Execução de Pensão Alimentícia, tudo que você precisa saber

Claudia Lyra

por
em às | Colunas, Ladies Room


A maior parte dos treze anos que trabalho no Tribunal foram gastos na área de Família, Infância e Juventude. E se tem uma ação que predomina nesta seara, está é a de pedido de pensão alimentícia.

As novelas da pensão alimentícia

pensao-alimenticia

Nem adianta tentar enrolar o Juiz. O seu caso e outros milhões são idênticos.

É claro que num mundo ideal de paz e amor, papai e mamãe, ainda que não morassem juntos, cuidariam e sustentariam a prole sem a necessidade de um juiz se intrometer no assunto. Mas a gente sabe que o mundo não é ideal. O mundo é cruel, feio e cheio de problemas. Bom, na verdade, se o mundo fosse o ideal, eu teria perdido meu emprego há muito tempo.

Assim, o que de fato acontece na maioria das vezes é: mamãe fica com a guarda do Junior e aciona papai pra pagar pensão pro guri. O juiz, então, fixa uma porcentagem dos rendimentos do papai que vai ser paga à mamãe, a título de pensão alimentícia. E todos vivem felizes para sempre.

Será?

Não, não, claro que não! O mundo é cruel, feio e cheio de problemas, esqueceu? Pois é…

Por isso e por motivos vários, desde revés financeiro até a própria canalhice, papai deixa de pagar a pensão devida. E a ferramenta apropriada para cobrar judicialmente essa pensão em atraso é o processo de execução de alimentos, troço chato que só.

Uma coisa aqui é importante destacar:

justica-cega

Justiça cega? No caso das pensões, ela tira a venda. E rápido.

A pensão alimentícia é considerada pela lei como medida assistencial e tem caráter de urgência. Afinal, criancinhas – e adolescentes – comem todo dia, né? Não é uma coisa que se possa esperar muito pra resolver. Assim, em geral, a execução de alimentos costuma ser processada de forma bem ligeira, num rito diferente das outras cobranças judiciais.

Esse “caráter de urgência” também inspirou o legislador a uma sacada genial: permitir a prisão do cabra que atrasa a pensão. Atualmente, é a única forma de prisão civil admitida, sem grandes questionamentos, nos tribunais brasileiros. E é impressionante como a visita de um oficial de justiça, trazendo consigo um mandado de prisão, convence os papais a acertarem as contas e zerarem os atrasos. Uma beleza!

De uns tempos pra cá, tem-se firmado o entendimento de que papai só pode ficar preso se estiver devendo valor equivalente aos três últimos meses de pensão alimentícia. Isso, na prática, quer dizer que, mesmo que o processo de execução se refira a uma dívida relativa a um ano, se papai pagar o equivalente aos três últimos meses em atraso, ele não pode ficar preso.

pensao-atrasada

O senhor atrasou a pensão? Está preso em flagrante, vagabundo!

O resto da dívida será cobrado com papai fora do xilindró. É… pois é… mas, fala sério, não é pra deixar o atraso se acumular por tantos meses! Mamãe, por favor, com poucos meses de atraso, coloque a máquina judiciária pra funcionar atrás do inadimplente!

Bem, de resto, o que se pode dizer é que essa coisa toda de pagar pensão pra filho só se acaba com a maioridade – e em alguns casos nem na maioridade – do petiz. Assim, tem papai e mamãe que simplesmente não abandonam nunca a roda-viva do “atrasa pensão/cobra pensão”, viram ratos de fórum.

A gente que trabalha com isso, muitas vezes acompanha o crescimento da criancinha. Coisas desse mundo. Afinal, ele é cruel, feio e cheio de problemas…

Claudia Lyra é uma mulher de quase quarenta anos, mãe, esposa, filha, irmã e dona de cachorros. Trabalha e estuda na área de Direito. Tem riso fácil e gargalhada escandalosa.

E também escreve no ótimo É a mãe! . Vai lá conhecer.

Claudia Lyra


Outros artigos escritos por

Somos entusiastas do embate saudável

O texto acima não representa a opinião do PapodeHomem. Somos um espaço plural, aberto a visões contraditórias. Conheça nossa visão e a essência do que fazemos. Você pode comentar abaixo ou ainda nos enviar um artigo para publicação.


EXPLODA SEU EMAIL

Enviamos um único email por dia, com nossos textos. Cuidado, ele é radioativo.


TEXTOS RELACIONADOS

Queremos uma discussão de alto nível, sem frescuras e bem humorada. Portanto, leia nossa Política de Comentários.


  • Maldito

    Claudia, e nos casos em que a mamãe gasta todo o dinheiro da pensão pra sustentar o marido novo?

    Em teoria o dinheiro da pensão é pra manter o padrão de vida da criança, não é?

    Não é o meu caso, pelo amor de Deus, tenho só 22 anos. Mas conheço um cara que a filha fazia inglês, espanhol, natação, kung fu e estudava em escola particular (tudo a gosto da criança, o pai não obriga a nada… conheço de perto o casal). Depois que separaram, a mulher arrumou outro cara e a menina está estudando em escola pública e o cara está usando a grana pra bancar faculdade… num tem nada que se possa fazer nesse caso?

  • Maldito

    Claudia, e nos casos em que a mamãe gasta todo o dinheiro da pensão pra sustentar o marido novo?

    Em teoria o dinheiro da pensão é pra manter o padrão de vida da criança, não é?

    Não é o meu caso, pelo amor de Deus, tenho só 22 anos. Mas conheço um cara que a filha fazia inglês, espanhol, natação, kung fu e estudava em escola particular (tudo a gosto da criança, o pai não obriga a nada… conheço de perto o casal). Depois que separaram, a mulher arrumou outro cara e a menina está estudando em escola pública e o cara está usando a grana pra bancar faculdade… num tem nada que se possa fazer nesse caso?

  • Maldito

    Posso mandar umas perguntas sobre legislação trabalhista pra você também?

  • Maldito

    Posso mandar umas perguntas sobre legislação trabalhista pra você também?

  • http://trapaiado.blogspot.com/ BOB

    sobre legislação trabalhista gostaria de fazer umas perguntas tbn…

  • http://trapaiado.blogspot.com BOB

    sobre legislação trabalhista gostaria de fazer umas perguntas tbn…

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    Ei Guilherme vc tem algum espião me rondando aqui no escritório?? Eu heim, eu tava faland disso ontem com minha prima!! hehehehehe!!

    O primeiro filho dela não teve pensão, e nem pai, porque o sujeito não ia ver o garoto prá não ouvi-la cobrando pensão e ela nunca teve coragem de obrigá-lo a pagar!!

    Um velho dito popular é: “Aos amigos tudo, aos inimigos, a lei”. Ela tem outro filho e eu lhe disse para colocar na Justiça e ela disse: “ah mas aí ele só vai me dar o que o Juiz determinar!! E eu disse: “Bem, e se ele cismar de não dar mais porra nenhuma?”

    Mulher que recebe pensão não pode ter outro homem que o sujeito já acha que ela vai usar o seu rico dinheirinho para sustentar o cara!! Aí ele pára de pagar a pensão, afinal ela já tá dando prá outro!!

    Alouuuuu o pai da criança não é o marido novo da mãe!! Se o papai acha que a mamãe vai pegar o dinheiro e enfiar no rabo do primeiro malandro que, com licença da palavra comer a mamãe, porque o papai não vai lá no juiz e pede a guarda do filhinho prá ele mesmo sustentar?

    Perdoe-me o deboche, Maldito, mas apesar de não estar na área, vejo isso acontecendo toda hora com amigas, primas, minha irmã!! Isso que vc acabou de dizer é a desculpa mais esfarrapada do mundo que a maioria usa prá parar de pagar pensão… infelizmente como bem disse a Claudia é um mundo cruel e feio… e chato e bobo e xixi coco!! hehehe!!

    Parabéns Claudia!! Beijos!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    Ei Guilherme vc tem algum espião me rondando aqui no escritório?? Eu heim, eu tava faland disso ontem com minha prima!! hehehehehe!!

    O primeiro filho dela não teve pensão, e nem pai, porque o sujeito não ia ver o garoto prá não ouvi-la cobrando pensão e ela nunca teve coragem de obrigá-lo a pagar!!

    Um velho dito popular é: “Aos amigos tudo, aos inimigos, a lei”. Ela tem outro filho e eu lhe disse para colocar na Justiça e ela disse: “ah mas aí ele só vai me dar o que o Juiz determinar!! E eu disse: “Bem, e se ele cismar de não dar mais porra nenhuma?”

    Mulher que recebe pensão não pode ter outro homem que o sujeito já acha que ela vai usar o seu rico dinheirinho para sustentar o cara!! Aí ele pára de pagar a pensão, afinal ela já tá dando prá outro!!

    Alouuuuu o pai da criança não é o marido novo da mãe!! Se o papai acha que a mamãe vai pegar o dinheiro e enfiar no rabo do primeiro malandro que, com licença da palavra comer a mamãe, porque o papai não vai lá no juiz e pede a guarda do filhinho prá ele mesmo sustentar?

    Perdoe-me o deboche, Maldito, mas apesar de não estar na área, vejo isso acontecendo toda hora com amigas, primas, minha irmã!! Isso que vc acabou de dizer é a desculpa mais esfarrapada do mundo que a maioria usa prá parar de pagar pensão… infelizmente como bem disse a Claudia é um mundo cruel e feio… e chato e bobo e xixi coco!! hehehe!!

    Parabéns Claudia!! Beijos!!

  • ALGOZ

    Don’t do the crime, if you can’t do the time

  • ALGOZ

    Don’t do the crime, if you can’t do the time

  • http://thecomplaint.wordpress.com/ Ed

    Cláudia, parabéns pelo post!

    Pena que outros crimes bem comuns aqui no Brasil (corrupção, lavagem de dinheiro…) não são tratados com tanta urgência como as pensões em atraso.

    Mas como você mesma disse, esse mundo é cruel, feio…

    Abraços!!!

  • http://thecomplaint.wordpress.com Ed

    Cláudia, parabéns pelo post!

    Pena que outros crimes bem comuns aqui no Brasil (corrupção, lavagem de dinheiro…) não são tratados com tanta urgência como as pensões em atraso.

    Mas como você mesma disse, esse mundo é cruel, feio…

    Abraços!!!

  • arrebatador

    Muita gente vai ser contra o que eu vou dizer….Mas e daí?

    As mulheres tem maior controle da natalidade do que os homens. Para ver isso, basta ter em mente a diferença da quantidade de métodos contraceptivos disponíveis para homens e para mulheres. Além de que muitos desses métodos têm caráter preventivo, que são usados em momentos quando se está mais dono da razão do que quando no momento da cópula .

    Não que isso deva livrar os bonachões de pagar a pensão, mas deve ser levada em conta quando for buscar auferir santidade a um dos genitores….

    Claro, em alguns desses casos de pensões, os filhos foram concebidos sob o consenso de ambos. Mas não são desses casos que estou falando…

  • arrebatador

    Muita gente vai ser contra o que eu vou dizer….Mas e daí?

    As mulheres tem maior controle da natalidade do que os homens. Para ver isso, basta ter em mente a diferença da quantidade de métodos contraceptivos disponíveis para homens e para mulheres. Além de que muitos desses métodos têm caráter preventivo, que são usados em momentos quando se está mais dono da razão do que quando no momento da cópula .

    Não que isso deva livrar os bonachões de pagar a pensão, mas deve ser levada em conta quando for buscar auferir santidade a um dos genitores….

    Claro, em alguns desses casos de pensões, os filhos foram concebidos sob o consenso de ambos. Mas não são desses casos que estou falando…

  • http://www.idvisual.org/ Enrique Villalobos

    Acho ótima essa série “tudo o que você precisa saber” da revista.

    =)

  • http://www.idvisual.org Enrique Villalobos

    Acho ótima essa série “tudo o que você precisa saber” da revista.

    =)

  • Elisandra

    Claudia, e quando a mamãe ganha bem e possui bens vai exigir pensão, se não estiver enganada corresponde a 30% do salário do cara. Tomará que o papai ganhe muito dinheiro, pois ai sim o valor é razoavél, senão mal vai dar pra manter as fraldas pampers e o leite(nan) do rebento.
    Brincadeiras a parte, conheço mães que ralam muito pra manter os filhos, e sem ajuda, são verdadeiras guerreiras.

  • Elisandra

    Claudia, e quando a mamãe ganha bem e possui bens vai exigir pensão, se não estiver enganada corresponde a 30% do salário do cara. Tomará que o papai ganhe muito dinheiro, pois ai sim o valor é razoavél, senão mal vai dar pra manter as fraldas pampers e o leite(nan) do rebento.
    Brincadeiras a parte, conheço mães que ralam muito pra manter os filhos, e sem ajuda, são verdadeiras guerreiras.

  • http://www.candeeiro.net/log Nel

    Ótimos esclarecimentos sobre o assunto…
    Qeum tá na dúvida, pague em dia, pois como ela disse… é prisão em flagrante!
    :)
    []s

  • http://www.candeeiro.net/log Nel

    Ótimos esclarecimentos sobre o assunto…
    Qeum tá na dúvida, pague em dia, pois como ela disse… é prisão em flagrante!
    :)
    []s

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    Arrebataror, eu sou contra o que você disse apenas por um motivo: o método contraceptivo mais antigo de todos os tempos chama-se camisinha de vênus. A pílula surgiu lá pelos anos 60…

    Desculpe, mas se levarmos em consideração sua análise, a responsabilidade primeiramente era dos homens.

    Guilherme, isso vale também pro seu pai né? Casa de ferreiro, espeto de pau, tanto falou prá vc se prevenir e ele mesmo…

    Todo mundo sabe que trepar pode gerar filhos, então porque não se prevenir??

    Afinal, vocês têm duas cabeças prá quê?? hahahahaha!!

    Beijos!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    Arrebataror, eu sou contra o que você disse apenas por um motivo: o método contraceptivo mais antigo de todos os tempos chama-se camisinha de vênus. A pílula surgiu lá pelos anos 60…

    Desculpe, mas se levarmos em consideração sua análise, a responsabilidade primeiramente era dos homens.

    Guilherme, isso vale também pro seu pai né? Casa de ferreiro, espeto de pau, tanto falou prá vc se prevenir e ele mesmo…

    Todo mundo sabe que trepar pode gerar filhos, então porque não se prevenir??

    Afinal, vocês têm duas cabeças prá quê?? hahahahaha!!

    Beijos!!

  • Pedro Sergio

    Gostei muito do artigo, em síntese, é isso aí mesmo.
    Só não concordo em dizer que o processo de execução de alimentos é um “troço chato que só”. Nunca fiquei aborrecido em ter que apavorar o pai-devedor com a frase: “ou paga ou é 60 dias de cana!” hehehe. Mas sinceramente, já vi sujeito escolher a última opção.

    Bom, mas sem querer ser cafajeste, ou estimular a picaretagem… se você é pai de 2 filhos e não quer pagar pensão nenhuma, brigue pela guarda de um dos filhos, leva pra tua casa e sustente ele (bem né). Alegue para o Juiz que já gasta o que tem com “o fliha lá de casa”, e que a mãe pode cuidar “dos outros 50%”.

  • Pedro Sergio

    Gostei muito do artigo, em síntese, é isso aí mesmo.
    Só não concordo em dizer que o processo de execução de alimentos é um “troço chato que só”. Nunca fiquei aborrecido em ter que apavorar o pai-devedor com a frase: “ou paga ou é 60 dias de cana!” hehehe. Mas sinceramente, já vi sujeito escolher a última opção.

    Bom, mas sem querer ser cafajeste, ou estimular a picaretagem… se você é pai de 2 filhos e não quer pagar pensão nenhuma, brigue pela guarda de um dos filhos, leva pra tua casa e sustente ele (bem né). Alegue para o Juiz que já gasta o que tem com “o fliha lá de casa”, e que a mãe pode cuidar “dos outros 50%”.

  • Maldito

    Jade, eu acho que a minha pergunta foi mal formulada…

    A pergunta que eu realmente queria a resposta… era se havia uma forma de se reduzir o valor da pensão ou de ganhar a guarda da criança…

    Porque po… sair de uma vida onde se tinha escola particular e uma porrada de cursos, pra ir estudar em escola pública??? Sendo que o cara novo que a mulher arranjou trabalha como operador (nada contra a classe), e que antes de conhecê-la só tinha segundo grau completo, e depois que eles passaram a viver juntos passou a fazer faculdade PARTICULAR…

    Eu acho que isso é, no mínimo, um pouco de coincidência demais e não só mais uma “desculpinha pra não pagar pensão”.

  • Elisandra

    É por essas e outras que tem uns camaradas por ai que tem uma renca de filho, um com cada mulher. E ai arruma uma maluca que entrega o herdeiro pro cara criar, “toma que o filho é teu” hahaha
    Temos várias brechas na lei, por isso tanta impunidade nesse país.

  • Maldito

    Jade, eu acho que a minha pergunta foi mal formulada…

    A pergunta que eu realmente queria a resposta… era se havia uma forma de se reduzir o valor da pensão ou de ganhar a guarda da criança…

    Porque po… sair de uma vida onde se tinha escola particular e uma porrada de cursos, pra ir estudar em escola pública??? Sendo que o cara novo que a mulher arranjou trabalha como operador (nada contra a classe), e que antes de conhecê-la só tinha segundo grau completo, e depois que eles passaram a viver juntos passou a fazer faculdade PARTICULAR…

    Eu acho que isso é, no mínimo, um pouco de coincidência demais e não só mais uma “desculpinha pra não pagar pensão”.

  • Elisandra

    É por essas e outras que tem uns camaradas por ai que tem uma renca de filho, um com cada mulher. E ai arruma uma maluca que entrega o herdeiro pro cara criar, “toma que o filho é teu” hahaha
    Temos várias brechas na lei, por isso tanta impunidade nesse país.

  • Elisandra

    Maldito, o nome que se da pra um cara desses é gigolô. Arrumou uma mulher pra se encostar, e tirar o sustento de uma criança.
    Eu só queria saber o que esse papai está fazendo que não pediu a guarda, não existe ex filho(a).

  • Elisandra

    Maldito, o nome que se da pra um cara desses é gigolô. Arrumou uma mulher pra se encostar, e tirar o sustento de uma criança.
    Eu só queria saber o que esse papai está fazendo que não pediu a guarda, não existe ex filho(a).

  • Maldito

    Elisandra…

    Ele está brigando na justiça…
    mas não sei pq o fdp do oficial não dá a notificação como entregue…

  • Maldito

    Elisandra…

    Ele está brigando na justiça…
    mas não sei pq o fdp do oficial não dá a notificação como entregue…

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    Maldito, agora eu entendi do que vc tá falando, tem mulher que é burra mesmo, quando se apaixona só falta abrir a boca pro cara cagar dentro, desculpe a grosseria!! Mas a vaca muitas vezes acaba negligencia mesmo o filho!!

    Novamente perdoem-me o vocabulário, mas prá mim homem e mulher que negligencia filho é sacana e não merece respeito. Não me importam os motivos, se uma criatura veio ao mundo através de você, a pessoa tem responsabilidade total em criá-la, ou dar a quem pode criar.

    Mas pode ser também que morando junto tenha sobrado um dinheiro pro sujeito fazer faculdade, o que não justifica tirar a criança da escola particular…

    Não sei se o pai poderia alegar negligência no uso da pensão do filho e revisar a pensão, pagando ele mesmo essas contas, ou como eu disse e o Pedro Sérgio também, tentar pegar a guarda da criança e ele criar!! Drª Clara, é possível isso??

    Eu sou a pessoa mais chata desse mundo prá falar em responsabilidade, porque a pensão do meu filho é paga pela avó, que assumiu a resposabilidade do meu ex-marido, porque sabia que se tivesse ficado por conta dele, ele já teria ido preso umas mil vezes, porque eu não perdôo!!

    Na hora de fazer o filho eu não fiz sozinha!! hehehehe!!

    Beijos!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    Maldito, agora eu entendi do que vc tá falando, tem mulher que é burra mesmo, quando se apaixona só falta abrir a boca pro cara cagar dentro, desculpe a grosseria!! Mas a vaca muitas vezes acaba negligencia mesmo o filho!!

    Novamente perdoem-me o vocabulário, mas prá mim homem e mulher que negligencia filho é sacana e não merece respeito. Não me importam os motivos, se uma criatura veio ao mundo através de você, a pessoa tem responsabilidade total em criá-la, ou dar a quem pode criar.

    Mas pode ser também que morando junto tenha sobrado um dinheiro pro sujeito fazer faculdade, o que não justifica tirar a criança da escola particular…

    Não sei se o pai poderia alegar negligência no uso da pensão do filho e revisar a pensão, pagando ele mesmo essas contas, ou como eu disse e o Pedro Sérgio também, tentar pegar a guarda da criança e ele criar!! Drª Clara, é possível isso??

    Eu sou a pessoa mais chata desse mundo prá falar em responsabilidade, porque a pensão do meu filho é paga pela avó, que assumiu a resposabilidade do meu ex-marido, porque sabia que se tivesse ficado por conta dele, ele já teria ido preso umas mil vezes, porque eu não perdôo!!

    Na hora de fazer o filho eu não fiz sozinha!! hehehehe!!

    Beijos!

  • RM

    Suborno, Maldito. Deve ser por isso que a notificação nunca foi (e provavelmente nunca será) entregue.
    Passei por isso na pele. Hoje em dia, acho que até funcionam estes processos de pensão alimentícia, como a Claudia descreveu. Mas quando eu era pequena e meus pais se separaram, aconteceu exatamente o contrário da situação dos teus amigos.
    De um dia para outro, papai achou que pagava “muito” de pensão e parou de pagar. Depois de eu tanto aporrinhar minha mãe, movemos uma ação judicial que NUNCA terminou. Sabe por que? Simples, meu pai subornava o oficial para não entregar a intimação. Hoje em dia, do jeito que a corrupção anda solta, você acha mesmo que os oficiais são incorruptíveis?
    Se a tua conhecida é uma canalha, vou torcer para teu amigo conseguir a guarda da criança, mas é bom ele ficar de olho no oficial.
    Beijos.

  • RM

    Suborno, Maldito. Deve ser por isso que a notificação nunca foi (e provavelmente nunca será) entregue.
    Passei por isso na pele. Hoje em dia, acho que até funcionam estes processos de pensão alimentícia, como a Claudia descreveu. Mas quando eu era pequena e meus pais se separaram, aconteceu exatamente o contrário da situação dos teus amigos.
    De um dia para outro, papai achou que pagava “muito” de pensão e parou de pagar. Depois de eu tanto aporrinhar minha mãe, movemos uma ação judicial que NUNCA terminou. Sabe por que? Simples, meu pai subornava o oficial para não entregar a intimação. Hoje em dia, do jeito que a corrupção anda solta, você acha mesmo que os oficiais são incorruptíveis?
    Se a tua conhecida é uma canalha, vou torcer para teu amigo conseguir a guarda da criança, mas é bom ele ficar de olho no oficial.
    Beijos.

  • Rodrigo Almeida

    Engraçado é que as mulheres clamam por direitos legais iguais entre homens e mulheres, mas, na hora de lutar pela guarda na justiça na maioria absoluta dos veredictos as crianças ficam com as mães e os pais pagam a pensão.

    Bem justo.

  • Rodrigo Almeida

    Engraçado é que as mulheres clamam por direitos legais iguais entre homens e mulheres, mas, na hora de lutar pela guarda na justiça na maioria absoluta dos veredictos as crianças ficam com as mães e os pais pagam a pensão.

    Bem justo.

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    Rodrigo, não me leve a mal, mas eu duvido muito que a maioria dos homens queira cuidar do filho 24×7 e pagar todas as contas, recebendo uma pensão, que no meu caso é de 500 reais.

    Mas só acuso meu ex-marido de falta de responsabilidade, porque amor não falta ao meu filho, porém a carga toda sempre ficou nas minhas costas, mesmo quando casados!!

    Hoje meu filho tem 14 anos, quando me separei ele tinha 5, eu trabalhava de 9 às 18, levava e buscava na creche e o pai só o pegava, como faz até hoje de 15 em 15 dias… algumas vezes durante a semana.

    Direitos iguais não tem nada a ver com criação de filho.

    Na maioria das vezes, o cara pensa feito o pai da RM que paga muito de pensão e simplesmente larga pra lá…

    Volto a dizer, filho não é feito só pela mulher.

    Beijos!!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    Rodrigo, não me leve a mal, mas eu duvido muito que a maioria dos homens queira cuidar do filho 24×7 e pagar todas as contas, recebendo uma pensão, que no meu caso é de 500 reais.

    Mas só acuso meu ex-marido de falta de responsabilidade, porque amor não falta ao meu filho, porém a carga toda sempre ficou nas minhas costas, mesmo quando casados!!

    Hoje meu filho tem 14 anos, quando me separei ele tinha 5, eu trabalhava de 9 às 18, levava e buscava na creche e o pai só o pegava, como faz até hoje de 15 em 15 dias… algumas vezes durante a semana.

    Direitos iguais não tem nada a ver com criação de filho.

    Na maioria das vezes, o cara pensa feito o pai da RM que paga muito de pensão e simplesmente larga pra lá…

    Volto a dizer, filho não é feito só pela mulher.

    Beijos!!!

  • arrebatador

    Rodrigo, eu entendo que podem sim existir pais que desejam a guarda dos filhos. Muitos deles, inclusive, têm esse desejo motivados por entraves que algumas mães colocam na relação deles com os filhos. Até mesmo foram formados grupos de pais nesta situação, que visam sanar esse tipo de injustiça. O link a seguir demonstra bem um exemplo desses grupos: http://www.paisporjustica.com/quem_somos.aspx

    Mas a vida é assim, Rodrigo: a igualdade só é justa quando convém… Mesmo quando se tem ao seu alcance todas as ferramentas imagináveis para evitar os infortúnios, se for possível jogar a responsabilidade por esses infortúnios inteiramente para a outra pessoa, faça-o. E invente desculpas, finja que parou no tempo, culpe a sociedade da sua época, culpe a sociedade de outra época, faça tudo que puder para se eximir de qualquer responsabilidade.

  • arrebatador

    Rodrigo, eu entendo que podem sim existir pais que desejam a guarda dos filhos. Muitos deles, inclusive, têm esse desejo motivados por entraves que algumas mães colocam na relação deles com os filhos. Até mesmo foram formados grupos de pais nesta situação, que visam sanar esse tipo de injustiça. O link a seguir demonstra bem um exemplo desses grupos: http://www.paisporjustica.com/quem_somos.aspx

    Mas a vida é assim, Rodrigo: a igualdade só é justa quando convém… Mesmo quando se tem ao seu alcance todas as ferramentas imagináveis para evitar os infortúnios, se for possível jogar a responsabilidade por esses infortúnios inteiramente para a outra pessoa, faça-o. E invente desculpas, finja que parou no tempo, culpe a sociedade da sua época, culpe a sociedade de outra época, faça tudo que puder para se eximir de qualquer responsabilidade.

  • arrebatador

    Ah! Não se esqueçam: o coitadismo está em todos os cantos, menos na hora de se declarar vítima da desigualdade social. Pra mim, esse tipo de conduta não significa seguir um ideal de igualdade, significa apenas seguir um ideal do oportunismo.

  • arrebatador

    Ah! Não se esqueçam: o coitadismo está em todos os cantos, menos na hora de se declarar vítima da desigualdade social. Pra mim, esse tipo de conduta não significa seguir um ideal de igualdade, significa apenas seguir um ideal do oportunismo.

  • Elisandra

    Maldito.Existe meios de entrar com recurso, bem documentado provando o mal uso do dinheiro. Fotografando, pegando uma declaração de matrícula em escola pública, e uma de que em alguns anos estudava em outra escola paga, e comprovantes depósitos, demonstrando que o valor não foi reduzido. É bom encontar um bom advogado, que seja no minímo esforçado, briguento mesmo. Ah quase me esqueço existe um tal de abias data, falta advogado esperto ai.

  • Elisandra

    Maldito.Existe meios de entrar com recurso, bem documentado provando o mal uso do dinheiro. Fotografando, pegando uma declaração de matrícula em escola pública, e uma de que em alguns anos estudava em outra escola paga, e comprovantes depósitos, demonstrando que o valor não foi reduzido. É bom encontar um bom advogado, que seja no minímo esforçado, briguento mesmo. Ah quase me esqueço existe um tal de abias data, falta advogado esperto ai.

  • Elisandra

    Rodrigo não é protecionismo não a justiça entende que a criança fica melhor com a mãe. Uma criança dependendo da idade depende mais da mãe, amamentação, e outros fatores. Mas entendo que existem mães que são piores que ….mas existem assistentes sociais, psicologos que acompanham o caso ou deveriam acompanhar, e avaliar quem tem condições de cuidar, educar…
    Como no caso do amigo do Maldito, poderia ser feito uma denuncia, é que o mais frequente são denuncias de abusos fisicos, psicológicos.

  • Elisandra

    Rodrigo não é protecionismo não a justiça entende que a criança fica melhor com a mãe. Uma criança dependendo da idade depende mais da mãe, amamentação, e outros fatores. Mas entendo que existem mães que são piores que ….mas existem assistentes sociais, psicologos que acompanham o caso ou deveriam acompanhar, e avaliar quem tem condições de cuidar, educar…
    Como no caso do amigo do Maldito, poderia ser feito uma denuncia, é que o mais frequente são denuncias de abusos fisicos, psicológicos.

  • Maldito

    Então… esse amigo meu só quer a guarda da criança, pq ele realmente é um bom pai… quando rolou a separação, o casamento já estava ruim… mas ele entrou numa depressão fudida mesmo pq a mulher dele não deixava ele ver a criança…
    Foi como se realmente tivessem arrancado um pedaço dele… a menina tb deve ter sofrido muito, pq ela também era muito apegada ao pai…

  • Maldito

    Então… esse amigo meu só quer a guarda da criança, pq ele realmente é um bom pai… quando rolou a separação, o casamento já estava ruim… mas ele entrou numa depressão fudida mesmo pq a mulher dele não deixava ele ver a criança…
    Foi como se realmente tivessem arrancado um pedaço dele… a menina tb deve ter sofrido muito, pq ela também era muito apegada ao pai…

  • http://www.supra-sumo.org/ Mário Yanase

    Maldito, tomara que o juiz retire a guarda da ex do seu amigo, que é, convenhamos, uma grande vadia. Aonde já se viu tirar o padrão de vida da filha para melhorar a do primeiro macho que ela encontrou? Ao meu ver, isso é um absurdo. Eu não aceitaria que fizessem isso com algum filho meu, não mesmo. Isso serve para mostrar que há dois lados da moeda. Claro que, em muitas vezes, as mulheres são mais prejudicadas, mas não sempre. Há pais que amam muito mais os filhos do que as próprias mães…

  • http://www.supra-sumo.org Mário Yanase

    Maldito, tomara que o juiz retire a guarda da ex do seu amigo, que é, convenhamos, uma grande vadia. Aonde já se viu tirar o padrão de vida da filha para melhorar a do primeiro macho que ela encontrou? Ao meu ver, isso é um absurdo. Eu não aceitaria que fizessem isso com algum filho meu, não mesmo. Isso serve para mostrar que há dois lados da moeda. Claro que, em muitas vezes, as mulheres são mais prejudicadas, mas não sempre. Há pais que amam muito mais os filhos do que as próprias mães…

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi, gente!

    Bom… primeiro de tudo: existem vários pais que detêm a guarda de seus filhos e, nesses casos, são as mães que pagam – ou não – a pensão. O mais comum, no entanto, é a guarda dos filhos ficar com a mãe. Por isso que, no meu texto, apresentei a mãe como a guardiã e o pai como o alimentante… foi só pra facilitar… vocês entenderam, né?

    Dito isto, vamos ver ser consigo responder as perguntas que apareceram nos comentários…

    Maldito – seu amigo pode, sim, exigir judicialmente uma prestação de contas da ex-mulher, já que existe a suspeita de que ela usa a pensão para “sustentar o marido novo”. Nem é tão complicado assim. Ele faz esse pedido, por advogado ou defensor público, no mesmo processo que fixou a pensão alimentícia; e a mãe da criança vai ter que provar com notas fiscais, recibos e afins para onde o dinheiro está indo. Mas tem um detalhe que não pode ser esquecido: somente a queda de padrão de vida da criança não é prova de que o dinheiro está sendo mal usado. Infelizmente, quando ocorre uma separação, muito dificilmente o padrão de vida dos envolvidos é mantido. São duas casas pra sustentar, vidas correndo em paralelo…. de qualquer maneira, se ele conseguir provar que a mãe está gerindo mal os recursos da pensão, ele pode até conseguir a guarda da filha. Ah! Quanto às perguntas de legislação trabalhista, sinceramente, não é a minha praia. Mas, se não me engano, um dos colaboradores da PDH é juiz trabalhista. Talvez ele possa te ajudar.

    Bob – Acho que o finalzinho da resposta que dei ao Maldito te serve também… ;)

    J@de – O raciocínio de muitos pais é justamente esse: a mãe está com outro, então o outro que sustente a casa. Mas, como você falou, o pai da criança continua sendo um dos responsáveis pelo sustento da prole… ai, que mundo feio e bobo, né não?

    Ed – O ideal seria que toda a injustiça humana fosse combatida exemplarmente. Mas isso não é desse mundo, não mesmo!

    Arrebatador – A pensão é paga em favor da criança; não tem nada a ver com a santidade dos genitores, ou com a mulher ter sido negligente na hora de evitar filho, ou com ela ter dado o “golpe da barriga”. Fez filho, tem que dar de comer para ele. Se o filho mora contigo, você vai ao supermercado e faz compras para encher a geladeira. Se o filho não mora contigo, você paga pensão para ele até o bichim se tornar um adulto. Simples, simples.

    Guilherme – Parabéns pela irmãzinha!!!! Hauhauahuahaua… (cê sabe que te adoro, num sabe?)

    Elisandra – Quando o juiz fixa a pensão, ele tem que analisar o famoso binômio necessidade (da criança) e possibilidade (de quem está pagando a pensão). Filho de pai pobre vai ter pensão pequena, não tem jeito. Em compensação, quem tem filho com um dos Rolling Stones tem pensão em milhares de dólares. É assim que funciona…

    Pedro Sérgio – Você também trabalha na área? Aterrorizar mal pagadores de pensão é mesmo muito divertido, heheheehe…

    RM – Pois é… rola propina mesmo, que a gente sabe… mas, como já falado exaustivamente nesse espaço, isso só acontece porque o mundo é cruel, feio e cheio de problemas…

    Rodrigo – no dia-a-dia das Varas de Família, os processos em que pais “lutam” pela guarda dos filhos são uma gotinha num oceano de pedidos de pensão alimentícias propostos pelas mães. De verdade, como disse a J@de, a maioria dos pais não querem a guarda da criança. Preferem que as mães cuidem dos filhos e eles vão lá só para visitar. Fazer o que, né?

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Oi, gente!

    Bom… primeiro de tudo: existem vários pais que detêm a guarda de seus filhos e, nesses casos, são as mães que pagam – ou não – a pensão. O mais comum, no entanto, é a guarda dos filhos ficar com a mãe. Por isso que, no meu texto, apresentei a mãe como a guardiã e o pai como o alimentante… foi só pra facilitar… vocês entenderam, né?

    Dito isto, vamos ver ser consigo responder as perguntas que apareceram nos comentários…

    Maldito – seu amigo pode, sim, exigir judicialmente uma prestação de contas da ex-mulher, já que existe a suspeita de que ela usa a pensão para “sustentar o marido novo”. Nem é tão complicado assim. Ele faz esse pedido, por advogado ou defensor público, no mesmo processo que fixou a pensão alimentícia; e a mãe da criança vai ter que provar com notas fiscais, recibos e afins para onde o dinheiro está indo. Mas tem um detalhe que não pode ser esquecido: somente a queda de padrão de vida da criança não é prova de que o dinheiro está sendo mal usado. Infelizmente, quando ocorre uma separação, muito dificilmente o padrão de vida dos envolvidos é mantido. São duas casas pra sustentar, vidas correndo em paralelo…. de qualquer maneira, se ele conseguir provar que a mãe está gerindo mal os recursos da pensão, ele pode até conseguir a guarda da filha. Ah! Quanto às perguntas de legislação trabalhista, sinceramente, não é a minha praia. Mas, se não me engano, um dos colaboradores da PDH é juiz trabalhista. Talvez ele possa te ajudar.

    Bob – Acho que o finalzinho da resposta que dei ao Maldito te serve também… ;)

    J@de – O raciocínio de muitos pais é justamente esse: a mãe está com outro, então o outro que sustente a casa. Mas, como você falou, o pai da criança continua sendo um dos responsáveis pelo sustento da prole… ai, que mundo feio e bobo, né não?

    Ed – O ideal seria que toda a injustiça humana fosse combatida exemplarmente. Mas isso não é desse mundo, não mesmo!

    Arrebatador – A pensão é paga em favor da criança; não tem nada a ver com a santidade dos genitores, ou com a mulher ter sido negligente na hora de evitar filho, ou com ela ter dado o “golpe da barriga”. Fez filho, tem que dar de comer para ele. Se o filho mora contigo, você vai ao supermercado e faz compras para encher a geladeira. Se o filho não mora contigo, você paga pensão para ele até o bichim se tornar um adulto. Simples, simples.

    Guilherme – Parabéns pela irmãzinha!!!! Hauhauahuahaua… (cê sabe que te adoro, num sabe?)

    Elisandra – Quando o juiz fixa a pensão, ele tem que analisar o famoso binômio necessidade (da criança) e possibilidade (de quem está pagando a pensão). Filho de pai pobre vai ter pensão pequena, não tem jeito. Em compensação, quem tem filho com um dos Rolling Stones tem pensão em milhares de dólares. É assim que funciona…

    Pedro Sérgio – Você também trabalha na área? Aterrorizar mal pagadores de pensão é mesmo muito divertido, heheheehe…

    RM – Pois é… rola propina mesmo, que a gente sabe… mas, como já falado exaustivamente nesse espaço, isso só acontece porque o mundo é cruel, feio e cheio de problemas…

    Rodrigo – no dia-a-dia das Varas de Família, os processos em que pais “lutam” pela guarda dos filhos são uma gotinha num oceano de pedidos de pensão alimentícias propostos pelas mães. De verdade, como disse a J@de, a maioria dos pais não querem a guarda da criança. Preferem que as mães cuidem dos filhos e eles vão lá só para visitar. Fazer o que, né?

