolução das espécies”, onde muito comumente o SAPIENS SAPIENS é indevidamente encarado como o PINÁCULO biológico, objetivo final da natureza.

    • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Nery/100001320614171 Alexandre Nery

      Fudeu…Freud vai ter que voltar pra dar mais uma arrumadinha na sua teoria.

  • http://twitter.com/ManitaMendonca Mana Mendonça

    É dificil dizer se eles ficaram frigidos ou se já eram e nós, como éramos subimissas demais, não nos colocavamos na relação…
    Hoje nós mulheres quando dizemos o que queremos e fazemos o que dá vontade nos vemos com muita independencia, pra nós fruto de uma conquista que nos realiza.
    Mas com toda essa independencia acabamos pagando o preço… na visão machistiode viramos as putas.
    Há quem pense assim, mas também existem homens bacanas (poucos mas existem) que conseguiram compreender a mudança da mulher e fluem nesse novo paradigma numa boa. Daí os dois ganham em prazer e intimidade.

    • http://gabrielmoraes.com Gabriel Moraes

      hum, não sei bem se realmente conquistaram independencia, do meu ponto de vista ainda continua “psicologicamente” presa a aprovação do homem, como voce mesmo diz, voce se ve como independente tomando certas atitudes, e nem me passa pela cabeça a ideia de independencia quando eu tomo as minhas atitudes, mas concordo que de fato conquistaram algo muito grande e provavelmente so melhore daqui pra frente, pq tem muito cara ficando pra traz…

      quanto ao topico, eu fiquei surpreso com a quantidade de amigos que tenho com ideias “de merda” em relação a sexo mesmo, até os pegadores, aqueles que tem motivo pra se sentir seguro, vem com essas conversas ai do texto, eu ja até consigo ter uma ideia de como o cara age na cama dependendo dos objetivos da vida dele, normalmente isso ta ligado a ideia de ganhar dinheiro e ter um bom emprego (nunca a fazer algo que gosta), vai um pouco alem disso, mas da pra ter uma ideia do meu ponto né?

      • http://www.facebook.com/people/Guilherme-Marques/100001893909668 Guilherme Marques

        Análise interessante.

        Se pensarmos que um homem que normalmente tá interessado a idéia pura e simples de ganhar dinheiro e não em ter um emprego que lhe dê, acima de tudo, prazer, pensamos em um indivíduo altamente acomodado, egoísta, e que limita sua vida a ações e atitudes pouco produtivas que geram nenhum bem comum.
        Se essa mesma pessoa acomodada for jogada para a esfera do sexo, acomodada e egoísta do jeito que é, agirá na cama de maneira bem decepcionante.

  • http://twitter.com/formagio Alexandre Formagio

    Eu conhecia um homem exatamente assim, resultado disso? a mulher ia buscar na casa de outro :)

    Isso é viadagem, a mulher tem o mesmo direito ou mais que o homem. Quer gostar mais de sexo do que eu? ótimo

    É uma puta na cama? ótimo!!! vai realizar todas as minhas fantasias e em contrapartida irei realizar todas as dela e no final todos estaremos satisfeitos.

    Fato é, nenhuma mulher se torna pior ou vai gostar tanto que vai sair dando pra geral, ela vai se sentir realizada e mais do que isso, de ter um parceiro que consegue dar prazer a ela e ela terá orgulho de estar ao dele. é tudo que ela quer e nós homens também.

    O engraçado é que em mesa de bar todo homem é putão, como diria o grande Alexandre Frota “o negócio é comer cu e buceta”, porém pra comer a namorada de jeito, o cara fica com viadagem? tem mais é que ficar com medo mesmo, porque não é fazendo que ela vai correr pra outro e sim SEM FAZER :)

    • Anônimo

      “vai realizar todas as minhas fantasias e em contrapartida irei realizar todas as dela”

      E o que você faz quando ela confessar que adora fazer um fio terra no seu “macho”?

      Esse lance de realizar fantasias é ótimo quando as fantasias são compatíveis. Nunca se sabe, porém, quando esperar uma desagradável surpresa por parte da parceira, ou ela pelo parceiro.

  • Pedro

    A partir dos exemplos que foram dados entende-se que um certo nível de relacionamento já foi estabelecido. No que se refere a homens que “são infinitamente menos ousados” creio que me incluo nessa categoria. Já perdi as contas de vezes que saí aqui em Brasília e só levo toco (e oh que me acho razoável! Não sou feio!). Infelizmente aqui onde moro a maior parte das mulheres saem somente para aumentar sua auto-estima, elas não saem interessadas em estabelecer algum relacionamento. Essa atitude, ou situação, tem me deixado desanimado mais e mais a cada dia. Fico impressionado quando vou para outras regiões como sudeste e nordeste em geral; o contraste é muito grande!!

    Um dos videos da Acid Girl que dão uma certa idéia do que estou falando é este: http://www.youtube.com/watch?v=y6WqSX6xVKo

    • http://www.facebook.com/verossimil Erico Verissimo

      O problema é o exemplo. Acid Girl? Estereótipo demais. Mais legal seria ouvir a opinião de quem está menos preocupada em parecer COOL (ui!) o tempo todo.

