Guia Prático do Aperto de Mão

Marcelo Ribeiro

por
em às | Debates, Frentes


O herói mais querido (pelos nerds) da DC

“No dia mais claro, na noite mais densa,
O mal sucumbirá ante a minha presença.
Todo aquele que venera o mal há de penar,
Quando o poder do Lanterna Verde enfrentar.”

Ele foi escolhido. Ele fez o juramento. Ele decidiu salvar a Terra.
Não perca a estreia de Lanterna Verde no Cinemax.

Um bom aperto de mãos é fundamental para causar boa impressão. Em uma entrevista de emprego, por exemplo, um péssimo cumprimento pode causar um efeito difícil de reverter.

Se você acha que seu aperto de mão é excelente, pense novamente. Talvez sua opinião mude depois de ler este artigo.

O aperto de mão é uma maneira universal de estabelecer uma relação inicial.

Ele expressa amizade, afinidade, confiança e simpatia entre duas pessoas. Pode ser apenas uma saudação ou até firmar um acordo verbal ou formal. É um cumprimento que cria um contrato tácito entre duas pessoas que significa que se está disposto a dar algo de bom de si.

paga-no-caix

- Bom dia, Tenente Carlos…

- Rá! Paga no caixa!

Há pessoas que julgam os outros apenas pelo aperto de mão. Quantas vezes você deve ter ouvido: “Quando o cara tem a mão mole, eu sei que ele não é coisa boa”.

É óbvio que isso não é necessariamente verdade. Pode parecer fútil julgar as pessoas desta maneira. Mas eu entendo o porquê dessa desconfiança. Um aperto de mão sem firmeza passa uma horrível impressão. É como se o interlocutor molenga estivesse fazendo aquele importante e extremamente simples gesto contra sua vontade. É como se ele estivesse rejeitando você sem usar palavras. E isso, naturalmente, causa repulsa que leva ao mal julgamento.

É claro que as mulheres não se encaixam na categoria acima. A sua natureza mais suave permite que apertem a mão de maneira leve sem que cause o mesmo efeito do que quando isso ocorre entre homens.

Cuidado com as damas

Não há problema em mulher que aperta a mão de maneira mais firme, contanto que não seja o aperto tipo alicate, descrito mais abaixo. Os homens é que têm que cuidar ao apertar as mãos femininas para não parecerem brutamontes.

Uma vez, depois de cumprimentar uma série de amigos homens de maneira bem firme, apertei, inadvertidamente, a mão de uma mulher da mesma maneira. E ela não correspondeu à firmeza do aperto, que foi excessiva para ela e pode até ter chegado a doer um pouco. Depois disso eu passei a aplicar a mesma firmeza que elas, cuidando sempre para não ser molenga ou esmagador.

Homens que são muito amigos, ou se conhecem desde jovens normalmente costumam apertar suas mãos como se estivessem fazendo uma queda de braço. Isso é normal por causa da natureza competitiva dos homens e, enquanto for correspondida, não tem problema.

Driblando o aperto

Se você não gosta de apertar a mão, não aperte. Existem manobras fáceis — não tão fáceis quanto simplesmente apertar a mão — de driblar essa convenção social. Um jeito fácil e polido de fazê-lo é dizer “Desculpe, estou com a mão machucada”.

Funciona, mas pode ser um tiro pela culatra se o outro insistir em apertar sua mão esquerda ou começar a fazer perguntas sobre seu machucado. Mas ainda é muito melhor do que o aperto molenga.

Sempre que a situação permitir vale à pena sorrir enquanto sua mão se entrelaça com a de outra pessoa. É um adicional que aumenta imediatamente a cordialidade e simpatia no trato. Contanto que não seja um falso sorriso Colgate.

dog_smile_cachorro_sorrindo_sorriso.jpg
Exemplo de sorriso forçado típico

Não receber um aperto de mão em retorno quando se estende a mão é extremamente embaraçoso (para aquele que fica de mão abanando) e até ofensivo, caso o outro tenha evitado o cumprimento de maneira proposital.

Estender a mão é um ato de conciliação e recusar-se a apertá-la um grave descumprimento de uma simples regra social.

Tipos de apertos de mão e seus significados:

Chacoalhador – Mexe seu braço para cima e para baixo como se fosse um bate-estacas. Geralmente surpreende a outra pessoa.

Molenga: Extremamente desagradável e passa uma péssima impressão. Normalmente se pensa que o molenga é boiola.

Aperto alicate: É como se o outro estivesse querendo provar sua masculinidade. É particularmente desagradável quando a outra pessoa tem o aperto molenga, pois pode doer.

Muito próximo – Ele aperta sua mão e puxa você para perto. Novamente, se não são grandes amigos, isso é uma experiência estranha para o outro.

Suado – Este não é agradável para quem recebe. Se você tem a palma suada é bom senso secar a mão, mesmo que seja nas próprias roupas, antes de estendê-la a alguém.

aperto_de_mao_aereo.jpg
Aperto de mão aéreo

Duas mãos – Quando alguém aperta a sua mão e em seguida cobre as costas dela com a mão esquerda, envolvendo sua mão com ambas as dele, significa que você é importante para ele ou que ela está sendo solidário.

Pode ser bastante simpático se as pessoas já se conheciam anteriormente, ou se aquele que faz este gesto era admirador da outra, do contrário pode parecer exagerado. O homem que quer algo a mais da mulher pode fazer isso também.

Mão esquerda no ombro – É parecido com o “duas mãos” acima, mas ainda um pouco mais íntimo se a mão pousar gentilmente no ombro. Se o forem tapinhas no ombro, pode significar relação jovial.

Aperto-abraço – Pode ser um aperto de mão junto com meio abraço ou um aperto de mão rápido seguido de abraço caloroso. O primeiro é para pessoas muito próximas que se vêem com freqüência, o segundo para pessoas que não se vêem há tempos.

Forçado – Num dia destes eu estava entrando em um restaurante quando o gerente, que fica na porta recebendo os clientes, esticou a sua mão para me cumprimentar. Aquilo me pareceu excessivo, pois eu nunca tinha visto o homem.