  • RM

    Particularmente, eu penso que o pai que deseja a guarda de seu filho tem que lutar por ele. Desde que a onda de separações assolou este país, o que aconteceu visivelmente na minha infância – onde primeiro o casal se desquitava, aguardava uns 5 anos e depois se divorciava – sempre a guarda dos filhos é preferencialmente da mãe. Sim, sim… bastante machista este conceito, mas fazer o que? Na maioria das vezes, quem levanta à noite pra amamentar, ver por que o rebento tá chorando ou por que engasgou é a mãe. A relação mãe-filho é muito forte para ser quebrada.
    Porém, num caso suspeitíssimo como este que o Maldito usou como exemplo, em que o pai está demonstrando preocupação sincera com a criança, não vejo por que ele não lutar por ela. E qualquer juiz munido de um tico de bom senso vai perceber se a v.a.c.a. da mãe tá usando mal o dindim da pensão.
    Arrebatador, concordo que hoje em dia muita mulher tá dando o golpe da barriga pra arranjar sustento (ilusório isto, mas rola sim). Porém, não é só responsabilidade da mulher a utilização de métodos contraceptivos. É muito conveniente culpar um e outro. Eu culpo os dois, afinal não se faz filho sozinho. E fez filho? Tem que sustentar, independente se é o pai ou a mãe.
    Tenho um amigo que vive quebrando o pau com a mãe de uma das filhas – que nasceu de uma relação casual – e vive chamando-a de exploradora, só porque ele paga R$ 200,00 (“duzentosreal” – isso mesmo) de pensão por mês – ele tem mais de um filho e precisa dividir a grana da pensão. Agora me diga: mesmo que vc baixe o padrão de vida no pé, dá pra sustentar uma criança (to falando de comida boa, fruta fresca, roupa, calçado, escola, material, transporte e alguém pra cuidar, visto que o dinheiro da pensão não é para a mãe e sim para a cria) com este caraminguá? Alguns pais só enxergam um lado da questão: o bolso. Quando se vive junto, facilmente se enxerga para onde o dinheiro vai, mas qdo se separa e o ex-conjuge arranja um novo parceiro, a “exploração” começa a ser o tema da conversa.
    No meu caso, minha mãe nunca arranjou outro marido ou namorado. Vivemos sempre as duas sozinhas e meu pai parou de pagar a pensão porque se sentia explorado. Ele sim arranjou outra mulher rapidinho e precisava montar uma casa legal pra ela, coisa que a gente nunca teve. Detalhe: eu tinha menos de 9 anos, minha mãe não trabalhava PORQUE ELE NÃO DEIXOU Q CONTINUASSE TRABALHANDO DEPOIS DE CASADOS (sim, era isso q acontecia nos anos 60/70) e alguém precisava cuidar de mim. Mas são aguas passadas.
    Mesmo com as propinas rolando, acredito que a legislação pertinente a pensão funcione muito melhor hoje.
    Beijos a todos.

  • RM

    Particularmente, eu penso que o pai que deseja a guarda de seu filho tem que lutar por ele. Desde que a onda de separações assolou este país, o que aconteceu visivelmente na minha infância – onde primeiro o casal se desquitava, aguardava uns 5 anos e depois se divorciava – sempre a guarda dos filhos é preferencialmente da mãe. Sim, sim… bastante machista este conceito, mas fazer o que? Na maioria das vezes, quem levanta à noite pra amamentar, ver por que o rebento tá chorando ou por que engasgou é a mãe. A relação mãe-filho é muito forte para ser quebrada.
    Porém, num caso suspeitíssimo como este que o Maldito usou como exemplo, em que o pai está demonstrando preocupação sincera com a criança, não vejo por que ele não lutar por ela. E qualquer juiz munido de um tico de bom senso vai perceber se a v.a.c.a. da mãe tá usando mal o dindim da pensão.
    Arrebatador, concordo que hoje em dia muita mulher tá dando o golpe da barriga pra arranjar sustento (ilusório isto, mas rola sim). Porém, não é só responsabilidade da mulher a utilização de métodos contraceptivos. É muito conveniente culpar um e outro. Eu culpo os dois, afinal não se faz filho sozinho. E fez filho? Tem que sustentar, independente se é o pai ou a mãe.
    Tenho um amigo que vive quebrando o pau com a mãe de uma das filhas – que nasceu de uma relação casual – e vive chamando-a de exploradora, só porque ele paga R$ 200,00 (“duzentosreal” – isso mesmo) de pensão por mês – ele tem mais de um filho e precisa dividir a grana da pensão. Agora me diga: mesmo que vc baixe o padrão de vida no pé, dá pra sustentar uma criança (to falando de comida boa, fruta fresca, roupa, calçado, escola, material, transporte e alguém pra cuidar, visto que o dinheiro da pensão não é para a mãe e sim para a cria) com este caraminguá? Alguns pais só enxergam um lado da questão: o bolso. Quando se vive junto, facilmente se enxerga para onde o dinheiro vai, mas qdo se separa e o ex-conjuge arranja um novo parceiro, a “exploração” começa a ser o tema da conversa.
    No meu caso, minha mãe nunca arranjou outro marido ou namorado. Vivemos sempre as duas sozinhas e meu pai parou de pagar a pensão porque se sentia explorado. Ele sim arranjou outra mulher rapidinho e precisava montar uma casa legal pra ela, coisa que a gente nunca teve. Detalhe: eu tinha menos de 9 anos, minha mãe não trabalhava PORQUE ELE NÃO DEIXOU Q CONTINUASSE TRABALHANDO DEPOIS DE CASADOS (sim, era isso q acontecia nos anos 60/70) e alguém precisava cuidar de mim. Mas são aguas passadas.
    Mesmo com as propinas rolando, acredito que a legislação pertinente a pensão funcione muito melhor hoje.
    Beijos a todos.

  • arrebatador

    Ah! Então por mim tudo bem, Claudia Lyra… Em nenhum segundo quis discutir a validade da pensão; na verdade, concordo com a sua existência. Ora! A pobre criança não tem que pagar pelos erros desses velhos inconseqüentes. Só não quero que sempre haja o tratamento que consiste em santas heroínas da jornada dupla VS picaretas mulherengos safados pão-duros. Não há santos! Foi vc quem disse: “o mundo é cruel, feio e cheio de problemas… ”

    Por isso eu não sinto a mínima pena quando vejo alguém se colocar no papel de vítima coitadinha ingênua. Sei lá, pode haver mais história por trás do que esse ser que se diz miserável quer demonstrar…

    Ah! Sem hipocrisia, gente; todo mundo sabe que sexo sem camisinha é mais gostoso. E, quando a relação está um tanto madura, GERALMENTE o natural é crer no que a parceira fala… Sim! Me dói dizer isso, mas alguns de nós homens somos ingênuos em alguns instantes! Ler o Dr. Love ajuda um pouco nessa compreensão.

  • arrebatador

    Ah! Então por mim tudo bem, Claudia Lyra… Em nenhum segundo quis discutir a validade da pensão; na verdade, concordo com a sua existência. Ora! A pobre criança não tem que pagar pelos erros desses velhos inconseqüentes. Só não quero que sempre haja o tratamento que consiste em santas heroínas da jornada dupla VS picaretas mulherengos safados pão-duros. Não há santos! Foi vc quem disse: “o mundo é cruel, feio e cheio de problemas… ”

    Por isso eu não sinto a mínima pena quando vejo alguém se colocar no papel de vítima coitadinha ingênua. Sei lá, pode haver mais história por trás do que esse ser que se diz miserável quer demonstrar…

    Ah! Sem hipocrisia, gente; todo mundo sabe que sexo sem camisinha é mais gostoso. E, quando a relação está um tanto madura, GERALMENTE o natural é crer no que a parceira fala… Sim! Me dói dizer isso, mas alguns de nós homens somos ingênuos em alguns instantes! Ler o Dr. Love ajuda um pouco nessa compreensão.

  • Maldito

    Meu pai também arrumou uma mulher por fora… o detalhe é que ela era filha de um empregado “de confiança”…

    Apesar da canalhice sem noção que ele fez, de estragar um casamento de quase vinte e cinco anos (apesar de que existam artigos neste site sobre Porque os homens traem ou porque as pessoas traem, pra mim, quem trai é tudo filho da puta!), ele foi vítima também do tal do golpe da barriga. O motivo é o seguinte:

    A vaquinha era casada por três anos, separou-se e nunca engravidou… Aí com o meu pai, ela engravidou… estranho, né…

    Vaquinha sim… mesmo que tenha engravidado por acidente, ela sabia que meu pai era casado… Não estou absolvendo meu pai, mas porra… quando um não quer, dois não fazem…

    Meu irmãozinho já tem quase um ano… e eu não posso visitá-lo, porque se eu for lá, eu temo pela segurança das pessoas no local… exceto pelo meu irmãozinho, que não tem culpa de nada…

  • Maldito

    Meu pai também arrumou uma mulher por fora… o detalhe é que ela era filha de um empregado “de confiança”…

    Apesar da canalhice sem noção que ele fez, de estragar um casamento de quase vinte e cinco anos (apesar de que existam artigos neste site sobre Porque os homens traem ou porque as pessoas traem, pra mim, quem trai é tudo filho da puta!), ele foi vítima também do tal do golpe da barriga. O motivo é o seguinte:

    A vaquinha era casada por três anos, separou-se e nunca engravidou… Aí com o meu pai, ela engravidou… estranho, né…

    Vaquinha sim… mesmo que tenha engravidado por acidente, ela sabia que meu pai era casado… Não estou absolvendo meu pai, mas porra… quando um não quer, dois não fazem…

    Meu irmãozinho já tem quase um ano… e eu não posso visitá-lo, porque se eu for lá, eu temo pela segurança das pessoas no local… exceto pelo meu irmãozinho, que não tem culpa de nada…

  • shijisha

    Gostei muito do artigo. Só acrescentarei, sem pretensão nenhuma, alguns pontos que não foram destacados (ou não consegui achá-los):

    a) O prazo prescricional para exigir o pagamento da pensão alimentícia em atraso é de 2 anos, ou seja, parcelas com mais de dois anos de atraso não são mais executáveis;

    b) O fato de o alimentante estar ou for preso por causa do inadimplemento do pagamento não o isenta de pagar. Ele continua devendo e deve pagar, sendo que a prisão é só um meio de coação. O fato de prender o devedor não compensa o débito.

    c) O fato do alimentado ter adquirido a capacidade plena (ou maioridade civil, como preferirem), por si só, não isenta o pagamento da pensão. É OBRIGATÓRIO o manejo de uma ação de exoneração de obrigação alimentícia. Então, cuidado.

    No mais, parabéns pelo artigo.

  • shijisha

    Gostei muito do artigo. Só acrescentarei, sem pretensão nenhuma, alguns pontos que não foram destacados (ou não consegui achá-los):

    a) O prazo prescricional para exigir o pagamento da pensão alimentícia em atraso é de 2 anos, ou seja, parcelas com mais de dois anos de atraso não são mais executáveis;

    b) O fato de o alimentante estar ou for preso por causa do inadimplemento do pagamento não o isenta de pagar. Ele continua devendo e deve pagar, sendo que a prisão é só um meio de coação. O fato de prender o devedor não compensa o débito.

    c) O fato do alimentado ter adquirido a capacidade plena (ou maioridade civil, como preferirem), por si só, não isenta o pagamento da pensão. É OBRIGATÓRIO o manejo de uma ação de exoneração de obrigação alimentícia. Então, cuidado.

    No mais, parabéns pelo artigo.

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    “Por isso eu não sinto a mínima pena quando vejo alguém se colocar no papel de vítima coitadinha ingênua. Sei lá, pode haver mais história por trás do que esse ser que se diz miserável quer demonstrar…”

    Arrebatador, concordo com vc, eu também não sinto a menor pena!! Acho uma putaria essas mulheres que usam filhos prá prender o cara, ou prá garantir sustento, e como existe isso!!

    Mas na minha opinião os homens deviam ser mais responsáveis em evitar a gravidez, vc sabe que eu conheço vários homens que não carregam camisinha no bolso? Eu, que fico meses sem trepar, tenho camisinhas na bolsa!! hehehehe!!

    Aí o que rola? Umas cervejas a mais, uma metidinha de nada… 9 meses depois, o rebento!!

    Enfim, o mudo é uma bosta mesmo e o artigo e as explicações da Claudia foram ótimas!!

    Creio que ainda vai ter gente com dúvidas, e eu tô aí prá meter o bedelho mesmo!!

    Beijos!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    “Por isso eu não sinto a mínima pena quando vejo alguém se colocar no papel de vítima coitadinha ingênua. Sei lá, pode haver mais história por trás do que esse ser que se diz miserável quer demonstrar…”

    Arrebatador, concordo com vc, eu também não sinto a menor pena!! Acho uma putaria essas mulheres que usam filhos prá prender o cara, ou prá garantir sustento, e como existe isso!!

    Mas na minha opinião os homens deviam ser mais responsáveis em evitar a gravidez, vc sabe que eu conheço vários homens que não carregam camisinha no bolso? Eu, que fico meses sem trepar, tenho camisinhas na bolsa!! hehehehe!!

    Aí o que rola? Umas cervejas a mais, uma metidinha de nada… 9 meses depois, o rebento!!

    Enfim, o mudo é uma bosta mesmo e o artigo e as explicações da Claudia foram ótimas!!

    Creio que ainda vai ter gente com dúvidas, e eu tô aí prá meter o bedelho mesmo!!

    Beijos!!

  • Mr. Hide.

    Bullshit!

    Sou a prova viva que o sistema não funciona.

    Meu “pai” simplesmente nunca pagou pensão, e isso já dura 6 anos.

    Depois de um monte de sacaneadas do juiz, advogados e afins, simplesmente desistimos de correr atrás. Estava claro, que, no mínimo, o advogado de minha mãe fora comprado.

    Prisão? HAHA!
    O que ganhamos foi um “quase” atestado de insanidade dito pela assistente social que veio fazer o relatório. Comprada também? Sei lá!

    Tem coisas que são melhores quando não temos. O dinheiro de gente assim, é uma.

    A propósito, a mulher insana, vulgo minha mãe, sustentou 3 filhos pagando tudo do bom e do melhor até hoje, inclusive faculdade de medicina.

  • Mr. Hide.

    Bullshit!

    Sou a prova viva que o sistema não funciona.

    Meu “pai” simplesmente nunca pagou pensão, e isso já dura 6 anos.

    Depois de um monte de sacaneadas do juiz, advogados e afins, simplesmente desistimos de correr atrás. Estava claro, que, no mínimo, o advogado de minha mãe fora comprado.

    Prisão? HAHA!
    O que ganhamos foi um “quase” atestado de insanidade dito pela assistente social que veio fazer o relatório. Comprada também? Sei lá!

    Tem coisas que são melhores quando não temos. O dinheiro de gente assim, é uma.

    A propósito, a mulher insana, vulgo minha mãe, sustentou 3 filhos pagando tudo do bom e do melhor até hoje, inclusive faculdade de medicina.

  • Elisandra

    Mr. Hide, não conheço sua mãe mas já a admiro muito.
    Quanto ao seu pai, com o perdão da palavra é filhos da p… sem tamanho.
    Graças a DEUS fui premiada tenho pais maravilhosos, que se amam um bocado, se respeitam, e deram uma ótima educação aos filhos, com exemplo, valores, presença constante, sem dominação, intromissão, mas sendo parte, contribuindo.
    Se mais papais fossem assim teriamos uma geração menos revoltada, drogada, desestruturada, imatura e despreparada.

  • Elisandra

    Mr. Hide, não conheço sua mãe mas já a admiro muito.
    Quanto ao seu pai, com o perdão da palavra é filhos da p… sem tamanho.
    Graças a DEUS fui premiada tenho pais maravilhosos, que se amam um bocado, se respeitam, e deram uma ótima educação aos filhos, com exemplo, valores, presença constante, sem dominação, intromissão, mas sendo parte, contribuindo.
    Se mais papais fossem assim teriamos uma geração menos revoltada, drogada, desestruturada, imatura e despreparada.

  • http://www.supra-sumo.org/ Mário Yanase

    A propósito, meu pai e minha mãe também são separados desde que eu era pequeno. Felizmente meu pai sempre pagou pensão. E quando precisei de mais, ele aumentou –praticamente dobrou– a pensão sem qualquer sinal de descontentamento. Graças a isso eu posso pagar minha faculdade, o que já me deixa muito feliz, pois é o que me permite que um dia eu exerça a profissão que eu sonho: Promotor de Justiça.

  • http://www.supra-sumo.org Mário Yanase

    A propósito, meu pai e minha mãe também são separados desde que eu era pequeno. Felizmente meu pai sempre pagou pensão. E quando precisei de mais, ele aumentou –praticamente dobrou– a pensão sem qualquer sinal de descontentamento. Graças a isso eu posso pagar minha faculdade, o que já me deixa muito feliz, pois é o que me permite que um dia eu exerça a profissão que eu sonho: Promotor de Justiça.

  • Flávia

    Gostaria de saber quanto tempo o devedor de pensão alimentícia (Pai) pode ficar preso? caso não pague a pensão em atraso.

  • Flávia

    Gostaria de saber quanto tempo o devedor de pensão alimentícia (Pai) pode ficar preso? caso não pague a pensão em atraso.

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Flávia – Até 90 dias. E, mesmo que ele fique esse tempo todo preso, ainda terá que pagar a dívida depois. Como já foi dito Shijisha, a prisão é para coagir o sujeito a pagar e não cancela a dívida.

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Flávia – Até 90 dias. E, mesmo que ele fique esse tempo todo preso, ainda terá que pagar a dívida depois. Como já foi dito Shijisha, a prisão é para coagir o sujeito a pagar e não cancela a dívida.

  • dr

    vc n precisa pagar em grana. pode pagar pensao de outra forma. pagando a escola, pagando o ingles, a natação do moleque, etc…
    lembrando que sempre é bom guardar o recibo

  • dr

    vc n precisa pagar em grana. pode pagar pensao de outra forma. pagando a escola, pagando o ingles, a natação do moleque, etc…
    lembrando que sempre é bom guardar o recibo

  • Elisandra

    dr, então está resolvido o dilema do amigo do Maldito, é só o cara manter o padrão de vida da filha, com a escola paga, as atividades esportivas, e cursos, plano de saúde e etc.
    Como afirmei anteriormente faltou foi um bom profissional no caso.
    E o gigolô que a mamãe dessa criança arrumou, vai ter que se virar pra bancar a boa vida e faculdade. hahahaha
    Aí Maldito vê se volta ao post lê e avisa seu amigo, aproveita e aconselhe a procurar outro advogado, e não desistir de brigar pela guarda.

  • Elisandra

    dr, então está resolvido o dilema do amigo do Maldito, é só o cara manter o padrão de vida da filha, com a escola paga, as atividades esportivas, e cursos, plano de saúde e etc.
    Como afirmei anteriormente faltou foi um bom profissional no caso.
    E o gigolô que a mamãe dessa criança arrumou, vai ter que se virar pra bancar a boa vida e faculdade. hahahaha
    Aí Maldito vê se volta ao post lê e avisa seu amigo, aproveita e aconselhe a procurar outro advogado, e não desistir de brigar pela guarda.

  • glaucya roque

    Ola pessoal !!!

    Tenho uma duvida, e naqueles casos onde a mãe não deixa o pai ver a criança, e fica espalhando para todo mundo que vai joga-lo na justiça. como ele deve proceder? procurar a defensoria publica seria uma solução?ela teria o direitoda pensão ainda?

  • glaucya roque

    Ola pessoal !!!

    Tenho uma duvida, e naqueles casos onde a mãe não deixa o pai ver a criança, e fica espalhando para todo mundo que vai joga-lo na justiça. como ele deve proceder? procurar a defensoria publica seria uma solução?ela teria o direitoda pensão ainda?

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi Glaucya!

    O direito do pai de ver a criança não tem vinculação alguma com o direito da criança de receber pensão alimentícia. Quer dizer: mesmo quando o pai não paga a pensão, ele ainda tem o direito de ver o filho. Aliás, esse não é só um direito do pai, mas um direito da criança também.
    Se o pai está sendo impedido pela mãe de ver o filho, deve procurar a Defensoria Pública ou um advogado e entrar com uma ação para garantir o direito de visitação.

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Oi Glaucya!

    O direito do pai de ver a criança não tem vinculação alguma com o direito da criança de receber pensão alimentícia. Quer dizer: mesmo quando o pai não paga a pensão, ele ainda tem o direito de ver o filho. Aliás, esse não é só um direito do pai, mas um direito da criança também.
    Se o pai está sendo impedido pela mãe de ver o filho, deve procurar a Defensoria Pública ou um advogado e entrar com uma ação para garantir o direito de visitação.

  • Daiane

    Oi boa tarde?

    Saiu um comentário aqui na cidade que o pai que comprovar que tem mais de 6 filhos não seria obrigado a pagar pensão para os mesmos, achei um absurdo e acho que não passa de um comentario ignorante??Se vc souber de alguma coisa sobre esse assunto pe repassa por e-mail.

    Muito Obrigada

    Daiane Freitas

  • Daiane

    Oi boa tarde?

    Saiu um comentário aqui na cidade que o pai que comprovar que tem mais de 6 filhos não seria obrigado a pagar pensão para os mesmos, achei um absurdo e acho que não passa de um comentario ignorante??Se vc souber de alguma coisa sobre esse assunto pe repassa por e-mail.

    Muito Obrigada

    Daiane Freitas

  • Lioneth

    Acho muito engraçado essa discursão sobre os pais pedirem a guarda dos filhos ou implorar para vê-los, pois o que mais se vê nos casos de separações, são pais (o homem) que logo após a separação querem ver seus filhos quase todo dia mas, com o passar do tempo vão se distanciando deles, quase não os pegam p/ passar fins-de-semana, quase não os procuram mais… Em alguns casos, a mãe quse chega a implorar p/ que o desgraçado dê atenção aos filhos. Issso sim é o comum!

  • Lioneth

    Acho muito engraçado essa discursão sobre os pais pedirem a guarda dos filhos ou implorar para vê-los, pois o que mais se vê nos casos de separações, são pais (o homem) que logo após a separação querem ver seus filhos quase todo dia mas, com o passar do tempo vão se distanciando deles, quase não os pegam p/ passar fins-de-semana, quase não os procuram mais… Em alguns casos, a mãe quse chega a implorar p/ que o desgraçado dê atenção aos filhos. Issso sim é o comum!

  • Ninha

    Oi, adorei “quase” tudo q li e tenho tantas dúvidas, no meu caso tenho uma filha de 4 anos q a +/- 1ano e meio recebe pensão do pai, sendo q a mesma nunca foi paga na data certa e isso acabe me prejudicando, nao falta nada pra minha filha pois sou casada e meu marido atual supre todas as nossas necessidades mais tem coisas q não posso abusar… já fazem 2 meses q ele nao deposita a pensão, ele nunca pegou a menina e tem mais de 2 anos q nem fala com ela ao telefone o único contato é pela avó q vai na minha casa de vez em quando, eles prometem as coisas a ela e não cumprem nem no dia de aniversário ligam pra dar feliz niver, entro en contato e a mae dele diz q não sabe o q está havendo q quer pegar a menina pra sair, me pergunto é justo? ela nem lembra dele direito, ele nem fala com ela pelo menos ao tel e pegar então nem se fala… o q eu posso fazer nesses casos, peço pra rever o precesso de pensão, tem como eu nao autorizar as visitas com ficadas na casa dele, até pq a mae dele trabalha e dorme no local de trabalho e nao tem ninguém pra ficar com ela lá, estou tão confusa… bjs e até a próxima

  • Ninha

    Oi, adorei “quase” tudo q li e tenho tantas dúvidas, no meu caso tenho uma filha de 4 anos q a +/- 1ano e meio recebe pensão do pai, sendo q a mesma nunca foi paga na data certa e isso acabe me prejudicando, nao falta nada pra minha filha pois sou casada e meu marido atual supre todas as nossas necessidades mais tem coisas q não posso abusar… já fazem 2 meses q ele nao deposita a pensão, ele nunca pegou a menina e tem mais de 2 anos q nem fala com ela ao telefone o único contato é pela avó q vai na minha casa de vez em quando, eles prometem as coisas a ela e não cumprem nem no dia de aniversário ligam pra dar feliz niver, entro en contato e a mae dele diz q não sabe o q está havendo q quer pegar a menina pra sair, me pergunto é justo? ela nem lembra dele direito, ele nem fala com ela pelo menos ao tel e pegar então nem se fala… o q eu posso fazer nesses casos, peço pra rever o precesso de pensão, tem como eu nao autorizar as visitas com ficadas na casa dele, até pq a mae dele trabalha e dorme no local de trabalho e nao tem ninguém pra ficar com ela lá, estou tão confusa… bjs e até a próxima

  • tamires cristina

    Bom Dia, gostaria de saber se colocando o pai do meu filho na justiça pra pedir pensão eu tb posso, impedir q ele pegue meu filho nos finais de semana. fiquei casada com ele 1 anio mas foi o suficiente pra saber q ele não é um bom pai, ele usa drogas ja teve passagem pela policia,e tambem respondeu por tentativa de omicidio, e cumpriu pena de 6 anos, em regime aberto,não queria q ele pegasse meu filho pra ficar com ele nos finais de semana pois ele é uma pessoa muito estourada, e ele ainda esta desempregado, se eu fizer o pedido de pendão na justiça quem pagaria ja q a mãe dele é funcionária publica?

  • tamires cristina

    Bom Dia, gostaria de saber se colocando o pai do meu filho na justiça pra pedir pensão eu tb posso, impedir q ele pegue meu filho nos finais de semana. fiquei casada com ele 1 anio mas foi o suficiente pra saber q ele não é um bom pai, ele usa drogas ja teve passagem pela policia,e tambem respondeu por tentativa de omicidio, e cumpriu pena de 6 anos, em regime aberto,não queria q ele pegasse meu filho pra ficar com ele nos finais de semana pois ele é uma pessoa muito estourada, e ele ainda esta desempregado, se eu fizer o pedido de pendão na justiça quem pagaria ja q a mãe dele é funcionária publica?

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Olá Ninha!

    Vi que você está passando por um problema sério com o pai de sua filha. Sinto muito… essas situações são realmente frustrantes. Vou tentar responder por partes suas dúvidas.

    Primeiro você me diz que o pai de sua filha não paga a pensão na data aprazada e que, atualmente, está em atraso há dois meses. O atraso autoriza a você a ajuizar uma execução de pensão alimentícia, mas pouco se pode fazer para obrigar o moço a pagar em dia a pensão. Mas, se ele trabalhar com carteira assinada, você pode pedir ao juiz que fixou a pensão alimentícia que determine que os descontos sejam feitos diretamente na folha de pagamento do rapaz, o que pouparia muito aborrecimento pra você.

    Quanto às visitas… sinto dizer, mas nada pode obrigar um pai a visitar os filhos. É um dever moral, apesar de previsto em lei. O que pode acontecer, caso sua filha demonstre algum prejuízo físico, emocional e/ou psicológico por conta desse abandono por parte do pai – e vamos torcer para que isso nunca aconteça! – é este pai responder a um processo judicial que se chama Representação Administrativa, no qual o Ministério Público o “acusará” pelos eventuais malefícios causados. Não é nada bom isso… infelizmente.

    Você não falou se a avó paterna de sua filha é uma pessoa confiável, mas imagino que sim. E, se ela ainda manifesta alguma vontade de visitar a menina, não a impeça. É bom pra menina; é muito bom ter vínculos com os avós. Mas você não é obrigada a deixar que essa senhora leve sua filha pra casa dela, ainda mais se ela não vai estar lá. Afinal, você é a guardiã da criança, que ainda é bem novinha, e deve zelar por seu bem estar acima de tudo.

    Bom, Ninha… essa é a minha visão “jurídica” da coisa toda. Espero que tenha ajudado.

    Só que agora quero audaciosamente dar um pitaco como mulher e mãe. Não me leve a mal… O negócio é o seguinte: Ninha, querida, cobre a pensão de sua filha, exija que seja paga, não dê moleza pra esse pai relapso. Mas não ligue pra ele ou pra família dele pedindo que visitem a menina. Isso não é justo com você e nem com sua filha.

    Tenho certeza que sua menina é uma coisinha adorável, como todas as menininhas de quatro anos o são. Imagino que você deve ficar fula da vida porque o pai dela não dá o valor que ela merece. Mas, acredite em mim, é ele que está perdendo. Como você falou, sua menina nem lembra dele direito. Então, provavelmente, ele não está fazendo grandes faltas pra ela. Assim, cobre o pagamento da pensão, faça isso com unhas e dentes, mas não cobre atenção. Você e ela vão ficar em paz, sem ressentimentos que só fazem mal.

    Beijos!!!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Olá Ninha!

    Vi que você está passando por um problema sério com o pai de sua filha. Sinto muito… essas situações são realmente frustrantes. Vou tentar responder por partes suas dúvidas.

    Primeiro você me diz que o pai de sua filha não paga a pensão na data aprazada e que, atualmente, está em atraso há dois meses. O atraso autoriza a você a ajuizar uma execução de pensão alimentícia, mas pouco se pode fazer para obrigar o moço a pagar em dia a pensão. Mas, se ele trabalhar com carteira assinada, você pode pedir ao juiz que fixou a pensão alimentícia que determine que os descontos sejam feitos diretamente na folha de pagamento do rapaz, o que pouparia muito aborrecimento pra você.

    Quanto às visitas… sinto dizer, mas nada pode obrigar um pai a visitar os filhos. É um dever moral, apesar de previsto em lei. O que pode acontecer, caso sua filha demonstre algum prejuízo físico, emocional e/ou psicológico por conta desse abandono por parte do pai – e vamos torcer para que isso nunca aconteça! – é este pai responder a um processo judicial que se chama Representação Administrativa, no qual o Ministério Público o “acusará” pelos eventuais malefícios causados. Não é nada bom isso… infelizmente.

    Você não falou se a avó paterna de sua filha é uma pessoa confiável, mas imagino que sim. E, se ela ainda manifesta alguma vontade de visitar a menina, não a impeça. É bom pra menina; é muito bom ter vínculos com os avós. Mas você não é obrigada a deixar que essa senhora leve sua filha pra casa dela, ainda mais se ela não vai estar lá. Afinal, você é a guardiã da criança, que ainda é bem novinha, e deve zelar por seu bem estar acima de tudo.

    Bom, Ninha… essa é a minha visão “jurídica” da coisa toda. Espero que tenha ajudado.

    Só que agora quero audaciosamente dar um pitaco como mulher e mãe. Não me leve a mal… O negócio é o seguinte: Ninha, querida, cobre a pensão de sua filha, exija que seja paga, não dê moleza pra esse pai relapso. Mas não ligue pra ele ou pra família dele pedindo que visitem a menina. Isso não é justo com você e nem com sua filha.

    Tenho certeza que sua menina é uma coisinha adorável, como todas as menininhas de quatro anos o são. Imagino que você deve ficar fula da vida porque o pai dela não dá o valor que ela merece. Mas, acredite em mim, é ele que está perdendo. Como você falou, sua menina nem lembra dele direito. Então, provavelmente, ele não está fazendo grandes faltas pra ela. Assim, cobre o pagamento da pensão, faça isso com unhas e dentes, mas não cobre atenção. Você e ela vão ficar em paz, sem ressentimentos que só fazem mal.

    Beijos!!!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Oi Tamires!

    Bom… o processo de pensão alimentícia não está vinculado à visitação da criança. Ainda que o pai de seu filho seja uma pessoa nociva à formação do menino – e parece que este é o caso – ele é obrigado a pagar pensão. Mas, para que ele seja impedido de levar o filho nos fins de semana, tem que ficar provado que realmente é uma influência ruim para a criança.
    Quanto à pensão ser paga pela avó paterna da criança… taí uma questão complicada. Porque o entendimento da maioria dos juízes é que, se ela for chamada judicialmente para pagar pensão, os outros avós do seu filho têm que ser chamados também. Todos eles. Mesmo assim, isso só costuma ser aceito se o pai da criança não tiver condição nenhuma de arcar com o pagamento da pensão. E, normalmente isso acontece quando o pai é doente, incapaz ou falecido. Somente o desemprego do pai não é considerado motivo para se acionar os avós.
    Espero ter ajudado.

    Beijos!!!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi Tamires!

    Bom… o processo de pensão alimentícia não está vinculado à visitação da criança. Ainda que o pai de seu filho seja uma pessoa nociva à formação do menino – e parece que este é o caso – ele é obrigado a pagar pensão. Mas, para que ele seja impedido de levar o filho nos fins de semana, tem que ficar provado que realmente é uma influência ruim para a criança.
    Quanto à pensão ser paga pela avó paterna da criança… taí uma questão complicada. Porque o entendimento da maioria dos juízes é que, se ela for chamada judicialmente para pagar pensão, os outros avós do seu filho têm que ser chamados também. Todos eles. Mesmo assim, isso só costuma ser aceito se o pai da criança não tiver condição nenhuma de arcar com o pagamento da pensão. E, normalmente isso acontece quando o pai é doente, incapaz ou falecido. Somente o desemprego do pai não é considerado motivo para se acionar os avós.
    Espero ter ajudado.

    Beijos!!!

  • tamires cristina

    OLÁ, ACONTECE Q O PAI DO MEU FILHO NÃO FAZ MUITO ESFORÇO PRA VE-LO, A MÃE DELE TB NÃO, ELES VEEM O MEU FILHO MAIS QUANDO EU PEGO ELE E VOU NA CASA DELES LEVAR. NÃO ACHO JUSTO COM MEU FILHO, POIS QUANDO ME SEPAREI DO PAI DO MEU FILHO FOI PORQUE ELE ME BATEU, NÃO REGISTREI OCORRENCIA PQ FIQUEI COM PENA DELE, SÓ Q EU NÃO QUERO Q ELE PEGUE O MEU FILHO POR MEDO, NÃO SEI O Q ELE É CAPAZ DE FAZER, TEM SETE MESES Q ME SEPAREI DELE E ATÉ HJ ELE NÃO ME AJUDOU EM NADA, SERÁ Q NÃO TEM NENHUMA FORMA DA LEI ME AMPARAR DIANTE A ISSO?
    LEMBRANDO Q NEM A AVÓ PATERNA AJUDA NA CRIAÇÃO DO MEU FILHO, SOMENTE MINHA MÃE E MEU PAI ME AJUDAM . ESTOU TRABALHANDO SÓ TEM 5 MESES E ELE NUNCA ME AJUDOU, E QUANDO DUI MORAR COM ELE O MEU FILHO JA TINHA 6 MESES DE VIDA, COMPREI TUDO SOZINHA PRO ENXOVAL DO MEU FILHO. ELE NÃO ME DEU 1,00 REAL SIQUER

    OBRIGADA
    TAMIRES

  • tamires cristina

    OLÁ, ACONTECE Q O PAI DO MEU FILHO NÃO FAZ MUITO ESFORÇO PRA VE-LO, A MÃE DELE TB NÃO, ELES VEEM O MEU FILHO MAIS QUANDO EU PEGO ELE E VOU NA CASA DELES LEVAR. NÃO ACHO JUSTO COM MEU FILHO, POIS QUANDO ME SEPAREI DO PAI DO MEU FILHO FOI PORQUE ELE ME BATEU, NÃO REGISTREI OCORRENCIA PQ FIQUEI COM PENA DELE, SÓ Q EU NÃO QUERO Q ELE PEGUE O MEU FILHO POR MEDO, NÃO SEI O Q ELE É CAPAZ DE FAZER, TEM SETE MESES Q ME SEPAREI DELE E ATÉ HJ ELE NÃO ME AJUDOU EM NADA, SERÁ Q NÃO TEM NENHUMA FORMA DA LEI ME AMPARAR DIANTE A ISSO?
    LEMBRANDO Q NEM A AVÓ PATERNA AJUDA NA CRIAÇÃO DO MEU FILHO, SOMENTE MINHA MÃE E MEU PAI ME AJUDAM . ESTOU TRABALHANDO SÓ TEM 5 MESES E ELE NUNCA ME AJUDOU, E QUANDO DUI MORAR COM ELE O MEU FILHO JA TINHA 6 MESES DE VIDA, COMPREI TUDO SOZINHA PRO ENXOVAL DO MEU FILHO. ELE NÃO ME DEU 1,00 REAL SIQUER

    OBRIGADA
    TAMIRES

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Tamires, querida, você tem que ajuizar uma ação de pensão alimentícia contra o pai do seu filho. Se nesta ação ficar provado que o pai não tem capacidade de sustentar a criança, aí sim se ajuíza uma ação contra os avós.

    Como falei antes, o dever de pagar pensão não tem nada a ver com o direito de visitação. Quer dizer: mesmo que o pai não visite o filho, tem que pagar a pensão.

    Mas, se o pai de seu filho não o tem procurado, então acho que você não vai sofrer com o problema de ter que impedi-lo de levar a criança pra casa dele no fim de semana, não é?

    Beijins!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Tamires, querida, você tem que ajuizar uma ação de pensão alimentícia contra o pai do seu filho. Se nesta ação ficar provado que o pai não tem capacidade de sustentar a criança, aí sim se ajuíza uma ação contra os avós.

    Como falei antes, o dever de pagar pensão não tem nada a ver com o direito de visitação. Quer dizer: mesmo que o pai não visite o filho, tem que pagar a pensão.

    Mas, se o pai de seu filho não o tem procurado, então acho que você não vai sofrer com o problema de ter que impedi-lo de levar a criança pra casa dele no fim de semana, não é?

    Beijins!

  • Pingback: Guarda e Visitação — Revista Papo de Homem - Lyfestyle Magazine

  • luiz

    Gostaria de participar com meu caso nessa coluna. Sou o tal “marido”, namorei e noivei durante 6 anos, casei e assim fiquei por 17 anos(totalizando 23 anos de relacionamento), de onde tivemos 4 filhas lindas e maravilhosas. Me separei, e foi consensual com acerto de pagto de 30% de meus rendimentos como pensão (sou empresario de uma pequena empresa de prestação de serviços) , até ai tudo bem, mas após 1 ano, quando eu ja estava em um relacionamento sério e estavel(feliz e recomeçando minha vida, que era só), fui acionado pela ex-esposa para ação de revisão de alimentos. Bem até ai nada novo! apenas no fato de que pagava bem mais, espontâneamente “por fora”, para minhas 4 fillhas(que amo de coração) do que o definido no acordo! pago: escola particular, curso de ingles, clube, tratamento ortodontico(estético!), médicos, roupas, viagens, cursinhos, dentistas(restaurações), presentes para a mãe, mas a esperta da minha ex-esposa resolveu, por pura represaria(a minha felicidade) em relação ao meu relacionamento atual, em me acionar nesta revisão!!
    Na defesa devo citar o que faço(pgto por fora!), ou devo tentar outro argumento junto ao juiz? pois fui citado na ação como um “monstro”.(para ter uma idéia, sai do apto que moravamos sem nada levar e as deixei em um apto classe “A” e fui alugar um apto pré-mobiliado pequeno, para reiniciar minha vida). O que incomoda ela é apenas o fato de que estou feiz e de que minhas filhas adoram a nova mulher em minha vida. Isso é justo? como me defender?
    Na verdade há muito mais detalhes que não caberiam neste texto!!

  • luiz

    Gostaria de participar com meu caso nessa coluna. Sou o tal “marido”, namorei e noivei durante 6 anos, casei e assim fiquei por 17 anos(totalizando 23 anos de relacionamento), de onde tivemos 4 filhas lindas e maravilhosas. Me separei, e foi consensual com acerto de pagto de 30% de meus rendimentos como pensão (sou empresario de uma pequena empresa de prestação de serviços) , até ai tudo bem, mas após 1 ano, quando eu ja estava em um relacionamento sério e estavel(feliz e recomeçando minha vida, que era só), fui acionado pela ex-esposa para ação de revisão de alimentos. Bem até ai nada novo! apenas no fato de que pagava bem mais, espontâneamente “por fora”, para minhas 4 fillhas(que amo de coração) do que o definido no acordo! pago: escola particular, curso de ingles, clube, tratamento ortodontico(estético!), médicos, roupas, viagens, cursinhos, dentistas(restaurações), presentes para a mãe, mas a esperta da minha ex-esposa resolveu, por pura represaria(a minha felicidade) em relação ao meu relacionamento atual, em me acionar nesta revisão!!
    Na defesa devo citar o que faço(pgto por fora!), ou devo tentar outro argumento junto ao juiz? pois fui citado na ação como um “monstro”.(para ter uma idéia, sai do apto que moravamos sem nada levar e as deixei em um apto classe “A” e fui alugar um apto pré-mobiliado pequeno, para reiniciar minha vida). O que incomoda ela é apenas o fato de que estou feiz e de que minhas filhas adoram a nova mulher em minha vida. Isso é justo? como me defender?
    Na verdade há muito mais detalhes que não caberiam neste texto!!

