5 razões para não tomar refrigerante

Jú Lins

por
em às | Corpo são, Ladies Room


No fim do século 19, era vendido nas farmácias como xarope de carbonatado ou simplesmente soda. Hoje saiu das antigas farmácias e se transformou na febre de todos os tempos, com vários tipos e sabores, com direito a disputa de marcas, latinhas personalizadas, urso polar, limãozinho, bonequinhos e até mesmo disputa de comerciais entre gostosas e bonitinhos.

O refrigerante é a segunda bebida mais consumida do mundo, perdendo apenas para água. No entanto, a onipresente Coca-Cola e afins têm mais pontos negativos que positivos. Vamos a eles.

Entre refrigerante e leite, até um menino sabe escolher a opção mais saudável.

1. Há muita química entre nós

O refrigerante é uma bebida consideravelmente artificial. Tirando aquele gostinho de fruta, possui corantes, conservantes, grande quantidade de açúcares. Nas versões light, diet e zero contém adoçantes artificiais. Sem falar da cafeína que nos deixa ligadões e de um acidulante, o ácido fosfórico.

De nutrientes, não tem nada. Você simplesmente bebe um coquetel molotov de água com gás, açúcar e um monte de tranqueira que boa parte não sabe nem pra que serve (descartando as limpezas de ferrugem, desentupidor de pia e experiências malucas).

2. Diet, light ou zero não resolve

Por não possuir nutriente algum, você acaba consumindo calorias inúteis que aumentam o colesterol ruim e se acumulam cada vez mais até aparecer aquela barriguinha graciosa olhando pra você.

“Ah, mas eu tomo o light, zero ou diet, não tem problema!”

Isso é o que você pensa. Como eu falei um parágrafo atrás, esses tipos de refrigerante têm adoçantes artificiais pra poder substituir o açúcar normal. O uso de adoçante sozinho é um tanto suspeito para as pessoas que não são diabéticas, já que ele foi projetado para pessoas cujo organismo tem certa deficiência de absorção de glicose, podendo ser até 600 vezes mais doce que o próprio açúcar.

Esse elevado teor de “doçura” sintética leva uma porrada de substâncias químicas ao fígado, o que dificulta na absorção, sobrecarregando-o e fazendo com que ele mande mensagens para o cérebro dizendo “Ó, tem muita glicose aqui, e tem gente estranha também, vamos dar um jeito nisso rápido”. Só que, quando o cérebro vai checar, ele não vê nada de glicose pra ser transformada, e sim substâncias falsas em muito excesso, daí o stress do desespero o obriga a mandar mensagens para que você possa comer mais para poder suprir a substância de produção de energia (glicose) que não chegou para que assim, possa processar e expulsar as substâncias falsas que estão em excesso, que são de difícil quebra para pessoas não diabéticas.

Quanto mais adoçante ingerir, mais o seu organismo vai aumentar o seu apetite e ânsia de comer e beber. Light ou Diet não adianta nada.


Link YouTube | Campanha do Departamento de Saúde da cidade de Nova Iorque (esse outro vídeo tem a explicação detalhada). | Caso não domine inglês, clique aqui.

3. Ossos fortes para toda a vida? Acho que não.

Primeira coisa que você nota quando toma um refrigerante é que os dentes ficam esquisitos, não na aparência, mas você sente que eles ficam estranhos, principalmente quando você fricciona um com o outro. Isso tem explicação.

Como disse, uma das composições do refri é o ácido fosfórico (acidulante). Em nosso organismo, todo fósforo existente precisa de uma molécula de cálcio para que ele possa ser processado e equilibrado, daí imagine a situação: do nada surge uma avalanche de fósforo no organismo e não tem cálcio suficiente pra dar conta do recado. Desequilibra tudo, já que o fósforo vai começar a buscar no próprio corpo humano as fontes de cálcio que são os ossos, que ficam mais sensíveis, aumentando os risco de osteoporose.

Um exemplo bom disso é uma experiência que alguém deve ter feito na escola: pegar uma lata de Coca-Cola e por um osso cru de galinha dentro. Espera algumas horas ou até o outro dia e depois de tirá-lo você nota que ficou um tanto borrachudo.

4. 110, 115, 160, só pra ver até quando o motor aguenta

Quem aí já não tomou café ou alguma coisa com guaraná em pó pra ficar acordado até altas horas terminando aquele trabalho? Pois é. Sabemos que existem N variedades de refrigerante no mercado mundial, mas os mais consumidos são aqueles a base de cola e guaraná. Eles são riquíssimos em cafeína, substância vasodilatadora, diurética e excitante natural, que estimula o sistema nervoso central, o que ajuda no revigoramento, na diminuição do sono e fadiga.

Porém, a cafeína descarrega uma quantidade alta de adrenalina, causando assim um aumento brusco de pressão (que é ajudada pela vasodilatação), arritmia cardíaca e tremores involuntários.

5. Gases, arrotos e outras excrescências

♪ "Vem mexendo assim. Não pare, pare, pare. Com seu jeitinho. Sexy, sexy, sexy"

Todo mundo já deve ter feito aquela brincadeira: tomar um gole de refri pra fazer disputa de arroto ou outras coisas sonoras. Como o gás não é absorvido pelo organismo, ele tende ser eliminado. A primeira eliminação acontece assim que você engole, pois as bolinhas de gás vão se estourando à medida que passam pelo esôfago.

Em seguida a bebida passa pelo estômago, onde já é produzido bastante gás durante a digestão. A soma o gás da digestão com o gás do refrigerante aumenta a flatulência intestinal, ou seja, aumenta a produção do punzinho básico.

A solução!

Existem várias formas de tentar burlar esse vício por meio de substituições saudáveis. Para os que estão mais dispostos a mudar de vida vão umas dicas: energéticos, sucos naturais, sucos a base de soja, chás gelados (moderadamente devido à cafeína) ou até mesmo um vinho ou uma cerveja (contanto que não passe de um copo).

Para os que são super viciados e tem dificuldade, sugiro que tentem diminuir aos poucos: se em uma semana você derruba duas garrafas de dois litros, na próxima semana diminua para um litro, gradativamente, até não tomar mais nada. Seu organismo vai estranhar o processo, sim, mas não se assuste. Talvez surjam os seguintes sintomas: dores de cabeça, irritabilidade e insônia. Algo normal, já que o seu corpo está tentando se estabilizar em relação à falta de cafeína.

Situação triste...

Jú Lins

Made in Recife, quase recruta da FAB, foi baterista de uma bandinha de heavy metal, já jogou vôlei e handebol, é viciada em futebol, HQ, séries e livros. Hoje é bióloga, professora, cientista neo-evolucionista, ambientalista maluca que sonha em se arriscar com Greenpeace. Escreve sobre ciência, saúde e meio ambiente num blog e no Twitter @ju_lins.


Outros artigos escritos por

Somos entusiastas do embate saudável

O texto acima não representa a opinião do PapodeHomem. Somos um espaço plural, aberto a visões contraditórias. Conheça nossa visão e a essência do que fazemos. Você pode comentar abaixo ou ainda nos enviar um artigo para publicação.


EXPLODA SEU EMAIL

Enviamos um único email por dia, com nossos textos. Cuidado, ele é radioativo.


TEXTOS RELACIONADOS

Queremos uma discussão de alto nível, sem frescuras e bem humorada. Portanto, leia nossa Política de Comentários.


  • http://www.facebook.com/marcotuliopires Marco Túlio Pires

    Excelente texto. Estou muito interessado em saber o que a autora pensa sobre cerveja e destilados e como alguns dos argumentos não se aplicariam da mesma forma. Obrigado!

  • http://www.facebook.com/marcotuliopires Marco Túlio Pires

    Excelente texto. Estou muito interessado em saber o que a autora pensa sobre cerveja e destilados e como alguns dos argumentos não se aplicariam da mesma forma. Obrigado!

    • Ju Lins1

      Valeu Marco.
      Bom, sobre o que eu penso sobre a cerveja e cia é relativo.Pois tudo em demasiado faz mal.
      A cerveja tem sim, seus pontos positivos se tomada moderadamente.
      O problema real dela, e das demais tambem, é o alto indice de alcool em sua composição (o que acaba detonando o fígado e aumentando a desidratação do corpo),mas o legal dela é que ajuda na diminuição de coagulos, diminue as incidencias de infartos e doenças do coração.Vendo por esse lado, ela ganha de 10 X 0 pras cocas da vida.
      Lembrando que com moderação,pode ir de boa.
      Abraço.

      • Florzinha

        Cara!!!
        Você sugere energético e coca cola não pode??????
        Pra bióloga de meia tigela, eu vou explicar: altíssimos niveis de cafeína lá!

    • Octaivermatt

      Sugerir CERVEJA no lugar de refrigerante, é no mínimo suspeito. Primeiro porque sabemos que ela também faz mal ao estômago, fígado e cia, segundo porque já é sabido que tomar cerveja com frequência (rotina), mesmo que pouca, contribui muito mais para o alcoolismo do que tomar um monte de cerveja apenas uma vez por semana.

    • Octaivermatt

      Sugerir CERVEJA no lugar de refrigerante, é no mínimo suspeito. Primeiro porque sabemos que ela também faz mal ao estômago, fígado e cia, segundo porque já é sabido que tomar cerveja com frequência (rotina), mesmo que pouca, contribui muito mais para o alcoolismo do que tomar um monte de cerveja apenas uma vez por semana.

  • Jefferson

    Meio apelativo isso de “homem que é homem não bebe refrigerante”, não?

    Mas tenho que concordar que não é uma boa beber refrigerantes, simplesmente porque eles não satisfazem tanto quanto um suco natural, não limpam o paladar tão bem quanto a água e não adicionam nada a mais no paladar.

  • Jefferson

    Meio apelativo isso de “homem que é homem não bebe refrigerante”, não?

    Mas tenho que concordar que não é uma boa beber refrigerantes, simplesmente porque eles não satisfazem tanto quanto um suco natural, não limpam o paladar tão bem quanto a água e não adicionam nada a mais no paladar.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      “Meio apelativo isso de “homem que é homem não bebe refrigerante”, não?”

      Sim, isso veio do editor que vos fala, não da autora.

      É apelativo pois minha motivação é ver os leitores do PdH mais saudáveis. Fico sempre um pouco incomodado ao ver as pessoas tomando refrigerante. Aquilo é veneno puro.

      Veja isso aqui quando tiver um tempo: http://www.youtube.com/watch?v=dBnniua6-oM

      Quando parei com Coca, fui pra Iced Tea (não Nestea), mas depois parei quando vi que tinha xarope de milho também, principalmente na nova fórmula, que destruiu o sabor.

      Quando não peço suco ou a velha e boa água, fico na cerveja boa (que a gente sempre bebe pouco, justamente porque é boa e mais cara), vinho ou caipirinha.

      Abraço.

      • http://www.facebook.com/marcotuliopires Marco Túlio Pires

        Valeu a apelação, Gitti. Mas não deixa de ser um chamariz de discussão embaraçosa, uma vez que o mote da revista passa pelo não-preconceito, sem frescuras, etc. Talvez tenha sido um pouquinho demais, visto a maturidade que o portal já atingiu. Mesmo assim, não diminuiu em nada a grandeza do post!

      • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

        Concordo, Marco. Não achei que o pessoal focaria tanto nisso.

        De qualquer forma, às vezes é importante dar uma provocada a mais para chamar a atenção.

        Valeu pela presença crítica constante, velho.

        Abraço.

      • mone

        muito bom!!

      • http://twitter.com/aleksanderluiz Aleksander Luiz

        Não é só o título que é apelativo, o texto também é. A autora exagerou em todos os aspectos quando falou do refrigerante. Cafeína faz o corpo liberar uma alta quantidade de Adrenalina? Que bom! Adrenalina é um hormônio que, além dos efeitos citados pela autora, faz seu corpo liberar as reservas de energia e aumenta o metabolismo, promovendo a queima de calorias. É por causa da Adrenalina que nós emagrecemos quando nos exercitamos. E pensando nisso, tira-se a conclusão de que ao mesmo tempo que o refrigerante engorda, ele emagrece. Contraditório, não?
        Essa apelação do título é pra cutucar o orgulho de homens que não têm opinião formada, afinal, se uma mulher diz isso, porque não acreditar? Mas acho estranho, porque de algum tempo pra cá venho percebendo que o papo de homem está querendo definir o que é e o que não é um homem. Definir o indefinível, ou criar padrões de forma que estes se tornem a própria definição. E já observei isso também na Cabana. Gosto dos artigos daqui, mas acho que alguns deles tendem a alienar as pessoas, e não discutir sobre o assunto.
        Abraço.

      • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

        Aleksander,

        Por favor, aponte textos alienantes e fixações sempre que puder. Aqui e na Cabana.

        A ideia é sugerir possibilidades. É só dar uma olha no nosso arquivo de posts. É impossível tirar um padrão dali. Tem texto de viciado em sexo, texto de abstinência sexual. Tem sobre carro, tem sobre bicicleta criticando carro. E assim por diante.

        Na Cabana, se ainda não escreveu sua crítica, escreva. Se escreveu, vou ler.

        Abraço.

      • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

        Ah, uma outra coisa, Aleksander: definir um pouco “o que é ser homem” é sempre bom, principalmente hoje em dia onde tem uma galera que perdeu completamente a noção.

        Posts como o meu recente sobre pagar a conta, por exemplo, entram nessa categoria.

        Estou preparando um especificamente sobre isso também, explorando a ideia do que é ser homem hoje em dia.

        Abraço.

      • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

        Ah, uma outra coisa, Aleksander: definir um pouco “o que é ser homem” é sempre bom, principalmente hoje em dia onde tem uma galera que perdeu completamente a noção.

        Posts como o meu recente sobre pagar a conta, por exemplo, entram nessa categoria.

        Estou preparando um especificamente sobre isso também, explorando a ideia do que é ser homem hoje em dia.

        Abraço.

      • Dr Health

        “Cafeína faz o corpo liberar uma alta quantidade de Adrenalina? Que bom! ”

        Bom pra ter hipertensão arterial, só se for. A adrenalina liberada pela cafeína é insuficiente para provocar perda calórica nos níveis de um exercício físico ou de um feocromocitoma, por exemplo.

        Mas pra causar hipertensão, é uma beleza!!! Nesse ponto, a autora ganha o “Dr Health´s seal of approval”. Só explicando, a adrenalina durante o exercício aumenta sim a pressão arterial, mas isso é contrabalançado primeiro pelas endorfinas, segundo, a melhora do condicionamento físico, a vascularização mais eficaz dos tecidos e a perda ponderal induzidas pelo exercício, levam a uma vasodilatação a longo prazo, o que reduz a PA em última análise.

        Aliás, o texto fala em vasodilatação. É vasoconstrição o correto.

      • http://www.facebook.com/people/Taiguara-Almeida/100000509380157 Taiguara Almeida

        Aproveitando a presença do editor (hehehe), Gitti, as newsletter do PdH não podem trazer os nomes dos autores no corpo dos posts? É meio estranho qnd se lê no e-mail e nem sabemos quem tá escrevendo.

        Abraço!

      • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

        Taiguara,

        Eu já fiz esse pedido há um tempão, mas ainda não implementamos o autor no feed que o Feedburner pega pra enviar.

        Vou falar com o Gus Fune de novo hoje sobre isso pra ver se é complicado mesmo.

        Valeu!

      • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

        Taiguara,

        Eu já fiz esse pedido há um tempão, mas ainda não implementamos o autor no feed que o Feedburner pega pra enviar.

        Vou falar com o Gus Fune de novo hoje sobre isso pra ver se é complicado mesmo.

        Valeu!

      • http://www.facebook.com/people/Taiguara-Almeida/100000509380157 Taiguara Almeida

        Aproveitando a presença do editor (hehehe), Gitti, as newsletter do PdH não podem trazer os nomes dos autores no corpo dos posts? É meio estranho qnd se lê no e-mail e nem sabemos quem tá escrevendo.

        Abraço!

      • http://twitter.com/aleksanderluiz Aleksander Luiz

        Boa resposta, Gustavo. Sempre fazendo o possível pra não ser ofensivo. Vejo que me enganei no que disse, mas foi apenas uma forma de apontar o exagero da autora.

        Ela utilizou um argumento científico para sustentar sua teoria, o que sempre funciona muito bem quando o objetivo é convencer as pessoas. Junte isso com o título do texto e temos uma matéria que não aponta algo a ser discutido, mas impõe uma opinião.

        Vejamos então se a autora está ou não exagerando:
        Alguém aqui já sofreu taquicardia ou tremores involuntários após beber refrigerante? Pergunto ao Dr. Health se a quantidade de cafeína presente no refrigerante é mesmo capaz de causar esse tipo de sintoma. Além disso, suponho que o café e o chá tenham mais cafeína que o refrigerante. Então acho devemos repensar nossos hábitos e suspender o cafézinho diário. Digo isso porque o texto não se refere à pessoas que tomam refrigerante em excesso, mas à pessoas que consumam qualquer quantidade do mesmo.

        Não defendo o consumo excessivo do refrigerante, eu mesmo limito a minha ingestão dele. Só não concordo com esse tipo de apelação. Acho que os leitores da PdH são maduros o suficiente pra entenderem uma matéria que simplesmente exponha os riscos dessa bebida.

        E Gustavo, eu tenho que concordar com o que você disse sobre ter uma galera que perdeu a noção do que é ser um homem. Mas acho que definir isso vai gerar uma outra galera que não tem noção de flexibilidade e que não tem opinião própria. Gosto de textos menos tendenciosos, que expõe a situação como um todo e discute sobre ela. O refrigerante tem lá seus riscos, mas não é veneno puro e seu consumo moderado não vai levar a problemas de saúde. Ainda mais quando a pessoa tem bons hábitos alimentares e pratica exercícios físicos. Se pararmos pra pensar, o que é que não é veneno puro quando consumido em excesso?
        Abraço

    • Marco Antônio

      Concordo contigo Jefferson, foi a 1ª coisa q pensei ao ler o titulo.

      E não vejo motivação neste aspecto, pelo contrário, as pessoas já entram com um pé atras na leitura do texto.