Ele pensou que aquele seria um gesto simpático, mas me pegou de surpresa e me pareceu exagerado, pois um “boa tarde” seria mais adequado, ao menos até eu me acostumar com a cara dele.

Eu fiquei observando e percebi que ele faz isso com todos os clientes. Em muitas situações sociais o aperto de mão não se aplica ou é desnecessário. Quem força o outro a apertar a sua mão, esticando-a na sua frente de supetão, pode ser visto como chato ou fingido, ao menos numa primeira impressão.

Mão direita. Por quê?

A esmagadora maioria das pessoas é destra e mesmo os canhotos estão acostumados a usar a mão direita para muitas coisas que os destros não fazem com a esquerda. O aperto de mão é assim desde existe, destro.

Mas quando alguém está com problema na mão direita ou simplesmente não a tem, é muito educado oferecer a esquerda. É claro que aquele que diz que está com a mão machucada, pode estar fingindo apenas para fugir desse alicate que você chama de mão.

O aperto de mão perfeito

aperto-de-mao

Após dominar o básico, sinta-se à vontade para experimentar apertos mais elaborados

Não muito forte, mas não pode ser molenga. Tem que ter firmeza, mas não esmagar ossos. Uma leve chacoalhada para cima e para baixo, um sorriso simpático e sincero, e pronto!

Eu não estou ditando regras ou querendo ensinar a etiqueta do aperto de mão, mas apenas relatando o resultado de minhas observações.

O aperto de mão pode atuar como uma espécie de cachimbo da paz se aplicado corretamente. Em outros casos pode ser esquisito ou até uma “declaração de guerra”. Para que as suas relações sejam iniciadas da melhor maneira, vale à pena prestar atenção no seu.

Marcelo Ribeiro

Marcelo Ribeiro é curiso inveterado, você pode conferir mais de seus excelentes artigos no TecnoCientista.


Outros artigos escritos por


SEPARAMOS MAIS TEXTOS PARA VOCÊ CONTINUAR LENDO




O texto acima não representa a opinião do PapodeHomem. Conheça a visão e a essência por trás do que fazemos. Queremos uma discussão de alto nível. Antes de comentar, leia nossas boas práticas. Caso deseje enviar um texto e se tornar um autor, venha por aqui.


  • Vitor Spadotto

    Marcelo Ribeiro, muito bom o seu artigo está de parabéns. Realmente uma coisa que eu acho ridiculo é alguem apertar a sua mão como se estivesse com medo de pegar nela.

    Eu conheço que o aperto de mão surgiu a muitos anos atrás como um gesto de confiança pois estendendo a mão para o outro o mesmo não poderia “sacar” a sua espada e cometer algum ato cruel.
    Você conhece essa tese?

    abraç

  • Vitor Spadotto

    Marcelo Ribeiro, muito bom o seu artigo está de parabéns. Realmente uma coisa que eu acho ridiculo é alguem apertar a sua mão como se estivesse com medo de pegar nela.

    Eu conheço que o aperto de mão surgiu a muitos anos atrás como um gesto de confiança pois estendendo a mão para o outro o mesmo não poderia “sacar” a sua espada e cometer algum ato cruel.
    Você conhece essa tese?

    abraç

  • Vitor Spadotto

    Marcelo Ribeiro, muito bom o seu artigo está de parabéns. Realmente uma coisa que eu acho ridiculo é alguem apertar a sua mão como se estivesse com medo de pegar nela.

    Eu conheço que o aperto de mão surgiu a muitos anos atrás como um gesto de confiança pois estendendo a mão para o outro o mesmo não poderia “sacar” a sua espada e cometer algum ato cruel.
    Você conhece essa tese?

    abraç

  • Vitor Spadotto

    Marcelo Ribeiro, muito bom o seu artigo está de parabéns. Realmente uma coisa que eu acho ridiculo é alguem apertar a sua mão como se estivesse com medo de pegar nela.

    Eu conheço que o aperto de mão surgiu a muitos anos atrás como um gesto de confiança pois estendendo a mão para o outro o mesmo não poderia “sacar” a sua espada e cometer algum ato cruel.
    Você conhece essa tese?

    abraç

  • Alex

    Excelente artigo, sem dúvida o aperto de mão, por ser um iniciador, pode passar uma boa ou má impressão. Eu, por exemplo, ao receber um aperto de mão molenga de um homem o considero como sendo um fraco efeminado; as vezes isso não é verdade, mas geralmente se confirma conhecendo melhor a pessoa.

    Abraços, Alex

  • Alex

    Excelente artigo, sem dúvida o aperto de mão, por ser um iniciador, pode passar uma boa ou má impressão. Eu, por exemplo, ao receber um aperto de mão molenga de um homem o considero como sendo um fraco efeminado; as vezes isso não é verdade, mas geralmente se confirma conhecendo melhor a pessoa.

    Abraços, Alex

  • Alex

    Excelente artigo, sem dúvida o aperto de mão, por ser um iniciador, pode passar uma boa ou má impressão. Eu, por exemplo, ao receber um aperto de mão molenga de um homem o considero como sendo um fraco efeminado; as vezes isso não é verdade, mas geralmente se confirma conhecendo melhor a pessoa.

    Abraços, Alex

  • Alex

    Excelente artigo, sem dúvida o aperto de mão, por ser um iniciador, pode passar uma boa ou má impressão. Eu, por exemplo, ao receber um aperto de mão molenga de um homem o considero como sendo um fraco efeminado; as vezes isso não é verdade, mas geralmente se confirma conhecendo melhor a pessoa.

    Abraços, Alex

  • Karl

    Huhaeuaheihuahie
    Muito legal o texto, parabéns.
    Nossa, realmente dá raiva comprimentar um cara com a mão molenga… certa vez cheguei até a perguntar prum colega se ele queria que eu beijasse a mão dele, de tão moça que era seu o aperto de mão.

    Abraço, inté!