  • Elisandra

    Luiz, não só deve citar, como convidar suas filhas a falarem sobre isso. Melhor convide estas a irem morar contigo, e manda sua ex-mulher pastar.
    Suas filhas são bem grandinhas e decidem com quem ficar, já que vivem bem com sua atual, creio que não terão problemas.
    Nem te conheço, porém te admiro muito, e a maldade de tua ex é uma puta sacanagem.
    Ela tem mais é que se virar, viver sua própria vida. E todos devem ser felizes.
    Basta provar tudo que paga, investe em suas filhas que tenho certeza, ama demais, e não terá problemas, se bem que a justiça neste país é um caso sério.
    Já vi cada absurdo acontecer com amigos, que da vontade de surrar o lado injusto da história, independente de sexo (homem ou mulher).
    Converse com seu advogado, e boa sorte.
    Só me intrometi no seu comentário pois pareceu-me que não fosse direto pra advogada que produziu o artigo. Não sou profissional da área, apenas leio bastante sobre o assunto, sou professora e tenho alunos que estão sempre entre a linha de fogo, separação, divórcio dos pais, são pequenos, usados, assustados, é uma tortura. O lado menos favorecido e mais atacado aparece sempre na escola pra dar uma olhada, abraçar o filho, e acaba por comentar o que se passa, é uma barbarie da raçã humana.
    Geralmente alguns por falta de recursos e informação ficam a mercê do outro intencionado e ligeiro, ai acabo lendo sobre e oriento como posso, na verdade aconselho. Parece pouco ético da minha parte, mas só quem vivencia sabe o que é isso, sou um ser humano dotado de sentimentos, e me incomoda a injustiça e maldade.

  • Elisandra

    Luiz, não só deve citar, como convidar suas filhas a falarem sobre isso. Melhor convide estas a irem morar contigo, e manda sua ex-mulher pastar.
    Suas filhas são bem grandinhas e decidem com quem ficar, já que vivem bem com sua atual, creio que não terão problemas.
    Nem te conheço, porém te admiro muito, e a maldade de tua ex é uma puta sacanagem.
    Ela tem mais é que se virar, viver sua própria vida. E todos devem ser felizes.
    Basta provar tudo que paga, investe em suas filhas que tenho certeza, ama demais, e não terá problemas, se bem que a justiça neste país é um caso sério.
    Já vi cada absurdo acontecer com amigos, que da vontade de surrar o lado injusto da história, independente de sexo (homem ou mulher).
    Converse com seu advogado, e boa sorte.
    Só me intrometi no seu comentário pois pareceu-me que não fosse direto pra advogada que produziu o artigo. Não sou profissional da área, apenas leio bastante sobre o assunto, sou professora e tenho alunos que estão sempre entre a linha de fogo, separação, divórcio dos pais, são pequenos, usados, assustados, é uma tortura. O lado menos favorecido e mais atacado aparece sempre na escola pra dar uma olhada, abraçar o filho, e acaba por comentar o que se passa, é uma barbarie da raçã humana.
    Geralmente alguns por falta de recursos e informação ficam a mercê do outro intencionado e ligeiro, ai acabo lendo sobre e oriento como posso, na verdade aconselho. Parece pouco ético da minha parte, mas só quem vivencia sabe o que é isso, sou um ser humano dotado de sentimentos, e me incomoda a injustiça e maldade.

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi, Luiz! Oi, Elisandra!

    Luiz, meu querido, a Elisandra deu excelente dica de como você pode agir: apresente em sua defesa os comprovantes de tudo o que você paga pra suas filhas além da pensão. Isso vai mostrar ao juiz o quanto você efetivamente gasta com elas.
    Mas gostaria de acrescentar que, na ação de revisão de pensão alimentícia, a parte que entra com a ação tem que comprovar que houve mudança no famoso binômio “necessidade/possibilidade”. Quer dizer, tem que demonstrar no processo que as necessidades de suas filhas aumentaram e que sua possibilidade em pagar a pensão também aumentou. É claro que, à medida que os filhos vão crescendo, os gastos se modificam e, muitas vezes, se tornam maiores mesmo. Mas, se você não teve um aumento em seu patrimônio e/ou rendimento, isso não significa que a pensão tem que aumentar. Assim, se for o caso, seria bom você mostrar ao juiz que, além de ter gastos com suas filhas não incluídos na pensão, sua possibilidade em pensionar continua a mesma.
    Beijos!!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Oi, Luiz! Oi, Elisandra!

    Luiz, meu querido, a Elisandra deu excelente dica de como você pode agir: apresente em sua defesa os comprovantes de tudo o que você paga pra suas filhas além da pensão. Isso vai mostrar ao juiz o quanto você efetivamente gasta com elas.
    Mas gostaria de acrescentar que, na ação de revisão de pensão alimentícia, a parte que entra com a ação tem que comprovar que houve mudança no famoso binômio “necessidade/possibilidade”. Quer dizer, tem que demonstrar no processo que as necessidades de suas filhas aumentaram e que sua possibilidade em pagar a pensão também aumentou. É claro que, à medida que os filhos vão crescendo, os gastos se modificam e, muitas vezes, se tornam maiores mesmo. Mas, se você não teve um aumento em seu patrimônio e/ou rendimento, isso não significa que a pensão tem que aumentar. Assim, se for o caso, seria bom você mostrar ao juiz que, além de ter gastos com suas filhas não incluídos na pensão, sua possibilidade em pensionar continua a mesma.
    Beijos!!

  • Elisandra

    Oi Claudia, desculpe por ter metido o dedinho nisso, ok.
    Sabe que assim que tiver tempo,um período do dia livre, farei mais uma faculdade, Direito. Se bem que sou revolucionária d+ pra isso, mas vontade não falta. Bjs

  • Elisandra

    Oi Claudia, desculpe por ter metido o dedinho nisso, ok.
    Sabe que assim que tiver tempo,um período do dia livre, farei mais uma faculdade, Direito. Se bem que sou revolucionária d+ pra isso, mas vontade não falta. Bjs

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Ih, Elisandra, o espaço aqui é nosso! Até o dia em que Guilherme cortar nossas asinhas, hauahauhauhauahua…

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Ih, Elisandra, o espaço aqui é nosso! Até o dia em que Guilherme cortar nossas asinhas, hauahauhauhauahua…

  • Elisandra

    Legal, tomará que demore pra termos as asinhas cortadas, gosto de alçar grandes vôos.
    Costumo brincar que se tivesse que nascer em forma animal apreciaria ser uma águia.
    Mesmo sabendo do triste fim dessa ave, que na velhice arranca as garras, o bico e as penas das fortes e potentes asas.
    Beijos Claudia, até seu próximo texto.

  • Elisandra

    Legal, tomará que demore pra termos as asinhas cortadas, gosto de alçar grandes vôos.
    Costumo brincar que se tivesse que nascer em forma animal apreciaria ser uma águia.
    Mesmo sabendo do triste fim dessa ave, que na velhice arranca as garras, o bico e as penas das fortes e potentes asas.
    Beijos Claudia, até seu próximo texto.

  • Elisandra

    Legal, tomará que demore pra termos as asinhas cortadas, gosto de alçar grandes vôos.
    Costumo brincar que se tivesse que nascer em forma animal apreciaria ser uma águia.
    Mesmo sabendo do triste fim dessa ave, que na velhice arranca as garras, o bico e as penas das fortes e potentes asas.
    Beijos Claudia, até seu próximo texto.

  • Matheus

    Olá,
    Minha avó cuida dos gemeos que são netos dela dela a 2 anos ( que é a idade atual deles), porque a mãe deles faleceu quando o parto estava acontecendo.O pai não da muita assistencia e nem visita os filhos com muita frequencia, gostaria de saber se existe alguma lei ou quais são as providecias a serem tomadas para ganhar a guarda deles?

    Grato.

  • Matheus

    Olá,
    Minha avó cuida dos gemeos que são netos dela dela a 2 anos ( que é a idade atual deles), porque a mãe deles faleceu quando o parto estava acontecendo.O pai não da muita assistencia e nem visita os filhos com muita frequencia, gostaria de saber se existe alguma lei ou quais são as providecias a serem tomadas para ganhar a guarda deles?

    Grato.

  • Matheus

    Olá,
    Minha avó cuida dos gemeos que são netos dela dela a 2 anos ( que é a idade atual deles), porque a mãe deles faleceu quando o parto estava acontecendo.O pai não da muita assistencia e nem visita os filhos com muita frequencia, gostaria de saber se existe alguma lei ou quais são as providecias a serem tomadas para ganhar a guarda deles?

    Grato.

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi Matheus!

    Sua avó deve ajuizar uma ação de guarda e, na mesma ação, pedir que o juiz fixe pensão alimentícia para as crianças. Para isso, ela deve procurar um advogado ou a Defensoria Pública, levando o endereço do pai das crianças, além de todos os documentos referentes aos meninos, tais como certidão de nascimento, cartão de vacinação, e, também, com a certidão de óbito da mãe deles. Talvez haja a necessidade de indicar o nome de pessoas que possam testemunhar que sua avó cuida dos meninos desde o nascimento. Mas, se o pai dos meninos não é de procurá-los muito, provavelmente ele vai concordar com o pedido de guarda.

    Beijins!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi Matheus!

    Sua avó deve ajuizar uma ação de guarda e, na mesma ação, pedir que o juiz fixe pensão alimentícia para as crianças. Para isso, ela deve procurar um advogado ou a Defensoria Pública, levando o endereço do pai das crianças, além de todos os documentos referentes aos meninos, tais como certidão de nascimento, cartão de vacinação, e, também, com a certidão de óbito da mãe deles. Talvez haja a necessidade de indicar o nome de pessoas que possam testemunhar que sua avó cuida dos meninos desde o nascimento. Mas, se o pai dos meninos não é de procurá-los muito, provavelmente ele vai concordar com o pedido de guarda.

    Beijins!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Oi Matheus!

    Sua avó deve ajuizar uma ação de guarda e, na mesma ação, pedir que o juiz fixe pensão alimentícia para as crianças. Para isso, ela deve procurar um advogado ou a Defensoria Pública, levando o endereço do pai das crianças, além de todos os documentos referentes aos meninos, tais como certidão de nascimento, cartão de vacinação, e, também, com a certidão de óbito da mãe deles. Talvez haja a necessidade de indicar o nome de pessoas que possam testemunhar que sua avó cuida dos meninos desde o nascimento. Mas, se o pai dos meninos não é de procurá-los muito, provavelmente ele vai concordar com o pedido de guarda.

    Beijins!

  • Matheus

    Muito Obrigado Claudia
    Confeço que se nao fosse minha fascinação por medicina
    Faria Direito
    Bjus

  • Matheus

    Muito Obrigado Claudia
    Confeço que se nao fosse minha fascinação por medicina
    Faria Direito
    Bjus

  • Matheus

    Muito Obrigado Claudia
    Confeço que se nao fosse minha fascinação por medicina
    Faria Direito
    Bjus

  • Matheus

    aaaaa e eles ja tem a pensão
    da mãe deles…..ela era professora….
    e era solteira no papel.
    Bjus

  • Matheus

    aaaaa e eles ja tem a pensão
    da mãe deles…..ela era professora….
    e era solteira no papel.
    Bjus

  • Matheus

    aaaaa e eles ja tem a pensão
    da mãe deles…..ela era professora….
    e era solteira no papel.
    Bjus

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Matheus, meu lindo… mesmo tendo a pensão da mãe deles, o pai tem que pagar pensão. É obrigação do pai ajudar no sustento dos filhos, sabe como? Beijos, doutor!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Matheus, meu lindo… mesmo tendo a pensão da mãe deles, o pai tem que pagar pensão. É obrigação do pai ajudar no sustento dos filhos, sabe como? Beijos, doutor!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Matheus, meu lindo… mesmo tendo a pensão da mãe deles, o pai tem que pagar pensão. É obrigação do pai ajudar no sustento dos filhos, sabe como? Beijos, doutor!

  • Paula

    Olá, adorei a historinha, fica bem facil de entender né…
    Eita papai e mamãe!
    gostaria de fazer uma pergunta pra vc também, no meu caso o papai nunca desposita no dia certo, sempre vem lá uns 25 dias de atraso e isso é sempre, posso fazer alguma coisa?
    Obrigada!

  • Paula

    Olá, adorei a historinha, fica bem facil de entender né…
    Eita papai e mamãe!
    gostaria de fazer uma pergunta pra vc também, no meu caso o papai nunca desposita no dia certo, sempre vem lá uns 25 dias de atraso e isso é sempre, posso fazer alguma coisa?
    Obrigada!

  • Paula

    Olá, adorei a historinha, fica bem facil de entender né…
    Eita papai e mamãe!
    gostaria de fazer uma pergunta pra vc também, no meu caso o papai nunca desposita no dia certo, sempre vem lá uns 25 dias de atraso e isso é sempre, posso fazer alguma coisa?
    Obrigada!

  • Matheus

    Não sei não.
    Achei que com a pensão da mãe o
    pai não precisaria ajudar…..
    bjus Doutora

  • Matheus

    Não sei não.
    Achei que com a pensão da mãe o
    pai não precisaria ajudar…..
    bjus Doutora

  • Matheus

    Não sei não.
    Achei que com a pensão da mãe o
    pai não precisaria ajudar…..
    bjus Doutora

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi, Paula!

    Se papai tiver emprego fixo, você pode pedir pro juiz determinar que a pensão seja descontada diretamente na folha de pagamento. Aí acaba o problema de atraso. Mas, fora isso, pouco se pode fazer contra esses atrasos de dias.

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi, Paula!

    Se papai tiver emprego fixo, você pode pedir pro juiz determinar que a pensão seja descontada diretamente na folha de pagamento. Aí acaba o problema de atraso. Mas, fora isso, pouco se pode fazer contra esses atrasos de dias.

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Oi, Paula!

    Se papai tiver emprego fixo, você pode pedir pro juiz determinar que a pensão seja descontada diretamente na folha de pagamento. Aí acaba o problema de atraso. Mas, fora isso, pouco se pode fazer contra esses atrasos de dias.

  • ADRIANO

    Olá Claudia gostaria de contar meu caso
    Meu nome é Adriano,34 anos, separado.Me separei quando tinha 1 filha, fizemos a separação consensual e partilha de bens.
    Minha filha foi morar com a ex, mesmo eu tendo ganhado na justiça a guarda compartilhada ou seja 3 dias ela moraria comigo e 4 dias com a mãe.Só que na pratica isso não funciona, pois a mãe faz a cabeça dela.
    Arruma “coisas” para ela fazer nos dias que era
    para ser meus, eu estou morando sózinho então na
    casa dela tem os irmãos, sobrinhos da mesma idade
    e minha filha acaba gostando mais de ficar lá.
    Eu acabei deixando a sua escolha.
    O dia que quer fica comigo senão fica com a mãe.
    As despesas sempre foram divididas , calculava-mos
    os gastos mensais da filha e dividiamos por dois,
    pois ela ganha o mesmo que eu.
    O detalhe é que depois de 1 ano separados , tivemos
    outro filho e o segundo filho nós tinhamos planejado
    fazer da mesma forma visto que não tinha possibilidade de reconciliação.

    A pouco tempo eu resolvi tocar minha vida, equanto eu estava morando
    sozinho e ela com a familia dela e os filhos estava tudo ok.
    Depois que contei para ela que conheci uma mulher e que ia
    seguir minha vida com essa pessoa , ela simplesmente
    se transformou e disse que ia fazer da minha vida um “inferno”.

    E assim começou… minha filha começou a ouvir coisas dentro
    de casa tipo “o pai não não ajuda nem comprar comida para ela”,”o pai não presta”, “seu pai só falta me bater”
    “só gasta dinheiro com a nova mulher”…

    Estou preocupado porque ela está deixando minha filha ouvir os
    “desabafos dela dentro de casa”.

    e depois minha filha me conta e perguta: “papai porque o senhor não ajuda comprar
    comidinha pra mim?”,”o senho não vai bater na mamãe vai?”,”sua namorada não é má , porque a manãe disse que as madrastas são todas más como nos desenhos.”

    as vezes eu até choro porque eu sei que eu estou ajudando até mais do que posso.
    e sempre ajudei.
    Não gosto que ela fale as coisas perto da minha filha.

    Não sou o tipo de cara que valoriza o dinheiro, pois eu daria a vida por eles.
    Cheguei a pensar em viver a vida toda sozinho, pois minha ex me propos
    que se eu não arrumasse nenhuma mulher ela deixaria eu ficar mais com meus filhos e não faria da minha vida um inferno.

    Não sei o que faço, estou apaixonado por essa nova pessoa , mas amo meus filhos demais.

    Na verdade eu não queria que as coisas fossem assim eu queria apenas viver minha
    vida
    e ajudar as crianças como sempre fiz , mas minha ex está dificultando cada dia mais.

    Meu filho mais novo de 4 meses , as vezes eu vou até a casa dela e fico olhando-o
    pela janela e ela não me convida para entrar , somente qdo esta de bom humor.

    Minha filha esta vendo toda essa situação e esta mexendo muito com ela.

    Procurei um advogado ele me orientou a fazer valer os meus direitos entrando
    na justiça , obrigando ela a querer regularizar a pensão e os direitos de visita.

    Não acredito sinceramente que a justiça vai resolver meu problema, pois , ela vai determinar
    a pensão como no primeiro caso, o direito de visita, mas eu não consigo e nem
    quero pegá-los a “força” e ela diz para mim que sempre vai “arrumar algo para eles fazerem no dia que
    for meu para eles não quererem ficar comigo” e ela sempre faz.
    Ex. No Natal era para minha filha ficar comigo , eu ia viajar para casa dos meus pais ,
    ela inventou de ensinar minha filha a fazer amigo secreto. então minha filha chegou quase chorando
    para eu não levar ela para viajar, porque a mamãe disse que ia ensina-la e dar
    muitos presentes para ela.
    Eu disse então amor tudo bem , pode ficar o Natal com a mamãe e no ano novo
    vc fica então com o papai.
    Até ai beleza, chegou na semana do ano novo a mãe disse para ela se ela ficar
    com ela ela ia trazer a priminha dela para ficar no ano novo com ela e eles ia brincar,
    passear e que se ela fosse comigo para casa da minha sogra não ia ter ninguem
    que ela conhece lá e que ela não ia gostar.

    Fiquei muito preocupado…..pois ela está usando as crianças para
    me afetar.

    O que acha que devo fazer…

    Quanto a pensão mesmo ela ainda não tendo requerido eu estou pagando para os dois o correspondente a 30% do que ganho , mesmo assim ela não esta satisfeita ela acha que devo pagar 30% para cada um deles mas meu advogado disse que não é assim que funcionar.

    A verdade é que ela nunca vai estar satisfeita,será que eu poderia pedir a guarda de um deles pelo menos eu pago a pensão e fico com um deles?

    Será que preciso estar casado novamente?

    As mulheres podem pensar “vc poderia cuidar e quer cuidar sim a resposta é sim e tenho certeza que sou capaz de criar, educar tanto quanto uma mãe.”

    Eu cuido de mim e de meus pais desde meus dez anos de idade quando comecei a trabalhar, entao cuidar de meus filhos não seria nada dificil para mim.

  • ADRIANO

    Olá Claudia gostaria de contar meu caso
    Meu nome é Adriano,34 anos, separado.Me separei quando tinha 1 filha, fizemos a separação consensual e partilha de bens.
    Minha filha foi morar com a ex, mesmo eu tendo ganhado na justiça a guarda compartilhada ou seja 3 dias ela moraria comigo e 4 dias com a mãe.Só que na pratica isso não funciona, pois a mãe faz a cabeça dela.
    Arruma “coisas” para ela fazer nos dias que era
    para ser meus, eu estou morando sózinho então na
    casa dela tem os irmãos, sobrinhos da mesma idade
    e minha filha acaba gostando mais de ficar lá.
    Eu acabei deixando a sua escolha.
    O dia que quer fica comigo senão fica com a mãe.
    As despesas sempre foram divididas , calculava-mos
    os gastos mensais da filha e dividiamos por dois,
    pois ela ganha o mesmo que eu.
    O detalhe é que depois de 1 ano separados , tivemos
    outro filho e o segundo filho nós tinhamos planejado
    fazer da mesma forma visto que não tinha possibilidade de reconciliação.

    A pouco tempo eu resolvi tocar minha vida, equanto eu estava morando
    sozinho e ela com a familia dela e os filhos estava tudo ok.
    Depois que contei para ela que conheci uma mulher e que ia
    seguir minha vida com essa pessoa , ela simplesmente
    se transformou e disse que ia fazer da minha vida um “inferno”.

    E assim começou… minha filha começou a ouvir coisas dentro
    de casa tipo “o pai não não ajuda nem comprar comida para ela”,”o pai não presta”, “seu pai só falta me bater”
    “só gasta dinheiro com a nova mulher”…

    Estou preocupado porque ela está deixando minha filha ouvir os
    “desabafos dela dentro de casa”.

    e depois minha filha me conta e perguta: “papai porque o senhor não ajuda comprar
    comidinha pra mim?”,”o senho não vai bater na mamãe vai?”,”sua namorada não é má , porque a manãe disse que as madrastas são todas más como nos desenhos.”

    as vezes eu até choro porque eu sei que eu estou ajudando até mais do que posso.
    e sempre ajudei.
    Não gosto que ela fale as coisas perto da minha filha.

    Não sou o tipo de cara que valoriza o dinheiro, pois eu daria a vida por eles.
    Cheguei a pensar em viver a vida toda sozinho, pois minha ex me propos
    que se eu não arrumasse nenhuma mulher ela deixaria eu ficar mais com meus filhos e não faria da minha vida um inferno.

    Não sei o que faço, estou apaixonado por essa nova pessoa , mas amo meus filhos demais.

    Na verdade eu não queria que as coisas fossem assim eu queria apenas viver minha
    vida
    e ajudar as crianças como sempre fiz , mas minha ex está dificultando cada dia mais.

    Meu filho mais novo de 4 meses , as vezes eu vou até a casa dela e fico olhando-o
    pela janela e ela não me convida para entrar , somente qdo esta de bom humor.

    Minha filha esta vendo toda essa situação e esta mexendo muito com ela.

    Procurei um advogado ele me orientou a fazer valer os meus direitos entrando
    na justiça , obrigando ela a querer regularizar a pensão e os direitos de visita.

    Não acredito sinceramente que a justiça vai resolver meu problema, pois , ela vai determinar
    a pensão como no primeiro caso, o direito de visita, mas eu não consigo e nem
    quero pegá-los a “força” e ela diz para mim que sempre vai “arrumar algo para eles fazerem no dia que
    for meu para eles não quererem ficar comigo” e ela sempre faz.
    Ex. No Natal era para minha filha ficar comigo , eu ia viajar para casa dos meus pais ,
    ela inventou de ensinar minha filha a fazer amigo secreto. então minha filha chegou quase chorando
    para eu não levar ela para viajar, porque a mamãe disse que ia ensina-la e dar
    muitos presentes para ela.
    Eu disse então amor tudo bem , pode ficar o Natal com a mamãe e no ano novo
    vc fica então com o papai.
    Até ai beleza, chegou na semana do ano novo a mãe disse para ela se ela ficar
    com ela ela ia trazer a priminha dela para ficar no ano novo com ela e eles ia brincar,
    passear e que se ela fosse comigo para casa da minha sogra não ia ter ninguem
    que ela conhece lá e que ela não ia gostar.

    Fiquei muito preocupado…..pois ela está usando as crianças para
    me afetar.

    O que acha que devo fazer…

    Quanto a pensão mesmo ela ainda não tendo requerido eu estou pagando para os dois o correspondente a 30% do que ganho , mesmo assim ela não esta satisfeita ela acha que devo pagar 30% para cada um deles mas meu advogado disse que não é assim que funcionar.

    A verdade é que ela nunca vai estar satisfeita,será que eu poderia pedir a guarda de um deles pelo menos eu pago a pensão e fico com um deles?

    Será que preciso estar casado novamente?

    As mulheres podem pensar “vc poderia cuidar e quer cuidar sim a resposta é sim e tenho certeza que sou capaz de criar, educar tanto quanto uma mãe.”

    Eu cuido de mim e de meus pais desde meus dez anos de idade quando comecei a trabalhar, entao cuidar de meus filhos não seria nada dificil para mim.

  • ADRIANO

    Olá Claudia gostaria de contar meu caso
    Meu nome é Adriano,34 anos, separado.Me separei quando tinha 1 filha, fizemos a separação consensual e partilha de bens.
    Minha filha foi morar com a ex, mesmo eu tendo ganhado na justiça a guarda compartilhada ou seja 3 dias ela moraria comigo e 4 dias com a mãe.Só que na pratica isso não funciona, pois a mãe faz a cabeça dela.
    Arruma “coisas” para ela fazer nos dias que era
    para ser meus, eu estou morando sózinho então na
    casa dela tem os irmãos, sobrinhos da mesma idade
    e minha filha acaba gostando mais de ficar lá.
    Eu acabei deixando a sua escolha.
    O dia que quer fica comigo senão fica com a mãe.
    As despesas sempre foram divididas , calculava-mos
    os gastos mensais da filha e dividiamos por dois,
    pois ela ganha o mesmo que eu.
    O detalhe é que depois de 1 ano separados , tivemos
    outro filho e o segundo filho nós tinhamos planejado
    fazer da mesma forma visto que não tinha possibilidade de reconciliação.

    A pouco tempo eu resolvi tocar minha vida, equanto eu estava morando
    sozinho e ela com a familia dela e os filhos estava tudo ok.
    Depois que contei para ela que conheci uma mulher e que ia
    seguir minha vida com essa pessoa , ela simplesmente
    se transformou e disse que ia fazer da minha vida um “inferno”.

    E assim começou… minha filha começou a ouvir coisas dentro
    de casa tipo “o pai não não ajuda nem comprar comida para ela”,”o pai não presta”, “seu pai só falta me bater”
    “só gasta dinheiro com a nova mulher”…

    Estou preocupado porque ela está deixando minha filha ouvir os
    “desabafos dela dentro de casa”.

    e depois minha filha me conta e perguta: “papai porque o senhor não ajuda comprar
    comidinha pra mim?”,”o senho não vai bater na mamãe vai?”,”sua namorada não é má , porque a manãe disse que as madrastas são todas más como nos desenhos.”

    as vezes eu até choro porque eu sei que eu estou ajudando até mais do que posso.
    e sempre ajudei.
    Não gosto que ela fale as coisas perto da minha filha.

    Não sou o tipo de cara que valoriza o dinheiro, pois eu daria a vida por eles.
    Cheguei a pensar em viver a vida toda sozinho, pois minha ex me propos
    que se eu não arrumasse nenhuma mulher ela deixaria eu ficar mais com meus filhos e não faria da minha vida um inferno.

    Não sei o que faço, estou apaixonado por essa nova pessoa , mas amo meus filhos demais.

    Na verdade eu não queria que as coisas fossem assim eu queria apenas viver minha
    vida
    e ajudar as crianças como sempre fiz , mas minha ex está dificultando cada dia mais.

    Meu filho mais novo de 4 meses , as vezes eu vou até a casa dela e fico olhando-o
    pela janela e ela não me convida para entrar , somente qdo esta de bom humor.

    Minha filha esta vendo toda essa situação e esta mexendo muito com ela.

    Procurei um advogado ele me orientou a fazer valer os meus direitos entrando
    na justiça , obrigando ela a querer regularizar a pensão e os direitos de visita.

    Não acredito sinceramente que a justiça vai resolver meu problema, pois , ela vai determinar
    a pensão como no primeiro caso, o direito de visita, mas eu não consigo e nem
    quero pegá-los a “força” e ela diz para mim que sempre vai “arrumar algo para eles fazerem no dia que
    for meu para eles não quererem ficar comigo” e ela sempre faz.
    Ex. No Natal era para minha filha ficar comigo , eu ia viajar para casa dos meus pais ,
    ela inventou de ensinar minha filha a fazer amigo secreto. então minha filha chegou quase chorando
    para eu não levar ela para viajar, porque a mamãe disse que ia ensina-la e dar
    muitos presentes para ela.
    Eu disse então amor tudo bem , pode ficar o Natal com a mamãe e no ano novo
    vc fica então com o papai.
    Até ai beleza, chegou na semana do ano novo a mãe disse para ela se ela ficar
    com ela ela ia trazer a priminha dela para ficar no ano novo com ela e eles ia brincar,
    passear e que se ela fosse comigo para casa da minha sogra não ia ter ninguem
    que ela conhece lá e que ela não ia gostar.

    Fiquei muito preocupado…..pois ela está usando as crianças para
    me afetar.

    O que acha que devo fazer…

    Quanto a pensão mesmo ela ainda não tendo requerido eu estou pagando para os dois o correspondente a 30% do que ganho , mesmo assim ela não esta satisfeita ela acha que devo pagar 30% para cada um deles mas meu advogado disse que não é assim que funcionar.

    A verdade é que ela nunca vai estar satisfeita,será que eu poderia pedir a guarda de um deles pelo menos eu pago a pensão e fico com um deles?

    Será que preciso estar casado novamente?

    As mulheres podem pensar “vc poderia cuidar e quer cuidar sim a resposta é sim e tenho certeza que sou capaz de criar, educar tanto quanto uma mãe.”

    Eu cuido de mim e de meus pais desde meus dez anos de idade quando comecei a trabalhar, entao cuidar de meus filhos não seria nada dificil para mim.

  • Karen

    Olá Claudia!
    Minha situação é totalmente fora do comum, vou tentar resumir em algumas linhas.
    Casei cedo com 19 anos e grávida no regime comunhão parcial de bens, tenho 2 filhos de 17 e 13 anos desta união. Em 2001 fizemos nossa separação consensual e partilhamos os bens, foi hiper tranqüilo pq foi uma separação de faz de conta. Faz de conta q virou verdadeira devido as falcatruas q descobri dele e sua família
    Falcatrua com relação a empresa da sua família(seus pais) aconteceu assim:
    Seus pais tinha uma empresa sólida,(14 mil metros de área construída e 650 em seu quadro de funcionários)Ocorre q começou uma recessão aqui no vale no ramo deles, devido há isto seus pais( meus ex-sogros) juntamente com uma equipe de advogados com muito prestigio resolveram abrir uma empresa e passar pra ela todos os bens da empresa já existente, logo após isso e o tal prazo “legal”meus ex-sogros passaram para meu ex-marido e seu irmão esta empresa antiga(nesta época q fizemos a tal separação consensual) com muitas dividas e alguns bens apenas, no contrato social foi transferida pra eles como doação de legitima e logo após isso entraram em processo de concordata, la pelas tantas seu irmão doou suas cotas para meu ex-marido e logo após o prazo “legal”(tudo bem documentado e bem orientados por seus procuradores de prestigio) este pediu a autofalência. E os processos seguiram seus cursos tranquilamente, os bens que ficaram, foram a leilão, estes bens foram arrematados por uma empresa cujo os proprietários são os irmãos do pai do meu ex-marido, e lapelas tantas e seguindo o tal prazo “legal” estes bens hoje integralizam o patrimônio da empresa dos meus ex-sogros, isso aconteceu em outubro de 2007.Ah queria dizer q meu ex-marido e sua “empresa” tinha um contrato de aluguel com a empresa do seu pai.(alugavam os maquinários e o prédio). As coisas estavam correndo tranqüilas, até fevereiro de 2007 quando o tal prazo de “perigo” acabou(os tais 5 anos) e o pai dos meus filhos entrou com uma minoração de pensão(o inferno começou) alegando ser um falido e pobre coitado, eu defendi e entrei com majoração, este continua batendo o pé q é um falido e anda como tal para não deixar rastros. Ocorre q seus pais(meus ex-sogros) sustentam ele e até pagaram pensão, escola como tínhamos acordado na nossa separação, só q eles não querem mais continuar pagando, tbm entrei contra eles e tenho tudo documentado os pagamentos de pensão e escola q eles vinham pagando, meu filho de 17 anos prestou vestibular para Direito e passou,porem agora eles não querem mais pagar, mandaram ele ir trabalhar para pagar sua faculdade e tiraram meu filho de 13 anos da escola particular tbm(não renovaram a matricula)o valor da pensão é de 8.3 salários mínimos, eles querem passar a pagar 3 salários mínimos agora, e não querem mais ter o compromisso com faculdade e escola.E desde outubro eles estão depositando oq bem entendem, não passa de 3 salarios mínimos-já entrei com o 733,mas a juíza não decreta,isso q já tem um parecer do MP mandando ele pagar o débito A VISTA sem direito há parcelamento ou a prisão.
    Ocorre q estou endividada devido aos atrasos, TODOS mandam eu trabalhar no Feito, porem sou portatora de LUPUS anexei nos processos 3laudos médicos comprovando minha doença, e tbm não tenho preparação para o mercado, sempre fui do lar, nem terminei meu segundo grau.Queria dizer que os pais dele são pessoas provedoras de alto padrão de vida moram em apartamento avaliado em $800 mil reais(oitocentos mil reais) e possuem carros importados, um q foi adquirido no final de 2007 no valor de duzentos mil reais pagos a vista, os carros estão no nome da empresa deles, o apartamento está no nome da minha ex-sogra(ahh eles tbm fizeram a tal separação falcatrua, só q vivem juntos)
    Minha procuradora me garantiu q vamos ganhar,mas tenho receios,pois estou mexendo com pessoas q tem muita grana e ótimos advogados, ahh seus procuradores nestes processos são os MENTORES de tudo isso q aconteceu com as empresas, segundo meu ex-sogro eles garantiram q eu vou perder.
    TENHO MEDO!!

  • Karen

    Olá Claudia!
    Minha situação é totalmente fora do comum, vou tentar resumir em algumas linhas.
    Casei cedo com 19 anos e grávida no regime comunhão parcial de bens, tenho 2 filhos de 17 e 13 anos desta união. Em 2001 fizemos nossa separação consensual e partilhamos os bens, foi hiper tranqüilo pq foi uma separação de faz de conta. Faz de conta q virou verdadeira devido as falcatruas q descobri dele e sua família
    Falcatrua com relação a empresa da sua família(seus pais) aconteceu assim:
    Seus pais tinha uma empresa sólida,(14 mil metros de área construída e 650 em seu quadro de funcionários)Ocorre q começou uma recessão aqui no vale no ramo deles, devido há isto seus pais( meus ex-sogros) juntamente com uma equipe de advogados com muito prestigio resolveram abrir uma empresa e passar pra ela todos os bens da empresa já existente, logo após isso e o tal prazo “legal”meus ex-sogros passaram para meu ex-marido e seu irmão esta empresa antiga(nesta época q fizemos a tal separação consensual) com muitas dividas e alguns bens apenas, no contrato social foi transferida pra eles como doação de legitima e logo após isso entraram em processo de concordata, la pelas tantas seu irmão doou suas cotas para meu ex-marido e logo após o prazo “legal”(tudo bem documentado e bem orientados por seus procuradores de prestigio) este pediu a autofalência. E os processos seguiram seus cursos tranquilamente, os bens que ficaram, foram a leilão, estes bens foram arrematados por uma empresa cujo os proprietários são os irmãos do pai do meu ex-marido, e lapelas tantas e seguindo o tal prazo “legal” estes bens hoje integralizam o patrimônio da empresa dos meus ex-sogros, isso aconteceu em outubro de 2007.Ah queria dizer q meu ex-marido e sua “empresa” tinha um contrato de aluguel com a empresa do seu pai.(alugavam os maquinários e o prédio). As coisas estavam correndo tranqüilas, até fevereiro de 2007 quando o tal prazo de “perigo” acabou(os tais 5 anos) e o pai dos meus filhos entrou com uma minoração de pensão(o inferno começou) alegando ser um falido e pobre coitado, eu defendi e entrei com majoração, este continua batendo o pé q é um falido e anda como tal para não deixar rastros. Ocorre q seus pais(meus ex-sogros) sustentam ele e até pagaram pensão, escola como tínhamos acordado na nossa separação, só q eles não querem mais continuar pagando, tbm entrei contra eles e tenho tudo documentado os pagamentos de pensão e escola q eles vinham pagando, meu filho de 17 anos prestou vestibular para Direito e passou,porem agora eles não querem mais pagar, mandaram ele ir trabalhar para pagar sua faculdade e tiraram meu filho de 13 anos da escola particular tbm(não renovaram a matricula)o valor da pensão é de 8.3 salários mínimos, eles querem passar a pagar 3 salários mínimos agora, e não querem mais ter o compromisso com faculdade e escola.E desde outubro eles estão depositando oq bem entendem, não passa de 3 salarios mínimos-já entrei com o 733,mas a juíza não decreta,isso q já tem um parecer do MP mandando ele pagar o débito A VISTA sem direito há parcelamento ou a prisão.
    Ocorre q estou endividada devido aos atrasos, TODOS mandam eu trabalhar no Feito, porem sou portatora de LUPUS anexei nos processos 3laudos médicos comprovando minha doença, e tbm não tenho preparação para o mercado, sempre fui do lar, nem terminei meu segundo grau.Queria dizer que os pais dele são pessoas provedoras de alto padrão de vida moram em apartamento avaliado em $800 mil reais(oitocentos mil reais) e possuem carros importados, um q foi adquirido no final de 2007 no valor de duzentos mil reais pagos a vista, os carros estão no nome da empresa deles, o apartamento está no nome da minha ex-sogra(ahh eles tbm fizeram a tal separação falcatrua, só q vivem juntos)
    Minha procuradora me garantiu q vamos ganhar,mas tenho receios,pois estou mexendo com pessoas q tem muita grana e ótimos advogados, ahh seus procuradores nestes processos são os MENTORES de tudo isso q aconteceu com as empresas, segundo meu ex-sogro eles garantiram q eu vou perder.
    TENHO MEDO!!