  • Pedro

    A partir dos exemplos que foram dados entende-se que um certo nível de relacionamento já foi estabelecido. No que se refere a homens que “são infinitamente menos ousados” creio que me incluo nessa categoria. Já perdi as contas de vezes que saí aqui em Brasília e só levo toco (e oh que me acho razoável! Não sou feio!). Infelizmente aqui onde moro a maior parte das mulheres saem somente para aumentar sua auto-estima, elas não saem interessadas em estabelecer algum relacionamento. Essa atitude, ou situação, tem me deixado desanimado mais e mais a cada dia. Fico impressionado quando vou para outras regiões como sudeste e nordeste em geral; o contraste é muito grande!!

    Um dos videos da Acid Girl que dão uma certa idéia do que estou falando é este: http://www.youtube.com/watch?v=y6WqSX6xVKo

  • http://twitter.com/BrisaFeliz Fernanda Magalhães

    Faço meu o comentário da Deb.

    E quanto a os homens andarem frígidos… olhe, a minha impressão é que a maioria dos homens continua como sempre foi. A grande mudança aconteceu com as mulheres, que aprenderam que também têm direito a ter prazer no sexo

  • Pedro

    Pior é que eu detecto isso cada vez mais em conversas com as minhas amigas. Lamentável…

  • Aldo

    Sabe o que eu acho. Que as mulheres de hoje dão de 10 a 0 nos homens no que diz respeito ao sexo (não só, mas também). Elas estão mais espertas, inteligentes, são menos preconceituosas, querem falar sobre e fazer sexo de forma intensa e plena. Enquanto os bobões e caretas – os homens (sem generalizar) do século XXI – continuam a se comportar como homens do século XVII, pior tem uns que parecem que nasceram de dois primatas do tempo das cavernas. Em contrapartida se comportam como umas crianças malcriadas com medo disso, daquilo, o que minha mulher vai achar, que tipo de homem é esse? quadrado, machista, misógino.?

    Uma coisa já percebi, as mulheres hoje estão muito melhores do há 50 anos e continuam a evoluir e muito melhor do que homens – desde sempre.

    Como diria Cazuza, ”Senhor piedade dessa gente careta e covarde”. Abraços – só para as mulheres. uhuhu

    • http://twitter.com/psmelo psmelo

      “Uma coisa já percebi, as mulheres hoje estão muito melhores do há 50 anos e continuam a evoluir e muito melhor do que homens – desde sempre”

      Excelente!

  • http://www.facebook.com/people/Vinicius-Nathan/100001660640207 Vinícius Nathan

    Concordo com texto, tem muito cara babaca, que axa que tá errado isso, deixa a mulher em casa e vai procurar outra, para essas coisas, e a sociedade acaba ganhado mais um corno!! haha

  • http://twitter.com/formagio Alexandre Formagio

    Concordo que as mulheres que evoluiram, mas que tem homem que não percebeu isso, TEM.

    É fácil ver amigas minhas virando e falando algo tipo “nossa, eu daria para aquele cara fácil”. QUANDO antigamente alguma mulher poderia falar isso? Isso é super normal hoje em dia, amigas falarando de sexo numa boa.

    Os tempos estão mudando, alguns vão enxergar algo como “nossa, sua amiga é uma vagabunda hein!?”, NÃO, ela é decidida, ela tem direitos, ela saber o que quer, ela quer curtir a vida, enquanto você homem tá tomando conta da vida dela, criticando os atos dela e o piro, você nem paga as contas dela no minímo.

    Ai por culpa de alguns que ficaram na década de 60, algumas mulheres ficam com medo dos homens, ficam com medo de sair na rua com uma saia mais curta, porque vão assoviar, chamá-la de gostosa ou na pior das hipoteses, vão METER A MÃO NELA achando que ela é uma vagabunda. Ai quando ela sai com um cara e não dá na primeira noite por medo de ser chamada de vadia, o homem sai xingando ela pros amigos “tá fazendo cu doce”.

    • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

      Bem por aí, Alexandre… Tem gente que parou no tempo.
      E antes dos anos 60, porque pelo menos nele houve o movimento hippie – faça amor, não faça guerra -, a pilula e o início da liberação feminina. Esse povo está é lá pelos anos 40…

    • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

      Bem por aí, Alexandre… Tem gente que parou no tempo.
      E antes dos anos 60, porque pelo menos nele houve o movimento hippie – faça amor, não faça guerra -, a pilula e o início da liberação feminina. Esse povo está é lá pelos anos 40…

  • Ze

    Todo homem que não faz alguma das coisas listadas é boiolinha. Exceto a de lamber o cú, essa dá pra aceitar que qualquer pessoa não queira fazer.

  • Arsteppenwolf

    Nunca lambi um cu. Sou frigido?

  • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

    Irâ, Sibéria, Conchinchina… qualquer lugar bem longe daqui! rss

    • http://profiles.google.com/italocsampaio Italo Sampaio

      OK, vocês entenderam que o Autor Anônimo é uma mulher né?

      Realmente não consigo imaginar um cara pensando dessa forma, tá mais pra uma leitura muito equivocada da cabeça masculina.

      É legal ver que vocês entendem tanto da nossa cabeça quanto nós entendemos a de vocês: nada =)

      • Paulo Ryan

        voce que nao entende a cabeça das mulheres, existe sim homem que entende a mulher

    • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

      Italo

      Não tenho como te responder, então vai aqui.