  • Karl

    Huhaeuaheihuahie
    Muito legal o texto, parabéns.
    Nossa, realmente dá raiva comprimentar um cara com a mão molenga… certa vez cheguei até a perguntar prum colega se ele queria que eu beijasse a mão dele, de tão moça que era seu o aperto de mão.

    Abraço, inté!

  • Karl

    Huhaeuaheihuahie
    Muito legal o texto, parabéns.
    Nossa, realmente dá raiva comprimentar um cara com a mão molenga… certa vez cheguei até a perguntar prum colega se ele queria que eu beijasse a mão dele, de tão moça que era seu o aperto de mão.

    Abraço, inté!

  • Karl

    Huhaeuaheihuahie
    Muito legal o texto, parabéns.
    Nossa, realmente dá raiva comprimentar um cara com a mão molenga… certa vez cheguei até a perguntar prum colega se ele queria que eu beijasse a mão dele, de tão moça que era seu o aperto de mão.

    Abraço, inté!

  • Karl

    Huhaeuaheihuahie
    Muito legal o texto, parabéns.
    Nossa, realmente dá raiva comprimentar um cara com a mão molenga… certa vez cheguei até a perguntar prum colega se ele queria que eu beijasse a mão dele, de tão moça que era seu o aperto de mão.

    Abraço, inté!

  • Vitor Spadotto

    hehe boa Karl..
    um dia eu também perguntei se o cara tinha medo de aperta a minnha mão porque ele apertava e soltava em questão de frações de segundos..

  • Vitor Spadotto

    hehe boa Karl..
    um dia eu também perguntei se o cara tinha medo de aperta a minnha mão porque ele apertava e soltava em questão de frações de segundos..

  • Vitor Spadotto

    hehe boa Karl..
    um dia eu também perguntei se o cara tinha medo de aperta a minnha mão porque ele apertava e soltava em questão de frações de segundos..

  • Vitor Spadotto

    hehe boa Karl..
    um dia eu também perguntei se o cara tinha medo de aperta a minnha mão porque ele apertava e soltava em questão de frações de segundos..

  • Vitor Spadotto

    hehe boa Karl..
    um dia eu também perguntei se o cara tinha medo de aperta a minnha mão porque ele apertava e soltava em questão de frações de segundos..

  • http://alencv.wordpress.com/ Alen Costa Vieira

    que saber que apertar minha mão??
    xD

  • http://alencv.wordpress.com/ Alen Costa Vieira

    que saber que apertar minha mão??
    xD

  • http://alencv.wordpress.com/ Alen Costa Vieira

    que saber que apertar minha mão??
    xD

  • http://alencv.wordpress.com/ Alen Costa Vieira

    que saber que apertar minha mão??
    xD

  • http://alencv.wordpress.com/ Alen Costa Vieira

    que saber que apertar minha mão??
    xD

  • http://voceselembra.blogspot.com/ Lvcivs

    Excelente.

    É bem isso mesmo. Há vários anos eu percebi que um aperto de mão firme passa confiança. Aperto de mão molenga, fala sério!

    Desde então, passei a usar um aperto firme, talvez até um pouco forte, acho que causa uma boa impressão. Ou ao menos, má impressão não causa.

  • http://voceselembra.blogspot.com/ Lvcivs

    Excelente.

    É bem isso mesmo. Há vários anos eu percebi que um aperto de mão firme passa confiança. Aperto de mão molenga, fala sério!

    Desde então, passei a usar um aperto firme, talvez até um pouco forte, acho que causa uma boa impressão. Ou ao menos, má impressão não causa.

  • http://voceselembra.blogspot.com/ Lvcivs

    Excelente.

    É bem isso mesmo. Há vários anos eu percebi que um aperto de mão firme passa confiança. Aperto de mão molenga, fala sério!

    Desde então, passei a usar um aperto firme, talvez até um pouco forte, acho que causa uma boa impressão. Ou ao menos, má impressão não causa.

  • http://voceselembra.blogspot.com/ Lvcivs

    Excelente.

    É bem isso mesmo. Há vários anos eu percebi que um aperto de mão firme passa confiança. Aperto de mão molenga, fala sério!

    Desde então, passei a usar um aperto firme, talvez até um pouco forte, acho que causa uma boa impressão. Ou ao menos, má impressão não causa.

  • http://voceselembra.blogspot.com Lvcivs

    Excelente.

    É bem isso mesmo. Há vários anos eu percebi que um aperto de mão firme passa confiança. Aperto de mão molenga, fala sério!

    Desde então, passei a usar um aperto firme, talvez até um pouco forte, acho que causa uma boa impressão. Ou ao menos, má impressão não causa.

  • http://TecnoCientista.info/ Marcelo

    Vitor,

    Lá no meu blog original, onde publiquei o artigo primeiramente, fizeram um comentário exatamente sobre isso bem detalhado: http://abrindojogo.com/index.php/quanto-vale-seu-aperto-de-mao/#comments

  • http://TecnoCientista.info/ Marcelo

    Vitor,

    Lá no meu blog original, onde publiquei o artigo primeiramente, fizeram um comentário exatamente sobre isso bem detalhado: http://abrindojogo.com/index.php/quanto-vale-seu-aperto-de-mao/#comments

  • http://TecnoCientista.info/ Marcelo

    Vitor,

    Lá no meu blog original, onde publiquei o artigo primeiramente, fizeram um comentário exatamente sobre isso bem detalhado: http://abrindojogo.com/index.php/quanto-vale-seu-aperto-de-mao/#comments

  • http://TecnoCientista.info/ Marcelo

    Vitor,

    Lá no meu blog original, onde publiquei o artigo primeiramente, fizeram um comentário exatamente sobre isso bem detalhado: http://abrindojogo.com/index.php/quanto-vale-seu-aperto-de-mao/#comments

  • http://TecnoCientista.info Marcelo

    Vitor,

    Lá no meu blog original, onde publiquei o artigo primeiramente, fizeram um comentário exatamente sobre isso bem detalhado: http://abrindojogo.com/index.php/quanto-vale-seu-aperto-de-mao/#comments

  • Vitor Spadotto

    Legal Marcelo, um professor me de história falou sobre isso e eu achei que tinha sentido…

    e parabéns pelo texto, muito bom!