      No meio de tantos aspectos visivelmente plausiveis para abandonar o refri (que admito ser viciado). Não é necessário “apelar” para “Refrigerante é coisa de moleque…”, seria subestimar os leitores do PdH, achando que depois de ler diversos argumentos contra o refrigerante ainda precisaria de uma tiradinha “saco roxo” pra poder nos convencer. ¬¬

      Tirando este aspecto negativo da apresentação do texto, o restante é totalmente válido.
      Não há comparação entre substituir o refrigerante por um suco natural em qualquer momento.

      • Missao Tanizaki

        Produtos Naturais é o Mais INDICADO
         
        Prezados Cidadãos Brasileiros & Interessados pelo AGUAPÉ,
         
        O que segue faz parte das Lutas NOBRES  da Equipe BR do AGUAPÉ.
         
        Os Sucos & Refrescos recém extraídos /preparados à partir de Frutas / Partes Vegetais de COLHEITA recente e Ingeridos logo após levantar da cama é o Mais RECOMENDADO para aqueles que Buscam Uma VIDA Mais SAÚDÁVEL – Um dos Principais RAZÕES é devido a Sua Capacidade de realizar ajustes na ALCALINIDADE do Nosso ORGANISMO.
         
        Muitos poderão pensar que algumas FRUTAS, como o Limão e o Tamarindo são Bastante Ácidos, até com razão se for analisada sob o PRIMA da QUÍMICA que é avaliada pelo pH (*Potencial Hidrogeniônico) que é cerca de 2,5 Unidades de pH ou menos que está relacionada a Concentração do Ácido Cítrico no caso do Limão e do Ácido Tartárico no caso do Tamarindo, observando a Equação logo abaixo.
         
        O *Potencial Hidrogeniônico é inversamente proporcional ao (–) Logarítimo da Atividade dos Íons de Hidrogênio ou pH = –log [aH+]
         
        O que nos interessa é a RESULTANTE em Nosso ORGANISMO, após a Sua Ingestão – Os referidos SUCOS ao chegar no ESTÔMOGO encontrará um Meio com Muito Ácido Clorídrico cujo pH fica em torno de 1,0 Unidade de pH (Esse VALOR indica que o ESTÔMAGO é Muito Mais ÁCIDO) e após a Sua Metabolização deixará o Organismo sob um Valor ligeiramente superior a 7 Unidades de pH ou seja torna–se ligeiramente ALCALINA (Meio Aquoso Ácido apresenta pH 7,00).
         
        Os Seres Humanos, em sua maioria, esporadicamente apresenta PROBLEMAS de SAÚDE porque deixam, devido aos MAUS HÁBITOS ALIMENTARES, o pH do ORGANISMO baixar excessivamente (ou deixam Baixar a Alcalinidade do ORGANISMO) – para Manter a Necessária ALCALIDADE do ORGANISMO de Forma Natural é necessário Eliminar ou Reduzir ao máximo a Ingestão de Qualquer Carne, entre Outros Produtos de Origem Animal e promover um AJUSTE na DIETA, comendo Produtos Vegetais, se necessário for utilizando– se dos Suplementos Alimentares, que podem Satisfazer as Necessidade Nutricionais para Uma VIDA Mais SAUDÁVEL.
         
        Observação 01: em pH relativamente baixo (pH<7,2) favorecemos a Instalação dos MALES / ENFERMIDADES e até mesmo a Formação / Desenvolvimento dos Tumores MALIGNOS ou CANCERES, responsáveis por Graves SEQUELAS ou mesmo de MORTES.
         
        Observação 02: aprender sempre é BOM, mas MELHOR é APRENDER e se tornar CAPAZ de CONTRIBUIR por um BRASIL & MUNDO MELHOR, tornando–se EXEMPLO para Seus FILHOS &  Sociedade Brasileira.
         
         
        NOTA 01: “Quando Sonhamos SOZINHOS é só um SONHO, mas quando Sonhamos JUNTOS é o início de uma Nova Realidade” (D. Helder Câmara) – apresente as suas MANIFESTAÇÕES (Críticas, Sugestões, ETC.).
         
         
         
        LEMBRETE: um dia nos APOSENTAMOS dos Trabalhos que garantem o Pão Nosso de Cada Dia, mas muitos Trabalhos Nobres estão aguardando por nossa AJUDA – Desenvolver os referidos Trabalhos Nobres faz parte dos Nossos DEVERES / OBRIGAÇÕES NOBRES e são BÁSICOS para nos manter FELIZ no Dia a Dia ! ! ! ! ! !
         
         
        Um Abraço Fraterno aos Interessados pelo AGUAPÉ,
         
        MISSAO TANIZAKI
        Servidor Público Federal
        Bacharel em Química
        missao.tanizaki@gmail.com ( Problema / Não Solucionado)
        missaotanizaki@yahoo.com.br (Alternativa Antiga /a Descartar? ? ? ? ?)
        missao.tanizaki@yahoo.com.br (Alternativa Nova/Provisória ? ? ? ? ?)
        OSCIPE (*) – Equipe BR do AGUAPÉ
        TUDO POR UM BRASIL & MUNDO MELHOR
         
        (*) REF.: Definições do SEBRAE
         

    • http://www.facebook.com/people/Guilherme-Siega-M/1364461238 Guilherme Siega M

      “”"Meio apelativo isso de “homem que é homem não bebe refrigerante”, não?”"”

      Jeferson, é apelativo sim, PORÉM, a indústria de refrigerante é mais apelativa

      usando a foto de uma mulher gostosa ou um homem musculoso ou famoso tomando coca-cola no horário em que todo mundo assiste televisão, hãm???

      isso sim, eu chamaria de apelativo..

      • Rafael

        Falsa Dicotomia detected

  • Jefferson

    Meio apelativo isso de “homem que é homem não bebe refrigerante”, não?

    Mas tenho que concordar que não é uma boa beber refrigerantes, simplesmente porque eles não satisfazem tanto quanto um suco natural, não limpam o paladar tão bem quanto a água e não adicionam nada a mais no paladar.

  • http://www.facebook.com/people/Wendson-Rocha/1351837873 Wendson Rocha

    Eu já sabia de todas essas coisas… mas esse tipo de artigo é sempre bom.
    Parei de tomar refrigerantes há uns dois anos (quando li um artigo parecido em outro lugar), mas não nego que de vez em quando, tomo aquela coca cola por insistência dos familiares e amigos que não se abstiveram desse mal hábito. hahahaha
    Mas dá um prazer danado né? isso é inegável…

  • http://www.facebook.com/people/Wendson-Rocha/1351837873 Wendson Rocha

    Eu já sabia de todas essas coisas… mas esse tipo de artigo é sempre bom.
    Parei de tomar refrigerantes há uns dois anos (quando li um artigo parecido em outro lugar), mas não nego que de vez em quando, tomo aquela coca cola por insistência dos familiares e amigos que não se abstiveram desse mal hábito. hahahaha
    Mas dá um prazer danado né? isso é inegável…

  • http://www.facebook.com/people/Wendson-Rocha/1351837873 Wendson Rocha

    Eu já sabia de todas essas coisas… mas esse tipo de artigo é sempre bom.
    Parei de tomar refrigerantes há uns dois anos (quando li um artigo parecido em outro lugar), mas não nego que de vez em quando, tomo aquela coca cola por insistência dos familiares e amigos que não se abstiveram desse mal hábito. hahahaha
    Mas dá um prazer danado né? isso é inegável…

  • Leo Vieira

    Homem que é homem toma suquinho ou chazinho né? Faça-me o favor.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Leo,

      Entre um belo suco de açaí com laranja (o melhor de Sampa é o do Pira Sanduba) e uma coca-cola, você escolhe o quê?

      Não estou nem colocando álcool na parada. Estamos falando de bebidas não alcoólicas.

      Abraço.

      • Leo Vieira

        Gustavo, em relação ao sabor? Opto pela Coca-Cola, agora indo pelo lado saudável, sem dúvidas o açaí. Claro que tudo que é natural levará vantagem no campo de benefício à saúde. O açaí também terá seus contras, açaí vendido em lanchonetes em cidades é altamente calórico, os riscos de chagas com o açaí mau higienizado, e por aí vai. Acho que a questão a ser colocada é sobre os excessos, estes sim são os grandes vilões da saúde.

        Abraço.

      • Adelino

        Essa discursao vai render como a dos direitos humanos(a maioria so defendem os marginais),todo mundo sabe que so faz mal(os refris),e ficam consumindo, entao cada qual busque em si o quem vem a ser melhor pra cada um,estou se tomar refri desde 1 de janeiro e vou continuar pro resto da vida e por incrivel que pareça ja estou me sentindo bem melhor ,que seja reinante o livre arbitriu DEUS quis assim….

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Leo,

      Entre um belo suco de açaí com laranja (o melhor de Sampa é o do Pira Sanduba) e uma coca-cola, você escolhe o quê?

      Não estou nem colocando álcool na parada. Estamos falando de bebidas não alcoólicas.

      Abraço.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Leo,

      Entre um belo suco de açaí com laranja (o melhor de Sampa é o do Pira Sanduba) e uma coca-cola, você escolhe o quê?

      Não estou nem colocando álcool na parada. Estamos falando de bebidas não alcoólicas.

      Abraço.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Leo,

      Entre um belo suco de açaí com laranja (o melhor de Sampa é o do Pira Sanduba) e uma coca-cola, você escolhe o quê?

      Não estou nem colocando álcool na parada. Estamos falando de bebidas não alcoólicas.

      Abraço.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Leo,

      Entre um belo suco de açaí com laranja (o melhor de Sampa é o do Pira Sanduba) e uma coca-cola, você escolhe o quê?

      Não estou nem colocando álcool na parada. Estamos falando de bebidas não alcoólicas.

      Abraço.

    • Carolissima

      sim , faz isso!!! , homem que é homem , cuida da saúde , da higiene e outras coisas mais , principalmente os que amam as mulheres, porque mulher que é mulher passará a vida inteira cuidando do homem que ama , que está doente porque não se cuidou .

  • Leo Vieira

    Homem que é homem toma suquinho ou chazinho né? Faça-me o favor.

  • Leo Vieira

    Homem que é homem toma suquinho ou chazinho né? Faça-me o favor.

  • http://www.facebook.com/aboutpedro Pedro Souza

    Discordo. Homem que é homem bebe o que quiser, quando bem entender, e ponto final.

    • thor

      Haahah… Homem flatulento, ultra-obeso, fraco, com osteoporose, diabetes e refluxo gástrico… Que belo homem vc é;

    • Rodrigo

      Que beba, só não vem dar o famoso sermão
      “Não bebo bebida alcóolica, faz mal a saúde”
      Mas todo dia está bebendo refrigerante. Mesma coisa

  • http://twitter.com/francisconetovw Francisco Neto

    Eh tão bom almoçar e tomar um copo de coca-cola depois… sem falar qdo vc é o motorista da vez. Sim, eu faço questão de tomar refri na balada pra não perder CNH, e sim, eu não posso perde-la pois.

    Sobre os ossos, seria trocar 6 por meia dúzia se vc toma mais leite para compensar a ingestão de refri?

  • http://twitter.com/tinhox3 Ree~

    Não sei se isso contaria como critica a sociedade, talvez pelo excesso de pessoas com problemas de colesterol alto e tudo mais, porem, alguns sabores da vida “não todos” as vezes mesmo fazendo mal, tendem a serem procurados com mais vontade não acha ?
    afinal, gosto é gosto, se você como colunista está aqui para talvez dar até conselhos e algumas suposições com fatos em dados, está certo que Coca-Cola e outros refrigerantes fazem mal a saúde, isso grande parte da população sabe..
    mais ai entra a minha pergunta, se é gosto, porque contrariar com uma imposição dessa ?
    me lembro que alguns amigos meus nos meus anos de escola falavam para outros, se você não fizer isso você não é aquilo..
    Do mesmo jeito que alguns falam, quem não bebe isso é idiota ! “exemplo”
    Falar o contrario é a mesma coisa, afinal, se beber algo ou não o faz ser mais homem ou mulher que outra pessoa, ai sim eu acho, isso é sim ignorância !

    Em resumo, ótimo texto, mas continuarei tomando :P
    Tomar uma cuba libre as vezes faz bem, tente.

  • http://twitter.com/MuraA Murillo B.

    Pow. Bem legal mesmo esse post, Jú. Parei de tomar refri há 3 anos e minha qualidade de vida melhorou pra caramba. Vou divulgar o texto pra galera, espero que se comecem a pensar melhor!

  • http://twitter.com/tinhox3 Ree~

    Ótimo texto, porem, achei muito apelativo a parte “homem que é homem, não bebe refrigerante”
    Mesmo sabendo de tudo isso, não digo que pararei de beber.
    Sempre que vejo alguém falar, “se você não fizer isso, você não é aquilo” acho tão idiota…
    Gosto é gosto, mesmo que seu texto seja em relação a boa qualidade de vida, digamos assim, apelar dizendo que se você beber refrigerante deixa de ser homem, é exagero não acha ?
    As vezes impor pessoas a fazer algo, mesmo que seja para o bem delas, nos faz pensar que voltamos a época da ditadura. “Simplesmente exemplo”

    @off Não vamos contar bebidas alcoólicas, nem se compara ! hahaha

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Sim, Ree, o “homem que é homem” é uma provocação, claro. É uma expressão manjada, mas que funciona.

      De fato, não gostamos quando nos chamam de adolescentes, moleques, crianças. Mas é isso que somos quando bebemos refrigerante. Não tem problema nenhum em ser moleque, é claro. Ninguém aqui terá preconceito, pode continuar à vontade tomando veneno doce com canudinho. ;-)

      • http://twitter.com/tinhox3 Ree~

        hahaha, então tranquilo..
        Chama o garçom ai que eu quero uma outra dose de Ácido sulfúrico, e traga outro canudinho que esse derreteu !

        @off e sobre essa de “chamar outros de moleque, criança e adolescente”
        edai, eu tenho 18, eu comecei a ler o pdh a mais ou menos um ano e meio..
        sou adolescente mesmo, estudo e trabalho, gasto o resto do meu tempo com amigos e namorada, e não vejo problema algum com esse rotulo de “adolescente” essa sua lógica ai é o que eu posso considerar de complexo da vida adulta, de não querer ser rotulado mais como novo, sempre vai haver alguém mais velho que você, seja em idade ou experiência, não tem porque generalizar esse assunto dessa maneira.
        Vou parar por aqui se não vão achar que é uma briga, o que não é, simplesmente opiniões divergentes acontecem, principalmente em assuntos como esse.
        o texto focou muito bem sobre os males de refrigerante, até ai, todos concordam até, mas no final as opiniões se dividiram.

        Brincadeiras a parte, ainda acho que você é um bom editor.
        Abraços

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Sim, Ree, o “homem que é homem” é uma provocação, claro. É uma expressão manjada, mas que funciona.

      De fato, não gostamos quando nos chamam de adolescentes, moleques, crianças. Mas é isso que somos quando bebemos refrigerante. Não tem problema nenhum em ser moleque, é claro. Ninguém aqui terá preconceito, pode continuar à vontade tomando veneno doce com canudinho. ;-)

  • Luana_sbezerra

    Adorei o texto, é sempre bom ter maiores informações sobre saúde, mesmo sabendo de todos os males, admito que há dias em que uma coca geladinha é a bebida perfeita, e depois de uma noitada então???!!!!
    Eu tento semrpe me livrar desse vício, vamos ver se dessa vez eu consigo….
    E Gustavo, você tem que experimentar o verdadeiro açaí, aquele assim bem paraense, grosso só com açúcar e tapioca.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Luana,

      Experimentei o açaí em Manaus com tapioca. Gostei bastante. Minha namorada não curtiu tanto.

      Eu comi logo depois de experimentar o tacacá. Muito louca essa comida.

      No Pará, nunca tomei.

      Mas esse do Pira Sanduba, batido com laranja, é perfeito demais.

      • Anônimo

        Pô Gitti, tacacá de Manaus nem se compara ao de Belém! hehehehe

      • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

        Caralho, preciso ir a Belém então!

  • Ivan Stumpf

    Energético também faz mal se tomado frequentemente e nada substitui a água. E não vejo o porquê de ser menos homem por tomar refrigerante. Saber que faz mal a maioria sabe. O cigarro é muito mais nocivo e vejo pessoas que se dizem saudáveis fumando.

  • Roberto Ferreira

    Homem que é homem não faz carinha como emotion!

  • Ju Lins1

    Jefferson
    Por mais que seja comercializado naturalmente, vemos que eles não são legais,não adicionam e nada no organismo. Um hábito que o pessoal adquiriu sem ver as consequencias.

    Wenderson
    Vez por outra sou meio “forçada” a tomar isso por causa de festa de familia ou amigos também,esse prazer danado eu senti no começo, quando eu parei, mas agora, quando bebo, me sinto hiperativa.. ligada nos 220w de energia.

    Leo
    Bom Leo, aí é com você… se voce só quer limitar no suco ou chá ja não é comigo, até porque no post eu citei várias opções que não ficam só no suquinho ou chazinho. Tem tantas coisas no mercado que da pra trocar…basta querer.
    Particularmente eu prefiro mil vezes trocar uma coca por um suco,mas vez ou outra gosto de trocar por vinho ou uma cerveja. Vai da cabeça do bebedor aí.

    Abraços.

    • Leo Vieira

      Ju,
      Sua citação quanto às alternativas:

      energéticos, sucos naturais, sucos a base de soja, chás gelados (moderadamente devido à cafeína) ou até mesmo um vinho ou uma cerveja (contanto que não passe de um copo).

      Me limitei ao que você se limitou, sucos e chás. Energéticos, cerveja e vinho, não vale nem a pena colocar à prova. Ou você imagina alguém sentando-se em uma cadeira bebendo um energético enquanto bate uma boa proza? Quem sabe até em um fim de noite em um happy hour com os amigos, ingerindo álcool e pegando no volante depois. Não, impossível isso.