      Olhe, absolutamente não interessa se o autor é homem ou mulher. O que ele/ela diz acontece, qualquer mulher sabe que existem homens por aí que pensam dessa forma sim, porque já topou com eles. E qualquer pessoa que leia vários dos comentários de alguns posts mais polêmicos do PdH também sabe. Não digo que sejam a maioria – aliás, não são -, mas existem.

    • http://profiles.google.com/italocsampaio Italo Sampaio

      Eu concordo que deve haver homens por aí AGINDO da forma mostrada no texto, o que eu não concordo é que a autora tenta decifrar o pensamento que leva o homem(??) a cada uma dessas atitudes, aí é que ela falha miseravelmente.

      Os dois últimos parágrafos são muito bons e são complementados pelo comentário da Lola aí em cima, essa sim sacou o que acontece. Insegurança é a palavra chave, nós estamos em um período de transição. Pouco tempo atrás, as mulheres não podiam fazer nada, agora vocês podem tudo, alguns caras não tem bolas nem estrutura para lidar com isso.

      Se vocês estão insatisfeitas (e devem estar mesmo), sejam ferramentas da Seleção Natural e parem de dar pra esses caras. Assim, eles não tem a chance de sair por aí espalhando seus genes inseguros para as futuras gerações.

      • Paulo Ryan

        gostei

  • Luiz Fernando

    Essa “espécie” de homem existe mesmo? Hehehe
    Ou os exemplo citados foram um pouco equivocados?
    Talvez o “medo” dos homens esteja mais relacionado à capacidade da mulher ser mais versátil, inovar na cama, aberta a novos experimentos, propor “desafios”. Enquanto o homem raramente movimenta sua vida sexual por achar que ela não aceite suas propostas inovadoras… Isso sim eu já presenciei. Agora, nojinhos e outros citados, nunca vi.

    • http://twitter.com/formagio Alexandre Formagio

      Eu conheci um cara que não deixava a namorada dele chupá-lo, tire suas conclusões se é exagero o texto :)

      Agora se nem chupá-lo que é a coisa mais normal e antiga, imagina sexo anal e etc :)

  • Luiz Fernando

    Essa “espécie” de homem existe mesmo? Hehehe
    Ou os exemplo citados foram um pouco equivocados?
    Talvez o “medo” dos homens esteja mais relacionado à capacidade da mulher ser mais versátil, inovar na cama, aberta a novos experimentos, propor “desafios”. Enquanto o homem raramente movimenta sua vida sexual por achar que ela não aceite suas propostas inovadoras… Isso sim eu já presenciei. Agora, nojinhos e outros citados, nunca vi.

  • Jorge Sacana

    Poxa, se vcs mulheres sentem falta disso, é por que não me conheceram.

  • http://www.facebook.com/people/Edegar-Neumann/100000367644831 Edegar Neumann

    Ainda tem muita coisa para nós aprendermos nos relacionamentos. E aprender como melhor explorar o potencial (sexual) do parceiro é uma delas. Eu já me vi nessa situação (nenhum dos exemplos do texto, mas relacionado) e, não sei identificar a origem ou causa do meu sentimento, mas o mínimo que posso dizer é que me pegou de surpresa e demorei para assimilar (mas assimilei!! devagar e sempre!! rs…)
    Vale lembrar que este não é o único tipo de controle e, talvez, nem o mais prejudicial! Toda relação baseada em controle vai passar por problemas!!

  • Anônimo

    Em 1994, o então vivo (Grande Mestre!) Jorge Amado afirmou em entrevista que, para ele:
    “…o sexo sempre foi uma festa. Aos 82 anos, a festa é muito diferente do que era aos 20, aos 50, mesmo aos 60: é uma festa que é feita da experiência, do refinamento”.
    (((Lembremo-nos que o velho Amado havia se casado com Dona Zélia em 1945. Mais do que ninguém, ele sabia o que estava dizendo!)))

    Diante de tal frase, e observando rapidamente o mundo ao nosso redor, é de se perguntar: Como pode um homem rejeitar a idéia de aperfeiçoar/aprimorar o sexo com sua parceira, ainda mais quando se pretende passar o resto da vida com ela? Como alguém pode se submeter à essa condição tão medíocre?

    Outro ponto: Até pouco tempo atrás o sonho da maioria dos homens era ter uma mulher que é “uma puta na cama e uma dama na sociedade”. Agora de repente descobriram que não era bem aquilo e passaram a separar mulheres entre “para comer” e “para casar”??? Que porra foi que aconteceu que agora estão mudando de idéia?

  • Anônimo

    Em 1994, o então vivo (Grande Mestre!) Jorge Amado afirmou em entrevista que, para ele:
    “…o sexo sempre foi uma festa. Aos 82 anos, a festa é muito diferente do que era aos 20, aos 50, mesmo aos 60: é uma festa que é feita da experiência, do refinamento”.
    (((Lembremo-nos que o velho Amado havia se casado com Dona Zélia em 1945. Mais do que ninguém, ele sabia o que estava dizendo!)))

    Diante de tal frase, e observando rapidamente o mundo ao nosso redor, é de se perguntar: Como pode um homem rejeitar a idéia de aperfeiçoar/aprimorar o sexo com sua parceira, ainda mais quando se pretende passar o resto da vida com ela? Como alguém pode se submeter à essa condição tão medíocre?