  • Vitor Spadotto

    Legal Marcelo, um professor me de história falou sobre isso e eu achei que tinha sentido…

    e parabéns pelo texto, muito bom!

  • http://proveisso.wordpress.com/ Johnny C

    até onde eu conheço, tem um pouco de verdade isso que ele falou – o aperto de mãos realmente surgiu na época das espadas. Um dos motivos é esse que ele citou, demonstrar um gesto de confiança – afinal, tendo sua mão direita (na época, pouquissimos cavaleiros eram canhotos. não ter maestria e fluidez de movimentos com a mão direita era considerado azar, daqui a pouco falo mais) estendida você estava obviamente desarmado, a menos que conseguisse ser MUITO rápido.

    Porque era considerado azar e pouquissimos cavaleiros canhotos conseguiam treinamento? Vocês já perceberam que a maioria das escadas – pelo menos as mais antigas, mesmo aqui no Brasil – vão sempre no mesmo sentido? Para que o defensor do local pudesse ter sua mão direita irrestrita de movimentos enquanto subisse a escada defendendo-se de um ataque, enquanto o invasor teria seus movimentos debilitados. Outro motivo, esse um pouco mais antigo, no jousting (aquelas competições/brigas com lanças em cima de cavalos), não era permitida a presença de canhotos, visto que estes eram uma minoria absurda e se participassem teriam uma certa vantagem, pois não precisariam cruzar a lança em frente ao corpo para acertar o adversário.

    ufa rs…

  • http://proveisso.wordpress.com Johnny C

    até onde eu conheço, tem um pouco de verdade isso que ele falou – o aperto de mãos realmente surgiu na época das espadas. Um dos motivos é esse que ele citou, demonstrar um gesto de confiança – afinal, tendo sua mão direita (na época, pouquissimos cavaleiros eram canhotos. não ter maestria e fluidez de movimentos com a mão direita era considerado azar, daqui a pouco falo mais) estendida você estava obviamente desarmado, a menos que conseguisse ser MUITO rápido.

    Porque era considerado azar e pouquissimos cavaleiros canhotos conseguiam treinamento? Vocês já perceberam que a maioria das escadas – pelo menos as mais antigas, mesmo aqui no Brasil – vão sempre no mesmo sentido? Para que o defensor do local pudesse ter sua mão direita irrestrita de movimentos enquanto subisse a escada defendendo-se de um ataque, enquanto o invasor teria seus movimentos debilitados. Outro motivo, esse um pouco mais antigo, no jousting (aquelas competições/brigas com lanças em cima de cavalos), não era permitida a presença de canhotos, visto que estes eram uma minoria absurda e se participassem teriam uma certa vantagem, pois não precisariam cruzar a lança em frente ao corpo para acertar o adversário.

    ufa rs…

  • Lopes

    Aperto de mão molenga realmente transmite uma sensação ruim. Dá impressão de falta de interesse da outra pessoa.
    Aperto alicate tb é foda, dá uma outra impressão ruim, de que a pessoa quer mostrar quem é que manda. Pode ter sua razão de ser, mas não é agradável.
    Bem legal, gostei do texto!

  • Lopes

    Aperto de mão molenga realmente transmite uma sensação ruim. Dá impressão de falta de interesse da outra pessoa.
    Aperto alicate tb é foda, dá uma outra impressão ruim, de que a pessoa quer mostrar quem é que manda. Pode ter sua razão de ser, mas não é agradável.
    Bem legal, gostei do texto!

  • Vitor Spadotto

    É Johnny C foi o que eu pensei, os canhotos levavam vantagem hehe.. e querendo ou não eu como canhoto até hoje quando vai praticar alguma luta ou algo do tipo sempre há uma vantagem por usar a mão esquerda..

    vlw

  • Vitor Spadotto

    É Johnny C foi o que eu pensei, os canhotos levavam vantagem hehe.. e querendo ou não eu como canhoto até hoje quando vai praticar alguma luta ou algo do tipo sempre há uma vantagem por usar a mão esquerda..

    vlw

  • http://proveisso.wordpress.com Johnny C

    exatamente Vitor. A maior parte das lutas tenta ser ambidestra – manter uma simetria entre direita e esquerda – mas como a maior parte dos lutadores são destros e estão acostumados a lutar contra destros, quando encaram um canhoto se perdem um pouco na identificação de movimentos e perdem vantagem rs…

  • http://proveisso.wordpress.com/ Johnny C

    exatamente Vitor. A maior parte das lutas tenta ser ambidestra – manter uma simetria entre direita e esquerda – mas como a maior parte dos lutadores são destros e estão acostumados a lutar contra destros, quando encaram um canhoto se perdem um pouco na identificação de movimentos e perdem vantagem rs…

  • Kmagrí

    “até onde eu conheço, tem um pouco de verdade isso que ele falou – o aperto de mãos realmente surgiu na época das espadas. Um dos motivos é esse que ele citou, demonstrar um gesto de confiança – afinal, tendo sua mão direita (na época, pouquissimos cavaleiros eram canhotos. não ter maestria e fluidez de movimentos com a mão direita era considerado azar, daqui a pouco falo mais) estendida você estava obviamente desarmado, a menos que conseguisse ser MUITO rápido.”

    Levando em consideração o que o Johnny C esvreveu, devo dizer que os escoteiros cumprimentam-se com a mão esquerda. A questão da confiança aqui era o fato de se baixar o escudo( que ficava na mão esquerda) e cumprimentar com a mesma.

    Baixar a espada não simbolizava que se confiava no outro, mas que com certeza não ia ter a cabeça decepada quando forsse comprimentar o oponente.No caso da mão esquerda o jeito era confiar no outro.