  • http://www.facebook.com/people/Lucas-Gustavo/100000100906492 Lucas Gustavo

    Quando vi o tweet com o link da matéria achei que era algo pró bebidas alcoólicas. Não bebo bebidas alcoólicas e reconheço que meu consumo de refrigerante é excessivo. Minha maior dificuldade é achar algo que substitua e tenha o mesmo valor em gosto mesmo. Considero refrigerante algo DELICIOSO e não vejo graça em água. Sucos eu até curto, mas não é a mesma coisa, a mesma sensação e tal… Porém, eu realmente vou me esforçar pra diminuir o consumo e quem sabe até parar.

    No entanto, alguém aí concorda que existem coisas que simplesmente pedem um refri acompanhando? Por exemplo: pizza, cachorro quente, hamburguer, salgados. Nada disso fica bom com suco, água… É como se o refri “fizesse parte do prato”.

    Salvas essas exceções, vou procurar substituí-lo por outra coisa…

    Alguém confirma que aqueles sucos de caixinha/latinha (Dell Vale e Sufresh) não são tão saudáveis quanto parecem?

    • Ju Lins1

      Oi Lucas
      Então, te afirmo que é complicado parar de tomar isso de uma hora pra outra,mas aos poucos você consegue. Pessoal daqui bebia feito água e eu fui a primeira a parar(tinha 13 anos na época) e confesso, foi complicado pacas.Se bem que essa sua combinação aí vai bem com refri mesmo…acabando geral com organismo,mas deixa quieto.

      Já sobre o suco em caixinha, saquinho,latinha, é considerado mais saudável que o refri, porque contém mais propriedades nutricionais que ele, PORÉM ele também possue altos niveis de açucar,sódio e outras substancias como corantes e conservantes.
      De preferencia melhor suco natureba mesmo que não tem erro.

  • http://twitter.com/Victorbusnello Victor Busnello

    Também achei apelativo, apesar de achar válida a ideia geral do texto, ele poderia ser igualmente bom (ou até melhor) sem ser apelativo, até porque o “homem que é homem” e o “refrigerante é bebida de adolescente” batem de frente com alguns textos que eu já li aqui no PdH que pregam o “não se prenda a rótulos” e “seja você mesmo”, mas de qualquer maneira qualquer coisa em excesso faz mal, inclusive bebidas citadas no texto como substitutos para o refrigerante.

    A meu ver o certo é aproveitar de tudo, sem exagerar em nada, claro que o ideal mesmo seria beber o mínimo possível as bebidas industrializadas e o máximo possível as bebidas naturais, mas infelizmente isso nem sempre ao possível.

  • http://twitter.com/Lauro_Valente Lauro Wolff Valente

    Caraca, faz algum tempo que parei com a coca durante a semana. O bom é que não encaixa na rotina. Desenvolvi um hábito de não tomar nada durante as refeições. E durante o expediente não rola a tal da coca.
    Tem um macete para evitar tomar coca. Quando me dá vontade de tomar coca, escovo os dentes. Aí fico com sede de água. E não de coca! hehe

    Mas é tenso parar em definitivo!

  • Jonathan

    Tem muita coisa neste texto que não pode ser afirmado com certeza, principalmente com relação ao item 3. Ficaria muito mais seguro em ver este texto ser escrito por alguém da área médica. Uma pesquisa no assunto irá revelar que os efeitos da Coca no organismo não são conclusivos. Só deste ponto de vista é possível afirmar que os danos, se existirem, são mínimos e ocorrem em grupos específicos (exemplo: mulheres na menopausa com histórico de osteoporose na família)

  • Anônimo

    Excelente texto.

    Estou tentando parar, mas é muiiiiiiiiiiiiiiiiiiitooooooooooooooo dificil.
    Eu já parei faz um mês, mas é so ver uma latinha de coca que a vontade vem e vem de jeito.
    Quando estou em casa, bebo suco, agua, chá ou toddy..=D
    Quando vou em festas ou bar, bebo um vinho, caipirinha ou a bendita cerveja.

    Tem que ter muita força de vontade para parar viu, não é fácil, ainda mais em festas.
    Boa sorte a todos que tentarem.

    Abraços.

    OFF: A autora (se esta for foto dela mesma) é muito bonita hein e escreve muito bem.!!=P

  • Mauricio

    Sabemos que refrigerantes, cigarros, alcool em excesso, gorduras, sedentarismo, etc.. são nossos vilões… Mas por que será que se sabemos o que faz bem e o que faz mal para o corpo e mente, continuamos no caminho errado ?

  • Anônimo

    Entrando na seara de bebidas alcoolicas: Tem gente que vai reclamar que sem refrigerante não da pra fazer Cuba.
    Vá de Screwdriver, com suco de laranja natural, bem melhor. Ou então, porque não Mojitos? Nao tem refrigerante e é um drink leve que as mulheres adoram!
    Muito bom texto Jú. meus parabéns!

  • Marcelumdois3

    “foi baterista de uma bandinha de heavy metal, já jogou vôlei e handebol, é viciada em futebol, HQ, séries e livros”…e solteira??

    nessas apresentações as vezes faz falta o estado civil ;)

  • http://www.facebook.com/people/Vicente-Lo-Duca/100000327132630 Vicente Lo Duca

    Po, é verdade que o refrigerante não traz nada de positivo aliás eu era um daqueles viciados em coca até parar repentinamente em 2008, e assim já se vão 2 anos sem refri.

    A Ideia do post é muito legal, mas e o que vai ser usado como substituto do refrigerante talvez faça tão mal quanto. Guaravita( Muito comum aqui no RJ) é outra coisa que é só doce, ou como o gitti falou “Veneno doce”.

    E as bebidas alcóolicas? O Vinho, quando tomado ao final do dia uma taça faz bem a saúde, mas e a Cerveja? a Vodka? a Caipirinha..? Quais são as coisas boas? Como no caso do Gitti,” Quando não peço suco ou a velha e boa água, fico na cerveja boa (que a gente sempre bebe pouco, justamente porque é boa e mais cara), vinho ou caipirinha.” – Será que esse trade-off vale a pena?

  • Bruno Andrade

    Eu parei de tomar refrigerante faz 1 ano mais ou menos.

    Mas o único momento que eu me arrependo de ter parado é no Domingo quando eu acordo, nada como uma coca-cola pra bater a ressaca, não sei por que, mas não tem nada igual…

  • http://dofaddiction.tumblr.com rsm

    O texto é até interessante mas o título…
    Tudo bem que refrigerante não é a melhor das substancias do mundo mas o real problema está no exagero. Nada em excesso presta, nem mesmo sexo (vide os ninfomaníacos). Tudo em exagero gera algum tipo de problema, alguns mais leves, outros mais graves.

    Gitti, alertar os leitores sobre os problemas do refrigerante é uma coisa, tendenciar as atitudes da “massa” tentando ferir o seu ego é uma coisa totalmente diferente. Contradizendo vários textos do próprio PDH e da cabana de “homem livre” e “postura inabalável”.
    “‘Homem que é homem’ e uma expressão manjada mas que funciona” Lembrei do Edward Bernays citado ainda essa semana aqui no PDH. Pra mim ficou claro que você não queria alertar nada.

  • Unix127

    O meu problema não é Refrigerante…. O problema é RedBull. Uma lata por dia…. as vezes duas… uma de manha e a outra lá pro fim da tarde!

    Se ficar sem fico parecendo um Zumbi.

  • Severino

    Homem que é homem não faz carinha como emoticon! [2] hahahah

  • http://www.facebook.com/people/Cristhyano-de-Paula/1658765979 Cristhyano de Paula

    Fazem anos que não tomo refrigerante e não sinto a menor falta. Não parei por fazer mal ou por engordar e todo esse tipo de coisa. Simplesmente uma hora parei e pensei “Pra que eu tomo isso? Nem acho tanta graça, só me estufa a barriga” e nunca mais tomei. Eu como as refeições sem tomar nada durante e quando termino tomo um copo de água que acho bem melhor. Gosto bastante do “sabor” da água gelada depois de almoçar. Refrigerante aqui em casa, se depender de mim, estraga.

  • http://www.facebook.com/people/Cristhyano-de-Paula/1658765979 Cristhyano de Paula

    Fazem anos que não tomo refrigerante e não sinto a menor falta. Não parei por fazer mal ou por engordar e todo esse tipo de coisa. Simplesmente uma hora parei e pensei “Pra que eu tomo isso? Nem acho tanta graça, só me estufa a barriga” e nunca mais tomei. Eu como as refeições sem tomar nada durante e quando termino tomo um copo de água que acho bem melhor. Gosto bastante do “sabor” da água gelada depois de almoçar. Refrigerante aqui em casa, se depender de mim, estraga.

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=1335664732 Henrique Audi

    Interessante esse texto. Parei de beber refrigerante e álcool para melhorar minha saúde, mas às vezes, por insistencia, fica impossivel recusar. Ainda mais na casa de um amigo ou daquela velhinha simpática que tem tudo em casa.

    Lembrei quando vi um programa sobre os 10 piores alimentos para a saúde, e incrivelmente o refrigerante ficou em primeiro lugar. E também de outro vídeo, ganhador do festival de 1 minuto.

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=1335664732 Henrique Audi

    Interessante esse texto. Parei de beber refrigerante e álcool para melhorar minha saúde, mas às vezes, por insistencia, fica impossivel recusar. Ainda mais na casa de um amigo ou daquela velhinha simpática que tem tudo em casa.

    Lembrei quando vi um programa sobre os 10 piores alimentos para a saúde, e incrivelmente o refrigerante ficou em primeiro lugar. E também de outro vídeo, ganhador do festival de 1 minuto.

  • http://twitter.com/avelinoandre André

    Não vejo motivos pra abandonar o refri. Como foi bem dito acima, tudo em excesso faz mal. Até água intoxica se vc tomar 20 litros de uma vez só. Bebidas alcoolicas podem fazer até bem, mas geralmente fazem mal. Porque? Porque as pessoas bebem pra ficar bebadas e não pra ficarem saudáveis.

    Sucos naturais carregam os agrotóxicos das frutas de origem. Industrializados carregam varias substancias nada indicadas pelos médicos. Estamos perdidos? Não, é só saber dosar. Home que é home não exagera, eu diria.

  • http://twitter.com/avelinoandre André

    Não vejo motivos pra abandonar o refri. Como foi bem dito acima, tudo em excesso faz mal. Até água intoxica se vc tomar 20 litros de uma vez só. Bebidas alcoolicas podem fazer até bem, mas geralmente fazem mal. Porque? Porque as pessoas bebem pra ficar bebadas e não pra ficarem saudáveis.

    Sucos naturais carregam os agrotóxicos das frutas de origem. Industrializados carregam varias substancias nada indicadas pelos médicos. Estamos perdidos? Não, é só saber dosar. Home que é home não exagera, eu diria.

  • Rafa Aun

    Jú Lins,

    Acho uma mediocridade deixar consumir coisas gostosas por que não faz bem.

    O título é ótimo,

    Um abraço,

    Rafael Aun

  • Rafa Aun

    Jú Lins,

    Acho uma mediocridade deixar consumir coisas gostosas por que não faz bem.

    O título é ótimo,

    Um abraço,

    Rafael Aun

  • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

    Boa, Marcelumdois3, vamos pedir o estado civil nas próximas.

  • http://www.twitter.com/lcarvalho03 Lucas Carvalho

    Acho exagerado essa de “REFRIGERANTE É VENENO!!!111″ e relatos de “parei de tomar” como se o negócio fosse heroína. Não é saudável, ok, mas tomar de vez em quando não tem problema algum ao meu ver – aliás, poucas coisas são realmente prejudiciais se esporádicas, tipo a heroína supracitada. É sério que quem se empanturra de refrigerante vai se ferrar de saúde, mas eu acho que ninguém precisa chegar ao dramático “parei de tomar”. Até porque, é um hábito que dá pra controlar. A melhor forma de não tomar refrigerante é não tê-lo disponível: são poucas as pessoas viciadas o suficiente para se locomover e ir comprar o negócio.

    Acho engraçado que outras coisas que são bastante prejudiciais também não tem essa alcunha de VENENO DO MAL 666 porque faz bem pra uma ou outra coisinha, tipo a cerveja que previne sei lá o que (e imagino eu que previna a níveis beeeem baixos). Até aí, cigarro previne parkinson.
    Eu não sou muito adepto desses lances de controlar n coisas por uma vida saudável, mas respeito quem é. Só que eu acho exagerado esse “corta isso”, “corta aquilo”, bla bla bla. Não faz nenhum bem mas É GOSTOSO e bem, eu acho que faz mais mal eu ficar me podando o tempo todo. Moderação (ou simplesmente ser uma pessoa normal, que consome vários tipos de alimentos/bebidas e portanto acaba não tendo espaço pra exagerar em nenhum) não tem nada a ver com disciplina militar na alimentação.
    Eu mesmo prefiro trocar em alguns tipos de refeição o refrigerante por um bom suco de laranja ou maracujá (e inclusive acho tosco pra caralho a afirmação que “suco natural é coisa de bichinha’ porque bem, coisa de bichinha é ficar dizendo que tudo é coisa de bichinha), que geralmente são mais difíceis de arranjar e/ou mais caros. E não troco a coca-cola na hora da pizza nem por corpo sarado e impecável ou 6 meses a mais de vida. Prioridades.
    Sério, quem fuma SABE do mal que essa merda faz, quem bebe demais, bebe refrigerante ou bebe arsênico também SABE do mal que essas coisas fazem. Essa semiditadura da vida saúdável enche o saco e geralmente não adianta falar nada. Todo mundo consome e faz coisas sobre as quais está consciente dos malefícios, e existem várias que não o cigarro, o refrigerante e a heroína.

    Essa vilanização extrema de refrigerante geralmente é coisa de nutricionista. Aquelas pessoas que acham que a gente deve dedicar o dia todo pensando no que e como vai comer.

    E o título foi ruim, muito ruim.
    Homem que é homem só é homem porque se sente homem, independente do que toma, come, veste etc.

  • Ju Lins1

    kkkkkk… esqueci de por isso.
    Mas não, não sou solteira…
    sou casada com um nerd

  • Gabriel

    Bla bla bla…

    E o que mais não se pode fazer? Comer bacon, torresmo, fumar…

    Acho isso uma besteira..

    Vou morrer de ataque cardiaco, mas feliz!kkkkkk

    Abraços!

  • Ju Lins1

    Bom, não sou médica, mas sou Bióloga e tenho muita propriedade de falar sobre isso porque eu estudei,fiz testes e tudo sobre isso. Da mesma forma que um Quimico usará seu experimentos em laboratório ou até mesmo com suas combinações de cadeias simples que fazemos num papel, ou um Biomedico confirmará isso usando a mesma lógica e a ciencia.

    No inicio do século 19 ou até mesmo antes, o cigarro era modinha da vez, e não haviam pesquisas que afirmassem que ele faria mal ao organismo…e hoje a história é outra.

    Acho assim, a maioria acha errado isso ou aquilo por não admitir que possa fazer mal e não querer mudar. Ta na cara, mas não acreditam por 2 simples fatos: o bom e velho marketing da empresa e a boa e velha modinha.

    Simples!

  • Pablon

    Parem de comer carne… Ah, não se iludam com o alface, pois está carregado de nitratos.

    Coincidentemente foi no século XX que a expectativa de vida aumentou… Estranho.

  • Pablon

    Parem de comer carne… Ah, não se iludam com o alface, pois está carregado de nitratos.

    Coincidentemente foi no século XX que a expectativa de vida aumentou… Estranho.

    • Dr Health

      A expectativa de vida aumentou por causa da evolução da medicina. Só para situar, praticamente todas as cirurgias modernas foram inventadas no século XX, os antibióticos (que ANIQUILARAM uma das principais causas de mortalidade dos séculos anteriores) também tiveram seu advento no século XX, e sem falar na cada vez maior descoberta de agentes causadores e fatores de risco (leia-se epidemiologia e seus aspectos preventivos).

  • Pablon

    Ah! Por favor, essa do energético foi de lascar…

    http://www.acidezmental.xpg.com.br/energeticos_mitos_e_verdades.html

    Não se recomenda veneno, Dra…

    • Ju Lins1

      ô Dr. Plabo…
      Realmente essa foi de larcar ne… Primeiro que não sou Dra, e segundo, voce ja ouviu falar em energetico a base de suco natural?

      • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

        “Para os que estão mais dispostos a mudar de vida vão umas dicas: energéticos, sucos naturais, sucos a base de soja, chás gelados (moderadamente devido à cafeína)”….

        Meio contraditório, né? Você fala para moderar com os chás gelados por causa da cafeína, mas a sua primeira sugestão para substituição dos refrigerantes são os energéticos… que têm “quinhentas” vezes mais cafeina que um chá…

        Como o Pablo bem falou, não se recomenda veneno. Energético pode até fazer mal, dependendo do organismo ou da dosagem. Eu não posso tomar, nem meia latinha. Me dá insônia e taquicardia. E sei que isso acontece com muita gente… e mostra bem a quantidade brutal de cafeina que tem ali, uma vez que não tenho o mesmo problema com café expresso, por exemplo – mesmo que eu tome 2 (coisa que evito, pois sei que não faz bem) meu sono não é prejudicado.

        Mas tirando essa “mancadinha” o seu texto é muito bacana, e bem importante. Refrigerantes realmente são uma merda, e é bom que as pessoas saibam o que estão consumindo… ou pior ainda, dando para as crianças.

        Beijos,
        Deb.

        Beijos,
        Deb.

      • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

        “Para os que estão mais dispostos a mudar de vida vão umas dicas: energéticos, sucos naturais, sucos a base de soja, chás gelados (moderadamente devido à cafeína)”….

        Meio contraditório, né? Você fala para moderar com os chás gelados por causa da cafeína, mas a sua primeira sugestão para substituição dos refrigerantes são os energéticos… que têm “quinhentas” vezes mais cafeina que um chá…

        Como o Pablo bem falou, não se recomenda veneno. Energético pode até fazer mal, dependendo do organismo ou da dosagem. Eu não posso tomar, nem meia latinha. Me dá insônia e taquicardia. E sei que isso acontece com muita gente… e mostra bem a quantidade brutal de cafeina que tem ali, uma vez que não tenho o mesmo problema com café expresso, por exemplo – mesmo que eu tome 2 (coisa que evito, pois sei que não faz bem) meu sono não é prejudicado.