    Outro ponto: Até pouco tempo atrás o sonho da maioria dos homens era ter uma mulher que é “uma puta na cama e uma dama na sociedade”. Agora de repente descobriram que não era bem aquilo e passaram a separar mulheres entre “para comer” e “para casar”??? Que porra foi que aconteceu que agora estão mudando de idéia?

  • Nina Aubasi

    Eu não concordo com a Deb. quando ela diz que as mulheres mudaram, e os homens continuam sendo como antes.
    Acredito que os homens mudaram à partir da mudança das mulheres!
    Não é a toa que dizem que o homem se assusta com mulheres independentes. Eles também se assustam com mulheres sexualmente resolvidas. Gostam, claro, mas o machismo sempre está lá, como uma voz que diz: ‘Tão fogosa assim, será que dou conta do recado?’ , ‘Será q ela já fez isso com outro(s)’? e blábláblá.

    Não quero generalizar, porque já conheci caras que são assim, e outros que não são, mas que existe, existe. E não é raro.

    • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

      Eu não disse todos, Nina. Disse “a maioria continua sendo como sempre foi”. Mas acho que muitos souberam mudar junto, sim.
      Mas não entendi bem… primeiro você diz que os homens mudaram, mas depois fala que o machismo continua lá, e que eles se assutam com mulheres independentes… mas que conhece alguns que não são assim… então você acha a mesma coisa que eu…rsss

      • Nina Aubasi

        Deb,
        o que acontece é que antigamente as mulheres não deixavam aflorar sua sexualidade por conta do machismo imposto pela sociedade, logo, os homens preocupavam-se apenas com seu prazer.
        Com o tempo, elas descobriram que merecem sentir tanto prazer quanto o homem, e eles então encontraram o dilema citado no texto: querem uma mulher que os satisfaça na cama, mas não querem parecer ‘incentivadores de safadeza’.
        É aí o ponto que as mulheres mudaram, e os homens também.
        O machismo SEMPRE esteve presente, mas em épocas e situações diferentes!

      • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

        Nina

        Continuo achando que o que você diz não difere muito daquilo que eu disse no meu primeiro comentário…rss “a minha impressão é que a maioria dos homens continua como sempre foi. A grande mudança aconteceu com as mulheres, que aprenderam que também têm direito a ter prazer no sexo. ”
        Só cuidado para não generalizar. Existe muito machismo por aí sim, em graus váriados, mas não são todos os homens que “querem uma mulher que os satisfaça na cama, mas não querem parecer ‘incentivadores de safadeza’.” Esses são uma minoria. Pelo menos na minha experiência…

  • Belle de Jour

    Nunca vi um homem que se recuse a comer a mulher do avesso se assim ela pedir. O que já vi é o cara fazer mal julgamento dessa mulher porque ela gosta de sexo. Para mim, o que esse texto chama de frigidez masculina é simplesmente machismo.

  • http://www.facebook.com/arthur.s.mendonca Arthur Silva Mendonça

    “ela nunca teve seu cu lambido”
    o autor viajou nessa parte!
    Então quer dizer que o Nelson Mandela ou o Gandhi, supostamente são pouco ”machos” porque nunca lamberam o cu de suas mulheres?
    Esses relatos dariam uma bela historia de Nelson Rodrigues, na verdade…

  • http://www.facebook.com/natalia.candido Natalia Candido

    não existe essa de pessoas frígidas, oq tem é um bando de reprimido por aí!

  • Victor Luciano

    Vide o post de algum tempo atrás: Mulher que transa na primeira noite, essa é para casar…

  • Mandy

    KKKKKKKKKKK xD

  • http://www.facebook.com/raffael.silvado Raffael Silvado

    Italo,

    Num mundo ideal, todos os homens nasceriam vampiros sedentos por sangue menstrual e livres de preconceitos e inseguranças, mas infelizmente isso é uma lição que tem que ser aprendida.
    Eu aprendi e vc aprendeu.

    E como a Deb disse, é preciso perder essa vergonha besta e se comunicar.
    Caso contrário, o rei permanecerá nú.

    • http://profiles.google.com/italocsampaio Italo Sampaio

      Cara, é exatamente esse o ponto. Eu aprendi, você aprendeu, provavelmente o padeiro também, assim como a maioria dos homens. O que eu discordo do texto é que a autora pega uma minoria de homens que tem nojinho e generaliza: “Os homens estão frígidos!”.

      Dá a impressão que ela saiu com uns dois moleques de 15 anos, não gostou e resolveu postular que todos os homens devem ser tão ruins quanto os dois moleques. É o velho problema da generalização…

      Acho que todos concordamos que o mais importante é ter diálogo, senão todo mundo sai perdendo.

      • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

        Italo
        O que o autor/a chama de frígidos e eu chamo de homens inseguros (como disse no meu comentário e parece que você não viu) – ou de babacas mesmo, tem de tudo – não é a maioria, como eu também já disse em outro comentário. Muitos homens mudaram, assumiram novas posturas, aprenderam. Não sei se são a maioria, como você fala. Mas também não são a minoria. Entre o grupo dos “bacaninhas evoluídos” e o dos “retrógrados machistas” existe um amplo grupo intermediário, “normal”, sujeito a pequenos machismos assim como a comportamentos bacanas. Mais aberto em algumas coisas, ainda fechado em outras.
        Sem generalizações é melhor, né?

      • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

        Italo
        O que o autor/a chama de frígidos e eu chamo de homens inseguros (como disse no meu comentário e parece que você não viu) – ou de babacas mesmo, tem de tudo – não é a maioria, como eu também já disse em outro comentário. Muitos homens mudaram, assumiram novas posturas, aprenderam. Não sei se são a maioria, como você fala. Mas também não são a minoria. Entre o grupo dos “bacaninhas evoluídos” e o dos “retrógrados machistas” existe um amplo grupo intermediário, “normal”, sujeito a pequenos machismos assim como a comportamentos bacanas. Mais aberto em algumas coisas, ainda fechado em outras.
        Sem generalizações é melhor, né?

      • http://profiles.google.com/italocsampaio Italo Sampaio

        Deb,
        Reli seu primeiro comentário, realmente não tinha visto. Acertou bem na mosca. Só acrescentaria uma coisa. Acho que tem três tipos de homem em discussão:

        1 – O cara que não goza na boca de sua amada, não faz sexo com ela menstruada, não lambe o cu dela porque ACHA que ela vai ter nojo – esse é o inseguro, um pouco de diálogo resolveria o problema do cara

        2 – O cara que não faz isso porque ele REALMENTE tem nojo – Pra mim, esse é viado e ainda não sabe, mas ele está no seu direito

        3 – O cara que não faz tudo isso porque tem medo de, fazendo isso, tornar sua mulher uma ninfomaníaca incontrolável que vai procurar fazer sexo 24h por dia com qualquer um que aparecer – NA MINHA OPINIÃO, esse é fruto da imaginação fértil da autora. Algum homem realmente acredita que o cavalheiro número 3 exista?

      • http://profiles.google.com/italocsampaio Italo Sampaio

        Deb,
        Reli seu primeiro comentário, realmente não tinha visto. Acertou bem na mosca. Só acrescentaria uma coisa. Acho que tem três tipos de homem em discussão:

        1 – O cara que não goza na boca de sua amada, não faz sexo com ela menstruada, não lambe o cu dela porque ACHA que ela vai ter nojo – esse é o inseguro, um pouco de diálogo resolveria o problema do cara

        2 – O cara que não faz isso porque ele REALMENTE tem nojo – Pra mim, esse é viado e ainda não sabe, mas ele está no seu direito

        3 – O cara que não faz tudo isso porque tem medo de, fazendo isso, tornar sua mulher uma ninfomaníaca incontrolável que vai procurar fazer sexo 24h por dia com qualquer um que aparecer – NA MINHA OPINIÃO, esse é fruto da imaginação fértil da autora. Algum homem realmente acredita que o cavalheiro número 3 exista?

      • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

        Quando a generalização nos perturba, basta darmos créditos. Qualquer discurso possui a falha da generalização, mas isso não significa grande coisa. Se somos generosos, ouvimos. Se não somos generosos, ignoramos.

        Se a pessoa escreve “Os homens estão frígidos” ou “O machão controlador não demora a virar corno”, é claro que esse é um recurso para mostrar um fenômeno, para apontar uma possibilidade. E isso funciona melhor do que dizer “Alguns homens talvez estejam frígidos, mas, claro, eles podem mudar”. O discurso se esvazia quando temos medo das generalizações.

        Discursos poderosos usam a generalização e contam com a generosidade e a inteligência dos leitores.

        Abração.

      • http://profiles.google.com/italocsampaio Italo Sampaio

        Gitti,
        Concordo contigo que a generalização é válida quando é sustentada por uma boa argumentação. Isso está acontecendo nos comentários. No texto principal, não.

      • http://profiles.google.com/italocsampaio Italo Sampaio

        Gitti,
        Concordo contigo que a generalização é válida quando é sustentada por uma boa argumentação. Isso está acontecendo nos comentários. No texto principal, não.

      • Nina Aubasi

        Gitti,
        Não concordo contigo dessa vez.
        Acho que essa idéia de generalização se aplica realmente (e perfeitamente), à discursos ou à textos como os postados aqui no Papo de homem, mas na prática, “na vida real”, as coisas são bem diferentes.
        Aqui, por exemplo, é melhor ter 50% de pessoas que apoiem suas idéias, e 50% que discorde, do que 100% que fique em cima do muro, ou que não tenham algo à acrescentar. É ideal pra marketing, por exemplo. No entanto, generalização em algum momento pode soar ignorância!
        A inteligência do leitor pode gritar : “Ei, isso é o que ELE quer que eu acredite!” e não “Nossa, como ele defende bem suas idéias, é seguro de si, não teme críticas”.

      • Nina Aubasi

        Gitti,
        Não concordo contigo dessa vez.
        Acho que essa idéia de generalização se aplica realmente (e perfeitamente), à discursos ou à textos como os postados aqui no Papo de homem, mas na prática, “na vida real”, as coisas são bem diferentes.
        Aqui, por exemplo, é melhor ter 50% de pessoas que apoiem suas idéias, e 50% que discorde, do que 100% que fique em cima do muro, ou que não tenham algo à acrescentar. É ideal pra marketing, por exemplo. No entanto, generalização em algum momento pode soar ignorância!
        A inteligência do leitor pode gritar : “Ei, isso é o que ELE quer que eu acredite!” e não “Nossa, como ele defende bem suas idéias, é seguro de si, não teme críticas”.

  • http://twitter.com/_Croco Adriano C.