    O fundador do movimento escoteiro aprendeu isso com os povos africanos, agora não sei dizer se os europeus eram tão confiáveis assim…

  • Kmagrí

    “até onde eu conheço, tem um pouco de verdade isso que ele falou – o aperto de mãos realmente surgiu na época das espadas. Um dos motivos é esse que ele citou, demonstrar um gesto de confiança – afinal, tendo sua mão direita (na época, pouquissimos cavaleiros eram canhotos. não ter maestria e fluidez de movimentos com a mão direita era considerado azar, daqui a pouco falo mais) estendida você estava obviamente desarmado, a menos que conseguisse ser MUITO rápido.”

    Levando em consideração o que o Johnny C esvreveu, devo dizer que os escoteiros cumprimentam-se com a mão esquerda. A questão da confiança aqui era o fato de se baixar o escudo( que ficava na mão esquerda) e cumprimentar com a mesma.

    Baixar a espada não simbolizava que se confiava no outro, mas que com certeza não ia ter a cabeça decepada quando forsse comprimentar o oponente.No caso da mão esquerda o jeito era confiar no outro.

    O fundador do movimento escoteiro aprendeu isso com os povos africanos, agora não sei dizer se os europeus eram tão confiáveis assim…

  • Vitor Spadotto

    Realmente o que o Kmagrí falou tem sentido também..

    boa

  • Vitor Spadotto

    Realmente o que o Kmagrí falou tem sentido também..

    boa

  • http://www.fullhalls.blogspot.com/ Elton Jr.

    Aperto de mão molenga realmente não cola.

    Outra coisa desagradavel é quando a pessoa aperta sua mão antes delas se encaixarem, daí acaba esmagando seus dedos.
    Esse aperto de mão geralmente é seguido de um alicate
    haushuashuas

    Muito bom o artigo.
    Parabens.

  • http://www.fullhalls.blogspot.com Elton Jr.

    Aperto de mão molenga realmente não cola.

    Outra coisa desagradavel é quando a pessoa aperta sua mão antes delas se encaixarem, daí acaba esmagando seus dedos.
    Esse aperto de mão geralmente é seguido de um alicate
    haushuashuas

    Muito bom o artigo.
    Parabens.

  • http://prisionofthemind.wordpress.com/ Legião

    Homens não se medem por aperto de mãos. E sim por palavras e ações.
    é o mesmo que dizer que um cara que tem um carro, e vá a 100 kmh, se garante mais, e seja mais homen, do que um que vá a 70. Na vida real, esse tipo de comparação não tem o cabimento que está sendo comentado.
    Concordo que em entrevistas de emprego possa ter alguma relevância, pois estamos sendo analisados, por psicólogos. Só por isso.

  • http://prisionofthemind.wordpress.com/ Legião

    Homens não se medem por aperto de mãos. E sim por palavras e ações.
    é o mesmo que dizer que um cara que tem um carro, e vá a 100 kmh, se garante mais, e seja mais homen, do que um que vá a 70. Na vida real, esse tipo de comparação não tem o cabimento que está sendo comentado.
    Concordo que em entrevistas de emprego possa ter alguma relevância, pois estamos sendo analisados, por psicólogos. Só por isso.

  • Kmagrí

    Putz! “comprimentar” e “forsse” foi demais =P

    PS.: KMAGRI É MULHER!!!!!!!!!!

    Legião: julgar o aperto de mão da pessoa e determinar o seu caráter não é muito legal mesmo. No caso das mulheres, as que tem um aperto de mão mais forte são consideradas às vezes lésbicas ou feministas ao extremo.

    O aperto de mão pode até influenciar, mas não deve ser considerado fator determinante de personalidade ou sexualidade.

  • Kmagrí

    Putz! “comprimentar” e “forsse” foi demais =P

    PS.: KMAGRI É MULHER!!!!!!!!!!

    Legião: julgar o aperto de mão da pessoa e determinar o seu caráter não é muito legal mesmo. No caso das mulheres, as que tem um aperto de mão mais forte são consideradas às vezes lésbicas ou feministas ao extremo.

    O aperto de mão pode até influenciar, mas não deve ser considerado fator determinante de personalidade ou sexualidade.

  • ALGOZ

    Ótimo artigo!
    Tudo começa com um bom aperto de mão…

    O meu preferido é aquele que vem acompanhado do tapinha no ombro.

    Com as mulheres, eu uso as duas mãos ou uma leve “alisadinha” no ombro ou, até mesmo, na cintura. É perfeito. Só perde mesmo pro abraço apertado.

    Estender a mão para alguém e não receber o aperto de mão esperado é algo extremamente brochante.

    ;D

  • ALGOZ

    Ótimo artigo!
    Tudo começa com um bom aperto de mão…

    O meu preferido é aquele que vem acompanhado do tapinha no ombro.

    Com as mulheres, eu uso as duas mãos ou uma leve “alisadinha” no ombro ou, até mesmo, na cintura. É perfeito. Só perde mesmo pro abraço apertado.

    Estender a mão para alguém e não receber o aperto de mão esperado é algo extremamente brochante.

    ;D

  • http://TecnoCientista.info/ Marcelo

    Legião,

    Não é exatamente isso o que o artigo explica. em realidade eu faço um alerta ali que já ouvi gente que julga os demais pelo aperto de mão, mas é óbvio que isso é insensato. Porém ele é um gesto uito importanto, do contrário não existiria e existem normas tácitas para um bom aperto de mão sim. Com relação à entrevista de emprego, se tem psicólogo por aí utilizando a grafoogia (http://tecnocientista.info/nd.asp?cod=828) para te analisar, você pode esperar de tudo.

    A todos obrigado pelos elogios e não deixem de conhecer o http://www.TecnoCientista.info e http://www.AbrindoJogo.com, ambos de minha autoria.

  • http://TecnoCientista.info Marcelo

    Legião,

    Não é exatamente isso o que o artigo explica. em realidade eu faço um alerta ali que já ouvi gente que julga os demais pelo aperto de mão, mas é óbvio que isso é insensato. Porém ele é um gesto uito importanto, do contrário não existiria e existem normas tácitas para um bom aperto de mão sim. Com relação à entrevista de emprego, se tem psicólogo por aí utilizando a grafoogia (http://tecnocientista.info/nd.asp?cod=828) para te analisar, você pode esperar de tudo.