        Mas tirando essa “mancadinha” o seu texto é muito bacana, e bem importante. Refrigerantes realmente são uma merda, e é bom que as pessoas saibam o que estão consumindo… ou pior ainda, dando para as crianças.

        Beijos,
        Deb.

        Beijos,
        Deb.

  • Pablon

    Ah! Por favor, essa do energético foi de lascar…

    http://www.acidezmental.xpg.com.br/energeticos_mitos_e_verdades.html

    Não se recomenda veneno, Dra…

  • Chico Faccin

    O melhor comentário que já li no papo de homen!

  • Ju Lins1

    Oi Daniel,sou eu mesmo…valeu pelo elogio ^^
    Então, no começo é complicaderrimo mesmo. Eu parei quando era adolescente ainda, e adolescente é chato pra isso…foi dose.
    Essa dificuldade sua aí é porque o corpo ainda não acostumou com essa idéia de abstinencia de coca, e logo a coca que estimula geral o cerebro.
    Mas aos poucos você vai se acostumando. Te garanto que vão ter recaidas,mas isso todo mundo tem.

    Boa sorte
    Abraço

    • Adelino

      vc poderia fazer um comercial ao “nao refrigerantes” kkkk parei desde um dia 1 e por enquanto estou bem, ate porque nao era muito adepto de coca e sim de guarana acho que provavelmente seja menos viciante. Mais é muito bom se livrar por completo, e ja que vc libera as cervejas entao ta de bom tamanho….

  • http://www.reflexoesmasculinas.com.br/ Shâmtia Ayômide

    Bom eu tive sérios problemas para largar o vicio em refrigerantes e tive que partir para métodos alternativos.

    Notei que o que eu gostava mesmo era da bebida gaisefica e então passei a tomar água com gás toda vida que sentia vontade de comprar refrigerante.

  • Luiz

    Tudo em excesso faz mal, todo mundo sabe disso mas adoram ficar apontando os “vilões” da vez.

    Lembro que há alguns anos ficavam repetindo pra parar de comer ovo, mas a pouco tempo vi um artigo exaltando como ovo faz bem. De tempos em tempos vira moda criticar alcool, mas depois vira moda falar que faz bem ao coração.

    Hoje os vilões são os refrigerantes e carnes em geral. Todo dia tem alguém falando sobre isso. Lógico que faz mal, mas só se vc for um idiota que bebe e come exageradamente.
    A palavra “moderar” não existe na vida das pessoas?

    “Homem que é homem”(já que o titulo veio com esse cliche) decide o quer comer e beber, sem se importar pra essas modinhas.

  • Luiz

    Tudo em excesso faz mal, todo mundo sabe disso mas adoram ficar apontando os “vilões” da vez.

    Lembro que há alguns anos ficavam repetindo pra parar de comer ovo, mas a pouco tempo vi um artigo exaltando como ovo faz bem. De tempos em tempos vira moda criticar alcool, mas depois vira moda falar que faz bem ao coração.

    Hoje os vilões são os refrigerantes e carnes em geral. Todo dia tem alguém falando sobre isso. Lógico que faz mal, mas só se vc for um idiota que bebe e come exageradamente.
    A palavra “moderar” não existe na vida das pessoas?

    “Homem que é homem”(já que o titulo veio com esse cliche) decide o quer comer e beber, sem se importar pra essas modinhas.

  • http://twitter.com/gabrielvinicius Gabriel Alves

    Gostei do texto!

    Tudo em excesso estraga! O problema não é o refrigerante em si, mas o excesso dele. Ficar tomando refrigerante todos os dias arrebenta com a saúde de qualquer um. O título é ruim, porém o texto está ótimo.

    Abraços

  • Marcela

    Parei de tomar refrigerante há 4 anos e tem sido super bom pra mim. Quando não peço suco, tomo água com gás, gelo e limão.

  • Marcela

    Parei de tomar refrigerante há 4 anos e tem sido super bom pra mim. Quando não peço suco, tomo água com gás, gelo e limão.

  • Leandro Lawall

    Não sou muito fã de refrigerante, mas costumo misturar soda com vodka, veneno duplo. Mas não bebo frequentemente. hehe

  • Leandro Lawall

    Não sou muito fã de refrigerante, mas costumo misturar soda com vodka, veneno duplo. Mas não bebo frequentemente. hehe

  • http://www.hynd.com.br/ Jorge Maluf

    Acho que fazem… Uhn… 24 anos que eu não tomo refrigerante, uAEHUaehuAEHUe. Nunca gostei dessas porras. Mas digo: foi difícil passar pela infância e adolescência com todo mundo me zoando quando eu era o ÚNICO que ficava no suco de laranja ou maracujá – meus preferidos.

    Hoje em dia é bem mais sussa. Sou um homem formado e não devo nada a ninguém.

    Até hoje não sei explicar porque não gosto de refri. Eu coloco na boca e… blerg…

    Beijos! ^^

  • http://www.hynd.com.br/ Jorge Maluf

    Acho que fazem… Uhn… 24 anos que eu não tomo refrigerante, uAEHUaehuAEHUe. Nunca gostei dessas porras. Mas digo: foi difícil passar pela infância e adolescência com todo mundo me zoando quando eu era o ÚNICO que ficava no suco de laranja ou maracujá – meus preferidos.

    Hoje em dia é bem mais sussa. Sou um homem formado e não devo nada a ninguém.

    Até hoje não sei explicar porque não gosto de refri. Eu coloco na boca e… blerg…

    Beijos! ^^

  • Luis Cosmolini

    PDH cada dia pior, cada um sabe o que faz, não precisamos de uma pseudo-nutricionistar para nor dar dicas.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Fala Luis!

      Ninguém aqui está levando as coisas a sério, como se existisse alguma regra. Como já disse, a expressão “Homem que é homem” é um jeito de brincar com o clichê, uma provocação, nada além disso.

      Você bebe refrigerante? Se puder, conte qual é sua postura em relação a isso.

      Abraço.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Fala Luis!

      Ninguém aqui está levando as coisas a sério, como se existisse alguma regra. Como já disse, a expressão “Homem que é homem” é um jeito de brincar com o clichê, uma provocação, nada além disso.

      Você bebe refrigerante? Se puder, conte qual é sua postura em relação a isso.

      Abraço.

  • Luis Cosmolini

    PDH cada dia pior, cada um sabe o que faz, não precisamos de uma pseudo-nutricionistar para nor dar dicas.

  • Alex

    Homem que homem digere qualquer coisa está no código genético, cachaça, uísque, água ardente com pólvora, fluido de bateria, qualquer bebida. Refrigerante é fichinha mas que pega mal tomar “sukita” ah pega. Mas pra não contrariar tanto a modernidade o bom é café, quente, frio, doce, amargo, sem mosca, com mosca, tanto faz.

  • Alex

    Homem que homem digere qualquer coisa está no código genético, cachaça, uísque, água ardente com pólvora, fluido de bateria, qualquer bebida. Refrigerante é fichinha mas que pega mal tomar “sukita” ah pega. Mas pra não contrariar tanto a modernidade o bom é café, quente, frio, doce, amargo, sem mosca, com mosca, tanto faz.

  • Felipe Salum

    muito bom o artigo

  • http://pulse.yahoo.com/_IW3Y62T2DDB6OVBUYH4YEJQ7GU Rafael

    Sério, como a galera comentou ai em cima, achei o texto bastante apelativo e preconceituoso, sou homem e não bebo álcool, quando tem tomo refrigerante, em casa sempre tomo água, com exceções em poucos finais de semana. Acho que ninguém tem direito de chegar falando o que cada um tem que fazer, ainda mais mostrando fotos apelativas de crianças e peitos o.O Onde vocês estavam com a cabeça quando escreveram isso, sério? Sempre encontrei textos muito bons, achei estranho até.

    Abraços ;)

  • http://cabralia.wordpress.com/ Renan Akamine

    Tá rolando uma paranóia muito grande do que é e do que não é saudável. É quase uma religião. Eu só quero curtir o meu lanche, a minha refeição. Já tem legislador falando em proibir alimentos “não saudáveis” nas escolas. Quanto tempo mais para a obesidade se tornar um crime? Gosto da minha liberdade. Não tem nada mais saudável que isso.

  • http://twitter.com/soulomaeda Bruno Maeda

    Pessoal, desculpem, mas achei que boa parte dos argumentos que deram são furados, apesar da dica de diminuir ou parar com o consumo seja válida. Há muitos pontos aí que ficaram mais sustentados com achismo de quem escreveu que de fontes sólidas pra garantir a argumentação final.

    Primeiro ponto: não é porque tal produto foi projetado para um objetivo que a indústria e a medicina estão usando de forma inapropriada. Vide pelo menos 10 drogas consideradas antivirais usadas para o tratamento de pacientes com HIV cuja pesquisa inicial para elas nunca foram o HIV ou a AIDS. Nisso, encaixam-se os adoçantes. Falar que diet e light não adiantam nada é de uma… falácia… sem tamanhos. Diabéticos, seja tipo I ou II, DEVEM deixar de consumir carboidratos/açúcares, assim também quem deseja diminuir de peso. E como forma de adesão terapêutica, seja num nutrólogo, nutricionista, cardiologista ou a especialidade que quiser, produtos Diet são usados para que não haja fuga do paciente contra o tratamento e a dieta.

    Se queriam falar de males de Diet e Light, deveriam ter atacado o sódio, que está em proporções muito mais altas nessas formas que nos refrigerantes que não são Diet ou Light.

    Segundo ponto: é muito difícil, comprovado cientificamente, que uma pessoa que não tenha pré-disposição genética a osteoporose tenha essa condição só pelo consumo de refrigerante. É necessário uma série de hábitos danosos para que essa pessoa adquira osteoporose. É mais provável ter problemas cardíacos e hepáticos pelo consumo exagerado de refrigerantes que problemas ósseos.

    Terceiro: gases? É, mas isso também se dá pelo consumo exagerado de qualquer bebida gasosa e o argumento da flatulência é o menor dos problemas. O consumo exagerado de bebidas gasosas – e até água com gás entra aqui – pode resultar no popular “refluxo”, ou refluxo gastroesofágico. É uma das coisas que causam isso (obesidade, ingestão de bebidas e comidas ácidas contribuem) e, se não tratado, à longo prazo, a inflamação causada pelo ácido gástrico no local afetado pode gerar um câncer.

    Quarto e último: furaram o próprio argumento da cafeína dando como alternativa do vício aos refrigerantes chás e principalmente energéticos. Soou como dizer pra aquela pessoa que toma uma xícara de café/dia para trocar isso por uma lata de energético. É redundante. E pior, ainda consideram bebidas alcoólicas como uma boa alternativa, mesmo que em consumo moderado.

    Se querem que as pessoas deixem de tomar refrigerante, melhor usar de outros argumentos e sem fazer sensacionalismo com isso. Não vamos ser hipócritas ao ponto de falar que todo mundo aqui se alimenta bem os 365 dias do ano e falar que a única coisa que presta no mundo é carne branca, salada e água gelada. Mas o ponto deveria ter sido outro. Faltou falar de hábitos saudáveis, prática de exercícios físicos básicos (e que nem sempre requer necessariamente que se vá à uma academia)…

    E principalmente, na frente de tudo, mas tudo mesmo, a política do não exagero: coma e beba o que bem quiser, mas nunca com exageros. Nutrólogos, nutricionistas, cardiologistas, farmacêuticos, biólogos e várias outras profissões da área sabem disso.

    Eu sou farmacêutico, Jú. E você como bióloga e colega de área não deveria ter dado essa escorregada nesse texto. Já que é da área, deveria ter ido bem mais à fundo pra defender o tema. Nós, que pertencemos a essa bela área, sabemos usar de outro vocabulário quando queremos bater num ponto com pessoas que são leigas de certos assuntos, sem usar de sensacionalismo.

    E por favor… Sei que já esclareceram esse ponto, mas o uso do “moleque de prédio” e “homem que é homem” é argumentação pra papo de moleque, não de homem.

    Um abraço.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      EXCELENTE comentário, Bruno. Valeu.

      Espero pela resposta da Jú.

      E assumo a responsabilidade pelo “moleque de prédio” e “homem que é homem”, como já informei antes aqui. A intenção não é argumentativa, mas provocativa. Ainda assim, sua crítica vale. Muito.

      Abraço.

      • Victor Hugo

        Na moral, será que ninguém percebe que esses artigos, além de ter uma informação construtiva, também existe HUMOR, PROVOCAÇÃO e etc. É por essas e outras que vocês continuam a ler isso aqui, porquê é interessante, chamativo, POLÊMICO. Excelento post, e digo: Vocês de fato alcançaram o que queriam com ele, rsrs.
        PS: Homem que é homem, não fica se sentindo ofendidinho com qualquer besteira!

      • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

        Pois é, pois é, mas vai dizer isso, vai. O pessoal surta.

        “Homem que é homem” vem de nada mais nada menos do grande Veríssimo. É um clichê bem batizado.

        Aqui o texto: http://www.releituras.com/lfverissimo_hoqueeho.asp

    • Alex

      Sem-sa-cio-nal! Tanto que ironizei o título “Homem que é homem”. (Garçom, mais uma aqui… capricha na pólvora que esta estava fraca.)

    • Ju Lins1

      Bom Bruno, tudo o que voce falou ai eu assino em baixo. Na hora de postar, mudamos algumas coisas e acho que por isso muita gente entendeu errado, mas vamos la…

      Primeiro que me foi pedido pra fazer um texto sobre os malefícios dos refrigerantes, baseado num texto meu… bem simples que abrissem os olhos dos Principalmente dos adolescentes…e assim eu o fiz. Não adianta eu chegar aqui e fazer um artigo pra uma revista cientifica que, ninguém entenderia nada, eu como professora sei muito bem disso. Ciência é uma coisa e didática é outra, e os 2 juntos é um mundo diferente.Pense nisso!

      Segundo..em relação aos refrigerantes diets e lights falei que ele praticamente não tem diferença nenhuma com o refrigerante normal(em relação a nutrientes,pessoal toma pensando que não tem calorias,mas com o consumo demasiado,por ser LIGTH ou DIET,ingerem o dobro) E em seguida expliquei o porquê pela ação dos adocantes(e não dos refrigerantes adoçados) em pessoas NORMAIS.Um diabético ou cardiaco ou quem seja, sabe muito bem os tipos(se aspartame,ou sucralose, ou sacarina ou que seja) cuidados que tem e o que deve ou não fazer.

      Terceiro…falei dos gelados porque aí em SP me parece que voces so gostam desses, mas esses chás são bem melhores que o proprio refrigerante.Se você for comparar, que vantagem tem voce tomar um refrigerante (que oferece quimica, calorias e cafeina em excesso alem de aumentar o metabolismo,excreção de cálcio pela urina,bloqueia os receptores de adenosina no cerebro) a tomar um chá ( mais nutrientes e cafeína, so que em bem menor quantidade)? nem tem comparação; e eu sempre coloco moderadamente ao lado,porque que adianta deixar a coca e se entupir de cha mate,vai da no mesmo.E outra nem todos os chás são precisamente a base de cafeina.. Tem vários chás no mercado que não é a base de cafeina alguma(erva doce, hortela, erva cidreita e etc). Em relação às bebidas, já foi estudado mais de 500 vezes e muitos deles afirmam que Vinho ajuda no coração, cerveja ajuda na diminuição de coagulos, porém moderadamente (1 dose no maximo)…coisas que o refrigerante não faz nem em meia dose que seja… e isso eu deixei claro…em momento algum eu cheguei a falar pra neguinho sair na bebedeira. Ja essa parte do energético eu assumo que esqueci de explicar detalhadamente. Aqui,onde moro, encontra-se fácil sucos naturais energeticos (sem base de cafeina) bem parecido com isotonico, só que com menos sódio. Essa parte ai eu assumo que escorreguei na explicação

      Terceiro, em NENHUM momento eu falei “se beber refrigerante, voce tem osteoporose”…apenas falei que pelo fato de possuir o acidulante e dele (como voce, eu e todo mundo envolvido nessa área sabemos) DEPENDER de calcio para reagir e buscar isso no nosso organismo ele AUMENTA os risco de osteoporose. E isso não deixa de ser é verdade. Se você pegar daqueles caras que bebe 2 litros por refeição, la na frente voce vê que ajudou e muito no resultado.

      Mesmo assim, valeu pelo comentario.
      Abraço

  • Daniel Felipe

    O texte seria “otimo” se nao tivesse a chamada sensacionalista “Homem que é homen não toma refrigerente”.
    Homem que é homem faz o que quer, porra. Pago o que consumo, se quiser beber, bebo…

  • Vitor

    Faz uns seis meses que não tomo refrigerante. E sinto a diferença na minha saúde e na minha aparêncai, já que mesmo estudando feito um condenado e não tendo tempo pra correr eu não engordei NADA.

    Vivo à base de sucos, água e cerveja. E não sinto falta nenhuma da mistura do mal. HAHAHA

    Mas cada um cada um. Refrigerante pelo menos tem gosto bom, é um vício justificável.
    Agora cigarro…

  • Thiago Ribeiro

    “…até mesmo um vinho ou uma cerveja (contanto que não passe de um copo).”
    Vou comprar copos gigantes.. Brincadeira a parte.
    Bom Post, mas Provocar não foi a melhor alternativa visto os comentarios Gitti, as pessoas costumam ver isso de uma forma agressiva em vez de refletirem.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Pois é, Thiago, nem sempre a gente acerta a mão no tom, na abordagem. Vamos aprendendo, testando. Sou sempre curioso sobre esses processos de comunicação.

  • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

    Então, Daniel. Para mim, quem fez o que quer é mimado, nada muito além disso.

    Seguir os próprios impulsos e desejos é fácil. Ter liberdade (que é diferente de controle ou repressão) é outra história. Liberdade é poder escolher. Se somos reféns de condicionamentos, se não conseguimos parar de tomar refrigerante mesmo quando estamos gordos e nada saudáveis, por exemplo, não há liberdade.