    Homem inseguro sempre existiu e existirá. Assim como mulheres assim.

    O problema é generalizar tudo.

    Porquê ao invés de falar mal da insegurança alheia, as pessoas não tratam das suas e tentam ajudar os outros a superar as próprias?

    Isso eu dificilmente vejo.

    Eu tenho seguinte visão hoje: As pessoas não são o que elas querem ser (Confiantes, liberadas sexualmente, etc), elas são… O QUE ELAS CONSEGUEM ser. Logo, não se deve esperar que todo mundo seja de boa com tudo. Só isso. Ajudem-nos, não é melhor?

  • http://twitter.com/_Croco Adriano C.

    Os defeitos dos homens já foram apontados, reapontados e desempontados várias vezes.

    A questão é: Façamos algo novo, apontemos novas referências, sim?

    Viver falando mal é se igualar a quem se critica.
    Sugestão: Um post escrito por MULHERES sobre como melhorar a postura masculina para muitas coisas. Além das criticas. Além.

  • http://profiles.google.com/sr.dingles Diego Viegas

    Um grande autor da década de 40 do Direito Penal Brasileiro, Nelson Hungria, ao comentar sobre a prostituição, a classificava como necessária ao equilíbrio de forças sociais, pois o homem não poderia levar para o seio de sua família as perversões que sentia a necessidade de satisfazer com as meretrizes.
    Com a mudança da sociedade, o homem ficou “perdido”, continua a tratar a mulher do mesmo jeito de antes, esquecendo que o papel dela mudou.

  • http://www.facebook.com/renan.nascimento Renan Rodrigo Do Nascimento

    Pra mim não fazer essas coisas com uma mulher tem outro nome: Frescura!

  • Anônimo

    Um dos fatores que fazem esses caras ficarem confusos desse jeito são essas mulheres que se identificam como feministas, que julgam o tempo inteiro a postura dos homens, deixando muitos inseguros. Se o cara trata a mulher como uma puta ele é machista. Se trata a mulher como santa é machista!

    O importante é o seguinte:

    1)O cara tem que tratar a mulher com respeito e ponto.

    2) A mulher tem que ser livre, pra ser o que quiser, o papel do homem é contribuir para isso.

    3) Nenhum homem quer uma santa na cama.

    O que ocorre muitas vezes é a mulher travada, com medo de fazer alguma coisa mais “ousada” e ser julgada, preocupada com o que o cara vai pensar dela.
    E nós homens não temos habilidade pra contornar a situação, pra fazer a mulher se sentir segura e livre pra se manifestar como quiser!

  • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

    O “se soltar” dela pode ter muito a ver com você, Sergio. Quanto mais segura, relaxada e confiante ela se sentir com você, e quanto mais abertamente vocês conversarem sobre sexo (gostos, desejos e abolição de tabus) mais fácil será para ela se soltar e deixar para trás conceitos que moldam a nossa postura desde a infância – conservadorismo e machismo na educação, sociedade, religião etc etc… Mil conceitos equivocados que só ferram com a nossa vida..

    • Anônimo

      Quem diz que o cara não faz isto? Porra, a culpa é sempre do homem agora? Filha, existem mulheres que não há o que se faça pra que elas se sintam a vontade. Simplesmente são incapazes de se soltar, têm nojo de tudo e – pasme – são EXTREMAMENTE MACHISTAS.

      • Maverick_RJ

        Um ano mais tarde… Preciso comentar. NÃO FILHÃO. NÃO EXISTEM TAIS MULHERES. EXISTEM MULHERES QUE NÃO FICARAM A VONTADE COM VOCÊ/CONHECIDOS SEUS. ASSIM COMO EXISTEM ALGUMAS QUE NÃO SE SENTIRAM A VONTADE COMIGO/OUTROS HOMENS… QUÍMICA E CUMPLICIDADE, COISA DE PELE MESMO, E COM SENTIMENTO ALCANÇA-SE A PLENITUDE DE UMA RELAÇÃO. ENQUANTO DURAR.

  • Harley

    Mas na verdade a maioria esmagadora das mulheres faz essa “cobrança” nos homens. Elas se dizem muito mudadas e resolvidas e independentes mas criticam um cara que não seja “agressivo” na hora da pegada ou da paquera,nessas horas o sexo não se iguala, nessas horas o cara que tem uma conversa boa e que não chega chegando perde para o “babaca machista” que chega junto sendo “escroto” e acaba ficando com a mulherada,bem estranho esse mundo utópico onde as mulheres estão mudadas e os homens estão virando franguinhas com complexos estudados por Freud, tem horas que ser machista é IMPORTANTÍSSIMO, como por exemplo a parte da conquista ou até mesmo ANTES dela, aí elas preferem os “machistas”.Engraçado isso.

    • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Nery/100001320614171 Alexandre Nery

      Todos queremos o equilíbrio. Os homens não querem uma puta 100% do tempo, nem as mulheres querem um machista 100% do tempo. É preciso dosar o momento de ser cada coisa. “Só isso”. Entre aspas, porque essa é a grande tarefa dos relacionamentos.

      • http://www.facebook.com/naninha Ariana Mendonca

        Exatamente, tem horas em que a mulher curte ser “dominada”, tem horas que quer um companheiro que a enxergue como igual…

        Eu concordo com a galera que disse que o “problema” foi a liberação sexual feminina, passamos a exigir mais e os caras acabam se amedrontando com isso… como assim, minha mulher gosta de sexo tanto quanto ou mais que eu?