  • Karen

    Olá Claudia!
    Minha situação é totalmente fora do comum, vou tentar resumir em algumas linhas.
    Casei cedo com 19 anos e grávida no regime comunhão parcial de bens, tenho 2 filhos de 17 e 13 anos desta união. Em 2001 fizemos nossa separação consensual e partilhamos os bens, foi hiper tranqüilo pq foi uma separação de faz de conta. Faz de conta q virou verdadeira devido as falcatruas q descobri dele e sua família
    Falcatrua com relação a empresa da sua família(seus pais) aconteceu assim:
    Seus pais tinha uma empresa sólida,(14 mil metros de área construída e 650 em seu quadro de funcionários)Ocorre q começou uma recessão aqui no vale no ramo deles, devido há isto seus pais( meus ex-sogros) juntamente com uma equipe de advogados com muito prestigio resolveram abrir uma empresa e passar pra ela todos os bens da empresa já existente, logo após isso e o tal prazo “legal”meus ex-sogros passaram para meu ex-marido e seu irmão esta empresa antiga(nesta época q fizemos a tal separação consensual) com muitas dividas e alguns bens apenas, no contrato social foi transferida pra eles como doação de legitima e logo após isso entraram em processo de concordata, la pelas tantas seu irmão doou suas cotas para meu ex-marido e logo após o prazo “legal”(tudo bem documentado e bem orientados por seus procuradores de prestigio) este pediu a autofalência. E os processos seguiram seus cursos tranquilamente, os bens que ficaram, foram a leilão, estes bens foram arrematados por uma empresa cujo os proprietários são os irmãos do pai do meu ex-marido, e lapelas tantas e seguindo o tal prazo “legal” estes bens hoje integralizam o patrimônio da empresa dos meus ex-sogros, isso aconteceu em outubro de 2007.Ah queria dizer q meu ex-marido e sua “empresa” tinha um contrato de aluguel com a empresa do seu pai.(alugavam os maquinários e o prédio). As coisas estavam correndo tranqüilas, até fevereiro de 2007 quando o tal prazo de “perigo” acabou(os tais 5 anos) e o pai dos meus filhos entrou com uma minoração de pensão(o inferno começou) alegando ser um falido e pobre coitado, eu defendi e entrei com majoração, este continua batendo o pé q é um falido e anda como tal para não deixar rastros. Ocorre q seus pais(meus ex-sogros) sustentam ele e até pagaram pensão, escola como tínhamos acordado na nossa separação, só q eles não querem mais continuar pagando, tbm entrei contra eles e tenho tudo documentado os pagamentos de pensão e escola q eles vinham pagando, meu filho de 17 anos prestou vestibular para Direito e passou,porem agora eles não querem mais pagar, mandaram ele ir trabalhar para pagar sua faculdade e tiraram meu filho de 13 anos da escola particular tbm(não renovaram a matricula)o valor da pensão é de 8.3 salários mínimos, eles querem passar a pagar 3 salários mínimos agora, e não querem mais ter o compromisso com faculdade e escola.E desde outubro eles estão depositando oq bem entendem, não passa de 3 salarios mínimos-já entrei com o 733,mas a juíza não decreta,isso q já tem um parecer do MP mandando ele pagar o débito A VISTA sem direito há parcelamento ou a prisão.
    Ocorre q estou endividada devido aos atrasos, TODOS mandam eu trabalhar no Feito, porem sou portatora de LUPUS anexei nos processos 3laudos médicos comprovando minha doença, e tbm não tenho preparação para o mercado, sempre fui do lar, nem terminei meu segundo grau.Queria dizer que os pais dele são pessoas provedoras de alto padrão de vida moram em apartamento avaliado em $800 mil reais(oitocentos mil reais) e possuem carros importados, um q foi adquirido no final de 2007 no valor de duzentos mil reais pagos a vista, os carros estão no nome da empresa deles, o apartamento está no nome da minha ex-sogra(ahh eles tbm fizeram a tal separação falcatrua, só q vivem juntos)
    Minha procuradora me garantiu q vamos ganhar,mas tenho receios,pois estou mexendo com pessoas q tem muita grana e ótimos advogados, ahh seus procuradores nestes processos são os MENTORES de tudo isso q aconteceu com as empresas, segundo meu ex-sogro eles garantiram q eu vou perder.
    TENHO MEDO!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    Adriano, vc vai me desculpar, mas antes que a Claudia diga qualquer coisa, eu gostaria de dizer que todos os seus problemas resolver-se-ão quando você deixar de ser frouxo e assumir as rédeas da sua vida e parar de ficar se queixando feito uma criança que sua ex não deixa isso, que sua ex não deixa aquilo!!

    Seja efetivamente um adulto, já que vc disse que se vira desde os 10 anos de idade e use a lei e apenas a lei para se proteger, não tem inferno certo com ex-mulher ou ex-marido quando se usa a lei!!

    É seu direito ver seus filhos, ainda que você não pagasse nada!! E é seu dever como pai não deixar que sua filha fique à mercê de uma personalidade doida feito sua ex-mulher!!

    Perdoe-me se pareço um pouco agressiva, não é minha intenção, mas o que eu vejo de pais que largam o filho porque a ex é isso ou aquilo, e como filha de um pai ausente (mas que era casado com minha mãe) sei o quanto isso faz falta.

    Um grande abraço e boa sorte!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    Adriano, vc vai me desculpar, mas antes que a Claudia diga qualquer coisa, eu gostaria de dizer que todos os seus problemas resolver-se-ão quando você deixar de ser frouxo e assumir as rédeas da sua vida e parar de ficar se queixando feito uma criança que sua ex não deixa isso, que sua ex não deixa aquilo!!

    Seja efetivamente um adulto, já que vc disse que se vira desde os 10 anos de idade e use a lei e apenas a lei para se proteger, não tem inferno certo com ex-mulher ou ex-marido quando se usa a lei!!

    É seu direito ver seus filhos, ainda que você não pagasse nada!! E é seu dever como pai não deixar que sua filha fique à mercê de uma personalidade doida feito sua ex-mulher!!

    Perdoe-me se pareço um pouco agressiva, não é minha intenção, mas o que eu vejo de pais que largam o filho porque a ex é isso ou aquilo, e como filha de um pai ausente (mas que era casado com minha mãe) sei o quanto isso faz falta.

    Um grande abraço e boa sorte!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    Adriano, vc vai me desculpar, mas antes que a Claudia diga qualquer coisa, eu gostaria de dizer que todos os seus problemas resolver-se-ão quando você deixar de ser frouxo e assumir as rédeas da sua vida e parar de ficar se queixando feito uma criança que sua ex não deixa isso, que sua ex não deixa aquilo!!

    Seja efetivamente um adulto, já que vc disse que se vira desde os 10 anos de idade e use a lei e apenas a lei para se proteger, não tem inferno certo com ex-mulher ou ex-marido quando se usa a lei!!

    É seu direito ver seus filhos, ainda que você não pagasse nada!! E é seu dever como pai não deixar que sua filha fique à mercê de uma personalidade doida feito sua ex-mulher!!

    Perdoe-me se pareço um pouco agressiva, não é minha intenção, mas o que eu vejo de pais que largam o filho porque a ex é isso ou aquilo, e como filha de um pai ausente (mas que era casado com minha mãe) sei o quanto isso faz falta.

    Um grande abraço e boa sorte!!

  • André

    Tenho 20 anos, faço faculdade, tenho um emprego e vou me casar. Gostaria de saber se perco minha pensão somente quando minha faculdade acabar ou se pelo fato de me casar já me torno independentee perco a pensão ? No caso meu salário é maior que a pensão

  • André

    Tenho 20 anos, faço faculdade, tenho um emprego e vou me casar. Gostaria de saber se perco minha pensão somente quando minha faculdade acabar ou se pelo fato de me casar já me torno independentee perco a pensão ? No caso meu salário é maior que a pensão

  • André

    Tenho 20 anos, faço faculdade, tenho um emprego e vou me casar. Gostaria de saber se perco minha pensão somente quando minha faculdade acabar ou se pelo fato de me casar já me torno independentee perco a pensão ? No caso meu salário é maior que a pensão

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ Claudia Lyra

    Hauahauhaua… Jade, eu te adoro!!! Ê mulé porreta, sô!

    Oi, Adriano!

    Coisa chata que tá acontecendo contigo, né não? Existem mães que são assim mesmo: manipulam os filhos para atingir os ex-companheiros. A gente vê isso todo dia nos corredores dos fóruns por aí…

    E o remédio pra isso é não ficar acuado. Ela continua com a tática simplesmente porque está vendo que dá certo. Tem um monte de saídas psicológicas pra esse problema, mas disso não entendo nada. Assim, vou dar meus pitacos jurídicos, que é a minha praia.

    Vá ONTEM procurar um advogado ou um defensor público! E ajuíze uma ação de alimentos com regulamentação de visitas.

    Nada dessa coisa de guarda compartilhada. Isso, na prática, não dá certo mesmo, como se provou no seu caso. Guarda compartilhada exige que pai e mãe se dêem super bem e isso não costuma acontecer nem quando eles moram juntos, quanto mais quando estão separados.

    Aí, estando tudo bem certinho, preto no branco, quando sua filha perguntar porque você não ajuda e blábláblá, você mostra pra ela – ela é pequena, mas vai entender – que você está dando o que o juiz mandou dar. E que é a mamãe que não está obedecendo à ordem do juiz ao dificultar as visitas.

    Tá vendo? Você vai virar o jogo.

    Ah! Importantíssimo! Cada vez que ela não cumprir com o combinado nas visitas, não deixe de procurar o juiz e pedir ordem judicial para você exercer seu direito. Geralmente, uma vez só basta pra que ela passe a pensar bem quando der vontade de desobedecer à ordem judicial. Não se preocupe com traumas nas crianças, porque isso, normalmente, não acontece.

    Quanto a esse seu novo relacionamento, espero que você seja feliz. E, é claro, espero que sua namorada não seja mesmo uma madrasta má de contos de fadas, porque já basta pra seus filhos uma mãe que, aparentemente, surtou.

    Beijos!!!!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ Claudia Lyra

    Hauahauhaua… Jade, eu te adoro!!! Ê mulé porreta, sô!

    Oi, Adriano!

    Coisa chata que tá acontecendo contigo, né não? Existem mães que são assim mesmo: manipulam os filhos para atingir os ex-companheiros. A gente vê isso todo dia nos corredores dos fóruns por aí…

    E o remédio pra isso é não ficar acuado. Ela continua com a tática simplesmente porque está vendo que dá certo. Tem um monte de saídas psicológicas pra esse problema, mas disso não entendo nada. Assim, vou dar meus pitacos jurídicos, que é a minha praia.

    Vá ONTEM procurar um advogado ou um defensor público! E ajuíze uma ação de alimentos com regulamentação de visitas.

    Nada dessa coisa de guarda compartilhada. Isso, na prática, não dá certo mesmo, como se provou no seu caso. Guarda compartilhada exige que pai e mãe se dêem super bem e isso não costuma acontecer nem quando eles moram juntos, quanto mais quando estão separados.

    Aí, estando tudo bem certinho, preto no branco, quando sua filha perguntar porque você não ajuda e blábláblá, você mostra pra ela – ela é pequena, mas vai entender – que você está dando o que o juiz mandou dar. E que é a mamãe que não está obedecendo à ordem do juiz ao dificultar as visitas.

    Tá vendo? Você vai virar o jogo.

    Ah! Importantíssimo! Cada vez que ela não cumprir com o combinado nas visitas, não deixe de procurar o juiz e pedir ordem judicial para você exercer seu direito. Geralmente, uma vez só basta pra que ela passe a pensar bem quando der vontade de desobedecer à ordem judicial. Não se preocupe com traumas nas crianças, porque isso, normalmente, não acontece.

    Quanto a esse seu novo relacionamento, espero que você seja feliz. E, é claro, espero que sua namorada não seja mesmo uma madrasta má de contos de fadas, porque já basta pra seus filhos uma mãe que, aparentemente, surtou.

    Beijos!!!!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com Claudia Lyra

    Hauahauhaua… Jade, eu te adoro!!! Ê mulé porreta, sô!

    Oi, Adriano!

    Coisa chata que tá acontecendo contigo, né não? Existem mães que são assim mesmo: manipulam os filhos para atingir os ex-companheiros. A gente vê isso todo dia nos corredores dos fóruns por aí…

    E o remédio pra isso é não ficar acuado. Ela continua com a tática simplesmente porque está vendo que dá certo. Tem um monte de saídas psicológicas pra esse problema, mas disso não entendo nada. Assim, vou dar meus pitacos jurídicos, que é a minha praia.

    Vá ONTEM procurar um advogado ou um defensor público! E ajuíze uma ação de alimentos com regulamentação de visitas.

    Nada dessa coisa de guarda compartilhada. Isso, na prática, não dá certo mesmo, como se provou no seu caso. Guarda compartilhada exige que pai e mãe se dêem super bem e isso não costuma acontecer nem quando eles moram juntos, quanto mais quando estão separados.

    Aí, estando tudo bem certinho, preto no branco, quando sua filha perguntar porque você não ajuda e blábláblá, você mostra pra ela – ela é pequena, mas vai entender – que você está dando o que o juiz mandou dar. E que é a mamãe que não está obedecendo à ordem do juiz ao dificultar as visitas.

    Tá vendo? Você vai virar o jogo.

    Ah! Importantíssimo! Cada vez que ela não cumprir com o combinado nas visitas, não deixe de procurar o juiz e pedir ordem judicial para você exercer seu direito. Geralmente, uma vez só basta pra que ela passe a pensar bem quando der vontade de desobedecer à ordem judicial. Não se preocupe com traumas nas crianças, porque isso, normalmente, não acontece.

    Quanto a esse seu novo relacionamento, espero que você seja feliz. E, é claro, espero que sua namorada não seja mesmo uma madrasta má de contos de fadas, porque já basta pra seus filhos uma mãe que, aparentemente, surtou.

    Beijos!!!!

  • Marcy Nogueira

    Gostaria de um esclarecimento sobre o percentual estabelecido por Lei para as pensões. Este percentual pode de 35%? É sobre o valor bruto ou líquido dos rendimentos?
    No meu caso até agora nada foi definido. O meu ex não desembolsa nada em dinheiro, simplesmente passa em casa e pega as contas que tem para pagar (aquelas certas tipo: luz, telefone, colegio) o resto fica tudo comigo, inclusive qq. extra que aparecer. O fato é que o valor total das contas que ele está pagamento está muito abaixo do valor correspondente a 35 ou 30% dos seus rendimentos. Outra questão é o fato dele entrar e sair em casa na hora que ele quiser. Bem, ele saiu de casa mas nada foi conversado a respeito da formalização da separação.

  • Marcy Nogueira

    Gostaria de um esclarecimento sobre o percentual estabelecido por Lei para as pensões. Este percentual pode de 35%? É sobre o valor bruto ou líquido dos rendimentos?
    No meu caso até agora nada foi definido. O meu ex não desembolsa nada em dinheiro, simplesmente passa em casa e pega as contas que tem para pagar (aquelas certas tipo: luz, telefone, colegio) o resto fica tudo comigo, inclusive qq. extra que aparecer. O fato é que o valor total das contas que ele está pagamento está muito abaixo do valor correspondente a 35 ou 30% dos seus rendimentos. Outra questão é o fato dele entrar e sair em casa na hora que ele quiser. Bem, ele saiu de casa mas nada foi conversado a respeito da formalização da separação.

  • Marcy Nogueira

    Gostaria de um esclarecimento sobre o percentual estabelecido por Lei para as pensões. Este percentual pode de 35%? É sobre o valor bruto ou líquido dos rendimentos?
    No meu caso até agora nada foi definido. O meu ex não desembolsa nada em dinheiro, simplesmente passa em casa e pega as contas que tem para pagar (aquelas certas tipo: luz, telefone, colegio) o resto fica tudo comigo, inclusive qq. extra que aparecer. O fato é que o valor total das contas que ele está pagamento está muito abaixo do valor correspondente a 35 ou 30% dos seus rendimentos. Outra questão é o fato dele entrar e sair em casa na hora que ele quiser. Bem, ele saiu de casa mas nada foi conversado a respeito da formalização da separação.

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ Claudia Lyra

    Oi, Karen!

    Pelo que entendi de seu relato, você quer impedir que seu ex-marido diminua a pensão que ele já tem pago, não é? Bom… a pensão judicial só pode ser modificada se seu marido conseguir provar pro juiz que não tem mais condição financeiras de pagar o que ele combinou anteriormente. Então, minha linda, essa história toda que você contou aí – complicadíssima, mas não tão incomum – não te serve muito, já que você mesma falou que eles fizeram tudo muito bem escamoteado.

    O fato de seus sogros terem boa condição financeira, a princípio, não quer dizer nada, porque a responsabilidade de sustento não recai sobre os avós e, sim, sobre os pais.

    Sua doença pode te autorizar a entrar com um pedido de pensão para você mesma. Aí, serão três pensões, as dos dois filhos e a sua… talvez isso possa ajudar. Mas, normalmente, o juiz só fixa pensão para ex-mulher quando esta tem uma doença realmente impeditiva para o trabalho, o que depende de laudo médico para ser provado etc e tal.

    Converse mais com sua advogada e veja quais são suas reais chances. Sem querer ser implicante, advogado nenhum pode GARANTIR que se vá ganhar uma causa. Isso não existe. Então, peça para ela ser sincera contigo. Se ela insistir com essa “garantia”, talvez seja uma boa trocar de advogado, viu!

    Beijos!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    Valeu Claudia!! Eu não quis agredir o Adriano, é que eu acho uma sacanagem sem tamanho pessoas que usam seus filhos para atingir ex-parceiros, o outro ver e sentir-se impotente e não fazer nada, talvez ele se sinta culpado porque separou e continuou transando com ela, fez outro filho, e infelizmente ele dá a ela um poder que ela não tem!! Não existe ser humano superior a outro, todos são iguais!!

    Ter responsabilidade por outra vida não é brincadeira e tem gente que não consegue ver isso!! Se ele vê e percebe que a ex é uma louca, deve agir, e vc tá mostrando que existem os recursos!!

    Diz um velho ditado: “Aos amigos, tudo, aos inimigos, a lei!”. Acho que não há loucura que resista a uma lei bem aplicada e as leis de família ainda são as que são melhor cumpridas nesse país!!

    Beijos prá vc e sorte pro Adriano!!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com Claudia Lyra

    Oi, Karen!

    Pelo que entendi de seu relato, você quer impedir que seu ex-marido diminua a pensão que ele já tem pago, não é? Bom… a pensão judicial só pode ser modificada se seu marido conseguir provar pro juiz que não tem mais condição financeiras de pagar o que ele combinou anteriormente. Então, minha linda, essa história toda que você contou aí – complicadíssima, mas não tão incomum – não te serve muito, já que você mesma falou que eles fizeram tudo muito bem escamoteado.

    O fato de seus sogros terem boa condição financeira, a princípio, não quer dizer nada, porque a responsabilidade de sustento não recai sobre os avós e, sim, sobre os pais.

    Sua doença pode te autorizar a entrar com um pedido de pensão para você mesma. Aí, serão três pensões, as dos dois filhos e a sua… talvez isso possa ajudar. Mas, normalmente, o juiz só fixa pensão para ex-mulher quando esta tem uma doença realmente impeditiva para o trabalho, o que depende de laudo médico para ser provado etc e tal.

    Converse mais com sua advogada e veja quais são suas reais chances. Sem querer ser implicante, advogado nenhum pode GARANTIR que se vá ganhar uma causa. Isso não existe. Então, peça para ela ser sincera contigo. Se ela insistir com essa “garantia”, talvez seja uma boa trocar de advogado, viu!

    Beijos!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    Valeu Claudia!! Eu não quis agredir o Adriano, é que eu acho uma sacanagem sem tamanho pessoas que usam seus filhos para atingir ex-parceiros, o outro ver e sentir-se impotente e não fazer nada, talvez ele se sinta culpado porque separou e continuou transando com ela, fez outro filho, e infelizmente ele dá a ela um poder que ela não tem!! Não existe ser humano superior a outro, todos são iguais!!

    Ter responsabilidade por outra vida não é brincadeira e tem gente que não consegue ver isso!! Se ele vê e percebe que a ex é uma louca, deve agir, e vc tá mostrando que existem os recursos!!

    Diz um velho ditado: “Aos amigos, tudo, aos inimigos, a lei!”. Acho que não há loucura que resista a uma lei bem aplicada e as leis de família ainda são as que são melhor cumpridas nesse país!!

    Beijos prá vc e sorte pro Adriano!!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ Claudia Lyra

    Oi, Marcy!

    Na verdade, não há um percentual pré-estabelecido em lei para o valor da pensão. Mas, normalmente, os juízes costumam estabelecer pra eles mesmos uma tabelinha informal. Por exemplo, trabalhei com um juiz que tinha na cabeça dele que um filho valia 20% do salário líquido, dois filhos valia 30% e por aí vai. E estes valores são os mais comuns mesmo.

    Procure um advogado ou defensor público e entre, de imediato, com uma ação de alimentos, porque isso é o mais urgente. A separação pode ser resolvida depois.

    Agora, permita-me ligar o modo palpiteira? Ah… obrigada. :D

    Não sei porque você está deixando ele entrar e sair de sua casa na hora que ele bem entende. Se sua intenção é mesmo separar, coloque um ponto final nisso. Aliás, mesmo que você ainda tenha a esperança de reatar o relacionamento, enquanto estiverem separados, não permita isso! E nada dele sair pegando suas contas pra pagar!!! Que qui é isso, minha gente?!?!?!? Ele, por acaso, não te acha capaz de gerir sua própria vida depois da separação? Deixa isso não, Marcy, é muita folga.
    [modo palpiteira off]

    Beijos!!!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com Claudia Lyra

    Oi, Marcy!

    Na verdade, não há um percentual pré-estabelecido em lei para o valor da pensão. Mas, normalmente, os juízes costumam estabelecer pra eles mesmos uma tabelinha informal. Por exemplo, trabalhei com um juiz que tinha na cabeça dele que um filho valia 20% do salário líquido, dois filhos valia 30% e por aí vai. E estes valores são os mais comuns mesmo.

    Procure um advogado ou defensor público e entre, de imediato, com uma ação de alimentos, porque isso é o mais urgente. A separação pode ser resolvida depois.

    Agora, permita-me ligar o modo palpiteira? Ah… obrigada. :D

    Não sei porque você está deixando ele entrar e sair de sua casa na hora que ele bem entende. Se sua intenção é mesmo separar, coloque um ponto final nisso. Aliás, mesmo que você ainda tenha a esperança de reatar o relacionamento, enquanto estiverem separados, não permita isso! E nada dele sair pegando suas contas pra pagar!!! Que qui é isso, minha gente?!?!?!? Ele, por acaso, não te acha capaz de gerir sua própria vida depois da separação? Deixa isso não, Marcy, é muita folga.
    [modo palpiteira off]

    Beijos!!!

  • Ângela

    Gostaria de saber se já posso soliticar a pensão alimenticia
    mesmo minha filha tendo apenas 3 mesês
    Quando me interar no assunto o quando antes pois o pai dela ñ mostrou nem um pouco de interesse apenas a registrou e sumiu nunca mais o vi
    tem mais um problrma ele ñ trabalha registrado isso interfere em algo

    mto obrigada até o momento

  • Ângela

    Gostaria de saber se já posso soliticar a pensão alimenticia
    mesmo minha filha tendo apenas 3 mesês
    Quando me interar no assunto o quando antes pois o pai dela ñ mostrou nem um pouco de interesse apenas a registrou e sumiu nunca mais o vi
    tem mais um problrma ele ñ trabalha registrado isso interfere em algo

    mto obrigada até o momento

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi, Ângela!

    Claro que pode!!! O filho tem direito ao pagamento de pensão desde o nascimento. Procure um advogado ou um defensor público o quanto antes, a fim de ajuizar uma ação de alimentos em favor de sua filhinha.

    Beijos!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Oi, Ângela!

    Claro que pode!!! O filho tem direito ao pagamento de pensão desde o nascimento. Procure um advogado ou um defensor público o quanto antes, a fim de ajuizar uma ação de alimentos em favor de sua filhinha.

    Beijos!

  • Luciana

    Adorei seu site, mas não encontrei resposta para o meu problema.Tenho um filho de 15 anos que teve a paternidade reconhecida na justiça quando ele tinha cinco anos desde então o cabra paga a pensão de meio salário, meu filho nunca recebeu 13°, férias, abonos,recisão, etc…, nunca cobrei nada a mais que o acordo que fizemos em juizo, mesmo tendo que arcar com procedimentos médicos carissimos como ressonancia etc…, acontece que ele não paga a penão a pelo menos 19 meses e é a segunda vez que isso acontece, da primeira vez ele ficou menos tempo acertou o que devia e voltou a depositar atrasado mas tudo bem,agora ele realmente deixou de pagar por pelo menos 3 vezes tentei entrar na justiça, na gratuita disseram para eu colocar um detetive atras dele( não tenho condições caso contrario não estaria pedindo pensão) depois foi no particular disseram que eu tinha que ver quais bens ele possuia( não tem nada) como eu faço p/ que ele volte a depositar? estou precisando muito. ele é motorista particular de um parente do prefeito da cidade.

  • Luciana

    Adorei seu site, mas não encontrei resposta para o meu problema.Tenho um filho de 15 anos que teve a paternidade reconhecida na justiça quando ele tinha cinco anos desde então o cabra paga a pensão de meio salário, meu filho nunca recebeu 13°, férias, abonos,recisão, etc…, nunca cobrei nada a mais que o acordo que fizemos em juizo, mesmo tendo que arcar com procedimentos médicos carissimos como ressonancia etc…, acontece que ele não paga a penão a pelo menos 19 meses e é a segunda vez que isso acontece, da primeira vez ele ficou menos tempo acertou o que devia e voltou a depositar atrasado mas tudo bem,agora ele realmente deixou de pagar por pelo menos 3 vezes tentei entrar na justiça, na gratuita disseram para eu colocar um detetive atras dele( não tenho condições caso contrario não estaria pedindo pensão) depois foi no particular disseram que eu tinha que ver quais bens ele possuia( não tem nada) como eu faço p/ que ele volte a depositar? estou precisando muito. ele é motorista particular de um parente do prefeito da cidade.

  • kenia correa gontijo peixoto

    oi,gostaria de saber como faço p colocar o pai de meus filhos na justiça pq ha 9 anos nos separamos e ele ajuda os filhos porem ñ é judicial e nem tem o da e o valor certo p ajudar os filhos,então gostria de um exclarecimento pq o infeliz vive nos e.u.a e é clandestino.
    por favor me esclareça esta duvida levando em conta que ele esta mtbem la.
    obrigada

  • http://ha kenia correa gontijo peixoto

    oi,gostaria de saber como faço p colocar o pai de meus filhos na justiça pq ha 9 anos nos separamos e ele ajuda os filhos porem ñ é judicial e nem tem o da e o valor certo p ajudar os filhos,então gostria de um exclarecimento pq o infeliz vive nos e.u.a e é clandestino.
    por favor me esclareça esta duvida levando em conta que ele esta mtbem la.
    obrigada

  • jack

    se uma pessoa possui dosi mandados de prisão por execução de pensão alimenticia, cada um de trinta dias e os dois são cumpridos na mesma data, qual será o periodo de prisão? 30 ou será somado os dois 60 dias?.

  • http://intranet jack

    se uma pessoa possui dosi mandados de prisão por execução de pensão alimenticia, cada um de trinta dias e os dois são cumpridos na mesma data, qual será o periodo de prisão? 30 ou será somado os dois 60 dias?.

  • Léo Noèl

    Com qual idade meu filho poderá receber a pensão alimentícia diretamente em sua conta corrente. Atualmente deposito para a mãe dele.
    Obrigado
    Léo

  • Léo Noèl

    Com qual idade meu filho poderá receber a pensão alimentícia diretamente em sua conta corrente. Atualmente deposito para a mãe dele.
    Obrigado
    Léo

  • http://nextelnextel51yahoo.com.br/ Pedro

    Dois filhos de um ex relacionamento de 09 e 12 anos.
    Salario bruto de 3400 e deposito por livre e espontanea vontade 500,00 na conta da ex para sustento dos filhos.
    Forneço Assistencia médica para as duas crianças, e para um outro filho que ela tem de um outro casamento além de não tirar os beneficios dela própria.
    Dou tudo que posso aos dois e ela não esta contente com a grana.

    O que faço? Ela trabalha e ganha seu dinheiro!

    Ela quer entrar na justiça para pedir mais!

  • http://nextelnextel51yahoo.com.br Pedro

    Dois filhos de um ex relacionamento de 09 e 12 anos.
    Salario bruto de 3400 e deposito por livre e espontanea vontade 500,00 na conta da ex para sustento dos filhos.
    Forneço Assistencia médica para as duas crianças, e para um outro filho que ela tem de um outro casamento além de não tirar os beneficios dela própria.
    Dou tudo que posso aos dois e ela não esta contente com a grana.

    O que faço? Ela trabalha e ganha seu dinheiro!

    Ela quer entrar na justiça para pedir mais!

  • JBB-51

    Olá galera, antes de mandar o meu (longo) recado, o 51 do nome é a minha atual idade, portanto isso é credencial suficiente para opinar e ensinar, sem medo de ser feliz.

    Tenho dois divórcios no currículo, três filhos adultos do primeiro casamento e um relacionamento iniciado na Internet que me tem feito feliz e realizado, onde encontrei minha cara metade com mais um filho, este agregado! Não moramos juntos e ai reside o segredo da eterna felicidade, um dia? Quem sabe??

    O que desejo passar para todos é a minha experiência quando, meus filhos estavam com 4, 8 e 10 anos moravam com a mãe, (eu pegava meus filhos de 15 em 15 dias) que tentava sustentar-se com minha pensão Judicial, minhas ajudas por fora e as tentativas dela firmar-se em um trabalho.

    Surgiu na história um gajo, que se ajeitou ao lado dela e de meus filhos. Até ai td bem, a vida era dela e tudo corria bem… Até que um dia, os meus filhos começaram a reclamar de maus tratos por parte do tal.

    Acho que meus pelos arrepiaram feito gato. Ainda assim tentei acertar as coisas de modo civilizado, conversando, opinando e ponderando.

    Eu tinha uma vida boa, bom emprego, tinha retornado aos estudos e fazia analise de sistemas na PUC. As conversas com a Ex não surtiram efeito, as reclamações dos meninos ficaram mais constantes… Bem, ai um homem tem tomar decisões de homem, comecei a fazer pressão e ameaças verbais. Deu até viatura na porta do condomínio!

    Nada parecia fazer a dita cuja entender que as crianças não deveriam passar pelo que estavam passando, até alimentação faltou por causa do chupin que alem de tudo não trabalhava.

    Um belo dia a pressão continua surtiu efeito e a mãe (sic) dos meus filhos espanou e abriu mão da guarda dos próprios rebentos. Não esperei ela pensar no assunto, fomos ao advogado e revogamos a pensão que eu pagava, ela foi morar com o príncipe de araque (não durou 6 meses) e eu, assumi, definitivamente a guarde dos meus filhos queridos.

    Não foi fácil, morava em uma cidade e trabalhava em outra. A minha ex-sogra consternada ajudou no que pode, enquanto eu trabalhava. A minha vida pessoal virou uma musica de duas notas, Casa (filhos) e Trabalho.

    Passados poucos meses, conheci a segunda esposa, que, definitivamente ajudou muito na educação e compartilhou a responsabilidade de criar três garotos.

    Foi bom enquanto durou. Os meninos cresceram, e, adolescentes que eram não se afinaram com a possessividade e ciúmes (injustificado) da segunda esposa para com a mãe deles (mãe é sempre mãe). Não foram poucos avisos, cansei de dizer que essa antipatia para com a mãe deles iria nos colocar em lados opostos, pois se eu tivesse que escolher, escolheria sempre os meus filhos.

    Bem, o meu relacionamento pela internet já indica qual foi a minha escolha. Escolhi os meus filhos e hoje, todos adultos, um casado (tenho uma neta) e dois ainda morando comigo posso dizer com segurança. Sou Feliz, busquei a minha felicidade, lutei pelo que acredito e não fugi as minhas responsabilidades.

    Li vários depoimentos aqui, alguns até interessantes, mas o que percebo é que ainda persiste nos homens em geral a idéia de que pensão alimentícia é dinheiro mal gasto, é buraco no orçamento do cara e por ai vai.

    Ta certo que a conjuntura nacional não é muito favorável e bons empregos já não são tão comuns. Que muitas mulheres se aproveitam da ligeira vantagem que a lei outorga, porem isso não é regra. A lei já mudou e as condições estão mais equilibradas.

    O bom dialoga tem resolvido impasses econômicos e privilegiando a educação compartilhada das crianças, porem, o gênero humano é complicado e muita “picuinha” vem acima dos interesses dos pequenos. Tanto o homem quanto a mulher são responsáveis pelos atos, fatos e filhos.

    Homens que hoje, assumem os filhos, como eu fiz, são bem mais comuns que há 18 anos atrás. Mas ainda persiste velhas praticas e machismos que não podem mais estar presentes no século 21.

    DIALOGO SEMPRE, PRESSÃO E AÇÃO QUANDO NECESSÁRIO, VIOLENCIA JAMAIS.

  • JBB-51

    Olá galera, antes de mandar o meu (longo) recado, o 51 do nome é a minha atual idade, portanto isso é credencial suficiente para opinar e ensinar, sem medo de ser feliz.

    Tenho dois divórcios no currículo, três filhos adultos do primeiro casamento e um relacionamento iniciado na Internet que me tem feito feliz e realizado, onde encontrei minha cara metade com mais um filho, este agregado! Não moramos juntos e ai reside o segredo da eterna felicidade, um dia? Quem sabe??

    O que desejo passar para todos é a minha experiência quando, meus filhos estavam com 4, 8 e 10 anos moravam com a mãe, (eu pegava meus filhos de 15 em 15 dias) que tentava sustentar-se com minha pensão Judicial, minhas ajudas por fora e as tentativas dela firmar-se em um trabalho.

    Surgiu na história um gajo, que se ajeitou ao lado dela e de meus filhos. Até ai td bem, a vida era dela e tudo corria bem… Até que um dia, os meus filhos começaram a reclamar de maus tratos por parte do tal.

    Acho que meus pelos arrepiaram feito gato. Ainda assim tentei acertar as coisas de modo civilizado, conversando, opinando e ponderando.

    Eu tinha uma vida boa, bom emprego, tinha retornado aos estudos e fazia analise de sistemas na PUC. As conversas com a Ex não surtiram efeito, as reclamações dos meninos ficaram mais constantes… Bem, ai um homem tem tomar decisões de homem, comecei a fazer pressão e ameaças verbais. Deu até viatura na porta do condomínio!

    Nada parecia fazer a dita cuja entender que as crianças não deveriam passar pelo que estavam passando, até alimentação faltou por causa do chupin que alem de tudo não trabalhava.

    Um belo dia a pressão continua surtiu efeito e a mãe (sic) dos meus filhos espanou e abriu mão da guarda dos próprios rebentos. Não esperei ela pensar no assunto, fomos ao advogado e revogamos a pensão que eu pagava, ela foi morar com o príncipe de araque (não durou 6 meses) e eu, assumi, definitivamente a guarde dos meus filhos queridos.

    Não foi fácil, morava em uma cidade e trabalhava em outra. A minha ex-sogra consternada ajudou no que pode, enquanto eu trabalhava. A minha vida pessoal virou uma musica de duas notas, Casa (filhos) e Trabalho.

    Passados poucos meses, conheci a segunda esposa, que, definitivamente ajudou muito na educação e compartilhou a responsabilidade de criar três garotos.

    Foi bom enquanto durou. Os meninos cresceram, e, adolescentes que eram não se afinaram com a possessividade e ciúmes (injustificado) da segunda esposa para com a mãe deles (mãe é sempre mãe). Não foram poucos avisos, cansei de dizer que essa antipatia para com a mãe deles iria nos colocar em lados opostos, pois se eu tivesse que escolher, escolheria sempre os meus filhos.

    Bem, o meu relacionamento pela internet já indica qual foi a minha escolha. Escolhi os meus filhos e hoje, todos adultos, um casado (tenho uma neta) e dois ainda morando comigo posso dizer com segurança. Sou Feliz, busquei a minha felicidade, lutei pelo que acredito e não fugi as minhas responsabilidades.

    Li vários depoimentos aqui, alguns até interessantes, mas o que percebo é que ainda persiste nos homens em geral a idéia de que pensão alimentícia é dinheiro mal gasto, é buraco no orçamento do cara e por ai vai.

    Ta certo que a conjuntura nacional não é muito favorável e bons empregos já não são tão comuns. Que muitas mulheres se aproveitam da ligeira vantagem que a lei outorga, porem isso não é regra. A lei já mudou e as condições estão mais equilibradas.

    O bom dialoga tem resolvido impasses econômicos e privilegiando a educação compartilhada das crianças, porem, o gênero humano é complicado e muita “picuinha” vem acima dos interesses dos pequenos. Tanto o homem quanto a mulher são responsáveis pelos atos, fatos e filhos.

    Homens que hoje, assumem os filhos, como eu fiz, são bem mais comuns que há 18 anos atrás. Mas ainda persiste velhas praticas e machismos que não podem mais estar presentes no século 21.

    DIALOGO SEMPRE, PRESSÃO E AÇÃO QUANDO NECESSÁRIO, VIOLENCIA JAMAIS.

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi Pedro!

    Deixa ela entrar na Justiça, querido. Ela vai se arrepender porque, provavelmente, o juiz vai manter a pensão do jeito que está, mas vai cortar a assistência médica dela própria e pro filho que não é seu, hauhauahuahaua…

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Oi Pedro!

    Deixa ela entrar na Justiça, querido. Ela vai se arrepender porque, provavelmente, o juiz vai manter a pensão do jeito que está, mas vai cortar a assistência médica dela própria e pro filho que não é seu, hauhauahuahaua…

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Taí, gente! JBB51 falou e disse!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Taí, gente! JBB51 falou e disse!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi Luciana!

    Sinceramente, não vejo o porquê de você colocar um detetive particular para investigar o pai do seu filho. Afinal, pagar pensão é obrigação do pai, tendo ele emprego registrado ou sendo autônomo ou, ainda, desempregado. Enfim…

    Quando há atraso de pensão judicial, o remédio para isso é ação de execução de pensão alimentícia. O sujeito é citado pra pagar a dívida ou para, pelo menos, justificar o motivo do atraso. Não tem nada a ver com bens, nada disso! Ele só tem que pagar o que deve.

    É claro que, se ele tiver bens, estes podem ser penhorados judicialmente e, por fim, leiloados para cobrir o débito. Facilita. Mas não é fundamental.

    Volte à Defensoria Pública e peça pra falar com o defensor público. Diga que não quer conversar com estagiário e, sim, com o defensor. Se não conseguir, vá no Ministério Público e peça pra falar com o promotor de justiça com atribuição para a Vara de Família e conte seu caso.

    Beijos!!!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Oi Luciana!

    Sinceramente, não vejo o porquê de você colocar um detetive particular para investigar o pai do seu filho. Afinal, pagar pensão é obrigação do pai, tendo ele emprego registrado ou sendo autônomo ou, ainda, desempregado. Enfim…

    Quando há atraso de pensão judicial, o remédio para isso é ação de execução de pensão alimentícia. O sujeito é citado pra pagar a dívida ou para, pelo menos, justificar o motivo do atraso. Não tem nada a ver com bens, nada disso! Ele só tem que pagar o que deve.

    É claro que, se ele tiver bens, estes podem ser penhorados judicialmente e, por fim, leiloados para cobrir o débito. Facilita. Mas não é fundamental.

    Volte à Defensoria Pública e peça pra falar com o defensor público. Diga que não quer conversar com estagiário e, sim, com o defensor. Se não conseguir, vá no Ministério Público e peça pra falar com o promotor de justiça com atribuição para a Vara de Família e conte seu caso.

    Beijos!!!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi, Kenia!

    Vou te enganar não: você tem um problemão agora. Porque, pra ação de alimentos ter efetividade, o pai de seus filhos precisa ser citado, ou seja, tem que ser notificado pessoalmente de que há um processo contra ele. E o fato dele estar nos EUA e, ainda mais, como clandestino, não ajuda em nada. Mas não é impossível. Você deve procurar um advogado ou defensor público e pedir para dar início a uma ação de alimentos. Neste processo, você deve informar o endereço do pai dos guris corretamente. O juiz vai determinar que ele seja citado. Demora, já que ele está em outro país, mas é possível.

    Beijos!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Oi, Kenia!

    Vou te enganar não: você tem um problemão agora. Porque, pra ação de alimentos ter efetividade, o pai de seus filhos precisa ser citado, ou seja, tem que ser notificado pessoalmente de que há um processo contra ele. E o fato dele estar nos EUA e, ainda mais, como clandestino, não ajuda em nada. Mas não é impossível. Você deve procurar um advogado ou defensor público e pedir para dar início a uma ação de alimentos. Neste processo, você deve informar o endereço do pai dos guris corretamente. O juiz vai determinar que ele seja citado. Demora, já que ele está em outro país, mas é possível.

    Beijos!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    JBB-51 um caso raro de homem maduro e pai dedicado!! Conheci poucos desses na minha vida, infelizmente não foi meu pai nem meu ex-marido!! hahahahaha!!
    Parabéns!!

    Beijos!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    JBB-51 um caso raro de homem maduro e pai dedicado!! Conheci poucos desses na minha vida, infelizmente não foi meu pai nem meu ex-marido!! hahahahaha!!
    Parabéns!!

    Beijos!!