    É claro que regras por regras são todas tolas. E gerar fixação na cultura do “saudável” é pura chatice, mas é legal podermos treinar essa liberdade. Vejo gente tomando refrigerante TODO DIA. Não acho que isso se justifica com um “Eu tomo porque eu quero”.

    E também não acredito muito no discurso relativista do “cada um faz o que quer”. Gosto de provocar e ser provocado (como muitos leitores bem fazem) em direções positivas, sempre cutucando fixações e buscando praticar liberdade, não necessariamente beber ou não beber algo.

    Abração.

  • Heron

    Muito bom texto. Excelentes dicas e cometários.

    Já não bebo mais refrigerante como antes e pretendo eliminar o consumo.

    Mas ainda assim, gostaria de ver posts a respeito dos energéticos.

    Obrigado!

  • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

    Eu acho interessante como não gostamos de ser contrariados. Se o cara faz X e vê “Homem que é homem não faz X”, algo entorta dentro. É necessário diminuir a validade da coisa para podermos nos sentir melhor, sem precisar mudar.

    Além disso (e vejo esse orgulho em mim também), temos um certo desconforto quando alguém nos manda, nos direciona com um discurso impositivo e provocativo do tipo: “Se você faz isso, você é um merda”. A primeira reação é, de fato, soltar um “Cala a boca, eu faço o que eu quero”. Acho isso bem saudável até, tem um aspecto de autonomia aí. Mas é interessante experimentar ouvir também.

    Tiveram vários comentários desse tipo num texto que escrevi sobre homens mimados. Senti uma reação parecida aqui em alguns momentos.

    Há algo de adolescente, quase infantil, na imagem de alguém tomando refrigerante com canudinho. E nenhum homem gosta de ser visto como um moleque. De fato, para um homem, ser visto como um “adolescente” é igual ou até pior que ser chamado de “mulherzinha”.

    Então eu penso: qual o resultado de brincar com essas imagens? Será que essa associação funciona? Será que um homem adotaria hábitos mais saudáveis ao tentar fugir da imagem de adolescente?

    Qual a diferença entre ler um texto frio sobre alguns problemas do refrigerante e ler outro dizendo que isso não é bebida de homem?

    Será que tem leitores aqui que, de fato, viveriam melhor tomando menos refrigerante?

    Enfim, gosto de ver como um texto causa movimentação. Gosto desse debate nos comentários. Gente metendo o pau na edição, outros focando num debate mais amplo sobre vida saudável sem excessos e sem necessidade de regras, e assim por diante.

    É um prazer participar desses papos. Um dia quero encontrar mais leitores e leitoras pessoalmente para tomarmos uma Pepsi num bar. hahaha

    Abraços.

    • Rodrigo Coin Curvo

      Oi, Gustavo.

      Primeiro, deixo claro que eu não tomo refrigerante há quase 2 anos. Não é tanto assim, mas foi um grande passo pra mim. Digo isso pra poder comentar a seguinte frase sem que achem que estou simplesmente vestindo a carapuça (ainda que esteja):

      “Eu acho interessante como não gostamos de ser contrariados. Se o cara faz X e vê “Homem que é homem não faz X”, algo entorta dentro. É necessário diminuir a validade da coisa para podermos nos sentir melhor, sem precisar mudar.”

      É verdade, não gostamos de ser contrariados. E também não gostamos que fiquem apontando em nós algo que, no fundo, também sabemos que é prejudicial.

      MAS, nem por isso, o bordão “homem que é homem” deixa de ser um apelo bem simplório. Tudo bem, você já respondeu em outros comentários que foi uma decisão editorial, pra gerar provocação.

      Se vale de alguma coisa, não acho que funcione. Aliás, creio que tenha o efeito contrário. Exatamente pela resposta que gera, como você falou, é mais provável que seu leitor se revolte (ainda que isso surja das questões válidas levantadas por você) e ignore todos os outros argumentos. Para mim, o PdH é bom JUSTAMENTE porque (em geral) trata seu leitor como pessoa inteligente, consciente.

      Se eu quisesse auto-ajuda apelativa for dummies estaria lendo Zíbia Gaspareto ou então indo em seminários bipolares “mude sua vida em um fim-de-semana”.

      Por fim, o principal: PQP, se é pra tomar refrigerante, Pepsi não! hehehe

      Abraço

      • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

        hahaha é, pepsi é o fim.

        Saquei, Rodrigo. Vou manter esse olho aberto.

        A gente toma decisões o tempo todo com um leitor fodão em mente. Negamos anunciantes, dizemos “Não” para textos, orientamos colaboradores, cortamos, editamos, mas às vezes, você tem razão, a coisa pode não funcionar.

        Eu, como leitor, gosto dessa brincadeira com o clichê, mas entendo que muitos não curtem e veem como sendo uma reificação do próprio clichê.

        Abraço e obrigado por parar e contribuir pro crescimento do PdH.

      • Dr Health

        Pô, eu amo Pepsi!!!

      • Bizareli

        Enfim encontrei alguém que tb ama Pepsi!! rs

      • DANIEL

        EU TBM :0

    • Marcela

      Hahahah “tomar uma pepsi num bar” foi ótima:) O texto está super bom, e tem informações muito válidas. O titulo “homem que é homem…” gerou polêmica, mas entendi que foi mais pra dar um efeito, chamar atenção pra esse hábito que muita gente tem. Parabéns pelo texto Ju, e parabéns Gustavo pelos comentários sempre inteligentes e sensatos.

      • Dart

        Então faça um com o título homem que é homem não bebe cerveja ;-}

    • Everson

      Refrigerante são para os tolos so isso….
      Quer viver até 100 anos beba agua e uma taça de vino
      seco por dia

  • http://pulse.yahoo.com/_URJVLFSC7XTQZ3JUEGNAPDGB7I Lucas

    Texto muito bem vindo, ainda mais com cada vez mais obesos nesse mundo!

    Só queria comentar duas coisinhas sobre o texto:

    - A cafeína é provoca vasoconstrição e não vasodilatação, por isso o aumento de pressão.

    - Adicionar que os refrigerantes diet, light e afins, são livres de açucar mas não se sódio o que também contribui para o aumento da pressão e retenção de líquidos!

    Abraço

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Jú, veja aí o comentário do Lucas e me passe o que tiver de correção, assim não ficamos com infos erradas, ok?

    • Ju Lins1

      Lucas, a cafeína é vasodilatadora também…veja um trecho esse artigo aqui

      http://www.fitfazio.hpg.ig.com.br/cafeina.html
      na parte de Sistema Cardiovascular okay
      “a cafeína causa vasodilatação e aumento do fluxo sangüíneo tecidual, incluindo as coronárias e o fluxo sangüíneo coronariano”

      -Realmente,há um aumento de sódio nos lights e diets

      abraços

      • Dr Health

        Pode ser, mas uma vasodilatação nunca causará aumento da pressão arterial, tanto que grande parte dos medicamentos para hipertensão atuam pela vasodilatação. (Ex: O captopril, que inibe a ECA (enzima conversora de angiotensinogênio), que como o nome já diz, converte o angiotensinogênio em angiotensina, esta última causa uma puta vasoconstrição.)

        Esse efeito de aumento pressórico sempre é por vasoconstrição, o que torna este trecho do texto aqui:

        “causando assim um aumento brusco de pressão (que é ajudada pela vasodilatação),”

        totalmente inverídico.

  • http://pulse.yahoo.com/_URJVLFSC7XTQZ3JUEGNAPDGB7I Lucas

    Texto muito bem vindo, ainda mais com cada vez mais obesos nesse mundo!

    Só queria comentar duas coisinhas sobre o texto:

    - A cafeína é provoca vasoconstrição e não vasodilatação, por isso o aumento de pressão.

    - Adicionar que os refrigerantes diet, light e afins, são livres de açucar mas não se sódio o que também contribui para o aumento da pressão e retenção de líquidos!

    Abraço

  • http://pulse.yahoo.com/_URJVLFSC7XTQZ3JUEGNAPDGB7I Lucas

    Texto muito bem vindo, ainda mais com cada vez mais obesos nesse mundo!

    Só queria comentar duas coisinhas sobre o texto:

    - A cafeína é provoca vasoconstrição e não vasodilatação, por isso o aumento de pressão.

    - Adicionar que os refrigerantes diet, light e afins, são livres de açucar mas não se sódio o que também contribui para o aumento da pressão e retenção de líquidos!

    Abraço

  • Anônimo

    E depois passa a velhice sem fazer o que quer porque está gordo e com ossos fracos.

    • Dr Health

      Homem com osteoporose???

      Em 10 anos de formado, ainda não vi um que tivesse menos de 90 anos.

  • Anônimo

    E depois passa a velhice sem fazer o que quer porque está gordo e com ossos fracos.

  • Anônimo

    E depois passa a velhice sem fazer o que quer porque está gordo e com ossos fracos.

  • Necandi

    1 lata de cerveja apenas?

    Achei que esse blog era pra homem.

    PS.: Esse Gustavo Gitti, eh mto chato, quer opinar a todo comentario..

    • http://twitter.com/tinhox3 Ree~

      bom, digamos que estou do lado “Pró Coca” kkk
      mas achei seu comentário sem nexo por um motivo..
      Se faça essa pergunta…
      Porque postar num Blog ?
      R: é para gerar um buzz, comentários !
      se você não quer que os editores do blog respondam os comentários, acho que você nem deveria fazer o mesmo.

  • http://www.facebook.com/people/Lucas-Neto/100001393534145 Lucas Neto

    Esse povo leva as coisas muito por trás. Homem lê, pondera, escolhe o que lhe faz feliz e segue com a vida sem querer ficar enfiando a verdade goela a baixo dos outros.

    Concordo com o texto, acho que refrigerante faz muito mal, mas sinceramente? Eu adoro coca-cola. É melhor que destilado e cerveja, até. Se meu dia vai mal, muito mal mesmo, eu chego no final, passo numa padaria ou whatever, compro uma coca 600ml e antes de chegar no carro abro e bebo a grandes goladas. Bem aquela coisa de propaganda mesmo.

    Melhora meu dia 300%. E ai vem alguém e me diz que eu tenho que parar com isso?

    Com todo o respeito, foda-se. ;)

    • Ju Lins1

      Finalmente alguém que tem sua propria opinião (mesmo sendo contra, em partes) e não ficou se doendo com essa besteira de “Homem que é homem…que ta errado, que isso e aquilo”. Parabéns,meu querido!!!

      É um tanto exagerado se doer por isso…se for assim eu não sou mulher, porque já vi muita gente falando “mulher que é mulher não gosta e nem entende de futebol, mulher que é mulher não pode contrariar ao marido, mulher que é mulher não pode se alistar e nem muito menos fazer trabalho pesado e bla bla bla” Eu faço tudo isso e mesmo assim não me revolto com esse pessoal que pensa desse jeito.Respeito o seu modo de pensar e peço que respeite o meu modo de vida.
      Pessoal foca tanto nessa besteira da “provocação pra dar uma real atenção ao tema” e esquece da real do texto que é se ligar pras coisas que ingerimos. Custa só parar pra reparar nisso? acho que não,né.
      Cada um é dono de si, faz o que quer e o que não quer.Ninguem está aqui obrigando a beber ou não, comer ou não… até porque, todos são adultos, vacinados,e sabe muito bem do que estão falando.

      Se você acha que se sente melhor bebendo isso,como o Lucas falou,muito bem…se você acha que pode mudar e quer mudar, muito bem… ninguem ta impondo nada.

      Ah, e valeu pelo comentario ta, Lucas…e pelo respeito também
      Abraço

  • http://twitter.com/tinhox3 Ree~

    Muito bem lembrado:
    “Nada em excesso presta”
    Nem ESPORTE que se diga de passagem, é uma das ações mais saudáveis do planeta…
    Gustavo Kuerten, Kaká, e Ronaldo: Onde o excesso de esforço físico, levou um a aposentadoria, outro a uma fila do INSS “Ronaldo” e arrisca de levar o ultimo da lista daqui a uns anos.
    Se até a nossa incrível arte de jogar video game pode fazer mal. http://pdh.co/Wii

  • http://twitter.com/isabellaianelli Isabella Ianelli

    Fiquei horrorizada com os comentários do post: mexer com nossos “condicionamentos”, como diria o Gitti, nos deixa nervosos, né?

    Digo isso porque, conforme fui lendo os comentários, fui ficando malandrona. Do tipo: é isso aí, mano, toma essa, Ju, refrigerante, é nóis… hahahaha.

    Sim, sou VICIADA em Coca-Cola, a coisa mais horrível do mundo e o meu sonho é que saísse um artigo dizendo que todos estavam errados e que a Coca-Cola é a nova salvação do mundo, que faz bem, que deve ser ingerida diariamente.

    Sei que isso não vai acontecer, mas vou adiando a decisão de tirá-la do meu cardápio.

    Tomo Coca-Cola desde sempre (aliás, se tiver filhos, nunca vou incentivar seu consumo!) e a sensação de ficar ligada nos 220 nunca acontece comigo. Nunca. Tomo Coca-Cola para dormir. Coca-Cola com chocolate. Tudo bem que tenho um sono péssimo, tenho bruxismo dos fortes e muitos episódios de sonambulismo. Mas é muito, muito difícil conseguir parar.

    Quando tentei reduzir o consumo de cafeína, me senti exatamente como foi dito: indisposta, cansada, com dor de cabeça… Vou tentar mais uma vez parar.

    Para a Ju Lins, que fez um apanhado geral da coisa toda muito bem, e para todos os leitores nervosinhos, sugiro a leitura IMEDIATA do livro “Ecologia celular”, de um cara que também é leitor do Pdh, Carlos Braghini.

    É sensacional para quem é da área, como a Ju Lins, quanto para quem é leigo e nem sonha com as porcarias que anda ingerindo… Recomendo.

  • Dr Health

    Essa dos ossos fracos é questionabilíssima. Os estudos não são totalmente conclusivos a respeito dessa relação, apesar de a teoria ser plausível.

    Eu que lido com ossos, não vejo o abuso de refrigerantes como fator relevante. Pode até ter relação, mas no enteder deste que vos fala, é influência totalmente minoritária.

    E convenhamos , nada que uma boa reposição hormonal (especialmente no caso das mulheres) e/ou bisfosfonados com suplementação de cálcio e/ou vitamina D não resolvam. No caso dos homens, é muito difícil ver, só lá pros 80 e tantos anos, e poucos lá chegam.

    Achei um abstrato legal aqui sobre o mecanismo de ação: http://www.ajcn.org/cgi/content/abstract/74/3/343

    O que diz é que a eliminação de cálcio pela urina só aumentou quando a bebida era cafeinada. Quando era uma Sprite ou Fanta da vida, o aumento era insignificante. Tendo em vista que o organismo, assim que o efeito da cafeína cedia, reduzia a calciúria, gerando compensação, a conclusão do estudo foi que o efeito dos refrigerantes no balanço do cálcio era irrelevante.

    Se existe um efeito no esqueleto, este se dá primariamente pelo “deslocamento do leite”, ou seja, pessoas que bebem muito refrigerante tendem a ter dieta pobre em cálcio.

    E estes estudos são feitos em mulheres, que sabidamente estão sob risco de osteoporose na menopausa. Pra homem, isso é mais irrelevante ainda. Eu bebo refrigerante a rodo e nunca tive uma fraturinha sequer, heheheheheh (mas também bebo litros de leite, iogurte, etc)

  • Guilherme Daflon

    Essa ideia de ser saudável pode enganar muita gente
    Minha mãe mesmo quando começou a fazer dieta comprava suco de caixinhas
    Fui olhar os tais sucos e não possuíam nenhum tipo de vitamina,apenas carboidrato e açucares
    Então o principal para alguém que quer ter uma vida saudável de compra produtos industrializados é sempre olhar o valor nutricional

  • Dr Health

    Eu acredito nisso, Francisco. Leia meu post mais abaixo que ele fundamenta o que você diz

  • http://www.facebook.com/people/Edson-Maruyama-Diniz/100000197168023 Edson Maruyama Diniz

    Bom post, é um tema que eu estou tentando abordar pra mim há tempos. Mas é difícil pois sou consumidor regular e sempre que posso, mando um guaraná.

    Péssimo chamariz. Ninguém vai parar de beber refrigerante porque alguma mulher bonita disse que é coisa de moleque. Será que o orgulho dos homens está tão desmoralizado assim? Não é a primeira vez que eu vejo essa abordagem aqui neste blog. É assim que querem os homens de hoje? Que não bebem refrigerante e, só pra citar algo que não esqueço, que sabem os nomes dos seus porteiros?

    Se o refrigerante é o vilão, quais as reais opções? H2OH é uma parada evil tb? E quanto aos famosos sucos Del Valle? Podem até parecer mais saudável, mas tenho a impressão de que há uma quantidade absurda de açucar neles.

    Outra coisa : Suco do MC Donalds. Qual o veredicto?

    EZ!

  • Priazevedo382

    Put a keep are you… Sinceramente, tow venduh ki mt machinhuh si doeu pur kausah duh Txítuluh… (sic) Ahh vá!!!

    O Gustavo foi realmente muito infeliz na edição deste texto, no título, whatever. Mas gente, trata-se de um texto INFORMATIVO. Não é por causa de um post em um determinado blog que toda a população mundial terá que abdicar para sempre da sua Coquinha geladinha e deliciosa. Não é por um “homem que é homem” que alguém escreveu na blogosfera que vocês, que criticaram isto aqui, vão sentir sua masculinidade ferida. Isso aí são atitudes e pensamentos DE VOCÊS, diretamente ligados à personalidade (e não a refrigerantes) que vão determinar. Isso muita gente já deveria saber.

    Se vocês lerem em um blog qualquer que macho que é macho tem que pintar o cabelo de roxo, vocês pintam? Claro que não! Bebe refrigerante, vinho, “ice tea”, o diabo a quatro, quem bem entender, não dependendo da opinião de ninguém, os blogs estão aí pra informar, ou até desinformar… Por que não?