        Surprise! We do!

      • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Nery/100001320614171 Alexandre Nery

        E esse “tem hora” da trabalho, viu? E tem aquela coisa: falar a hora que quer/como quer, muitas vezes não adianta, porque depois vem aquele “ah, mas queria que ele(a) fizesse sem eu precisar pedir…”

        E quando acontece sem precisar pedir, é muito melhor. Dá aquela sensação de sintonia, as vezes tão rara.

      • http://profiles.google.com/felipealbertosj felipe alberto

        e verdade por isso e importante o dialogo e entendimento entre os dois assim o homem não vai sentir- se inseguro e nem ela vai lhe dar um “perdido”

    • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Nery/100001320614171 Alexandre Nery

      Todos queremos o equilíbrio. Os homens não querem uma puta 100% do tempo, nem as mulheres querem um machista 100% do tempo. É preciso dosar o momento de ser cada coisa. “Só isso”. Entre aspas, porque essa é a grande tarefa dos relacionamentos.

  • Harley

    Mas na verdade a maioria esmagadora das mulheres faz essa “cobrança” nos homens. Elas se dizem muito mudadas e resolvidas e independentes mas criticam um cara que não seja “agressivo” na hora da pegada ou da paquera,nessas horas o sexo não se iguala, nessas horas o cara que tem uma conversa boa e que não chega chegando perde para o “babaca machista” que chega junto sendo “escroto” e acaba ficando com a mulherada,bem estranho esse mundo utópico onde as mulheres estão mudadas e os homens estão virando franguinhas com complexos estudados por Freud, tem horas que ser machista é IMPORTANTÍSSIMO, como por exemplo a parte da conquista ou até mesmo ANTES dela, aí elas preferem os “machistas”.Engraçado isso.

  • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Nery/100001320614171 Alexandre Nery

    Concordo. Sendo generoso, podemos pensar que as pessoas estão fazendo o melhor que podem com base nos seus conhecimentos e nas suas visões de mundo, falando de forma bem ampla.

    Penso que homens que tem nojo/frescura dos itens citados realmente devam se “libertar”, tendo em vista a vontade da sua parceira. Porém, isso deve ser trabalhado pelo casal. Um texto escrito por mulheres para ajudar outras mulheres a treinarem seus parceiros seria uma boa pedida. Porque de textos tapa-na-cara para os homens “frigidos” o PdH já está cheio.

  • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Nery/100001320614171 Alexandre Nery

    Concordo. Sendo generoso, podemos pensar que as pessoas estão fazendo o melhor que podem com base nos seus conhecimentos e nas suas visões de mundo, falando de forma bem ampla.

    Penso que homens que tem nojo/frescura dos itens citados realmente devam se “libertar”, tendo em vista a vontade da sua parceira. Porém, isso deve ser trabalhado pelo casal. Um texto escrito por mulheres para ajudar outras mulheres a treinarem seus parceiros seria uma boa pedida. Porque de textos tapa-na-cara para os homens “frigidos” o PdH já está cheio.

  • Sula

    Concordo com tudo, meu marido é assim. Por isso tenho um amante, que faz o que ele não faz, e sem frescura.

    • Marcoscarraro

      Então porque continua com o marido? Suga o dinheiro do cara e ainda tem coragem de dizer que a culpa é só, e somente só dele. Mulher que trai eu chamo de puta, porque não acaba logo com tudo se não tá gostando?

      POW rsrs

  • Bernezoo

    Alguns homens ainda não se acostumaram com as “novas mulheres”.
    Não aceitam o fato de que nós, mulheres, gostamos tanto de sexo quanto vocês!

    Alguns amigos meus chegam a dizer que meninas precisam fazer pose de boa moça (e não são poucos).Isso inclui fingir que não ligam tanto para sexo, senão, correm o risco de parecerem promíscuas e ficarem só!

    Pois bem, se para ter alguém ao meu lado, preciso fingir. Fingir não gostar de sexo, fingir que sou casta e pura..
    Eu realmente prefiro ficar só, só com meus brinquedos!
    Mas por sorte, encontrei homens mais espertinhos que sabem que ter uma mulher que curte sexo tanto quanto eles é muito bom. Não precisa procurar complementos em outro lugar.

    Nada como um bom papo para discutir gostos, fetiches, limites… dessa forma a coisa flui, impossível não ficar o gostinho de quero mais!

  • Anônimo

    Também me senti um bloco de gelo lendo esse pedaço.

    Querer por REGRA em Sexo é mecanizar uma experiência que deve, necessariamente, ser espontânea -senão vira uma verdadeira merda.

    É, eu também não gosto de lamber cu, o que não significa que eu vá ter o resto da série de frescuras descritas.

    De lamber cu até viado gosta, logo não acho que seja um bom parâmetro para medir a paudurescência de ninguém.

  • Andre

    tem coisa melhor que goza na boca? =D

  • Gabriela

    Eu já tive um homem frígido! Ele não fazia sexo oral em mim! Tinha nojo!E olha que eu me cuidava,me depilava…Diz ele que tem medo de doença! Na boa,depois de 3 anos sem uma boa chupada,larguei ele(por outros motivos!) e agora…Poxa,eu tô é que tô!