    A todos obrigado pelos elogios e não deixem de conhecer o http://www.TecnoCientista.info e http://www.AbrindoJogo.com, ambos de minha autoria.

  • http://proveisso.wordpress.com/ Johnny C

    Kmagrí, não conhecia essa… interessante =)

    Opa! ainda bem que você falou que é mulher! eu já tava te encaixando na categoria-padrão do povo com nome diferente rs….

    sei lá, tirando quando alguém fica de muita frescura – acariciando ou forçando demais – eu nunca parei pra analisar apertos de mão. já conheci mulheres que tinham um aperto de mão firme, mas eram super delicadas. e pelo outro lado, já conheci caras que tinha um aperto de mão molenga ou de ficar de frescurinha, mas que pegava muuuuuuito mais que eu sequer sonho ainda =p

    em relação ao cumprimento quando conheço alguém… depende de idade e sexo: no caso de homens, aperto de mão normal, no máximo aqueles “toques” dependendo de idade e circulo social; no caso de mulheres, eu costumo cumprimentar com aperto de mão e beijo no rosto.

  • http://proveisso.wordpress.com Johnny C

    Kmagrí, não conhecia essa… interessante =)

    Opa! ainda bem que você falou que é mulher! eu já tava te encaixando na categoria-padrão do povo com nome diferente rs….

    sei lá, tirando quando alguém fica de muita frescura – acariciando ou forçando demais – eu nunca parei pra analisar apertos de mão. já conheci mulheres que tinham um aperto de mão firme, mas eram super delicadas. e pelo outro lado, já conheci caras que tinha um aperto de mão molenga ou de ficar de frescurinha, mas que pegava muuuuuuito mais que eu sequer sonho ainda =p

    em relação ao cumprimento quando conheço alguém… depende de idade e sexo: no caso de homens, aperto de mão normal, no máximo aqueles “toques” dependendo de idade e circulo social; no caso de mulheres, eu costumo cumprimentar com aperto de mão e beijo no rosto.

  • http://saintcahier.livejournal.com/ SaintCahier

    Lembrando-se também das diferenças culturais.

    Nas culturas latinas, é comum o apertar-se de mão como cumprimento usual, na mesma categoria do “bom dia”, a cada vez que se encontra um conhecido pela primeira vez no dia.

    Já nas culturas anglo-saxônicas, aperta-se a mão bem menos, normalmente ao se conhecer a pessoa, ou ao fechar um negócio.

    Em algumas culturas, especialmente a árabe, deve se ter cuidado com a mão esquerda — é considerada uma mão impura, e vista com muita desconfiança, pois é reservada para a higiene pessoal. Então o “aperto duplo”, que na nossa cultura é um gesto de apreço ou afeto, nessas culturas é visto com maus olhos.

    Por experiência própria, reparei que em certas culturas, o aperto de mão não é considerado um cumprimento adequado entre um homem e uma mulher. Isso vale para culturas em que nenhuma forma de toque deve ser praticada entre os sexos — mas também, surpreendentemente, na França o gesto é visto às vezes com estranheza.

    * * *

    Cumprimentar mulheres (quando se é um homem), aliás, é um campo minado.

    Em situações extremamente formais (baile da família real), a forma adequada é beijar a mão. Lembre-se de não levar as mãos da dama aos seus lábios, e sim abaixar-se até a mão dela, o que é muito mais galante. Existe uma certa controvérsia sobre o assunto, mas de forma geral, os lábios se aproximam, mas não chegam a realmente tocar a mão.

    Já em situações extremamente informais (festinha da Tia Lara), especialmente nas culturas latinas, o beijinho no rosto se impõe, e qualquer outra coisa seria pedantismo. Quantos? Hoje, o elegante e moderno é dar um só (especialmente se for uma festa grande e se for numa cidade), mas há tradições locais de dar 2 (um em cada face), 3 (o terceiro, “para casar”) e até mesmo 4 (dois em cada face). Mais oportunidades para embaraços. Mas como é informal mesmo, é melhor rir dessas coisas, do que dar grande importância. (Vale mencionar que na França, os homens, quando são muito amigos, ou quando são trendy, também se beijam? Meu amigo peruano — que é daqueles bem machos latinos — ficava mortificado).

    O meio termo é que é um campo minado. Que fazer? No ambiente de negócios, o aperto de mão é a opção mais elegante. Estenda a mão e observe. Se ela inclinar o rosto, beije, mas jamais em tempo algum incline o seu!

    Na dúvida, é sempre melhor pecar por excesso de formalidade que por excesso de intimidade.

  • http://saintcahier.livejournal.com/ SaintCahier

    Lembrando-se também das diferenças culturais.

    Nas culturas latinas, é comum o apertar-se de mão como cumprimento usual, na mesma categoria do “bom dia”, a cada vez que se encontra um conhecido pela primeira vez no dia.

    Já nas culturas anglo-saxônicas, aperta-se a mão bem menos, normalmente ao se conhecer a pessoa, ou ao fechar um negócio.

    Em algumas culturas, especialmente a árabe, deve se ter cuidado com a mão esquerda — é considerada uma mão impura, e vista com muita desconfiança, pois é reservada para a higiene pessoal. Então o “aperto duplo”, que na nossa cultura é um gesto de apreço ou afeto, nessas culturas é visto com maus olhos.

    Por experiência própria, reparei que em certas culturas, o aperto de mão não é considerado um cumprimento adequado entre um homem e uma mulher. Isso vale para culturas em que nenhuma forma de toque deve ser praticada entre os sexos — mas também, surpreendentemente, na França o gesto é visto às vezes com estranheza.

    * * *

    Cumprimentar mulheres (quando se é um homem), aliás, é um campo minado.

    Em situações extremamente formais (baile da família real), a forma adequada é beijar a mão. Lembre-se de não levar as mãos da dama aos seus lábios, e sim abaixar-se até a mão dela, o que é muito mais galante. Existe uma certa controvérsia sobre o assunto, mas de forma geral, os lábios se aproximam, mas não chegam a realmente tocar a mão.