  • CRISTIANE DA SILVA PEREIRA

    tenho uma filha de 4 anos desde quando ela nasceu eu me viro na gravidez eu que pagava plano medico pra min enfim sempre me virei ,nunca o impedi de ve -la ,e de ate levar a menina para a casa dele ,mas resumindo ele e agora da uma ajuda quando ele acha que ta, bom p/ ele, se acha coitadinho com 30 anos ,autonomo,ele e mecanico,tem seu propio negocio mas nao esta legalizado,enfim ele nao paga impostos. MAs ele paga um plano de saude que e de 65,REAIS para a menina .agora entrei com o pedido de pensao posso exigir os atrazados. OBS;ADOREI OSEU SITE E BEM ESCLARECEDOR .ABRACOS,CRIS

  • http://naotenho CRISTIANE DA SILVA PEREIRA

    tenho uma filha de 4 anos desde quando ela nasceu eu me viro na gravidez eu que pagava plano medico pra min enfim sempre me virei ,nunca o impedi de ve -la ,e de ate levar a menina para a casa dele ,mas resumindo ele e agora da uma ajuda quando ele acha que ta, bom p/ ele, se acha coitadinho com 30 anos ,autonomo,ele e mecanico,tem seu propio negocio mas nao esta legalizado,enfim ele nao paga impostos. MAs ele paga um plano de saude que e de 65,REAIS para a menina .agora entrei com o pedido de pensao posso exigir os atrazados. OBS;ADOREI OSEU SITE E BEM ESCLARECEDOR .ABRACOS,CRIS

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi, Cris!

    Você não tem como exigir os “atrasados” porque só agora você iniciou uma ação de alimentos. Portanto, judicialmente, não existem esses atrasados, entende? A obrigação judicial do pai de sua filha vai começar a valer da data em que você iniciou o processo pra frente.

    Beijos!!!!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Oi, Cris!

    Você não tem como exigir os “atrasados” porque só agora você iniciou uma ação de alimentos. Portanto, judicialmente, não existem esses atrasados, entende? A obrigação judicial do pai de sua filha vai começar a valer da data em que você iniciou o processo pra frente.

    Beijos!!!!

  • Jaine Ciuniti

    Dr@ Claudia Lyra
    Bom dia como vai td bem?
    Gostaria de parabenizá-la pelo site, parabéns.

    Também gostaria, por favor, de te pedir uma ajuda.
    Sou advogado iniciante na área de família e gostaria de saber se é possível pedir pensão ao pai para filho de 19 anos fazer curso de inglês e espanhol, claro que dentro do binômio possibilidade x necessidade, e qual a fundamentação legal.

    Desde já , grato

    Jaine Ciuniti

  • Jaine Ciuniti

    Dr@ Claudia Lyra
    Bom dia como vai td bem?
    Gostaria de parabenizá-la pelo site, parabéns.

    Também gostaria, por favor, de te pedir uma ajuda.
    Sou advogado iniciante na área de família e gostaria de saber se é possível pedir pensão ao pai para filho de 19 anos fazer curso de inglês e espanhol, claro que dentro do binômio possibilidade x necessidade, e qual a fundamentação legal.

    Desde já , grato

    Jaine Ciuniti

  • Telma

    Oi gente!
    Eu acabei de descobrir este site e em especial estes posts que falam sobre a obrigação do pai pagar pensão.
    De acordo com o “Maldito” só existe Lei para tirar dinheiro do homem e não há muitos critérios para se realizar uma determinação “justa” para ambos os lados.
    Geralmente, o juíz estipula um valor de 30% sobre a renda do homem, mas, se esse homem tiver mais filhos e outra família, como é que fica?
    Aliás, acho que o que ele quis dizer sobre a “escolha” do homem em ser pai, vai exatamente da capacidade da mulher de escolher quando quer ser mãe, geralmente, ela engravida e depois avisa ao in-feliz que ele vai ser papai.
    Sou mulher e vejo, raramente as mulheres planejam com os seus parceiros a concepção de um filho.
    Isso não é legal. Eles deveriam ter o direito de querer e planejar isso.
    Com relação a contracepção, realmente os homens deveriam dar menos mole e usar camisinha sempre. Não usou, DANÇOU!
    Caras, fala sério, quando vocês vão aprender que “uma” mau dada é problema para o resto da vida?

  • Telma

    Oi gente!
    Eu acabei de descobrir este site e em especial estes posts que falam sobre a obrigação do pai pagar pensão.
    De acordo com o “Maldito” só existe Lei para tirar dinheiro do homem e não há muitos critérios para se realizar uma determinação “justa” para ambos os lados.
    Geralmente, o juíz estipula um valor de 30% sobre a renda do homem, mas, se esse homem tiver mais filhos e outra família, como é que fica?
    Aliás, acho que o que ele quis dizer sobre a “escolha” do homem em ser pai, vai exatamente da capacidade da mulher de escolher quando quer ser mãe, geralmente, ela engravida e depois avisa ao in-feliz que ele vai ser papai.
    Sou mulher e vejo, raramente as mulheres planejam com os seus parceiros a concepção de um filho.
    Isso não é legal. Eles deveriam ter o direito de querer e planejar isso.
    Com relação a contracepção, realmente os homens deveriam dar menos mole e usar camisinha sempre. Não usou, DANÇOU!
    Caras, fala sério, quando vocês vão aprender que “uma” mau dada é problema para o resto da vida?

  • Maldito

    Telma, como você não disse coisa com coisa, me atenho somente ao seguinte:

    Cala a boca e não vá afirmando que eu disse coisas que não disse.

  • Maldito

    Telma, como você não disse coisa com coisa, me atenho somente ao seguinte:

    Cala a boca e não vá afirmando que eu disse coisas que não disse.

  • minerva

    oi, claudia, com relação ao atraso de 40 dias na pensão alimenticia já é possivel a execução?

  • minerva

    oi, claudia, com relação ao atraso de 40 dias na pensão alimenticia já é possivel a execução?

  • Telma

    Maldito, não tive a intenção de irritá-lo, aliás… deixa prá lá.

  • Telma

    Maldito, não tive a intenção de irritá-lo, aliás… deixa prá lá.

  • Maria das Graças Lucena Silva

    Crio uma neta e o pai, vive enrolando para pagar a pensão. Ficou decretado em juíz que ele daria 33% do salario minimo. Ele só mando 100 reais e não é todos os meses, vivo com a mensalidade da escola atrazada. Já tentei conversar com ele. Ele não quiz, conversei com a mãe dele que se propos a me ajudar, mas tambem só me ajudou na formatura com 200 reais. No inicio de ano é o periodo de mas gasto, pois vem livros; materias,farda, bolsa e tudo isto setou fazxendo sozinha. Foi determinado em juiz que ele teria que depositar até o dia 20 de cada mes. Este ano ele só fez um deposito de 100 reais no dia 12 de janeiro até agora nada. Como sei que pensão alimenticia não é brincadeira. Gostaria de saber com agir e quem procurar neste caso, visto que ele mora fora. A queixa pode ser feita aqui?

  • Maria das Graças Lucena Silva

    Crio uma neta e o pai, vive enrolando para pagar a pensão. Ficou decretado em juíz que ele daria 33% do salario minimo. Ele só mando 100 reais e não é todos os meses, vivo com a mensalidade da escola atrazada. Já tentei conversar com ele. Ele não quiz, conversei com a mãe dele que se propos a me ajudar, mas tambem só me ajudou na formatura com 200 reais. No inicio de ano é o periodo de mas gasto, pois vem livros; materias,farda, bolsa e tudo isto setou fazxendo sozinha. Foi determinado em juiz que ele teria que depositar até o dia 20 de cada mes. Este ano ele só fez um deposito de 100 reais no dia 12 de janeiro até agora nada. Como sei que pensão alimenticia não é brincadeira. Gostaria de saber com agir e quem procurar neste caso, visto que ele mora fora. A queixa pode ser feita aqui?

  • Maria das Graças Lucena Silva

    Achei este site maravilhoso espero que voces possam atender as minhas espectativas . Obrigado por tudo desde já.

  • Maria das Graças Lucena Silva

    Achei este site maravilhoso espero que voces possam atender as minhas espectativas . Obrigado por tudo desde já.

  • karol

    Olha, estou muito feliz por encontrar este site!!!

    Agradeço muito se puderem me ajudar!
    Seguinte: O meu ex. marido é inadinplente da pensão alimenticia do nosso filho de 16 anos. Moví um processo para pagamento da pensão à + ou – nove anos, mas ele foi para SP e a justiça não o encontrou. Resultado, o processo foi arquivado. Ele faz depósito da metade da pensão quando quer e bem entende. Nunca mandou a pensão integral. Recentemente me mandou um recado dizendo que quando nosso filho fizer 18 anos, termina o dever de mandar a tal “meia pensão.” Sei do paradeiro dele, mas apesar de saber que posso entrega-lo à justiça, tenho respeito pelos sentimentos do meu filho, que apesar do pai estar colocando tudo que adquire no nome do atual sogro (e não é pouca coisa), é carente de pai e se mostra solidário a ele quando pensa que o pai pode ser preso. Com meia duzia de palavras doces o pai o encanta e todas as necessidades
    de adolecente deixam de existir. Sei que meu ex. está sendo covarde mas não é fácil para mim magoar o filho que tanto amo!
    Minhas perguntas são: Gostaria de saber se o meu ex. pode pedir exoneração da pensão quando o meu filho fizer 18 anos, mesmo sendo inadimplente e se eu resolver desarquivar o processo, se o mesmo ainda é válido tendo se passado todos esses anos. Qual é avalidade deste tipo de processo???

  • karol

    Olha, estou muito feliz por encontrar este site!!!

    Agradeço muito se puderem me ajudar!
    Seguinte: O meu ex. marido é inadinplente da pensão alimenticia do nosso filho de 16 anos. Moví um processo para pagamento da pensão à + ou – nove anos, mas ele foi para SP e a justiça não o encontrou. Resultado, o processo foi arquivado. Ele faz depósito da metade da pensão quando quer e bem entende. Nunca mandou a pensão integral. Recentemente me mandou um recado dizendo que quando nosso filho fizer 18 anos, termina o dever de mandar a tal “meia pensão.” Sei do paradeiro dele, mas apesar de saber que posso entrega-lo à justiça, tenho respeito pelos sentimentos do meu filho, que apesar do pai estar colocando tudo que adquire no nome do atual sogro (e não é pouca coisa), é carente de pai e se mostra solidário a ele quando pensa que o pai pode ser preso. Com meia duzia de palavras doces o pai o encanta e todas as necessidades
    de adolecente deixam de existir. Sei que meu ex. está sendo covarde mas não é fácil para mim magoar o filho que tanto amo!
    Minhas perguntas são: Gostaria de saber se o meu ex. pode pedir exoneração da pensão quando o meu filho fizer 18 anos, mesmo sendo inadimplente e se eu resolver desarquivar o processo, se o mesmo ainda é válido tendo se passado todos esses anos. Qual é avalidade deste tipo de processo???

  • http://chavesjoao2008.hpg.com.br/ JOAO ALFREDO CHAVES

    como é que eu faço to sem emprego , mas venho ajudando a mãe da minha filha,e agora ela disse que vai pedir pensão,mas só que eu tenho os meus direitos, mas qual são esses meus direitos?
    gostaria de saber quanto tempo eu vou ter pra ficar com a minha filha, se vou poder trazer ela na minha casa.
    e ser um pai exemplar sem que haja contrangimento para a criança, esse negócio é complicado, porque se dependesse de mim tudo já estaria resolvido.

  • http://chavesjoao2008.hpg.com.br JOAO ALFREDO CHAVES

    como é que eu faço to sem emprego , mas venho ajudando a mãe da minha filha,e agora ela disse que vai pedir pensão,mas só que eu tenho os meus direitos, mas qual são esses meus direitos?
    gostaria de saber quanto tempo eu vou ter pra ficar com a minha filha, se vou poder trazer ela na minha casa.
    e ser um pai exemplar sem que haja contrangimento para a criança, esse negócio é complicado, porque se dependesse de mim tudo já estaria resolvido.

  • Preocupada

    Oi, Cláudia! Gostaria que me ajudasse a esclarecer uma dúvida.Me separei e tenho uma filha de 3 anos.Meu ex não me ajudava nas despesa quando estávamos juntos e agora é que não vai ajudar mesmo.Para garantir o direito da minha filha, entrei na justiça com pedido de pensão, pois com ele não há forma de fazer acordo apenas verbal. Por esse motivo, ele também entrou na justiça para dividir tudo que tínhamos em casa(a casa pertence ao meu pai) móveis e eletrodomésticos, pois não possuo outros bens duráveis a não ser um caro que ainda não está quitado, ainda tenho quatro anos para pagar.Quando tudo foi comprado, ele pagou apenas metade de dois móveis e a televisão. Por isso, pergunto: Existe divisão desse tipo de bens? Aguardo a resposta e agradeço desde já.

  • Preocupada

    Oi, Cláudia! Gostaria que me ajudasse a esclarecer uma dúvida.Me separei e tenho uma filha de 3 anos.Meu ex não me ajudava nas despesa quando estávamos juntos e agora é que não vai ajudar mesmo.Para garantir o direito da minha filha, entrei na justiça com pedido de pensão, pois com ele não há forma de fazer acordo apenas verbal. Por esse motivo, ele também entrou na justiça para dividir tudo que tínhamos em casa(a casa pertence ao meu pai) móveis e eletrodomésticos, pois não possuo outros bens duráveis a não ser um caro que ainda não está quitado, ainda tenho quatro anos para pagar.Quando tudo foi comprado, ele pagou apenas metade de dois móveis e a televisão. Por isso, pergunto: Existe divisão desse tipo de bens? Aguardo a resposta e agradeço desde já.

  • paulo roberto reis

    eu fui casado durante 08 anos(06 morando junto e dois casado no papel).em jan de 2006,aós descobrir que estava tomando bolada nas costas, pois a minha ex-mulher dizia que teve filho muito cedo(15 anos) e não curtiu a vida direito.sou militar e assumi toda a responsabilidade:montei casa, fiz tido o que era para ser feito.ela tinha uma vida que qualquer mulher por aí queria ter.ela deixava os três filhos comigo, e dizia:”vou na casa da minha avó”, e demorava a chegar em casa.liguei para o celular dela e ela estava no olimpo, com um monte de amigas solteiras(isso era de quinta à domingo).antes vou falar de mim:eu cheguei a ter um relacionamento fora do casamento porque (ISSO NÃO JUSTIFICA)eu chegava do quartel ia lavar roupas(minha mãe dizia:não sei para que vc tem mulher, aquela fdp não faz nada!), fazer comida e arrumava casa.`a noite, queria namorar , e ela dizia :vc acha que sou piranha para ficar abrindo as penas para vc?então isso me deixava p da vida.eu tinha vontade de sumir,mas não o fazia por causa dos meus filhos.ela chegava 05 da manhã, ia direto para o banheiro tomar banho e dormir.a minha filha mais velha dizia:pai, porque só a minha mãe sai e a gente não?eu respondia:a mamãe não quer sair conosco, ela está no direito dela.e os vizinhos falando que eu era otário:’”a mulher dele faz o que quer”.então, um dia eu peguei ela se esfregando com um negão, e ela transava com ele na rua mesmo, ou quando eu sáia para ir para o quartel, ela botava ele para dentro de casa.foi a decisão mais difícil que tomei na vida, porque tinha filho envolvido no meio, mas daquele jeito não poderia ficar. saí de casa, fui ao fórum oferecer p.a.,mas ela foi mais rápida e foi ao gabinete do picciani, e conseguiu safar a ação mais rápido do que eu.nessa época eu estava cursando para sargento, e foi um ano difícil para mim.ela pediu 35% mais o pré-escolar(89,00-quantia paga pela mb até a criança completar 08 anos de idade, na época).eu não podia pagar tudo isso , pois ainda tinha as dívidas do casamento que ela me deixou.o juiz decretou 30% e ela aceitou.ela recebia 840( pensão e pré-escolar), porém a mais velha fez 08 anos e o garoto 06 anos , e aí a marinha parou de pagar os 89,00 para eles, fazendo o valor cair para 670 reais, o que a desagradou).ela vai entrar na justiça pedindo aumento, porque ela diz que o que eu pago é pouco.no fim do ano ela recebe 1400 reais(pensaõ e 13º)e ela diz que é pouco.eu recebo 800 por mês líquido, porque estou cheio de empréstimos no bilhete de pagamento, além da pensão, e do que eu tenho que pagar obrigatoriamente para a união, perfazendo um total de 1650 reais.eu não visito meus filhos regularmente,pois o dinheiro que eu recebo mal dá para me manter direito, e quando eu vou visitá-los eu gasto mais dinheiro que não tenho. então a mãe botava os filhos contra mim, dizendo: seu pai não presta, ele não quer saber de vcs, ele agora arrumou uma piranha e não está nem aí pra vcs.essa moça com quem vivo hoje me ajudou muito, pois eu ficava no quartel porque não tinha dinheiro para vir embora para casa, porque a ex falava:meus filhos vão ficar na rua?então eu dava o dinheiro para pagar o aluguel, apesar de não morar mais lá. e ficava duro.tinha vezes que meus filhos nem comigo queriam falar…meus filhos vivem mal, magros, roupas velhas, chinelos gastos e a mãe arrumadinha…e ainda arrumou um vagabundo que vive de biscates e está grávida dele…essas crianças estão lascadas…fui ao conselho tutelar dar uma queixa da mãe ,pois as crianças só viviam com piolho(e depois pegaram sarna), e a conselheira disse que era briguinha de casal que estava se separando…levei as crianças ao hospital da marinha, junto com minha atual companheira para ver o problema das sarnas, e ficamos tomando esporro durante 1 hora,por causa de relaxamento da mãe, que não leva as crianças ao médico, porque não gosta de acordar cedo, e porque o hospital é longe.quando leva as crianças ao médico, ela leva para o hospital público(nada contra)tirando a vaga de outro, se eu pago o hnmd, que não é de graça.tentei me separar consensualmente pela marinha(ela não faz litigioso)e ela não foi pq disse que não ia me dar a separaçaõ.então fui para a defensoria e entrei com o pedido de litigioso e estou aguardando.quando vou ver os meus filhos nunca vou sozinho, pois ela ela uma vez queria arrumar uma briga para me fichar na polícia.tentei o pedido de guarda mas um defensor no fórum me disse:”vc pode até provar que a mãe é piranha, relaxada, etc, mas o juiz não tira a guarda da mãe.então desisti, e estou tentando ver como faço para ela comprovar os gastos com os filhos.não sei mais o que fazer, meus filhos estão rebeldes demais,dizem:”vc não me manda, vc não mora comigo”, faltam à escola e a diretora disse que não reprova.os meus familiares e os dela só sabem dizer que eu sou irresponsável,tenho vontade de sunir e nunca mais querer saber de meus filhos, mas sempre que posso vou lá, porque adoro eles, e penso neles o dia todo.eu não sei nem qual será o futuro de meus filhos.estou preocupado com eles.a verdade é que eu sempre serei o errado e a mãe sempre certa.a mãe dela sabe das sacanagens da filha, mas sempre está do lado da filha, pois ela tem interesse também na pensaõ, e chegou a ameaçar em pedir a guarda deles.não sei quantos anos de sofrimento terei por causa dessas crianças….ela tem 24 anos e nunca quis estudar:gastei dinheiro com material escolar, botei ela para estudar à noite, paguei supletivo pelo iub, mas ela não quis.eu sempre disse para ela estudar e trabalhar para não depender de mim.o que ela quer mesmo é viver de pensão,ela vendeu tudo o que tinha dentro de casa quando eu fui embora, alegando que eu não pagava pensão, mas eu pagava 500 reais em alimentos até a marinha descontar a pensaõ em meu contracheque.é isso, só espero que meus filhos não cresçam revoltados comigo por causa dela.

  • paulo roberto reis

    eu fui casado durante 08 anos(06 morando junto e dois casado no papel).em jan de 2006,aós descobrir que estava tomando bolada nas costas, pois a minha ex-mulher dizia que teve filho muito cedo(15 anos) e não curtiu a vida direito.sou militar e assumi toda a responsabilidade:montei casa, fiz tido o que era para ser feito.ela tinha uma vida que qualquer mulher por aí queria ter.ela deixava os três filhos comigo, e dizia:”vou na casa da minha avó”, e demorava a chegar em casa.liguei para o celular dela e ela estava no olimpo, com um monte de amigas solteiras(isso era de quinta à domingo).antes vou falar de mim:eu cheguei a ter um relacionamento fora do casamento porque (ISSO NÃO JUSTIFICA)eu chegava do quartel ia lavar roupas(minha mãe dizia:não sei para que vc tem mulher, aquela fdp não faz nada!), fazer comida e arrumava casa.`a noite, queria namorar , e ela dizia :vc acha que sou piranha para ficar abrindo as penas para vc?então isso me deixava p da vida.eu tinha vontade de sumir,mas não o fazia por causa dos meus filhos.ela chegava 05 da manhã, ia direto para o banheiro tomar banho e dormir.a minha filha mais velha dizia:pai, porque só a minha mãe sai e a gente não?eu respondia:a mamãe não quer sair conosco, ela está no direito dela.e os vizinhos falando que eu era otário:’”a mulher dele faz o que quer”.então, um dia eu peguei ela se esfregando com um negão, e ela transava com ele na rua mesmo, ou quando eu sáia para ir para o quartel, ela botava ele para dentro de casa.foi a decisão mais difícil que tomei na vida, porque tinha filho envolvido no meio, mas daquele jeito não poderia ficar. saí de casa, fui ao fórum oferecer p.a.,mas ela foi mais rápida e foi ao gabinete do picciani, e conseguiu safar a ação mais rápido do que eu.nessa época eu estava cursando para sargento, e foi um ano difícil para mim.ela pediu 35% mais o pré-escolar(89,00-quantia paga pela mb até a criança completar 08 anos de idade, na época).eu não podia pagar tudo isso , pois ainda tinha as dívidas do casamento que ela me deixou.o juiz decretou 30% e ela aceitou.ela recebia 840( pensão e pré-escolar), porém a mais velha fez 08 anos e o garoto 06 anos , e aí a marinha parou de pagar os 89,00 para eles, fazendo o valor cair para 670 reais, o que a desagradou).ela vai entrar na justiça pedindo aumento, porque ela diz que o que eu pago é pouco.no fim do ano ela recebe 1400 reais(pensaõ e 13º)e ela diz que é pouco.eu recebo 800 por mês líquido, porque estou cheio de empréstimos no bilhete de pagamento, além da pensão, e do que eu tenho que pagar obrigatoriamente para a união, perfazendo um total de 1650 reais.eu não visito meus filhos regularmente,pois o dinheiro que eu recebo mal dá para me manter direito, e quando eu vou visitá-los eu gasto mais dinheiro que não tenho. então a mãe botava os filhos contra mim, dizendo: seu pai não presta, ele não quer saber de vcs, ele agora arrumou uma piranha e não está nem aí pra vcs.essa moça com quem vivo hoje me ajudou muito, pois eu ficava no quartel porque não tinha dinheiro para vir embora para casa, porque a ex falava:meus filhos vão ficar na rua?então eu dava o dinheiro para pagar o aluguel, apesar de não morar mais lá. e ficava duro.tinha vezes que meus filhos nem comigo queriam falar…meus filhos vivem mal, magros, roupas velhas, chinelos gastos e a mãe arrumadinha…e ainda arrumou um vagabundo que vive de biscates e está grávida dele…essas crianças estão lascadas…fui ao conselho tutelar dar uma queixa da mãe ,pois as crianças só viviam com piolho(e depois pegaram sarna), e a conselheira disse que era briguinha de casal que estava se separando…levei as crianças ao hospital da marinha, junto com minha atual companheira para ver o problema das sarnas, e ficamos tomando esporro durante 1 hora,por causa de relaxamento da mãe, que não leva as crianças ao médico, porque não gosta de acordar cedo, e porque o hospital é longe.quando leva as crianças ao médico, ela leva para o hospital público(nada contra)tirando a vaga de outro, se eu pago o hnmd, que não é de graça.tentei me separar consensualmente pela marinha(ela não faz litigioso)e ela não foi pq disse que não ia me dar a separaçaõ.então fui para a defensoria e entrei com o pedido de litigioso e estou aguardando.quando vou ver os meus filhos nunca vou sozinho, pois ela ela uma vez queria arrumar uma briga para me fichar na polícia.tentei o pedido de guarda mas um defensor no fórum me disse:”vc pode até provar que a mãe é piranha, relaxada, etc, mas o juiz não tira a guarda da mãe.então desisti, e estou tentando ver como faço para ela comprovar os gastos com os filhos.não sei mais o que fazer, meus filhos estão rebeldes demais,dizem:”vc não me manda, vc não mora comigo”, faltam à escola e a diretora disse que não reprova.os meus familiares e os dela só sabem dizer que eu sou irresponsável,tenho vontade de sunir e nunca mais querer saber de meus filhos, mas sempre que posso vou lá, porque adoro eles, e penso neles o dia todo.eu não sei nem qual será o futuro de meus filhos.estou preocupado com eles.a verdade é que eu sempre serei o errado e a mãe sempre certa.a mãe dela sabe das sacanagens da filha, mas sempre está do lado da filha, pois ela tem interesse também na pensaõ, e chegou a ameaçar em pedir a guarda deles.não sei quantos anos de sofrimento terei por causa dessas crianças….ela tem 24 anos e nunca quis estudar:gastei dinheiro com material escolar, botei ela para estudar à noite, paguei supletivo pelo iub, mas ela não quis.eu sempre disse para ela estudar e trabalhar para não depender de mim.o que ela quer mesmo é viver de pensão,ela vendeu tudo o que tinha dentro de casa quando eu fui embora, alegando que eu não pagava pensão, mas eu pagava 500 reais em alimentos até a marinha descontar a pensaõ em meu contracheque.é isso, só espero que meus filhos não cresçam revoltados comigo por causa dela.

  • paulo roberto reis

    eu fui casado durante 08 anos(06 morando junto e dois casado no papel).em jan de 2006,aós descobrir que estava tomando bolada nas costas, pois a minha ex-mulher dizia que teve filho muito cedo(15 anos) e não curtiu a vida direito.sou militar e assumi toda a responsabilidade:montei casa, fiz tido o que era para ser feito.ela tinha uma vida que qualquer mulher por aí queria ter.ela deixava os três filhos comigo, e dizia:”vou na casa da minha avó”, e demorava a chegar em casa.liguei para o celular dela e ela estava no olimpo, com um monte de amigas solteiras(isso era de quinta à domingo).antes vou falar de mim:eu cheguei a ter um relacionamento fora do casamento porque (ISSO NÃO JUSTIFICA)eu chegava do quartel ia lavar roupas(minha mãe dizia:não sei para que vc tem mulher, aquela fdp não faz nada!), fazer comida e arrumava casa.`a noite, queria namorar , e ela dizia :vc acha que sou piranha para ficar abrindo as penas para vc?então isso me deixava p da vida.eu tinha vontade de sumir,mas não o fazia por causa dos meus filhos.ela chegava 05 da manhã, ia direto para o banheiro tomar banho e dormir.a minha filha mais velha dizia:pai, porque só a minha mãe sai e a gente não?eu respondia:a mamãe não quer sair conosco, ela está no direito dela.e os vizinhos falando que eu era otário:’”a mulher dele faz o que quer”.então, um dia eu peguei ela se esfregando com um negão, e ela transava com ele na rua mesmo, ou quando eu sáia para ir para o quartel, ela botava ele para dentro de casa.foi a decisão mais difícil que tomei na vida, porque tinha filho envolvido no meio, mas daquele jeito não poderia ficar. saí de casa, fui ao fórum oferecer p.a.,mas ela foi mais rápida e foi ao gabinete do picciani, e conseguiu safar a ação mais rápido do que eu.nessa época eu estava cursando para sargento, e foi um ano difícil para mim.ela pediu 35% mais o pré-escolar(89,00-quantia paga pela mb até a criança completar 08 anos de idade, na época).eu não podia pagar tudo isso , pois ainda tinha as dívidas do casamento que ela me deixou.o juiz decretou 30% e ela aceitou.ela recebia 840( pensão e pré-escolar), porém a mais velha fez 08 anos e o garoto 06 anos , e aí a marinha parou de pagar os 89,00 para eles, fazendo o valor cair para 670 reais, o que a desagradou).ela vai entrar na justiça pedindo aumento, porque ela diz que o que eu pago é pouco.no fim do ano ela recebe 1400 reais(pensaõ e 13º)e ela diz que é pouco.eu recebo 800 por mês líquido, porque estou cheio de empréstimos no bilhete de pagamento, além da pensão, e do que eu tenho que pagar obrigatoriamente para a união, perfazendo um total de 1650 reais.eu não visito meus filhos regularmente,pois o dinheiro que eu recebo mal dá para me manter direito, e quando eu vou visitá-los eu gasto mais dinheiro que não tenho. então a mãe botava os filhos contra mim, dizendo: seu pai não presta, ele não quer saber de vcs, ele agora arrumou uma piranha e não está nem aí pra vcs.essa moça com quem vivo hoje me ajudou muito, pois eu ficava no quartel porque não tinha dinheiro para vir embora para casa, porque a ex falava:meus filhos vão ficar na rua?então eu dava o dinheiro para pagar o aluguel, apesar de não morar mais lá. e ficava duro.tinha vezes que meus filhos nem comigo queriam falar…meus filhos vivem mal, magros, roupas velhas, chinelos gastos e a mãe arrumadinha…e ainda arrumou um vagabundo que vive de biscates e está grávida dele…essas crianças estão lascadas…fui ao conselho tutelar dar uma queixa da mãe ,pois as crianças só viviam com piolho(e depois pegaram sarna), e a conselheira disse que era briguinha de casal que estava se separando…levei as crianças ao hospital da marinha, junto com minha atual companheira para ver o problema das sarnas, e ficamos tomando esporro durante 1 hora,por causa de relaxamento da mãe, que não leva as crianças ao médico, porque não gosta de acordar cedo, e porque o hospital é longe.quando leva as crianças ao médico, ela leva para o hospital público(nada contra)tirando a vaga de outro, se eu pago o hnmd, que não é de graça.tentei me separar consensualmente pela marinha(ela não faz litigioso)e ela não foi pq disse que não ia me dar a separaçaõ.então fui para a defensoria e entrei com o pedido de litigioso e estou aguardando.quando vou ver os meus filhos nunca vou sozinho, pois ela ela uma vez queria arrumar uma briga para me fichar na polícia.tentei o pedido de guarda mas um defensor no fórum me disse:”vc pode até provar que a mãe é piranha, relaxada, etc, mas o juiz não tira a guarda da mãe.então desisti, e estou tentando ver como faço para ela comprovar os gastos com os filhos.não sei mais o que fazer, meus filhos estão rebeldes demais,dizem:”vc não me manda, vc não mora comigo”, faltam à escola e a diretora disse que não reprova.os meus familiares e os dela só sabem dizer que eu sou irresponsável,tenho vontade de sunir e nunca mais querer saber de meus filhos, mas sempre que posso vou lá, porque adoro eles, e penso neles o dia todo.eu não sei nem qual será o futuro de meus filhos.estou preocupado com eles.a verdade é que eu sempre serei o errado e a mãe sempre certa.a mãe dela sabe das sacanagens da filha, mas sempre está do lado da filha, pois ela tem interesse também na pensaõ, e chegou a ameaçar em pedir a guarda deles.não sei quantos anos de sofrimento terei por causa dessas crianças….ela tem 24 anos e nunca quis estudar:gastei dinheiro com material escolar, botei ela para estudar à noite, paguei supletivo pelo iub, mas ela não quis.eu sempre disse para ela estudar e trabalhar para não depender de mim.o que ela quer mesmo é viver de pensão,ela vendeu tudo o que tinha dentro de casa quando eu fui embora, alegando que eu não pagava pensão, mas eu pagava 500 reais em alimentos até a marinha descontar a pensaõ em meu contracheque.é isso, só espero que meus filhos não cresçam revoltados comigo por causa dela.

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi, Paulo.

    Rapá… brabo isso, viu! Mas, vamos lá ver se posso te ajudar.

    Primeiro de tudo: se a coisa é exatamente assim como relatado aqui, você tem uma boa base pra conseguir a guarda de seus filhos. O desleixo da mãe com a saúde e com a freqüência escolar das crianças dá o motivo justo. O defensor público está parcialmente certo quando diz que juiz não tira a guarda da mãe porque ela é “piranha”. Mas quando a mãe é negligente com a saúde e com a educação, ah, o juiz tira sim!

    Caminhos pra conseguir a guarda:

    Defensoria Pública – não sei em que Estado você mora. Mas, aqui no Rio de Janeiro, o atendimento ao público não costuma ser feito pelo defensor público e, sim, por estagiários. Então, muitas vezes as informações prestadas não são exatamente corretas (como essa aí, que te informou que o juiz não tira a guarda da mãe… bléh). Assim, se você realmente quer a guarda das crianças, insista em dizer que, mesmo que não tenha muitas chances, você quer entrar com uma ação de modificação de guarda, levando pra defensoria os documentos que provam que as crianças estão faltando às aulas e tendo a saúde negligenciada.

    Ministério Público – como seu pedido de modificação de guarda se baseia na negligência da mãe com as crianças, você pode procurar o Ministério Público pra denunciar a condição em que seus filhos vivem. Lá você não vai pedir pra entrar com ação nenhuma, pois o promotor de justiça não é advogado. Ele é “fiscal” do bem estar de crianças e adolescentes. Você vai denunciar a negligência, levando as provas disso, ou seja, você deve conseguir uma declaração de frequência escolar de seus filhos e, também, o laudo médico do atendimento prestado às crianças quando do episódio da sarna.

    Quanto à pensão que você já paga, você pode entrar com um pedido de prestação de contas no próprio processo que fixou a pensão alimentícia, para que sua ex-mulher declare em juízo como é que ela usa o dinheiro recebido. Se ficar provado que ela tem usado mal o dinheiro, você terá mais um motivo pra conseguir a guarda dessas crianças.

    Não desanime, Paulo. Sei que essas coisas de fórum são complicadas e demoradas, principalmente pra quem precisa da assistência jurídica gratuita. Converse com a assistência jurídica da marinha… quem sabe eles também não podem te ajudar. Só não deixe que seus filhos sejam prejudicados pela irresponsabilidade da mãe e pela letargia do pai.

    Seus filhos podem não ter a idéia exata de quão nocivo está sendo o tratamento que a mãe lhes dispensa, mas, pelo jeito, eles desconfiam que você é a chance deles saírem dessa. Por isso que têm reagido de forma rebelde com você, jogando na cara que você não mora com eles. Mude isso, rapaz! Não espere mais oito anos pra salvar seus filhos da negligência materna!

    Boa sorte!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Oi, Paulo.

    Rapá… brabo isso, viu! Mas, vamos lá ver se posso te ajudar.

    Primeiro de tudo: se a coisa é exatamente assim como relatado aqui, você tem uma boa base pra conseguir a guarda de seus filhos. O desleixo da mãe com a saúde e com a freqüência escolar das crianças dá o motivo justo. O defensor público está parcialmente certo quando diz que juiz não tira a guarda da mãe porque ela é “piranha”. Mas quando a mãe é negligente com a saúde e com a educação, ah, o juiz tira sim!

    Caminhos pra conseguir a guarda:

    Defensoria Pública – não sei em que Estado você mora. Mas, aqui no Rio de Janeiro, o atendimento ao público não costuma ser feito pelo defensor público e, sim, por estagiários. Então, muitas vezes as informações prestadas não são exatamente corretas (como essa aí, que te informou que o juiz não tira a guarda da mãe… bléh). Assim, se você realmente quer a guarda das crianças, insista em dizer que, mesmo que não tenha muitas chances, você quer entrar com uma ação de modificação de guarda, levando pra defensoria os documentos que provam que as crianças estão faltando às aulas e tendo a saúde negligenciada.

    Ministério Público – como seu pedido de modificação de guarda se baseia na negligência da mãe com as crianças, você pode procurar o Ministério Público pra denunciar a condição em que seus filhos vivem. Lá você não vai pedir pra entrar com ação nenhuma, pois o promotor de justiça não é advogado. Ele é “fiscal” do bem estar de crianças e adolescentes. Você vai denunciar a negligência, levando as provas disso, ou seja, você deve conseguir uma declaração de frequência escolar de seus filhos e, também, o laudo médico do atendimento prestado às crianças quando do episódio da sarna.

    Quanto à pensão que você já paga, você pode entrar com um pedido de prestação de contas no próprio processo que fixou a pensão alimentícia, para que sua ex-mulher declare em juízo como é que ela usa o dinheiro recebido. Se ficar provado que ela tem usado mal o dinheiro, você terá mais um motivo pra conseguir a guarda dessas crianças.

    Não desanime, Paulo. Sei que essas coisas de fórum são complicadas e demoradas, principalmente pra quem precisa da assistência jurídica gratuita. Converse com a assistência jurídica da marinha… quem sabe eles também não podem te ajudar. Só não deixe que seus filhos sejam prejudicados pela irresponsabilidade da mãe e pela letargia do pai.

    Seus filhos podem não ter a idéia exata de quão nocivo está sendo o tratamento que a mãe lhes dispensa, mas, pelo jeito, eles desconfiam que você é a chance deles saírem dessa. Por isso que têm reagido de forma rebelde com você, jogando na cara que você não mora com eles. Mude isso, rapaz! Não espere mais oito anos pra salvar seus filhos da negligência materna!

    Boa sorte!

  • Denise

    quero mudar o banco no qual eu recebo a pensao do meu filho, ela é descontada em folha de pagamento e a empresa nao quer depositar em outro banco querem que eu abra outro processo isso é correto?

  • Denise

    quero mudar o banco no qual eu recebo a pensao do meu filho, ela é descontada em folha de pagamento e a empresa nao quer depositar em outro banco querem que eu abra outro processo isso é correto?

  • Denise

    quero mudar o banco no qual eu recebo a pensao do meu filho, ela é descontada em folha de pagamento e a empresa nao quer depositar em outro banco querem que eu abra outro processo isso é correto?

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi, Denise!

    Não há a necessidade de “abrir outro processo”. Mas você precisa informar, por escrito, no processo que fixou a pensão alimentícia a mudança de banco e pedir para que o juiz determine a expedição de um ofício para a empresa que faz os depósitos, informando os novos dados da conta corrente. Para isso, procure seu advogado ou a defensoria pública.

    Beijos.

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi, Denise!

    Não há a necessidade de “abrir outro processo”. Mas você precisa informar, por escrito, no processo que fixou a pensão alimentícia a mudança de banco e pedir para que o juiz determine a expedição de um ofício para a empresa que faz os depósitos, informando os novos dados da conta corrente. Para isso, procure seu advogado ou a defensoria pública.

    Beijos.

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Oi, Denise!

    Não há a necessidade de “abrir outro processo”. Mas você precisa informar, por escrito, no processo que fixou a pensão alimentícia a mudança de banco e pedir para que o juiz determine a expedição de um ofício para a empresa que faz os depósitos, informando os novos dados da conta corrente. Para isso, procure seu advogado ou a defensoria pública.

    Beijos.

  • Cláudia Cordeiro

    Adorei o site, estou atuando a pouco tempo na área de família, tenho uma dúvida, poderei entrar com uma ação de execução face ao não pagamento da pensão alimenticia, figurando no polo passivo um filho menor e o outro maior tem 19 anos. Poderei entrar com uma execução cobrando o periodo de dois anos , face a prescrição bienal das parcelas vencidas, e poderei entrar com uma nova execução para pedir as ultimas tres parcelas vencidas, sob pena de prisão. Qual o argumento que devo utilizar para requerer a execução de pensão do filho maior.

  • Cláudia Cordeiro

    Adorei o site, estou atuando a pouco tempo na área de família, tenho uma dúvida, poderei entrar com uma ação de execução face ao não pagamento da pensão alimenticia, figurando no polo passivo um filho menor e o outro maior tem 19 anos. Poderei entrar com uma execução cobrando o periodo de dois anos , face a prescrição bienal das parcelas vencidas, e poderei entrar com uma nova execução para pedir as ultimas tres parcelas vencidas, sob pena de prisão. Qual o argumento que devo utilizar para requerer a execução de pensão do filho maior.