    E o principal: até onde eu sei, pessoas inteligentes geralmente têm bastante senso de humor. Cadê o de vocês? Gustavo deve ter feito esse título, convenhamos, infeliz, mas não creio que tenha sido com o intuito de ofender ninguém, mas apenas como uma tentativa de dar uma introdução bem-humorada ao post de hoje. Vamos tentar ver assim antes de crucificarmos os autores? Hum?

    Beeijos!

  • Dr Health

    Homem que é homem não dá o brioco…

    (pronto, este título é inquestionável)

  • Dr Health

    Homem que é homem não dá o brioco…

    (pronto, este título é inquestionável)

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Boa, Mau. Rumo ao título inquestionável!

  • Jose45seis

    Homem que é homem não dá o brioco se não tiver gostado da primeira vez

    esse é inquestionável

  • Eduardo

    Entendo quem não curte, mas ainda bem que nesse mundo existe a liberdade, de fumar ou não, beber ou não, comer bastante churras* nos meus queridos e esperados finais de semana. Ou principalmente me matar de doritos com coca-cola curtindo o futebol de quarta à noite depois do programa preferido da minha querida mulher. Porra, ainda bem!!! E é isso que faz o mundo em que vivo ser um lugar (no bom sentido) foda pra caralho…

  • Nando Zapelini

    To com o Lucas e não abro!
    Nada melhor que comprar uma Coca e dar grandes goles!
    Gosto de fazer isso de noite, de madrugada mais especificamente.
    É ruim, é! Mas, acredito que tudo tem que ter uma balança.
    Eu, por exemplo, só tomo refrigerante aos sábados, acompanhado de uma pizza (quando fico em casa) e salvo raras exceções em “festinha” dentro da empresa. Mas sei que faz mal e por isso tento controlar, ao máximo, a quantidade.

    Agora essa parada de ser ou não ser homem, tudo bem, entendi que foi uma forma de cutucar a galera, mas “nada a vê”.

    Abraço. Parabéns pelo texto, muito bom e muito informativo.
    :D

  • André de Mello

    Ótimo POST.

    Irei rever meus conceitos.
    Poderia escrever um artigo sobre os maus da CERVEJA e bebidas destiladas.
    Ou indica algum ai?

    Obrigado!

  • João Paulo

    Simples: a solução é colocar vitaminas na Coca-Cola. Igualzinho as trocentas bolachas, cereais matinais, achocolatados, sucos de soja etc…

  • http://discordando-do-mundo.blogspot.com Leonardo Xavier

    O título sensacionalista me lembrou de uma palestra na faculdade sobre riscos de exposições a produtos químicos, onde o palestrante brincava que os homens em geral só prestava atenção quando diziam que a exposição a uma determinada substância podia causar impotência, kkkk!

    • Luiz

      Aposto que qualquer dias desses surge mais um “estudo imparcial” afirmando que refrigerante causa osteoporose, impotencia e até gripe suína…kkkkk

    • Luiz

      Aposto que qualquer dias desses surge mais um “estudo imparcial” afirmando que refrigerante causa osteoporose, impotencia e até gripe suína…kkkkk

  • http://www.facebook.com/raffael.silvado Raffael Silvado

    Ótimo texto, muito explicativo e também adorei a sua abordagem.
    É possivel que fiquemos discutindo para sempre qual seria o estilo de vida mais apropriado e o que ingerir ou não, existiriam os que abandonariam o refri mas não o cigarro e vice-versa.

    O que nunca vai mudar é que todos nós de alguma forma e em alguns momentos especificos procuramos sim um pouco de auto-destruição.
    Seja no que for, fumo, alcool, comidas gordurosas ou até quando nos sentimos preguiçosos e faltamos na academia. Nos pensamos “what the hell” e vamos atrás do que nos dá vontade.

    Cada um escolhe seu veneno.

    Abraços a todos

  • http://www.facebook.com/raffael.silvado Raffael Silvado

    Ótimo texto, muito explicativo e também adorei a sua abordagem.
    É possivel que fiquemos discutindo para sempre qual seria o estilo de vida mais apropriado e o que ingerir ou não, existiriam os que abandonariam o refri mas não o cigarro e vice-versa.

    O que nunca vai mudar é que todos nós de alguma forma e em alguns momentos especificos procuramos sim um pouco de auto-destruição.
    Seja no que for, fumo, alcool, comidas gordurosas ou até quando nos sentimos preguiçosos e faltamos na academia. Nos pensamos “what the hell” e vamos atrás do que nos dá vontade.

    Cada um escolhe seu veneno.

    Abraços a todos

  • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

    É… essa de sugerir energético realmente não entendi. Mais cafeina e outros produtos químicos que ele tem, impossível. Imagino que seja tão ou mais nocivo que os refrigerantes….

    Mas de resto achei o texto bem bacana, e um bom alerta.

  • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

    É… essa de sugerir energético realmente não entendi. Mais cafeina e outros produtos químicos que ele tem, impossível. Imagino que seja tão ou mais nocivo que os refrigerantes….

    Mas de resto achei o texto bem bacana, e um bom alerta.

  • http://twitter.com/imbruno Bruno Mendes

    O que eu acho curioso, é que desde criança eu NUNCA gostei de refrigerante. E vejo que meus primos pequenos também não tomam. Não sei dizer até que ponto isso é uma componente comportamental e até que ponto é uma componente genética. A gente acaba condicionando nosso paladar assim, tanto que hoje, em último caso, até encaro. Mas não acho Coca-cola saborosa nem fudendo, pra mim aquilo é puro doce, é como beber adoçante! Um suco de laranja tem muito mais sabor, sem apelar pra aquele doce artificial.

    E sim, mais do que considerar apelativo ou não, o título não ficou congruente com o artigo ;)

  • http://twitter.com/imbruno Bruno Mendes

    O que eu acho curioso, é que desde criança eu NUNCA gostei de refrigerante. E vejo que meus primos pequenos também não tomam. Não sei dizer até que ponto isso é uma componente comportamental e até que ponto é uma componente genética. A gente acaba condicionando nosso paladar assim, tanto que hoje, em último caso, até encaro. Mas não acho Coca-cola saborosa nem fudendo, pra mim aquilo é puro doce, é como beber adoçante! Um suco de laranja tem muito mais sabor, sem apelar pra aquele doce artificial.

    E sim, mais do que considerar apelativo ou não, o título não ficou congruente com o artigo ;)

  • Alex

    Pra vocês terem uma idéia da paranóia cultural em que vivemos hoje em dia eu vou dar um exemplo que é o meu e bem atípico. Sou portador de Hepatite C (subtipo 1) a vários anos (quase duas décadas). Não faço dieta alimentar alguma, ao contrário como de tudo sem restrição e minha comida preferida é churrasco, carne vermelha e gordura. Tomo café, chimarrão, e bebida alcoólica diariamente. Refrigerantes acompanham as refeições também. Faço exames regularmente para acompanhar a evolução da Hepatite C e pra minha surpresa não há alterações, continua na mesma, meu fígado está muito bem para um portador de Hepatite C. Colesterol, triglicerídeos e et coetera também estão normais. Não vou tomar meu exemplo como regra é claro mas acho muito paranóica esta mídia em cima de “vida saudável” quando eu não faço nada que dita “o politicamente correto” e continuo com uma saúde de ferro. Eu sempre desconfio quando muitas pessoas dizem a mesma coisa (não foi assim com a Alemanha nazista?). Pela corrente de opiniões, pesquisas acerca da vida saudável eu já estaria morto.

    • http://twitter.com/isabellaianelli Isabella Ianelli

      Alex, sugiro que reveja seus conceitos. Hepatite C não é brincadeira: minha avó morreu por causa desta doença, assim como dois tios meus e alguns conhecidos. E meu pai é portador do vírus.

      O pior é que é uma doença silenciosa e a medicina ainda não sabe muito sobre ela.

      O que a mídia faz é justamente o contrário: nos ditar regras que garantem vida longa: chá verde, ração humana, grãos, produtos lights. Parece uma grande conspiração, mas é só você passar a ler pessoas que estudam (seriamente) sobre alimentação saudável.

      O próprio Dr. Braghini (que citei aqui em cima) é adepto de uma dieta que a mídia nem consideraria tão saudável: contra light, diet, margarina substituindo a manteiga, soja no lugar da carne e por aí vai…

      No entanto, entendo sua posição: meu pai também não tem uma vida muito das saudáveis e o vírus parece continuar não maltratando seu fígado. Mas eu sou mais medrosa e já penso que a medicina não sabe muito sobre a coisa toda… hehehe.

  • Alex

    Pra vocês terem uma idéia da paranóia cultural em que vivemos hoje em dia eu vou dar um exemplo que é o meu e bem atípico. Sou portador de Hepatite C (subtipo 1) a vários anos (quase duas décadas). Não faço dieta alimentar alguma, ao contrário como de tudo sem restrição e minha comida preferida é churrasco, carne vermelha e gordura. Tomo café, chimarrão, e bebida alcoólica diariamente. Refrigerantes acompanham as refeições também. Faço exames regularmente para acompanhar a evolução da Hepatite C e pra minha surpresa não há alterações, continua na mesma, meu fígado está muito bem para um portador de Hepatite C. Colesterol, triglicerídeos e et coetera também estão normais. Não vou tomar meu exemplo como regra é claro mas acho muito paranóica esta mídia em cima de “vida saudável” quando eu não faço nada que dita “o politicamente correto” e continuo com uma saúde de ferro. Eu sempre desconfio quando muitas pessoas dizem a mesma coisa (não foi assim com a Alemanha nazista?). Pela corrente de opiniões, pesquisas acerca da vida saudável eu já estaria morto.

  • http://openid-provider.appspot.com/yutsuo Yutsuo

    Escrevi isso depois que vi este tweet do Gitti pelo Buzz:
    Gustavo Gitti – Twitter – Public
    gustavogitti: Clichês, bordões, chavões, lugares-comuns… Brincar com eles (correndo o risco de reificá-los) ou descartá-los todos?

    O meu comentário foi a partir deste tweet. Não entrei no mérito de criticar o texto em si, só da escolha do Gitti de usar frases provocativas no texto, ok?

    Espero estar contribuindo de modo construtivo.

    “…Isso aí é por causa do texto do refri?

    Tenho dois pontos:

    Primeiro, você poderia não usar de nenhuma provocação e fazer um texto que todos elogiariam, com os famosos “belo texto”, “legal, muito bom”, “ah concordo com tudo sou seu fã deixa eu comentar algo pra mostrar que eu sou alguém” e outros comentários inúteis, onde a pessoa lê exatamente o que ela quer e dá uma resposta de contentamento. É quase como se você tivesse hipnotizado os seus leitores. Manipulado, drogado eu diria até.

    Segundo, o texto do jeito que está, editado com as provocações que você conscientemente colocou, quase que como um experimento. Provocações que abrem conflitos mentais. Que desafiam. Que esfregam na sua cara “Você é um idiota, e aí, o que vai fazer, otário?”.

    Acho que pesou o fato do texto escrito por uma mulher dizer que homem que é homem não toma refrigerante. A provocação teve sua força multiplicada daí.

    Não tem um programa interessante da TV Cultura com um nome super sugestivo cuja pretenção é exatamente essa? Provocar?

    O texto, por fim, não é o que o leitor quer ler, ele quer um texto bonito que diga o que gostaria de ouvir.

    Aliás, o mesmo motivo pelo qual as pessoas bebem refrigerante, porque é docinho, gostoso. Mesmo motivo pelo qual algumas pessoas fumam. Mesmo motivo pelo qual as pessoas preferem partido X ou Y baseado em informações superficiais. Mesmo motivo pelo qual algumas pessoas seguem cegamente uma religião ou filosofia. Por aí vai.

    Comodismo.

    Você tirou as pessoas da suas respectivas zonas de conforto com apenas algumas frases bem colocadas.

    Eu, pessoalmente, me senti ofendido pelo “homem que é homem não toma refrigerante”.

    E adorei isso.

    Quando parei pra pensar sobre o porquê desta frase me ofender, comecei a rir.

    Como somos idiotas, pequenos. Infantis.

    Achamos que somos alguma coisa pra nos ofender.

    Orgulho besta.

    Brincar ou descartar? Provoque. Não provoque. Tanto faz. O importante é experimentar. E após isso, multiplicar a experiência.

    É assim que a gente evolui. Através do conflito constante.”

  • http://openid-provider.appspot.com/yutsuo Yutsuo

    Escrevi isso depois que vi este tweet do Gitti pelo Buzz:
    Gustavo Gitti – Twitter – Public
    gustavogitti: Clichês, bordões, chavões, lugares-comuns… Brincar com eles (correndo o risco de reificá-los) ou descartá-los todos?

    O meu comentário foi a partir deste tweet. Não entrei no mérito de criticar o texto em si, só da escolha do Gitti de usar frases provocativas no texto, ok?

    Espero estar contribuindo de modo construtivo.

    “…Isso aí é por causa do texto do refri?

    Tenho dois pontos:

    Primeiro, você poderia não usar de nenhuma provocação e fazer um texto que todos elogiariam, com os famosos “belo texto”, “legal, muito bom”, “ah concordo com tudo sou seu fã deixa eu comentar algo pra mostrar que eu sou alguém” e outros comentários inúteis, onde a pessoa lê exatamente o que ela quer e dá uma resposta de contentamento. É quase como se você tivesse hipnotizado os seus leitores. Manipulado, drogado eu diria até.

    Segundo, o texto do jeito que está, editado com as provocações que você conscientemente colocou, quase que como um experimento. Provocações que abrem conflitos mentais. Que desafiam. Que esfregam na sua cara “Você é um idiota, e aí, o que vai fazer, otário?”.

    Acho que pesou o fato do texto escrito por uma mulher dizer que homem que é homem não toma refrigerante. A provocação teve sua força multiplicada daí.

    Não tem um programa interessante da TV Cultura com um nome super sugestivo cuja pretenção é exatamente essa? Provocar?

    O texto, por fim, não é o que o leitor quer ler, ele quer um texto bonito que diga o que gostaria de ouvir.

    Aliás, o mesmo motivo pelo qual as pessoas bebem refrigerante, porque é docinho, gostoso. Mesmo motivo pelo qual algumas pessoas fumam. Mesmo motivo pelo qual as pessoas preferem partido X ou Y baseado em informações superficiais. Mesmo motivo pelo qual algumas pessoas seguem cegamente uma religião ou filosofia. Por aí vai.

    Comodismo.

    Você tirou as pessoas da suas respectivas zonas de conforto com apenas algumas frases bem colocadas.

    Eu, pessoalmente, me senti ofendido pelo “homem que é homem não toma refrigerante”.

    E adorei isso.

    Quando parei pra pensar sobre o porquê desta frase me ofender, comecei a rir.

    Como somos idiotas, pequenos. Infantis.

    Achamos que somos alguma coisa pra nos ofender.

    Orgulho besta.

    Brincar ou descartar? Provoque. Não provoque. Tanto faz. O importante é experimentar. E após isso, multiplicar a experiência.

    É assim que a gente evolui. Através do conflito constante.”

  • Ju Lins1

    Essa agonia toda por um Refrigerante.
    Ainda bem que ninguém leu o meu TCC da faculdade =op

  • http://desbaguncando.blogspot.com/ Desbaguncando

    o que eu mais gosto na Ju é sua maravilhosa capacidade de causar polêmica! tudo que envolve nos privar de itens gostosos causa um frisson braaabo…

    Como o próprio Gustavo comentou que fez algumas provocações pra testar a reação da Galera(pq senão provocar pessoal não reage mesmo). convido a visitarem meu blog onde tem o texto original da Ju…
    http://desbaguncando.blogspot.com/2010/10/o-refrigerante-nosso-de-cada-dia.html

    Beijinhos

  • http://www.justwrappedupinbooks.wordpress.com/ João Luis Baldi Jr.

    Eu já vinha substituindo refrigerante por suco faz um tempinho (quando seu chefe diz que te quer voltando do almoço “cheio de gás” provavelmente é apenas no sentido figurado), então foi bom saber que a troca está me fazendo bem em mais de um sentido.

    Sobre o título, eu acho que esse tipo de provocação é divertida se a pessoa entender que bem, é isso, uma provocação. Não estamos no portão do colégio chamando um cara de “frutinha” porque ele bebe fanta uva light.

    (mesmo porque acho que nem crianças usam mais um termo esquisitão feito “frutinha” hoje em dia)

  • Carolina Souza

    Em duas partes:

    Primeiro: eu parei porque tive uma puta gastrite e esofagite, tive inclusive que refazer a válvula do esôfago. O gastro mandou um “NADA que tenha bolinhas, nem água com gás”. Bom, foi bom para isso e para várias outras coisas… Mas enfim, cada um fode o corpo da maneira como mais convém. Eu ferro o meu me mantendo em estados idióticos de ansiedade. Queria muito ver um post sobre isso… Andei lendo alguns estudos que mostram uma correlação entre ansiedade e medo, mostrando que ambos geram as mesmas reações fisiológicas – achei interessante.

    A segunda é sobre a mania de perseguição e extremismo que estão me desanimando MUITO em continuar lendo comentários de blogs e sites. É muito pentelho ficar lendo esses embates “politicamente-correto-que-determinam-o-que-você-TEM-que-fazer-para-ser-uma-pessoa-ideal” vs os CHATOS que acham que todos estão te vigiando, que o homem deve ter liberdades infinitas, que por sua vez são cerceadas por qualquer texto ou comentário, como se estes tivessem poder sobre a vida das pessoas. Caracoles. Vocês com mania de perseguição são CHATOS. É isso, prontofalei. Que é que tem um texto INFORMATIVO, embasado e estudado? Não gostou? Não vai seguir? Beleza, muda de página… Ou tá com medinho que as bolinhas da Pepsi te persigam em sonhos? Porra, vira homem!!! Rsssss

    Abraços,

    Carol

  • Felipe

    Homem que é homem toma whey com dextrose

  • http://www.facebook.com/people/Vinicius-Akira-Marotta/100000564151079 Vinicius Akira Marotta

    Primeira vez comentando no Papodehomem ;]

    Bom texto, legal a forma de expor o que os refrigerantes podem fazer.
    Porem acho que o texto está muito no foco “você não deve tomar refrigerente pois ele vai te prejudicar/matar”

    O refrigerante pode fazer mal a longo prazo, mas ele torna as pessoas (que gostam de tomar) felizes.
    Eu, você, todos que comentaram, a autora, vamos morrer. Triste noticia.
    A questão é o que vale a pena deixarmos de lado? Refrigerante lhe faz feliz? Vale a pena deixar essa pequena felicidade de lado só pra ser um pouco mais “saudavel” ?