    Já em situações extremamente informais (festinha da Tia Lara), especialmente nas culturas latinas, o beijinho no rosto se impõe, e qualquer outra coisa seria pedantismo. Quantos? Hoje, o elegante e moderno é dar um só (especialmente se for uma festa grande e se for numa cidade), mas há tradições locais de dar 2 (um em cada face), 3 (o terceiro, “para casar”) e até mesmo 4 (dois em cada face). Mais oportunidades para embaraços. Mas como é informal mesmo, é melhor rir dessas coisas, do que dar grande importância. (Vale mencionar que na França, os homens, quando são muito amigos, ou quando são trendy, também se beijam? Meu amigo peruano — que é daqueles bem machos latinos — ficava mortificado).

    O meio termo é que é um campo minado. Que fazer? No ambiente de negócios, o aperto de mão é a opção mais elegante. Estenda a mão e observe. Se ela inclinar o rosto, beije, mas jamais em tempo algum incline o seu!

    Na dúvida, é sempre melhor pecar por excesso de formalidade que por excesso de intimidade.

  • http://TecnoCientista.info/ Marcelo

    Muito interessante, SaintCahie. Muito obrigado.

  • http://TecnoCientista.info Marcelo

    Muito interessante, SaintCahie. Muito obrigado.

  • http://www.webtoo.com.br/ Harlley

    Muito bom o artigo! Faltou comentar que é importante olhar para a cara da pessoa quando se está dando um aperto de mão, eu detesto cumprimentar alguém e a pessoa ficar olhando para o chão os para os lados.
    Uma vez quebrei a mão direita e fiquei um mês de licença e usando um gesso. Quando voltei a trabalhar, putz, tinha gente que não lembrava mais qual mão que eu tinha quebrado e vinham com aquele alicatão :-P
    Outra dica importante, quando espirrar, por favor cubram com a mão esquerda e não com a direita!!

  • http://www.webtoo.com.br Harlley

    Muito bom o artigo! Faltou comentar que é importante olhar para a cara da pessoa quando se está dando um aperto de mão, eu detesto cumprimentar alguém e a pessoa ficar olhando para o chão os para os lados.
    Uma vez quebrei a mão direita e fiquei um mês de licença e usando um gesso. Quando voltei a trabalhar, putz, tinha gente que não lembrava mais qual mão que eu tinha quebrado e vinham com aquele alicatão :-P
    Outra dica importante, quando espirrar, por favor cubram com a mão esquerda e não com a direita!!

  • http://proveisso.wordpress.com/ Johnny C

    Saint> pois é, esquecemos sempre das regionalidades! Eu quando cheguei aqui em Brasília todo mundo ficava me lembrando “aqui são 2″ – porque em sampa é um só, aqui em brasília são dois beijos no rosto.

    Harley> bem verdade essa parte de olhar! é chato pacas, parece que a pessoa só tá cumprimentando por obrigação!!! e… eu nunca parei pra prestar atenção em qual mão eu uso pra cobrir quando espirro… mas por ser destro, acho bem fácil q seja a direita. vou prestar mais atenção rs…

  • http://proveisso.wordpress.com Johnny C

    Saint> pois é, esquecemos sempre das regionalidades! Eu quando cheguei aqui em Brasília todo mundo ficava me lembrando “aqui são 2″ – porque em sampa é um só, aqui em brasília são dois beijos no rosto.

    Harley> bem verdade essa parte de olhar! é chato pacas, parece que a pessoa só tá cumprimentando por obrigação!!! e… eu nunca parei pra prestar atenção em qual mão eu uso pra cobrir quando espirro… mas por ser destro, acho bem fácil q seja a direita. vou prestar mais atenção rs…

  • http://www.oto.blog.br/ Oto Alvarenga

    Gostei do artigo, muito bacana! Vou começar a observar mais meu aperto de mão daqui pra frente, para tirar minhas conclusões. Taí um gesto bem antigo, mas que é pouco analisado! Parabéns!

  • http://www.oto.blog.br Oto Alvarenga

    Gostei do artigo, muito bacana! Vou começar a observar mais meu aperto de mão daqui pra frente, para tirar minhas conclusões. Taí um gesto bem antigo, mas que é pouco analisado! Parabéns!

  • Marcelo

    Teve gente que não acreditou quando ei disse que pode acabar com a chance daquela vaga de emprego. Agora a ciência comprovou:

    O aperto de mão certo ajuda a agarrar emprego
    http://hypescience.com/aperto-de-mao-firme-ajuda-agarrar-emprego/

  • Marcelo

    Teve gente que não acreditou quando ei disse que pode acabar com a chance daquela vaga de emprego. Agora a ciência comprovou:

    O aperto de mão certo ajuda a agarrar emprego
    http://hypescience.com/aperto-de-mao-firme-ajuda-agarrar-emprego/

  • Adamilton

    Aperto de mão, significa que você deu um passo pela PAZ, mesmo se a intenção do outro pode ser de sarro ou político(sem vergonha), a questão é que as mãos são as primeiras a lembrar em nossa mente, quando se erguem dando sinal de olá !! , hei !! estou aqui….!!!

    até

  • Adamilton

    Aperto de mão, significa que você deu um passo pela PAZ, mesmo se a intenção do outro pode ser de sarro ou político(sem vergonha), a questão é que as mãos são as primeiras a lembrar em nossa mente, quando se erguem dando sinal de olá !! , hei !! estou aqui….!!!

    até

  • http://juliotk.wordpress.com/ Julio

    Bem, concordo com o artigo!
    Os escoteiros cumprimentam-se com a mão esquerda, porque, segundo a lenda, em uma expedição à África, Baden Powell (fundador do movimento escoteiro) encontrou uma tribo Zulu , o chefe da tribo segurava na mão esquerda um escudo e na mão direita uma lança, então largou o escudo e estendeu a mão esquerda, explicando que largou o escudo e deixo seu coração descoberto….bacana não é???
    Mas ele não largou a lança, nem a pau…., pra qualquer eventualidade…, esperto ele !