  • Cláudia Cordeiro

    Adorei o site, estou atuando a pouco tempo na área de família, tenho uma dúvida, poderei entrar com uma ação de execução face ao não pagamento da pensão alimenticia, figurando no polo passivo um filho menor e o outro maior tem 19 anos. Poderei entrar com uma execução cobrando o periodo de dois anos , face a prescrição bienal das parcelas vencidas, e poderei entrar com uma nova execução para pedir as ultimas tres parcelas vencidas, sob pena de prisão. Qual o argumento que devo utilizar para requerer a execução de pensão do filho maior.

  • Cláudia Cordeiro

    Desculpe, mas ocorreu um engano, não se trata de polo passivo e sim ativo.

  • Cláudia Cordeiro

    Desculpe, mas ocorreu um engano, não se trata de polo passivo e sim ativo.

  • Cláudia Cordeiro

    Desculpe, mas ocorreu um engano, não se trata de polo passivo e sim ativo.

  • Luiz

    Olá, no caso dos avós terem de pagar pensão alimentícia isso não conflitaria com o estatuto do idoso, cuja aposentadoria de um salário mínimo mal dá para comprar os remédios de que necessita ? Cada caso é um caso ? Geralmene como é resolvido esta questão ?

  • Luiz

    Olá, no caso dos avós terem de pagar pensão alimentícia isso não conflitaria com o estatuto do idoso, cuja aposentadoria de um salário mínimo mal dá para comprar os remédios de que necessita ? Cada caso é um caso ? Geralmene como é resolvido esta questão ?

  • Luiz

    Olá, no caso dos avós terem de pagar pensão alimentícia isso não conflitaria com o estatuto do idoso, cuja aposentadoria de um salário mínimo mal dá para comprar os remédios de que necessita ? Cada caso é um caso ? Geralmene como é resolvido esta questão ?

  • Janaina

    adorei o seu site, meu caso é o seguinte, o pai de minha filha esta atrasando a pensão desde agosto do ano passado, ele esta pagando apenas 100,00 sendo que a mesma e de 271,00 com o novo salario minimo, agora ele entrou com pedido de revisão da pensão alegando que tem mais 05 filhos para sustentar sendo que dois moram com ele. ele e autonomo e agora diz que não tem dinheiro pra nada,minha filha nasceu com varios problemas de fisicos, fez varias cirurgias quando nasceu, e ainda tem mais 02 ou 03 para fazer, e ele esta alegando que agora ela não precisa mais da pensão , mas ela até hoje com 04 anos tem que usar fralda porque ela tem incontinência urinaria. estou toda endividada de novo porque ele atrasou a pensão. gostaria de saber se ele pode ficar sem pagar a diferença e se ele pode conseguir diminuir a pensão para 100,00, um dinheiro que não da nem para pagar as fraldas que ela usa. e o pior ele vive me dissendo que vai arrumar outro pai pois o dela não vem visita-la então tenho que ficar mentindo falando que ele gosta muito dela e so não vem ve-la por que ele trabalha muito. porque não acho legal ficar falando mal dele para ela, ela e muito inteligente e diz que vai pedir para meu namorado ser pai dela, me corta o coração, no dia que falei com o pai dela sobre ele visita-la ele disse que não vai pagar por um erro de uma noite e se quando ela crescer ela que procure ele,este foi o ultimo dia que ouvi a voz do danado e não pretendo ouvir mais. Mas eu só sei que quem esta perdendo e ele pois minha filha e maravilhosa e e tudo para mim. mais uma vez adorei o site!!!!!

  • Janaina

    adorei o seu site, meu caso é o seguinte, o pai de minha filha esta atrasando a pensão desde agosto do ano passado, ele esta pagando apenas 100,00 sendo que a mesma e de 271,00 com o novo salario minimo, agora ele entrou com pedido de revisão da pensão alegando que tem mais 05 filhos para sustentar sendo que dois moram com ele. ele e autonomo e agora diz que não tem dinheiro pra nada,minha filha nasceu com varios problemas de fisicos, fez varias cirurgias quando nasceu, e ainda tem mais 02 ou 03 para fazer, e ele esta alegando que agora ela não precisa mais da pensão , mas ela até hoje com 04 anos tem que usar fralda porque ela tem incontinência urinaria. estou toda endividada de novo porque ele atrasou a pensão. gostaria de saber se ele pode ficar sem pagar a diferença e se ele pode conseguir diminuir a pensão para 100,00, um dinheiro que não da nem para pagar as fraldas que ela usa. e o pior ele vive me dissendo que vai arrumar outro pai pois o dela não vem visita-la então tenho que ficar mentindo falando que ele gosta muito dela e so não vem ve-la por que ele trabalha muito. porque não acho legal ficar falando mal dele para ela, ela e muito inteligente e diz que vai pedir para meu namorado ser pai dela, me corta o coração, no dia que falei com o pai dela sobre ele visita-la ele disse que não vai pagar por um erro de uma noite e se quando ela crescer ela que procure ele,este foi o ultimo dia que ouvi a voz do danado e não pretendo ouvir mais. Mas eu só sei que quem esta perdendo e ele pois minha filha e maravilhosa e e tudo para mim. mais uma vez adorei o site!!!!!

  • Janaina

    adorei o seu site, meu caso é o seguinte, o pai de minha filha esta atrasando a pensão desde agosto do ano passado, ele esta pagando apenas 100,00 sendo que a mesma e de 271,00 com o novo salario minimo, agora ele entrou com pedido de revisão da pensão alegando que tem mais 05 filhos para sustentar sendo que dois moram com ele. ele e autonomo e agora diz que não tem dinheiro pra nada,minha filha nasceu com varios problemas de fisicos, fez varias cirurgias quando nasceu, e ainda tem mais 02 ou 03 para fazer, e ele esta alegando que agora ela não precisa mais da pensão , mas ela até hoje com 04 anos tem que usar fralda porque ela tem incontinência urinaria. estou toda endividada de novo porque ele atrasou a pensão. gostaria de saber se ele pode ficar sem pagar a diferença e se ele pode conseguir diminuir a pensão para 100,00, um dinheiro que não da nem para pagar as fraldas que ela usa. e o pior ele vive me dissendo que vai arrumar outro pai pois o dela não vem visita-la então tenho que ficar mentindo falando que ele gosta muito dela e so não vem ve-la por que ele trabalha muito. porque não acho legal ficar falando mal dele para ela, ela e muito inteligente e diz que vai pedir para meu namorado ser pai dela, me corta o coração, no dia que falei com o pai dela sobre ele visita-la ele disse que não vai pagar por um erro de uma noite e se quando ela crescer ela que procure ele,este foi o ultimo dia que ouvi a voz do danado e não pretendo ouvir mais. Mas eu só sei que quem esta perdendo e ele pois minha filha e maravilhosa e e tudo para mim. mais uma vez adorei o site!!!!!

  • sergio de o. souza

    sem duvida nenhuma a pensão alimenticia tem que ser paga sim por ambas as partis,e eu acho que mais importante que isso, e essa pensão ser fiscalizada pra saber se realmente esta atendeno a criança,oe se esta sendo usada pra comprar cigarro,pinga,em festas e etc.

  • sergio de o. souza

    sem duvida nenhuma a pensão alimenticia tem que ser paga sim por ambas as partis,e eu acho que mais importante que isso, e essa pensão ser fiscalizada pra saber se realmente esta atendeno a criança,oe se esta sendo usada pra comprar cigarro,pinga,em festas e etc.

  • sergio de o. souza

    sem duvida nenhuma a pensão alimenticia tem que ser paga sim por ambas as partis,e eu acho que mais importante que isso, e essa pensão ser fiscalizada pra saber se realmente esta atendeno a criança,oe se esta sendo usada pra comprar cigarro,pinga,em festas e etc.

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi, xará Claudia Cordeiro!

    Na execução de alimentos cabe o rito do artigo 733 do CPC. Assim, o melhor é cobrar toda a dívida por este rito, pois é muito mais fácil. O entendimento atual é de que apenas as últimas três parcelas de alimentos em atraso é que têm caráter de urgência e que, portanto, somente estas poderiam levar o inadimplente à prisão. Mas este não é um entendimento totalmente pacificado. Ainda há um ou outro juiz que manda prender o cabôclo por causa da dívida inteira, o que, no seu caso, seria ótimo. Mas, ainda que o juiz que analise sua ação não entenda assim, você pode escolher este rito, deixando que o juiz indefira a prisão. Seu problema é pedir a prisão… o problema do juiz é negá-la, se ele achar que não cabe…

    No pólo ativo da ação podem figurar os dois filhos do inadimplente, mesmo que um deles já seja maior de idade. Ficaria assim: Fulaninho de Tal e Sicraninho de Tal, este último representado (ou assistido) por sua genitora. No caso do filho que já é maior de idade, você não falou se já houve a exoneração da pensão. Se esta já aconteceu, só cabe pedir o pagamento das parcelas que não foram pagas na época em que a pensão ainda estava valendo.

    Espero ter ajudado um poquitito.

    Beijos!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi, xará Claudia Cordeiro!

    Na execução de alimentos cabe o rito do artigo 733 do CPC. Assim, o melhor é cobrar toda a dívida por este rito, pois é muito mais fácil. O entendimento atual é de que apenas as últimas três parcelas de alimentos em atraso é que têm caráter de urgência e que, portanto, somente estas poderiam levar o inadimplente à prisão. Mas este não é um entendimento totalmente pacificado. Ainda há um ou outro juiz que manda prender o cabôclo por causa da dívida inteira, o que, no seu caso, seria ótimo. Mas, ainda que o juiz que analise sua ação não entenda assim, você pode escolher este rito, deixando que o juiz indefira a prisão. Seu problema é pedir a prisão… o problema do juiz é negá-la, se ele achar que não cabe…

    No pólo ativo da ação podem figurar os dois filhos do inadimplente, mesmo que um deles já seja maior de idade. Ficaria assim: Fulaninho de Tal e Sicraninho de Tal, este último representado (ou assistido) por sua genitora. No caso do filho que já é maior de idade, você não falou se já houve a exoneração da pensão. Se esta já aconteceu, só cabe pedir o pagamento das parcelas que não foram pagas na época em que a pensão ainda estava valendo.

    Espero ter ajudado um poquitito.

    Beijos!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Oi, xará Claudia Cordeiro!

    Na execução de alimentos cabe o rito do artigo 733 do CPC. Assim, o melhor é cobrar toda a dívida por este rito, pois é muito mais fácil. O entendimento atual é de que apenas as últimas três parcelas de alimentos em atraso é que têm caráter de urgência e que, portanto, somente estas poderiam levar o inadimplente à prisão. Mas este não é um entendimento totalmente pacificado. Ainda há um ou outro juiz que manda prender o cabôclo por causa da dívida inteira, o que, no seu caso, seria ótimo. Mas, ainda que o juiz que analise sua ação não entenda assim, você pode escolher este rito, deixando que o juiz indefira a prisão. Seu problema é pedir a prisão… o problema do juiz é negá-la, se ele achar que não cabe…

    No pólo ativo da ação podem figurar os dois filhos do inadimplente, mesmo que um deles já seja maior de idade. Ficaria assim: Fulaninho de Tal e Sicraninho de Tal, este último representado (ou assistido) por sua genitora. No caso do filho que já é maior de idade, você não falou se já houve a exoneração da pensão. Se esta já aconteceu, só cabe pedir o pagamento das parcelas que não foram pagas na época em que a pensão ainda estava valendo.

    Espero ter ajudado um poquitito.

    Beijos!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi Luiz!

    Não há conflito entre o pagamento de pensão alimentícia e o estatuto do idoso. Os avós só são chamados a pagar pensão judicial aos netos na total impossibilidade dos pais os sustentarem. Mas a situação dos avós também é analisada, a fim de que se apure se é possível o pagamento de pensão. Em qualquer caso de pedido de pensão alimentícia, analisa-se o binômio necessidade/possibilidade antes de se fixar um valor de pagamento.

    Beijos!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi Luiz!

    Não há conflito entre o pagamento de pensão alimentícia e o estatuto do idoso. Os avós só são chamados a pagar pensão judicial aos netos na total impossibilidade dos pais os sustentarem. Mas a situação dos avós também é analisada, a fim de que se apure se é possível o pagamento de pensão. Em qualquer caso de pedido de pensão alimentícia, analisa-se o binômio necessidade/possibilidade antes de se fixar um valor de pagamento.

    Beijos!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Oi Luiz!

    Não há conflito entre o pagamento de pensão alimentícia e o estatuto do idoso. Os avós só são chamados a pagar pensão judicial aos netos na total impossibilidade dos pais os sustentarem. Mas a situação dos avós também é analisada, a fim de que se apure se é possível o pagamento de pensão. Em qualquer caso de pedido de pensão alimentícia, analisa-se o binômio necessidade/possibilidade antes de se fixar um valor de pagamento.

    Beijos!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi, Janaina!

    Seu email tem muita informação. Então, como diria Jack, vamos por partes:

    O pai de sua filha pode, sim, diminuir a pensão SE conseguir provar ao juiz que a situação financeira dele está pior do que quando a pensão original foi fixada. Entretanto, como sua filha exige cuidados especiais, a pensão dificilmente será modificada.

    Quanto às visitas, infelizmente, pouco se pode fazer para obrigar o pai de sua filha a dar a atenção que ela merece. Mas sua atitude é a correta. Não fale mal dele para ela.. quando ela tiver idade para compreender a situação, ela mesmo tirará suas conclusões.

    Beijos!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi, Janaina!

    Seu email tem muita informação. Então, como diria Jack, vamos por partes:

    O pai de sua filha pode, sim, diminuir a pensão SE conseguir provar ao juiz que a situação financeira dele está pior do que quando a pensão original foi fixada. Entretanto, como sua filha exige cuidados especiais, a pensão dificilmente será modificada.

    Quanto às visitas, infelizmente, pouco se pode fazer para obrigar o pai de sua filha a dar a atenção que ela merece. Mas sua atitude é a correta. Não fale mal dele para ela.. quando ela tiver idade para compreender a situação, ela mesmo tirará suas conclusões.

    Beijos!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Oi, Janaina!

    Seu email tem muita informação. Então, como diria Jack, vamos por partes:

    O pai de sua filha pode, sim, diminuir a pensão SE conseguir provar ao juiz que a situação financeira dele está pior do que quando a pensão original foi fixada. Entretanto, como sua filha exige cuidados especiais, a pensão dificilmente será modificada.

    Quanto às visitas, infelizmente, pouco se pode fazer para obrigar o pai de sua filha a dar a atenção que ela merece. Mas sua atitude é a correta. Não fale mal dele para ela.. quando ela tiver idade para compreender a situação, ela mesmo tirará suas conclusões.

    Beijos!

  • Janaina

    Claudia , obrigada, realmente foi o que aconteceu como minha filha ainda tem outras cirugias para fazer o juiz não aceitou passar a pensão para 20% do salario, antes ele pagava 66%, agora o juiz passou para 55%, não é o suficiente, mas da para comprar as fraldas. Obrigado pela atenção e até mais

  • Janaina

    Claudia , obrigada, realmente foi o que aconteceu como minha filha ainda tem outras cirugias para fazer o juiz não aceitou passar a pensão para 20% do salario, antes ele pagava 66%, agora o juiz passou para 55%, não é o suficiente, mas da para comprar as fraldas. Obrigado pela atenção e até mais

  • Janaina

    Claudia , obrigada, realmente foi o que aconteceu como minha filha ainda tem outras cirugias para fazer o juiz não aceitou passar a pensão para 20% do salario, antes ele pagava 66%, agora o juiz passou para 55%, não é o suficiente, mas da para comprar as fraldas. Obrigado pela atenção e até mais

  • Tania

    Ola…
    Meu companheiro (6 anos de convivência) recebeu uma execução de pensão alimenticia iniciada em agosto de 2007, a qual se refere ao período de 2001 a 2006. Ojuiz determinou o valor a revelia. O valor da execução é de R$ 28.000,00. Meu companheiro recebe salário líquido de R$ 1.800,00. No meio da minha aflição, e reconhecendo a “pisada na bola” do meu companheiro, eu pergunto:
    1) pagando os 3 ultimos meses ele se livrará da prisão?
    2) é correto cobrar pensão desde esse ano?
    3) No caso de pagar os 3 ultimos meses, o processo retornará com a mesma dívida e poderemos fazer o mesmo, ou seja, novamente pagar os 3 ultimos meses?
    Desculpe, mas sei que o rapaz (19 anos) tem direito, não nego isso e como ja falei: “sei que meu companheiro pisou na bola”, mas ele tentou fazer um levantamento bancário e se fizermos um empréstimo desse valor, ele irá pagar R$ 1.100,00 por mes durante 48 meses!
    Por favor, o que poderemos fazer pra minimizar essa dívida?
    Obs. Gostaria que meu comentário não fosse publicado e receber somente por e-mail.
    Obrigada!

  • Tania

    Ola…
    Meu companheiro (6 anos de convivência) recebeu uma execução de pensão alimenticia iniciada em agosto de 2007, a qual se refere ao período de 2001 a 2006. Ojuiz determinou o valor a revelia. O valor da execução é de R$ 28.000,00. Meu companheiro recebe salário líquido de R$ 1.800,00. No meio da minha aflição, e reconhecendo a “pisada na bola” do meu companheiro, eu pergunto:
    1) pagando os 3 ultimos meses ele se livrará da prisão?
    2) é correto cobrar pensão desde esse ano?
    3) No caso de pagar os 3 ultimos meses, o processo retornará com a mesma dívida e poderemos fazer o mesmo, ou seja, novamente pagar os 3 ultimos meses?
    Desculpe, mas sei que o rapaz (19 anos) tem direito, não nego isso e como ja falei: “sei que meu companheiro pisou na bola”, mas ele tentou fazer um levantamento bancário e se fizermos um empréstimo desse valor, ele irá pagar R$ 1.100,00 por mes durante 48 meses!
    Por favor, o que poderemos fazer pra minimizar essa dívida?
    Obs. Gostaria que meu comentário não fosse publicado e receber somente por e-mail.
    Obrigada!

  • Tania

    Ola…
    Meu companheiro (6 anos de convivência) recebeu uma execução de pensão alimenticia iniciada em agosto de 2007, a qual se refere ao período de 2001 a 2006. Ojuiz determinou o valor a revelia. O valor da execução é de R$ 28.000,00. Meu companheiro recebe salário líquido de R$ 1.800,00. No meio da minha aflição, e reconhecendo a “pisada na bola” do meu companheiro, eu pergunto:
    1) pagando os 3 ultimos meses ele se livrará da prisão?
    2) é correto cobrar pensão desde esse ano?
    3) No caso de pagar os 3 ultimos meses, o processo retornará com a mesma dívida e poderemos fazer o mesmo, ou seja, novamente pagar os 3 ultimos meses?
    Desculpe, mas sei que o rapaz (19 anos) tem direito, não nego isso e como ja falei: “sei que meu companheiro pisou na bola”, mas ele tentou fazer um levantamento bancário e se fizermos um empréstimo desse valor, ele irá pagar R$ 1.100,00 por mes durante 48 meses!
    Por favor, o que poderemos fazer pra minimizar essa dívida?
    Obs. Gostaria que meu comentário não fosse publicado e receber somente por e-mail.
    Obrigada!

  • k1 autônomo

    Oi, Claudia Lyra,
    parabéns pela sua nobre visão, que gera também um nobre conteudo neste site, pois neste abre espaço para debates, pedidos de ajuda, troca de experiências e principalmente um verdadeiro desabafo, embora como não se consegue agradar a todos é lógico também que consequentemente não concordo com algumas coisas. A principal delas no que diz respeio a revisional de pensão alimentícia, no tocante de que, a ex-mulher não deixa nunca o infeliz alimentante em paz, monitirando completamente sua vida, e, quando vê uma melhora em sua vida, lá vai ela pedir mais na justiça dinheiro, arrumando todas as desculpinhas esfarrapadas para pedir mais e mais. Sou justo e acho que o que é certo é certo, pago proporcionalmente o acertado, e o suficiente para minha filha, más também gostaria de viver melhor, não sendo arrasado, espezinhado judicialmente em uma ação movida, porque a beleza da ex, querendo mais e sempre mais achando que o pai da criança está “rachando de ganhar dinheiro”, o atormenta. Exs. tenham vergonha na cara se querem dinheiro vão trabalhar, vejam como é facil de ganhar dinheiro fácil, os filhos não tem nada com isso, ora….

  • k1 autônomo

    Oi, Claudia Lyra,
    parabéns pela sua nobre visão, que gera também um nobre conteudo neste site, pois neste abre espaço para debates, pedidos de ajuda, troca de experiências e principalmente um verdadeiro desabafo, embora como não se consegue agradar a todos é lógico também que consequentemente não concordo com algumas coisas. A principal delas no que diz respeio a revisional de pensão alimentícia, no tocante de que, a ex-mulher não deixa nunca o infeliz alimentante em paz, monitirando completamente sua vida, e, quando vê uma melhora em sua vida, lá vai ela pedir mais na justiça dinheiro, arrumando todas as desculpinhas esfarrapadas para pedir mais e mais. Sou justo e acho que o que é certo é certo, pago proporcionalmente o acertado, e o suficiente para minha filha, más também gostaria de viver melhor, não sendo arrasado, espezinhado judicialmente em uma ação movida, porque a beleza da ex, querendo mais e sempre mais achando que o pai da criança está “rachando de ganhar dinheiro”, o atormenta. Exs. tenham vergonha na cara se querem dinheiro vão trabalhar, vejam como é facil de ganhar dinheiro fácil, os filhos não tem nada com isso, ora….

  • k1 autônomo

    Oi, Claudia Lyra,
    parabéns pela sua nobre visão, que gera também um nobre conteudo neste site, pois neste abre espaço para debates, pedidos de ajuda, troca de experiências e principalmente um verdadeiro desabafo, embora como não se consegue agradar a todos é lógico também que consequentemente não concordo com algumas coisas. A principal delas no que diz respeio a revisional de pensão alimentícia, no tocante de que, a ex-mulher não deixa nunca o infeliz alimentante em paz, monitirando completamente sua vida, e, quando vê uma melhora em sua vida, lá vai ela pedir mais na justiça dinheiro, arrumando todas as desculpinhas esfarrapadas para pedir mais e mais. Sou justo e acho que o que é certo é certo, pago proporcionalmente o acertado, e o suficiente para minha filha, más também gostaria de viver melhor, não sendo arrasado, espezinhado judicialmente em uma ação movida, porque a beleza da ex, querendo mais e sempre mais achando que o pai da criança está “rachando de ganhar dinheiro”, o atormenta. Exs. tenham vergonha na cara se querem dinheiro vão trabalhar, vejam como é facil de ganhar dinheiro fácil, os filhos não tem nada com isso, ora….

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi, K1!

    Obrigada pelos elogios e valeu pelas opiniões. Você tem razão: tem ex-mulher que fica como urubu, sobrevoando o pai dos filhos, doida pra conseguir mais grana. É lamentável…

    Beijos!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com/ claudia lyra

    Oi, K1!

    Obrigada pelos elogios e valeu pelas opiniões. Você tem razão: tem ex-mulher que fica como urubu, sobrevoando o pai dos filhos, doida pra conseguir mais grana. É lamentável…

    Beijos!

  • http://www.loucaporblog.wordpress.com claudia lyra

    Oi, K1!

    Obrigada pelos elogios e valeu pelas opiniões. Você tem razão: tem ex-mulher que fica como urubu, sobrevoando o pai dos filhos, doida pra conseguir mais grana. É lamentável…

    Beijos!

  • JUNIOR

    ACHO ISSO UMA VERGONHA NO BRASIL PRENDER POR PENSÃO ALIMENTICIA, ENQUANTO TRAFICANTES, ESTRUPADORES, OMICIDAS, PEDOFELOS E OUTROS ESTÃO SOLTOS!!! SOU A FAVOR DE PAGAR PENSÃOALIMENTICIA! NÃO SOU CONTRA, MAIS ESSA LEI TEM QUE SER REVISTA, A MUITA COISA ERRADA NELA, O HOMEM NÃO FAIS FILHO SOZINHO A MULHER TEM QUE PARTICIPAR TAMBEM. E DEVIÃO TER MAIS RESPEITO, CHAMAR O PAI DE VAGABUNDO COMO ESTA NESSA FOTO MAIS ASIMA, A MUITOS PAIS DE FAMILIA ONESTOS QUE PELA DIFICULDADE DA VIDA PASÃO POR SITUAÇÕES DIFICEIS, VAGABUNDO É LADRÃO OMICIDA ESTRUPADOR E OUTROS QUE PRATICÃO CRIMES SEMELHANTES, NÃO PAI DE FAMÍLIA.

  • JUNIOR

    ACHO ISSO UMA VERGONHA NO BRASIL PRENDER POR PENSÃO ALIMENTICIA, ENQUANTO TRAFICANTES, ESTRUPADORES, OMICIDAS, PEDOFELOS E OUTROS ESTÃO SOLTOS!!! SOU A FAVOR DE PAGAR PENSÃOALIMENTICIA! NÃO SOU CONTRA, MAIS ESSA LEI TEM QUE SER REVISTA, A MUITA COISA ERRADA NELA, O HOMEM NÃO FAIS FILHO SOZINHO A MULHER TEM QUE PARTICIPAR TAMBEM. E DEVIÃO TER MAIS RESPEITO, CHAMAR O PAI DE VAGABUNDO COMO ESTA NESSA FOTO MAIS ASIMA, A MUITOS PAIS DE FAMILIA ONESTOS QUE PELA DIFICULDADE DA VIDA PASÃO POR SITUAÇÕES DIFICEIS, VAGABUNDO É LADRÃO OMICIDA ESTRUPADOR E OUTROS QUE PRATICÃO CRIMES SEMELHANTES, NÃO PAI DE FAMÍLIA.

  • JUNIOR

    ACHO ISSO UMA VERGONHA NO BRASIL PRENDER POR PENSÃO ALIMENTICIA, ENQUANTO TRAFICANTES, ESTRUPADORES, OMICIDAS, PEDOFELOS E OUTROS ESTÃO SOLTOS!!! SOU A FAVOR DE PAGAR PENSÃOALIMENTICIA! NÃO SOU CONTRA, MAIS ESSA LEI TEM QUE SER REVISTA, A MUITA COISA ERRADA NELA, O HOMEM NÃO FAIS FILHO SOZINHO A MULHER TEM QUE PARTICIPAR TAMBEM. E DEVIÃO TER MAIS RESPEITO, CHAMAR O PAI DE VAGABUNDO COMO ESTA NESSA FOTO MAIS ASIMA, A MUITOS PAIS DE FAMILIA ONESTOS QUE PELA DIFICULDADE DA VIDA PASÃO POR SITUAÇÕES DIFICEIS, VAGABUNDO É LADRÃO OMICIDA ESTRUPADOR E OUTROS QUE PRATICÃO CRIMES SEMELHANTES, NÃO PAI DE FAMÍLIA.

  • JOSÉ LÔBO JANU´[ARIO

    ESTA LEI DEVE TER SIDO IDÉIAS DE PROSTITUTAS QUE SI ELERGEU COM VOTOS DE SUAS COLEGAS, E PARA FAZER TANTAS GRACINHAS, INFERNIZANDO A VIDA DE CERTOS BRASILEIROS, CRIARAM ESTA LEI RIDICULAS, ONDE FAZER DE MUITAS MÃES, SER PROMOVIDA A GALINHAS DOS OVOS DE OURO, OU INDÚSTRIÁRIA DA PENSÃO ALIMENTÍCIA, A PERCENTAGEN DE 30% POR CENTO É MUITO SUPERIOR AO SALDO DO QUE O PAI PODE PODE ECONOMIZAR DURANTE CADA MÊS DE TRABALHO.
    WSTAR NA HORA DAS VÍTIMAS DA PENSÃO ALIMENTÍCIA, FORMAR UMA COMISSÃO E IR ATÉ O CONGRESSO BRASILEIRO PARA MUDAR ESTA BARBARIDADE

  • JOSÉ LÔBO JANU´[ARIO

    ESTA LEI DEVE TER SIDO IDÉIAS DE PROSTITUTAS QUE SI ELERGEU COM VOTOS DE SUAS COLEGAS, E PARA FAZER TANTAS GRACINHAS, INFERNIZANDO A VIDA DE CERTOS BRASILEIROS, CRIARAM ESTA LEI RIDICULAS, ONDE FAZER DE MUITAS MÃES, SER PROMOVIDA A GALINHAS DOS OVOS DE OURO, OU INDÚSTRIÁRIA DA PENSÃO ALIMENTÍCIA, A PERCENTAGEN DE 30% POR CENTO É MUITO SUPERIOR AO SALDO DO QUE O PAI PODE PODE ECONOMIZAR DURANTE CADA MÊS DE TRABALHO.
    WSTAR NA HORA DAS VÍTIMAS DA PENSÃO ALIMENTÍCIA, FORMAR UMA COMISSÃO E IR ATÉ O CONGRESSO BRASILEIRO PARA MUDAR ESTA BARBARIDADE

  • http://neum,hanoseroquetemoqueeupreciso JOSÉ LÔBO JANU´[ARIO

    ESTA LEI DEVE TER SIDO IDÉIAS DE PROSTITUTAS QUE SI ELERGEU COM VOTOS DE SUAS COLEGAS, E PARA FAZER TANTAS GRACINHAS, INFERNIZANDO A VIDA DE CERTOS BRASILEIROS, CRIARAM ESTA LEI RIDICULAS, ONDE FAZER DE MUITAS MÃES, SER PROMOVIDA A GALINHAS DOS OVOS DE OURO, OU INDÚSTRIÁRIA DA PENSÃO ALIMENTÍCIA, A PERCENTAGEN DE 30% POR CENTO É MUITO SUPERIOR AO SALDO DO QUE O PAI PODE PODE ECONOMIZAR DURANTE CADA MÊS DE TRABALHO.
    WSTAR NA HORA DAS VÍTIMAS DA PENSÃO ALIMENTÍCIA, FORMAR UMA COMISSÃO E IR ATÉ O CONGRESSO BRASILEIRO PARA MUDAR ESTA BARBARIDADE

  • Adriana

    Boa noite.
    Gostaria de saber como faço para cobrar a pensão alimentícia da minha filha?
    Hoje a minha filha tem nove anos e o Pai dela reside no Japão há seis anos e tem uma empresa a “Fluxstreets”. Mas mesmo assim ele há seis anos não mostra nenhum interesse em pagar a quantia já estipulada pelo Juiz em 2002
    Estou com dificuldade para continuar a pagar escola, e outros gastos normais que uma criança tem.
    Como faço para cobrar isso legalmente?

    Atenciosamente

  • Adriana

    Boa noite.
    Gostaria de saber como faço para cobrar a pensão alimentícia da minha filha?
    Hoje a minha filha tem nove anos e o Pai dela reside no Japão há seis anos e tem uma empresa a “Fluxstreets”. Mas mesmo assim ele há seis anos não mostra nenhum interesse em pagar a quantia já estipulada pelo Juiz em 2002
    Estou com dificuldade para continuar a pagar escola, e outros gastos normais que uma criança tem.
    Como faço para cobrar isso legalmente?

    Atenciosamente

  • Adriana

    Boa noite.
    Gostaria de saber como faço para cobrar a pensão alimentícia da minha filha?
    Hoje a minha filha tem nove anos e o Pai dela reside no Japão há seis anos e tem uma empresa a “Fluxstreets”. Mas mesmo assim ele há seis anos não mostra nenhum interesse em pagar a quantia já estipulada pelo Juiz em 2002
    Estou com dificuldade para continuar a pagar escola, e outros gastos normais que uma criança tem.
    Como faço para cobrar isso legalmente?

    Atenciosamente

  • Carlinha

    Parabéns pelo site!!!
    Era o local que eu precisava para esclarecer as minhas dúvidas!
    Por sinal, como Denise eu também estou com um probleminha parecido:
    Tenho uma filha de 02 anos e 03 meses e ela recebe pensão do pai desde agosto de 2006…
    Em dez. 07 liguei pra empresa (ele é servidor público) e conversei com a responsável do dep. pessoal questionando sobre a mudança de banco (bradesco p/ itaú)… ela me orientou a enviar por fax os dados bancários para ser realizado o pagamento da pensão no banco itaú.
    Ok, fax enviado, pensão sendo paga no novo banco…maaaaaassss, como eu me desentendi (e feio) com o pai em janeiro deste ano, ficamos sem falar, ele não liga nem pra saber se a filha está bem… como estava desempregada desde nov. 2007, conquistei um novo trabalho em fev.2008 e com isto, tive que abrir uma conta salário em outro banco…
    Para não ter que ficar com duas contas bancarias, enviei em abril deste ano, um novo fax pra mesma responsável do dep. pessoal solicitando a mudança de banco.
    Pra minha supresa, ela ligou pra casa da minha mãe (nunca deixei o fone da minha mãe pra ela me ligar) alegando q não seria possível fazer esta alteração, pois o Tesouro do Estado não permite sem uma liminar.
    Tenho quase certeza q tem o dedinho do ex nesta história, mas isto não vem ao caso, quero saber se eu posso anexar esta solicitação no processo de 2006 ref. a pensão ou vou ter que solicitar para o advogado?? Não tenho tempo e principalmente ” tempo financeiro” pra solic. pra minha advogada.
    Muito obrigada pela atenção.
    Att. Carlinha

  • Carlinha

    Parabéns pelo site!!!
    Era o local que eu precisava para esclarecer as minhas dúvidas!
    Por sinal, como Denise eu também estou com um probleminha parecido:
    Tenho uma filha de 02 anos e 03 meses e ela recebe pensão do pai desde agosto de 2006…
    Em dez. 07 liguei pra empresa (ele é servidor público) e conversei com a responsável do dep. pessoal questionando sobre a mudança de banco (bradesco p/ itaú)… ela me orientou a enviar por fax os dados bancários para ser realizado o pagamento da pensão no banco itaú.
    Ok, fax enviado, pensão sendo paga no novo banco…maaaaaassss, como eu me desentendi (e feio) com o pai em janeiro deste ano, ficamos sem falar, ele não liga nem pra saber se a filha está bem… como estava desempregada desde nov. 2007, conquistei um novo trabalho em fev.2008 e com isto, tive que abrir uma conta salário em outro banco…
    Para não ter que ficar com duas contas bancarias, enviei em abril deste ano, um novo fax pra mesma responsável do dep. pessoal solicitando a mudança de banco.
    Pra minha supresa, ela ligou pra casa da minha mãe (nunca deixei o fone da minha mãe pra ela me ligar) alegando q não seria possível fazer esta alteração, pois o Tesouro do Estado não permite sem uma liminar.
    Tenho quase certeza q tem o dedinho do ex nesta história, mas isto não vem ao caso, quero saber se eu posso anexar esta solicitação no processo de 2006 ref. a pensão ou vou ter que solicitar para o advogado?? Não tenho tempo e principalmente ” tempo financeiro” pra solic. pra minha advogada.
    Muito obrigada pela atenção.
    Att. Carlinha

  • Carlinha

    Parabéns pelo site!!!
    Era o local que eu precisava para esclarecer as minhas dúvidas!
    Por sinal, como Denise eu também estou com um probleminha parecido:
    Tenho uma filha de 02 anos e 03 meses e ela recebe pensão do pai desde agosto de 2006…
    Em dez. 07 liguei pra empresa (ele é servidor público) e conversei com a responsável do dep. pessoal questionando sobre a mudança de banco (bradesco p/ itaú)… ela me orientou a enviar por fax os dados bancários para ser realizado o pagamento da pensão no banco itaú.
    Ok, fax enviado, pensão sendo paga no novo banco…maaaaaassss, como eu me desentendi (e feio) com o pai em janeiro deste ano, ficamos sem falar, ele não liga nem pra saber se a filha está bem… como estava desempregada desde nov. 2007, conquistei um novo trabalho em fev.2008 e com isto, tive que abrir uma conta salário em outro banco…
    Para não ter que ficar com duas contas bancarias, enviei em abril deste ano, um novo fax pra mesma responsável do dep. pessoal solicitando a mudança de banco.
    Pra minha supresa, ela ligou pra casa da minha mãe (nunca deixei o fone da minha mãe pra ela me ligar) alegando q não seria possível fazer esta alteração, pois o Tesouro do Estado não permite sem uma liminar.
    Tenho quase certeza q tem o dedinho do ex nesta história, mas isto não vem ao caso, quero saber se eu posso anexar esta solicitação no processo de 2006 ref. a pensão ou vou ter que solicitar para o advogado?? Não tenho tempo e principalmente ” tempo financeiro” pra solic. pra minha advogada.
    Muito obrigada pela atenção.
    Att. Carlinha

  • Elisangela

    Parabéns pelo site…
    Tenho uma dúvida que me aflige tive uma filha aos 18 anos e na época o pai biologico despareceu….então conheci uma pessoa legal convivemos por cerca de 05 anos e que acabou registrando ela como filha e tudo.
    Após o termino da relação ele se ausentou da vida dela pessoal e financeiramente, então mudei de cidade e não tenho ajuda alguma dele…quando falei que ia pedir pensão ele disse que eu não podia porque ela não era filha bilogica e além do mais ele registrou como se fosse o pai bilogico e se eu pedisse a pensão ele iria pedir o DNA ou alegaria que não trabalha, tendo em vista que ele é agricultor e não tem como comprovar renda, mas quando ele me conheceu ela já havia nascido, então é lógico que sabia o que estava fazendo.
    Hoje ela tem 12 anos e vive me perguntando pq eu não peço a pensão dele e claro ela sabe de tudo, mas o tem como pai afetivo e quando ele vem até minha cidade nunca o impedi de vê-la, mas faço por ela e não por ele.
    O que eu posso fazer???Por onde devo começar??
    Por Favor, me oriente!!!

  • Elisangela

    Parabéns pelo site…
    Tenho uma dúvida que me aflige tive uma filha aos 18 anos e na época o pai biologico despareceu….então conheci uma pessoa legal convivemos por cerca de 05 anos e que acabou registrando ela como filha e tudo.
    Após o termino da relação ele se ausentou da vida dela pessoal e financeiramente, então mudei de cidade e não tenho ajuda alguma dele…quando falei que ia pedir pensão ele disse que eu não podia porque ela não era filha bilogica e além do mais ele registrou como se fosse o pai bilogico e se eu pedisse a pensão ele iria pedir o DNA ou alegaria que não trabalha, tendo em vista que ele é agricultor e não tem como comprovar renda, mas quando ele me conheceu ela já havia nascido, então é lógico que sabia o que estava fazendo.
    Hoje ela tem 12 anos e vive me perguntando pq eu não peço a pensão dele e claro ela sabe de tudo, mas o tem como pai afetivo e quando ele vem até minha cidade nunca o impedi de vê-la, mas faço por ela e não por ele.
    O que eu posso fazer???Por onde devo começar??
    Por Favor, me oriente!!!

  • Elisangela

    Parabéns pelo site…
    Tenho uma dúvida que me aflige tive uma filha aos 18 anos e na época o pai biologico despareceu….então conheci uma pessoa legal convivemos por cerca de 05 anos e que acabou registrando ela como filha e tudo.
    Após o termino da relação ele se ausentou da vida dela pessoal e financeiramente, então mudei de cidade e não tenho ajuda alguma dele…quando falei que ia pedir pensão ele disse que eu não podia porque ela não era filha bilogica e além do mais ele registrou como se fosse o pai bilogico e se eu pedisse a pensão ele iria pedir o DNA ou alegaria que não trabalha, tendo em vista que ele é agricultor e não tem como comprovar renda, mas quando ele me conheceu ela já havia nascido, então é lógico que sabia o que estava fazendo.
    Hoje ela tem 12 anos e vive me perguntando pq eu não peço a pensão dele e claro ela sabe de tudo, mas o tem como pai afetivo e quando ele vem até minha cidade nunca o impedi de vê-la, mas faço por ela e não por ele.
    O que eu posso fazer???Por onde devo começar??
    Por Favor, me oriente!!!