    Uma pergunta a Autora / Gustavo Gitti / Outros que não tomam refrigerante e acham que o refrigerante é um veneno mortal.
    Existe algo, que a longo prazo possa lhes fazer mal mas que vocês amam fazer (lhe traz felicidade em fazer)? Você pararia de fazer essa ação só pra ser um pouco mais saudavel?

    Não acho que o refrigerante deva ser uma preucupação tão grande, existe coisas muito piores a nos preucupar.

    E eu só estava entediado querendo uma discussão ;]

  • http://www.facebook.com/people/Edson-Maruyama-Diniz/100000197168023 Edson Maruyama Diniz

    Eu havia postado um comentário ontem, não foi (espero que não tenha ido e não que ele tenha sido bloqueado), então vamos postar de novo.

    Bom post. Um estímulo pra mim que tento, sem sucesso, parar de tomar refrigerante. Keep trying.

    Péssimo chamariz, e ouso dizer de mal gosto. É a isso que fomos reduzidos? Se você fizer isso, vc é homem, se não fizer, é um muleke criado pela vô a pêra e ovomaltine. Façam-me o favor! Tem que ser muito loser e sem auto-estima para parar de tomar refrigerante ou seguir qualquer conselho baseado simplesmente no fato de que uma mulher bonita disse que era ou não coisa de homem. Não é a primeira vez que vejo isso nesse blog, algo que me desagrada muito. Um homem é uma pessoa com atitudes e nao alguém que não bebe refrigerante ou, citando outro post antigo, alguém que sabe o nome do porteiro.

    Vamos tentar ser produtivos. Se o refrigerante é o grande vilão, quais são nossas opções? Não venham me dizer suco natural pois é obÓvio que o suco é mais saudável. Mas nem sempre vc tem tempo, grana ou está em algum lugar decente pra tomar um suco. Quais os substitutos? O H2OH ou Aquarius também seguem a mesma linha do refrigerante? E os famosos sucos Del Valle? A impressão que tenho é que eles possuem uma quantidade absurda de açucar (além de serem bons e caros).

    Outra coisa: Suco do McDonalds? Qual o veredicto?

    EZ!

  • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

    “Existe algo, que a longo prazo possa lhes fazer mal mas que vocês amam fazer (lhe traz felicidade em fazer)?”

    Sim, Vinicius.

    Mulher, sexo, minha namorada. Não largo, mas certamente vai me fazer mal a longo prazo.

  • http://twitter.com/may_siq May

    Acho tão absurdo ler nos comentários que tem gente que não gosta de água..
    Do que nela, o fato de ser molhada? Não tem gosto, gente! Que frescurite!

    Mas vamos ao refrigerante.
    Refrigerante faz mal, todo mundo sempre soube, e quem ainda toma sabe o mal que tá fazendo a si mesmo. Vamos ao menos ter peito de assumir sem bancar os ofendidos.
    Café faz um mal danado em excesso. EU sou viciada em cafeína. Quando fico sem, fico imprestável. Sem raciocínio lógico, com sono excessivo, mau humorada, etc.
    Eu não diminuo por não querer passar pelo processo de “desintoxicação”. Mas eu sei do mal que faz, admito, e não fico dodói quando alguém relembra.

    E sobre o comentário do Akira, e dos outros que falaram sobre “não abrir mão do prazer pela saúde’…
    Quando criança deixei de mascar chicletes por ter desenvolvido Disfunsão de ATM. Quando vi que conseguia, fui diminuindo todo o resto.. Balas, bolachas, salgadinhos, açúcar… e nesse balaio foi o refrigerante.
    Eu amo Coca-Cola, mas tomo raramente, justamente por fazer mal. Prefiro um suco de uva ou laranja, ou alguma vitamina. Ou ainda água, dependendo da situação.
    Não abri mão por dieta, foi por saúde, e não sofri tanto quanto vocês fazem parecer ao dizerem “não abro mão de um prazer pela minha saúde”.
    E só pra frizar: Não precisa parar de beber refrigerante pra ser saudável. Experimente moderar.

  • Iskyevx

    2 listros por semana? tem dia que bebo 1 tranquilo
    Ainda fico no meu

  • Iskyevx

    2 listros por semana? tem dia que bebo 1 tranquilo
    Ainda fico no meu

  • Erika

    Concordo plenamente com o Lucas Carvalho, Renan Akamine, Bruno Maeda e outros…sinceramente, é extremamente apelativo esse título (Desculpa Gustavo, mas é verdade)..e quanto exagero ao texto !!! As fotos então nem se fale !!!
    “Diet, light ou zero não resolve”…é o tipo de frase que pode causar até morte em um diabético !!!
    Realmente o texto não deixa de ser um alerta que o refrigerante possui vários malefícios a saúde, mas não chega a tais comparações !!!
    “Se ajudar, lembre que refrigerante é bebida de adolescente, de moleque de prédio.”
    Por favor é demais ler isso !!! Eu sei que a intenção foi provocativa, mas levou pra outro lado o texo.
    “E Homem que é Homem”, não vai deixar de ser Homem por tomar aquela Coca-Cola bem geladinha depois daquela ressaca terrivel !!! rs !!!
    Abraços !!!

  • Drmed

    Não gostei do texto. Concordo com o que muitos disseram sobre definir padrões de comportamento baseado em gostos e ideais impostos. Primeiro, não é o simples fato de beber refrigerante que faz de alguém mais ou menos homem. Segundo, não é com falácias e argumentos deturpados que um texto deve convencer alguém, principalmente quando preza pelo lado mais científico.
    Refrigerante está longe de ser saudável como um suco de fruta natural, embora esteja longe de ser um vilão como o álcool ou outras drogas.

    Rebato o texto:
    1- Química. Essa palavra aparece frequentemente entre quem quer condenar um produto industrializado. Química é o estudo dos elementos, das substâncias da natureza. Ou seja, tudo qe consumimos faz parte da química. Usar este termo à revelia, sem discriminar o que faz mal ou não (com base em experimentos científicos) me parece sensacionalista (para não dizer que o texto veio de algum spam disseminado em emails)

    2-Sou médico e esta explicação sem pé nem cabeça pode parecer razoável para um leigo, mas pra quem estudou um mínimo de fisiologia e patologia, não há como engolir. Simplesmente não tem base anatômica/fisiológica a explicação.

    3-Agora eu tenho certeza que a base do texto é um spam que roda na internet há décadas. Esta experiência do osso é patética, sabe porque? Porque o osso não entra em contato com a acidez do refrigerante. Ela é neutralizada no seu trato digestivo. DIVERSOS fluidos corporais são mais ácidos que o próprio refrigerante, e nem por isso seu corpo é corroído por dentro por ele próprio.
    Ninguém cita que o fósforo é importantíssimo para funções celulares como a membrana plasmática, né? Claro que não, aqui a intenção é falar mal do refrigerante. Nem mesmo que o fósforo é essencial na produção de energia de TODA célula do corpo (na composição do ATP). Ou seja, o fósforo é essencial ao organismo e um consumo moderado de refrigerante não chega nem a metade da ingestão diária recomendada.

    4-Refrigerantes contém muito menos cafeína que o café. Muito! E a cafeína não é apenas vilâ. Há vários estudos que comprovam benefícios de seu consumo. E os efeitos que você citou são efeitos colaterais causados pela intoxicação, o excesso de cafeína, o que é um pouco complicado com refrigerante.

    5-O tubo digestório é naturalmente produtor e excetor de gases. Eles são inofensivos!

    Dito isto queria dizer que este foi um dos piores textos do PdH recentemente. É lamentável que tenha passado pelo crivo da equipe, sempre tão seleta com os textos e seus conteúdos! Foi simplesmente um spam!

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Valeu pelo comentário, Drmed. Eu também achava esse lance do osso na Coca um mito, mas confiei na argumentação da Jú. Muitos textos passamos pelo crivo do Mauricio Garcia e outros até chamamos outros colaboradores especialistas.

      Infelizmente ainda não temos uma rede fixa de especialistas para dar consultoria em todo tipo de assunto. Fazemos isso de modo amador mesmo e às vezes saem alguns equívocos.

      “embora esteja longe de ser um vilão como o álcool ou outras drogas.”

      Esse doutor aqui compara uma latinha de coca com uma de cerveja e diz que o high fructose corn syrup que existe nos refrigerantes é processado pelo corpo como se fosse um veneno, algo completamente fora do que estamos naturalmente preparados para ingerir.

      Ele diz que é o grande mal da nossa saúde atual, por trás de todas as doenças ligadas aos distúrbios de metabolismo (obesidade, problemas cardíacos etc).

      Chegou a ver?

      http://www.youtube.com/watch?v=dBnniua6-oM

      Recomendo. Passei 1h aqui vendo, ponto a ponto, é uma puta aula.

      Abraço.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Valeu pelo comentário, Drmed. Eu também achava esse lance do osso na Coca um mito, mas confiei na argumentação da Jú. Muitos textos passamos pelo crivo do Mauricio Garcia e outros até chamamos outros colaboradores especialistas.

      Infelizmente ainda não temos uma rede fixa de especialistas para dar consultoria em todo tipo de assunto. Fazemos isso de modo amador mesmo e às vezes saem alguns equívocos.

      “embora esteja longe de ser um vilão como o álcool ou outras drogas.”

      Esse doutor aqui compara uma latinha de coca com uma de cerveja e diz que o high fructose corn syrup que existe nos refrigerantes é processado pelo corpo como se fosse um veneno, algo completamente fora do que estamos naturalmente preparados para ingerir.

      Ele diz que é o grande mal da nossa saúde atual, por trás de todas as doenças ligadas aos distúrbios de metabolismo (obesidade, problemas cardíacos etc).

      Chegou a ver?

      http://www.youtube.com/watch?v=dBnniua6-oM

      Recomendo. Passei 1h aqui vendo, ponto a ponto, é uma puta aula.

      Abraço.

  • Drmed

    Não gostei do texto. Concordo com o que muitos disseram sobre definir padrões de comportamento baseado em gostos e ideais impostos. Primeiro, não é o simples fato de beber refrigerante que faz de alguém mais ou menos homem. Segundo, não é com falácias e argumentos deturpados que um texto deve convencer alguém, principalmente quando preza pelo lado mais científico.
    Refrigerante está longe de ser saudável como um suco de fruta natural, embora esteja longe de ser um vilão como o álcool ou outras drogas.

    Rebato o texto:
    1- Química. Essa palavra aparece frequentemente entre quem quer condenar um produto industrializado. Química é o estudo dos elementos, das substâncias da natureza. Ou seja, tudo qe consumimos faz parte da química. Usar este termo à revelia, sem discriminar o que faz mal ou não (com base em experimentos científicos) me parece sensacionalista (para não dizer que o texto veio de algum spam disseminado em emails)

    2-Sou médico e esta explicação sem pé nem cabeça pode parecer razoável para um leigo, mas pra quem estudou um mínimo de fisiologia e patologia, não há como engolir. Simplesmente não tem base anatômica/fisiológica a explicação.

    3-Agora eu tenho certeza que a base do texto é um spam que roda na internet há décadas. Esta experiência do osso é patética, sabe porque? Porque o osso não entra em contato com a acidez do refrigerante. Ela é neutralizada no seu trato digestivo. DIVERSOS fluidos corporais são mais ácidos que o próprio refrigerante, e nem por isso seu corpo é corroído por dentro por ele próprio.
    Ninguém cita que o fósforo é importantíssimo para funções celulares como a membrana plasmática, né? Claro que não, aqui a intenção é falar mal do refrigerante. Nem mesmo que o fósforo é essencial na produção de energia de TODA célula do corpo (na composição do ATP). Ou seja, o fósforo é essencial ao organismo e um consumo moderado de refrigerante não chega nem a metade da ingestão diária recomendada.

    4-Refrigerantes contém muito menos cafeína que o café. Muito! E a cafeína não é apenas vilâ. Há vários estudos que comprovam benefícios de seu consumo. E os efeitos que você citou são efeitos colaterais causados pela intoxicação, o excesso de cafeína, o que é um pouco complicado com refrigerante.

    5-O tubo digestório é naturalmente produtor e excetor de gases. Eles são inofensivos!

    Dito isto queria dizer que este foi um dos piores textos do PdH recentemente. É lamentável que tenha passado pelo crivo da equipe, sempre tão seleta com os textos e seus conteúdos! Foi simplesmente um spam!

  • Drmed

    Esqueci de um detalhe: um esclarecimento da coca cola brasil a respeito deste spam q circula na internet e foi parafraseado pela colega autora:
    http://www.cocacolabrasil.com.br/boatos_mitos.asp?categoria=42

    Tudo bem q é da empresa interessada, mas acho que rebater argumentos e idéia é sempre benéfico

  • Bruno Cavalcanti

    Bebo 10 garrafas de Coca-Cola de 2,5 L por mês. Infelizmente, tornou-se um vício.

    Entretanto, é muito bom!

  • Filipe Larsson

    Excelente artigo! Eu sabia que os refrigerantes faziam mal a saúde, mas assim tanto não…
    E viva a cerveja lol

  • Chuchuzinho

    Muito bem observado Lucas..
    Não gostei da chamada, mas o texto está bem agradável.
    Parabéns!

  • gustavo

    Muita complicação com o título do texto sendo que o que manda na verdade é o conteúdo. brilhante texto. muito bom. refrigerante só estraga a vida do ‘homem’ assim chamado. Falo como viciado em coca-cola. tento parar mas parece impossivel. lendo este post. fiquei mais animado ainda.

  • http://www.facebook.com/people/Renato-Silva/100000790327237 Renato Silva

    Outra informação errônea é a de que a vaso dilatação aumenta a pressão e ou arritimia!
    A arritimia é causada por outros fatores e a pressão são baixa com medicamentos vasodilatadores, o post está sugerindo que o “refri” é um remedio para pressão alta (sic)! O que aumenta a pressão é a vasoconstrição (estreitamento das arterias).
    Estimulantes como a Taurina (Energeticos – daí o nome do mais famoso) fazem muito mal a saúde e a pressão arterial!
    Acompanho o blog faz tempo e nunca ví postcom tanta desinformação e cheio de achismos!

  • http://www.facebook.com/people/Renato-Silva/100000790327237 Renato Silva

    Outra informação errônea é a de que a vaso dilatação aumenta a pressão e ou arritimia!
    A arritimia é causada por outros fatores e a pressão são baixa com medicamentos vasodilatadores, o post está sugerindo que o “refri” é um remedio para pressão alta (sic)! O que aumenta a pressão é a vasoconstrição (estreitamento das arterias).
    Estimulantes como a Taurina (Energeticos – daí o nome do mais famoso) fazem muito mal a saúde e a pressão arterial!
    Acompanho o blog faz tempo e nunca ví postcom tanta desinformação e cheio de achismos!

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Valeu, Renato!

      Jú, você pode listar as correções para editarmos o post?

      Abraço.

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Valeu, Renato!

      Jú, você pode listar as correções para editarmos o post?

      Abraço.

  • http://twitter.com/ElvisFontanella Elvis Fontanella

    puts li todo o texto (pelo e-mail) pensando ser obra do Dr.Heath e lógicamente dando a maior atenção, quando vi a parte do energetico já imaginei que não era.
    fui olhar quem escreveu e vi que era uma biologa :s

    cada um na sua area né povo.

    PapodeHomem já foi melhor :(

  • Anônimo

    eu sou adepta do “tudo q é em excesso faz mal”.. nunca gostei de refrigerante, mas mesmo coisas que eu gosto e que eu não deveria comer/beber/fumar tento diminuir ao invez de tomar uma atitude radical tipo “nunca mais como/bebo/fumo isso” pq atitudes radicais são muito mais dificeis de seguir.. existe uma pressão psicológica mt grande em cima de decisões como essas..
    se eu tiver vontade de comer/beber/fumar alguma coisa eu vou avaliar se a vontade vai passar ou persistir e se possivel ser mais forte que ela..

  • http://www.facebook.com/people/Andreas-Werner-Hahmann-Figge/621264388 Andreas Werner Hahmann Figge

    Eu nunca quis ser um desses caras que nunca leem os comentários e só aparece pra dizer que o pdh tá uma bosta enquanto ele cresce a cada dia, mas esse não deu… nunca vi aqui um artigo de qualidade tão ruim e tão cheio de furos… na moral, isso mancha uma reputação que (eu sei disso pq acompanhei) vocês levaram anos para construir…

    jú, minhas sinceras desculpas, nada contra sua pessoa, mas seu post foi muito abaixo da qualidade do que eu costumo encontrar por aqui, ficou parecendo texto de blog ruim escrito por moleque (do mesmo tipo que você crucificou no artigo…).

  • http://twitter.com/tabrahao Thiago Abrahão

    A verdade é que todo exagero causa um mal… é obvio que substituir água por refrigerante faz muito mal pro organismo (embora eu faça isso as vezes) Mas acredito que tudo numa medida razoável não faça tão mal que o nosso corpo não supere.

    Além do que, em outras coisas que bebemos também existem substancias prejudiciais pro nosso corpo, se não devemos beber refrigerante também não devemos beber nada além de água e sucos naturais.

    Acho que antes de abolir o refrigerante, muita gente devia sim é abolir o cigarro que é uma droga que não faz só mal pra quem usa mas também pra quem está do lado.

  • Fuck

    Honestamente, no meu tempo homem tomava a merda que quisesse e se a ficante/namorada/noiva/esposa viesse falar merda ele soltava um sonoro “volta pra cozinha”.