  • http://juliotk.wordpress.com Julio

    Bem, concordo com o artigo!
    Os escoteiros cumprimentam-se com a mão esquerda, porque, segundo a lenda, em uma expedição à África, Baden Powell (fundador do movimento escoteiro) encontrou uma tribo Zulu , o chefe da tribo segurava na mão esquerda um escudo e na mão direita uma lança, então largou o escudo e estendeu a mão esquerda, explicando que largou o escudo e deixo seu coração descoberto….bacana não é???
    Mas ele não largou a lança, nem a pau…., pra qualquer eventualidade…, esperto ele !

  • JD

    Diz tudo.

  • JD

    Diz tudo.

  • Ronigres

    Sempre fui da opinião que aperto de mão deve ser firme. E esse negócio de tapinha nas costas é coisa de pessoa falsa. Políticos usam muito isso.

  • Ronigres

    Sempre fui da opinião que aperto de mão deve ser firme. E esse negócio de tapinha nas costas é coisa de pessoa falsa. Políticos usam muito isso.

  • Ane

    gostaria de saber o que significa qdo um cara aperta a mão com força e duas vezes em seguida

  • Ane

    gostaria de saber o que significa qdo um cara aperta a mão com força e duas vezes em seguida

  • Ane

    gostaria de saber o que significa qdo um cara aperta a mão com força e duas vezes em seguida

  • Marcelo (autor)

    Se for com força suficiente para incomodá-la ou doer, significa que ele é um imbecil. Não se aperta a mão de mulheres com força, no máximo com firmeza.

  • Marcelo (autor)

    Se for com força suficiente para incomodá-la ou doer, significa que ele é um imbecil. Não se aperta a mão de mulheres com força, no máximo com firmeza.

  • Marcelo (autor)

    Se for com força suficiente para incomodá-la ou doer, significa que ele é um imbecil. Não se aperta a mão de mulheres com força, no máximo com firmeza.

  • http://www.dinheirofacil.freetzi.com/ luiz henrique

    eu aperto a mão dos homens mais forte msm! xD

    http://www.dinheirorapido.vai.la

  • http://www.dinheirofacil.freetzi.com/ luiz henrique

    eu aperto a mão dos homens mais forte msm! xD

    http://www.dinheirorapido.vai.la

  • http://www.dinheirofacil.freetzi.com luiz henrique

    eu aperto a mão dos homens mais forte msm! xD

    http://www.dinheirorapido.vai.la

  • Gustavo Miranda

    Um forte aperto de mão, normalmente iniciado com as mãos vindo em rota de colisão aérea passa uma sensação de sinceridade e alegria pelo encontro, agora aquele aperto de mão alicate e ainda com a mexida para fazer os ossos da mão se rasparem é, depois do Sérigo Malandro, a coisa mais anos 80 que um zé-parado-no-tempo pode mostrar. Normalmente são aqueles caras que não evoluem e procuram se divertir vendo a cara de desconforto dos outros.
    Nem o aperto de mão maçon-dedinho-atrofiado que fica entre as palmas das mãos é tão irritante quanto o alicate.

  • Gustavo Miranda

    Um forte aperto de mão, normalmente iniciado com as mãos vindo em rota de colisão aérea passa uma sensação de sinceridade e alegria pelo encontro, agora aquele aperto de mão alicate e ainda com a mexida para fazer os ossos da mão se rasparem é, depois do Sérigo Malandro, a coisa mais anos 80 que um zé-parado-no-tempo pode mostrar. Normalmente são aqueles caras que não evoluem e procuram se divertir vendo a cara de desconforto dos outros.
    Nem o aperto de mão maçon-dedinho-atrofiado que fica entre as palmas das mãos é tão irritante quanto o alicate.

  • Gustavo Miranda

    Um forte aperto de mão, normalmente iniciado com as mãos vindo em rota de colisão aérea passa uma sensação de sinceridade e alegria pelo encontro, agora aquele aperto de mão alicate e ainda com a mexida para fazer os ossos da mão se rasparem é, depois do Sérigo Malandro, a coisa mais anos 80 que um zé-parado-no-tempo pode mostrar. Normalmente são aqueles caras que não evoluem e procuram se divertir vendo a cara de desconforto dos outros.
    Nem o aperto de mão maçon-dedinho-atrofiado que fica entre as palmas das mãos é tão irritante quanto o alicate.

  • nize

    adorei o texto!

    com certeza irei observar esse gesto que parece tão banal, mas que faz uma grande diferença nas relaçoes sociais.

  • nize

    adorei o texto!

    com certeza irei observar esse gesto que parece tão banal, mas que faz uma grande diferença nas relaçoes sociais.

  • nize

    adorei o texto!

    com certeza irei observar esse gesto que parece tão banal, mas que faz uma grande diferença nas relaçoes sociais.

  • RADAMEX

    Estou trabalhando a uma semana, meu patrão me comprimenta com aperto de mão com o dedo indicador recolhido.

    alguem sabe se é alguma simpatia?

  • RADAMEX

    Estou trabalhando a uma semana, meu patrão me comprimenta com aperto de mão com o dedo indicador recolhido.

    alguem sabe se é alguma simpatia?

  • RADAMEX

    Estou trabalhando a uma semana, meu patrão me comprimenta com aperto de mão com o dedo indicador recolhido.

    alguem sabe se é alguma simpatia?

  • http://twitter.com/Neneocg Emanoel Almeida

    Aprenda os significados do aperto de mão!

  • Deyvid

    realmente aperto de mão molenga passa uma impressão ruim, mas
    um aperto alicate também, fica parecendo forçado como se o homem quisesse provar
    que é homem através de um aperto de mão, como se não confiasse em sua masculinidade.
    um aperto de mão firme é o ideal.

Papo de homem recomenda

Assine o Papo de homem

Curta o PdH no Facebook
  • 5582 artigos
  • 664611 comentários
  • leitores online