  • Mike

    Na minha opinião as pessoas é que complicam as coisas, pra mim as coisas são simples, se os dois curtem as (por ex) referidas sacanagens é o que vale, e não misturo preferencias e sexuias com carater, sexo é a parte pessoal, no sexo cada um faz o que dá tesão e curte o prazer, mas infelizmente tem muitos homens que julgam mulheres assim, que transou no primeiro encontro, que chupou, que nao chupou, que deixou fazer isso ou aquilo.

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=575067585 Thahy Valente

    Tão Real.

  • http://www.facebook.com/people/Rodrigo-Oliveira/1302271675 Rodrigo Oliveira

    Caros companheiros(as)

    Não creio que seja uma questão de frigidez. Nem de machismo. Mas sim de modelos familiares e consequentemente, o papel do homem e da mulher na sociedade. Que sempre mudou ao longo da história.
    Até o inicio do século passado, homens e mulheres tinham esses papeis bem definidos socialmente. Hoje, nem tanto…

    A familiar era nuclear e girava em torno do homem. A mulher era a dona de casa e cuidava dos filhos.
    No que se diz a sexualidade, os casais não compartilhavam o sexo como nos dias de hoje. Era fato extremamente comum um homem possuir uma ou mais amantes, as concubinas. Já as mulheres não gozavam, com o perdão da expressão, dessa liberdade. Pois aqui no brasil, por exemplo, adulterio feminino era crime grave.
    O fato de a mulher ser esposa e concomitantemente amante do marido, é um fato incrivelmente recente!
    Fruto, entre outras coisas, do movimento feminista e dos novos papeis sociais que homens e mulheres estão tomando.
    Como exemplo do sexo ser algo DO CASAL ser um fato recente, levanto o números de divórcios que, hoje em dia é muito comum. E a esmagadora maioria de pedidos desse processo é feito por mulheres, muito também pelos motivos exemplificados no texto.

    Desde o inicio da modernidade, o motivo pelo qual existia a união de casais nunca foi amor, como nos tempos de hoje. E sim uma questão economica e principalmente política.

    Citei esse pequeno resumo, pois as práticas sexuais citadas no texto, vejo-as mais como um RANÇO ainda desse modelo que existia até pouco tempo, aonde a mulher, conjuge, era coberta por uma áurea angelical. Essas eram habilitadas para cuidar dos filhos. Ficando o sexo a cargo das amantes, concubinas e cia.

    Tanto homens como mulheres estão buscando seus novos papeis sociais, o que inclui, certamente, a questão da sexualidade.

  • Alice

    Já ouvi muitas vezes, inclusive de mulheres de diferentes idades: “nunca achei um cara que me satisfizesse completamente; sempre tive mais desejo que meus parceiros”.

    Digo sempre: desejo sexual é que nem inteligência ou beleza, tem gente que tem mais, tem gente que tem menos. Vale, muito, não ficar insistindo com quem tem menos que você; e pode valer, muito, tentar acompanhar quem tem mais.

    Agora, fora a história da variação do desejo, não deixa de me admirar uma boa parcela da homarada. Na hora que era pra ficar incrível, com um monte de mulher livre, disposta a ter e dar prazer na cama, pra todo mundo ser feliz e chegar à realização do gozo num nível altíssimo e talvez inimaginável na história da humanidade, a galera pede arrego. Vai entender!

    Depois dizem que mulher é que complicado…

  • Rogerio

    Toda mulher gosta de homem que tem “pegada”, e que faça tudo com ela na cama. Qual a mulher que não sonha em ser penetrada por todos os lugares? Qual mulher que não adora sentir seu homem gozando dentro delas? Não existe homem frigido, o que existe é mulher cheia de frecura.

  • http://www.facebook.com/designmarcelo2 Marcelo Oliveira

    QUANDO VC PERCEBE QUE O SORRISO SE FOI, QUANDO DE TANTA TRISTESA A VOZ NÃO SAIR, QUANDO OS AMIGOS DEIXAREM VC PRA DEPOIS, APENAS ORE…) PODE O MUNDO INTERO TE DEIXA, SEU MELHOR AMIGO TE TRAIR… PODE ATE A SORTE TI ENGANA E A PROPIA VIDA TE ESQUECER. MAIS JESUS TE AMA, E ELE NÃO VAI TE ABANDONAR, ELE NÃO QUER TI VER SOFRER, E SE O MUNDO TE ESQUECER A SUA VOZVEM TE DIZER MEU FILHO (A) EU ESTOU AQUI. JESUS TE GUIA OS TEUS PASSOS.

  • Karolzinha

    Meu ex namorado não gostava que fizesse oral nele, dizia que mulher que faz isso é vadia e eu não deveria ser uma dessas. Fiquei achando que esse era o pensamento dos homens, e nos outros relacionamentos que tive, me recusava a fazer tal coisa com medo do que pudessem pensar de mim. Só quando conheci o cara que fico hoje em dia (que não é um namorado) foi que percebi que isso não faz o menor sentido. Ele me trata com carinho e safadeza ao mesmo tempo e nunca me senti mal em fazer oral nele ou qualquer outra coisa que me agradasse.

Papo de homem recomenda

Assine o Papo de homem

Curta o PdH no Facebook
  • 5414 artigos
  • 655864 comentários
  • leitores online