  • http://giseliagiraohotmail.com/ giselia

    hola amigos necesito de ajuda meu ex nao dar um duro a sua filha ja faz 5 meses nos separemos por que ele me pego ,,estavamos vivemdo en españa inlegual hoje sigo em españa ele volto ao brasil faz 7 meses i 5 que nao me ajuda em nada como fasso nao posso irme agora ao brasil por que nao tenho o permiso se saio daqui nao posso entra .tengo 2 filhas 1 dele i outra de meu 1marido ,esto agora as 2 estao com minha mae, i nao esto conseguindo mantenelas …

  • http://giseliagiraohotmail.com/ giselia

    hola amigos necesito de ajuda meu ex nao dar um duro a sua filha ja faz 5 meses nos separemos por que ele me pego ,,estavamos vivemdo en españa inlegual hoje sigo em españa ele volto ao brasil faz 7 meses i 5 que nao me ajuda em nada como fasso nao posso irme agora ao brasil por que nao tenho o permiso se saio daqui nao posso entra .tengo 2 filhas 1 dele i outra de meu 1marido ,esto agora as 2 estao com minha mae, i nao esto conseguindo mantenelas …

  • http://giseliagiraohotmail.com giselia

    hola amigos necesito de ajuda meu ex nao dar um duro a sua filha ja faz 5 meses nos separemos por que ele me pego ,,estavamos vivemdo en españa inlegual hoje sigo em españa ele volto ao brasil faz 7 meses i 5 que nao me ajuda em nada como fasso nao posso irme agora ao brasil por que nao tenho o permiso se saio daqui nao posso entra .tengo 2 filhas 1 dele i outra de meu 1marido ,esto agora as 2 estao com minha mae, i nao esto conseguindo mantenelas …

  • http://giseliagiraohotmail.com/ giselia

    para JUNIOR me perdoi por nao esta de acordo contigo certo que chama um verdadero pai de vagabundo e errado mas um verdadeiro pai paga os gastos de seus filhos ,as muitas mae que estao aqui sao que os vagabundo de seus ex nao sao homem suficiente para ajudar a pagar os gasto que uma criança tem ,claro tu nao e uma mae soltera com um filho nos braços para saber o que passa uma mae vendo que sus filhos necessita de comer vestir ,calça,escola i muitas mas coisas, enquanto o individo chamado de pai ,deita em sua cama tranquilo i desprelcupado . asino abaixo esses sao uns vagabundoooooooooooooooooooooooooo de primera

  • http://giseliagiraohotmail.com/ giselia

    para JUNIOR me perdoi por nao esta de acordo contigo certo que chama um verdadero pai de vagabundo e errado mas um verdadeiro pai paga os gastos de seus filhos ,as muitas mae que estao aqui sao que os vagabundo de seus ex nao sao homem suficiente para ajudar a pagar os gasto que uma criança tem ,claro tu nao e uma mae soltera com um filho nos braços para saber o que passa uma mae vendo que sus filhos necessita de comer vestir ,calça,escola i muitas mas coisas, enquanto o individo chamado de pai ,deita em sua cama tranquilo i desprelcupado . asino abaixo esses sao uns vagabundoooooooooooooooooooooooooo de primera

  • http://giseliagiraohotmail.com giselia

    para JUNIOR me perdoi por nao esta de acordo contigo certo que chama um verdadero pai de vagabundo e errado mas um verdadeiro pai paga os gastos de seus filhos ,as muitas mae que estao aqui sao que os vagabundo de seus ex nao sao homem suficiente para ajudar a pagar os gasto que uma criança tem ,claro tu nao e uma mae soltera com um filho nos braços para saber o que passa uma mae vendo que sus filhos necessita de comer vestir ,calça,escola i muitas mas coisas, enquanto o individo chamado de pai ,deita em sua cama tranquilo i desprelcupado . asino abaixo esses sao uns vagabundoooooooooooooooooooooooooo de primera

  • Eliana

    Olha so eu tenho uma filha de 14 anos,desde que ela tinha 5 anos sou separada do pai dela,no começo foi estipulado pela juiza que ele pagasse 150.00 reais que na epoca era um salario minimo,so que ele continuo pagando so 150.00 reais até 4 anos atras ele nao reajustava a pensao,e ainda se achava no direito de ficar ele ea familia delese metendo nos asunto da minha filha,detalhe nao queria ajudar com mais nada,ai uma certa vez eu fiquei sabendo dos meus direitos,ai entrei na justiça pra ele pagar os atarsados,ai ele nao queria pagar ai fis um acordo,ele pagou bem menos que ele devia mais tudo bem,ele sempre pagava a pensao com atraso ai no juizado mandarao um ordem pra que descontasse a pensao em folha,só que o safado saiu do emprego logo no 2 meis,e até hoje nao trabalhou mais com carteira assimada,ele trabalha por conta e tudo que ele compra ponha no nome dos parentes pra nao constar nada no nome dele,eu entrei na justiça novamente pra que ele pagasse em dias a pensao,pois se pensao alimenticia nao poderia ter muito atraso,só que ele sempre ria da minha cara falando que ele conhecia as leis e nao atrasaria 3 meses pois sabia que poderia ser preso,hoje em dia fis um acordo com ele pra que ele nao pagasse um salario e sim 220.00 reais e o dia do pagamento que era os dias 3 passou a ser os dias 20,e consta no acordo tmb que ele desse os materias escolar e se precisasse medico e medicamento pois eu aceitei que a pensao fosse paga em menor valor(era um salario e passou a ser 220.00) ele aceitou e assinou no juizado,só que ele nao paga mais nem dia 3 e muito menos os 20 atrasa sempre até dois meses,no primeiro ano deu os materias escolar agora nao da mais,e fala que se quizer posso entrar novamente na justiça pois ele nao tem emprego fixo,e nada no nome dele,e que eu vou me ferrar,tenho que implorar para que ele pague,eu nao acho isso justo,pois minha parte eu faço,ele vive atras dela com fingimento mais nao quer dar nada para o sustento,eu acho um injustiça mandar pra cadeia com 3 meses de atraso,já que uma criança nao ficaria 3 meses sem comer,ele usa isso para se safar e fica so pagando com atrasos,ele pediu que eu concordasse com a diminuiçao da pensao,pois ele nao estava em emprego fixo eu nao teria condiçoes de pagar um salario,que se eu nao concordasse ele entraria na justiça e alegaria que estava desempregado,e que vivia de bicos,so que é mentira,ele tem uma marcenaria que funciona nos funda da casa da mae dele,ele nao tem registro desta firma porisso pode fazer isso,ele tem carro mais ta no nome da irma,e assim vai a canalhisse,hoje me arrependo de ter aceitado que diminuisse a pensao sera que tem como eu voltar atras,e é so com 3 meses mesmo que posso dar parte dele?onde devo ir pra resgistrar queicha dos atrasos?ele pode mesmo ganhar na justiça que diminua mais ainda a pensao alegando nao ter emprego fixo ,e eu nao podendo provar que ele tem renda sim para pagar a pensao?

  • Eliana

    Olha so eu tenho uma filha de 14 anos,desde que ela tinha 5 anos sou separada do pai dela,no começo foi estipulado pela juiza que ele pagasse 150.00 reais que na epoca era um salario minimo,so que ele continuo pagando so 150.00 reais até 4 anos atras ele nao reajustava a pensao,e ainda se achava no direito de ficar ele ea familia delese metendo nos asunto da minha filha,detalhe nao queria ajudar com mais nada,ai uma certa vez eu fiquei sabendo dos meus direitos,ai entrei na justiça pra ele pagar os atarsados,ai ele nao queria pagar ai fis um acordo,ele pagou bem menos que ele devia mais tudo bem,ele sempre pagava a pensao com atraso ai no juizado mandarao um ordem pra que descontasse a pensao em folha,só que o safado saiu do emprego logo no 2 meis,e até hoje nao trabalhou mais com carteira assimada,ele trabalha por conta e tudo que ele compra ponha no nome dos parentes pra nao constar nada no nome dele,eu entrei na justiça novamente pra que ele pagasse em dias a pensao,pois se pensao alimenticia nao poderia ter muito atraso,só que ele sempre ria da minha cara falando que ele conhecia as leis e nao atrasaria 3 meses pois sabia que poderia ser preso,hoje em dia fis um acordo com ele pra que ele nao pagasse um salario e sim 220.00 reais e o dia do pagamento que era os dias 3 passou a ser os dias 20,e consta no acordo tmb que ele desse os materias escolar e se precisasse medico e medicamento pois eu aceitei que a pensao fosse paga em menor valor(era um salario e passou a ser 220.00) ele aceitou e assinou no juizado,só que ele nao paga mais nem dia 3 e muito menos os 20 atrasa sempre até dois meses,no primeiro ano deu os materias escolar agora nao da mais,e fala que se quizer posso entrar novamente na justiça pois ele nao tem emprego fixo,e nada no nome dele,e que eu vou me ferrar,tenho que implorar para que ele pague,eu nao acho isso justo,pois minha parte eu faço,ele vive atras dela com fingimento mais nao quer dar nada para o sustento,eu acho um injustiça mandar pra cadeia com 3 meses de atraso,já que uma criança nao ficaria 3 meses sem comer,ele usa isso para se safar e fica so pagando com atrasos,ele pediu que eu concordasse com a diminuiçao da pensao,pois ele nao estava em emprego fixo eu nao teria condiçoes de pagar um salario,que se eu nao concordasse ele entraria na justiça e alegaria que estava desempregado,e que vivia de bicos,so que é mentira,ele tem uma marcenaria que funciona nos funda da casa da mae dele,ele nao tem registro desta firma porisso pode fazer isso,ele tem carro mais ta no nome da irma,e assim vai a canalhisse,hoje me arrependo de ter aceitado que diminuisse a pensao sera que tem como eu voltar atras,e é so com 3 meses mesmo que posso dar parte dele?onde devo ir pra resgistrar queicha dos atrasos?ele pode mesmo ganhar na justiça que diminua mais ainda a pensao alegando nao ter emprego fixo ,e eu nao podendo provar que ele tem renda sim para pagar a pensao?

  • Eliana

    Olha so eu tenho uma filha de 14 anos,desde que ela tinha 5 anos sou separada do pai dela,no começo foi estipulado pela juiza que ele pagasse 150.00 reais que na epoca era um salario minimo,so que ele continuo pagando so 150.00 reais até 4 anos atras ele nao reajustava a pensao,e ainda se achava no direito de ficar ele ea familia delese metendo nos asunto da minha filha,detalhe nao queria ajudar com mais nada,ai uma certa vez eu fiquei sabendo dos meus direitos,ai entrei na justiça pra ele pagar os atarsados,ai ele nao queria pagar ai fis um acordo,ele pagou bem menos que ele devia mais tudo bem,ele sempre pagava a pensao com atraso ai no juizado mandarao um ordem pra que descontasse a pensao em folha,só que o safado saiu do emprego logo no 2 meis,e até hoje nao trabalhou mais com carteira assimada,ele trabalha por conta e tudo que ele compra ponha no nome dos parentes pra nao constar nada no nome dele,eu entrei na justiça novamente pra que ele pagasse em dias a pensao,pois se pensao alimenticia nao poderia ter muito atraso,só que ele sempre ria da minha cara falando que ele conhecia as leis e nao atrasaria 3 meses pois sabia que poderia ser preso,hoje em dia fis um acordo com ele pra que ele nao pagasse um salario e sim 220.00 reais e o dia do pagamento que era os dias 3 passou a ser os dias 20,e consta no acordo tmb que ele desse os materias escolar e se precisasse medico e medicamento pois eu aceitei que a pensao fosse paga em menor valor(era um salario e passou a ser 220.00) ele aceitou e assinou no juizado,só que ele nao paga mais nem dia 3 e muito menos os 20 atrasa sempre até dois meses,no primeiro ano deu os materias escolar agora nao da mais,e fala que se quizer posso entrar novamente na justiça pois ele nao tem emprego fixo,e nada no nome dele,e que eu vou me ferrar,tenho que implorar para que ele pague,eu nao acho isso justo,pois minha parte eu faço,ele vive atras dela com fingimento mais nao quer dar nada para o sustento,eu acho um injustiça mandar pra cadeia com 3 meses de atraso,já que uma criança nao ficaria 3 meses sem comer,ele usa isso para se safar e fica so pagando com atrasos,ele pediu que eu concordasse com a diminuiçao da pensao,pois ele nao estava em emprego fixo eu nao teria condiçoes de pagar um salario,que se eu nao concordasse ele entraria na justiça e alegaria que estava desempregado,e que vivia de bicos,so que é mentira,ele tem uma marcenaria que funciona nos funda da casa da mae dele,ele nao tem registro desta firma porisso pode fazer isso,ele tem carro mais ta no nome da irma,e assim vai a canalhisse,hoje me arrependo de ter aceitado que diminuisse a pensao sera que tem como eu voltar atras,e é so com 3 meses mesmo que posso dar parte dele?onde devo ir pra resgistrar queicha dos atrasos?ele pode mesmo ganhar na justiça que diminua mais ainda a pensao alegando nao ter emprego fixo ,e eu nao podendo provar que ele tem renda sim para pagar a pensao?

  • José

    ola, tenho um filho menor de idade(15anos), pago pensão alimenticia para ele (ou seja ele tem renda própria), ele mora com a mãe e agora engravidou uma menor de idade, quem paga pensão para esse filho dele?

    obrigado

  • José

    ola, tenho um filho menor de idade(15anos), pago pensão alimenticia para ele (ou seja ele tem renda própria), ele mora com a mãe e agora engravidou uma menor de idade, quem paga pensão para esse filho dele?

    obrigado

  • José

    ola, tenho um filho menor de idade(15anos), pago pensão alimenticia para ele (ou seja ele tem renda própria), ele mora com a mãe e agora engravidou uma menor de idade, quem paga pensão para esse filho dele?

    obrigado

  • CRISTIANE DA SILVA PEREIRA

    BOM GOSTARIA DA AJUDA DE VOCES COM UM PROBLEMA QUE ESTA ACONTECENDO, A MINHA FILHA VAI VISITAR O PAI A NAMORADA DELE ,QUER FICAR COM A MENINA O TEMPO TODO PERTO DELA DESSA FORMA ELA SABE QUE O PAI IRA NA SUA CASA TODO O FINAL DE SEMANA QUE A MINHA FILHA FOR FICAR COM ELE O PROBLEMA É QUE A MINHA FILHA CHEGA FALANDO QUE A MULHER NAO A LEVOU A CASA DO PAI ONDE ELE MORA PARA ELA FICAR COM A VÓ E BRINCAR COM SUAS PRIMINHAS ,E AINDA DIZ PARA A MINHA FILHA Á CHAMA-LA DE MÂE .POR FAVOR QUE ATITUDE DEVO TOMAR A MINHA FILHA COM 4 ANOS ME RELETA TUDO OQUE ACONTECE .OQUE EU PENSO QUE ESSA MULHER É INFANTIL E DESIQUILIBRADA.PRECISO DE OUTRAS OPINIOES….DESDE JÁ OBRIGADA.

  • CRISTIANE DA SILVA PEREIRA

    BOM GOSTARIA DA AJUDA DE VOCES COM UM PROBLEMA QUE ESTA ACONTECENDO, A MINHA FILHA VAI VISITAR O PAI A NAMORADA DELE ,QUER FICAR COM A MENINA O TEMPO TODO PERTO DELA DESSA FORMA ELA SABE QUE O PAI IRA NA SUA CASA TODO O FINAL DE SEMANA QUE A MINHA FILHA FOR FICAR COM ELE O PROBLEMA É QUE A MINHA FILHA CHEGA FALANDO QUE A MULHER NAO A LEVOU A CASA DO PAI ONDE ELE MORA PARA ELA FICAR COM A VÓ E BRINCAR COM SUAS PRIMINHAS ,E AINDA DIZ PARA A MINHA FILHA Á CHAMA-LA DE MÂE .POR FAVOR QUE ATITUDE DEVO TOMAR A MINHA FILHA COM 4 ANOS ME RELETA TUDO OQUE ACONTECE .OQUE EU PENSO QUE ESSA MULHER É INFANTIL E DESIQUILIBRADA.PRECISO DE OUTRAS OPINIOES….DESDE JÁ OBRIGADA.

  • CRISTIANE DA SILVA PEREIRA

    BOM GOSTARIA DA AJUDA DE VOCES COM UM PROBLEMA QUE ESTA ACONTECENDO, A MINHA FILHA VAI VISITAR O PAI A NAMORADA DELE ,QUER FICAR COM A MENINA O TEMPO TODO PERTO DELA DESSA FORMA ELA SABE QUE O PAI IRA NA SUA CASA TODO O FINAL DE SEMANA QUE A MINHA FILHA FOR FICAR COM ELE O PROBLEMA É QUE A MINHA FILHA CHEGA FALANDO QUE A MULHER NAO A LEVOU A CASA DO PAI ONDE ELE MORA PARA ELA FICAR COM A VÓ E BRINCAR COM SUAS PRIMINHAS ,E AINDA DIZ PARA A MINHA FILHA Á CHAMA-LA DE MÂE .POR FAVOR QUE ATITUDE DEVO TOMAR A MINHA FILHA COM 4 ANOS ME RELETA TUDO OQUE ACONTECE .OQUE EU PENSO QUE ESSA MULHER É INFANTIL E DESIQUILIBRADA.PRECISO DE OUTRAS OPINIOES….DESDE JÁ OBRIGADA.

  • carlos

    Claudia, gostaria de saber o seguinte, a Polícia Militar pode, somente, através da denúncia da mãe, prender o pai, com a alegação da mãe que o fato já foi julgado em juízo, porém pode prender o pai, mas a PM pode prender sem o mandado de prisão da pensão, e se pode você me orienta a legislação, obrigado…como vc tem meu e mail, me escreve ta,

  • carlos

    Claudia, gostaria de saber o seguinte, a Polícia Militar pode, somente, através da denúncia da mãe, prender o pai, com a alegação da mãe que o fato já foi julgado em juízo, porém pode prender o pai, mas a PM pode prender sem o mandado de prisão da pensão, e se pode você me orienta a legislação, obrigado…como vc tem meu e mail, me escreve ta,

  • http://naotenho carlos

    Claudia, gostaria de saber o seguinte, a Polícia Militar pode, somente, através da denúncia da mãe, prender o pai, com a alegação da mãe que o fato já foi julgado em juízo, porém pode prender o pai, mas a PM pode prender sem o mandado de prisão da pensão, e se pode você me orienta a legislação, obrigado…como vc tem meu e mail, me escreve ta,

  • Ângela

    olá, gostia mto de uma ajuda
    se o pai da crianaç tiver preso por algum outro motivo. que seja.
    como devo solicticar uma ajuda ao estado
    alguem pode me ajudar por favor

    obrigada …

  • Ângela

    olá, gostia mto de uma ajuda
    se o pai da crianaç tiver preso por algum outro motivo. que seja.
    como devo solicticar uma ajuda ao estado
    alguem pode me ajudar por favor

    obrigada …

  • anderson camelo 3ºperiodo de d

    bom lyra achei sua explicação muito boa e de fácil entendimento, meus parabéns. espero que ^você continue a ajudar estas mães, que por motivos semenhantes encontram-se nestas situações.

  • anderson camelo 3ºperiodo de d

    bom lyra achei sua explicação muito boa e de fácil entendimento, meus parabéns. espero que ^você continue a ajudar estas mães, que por motivos semenhantes encontram-se nestas situações.

  • anderson camelo 3ºperiodo de direito

    bom lyra achei sua explicação muito boa e de fácil entendimento, meus parabéns. espero que ^você continue a ajudar estas mães, que por motivos semenhantes encontram-se nestas situações.

  • Bianca

    Olá, bom vamos lá tenho uma perguntinha a fazer.
    Tive um relacionamenyo de três anos e neste curto tempo tive uma bebê que hoje já tem 6 anos e o pai dela nunca pagou pensão .
    O q devo fazer é realmente necessário um advogado para este tipo de caso ou consigo por conta propria entrar com uma ação.
    Há lembrando ela é registrada no nome dele, mas não tenho contato para saber se esta trabalhando ou no que trabalha ou se é registrado esta coisas basicas …
    Bom aguardo uma resposta ..obrigada .

  • Bianca

    Olá, bom vamos lá tenho uma perguntinha a fazer.
    Tive um relacionamenyo de três anos e neste curto tempo tive uma bebê que hoje já tem 6 anos e o pai dela nunca pagou pensão .
    O q devo fazer é realmente necessário um advogado para este tipo de caso ou consigo por conta propria entrar com uma ação.
    Há lembrando ela é registrada no nome dele, mas não tenho contato para saber se esta trabalhando ou no que trabalha ou se é registrado esta coisas basicas …
    Bom aguardo uma resposta ..obrigada .

  • Bianca

    Olá, bom vamos lá tenho uma perguntinha a fazer.
    Tive um relacionamenyo de três anos e neste curto tempo tive uma bebê que hoje já tem 6 anos e o pai dela nunca pagou pensão .
    O q devo fazer é realmente necessário um advogado para este tipo de caso ou consigo por conta propria entrar com uma ação.
    Há lembrando ela é registrada no nome dele, mas não tenho contato para saber se esta trabalhando ou no que trabalha ou se é registrado esta coisas basicas …
    Bom aguardo uma resposta ..obrigada .

  • Eliana

    Olá tenho na verdade um pergunta, meu ex ganha muito bem e se nega a pagar o valor correto da pensão estamos separados a 1 ano e meio, (dá época 2191,00-1/3= 730,00+-) ele deposita 280,00 como não é descontado em folha ele depoista qd ele quer teria um meio legal de exigir que seja descontado em folhas e qual o minimo que ele pode pagar de pansão hj ele ganha mais de 4.000,00 bruto, tenho meios legai de exigir a diferença . Obrigada

  • Eliana

    Olá tenho na verdade um pergunta, meu ex ganha muito bem e se nega a pagar o valor correto da pensão estamos separados a 1 ano e meio, (dá época 2191,00-1/3= 730,00+-) ele deposita 280,00 como não é descontado em folha ele depoista qd ele quer teria um meio legal de exigir que seja descontado em folhas e qual o minimo que ele pode pagar de pansão hj ele ganha mais de 4.000,00 bruto, tenho meios legai de exigir a diferença . Obrigada

  • Eliana

    Olá tenho na verdade um pergunta, meu ex ganha muito bem e se nega a pagar o valor correto da pensão estamos separados a 1 ano e meio, (dá época 2191,00-1/3= 730,00+-) ele deposita 280,00 como não é descontado em folha ele depoista qd ele quer teria um meio legal de exigir que seja descontado em folhas e qual o minimo que ele pode pagar de pansão hj ele ganha mais de 4.000,00 bruto, tenho meios legai de exigir a diferença . Obrigada

  • SUYANY DIAS FRANCO

    GOSTARIA DE SABER QUANTOS % DO SEU SALÁRIO O PAI DEVE PAGAR A FILHA MENOR DE IDADE???

  • SUYANY DIAS FRANCO

    GOSTARIA DE SABER QUANTOS % DO SEU SALÁRIO O PAI DEVE PAGAR A FILHA MENOR DE IDADE???

  • SUYANY DIAS FRANCO

    GOSTARIA DE SABER QUANTOS % DO SEU SALÁRIO O PAI DEVE PAGAR A FILHA MENOR DE IDADE???

  • Tom

    Quando muda de emprego o pai deve informar a justiça , pois mudei de emprego e meus rendimentos sao maiores .

    Pois me falaram q tenho q entrar com uma açao alegando q estou ganhando mais

    procede esta informaçoa ou tenho q deixar a mae reclamar

  • Tom

    Quando muda de emprego o pai deve informar a justiça , pois mudei de emprego e meus rendimentos sao maiores .

    Pois me falaram q tenho q entrar com uma açao alegando q estou ganhando mais

    procede esta informaçoa ou tenho q deixar a mae reclamar

  • Tom

    Quando muda de emprego o pai deve informar a justiça , pois mudei de emprego e meus rendimentos sao maiores .

    Pois me falaram q tenho q entrar com uma açao alegando q estou ganhando mais

    procede esta informaçoa ou tenho q deixar a mae reclamar

  • Raquel

    gostaria de saber sou casada,meu marido trouxe sua filha o ano passado para morar com agente, a guarda esta com sua mãe mas vive com agente e não pagava pensão agora sua filha fala que quer ir embora ele vai ter que continuar a pagar pensão certo?Ate os 18 anos.
    E o tempo que ela passou aqui ele vai ter que pagar tambem ele esta disisperado,pois sua filha é muito ingrata.
    O que ele faz nesse caso nos ajude por favor?

  • Raquel

    gostaria de saber sou casada,meu marido trouxe sua filha o ano passado para morar com agente, a guarda esta com sua mãe mas vive com agente e não pagava pensão agora sua filha fala que quer ir embora ele vai ter que continuar a pagar pensão certo?Ate os 18 anos.
    E o tempo que ela passou aqui ele vai ter que pagar tambem ele esta disisperado,pois sua filha é muito ingrata.
    O que ele faz nesse caso nos ajude por favor?

  • Raquel

    gostaria de saber sou casada,meu marido trouxe sua filha o ano passado para morar com agente, a guarda esta com sua mãe mas vive com agente e não pagava pensão agora sua filha fala que quer ir embora ele vai ter que continuar a pagar pensão certo?Ate os 18 anos.
    E o tempo que ela passou aqui ele vai ter que pagar tambem ele esta disisperado,pois sua filha é muito ingrata.
    O que ele faz nesse caso nos ajude por favor?

  • Adriana wilpert

    ola meu nome é adriana gostaria de saber o que vai acontecer com essa tal guarda compartilhada se o pai vai poder mesmo quando não paga pensao?

  • Adriana wilpert

    ola meu nome é adriana gostaria de saber o que vai acontecer com essa tal guarda compartilhada se o pai vai poder mesmo quando não paga pensao?

  • Adriana wilpert

    ola meu nome é adriana gostaria de saber o que vai acontecer com essa tal guarda compartilhada se o pai vai poder mesmo quando não paga pensao?

  • sabrina

    oi sou noiva de um homem q tem 2 filhas!!!! A mais velha tem 10 anos e a mãe dela sempre falou q nao queria dinheiro dele e sim q ele de amor e carinho a filha…A outra menor ele da pensão para a menina mais é por um trato q eles fizeram entre eles… Começamos a conversar e ele decidiu q preferi pagar pras duas a pensão tudo pela justiça como podemos fazer isso??? Não entendo nada disso me ajude
    grata pela atenção

  • sabrina

    oi sou noiva de um homem q tem 2 filhas!!!! A mais velha tem 10 anos e a mãe dela sempre falou q nao queria dinheiro dele e sim q ele de amor e carinho a filha…A outra menor ele da pensão para a menina mais é por um trato q eles fizeram entre eles… Começamos a conversar e ele decidiu q preferi pagar pras duas a pensão tudo pela justiça como podemos fazer isso??? Não entendo nada disso me ajude
    grata pela atenção

  • sabrina

    oi sou noiva de um homem q tem 2 filhas!!!! A mais velha tem 10 anos e a mãe dela sempre falou q nao queria dinheiro dele e sim q ele de amor e carinho a filha…A outra menor ele da pensão para a menina mais é por um trato q eles fizeram entre eles… Começamos a conversar e ele decidiu q preferi pagar pras duas a pensão tudo pela justiça como podemos fazer isso??? Não entendo nada disso me ajude
    grata pela atenção

  • Francisco

    Tenho 2 filhas, uma de 11 e uma de 8 que precisa de um tratamento que custa r$ 740,00 por mes + 4 viagens a florianopolis que fica a 90 km da cidade onde moro e os 30% de pensao que dou chega a r$ 750,00+unimed r$ 100,00 + 2 viagens a florianopolis que chega + r$ 100,00 = r$ 950,00 e ganho r$ 2.400,00 limpo e ela que quiz a separacao e quer mais. E justo?

  • Francisco

    Tenho 2 filhas, uma de 11 e uma de 8 que precisa de um tratamento que custa r$ 740,00 por mes + 4 viagens a florianopolis que fica a 90 km da cidade onde moro e os 30% de pensao que dou chega a r$ 750,00+unimed r$ 100,00 + 2 viagens a florianopolis que chega + r$ 100,00 = r$ 950,00 e ganho r$ 2.400,00 limpo e ela que quiz a separacao e quer mais. E justo?

  • Francisco

    Tenho 2 filhas, uma de 11 e uma de 8 que precisa de um tratamento que custa r$ 740,00 por mes + 4 viagens a florianopolis que fica a 90 km da cidade onde moro e os 30% de pensao que dou chega a r$ 750,00+unimed r$ 100,00 + 2 viagens a florianopolis que chega + r$ 100,00 = r$ 950,00 e ganho r$ 2.400,00 limpo e ela que quiz a separacao e quer mais. E justo?

  • katlen

    Olá!
    Tenho a mesma dúvida que o Tom do dia 02/06
    Qual é o procedimento de quando um alimentante que tem descontado em folha a pensão muda de emprego??? Ele obrigatóriamente tem de avisar???

    abraços

  • katlen

    Olá!
    Tenho a mesma dúvida que o Tom do dia 02/06
    Qual é o procedimento de quando um alimentante que tem descontado em folha a pensão muda de emprego??? Ele obrigatóriamente tem de avisar???

    abraços

  • katlen

    Olá!
    Tenho a mesma dúvida que o Tom do dia 02/06
    Qual é o procedimento de quando um alimentante que tem descontado em folha a pensão muda de emprego??? Ele obrigatóriamente tem de avisar???

    abraços

  • maico ferreira

    olá!
    eu pago de pensao 207,00 reais, meu salario bruto é de 805,20, esse calculo esta certo?
    e quando eu estiver no seguro desemprego o que devo fazer?
    mas uma coisa quando eu sair da minha empresa a pensonista ela fica com alguma parte?

  • maico ferreira

    olá!
    eu pago de pensao 207,00 reais, meu salario bruto é de 805,20, esse calculo esta certo?
    e quando eu estiver no seguro desemprego o que devo fazer?
    mas uma coisa quando eu sair da minha empresa a pensonista ela fica com alguma parte?

  • maico ferreira

    olá!
    eu pago de pensao 207,00 reais, meu salario bruto é de 805,20, esse calculo esta certo?
    e quando eu estiver no seguro desemprego o que devo fazer?
    mas uma coisa quando eu sair da minha empresa a pensonista ela fica com alguma parte?

  • Silvana

    Sou casada e tenho uma filha de 11 anos, posso pedir pensão para mesmo casada com ele, porque as brigas aqui em casa são constantes, ele só pensa nas necessidades dele, acho que seria justo ele pagar.

  • Silvana

    Sou casada e tenho uma filha de 11 anos, posso pedir pensão para mesmo casada com ele, porque as brigas aqui em casa são constantes, ele só pensa nas necessidades dele, acho que seria justo ele pagar.

  • Silvana

    Sou casada e tenho uma filha de 11 anos, posso pedir pensão para mesmo casada com ele, porque as brigas aqui em casa são constantes, ele só pensa nas necessidades dele, acho que seria justo ele pagar.

  • viviane

    oi!tenho 2 filhos,um de 9 anos e o outro com 4 anos.meu ex marido tem 3 empresas,uma no seu nome e outras duas no nome do irmao.na epoca da separaçao ele nao apresentou quanto ganhava,por ser empresario e nao ter folha de pagamento,o juiz entao determinou um salario minimo p os dois,e ele ainda assim sempre atrasa!sei q ele deve ganhar entre $2.000,00 a $4.000,00 por mes,afinal,fiquei casada com ele por 8 anos.como eu faço p pedir aumento do valor??

  • viviane

    oi!tenho 2 filhos,um de 9 anos e o outro com 4 anos.meu ex marido tem 3 empresas,uma no seu nome e outras duas no nome do irmao.na epoca da separaçao ele nao apresentou quanto ganhava,por ser empresario e nao ter folha de pagamento,o juiz entao determinou um salario minimo p os dois,e ele ainda assim sempre atrasa!sei q ele deve ganhar entre $2.000,00 a $4.000,00 por mes,afinal,fiquei casada com ele por 8 anos.como eu faço p pedir aumento do valor??

  • http://nenhum viviane

    oi!tenho 2 filhos,um de 9 anos e o outro com 4 anos.meu ex marido tem 3 empresas,uma no seu nome e outras duas no nome do irmao.na epoca da separaçao ele nao apresentou quanto ganhava,por ser empresario e nao ter folha de pagamento,o juiz entao determinou um salario minimo p os dois,e ele ainda assim sempre atrasa!sei q ele deve ganhar entre $2.000,00 a $4.000,00 por mes,afinal,fiquei casada com ele por 8 anos.como eu faço p pedir aumento do valor??

  • Mércia Lara

    Eu estou numa dúvida muito fedonha…meu marido amasiado foi embora no dia 15/06/2008, eu tenho um bb de 6 meses….e to gravida de novo, o q faço…pois não trabalho fora, ele alugou uma casa maior no meu nome…e fez mais contas em meu nome p comprar coisas novas para casa…e me deixou de cabelo em pé. e tá gatinho nas ruas…gastando e eu passando fome em casa o q posso fazer?…estou c ele desde 2006 morando junto.

    me ajudemmmmmmm
    fui na defensoria pública e me pediram p voltar daqui 15 dias para levar docs…e eu até lá passo fome?
    estou sem caminho perdida!!!
    o duro q le foi p um alojamento da firma q não paga aluguel e eu ????? o q faço? o bb mama no peito ainda e não vou poder arrumar outro emprego agora sem experiencia e carteira assinada….

  • Mércia Lara

    Eu estou numa dúvida muito fedonha…meu marido amasiado foi embora no dia 15/06/2008, eu tenho um bb de 6 meses….e to gravida de novo, o q faço…pois não trabalho fora, ele alugou uma casa maior no meu nome…e fez mais contas em meu nome p comprar coisas novas para casa…e me deixou de cabelo em pé. e tá gatinho nas ruas…gastando e eu passando fome em casa o q posso fazer?…estou c ele desde 2006 morando junto.

    me ajudemmmmmmm
    fui na defensoria pública e me pediram p voltar daqui 15 dias para levar docs…e eu até lá passo fome?
    estou sem caminho perdida!!!
    o duro q le foi p um alojamento da firma q não paga aluguel e eu ????? o q faço? o bb mama no peito ainda e não vou poder arrumar outro emprego agora sem experiencia e carteira assinada….

  • Mércia Lara

    Eu estou numa dúvida muito fedonha…meu marido amasiado foi embora no dia 15/06/2008, eu tenho um bb de 6 meses….e to gravida de novo, o q faço…pois não trabalho fora, ele alugou uma casa maior no meu nome…e fez mais contas em meu nome p comprar coisas novas para casa…e me deixou de cabelo em pé. e tá gatinho nas ruas…gastando e eu passando fome em casa o q posso fazer?…estou c ele desde 2006 morando junto.

    me ajudemmmmmmm
    fui na defensoria pública e me pediram p voltar daqui 15 dias para levar docs…e eu até lá passo fome?
    estou sem caminho perdida!!!
    o duro q le foi p um alojamento da firma q não paga aluguel e eu ????? o q faço? o bb mama no peito ainda e não vou poder arrumar outro emprego agora sem experiencia e carteira assinada….

  • http://www.supra-sumo.org/ Mário Yanase

    Mércia Lara, vá rápido a um defensor público. Mas vá com os documentos necessários. Como é um caso urgente, não poderão te negar auxílio imediato.

    O que você tem que solicitar é uma Ação de Alimentos, explicando bem a gravidade do caso. Afinal, seus filhos não devem passar fome se há um pai capaz de alimentá-los. É uma causa ganha. Mas corra atrás, não espere.

    De resto, a Ação de Alimentos será rápida. Se possível, e se necessário, poder ser feita em apenas alguns dias.

  • http://www.supra-sumo.org/ Mário Yanase

    Mércia Lara, vá rápido a um defensor público. Mas vá com os documentos necessários. Como é um caso urgente, não poderão te negar auxílio imediato.

    O que você tem que solicitar é uma Ação de Alimentos, explicando bem a gravidade do caso. Afinal, seus filhos não devem passar fome se há um pai capaz de alimentá-los. É uma causa ganha. Mas corra atrás, não espere.

    De resto, a Ação de Alimentos será rápida. Se possível, e se necessário, poder ser feita em apenas alguns dias.

  • http://www.supra-sumo.org Mário Yanase

    Mércia Lara, vá rápido a um defensor público. Mas vá com os documentos necessários. Como é um caso urgente, não poderão te negar auxílio imediato.

    O que você tem que solicitar é uma Ação de Alimentos, explicando bem a gravidade do caso. Afinal, seus filhos não devem passar fome se há um pai capaz de alimentá-los. É uma causa ganha. Mas corra atrás, não espere.

    De resto, a Ação de Alimentos será rápida. Se possível, e se necessário, poder ser feita em apenas alguns dias.

  • Fernando André

    Não concordo em nada com a Jade…alias vendo a ironia dela acho até uma forma arrogante de ser
    Fui criado apenas pela minha mae sem pensão e dou maior valor a ela, mas nem por isso repudio meu pai que deve ter tido seus motivos (nem o conheço).
    Minha mãe me criou ganhando 700 reais mes e me formou um homem.
    Por esse motivo acho que pensão não deveria ser obrigatoria, pois tem vagabundas que fazem 3 filhos e tals pra viver de pensão, este caso a justiça tbem deveria tirar as vendas.
    Pagar sem vontade por obrigação não era isso que eu queria alias isso só traz mais raiva de um pai por seu suposto fllho…..pq pra mim pai é o que cria

  • Fernando André

    Não concordo em nada com a Jade…alias vendo a ironia dela acho até uma forma arrogante de ser
    Fui criado apenas pela minha mae sem pensão e dou maior valor a ela, mas nem por isso repudio meu pai que deve ter tido seus motivos (nem o conheço).
    Minha mãe me criou ganhando 700 reais mes e me formou um homem.
    Por esse motivo acho que pensão não deveria ser obrigatoria, pois tem vagabundas que fazem 3 filhos e tals pra viver de pensão, este caso a justiça tbem deveria tirar as vendas.
    Pagar sem vontade por obrigação não era isso que eu queria alias isso só traz mais raiva de um pai por seu suposto fllho…..pq pra mim pai é o que cria

  • Fernando André

    Não concordo em nada com a Jade…alias vendo a ironia dela acho até uma forma arrogante de ser
    Fui criado apenas pela minha mae sem pensão e dou maior valor a ela, mas nem por isso repudio meu pai que deve ter tido seus motivos (nem o conheço).
    Minha mãe me criou ganhando 700 reais mes e me formou um homem.
    Por esse motivo acho que pensão não deveria ser obrigatoria, pois tem vagabundas que fazem 3 filhos e tals pra viver de pensão, este caso a justiça tbem deveria tirar as vendas.
    Pagar sem vontade por obrigação não era isso que eu queria alias isso só traz mais raiva de um pai por seu suposto fllho…..pq pra mim pai é o que cria

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    Fernando, eu fiz uns 5 ou 6 comentários nesse post, acho que você não os leu.

    Não sou uma vagabunda que se encheu de filhos para viver de pensão, como penso que sua mãe também não seja, e também não sou a favor de quem usa filho para prender marido ou para conseguir pensão.