    Parem de ficar se prendendo no que os outros esperam de vc’s de façam aquilo que quiserem e arquem com as consequências, isso sim é atitude de homem.

    Eu vou tomar coca até os últimos dias da minha vida porque eu gosto, morrer todos nós vamos mesmo e ninguém pode precisar data/estimativa de vida porque a complexidade do assunto é muito maior do que um fato isolado como esse.

    Entendam que a máxima é que você nasce sem pedir e morre sem querer, então aproveite o intervalo e faça a merda da sua passagem por aqui ser agradável pra pessoa mais importante de todas: você mesmo.

    []‘s

  • Fuck

    Honestamente, no meu tempo homem tomava a merda que quisesse e se a ficante/namorada/noiva/esposa viesse falar merda ele soltava um sonoro “volta pra cozinha”.

    Parem de ficar se prendendo no que os outros esperam de vc’s de façam aquilo que quiserem e arquem com as consequências, isso sim é atitude de homem.

    Eu vou tomar coca até os últimos dias da minha vida porque eu gosto, morrer todos nós vamos mesmo e ninguém pode precisar data/estimativa de vida porque a complexidade do assunto é muito maior do que um fato isolado como esse.

    Entendam que a máxima é que você nasce sem pedir e morre sem querer, então aproveite o intervalo e faça a merda da sua passagem por aqui ser agradável pra pessoa mais importante de todas: você mesmo.

    []‘s

  • Fuck

    Honestamente, no meu tempo homem tomava a merda que quisesse e se a ficante/namorada/noiva/esposa viesse falar merda ele soltava um sonoro “volta pra cozinha”.

    Parem de ficar se prendendo no que os outros esperam de vc’s de façam aquilo que quiserem e arquem com as consequências, isso sim é atitude de homem.

    Eu vou tomar coca até os últimos dias da minha vida porque eu gosto, morrer todos nós vamos mesmo e ninguém pode precisar data/estimativa de vida porque a complexidade do assunto é muito maior do que um fato isolado como esse.

    Entendam que a máxima é que você nasce sem pedir e morre sem querer, então aproveite o intervalo e faça a merda da sua passagem por aqui ser agradável pra pessoa mais importante de todas: você mesmo.

    []‘s

  • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

    Pessoal,

    Pedimos à autora que revise o texto, sob a luz dos comentários enviados, citando as fontes das informações científicas. Vamos atualizar para mantermos um texto sem nenhum equívoco.

    De acordo com o que a crítica da maioria dos leitores PdH, mudamos o título do texto e os parágrafos finais, retirando a provocação. Isso aqui é um diálogo. Como editores, apenas propomos algo. Se não funciona, podemos mudar, principalmente quando a maioria acha algo ofensivo.

    Agradeço a todos pelo ótimo papo.

    Abraços.

  • http://pulse.yahoo.com/_6WVKJR734VKFCEITQXDOMUBHYU willian

    Gitti, antes de tudo, parabéns pela paciência.
    Acho que você é um dos editores mais atenciosos que se tem na web brasileira. Sem brincadeira.

    Sobre refrigerante, fiz um esforço para parar, pq sempre vi elevadas taxas de sódio tanto no comum quanto no light. Agora, só tomo em situações onde não posso “fazer disfeita”, para não deixar de ser elegante.

    Abraço!

  • http://pulse.yahoo.com/_6WVKJR734VKFCEITQXDOMUBHYU willian

    Gitti, antes de tudo, parabéns pela paciência.
    Acho que você é um dos editores mais atenciosos que se tem na web brasileira. Sem brincadeira.

    Sobre refrigerante, fiz um esforço para parar, pq sempre vi elevadas taxas de sódio tanto no comum quanto no light. Agora, só tomo em situações onde não posso “fazer disfeita”, para não deixar de ser elegante.

    Abraço!

  • http://pulse.yahoo.com/_6WVKJR734VKFCEITQXDOMUBHYU willian

    Gitti, antes de tudo, parabéns pela paciência.
    Acho que você é um dos editores mais atenciosos que se tem na web brasileira. Sem brincadeira.

    Sobre refrigerante, fiz um esforço para parar, pq sempre vi elevadas taxas de sódio tanto no comum quanto no light. Agora, só tomo em situações onde não posso “fazer disfeita”, para não deixar de ser elegante.

    Abraço!

  • Ederaps

    Homem que é homem ignora posts que começam com “homem que é homem”, exceto o meu. :P

  • Re

    “Como disse, uma das composições do refri é o ácido fosfórico (acidulante)”

    Na fabricação de refrigerantes em geral, o acidulante mais usado devido a suas propriedades tecnológicas e de realce de sabor é o ácido cítrico. Somente no caso de refrigerantes que não são a base de suco de fruta, como no caso de refrigerante a base de cola, é que usa-se o ácido fosfórico.
    Em outras palavras, refrigerantes a base de cola é que têm problema em retirar cálcio do organismo, devido ao ácido fosfórico.
    Não tenho conhecimento suficiente pra afirmar que os outros refrigerantes não retiram cálcio do organismo, mas certamente refrigerantes a base de cola retiram muito mais que os que contem suco de fruta.

    Gosto muito do PdH, mas dessa vez faltou bastante embase no texto.

  • Anônimo

    Eu parei de tomar refrigerantes faz 3 ou 4 anos.
    Comecei com uma dieta para emagrecer e acabei perdendo o gosto. Já tive recaída, mas foram rápidas.
    Sinceramente aprendi que tem muita coisa boa que a gente conhece mas esquece que existe. Atualmente tomo todo dia o meu suco de melancia na hora do almoço e acho muito bom, fora que é saudável.
    Não sou pessoa mais saudável da terra. Ainda acho refrigerante muito bom, mas já que posso escolher entre algo gostoso que me estraga ou algo bom que me faça bem, prefiro o segundo.

  • http://twitter.com/zivizibelli Isis CS

    Gostei do texto, mas tenho algumas colocações. Faz uns 7 anos que não bebo refrigerante. Claro, quando ele está dentro de alguma receita, como um bolo, p.ex., é inevitável, mas no dia-a-dia,não. Sempre fico com a boa e velha água ou suco. E optar sempre pelo energético para substituir o refrigerante também acho que não é uma das melhores, apesar de conter menos corantes e conservantes que os refris.
    Mas tomar um energético de vez em quando também não mata ninguém…
    Acho que a questão maior aqui é variar sempre, assim não se corre o risco de se pecar pelo excesso. Não há nada de mau tomar um refri de vez em quando, para quem gosta disso.
    Numa sociedade em que as pessoas não sabem lidar com a comida, nem prestam mais atenção no que comem e há a tendência de dicotomizar dos alimentos (tal alimento é bom… tal alimento é ruim), temos que parar e pensar que devemos alimentar nossas almas (ou chame do que vc quiser). Tomar um refrigerante, comer um chocolate ou tomar uma cerveja com os amigos é além de apenas ingerir algo para que seu corpo funcione, é um momento de socialização, descontração, prazer, isso deve ser levado em conta. Uma vez uma sábia me disse: nenhum alimento é bom ou ruim, mas existem aqueles que podem ser comidos/bebidos em maior quantidade, com mais frequência, e aqueles que devem ser comidos em menores quantidades, com menor frequência.

  • http://twitter.com/zivizibelli Isis CS

    Gostei do texto, mas tenho algumas colocações. Faz uns 7 anos que não bebo refrigerante. Claro, quando ele está dentro de alguma receita, como um bolo, p.ex., é inevitável, mas no dia-a-dia,não. Sempre fico com a boa e velha água ou suco. E optar sempre pelo energético para substituir o refrigerante também acho que não é uma das melhores, apesar de conter menos corantes e conservantes que os refris.
    Mas tomar um energético de vez em quando também não mata ninguém…
    Acho que a questão maior aqui é variar sempre, assim não se corre o risco de se pecar pelo excesso. Não há nada de mau tomar um refri de vez em quando, para quem gosta disso.
    Numa sociedade em que as pessoas não sabem lidar com a comida, nem prestam mais atenção no que comem e há a tendência de dicotomizar dos alimentos (tal alimento é bom… tal alimento é ruim), temos que parar e pensar que devemos alimentar nossas almas (ou chame do que vc quiser). Tomar um refrigerante, comer um chocolate ou tomar uma cerveja com os amigos é além de apenas ingerir algo para que seu corpo funcione, é um momento de socialização, descontração, prazer, isso deve ser levado em conta. Uma vez uma sábia me disse: nenhum alimento é bom ou ruim, mas existem aqueles que podem ser comidos/bebidos em maior quantidade, com mais frequência, e aqueles que devem ser comidos em menores quantidades, com menor frequência.

  • Fernanda Sanches

    Tenho 1 bom motivo para não tomar refrigerante…. acho o gosto péssimo!

  • Fernanda Sanches

    Tenho 1 bom motivo para não tomar refrigerante…. acho o gosto péssimo!

  • http://www.facebook.com/leonardo.caparelli Leonardo Caparelli

    Próximo post desse naipe deveria ter 5 convincentes motivos para homem tomar leite. E com tanta tentativa de reformulação de clichê mudaríamos “não aguenta, bebe leite” para “não aguenta, toma refri”!

    Mais um ótimo texto!

    Clichê também?! Desisto…

  • Xavier

    Não discordo, nem concordo com nenhuma das opniões, apenas digo: o livre arbtrio existe, quem se deixar influenciar por propaganda e post’s da net avontade, contudo, cada cabeça cada um…
    Cada um faz oq quiser com sua saude, afinal cada um conhece seu corpo, seu limite onde seu calo aperta…
    Conheço pessoas q amavam refrigerante a qualquer hora do dia ou da noite, incluse uma que desenvolveu gastrite devido ao exesso e má alimentação, se vc tem uma alimentação balanceada e toma seu refrigerante moderadamente não vai fazer mal nenhum. apenas diversifique, tome um suco, um refri, uma cerveja, um wisk, aproveite um pouquinho de cada coisa, como já dizia minha avó -TUDO demais faz mal!

  • Rickd

    Não entendi MESMO a recomendação de um energético. Uma lata de redbull tem mais cafeína que 20 latas de coca-cola, ou 10 xicaras médias de café.

  • Anônimo

    Vou dizer um negócio que não é pra causar, mas só porque pensei enquanto lia o texto:
    Se eu deixar um osso de galinha dentro dum copo d’água ele também fica mais mole depois de um tempo, porque é super poroso, não é?

    Agora sobre o refri eu também gostaria de parar, mesmo porque nem faço tanta questão, quando tomo é porque nao tem nada além daquilo (tipo em festas). Na empresa os meninos começaram a comprar todo dia, aí eu resolvi não beber mais um só copo, pq comecei a observar as meninas entrando na onda e tomando todo dia, tô fora! O que sempre me deixou mais preocupada a respeito do refrigerante é a quantidade de sódio na verdade, e achei que o artigo mencionaria isso.

    Beijos galera!

  • Ricardo s

    ……110, 120, 160 so´pra ver até qndo o motor aguenta……
    infinita highway – enghaw

  • Fabiano

    A cada vez que eu tenho vontade de tomar refri, eu pego uma garrafinha de 600ml, com o rótulo e tudo, da coca-cola, porém com água gelada e vou bebendo aos poucos.

    A sede e o “vício” passam, além do que nada mais importante que a água.

  • Fabiano

    A cada vez que eu tenho vontade de tomar refri, eu pego uma garrafinha de 600ml, com o rótulo e tudo, da coca-cola, porém com água gelada e vou bebendo aos poucos.

    A sede e o “vício” passam, além do que nada mais importante que a água.

  • Leonardo Cruz

    Eu já cheguei a tomar 6 litros de coca cola zero em 24 horas. Como faço regimes direto acostumei a tomar refrigerantes “zero” e acabei estrapolando demais.

    mas é bom saber que refris zero também fazem mal, vou me cuidar mais a partir de agora, tomar apenas no final de semana, talvez.

  • Bryanfellipe

    Pra que ficar inibindo os privilégios da vida sabendo que todos nós vamos morrer um dia ? E daí se refrigerante faz mal ? Aproveite a vida, porra.

  • Patrick Itz

    Rapaz desde que me conheço por gente faço uso continuo de refrigerantes, e até hoje em consultas médicas, nenhum dos médicos relataram algo anormal na minha saúde, refrigerante faz mal? No meu caso nunca fez! Sou HOMEN e bebo Coca-Cola, já quem não é HOMEN faz uso de PEPSI é isso? O engraçado é que até a luz do sol faz mal a saúde, agora me fala, você vai ficar trancado em casa sem sair para lugar algum porque alguem te falou que os raios solares fazem mal a pele? Isso é provado que faz mal, causa cance de pele, mais você ainda sai de casa sem proteção alguma, só com a roupa do corpo. Não vamos levar as informações mal transmitidas ao pé da letra.

  • Manoelfrasaes

    Ju, parabéns pelo texto. Sou do tipo viciado em refri, mas, antes mesmo de ler seu texto, já comecei um processo de redução. Hoje, estou procurando tomar refri apenas nos fins de semana, até conseguir me livrar de vez. Beijos.

  • 1berto

    Bons pontos, algumas incorreções, por exemplo para muitas fontes na verdade o chá é a segunda bebida mais consumida no mundo.
    O fato de algo ser químico ‘per si’ não é desvantagem… Sem produtos químicos nossa vida seria um inferno, ainda assim os pontos apontados são importantes e muita gente realmente exagera.

  • http://twitter.com/brwolfgang Wolfgang Marcos

    Meu pai há tempos não toma refrigerante desde que teve uma malária mal curada o afligiu repentinamente. Não foi proibido de tomar refrigerante, mas ele acha melhor assim.
    Não tenho nada contra refrigerantes, mas a partir de agora vou pensar duas vezes antes de secar aquela garrafa de CocaCola de 2,5 L em um dia…

  • Danilo Arato

    Vou escrever um livro, cujo o conteúdo não deverá ser qualquer coisa.
    Quero ver se só pelo titulo eu vendo alguma coisa.
    O titulo ?

    “Homem que é homem, lê este livro!”
    “Você é homem ? Então leia” hahahaha

    Fico imaginando a quantidade de “ofendidos” que vão engordar meu bolso.
    Comunicação é FODA !!!

    Gitti,
    Mandou bem cara, muitas pessoas foram atraidas por seu titulo que, sim, é chavão e criança, mas é provocativo. (o texto é puro chá com bolo…e Refrigerante!! rsrs) Quantas pessoas nem teriam lido o texto se não fosse esse tapinha com luva de pelica ?! Pense nisso, e não percam a coragem de provocar !!

    Abraços

    hahaha, show de bola !!
    Publicidade na veia !!

  • Paulo

    homem que é homem, toma vergonha na cara e nao precisa de ninguem para decidir o que é melhor para si mesmo e nao vive de modismos ou bebe ou fuma ou usa porcarias para ter coragem ou se enquadrar a turmas de amigos ou grupos.

  • Leandro

    não tomo refrigerante vai fazer 6 meses , pois eu não consigo viciar em nada , nunca fico aguado de comer ou tomar algo consigo cotrolar tudo q faço…

  • marcela

    mais e muito gostoso

  • vram

    Todos aqui defendendo o consumo de refrigerantes, devem ser aqueles que tomam diariamente e sabem que nao tem forca de vontade para parar.

  • ezio

    maior babozeira que ja li aff

  • http://www.facebook.com/david.werneck.96 David Werneck

    Muito boa a materia,temos sim que fazer alguma coisa para a melhora de nossas novas geração,pois se compararmos crianças da roça com as da cidades,vamos ver que as da roça tem a saúde bem melhor,pois eles não se alimentam com coisas com muito agrotoccico…até mesmo comparando os de mais idades que vivem muito mais que os da cidades>

  • rapha

    Impressionante como tem sempre um pra defender. Vc toma um refrigerante que nem ao menos vai te nutrir, so vai f*der tudo mesmo e tem sempre uns que adoram se enganar ¬¬

  • Mariana.

    Parei de ler no “trocar refrigerante por energético”

    Sucos naturais: Outra balela de que tudo que é NATURAL faz bem. Come 10 mamoninhas então para ver o efeito. É NATURAL.

  • Paulo Ricardo Ala

    Refrigerantes tem dopamorfina que vícia como a cocaina… não é tão forte. já que o derrubar 4 litros em uma semana não é nada… milhares consomen mais de 4 LITROS por dia… e há quem chegue a 5. ate beber 4/5 litros de água em um dia faz mal… imaginem o refrigerante, outra esperiencia é colocar 1 moeda de um centavo em um copo de cocacola… fica branco passado 1 ou 2 dias…

  • João

    Obrigado pela dica, tenho 13 anos e estou bebendo no almoço e na janta coca-cola. Vou parar com este hábito e substituir por sucos naturais e água.

  • Thayara

    Gente vocês estão loucos só podem ! Que benefícios esse produto tem tem pelo?
    Quem consome só tem a perder! é uma pena que ainda tem gente que caia nas propagandas mentirosas dessa empresas de refrigerantes, só lamento.
    Quem esta querendo emagrecer ou ter uma vida saudável, risquem a cola cola e outros refrigerantes do tipo do seu cardápio! é uma pena que pessoas como você Bruno pensem assim. Quem puder procurar no youtube uma matéria que a rede record publicou ficará chocado(a) com o caso apresentado !

  • MariucciaCF

    Energéticos, chá gelado, soluções? Acho que tu quis dizer enganação. Essas bebidas tem quase a mesma quantidade de açúcar que os refrigerantes.

  • Jairão

    Há 6 anos não sei o que é tomar refrigerante. E eu era viciado, tanto que um litro por dia de coca-cola era pouco. Para parar foi fácil. Cada vez que eu sentia vontade, bebia um copo d’água e a vontade acabava. Há cinco anos também não tomo cerveja. O curioso é que, aliado a outros tipos de regime e frequentando academia, acabei por perder 32, dos meus 125 quilos.

  • lara

    Bruno maeda vc deve ser burro todos nos sabemos q refri faz mto mal a saúde

Papo de homem recomenda

Assine o Papo de homem

Curta o PdH no Facebook
  • 5138 artigos
  • 647358 comentários
  • leitores online