    Meu filho foi concebido durante um casamento que terminou. Não fiz o filho sozinha, e se estivesse casada até hoje, meu marido dividiria comigo a criação do menino, portanto nada mais justo do que ele continuar dividindo a despesa, e dando atenção e carinho que é mais importante, volto a dizer, filho é feito por dois.

    Irônica sim, arrogante talvez, porém meu filho é o maior presente que o universo poderia ter me dado, mas infelizmente sou diferente de sua mãe, não consigo dar conta de tudo sozinha, e quem deve me ajudar?? Quem fez o filho comigo.

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    Fernando, eu fiz uns 5 ou 6 comentários nesse post, acho que você não os leu.

    Não sou uma vagabunda que se encheu de filhos para viver de pensão, como penso que sua mãe também não seja, e também não sou a favor de quem usa filho para prender marido ou para conseguir pensão.

    Meu filho foi concebido durante um casamento que terminou. Não fiz o filho sozinha, e se estivesse casada até hoje, meu marido dividiria comigo a criação do menino, portanto nada mais justo do que ele continuar dividindo a despesa, e dando atenção e carinho que é mais importante, volto a dizer, filho é feito por dois.

    Irônica sim, arrogante talvez, porém meu filho é o maior presente que o universo poderia ter me dado, mas infelizmente sou diferente de sua mãe, não consigo dar conta de tudo sozinha, e quem deve me ajudar?? Quem fez o filho comigo.

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    Fernando, eu fiz uns 5 ou 6 comentários nesse post, acho que você não os leu.

    Não sou uma vagabunda que se encheu de filhos para viver de pensão, como penso que sua mãe também não seja, e também não sou a favor de quem usa filho para prender marido ou para conseguir pensão.

    Meu filho foi concebido durante um casamento que terminou. Não fiz o filho sozinha, e se estivesse casada até hoje, meu marido dividiria comigo a criação do menino, portanto nada mais justo do que ele continuar dividindo a despesa, e dando atenção e carinho que é mais importante, volto a dizer, filho é feito por dois.

    Irônica sim, arrogante talvez, porém meu filho é o maior presente que o universo poderia ter me dado, mas infelizmente sou diferente de sua mãe, não consigo dar conta de tudo sozinha, e quem deve me ajudar?? Quem fez o filho comigo.

  • Mara Marques

    Tive um relacionamento á 6 anos atráz, se separamos quando o menino tinha 1ano e dois meses, pedi a pensão , foi acertado em ele pagar 50% do salário mínimo, depois se juntamos novamente,Agora faz 6 meses que se separamos novamente, ele arrumou outra mulher para ele e nem sequer ve o filho, tá trabalhando em um serviço que o patrão não assina a carteira e fala que está trabalhando de bicos, que está desempregado. Qual a pensão que ele deve dar para a criança? que tem hj 5 anos
    Como posso fazer para que ele pague o certo os 30% do sálario?

    Bjs

  • Mara Marques

    Tive um relacionamento á 6 anos atráz, se separamos quando o menino tinha 1ano e dois meses, pedi a pensão , foi acertado em ele pagar 50% do salário mínimo, depois se juntamos novamente,Agora faz 6 meses que se separamos novamente, ele arrumou outra mulher para ele e nem sequer ve o filho, tá trabalhando em um serviço que o patrão não assina a carteira e fala que está trabalhando de bicos, que está desempregado. Qual a pensão que ele deve dar para a criança? que tem hj 5 anos
    Como posso fazer para que ele pague o certo os 30% do sálario?

    Bjs

  • Mara Marques

    Tive um relacionamento á 6 anos atráz, se separamos quando o menino tinha 1ano e dois meses, pedi a pensão , foi acertado em ele pagar 50% do salário mínimo, depois se juntamos novamente,Agora faz 6 meses que se separamos novamente, ele arrumou outra mulher para ele e nem sequer ve o filho, tá trabalhando em um serviço que o patrão não assina a carteira e fala que está trabalhando de bicos, que está desempregado. Qual a pensão que ele deve dar para a criança? que tem hj 5 anos
    Como posso fazer para que ele pague o certo os 30% do sálario?

    Bjs

  • http://www.google.com.br/ sonia

    que orientação o conselho tutelar pode dar quando alguem quizer acordo de pensão para os filhos menor

  • http://www.google.com.br/ sonia

    que orientação o conselho tutelar pode dar quando alguem quizer acordo de pensão para os filhos menor

  • http://www.google.com.br sonia

    que orientação o conselho tutelar pode dar quando alguem quizer acordo de pensão para os filhos menor

  • Kika

    Tenho uma dúvida: numa ação judicial para pagamento de pensão, quando há a justificativa da impossibilidade de pagamento, o que ocorre depois?…a mãe deverá iniciar outro processo?….o juiz revê o valor?

  • Kika

    Tenho uma dúvida: numa ação judicial para pagamento de pensão, quando há a justificativa da impossibilidade de pagamento, o que ocorre depois?…a mãe deverá iniciar outro processo?….o juiz revê o valor?

  • Kika

    Tenho uma dúvida: numa ação judicial para pagamento de pensão, quando há a justificativa da impossibilidade de pagamento, o que ocorre depois?…a mãe deverá iniciar outro processo?….o juiz revê o valor?

  • Lessa

    Olá, Cláudia!

    Gostaria de expor um problema que venho passando no qual esta me chateando muito.
    Não gosto de ficar cobrando e muito menos exigindo, pois acho que cada um tem suas responsabilidades e compromissos e deve cumprí-las, pois bem, sou divorciada há quase 8 anos, quando nosso filho nasceu nos separamos ficando estipulando de pensão 1 sálario minimo que sempre foi pago em dia, mas de algum tempo para cá, na verdade uns 6 a 7 meses, ele vem atrasando o pagamento da pensão e neste caso quando está para completar 3 meses de atraso ele paga 1(uma) dai sempre fica 2 atrasadas.
    Um mês atrás fui conversar com ele, pedindo para que me ajudasse colocando a pensão em dia, a resposta dele imediata, foi de ameaça, que está apertado e que iria pedir a revisão da pensão na justiça, pois sua carteira de trabalho está assinada em R$750,00, sendo que pagaria então 30% desse valor.
    Gostaria de fazer uma pergunta: ele está errado no atraso da pensão, sabemos disso, mas como poderia ele alegar em juízo este valor sendo que trabalha neste mesmo lugar desde quando nos separamos? Sabemos que ele concordou em juizo pagar um salário quando nos separamos e já trabalhava neste local, ele dava aula em escola tbm, mas já tem mais ou menos uns dois anos que não é professor mais. Como posso proceder neste caso de ameaça?

    Obrigada!

  • Lessa

    Olá, Cláudia!

    Gostaria de expor um problema que venho passando no qual esta me chateando muito.
    Não gosto de ficar cobrando e muito menos exigindo, pois acho que cada um tem suas responsabilidades e compromissos e deve cumprí-las, pois bem, sou divorciada há quase 8 anos, quando nosso filho nasceu nos separamos ficando estipulando de pensão 1 sálario minimo que sempre foi pago em dia, mas de algum tempo para cá, na verdade uns 6 a 7 meses, ele vem atrasando o pagamento da pensão e neste caso quando está para completar 3 meses de atraso ele paga 1(uma) dai sempre fica 2 atrasadas.
    Um mês atrás fui conversar com ele, pedindo para que me ajudasse colocando a pensão em dia, a resposta dele imediata, foi de ameaça, que está apertado e que iria pedir a revisão da pensão na justiça, pois sua carteira de trabalho está assinada em R$750,00, sendo que pagaria então 30% desse valor.
    Gostaria de fazer uma pergunta: ele está errado no atraso da pensão, sabemos disso, mas como poderia ele alegar em juízo este valor sendo que trabalha neste mesmo lugar desde quando nos separamos? Sabemos que ele concordou em juizo pagar um salário quando nos separamos e já trabalhava neste local, ele dava aula em escola tbm, mas já tem mais ou menos uns dois anos que não é professor mais. Como posso proceder neste caso de ameaça?

    Obrigada!

  • Marilu

    Ola…
    Meu companheiro, a qual convivo faz 4 anos recebeu uma execução de pensão alimenticia iniciada em fevereiro de 2008, a qual se refere ao período de janeiro de 2005 a maio de 2008 que ainda não foi julgado. O valor da execução é em torno de + ou – uns R$ 5.000,00 referentes ao não pagamento da pensão integral do seu filho que é de 1 salário mínimo e meio, a qual ele vem pagando desde o julgamento da ação de pensão que foi julgado no ano de 2000. Só que desde janeiro de 2005 ele só vem pagando um salário com acrescimo de uns 50 reais. Agora a ex quer reaver a diferença que ele não depositava em sua conta bancária.
    Gostaria de saber se é correto cobrar pensão desde esse ano?
    O juiz pode decretar que o meu companheiro pague essa dívida em uma única parcela?
    Tem possibilidade de parcela-la? A ex pode nao querer em juizo nao parcelar o valor das diferenças?
    Que alternativas nós temos?
    É o momento de pedir revisão de pensão, já que o filho hoje está com 16 anos?
    Por favor, o que poderemos fazer pra minimizar essa dívida?
    Obrigada!

  • Marilu

    Ola…
    Meu companheiro, a qual convivo faz 4 anos recebeu uma execução de pensão alimenticia iniciada em fevereiro de 2008, a qual se refere ao período de janeiro de 2005 a maio de 2008 que ainda não foi julgado. O valor da execução é em torno de + ou – uns R$ 5.000,00 referentes ao não pagamento da pensão integral do seu filho que é de 1 salário mínimo e meio, a qual ele vem pagando desde o julgamento da ação de pensão que foi julgado no ano de 2000. Só que desde janeiro de 2005 ele só vem pagando um salário com acrescimo de uns 50 reais. Agora a ex quer reaver a diferença que ele não depositava em sua conta bancária.
    Gostaria de saber se é correto cobrar pensão desde esse ano?
    O juiz pode decretar que o meu companheiro pague essa dívida em uma única parcela?
    Tem possibilidade de parcela-la? A ex pode nao querer em juizo nao parcelar o valor das diferenças?
    Que alternativas nós temos?
    É o momento de pedir revisão de pensão, já que o filho hoje está com 16 anos?
    Por favor, o que poderemos fazer pra minimizar essa dívida?
    Obrigada!

  • Marilu

    Ola…
    Meu companheiro, a qual convivo faz 4 anos recebeu uma execução de pensão alimenticia iniciada em fevereiro de 2008, a qual se refere ao período de janeiro de 2005 a maio de 2008 que ainda não foi julgado. O valor da execução é em torno de + ou – uns R$ 5.000,00 referentes ao não pagamento da pensão integral do seu filho que é de 1 salário mínimo e meio, a qual ele vem pagando desde o julgamento da ação de pensão que foi julgado no ano de 2000. Só que desde janeiro de 2005 ele só vem pagando um salário com acrescimo de uns 50 reais. Agora a ex quer reaver a diferença que ele não depositava em sua conta bancária.
    Gostaria de saber se é correto cobrar pensão desde esse ano?
    O juiz pode decretar que o meu companheiro pague essa dívida em uma única parcela?
    Tem possibilidade de parcela-la? A ex pode nao querer em juizo nao parcelar o valor das diferenças?
    Que alternativas nós temos?
    É o momento de pedir revisão de pensão, já que o filho hoje está com 16 anos?
    Por favor, o que poderemos fazer pra minimizar essa dívida?
    Obrigada!

  • http://www.supra-sumo.org/ Mário Yanase

    Marilu,

    Se o juiz havia determinado anteriormente que se pagasse o valor de um salário mínimo e meio, deveria então seu companheiro ter pago o que fora firmado. Logo, sim, ela pode requerer a cobrança desde o ano de 2005.

    Ela não poderia se não houvesse um sentença judicial. E como há uma determinando o valor da pensão, não tem jeito, a mesma deve ser cumprida…

    O valor da pensão alimentícia não é uma escolha do seu marido, mas sim um direito do filho, assegurado por lei, que determina qual será este valor.

    Quando seu marido deixou de quitar a pensão, ele deixou de cumprir sua obrigação. Podia ter tentado um pedido de reajuste, e não ter diminuído por conta própria, como fez.

    E, até onde sei, com pensão alimentícia não se brinca. É uma das coisas em que a lei mais funciona no Brasil, você deve saber.

    Mas enfim, existe advogado. Procure um. Ele poderá te orientar melhor. Entretanto, penso eu, fugir dessa dívida será difícil. Melhor tentar um acordo, se possível.

  • http://www.supra-sumo.org/ Mário Yanase

    Marilu,

    Se o juiz havia determinado anteriormente que se pagasse o valor de um salário mínimo e meio, deveria então seu companheiro ter pago o que fora firmado. Logo, sim, ela pode requerer a cobrança desde o ano de 2005.

    Ela não poderia se não houvesse um sentença judicial. E como há uma determinando o valor da pensão, não tem jeito, a mesma deve ser cumprida…

    O valor da pensão alimentícia não é uma escolha do seu marido, mas sim um direito do filho, assegurado por lei, que determina qual será este valor.

    Quando seu marido deixou de quitar a pensão, ele deixou de cumprir sua obrigação. Podia ter tentado um pedido de reajuste, e não ter diminuído por conta própria, como fez.

    E, até onde sei, com pensão alimentícia não se brinca. É uma das coisas em que a lei mais funciona no Brasil, você deve saber.

    Mas enfim, existe advogado. Procure um. Ele poderá te orientar melhor. Entretanto, penso eu, fugir dessa dívida será difícil. Melhor tentar um acordo, se possível.

  • http://www.supra-sumo.org Mário Yanase

    Marilu,

    Se o juiz havia determinado anteriormente que se pagasse o valor de um salário mínimo e meio, deveria então seu companheiro ter pago o que fora firmado. Logo, sim, ela pode requerer a cobrança desde o ano de 2005.

    Ela não poderia se não houvesse um sentença judicial. E como há uma determinando o valor da pensão, não tem jeito, a mesma deve ser cumprida…

    O valor da pensão alimentícia não é uma escolha do seu marido, mas sim um direito do filho, assegurado por lei, que determina qual será este valor.

    Quando seu marido deixou de quitar a pensão, ele deixou de cumprir sua obrigação. Podia ter tentado um pedido de reajuste, e não ter diminuído por conta própria, como fez.

    E, até onde sei, com pensão alimentícia não se brinca. É uma das coisas em que a lei mais funciona no Brasil, você deve saber.

    Mas enfim, existe advogado. Procure um. Ele poderá te orientar melhor. Entretanto, penso eu, fugir dessa dívida será difícil. Melhor tentar um acordo, se possível.

  • thais vitorelli

    Quando uma menina fica gravida e ela tem 17 anos o pai da criança é obrigado a pagar pensão para ela e para criança?
    msmo que o pai dela tenha mais condições q ele?:
    ou só da problemas quando a menina for menor de 16?

  • thais vitorelli

    Quando uma menina fica gravida e ela tem 17 anos o pai da criança é obrigado a pagar pensão para ela e para criança?
    msmo que o pai dela tenha mais condições q ele?:
    ou só da problemas quando a menina for menor de 16?

  • thais vitorelli

    Quando uma menina fica gravida e ela tem 17 anos o pai da criança é obrigado a pagar pensão para ela e para criança?
    msmo que o pai dela tenha mais condições q ele?:
    ou só da problemas quando a menina for menor de 16?

  • Carla O Costa

    Execução de Pensão Alimentícia?
    Eu nao vejo que esse caso seja tratado com urgenica e serenidade nao,pelo menos no meu caso ja vao aí 7 anos em que ganhei a causa e ate hj o pai deles nao deu nada e nem foi preso.
    Acompanho o processo pelo site e fica nessa de carta precatoria pra ca,pra lá e nada dele pagar e nem ir preso.Cade a justiça que funciona,meus filhos daqui a pouco está de maior e a justiça nao foi feita?É justo eu criar e sustenta-los desde que o pai foi embora?coloquei na justiça em 2000,no ano de 2001 ganhei a causa e foi acertado pagar um valor para os dois filhos,sendo que ate hj nunca pagou nem R$1,00,a conta judicial que p Juiz mandou eu abrir no banco do brasil ja foi ate encerrada a muitos anos atras,pq pra uns funciona e pra outros nao? Tirei da defensoria publica logo no começo do processo e logo depois ganhei,sendo que nao consigo parar de me atormentar com esse processo que ja vai pra bem quase 8 anos,já nao era pra ele estar preso?O que voce acha que possa estar acontecendo?
    Nao confio nessa justiça nao,pelo menos a unica vez em que precisei e continuo a precisar a mim nao esta e nem foi favoravel.Daqui a pouco eles estarao de maior e aí?
    Se puder responda a esse comentario,gostaria de entender melhor como é que a justiça nesse caso funciona.
    Obrigada!!!!

  • Carla O Costa

    Execução de Pensão Alimentícia?
    Eu nao vejo que esse caso seja tratado com urgenica e serenidade nao,pelo menos no meu caso ja vao aí 7 anos em que ganhei a causa e ate hj o pai deles nao deu nada e nem foi preso.
    Acompanho o processo pelo site e fica nessa de carta precatoria pra ca,pra lá e nada dele pagar e nem ir preso.Cade a justiça que funciona,meus filhos daqui a pouco está de maior e a justiça nao foi feita?É justo eu criar e sustenta-los desde que o pai foi embora?coloquei na justiça em 2000,no ano de 2001 ganhei a causa e foi acertado pagar um valor para os dois filhos,sendo que ate hj nunca pagou nem R$1,00,a conta judicial que p Juiz mandou eu abrir no banco do brasil ja foi ate encerrada a muitos anos atras,pq pra uns funciona e pra outros nao? Tirei da defensoria publica logo no começo do processo e logo depois ganhei,sendo que nao consigo parar de me atormentar com esse processo que ja vai pra bem quase 8 anos,já nao era pra ele estar preso?O que voce acha que possa estar acontecendo?
    Nao confio nessa justiça nao,pelo menos a unica vez em que precisei e continuo a precisar a mim nao esta e nem foi favoravel.Daqui a pouco eles estarao de maior e aí?
    Se puder responda a esse comentario,gostaria de entender melhor como é que a justiça nesse caso funciona.
    Obrigada!!!!

  • Carla O Costa

    Execução de Pensão Alimentícia?
    Eu nao vejo que esse caso seja tratado com urgenica e serenidade nao,pelo menos no meu caso ja vao aí 7 anos em que ganhei a causa e ate hj o pai deles nao deu nada e nem foi preso.
    Acompanho o processo pelo site e fica nessa de carta precatoria pra ca,pra lá e nada dele pagar e nem ir preso.Cade a justiça que funciona,meus filhos daqui a pouco está de maior e a justiça nao foi feita?É justo eu criar e sustenta-los desde que o pai foi embora?coloquei na justiça em 2000,no ano de 2001 ganhei a causa e foi acertado pagar um valor para os dois filhos,sendo que ate hj nunca pagou nem R$1,00,a conta judicial que p Juiz mandou eu abrir no banco do brasil ja foi ate encerrada a muitos anos atras,pq pra uns funciona e pra outros nao? Tirei da defensoria publica logo no começo do processo e logo depois ganhei,sendo que nao consigo parar de me atormentar com esse processo que ja vai pra bem quase 8 anos,já nao era pra ele estar preso?O que voce acha que possa estar acontecendo?
    Nao confio nessa justiça nao,pelo menos a unica vez em que precisei e continuo a precisar a mim nao esta e nem foi favoravel.Daqui a pouco eles estarao de maior e aí?
    Se puder responda a esse comentario,gostaria de entender melhor como é que a justiça nesse caso funciona.
    Obrigada!!!!

  • Ana

    olá?!
    existe alguma lei que peça a mae do alimentado a prestar contas dos gasto com a pensão? Meu esposo e todas as pessoas que convivem com o guri veem que o dinheiro não está sendo gasto com ele, ex.: faz meses que o guri está calçando um tenis velho, todo surrado, usando calça jeans “emprestada” do amigo, assim ele disse ao pai, mas nao afirmou que a mae deixou ou nao de comprar, o guri é calado e nao conta nada do qeu acontece na sua vida. A mae dele vive com outro homem e tem outro guri de uns 8 anos. Recentemente ela apareceu com um carro. Ela nem trabalha! E o companheiro dela está afastado no trabalho faz anos por um “problema” no braço que nunca ficou bom, mas quem olha e o vê nas ruas só anda esbanjando saúde!
    qual sua opiniao Claudia Lyra?

  • Ana

    olá?!
    existe alguma lei que peça a mae do alimentado a prestar contas dos gasto com a pensão? Meu esposo e todas as pessoas que convivem com o guri veem que o dinheiro não está sendo gasto com ele, ex.: faz meses que o guri está calçando um tenis velho, todo surrado, usando calça jeans “emprestada” do amigo, assim ele disse ao pai, mas nao afirmou que a mae deixou ou nao de comprar, o guri é calado e nao conta nada do qeu acontece na sua vida. A mae dele vive com outro homem e tem outro guri de uns 8 anos. Recentemente ela apareceu com um carro. Ela nem trabalha! E o companheiro dela está afastado no trabalho faz anos por um “problema” no braço que nunca ficou bom, mas quem olha e o vê nas ruas só anda esbanjando saúde!
    qual sua opiniao Claudia Lyra?

  • Ana

    olá?!
    existe alguma lei que peça a mae do alimentado a prestar contas dos gasto com a pensão? Meu esposo e todas as pessoas que convivem com o guri veem que o dinheiro não está sendo gasto com ele, ex.: faz meses que o guri está calçando um tenis velho, todo surrado, usando calça jeans “emprestada” do amigo, assim ele disse ao pai, mas nao afirmou que a mae deixou ou nao de comprar, o guri é calado e nao conta nada do qeu acontece na sua vida. A mae dele vive com outro homem e tem outro guri de uns 8 anos. Recentemente ela apareceu com um carro. Ela nem trabalha! E o companheiro dela está afastado no trabalho faz anos por um “problema” no braço que nunca ficou bom, mas quem olha e o vê nas ruas só anda esbanjando saúde!
    qual sua opiniao Claudia Lyra?

  • cristina dos santos gonçalves

    oi claudia adorei sua explicação e fiquei muito feliz em saber q nesses casos a justça encherga muito bem, e além de tudo é bem rápida tbm!gostaria de saber como faço e qual endereço mais proximo da minha casa , pq preciso entrar com um processo contra meu ex marido tbm!ah seis anos nós somos separados e até hoje ele não tem nenhuma responsabilidade quando o assunto é nossa filha!ele é casado com outra mulher e sustenta o filho dela mais não tem coragem de sustentar sua própria filha.todos dizem que tenho que entrar na justiça contra ele mais todos esses anos eu tentei fazer um acordo com ele, ao invés dele ser correto ele nunca cumpre com aquilo q promete, já passei fome quando fiquei desempregada e ele foi incapaz de me ajudar!mais agora chega!quero dar um basta nessa situação!me ajuda por favor!moro no Rio de janeiro e quero fazer isso o mais rápido possivel!
    ah ,minha filha tem dez anos!
    Se puder entrar em contato comigo eu aguardo,grata.

  • cristina dos santos gonçalves

    oi claudia adorei sua explicação e fiquei muito feliz em saber q nesses casos a justça encherga muito bem, e além de tudo é bem rápida tbm!gostaria de saber como faço e qual endereço mais proximo da minha casa , pq preciso entrar com um processo contra meu ex marido tbm!ah seis anos nós somos separados e até hoje ele não tem nenhuma responsabilidade quando o assunto é nossa filha!ele é casado com outra mulher e sustenta o filho dela mais não tem coragem de sustentar sua própria filha.todos dizem que tenho que entrar na justiça contra ele mais todos esses anos eu tentei fazer um acordo com ele, ao invés dele ser correto ele nunca cumpre com aquilo q promete, já passei fome quando fiquei desempregada e ele foi incapaz de me ajudar!mais agora chega!quero dar um basta nessa situação!me ajuda por favor!moro no Rio de janeiro e quero fazer isso o mais rápido possivel!
    ah ,minha filha tem dez anos!
    Se puder entrar em contato comigo eu aguardo,grata.

  • cristina dos santos gonçalves

    oi claudia adorei sua explicação e fiquei muito feliz em saber q nesses casos a justça encherga muito bem, e além de tudo é bem rápida tbm!gostaria de saber como faço e qual endereço mais proximo da minha casa , pq preciso entrar com um processo contra meu ex marido tbm!ah seis anos nós somos separados e até hoje ele não tem nenhuma responsabilidade quando o assunto é nossa filha!ele é casado com outra mulher e sustenta o filho dela mais não tem coragem de sustentar sua própria filha.todos dizem que tenho que entrar na justiça contra ele mais todos esses anos eu tentei fazer um acordo com ele, ao invés dele ser correto ele nunca cumpre com aquilo q promete, já passei fome quando fiquei desempregada e ele foi incapaz de me ajudar!mais agora chega!quero dar um basta nessa situação!me ajuda por favor!moro no Rio de janeiro e quero fazer isso o mais rápido possivel!
    ah ,minha filha tem dez anos!
    Se puder entrar em contato comigo eu aguardo,grata.

  • Mariana

    Oi Cláudia, queria tirar uma dúvida a respeito da pensão alimenticia.
    Bom, meu bebê esta com 3 meses de vida, como muitas mulheres me iludi que o papai dele iria pagar a pensão certinho, quebrei a cara, queria saber se receberei o tempo que ele não pagou caso asione ele na justiça?

  • Mariana

    Oi Cláudia, queria tirar uma dúvida a respeito da pensão alimenticia.
    Bom, meu bebê esta com 3 meses de vida, como muitas mulheres me iludi que o papai dele iria pagar a pensão certinho, quebrei a cara, queria saber se receberei o tempo que ele não pagou caso asione ele na justiça?

  • Mariana

    Oi Cláudia, queria tirar uma dúvida a respeito da pensão alimenticia.
    Bom, meu bebê esta com 3 meses de vida, como muitas mulheres me iludi que o papai dele iria pagar a pensão certinho, quebrei a cara, queria saber se receberei o tempo que ele não pagou caso asione ele na justiça?

  • Maristela

    Caracas, como não conheci este site antes???
    Tenho 3 filhos, 1 de cada pai (ok, eu conhecia métodos anticoncepcionais) porém tento manter a harmonia entre os 6, rs. Ocorre q 1 dos pai (filho de 15 anos) deixou de pagar pensão há 1 ano qdo sua esposa terminou a faculdade e o bichão morgou nela. O pai do mais novo (4 anos) q desempregado pedi então uma ajuda de 50 reais (firmado na justiça) e o outro pai vira e mexe coloca em dia com medo da justiça. sou fun. pública, moro numa boa casa e faço faculdade. Invisto na educação e cultura das crianças mas só recebo certinho de entrar na justiça. Depois de amanhã tenho uma audiência c/ o q deve 1 ano de pensão (este me enrolava deixando mês q vem, mês q vem) levando nome do pai do mais novo q deve novamente 4 meses…agora q chegou a ele o mandato de prisão dos meses jan/fev/março…justiça lenta…Não tenho muito tempo p/dicar em fórum pq faço faculdade todo dia a 80km de casa.

  • Maristela

    Caracas, como não conheci este site antes???
    Tenho 3 filhos, 1 de cada pai (ok, eu conhecia métodos anticoncepcionais) porém tento manter a harmonia entre os 6, rs. Ocorre q 1 dos pai (filho de 15 anos) deixou de pagar pensão há 1 ano qdo sua esposa terminou a faculdade e o bichão morgou nela. O pai do mais novo (4 anos) q desempregado pedi então uma ajuda de 50 reais (firmado na justiça) e o outro pai vira e mexe coloca em dia com medo da justiça. sou fun. pública, moro numa boa casa e faço faculdade. Invisto na educação e cultura das crianças mas só recebo certinho de entrar na justiça. Depois de amanhã tenho uma audiência c/ o q deve 1 ano de pensão (este me enrolava deixando mês q vem, mês q vem) levando nome do pai do mais novo q deve novamente 4 meses…agora q chegou a ele o mandato de prisão dos meses jan/fev/março…justiça lenta…Não tenho muito tempo p/dicar em fórum pq faço faculdade todo dia a 80km de casa.

  • Maristela

    Caracas, como não conheci este site antes???
    Tenho 3 filhos, 1 de cada pai (ok, eu conhecia métodos anticoncepcionais) porém tento manter a harmonia entre os 6, rs. Ocorre q 1 dos pai (filho de 15 anos) deixou de pagar pensão há 1 ano qdo sua esposa terminou a faculdade e o bichão morgou nela. O pai do mais novo (4 anos) q desempregado pedi então uma ajuda de 50 reais (firmado na justiça) e o outro pai vira e mexe coloca em dia com medo da justiça. sou fun. pública, moro numa boa casa e faço faculdade. Invisto na educação e cultura das crianças mas só recebo certinho de entrar na justiça. Depois de amanhã tenho uma audiência c/ o q deve 1 ano de pensão (este me enrolava deixando mês q vem, mês q vem) levando nome do pai do mais novo q deve novamente 4 meses…agora q chegou a ele o mandato de prisão dos meses jan/fev/março…justiça lenta…Não tenho muito tempo p/dicar em fórum pq faço faculdade todo dia a 80km de casa.

  • Thais

    Por favor me ajude, meu ex nunca paga a pensao em dia e sempre me da o dinheiro picado, agora tem mais de tres meses de pensao atrasada e eu nao sei como agir, onde ir atras de justiça. Tenho tres filhas e a pensao q ele tinha que pagar e de um salario minimo. O q eu faço? Me responda por favor.

  • Thais

    Por favor me ajude, meu ex nunca paga a pensao em dia e sempre me da o dinheiro picado, agora tem mais de tres meses de pensao atrasada e eu nao sei como agir, onde ir atras de justiça. Tenho tres filhas e a pensao q ele tinha que pagar e de um salario minimo. O q eu faço? Me responda por favor.

  • Thais

    Por favor me ajude, meu ex nunca paga a pensao em dia e sempre me da o dinheiro picado, agora tem mais de tres meses de pensao atrasada e eu nao sei como agir, onde ir atras de justiça. Tenho tres filhas e a pensao q ele tinha que pagar e de um salario minimo. O q eu faço? Me responda por favor.

  • Itamar

    ATE QUE IDDE DA CRIANÇA E NECESSARIO PGr penssaoalimenticia

  • Itamar

    ATE QUE IDDE DA CRIANÇA E NECESSARIO PGr penssaoalimenticia

  • Itamar

    ATE QUE IDDE DA CRIANÇA E NECESSARIO PGr penssaoalimenticia

  • edson

    quero fazer algumas perguntas com relação ao post, se me responder ficarei encarecidamente agradecido.
    no caso de pensão alimentícia, cabe a mãe ou á pessoa que esta com a guarda da criança, contribuir com o mesmo valor recebido ? (no caso de ela ser uma pessoa com condições de trabalho ) e se essa pessoa estiver desempregada? como fica a contribuição da parte dela? e nesses casos se a pessoa que tem a guarda dizer que não tem condições, é permitido requerer a guarda da criança?

  • edson

    quero fazer algumas perguntas com relação ao post, se me responder ficarei encarecidamente agradecido.
    no caso de pensão alimentícia, cabe a mãe ou á pessoa que esta com a guarda da criança, contribuir com o mesmo valor recebido ? (no caso de ela ser uma pessoa com condições de trabalho ) e se essa pessoa estiver desempregada? como fica a contribuição da parte dela? e nesses casos se a pessoa que tem a guarda dizer que não tem condições, é permitido requerer a guarda da criança?

  • edson

    quero fazer algumas perguntas com relação ao post, se me responder ficarei encarecidamente agradecido.
    no caso de pensão alimentícia, cabe a mãe ou á pessoa que esta com a guarda da criança, contribuir com o mesmo valor recebido ? (no caso de ela ser uma pessoa com condições de trabalho ) e se essa pessoa estiver desempregada? como fica a contribuição da parte dela? e nesses casos se a pessoa que tem a guarda dizer que não tem condições, é permitido requerer a guarda da criança?

  • Vanny

    Legal o site, quem sabe alguem pode me dar uma dica???
    Ano passado entrei com pedido de alimentos, mas infelizmente o pai não tem endereço fixo, o juiz enviou por carta precatória a intimação para São Carlos (onde reside os pais), só que eles negaram que o filho aparece por lá e que não sabem onde ele está. Resumindo o juiz não acatou o pedido e deu caso encerrado. Agora não sei o que fazer. Tenho filhas gêmeas de 12 anos e a exatos 7 anos estou criando minhas filhas sozinha. Agora pretendo retornar meus estudos e percebi que o din din vai faltar… Por favor alguém pode me orientar? O que devo fazer?

    Tks

    Van

  • Vanny

    Legal o site, quem sabe alguem pode me dar uma dica???
    Ano passado entrei com pedido de alimentos, mas infelizmente o pai não tem endereço fixo, o juiz enviou por carta precatória a intimação para São Carlos (onde reside os pais), só que eles negaram que o filho aparece por lá e que não sabem onde ele está. Resumindo o juiz não acatou o pedido e deu caso encerrado. Agora não sei o que fazer. Tenho filhas gêmeas de 12 anos e a exatos 7 anos estou criando minhas filhas sozinha. Agora pretendo retornar meus estudos e percebi que o din din vai faltar… Por favor alguém pode me orientar? O que devo fazer?

    Tks

    Van

  • Vanny

    Legal o site, quem sabe alguem pode me dar uma dica???
    Ano passado entrei com pedido de alimentos, mas infelizmente o pai não tem endereço fixo, o juiz enviou por carta precatória a intimação para São Carlos (onde reside os pais), só que eles negaram que o filho aparece por lá e que não sabem onde ele está. Resumindo o juiz não acatou o pedido e deu caso encerrado. Agora não sei o que fazer. Tenho filhas gêmeas de 12 anos e a exatos 7 anos estou criando minhas filhas sozinha. Agora pretendo retornar meus estudos e percebi que o din din vai faltar… Por favor alguém pode me orientar? O que devo fazer?

    Tks

    Van

  • x3000

    nunca tive relacionamento serio, e sempre fui bem claro as minhas companheiras. ate que um dia uma chegou dizendo que estava gravida! verdade que com ela eu tinha mais relação, pois ela vivia muito no meu pé; mais não vou assumir ate enquanto ela não me provar que o filho e meu, pois do jeito que eu tinha relações com varias mulheres ela tb poderia ter tido. pensão alimenticia e um poder muito grande na mão da mulher; ela pode simplesmente querer que só a justiça seja feita, ou simplesmente extorquir dinheiro para fins lucrativos. eu não sou contra a pensão alimenticia, só que no mundo existe poucas mulheres que mereçam essa lei. se a mulher quer o filho? ela vai ter que privar a sua liberdade e ralacionamentos, a não ser que ela queira dar a guarda da criança ao pai e caso ele não queira; ai sim ele não podera dizer nada mais tarde. mais uma pessoa trabalhar para dar tudo de bom ao filho e a mulher dar apenas a metade do que poderia dar e o resto a um qualquer!. isso sim era que deveria dar cadeia.

  • x3000

    nunca tive relacionamento serio, e sempre fui bem claro as minhas companheiras. ate que um dia uma chegou dizendo que estava gravida! verdade que com ela eu tinha mais relação, pois ela vivia muito no meu pé; mais não vou assumir ate enquanto ela não me provar que o filho e meu, pois do jeito que eu tinha relações com varias mulheres ela tb poderia ter tido. pensão alimenticia e um poder muito grande na mão da mulher; ela pode simplesmente querer que só a justiça seja feita, ou simplesmente extorquir dinheiro para fins lucrativos. eu não sou contra a pensão alimenticia, só que no mundo existe poucas mulheres que mereçam essa lei. se a mulher quer o filho? ela vai ter que privar a sua liberdade e ralacionamentos, a não ser que ela queira dar a guarda da criança ao pai e caso ele não queira; ai sim ele não podera dizer nada mais tarde. mais uma pessoa trabalhar para dar tudo de bom ao filho e a mulher dar apenas a metade do que poderia dar e o resto a um qualquer!. isso sim era que deveria dar cadeia.

  • x3000

    nunca tive relacionamento serio, e sempre fui bem claro as minhas companheiras. ate que um dia uma chegou dizendo que estava gravida! verdade que com ela eu tinha mais relação, pois ela vivia muito no meu pé; mais não vou assumir ate enquanto ela não me provar que o filho e meu, pois do jeito que eu tinha relações com varias mulheres ela tb poderia ter tido. pensão alimenticia e um poder muito grande na mão da mulher; ela pode simplesmente querer que só a justiça seja feita, ou simplesmente extorquir dinheiro para fins lucrativos. eu não sou contra a pensão alimenticia, só que no mundo existe poucas mulheres que mereçam essa lei. se a mulher quer o filho? ela vai ter que privar a sua liberdade e ralacionamentos, a não ser que ela queira dar a guarda da criança ao pai e caso ele não queira; ai sim ele não podera dizer nada mais tarde. mais uma pessoa trabalhar para dar tudo de bom ao filho e a mulher dar apenas a metade do que poderia dar e o resto a um qualquer!. isso sim era que deveria dar cadeia.

  • Henrique

    Vc fala como se todos os pais fossem canalhas e que a punição para isso é o pagamento da pensão.
    Voce não comenta que existem muitas mães profissionais em engravidar somente para ganhar pensão, tambem nunca se sabe se o dinheiro da pensão é usado exclusivamente com a prole.
    Canalha é quem renega uma criança, sendo filho ou não.
    A lei em quastã0 foi criada para garantir o sustento dos filhos abandonados pelos “pais”, no sentido genérico da palavra e não no sentido masculino.
    Deixe de lado a gerra dos sexos e entre no mérito da questão que voce estará contrubuiindo muito mais.
    E lembre-se a Lei é cega, é igual para todos.

  • Henrique

    Vc fala como se todos os pais fossem canalhas e que a punição para isso é o pagamento da pensão.
    Voce não comenta que existem muitas mães profissionais em engravidar somente para ganhar pensão, tambem nunca se sabe se o dinheiro da pensão é usado exclusivamente com a prole.
    Canalha é quem renega uma criança, sendo filho ou não.
    A lei em quastã0 foi criada para garantir o sustento dos filhos abandonados pelos “pais”, no sentido genérico da palavra e não no sentido masculino.
    Deixe de lado a gerra dos sexos e entre no mérito da questão que voce estará contrubuiindo muito mais.
    E lembre-se a Lei é cega, é igual para todos.

  • Henrique

    Vc fala como se todos os pais fossem canalhas e que a punição para isso é o pagamento da pensão.
    Voce não comenta que existem muitas mães profissionais em engravidar somente para ganhar pensão, tambem nunca se sabe se o dinheiro da pensão é usado exclusivamente com a prole.
    Canalha é quem renega uma criança, sendo filho ou não.
    A lei em quastã0 foi criada para garantir o sustento dos filhos abandonados pelos “pais”, no sentido genérico da palavra e não no sentido masculino.
    Deixe de lado a gerra dos sexos e entre no mérito da questão que voce estará contrubuiindo muito mais.
    E lembre-se a Lei é cega, é igual para todos.

  • NADIR

    Meu ex-marido pagava até abril uma pensão de 3 salários mínimos, que era descontada em folha e depositada em minha conta. Foi afastado do trabalho por motivos de saúde e deve ficar em torno de 1 ano afastado, como ficará recebendo auxílio-doença do INSS o valor de seus rendimentos ficará menor durante este período? Como não está pagando o valor acordado judicialmente, de que forma posso solicitar que seja descontado no seu benefício e repassado diretamente para minha conta, até que ele solicite revisão o valor deve ficar como foi acordado anteriormente?

  • NADIR

    Meu ex-marido pagava até abril uma pensão de 3 salários mínimos, que era descontada em folha e depositada em minha conta. Foi afastado do trabalho por motivos de saúde e deve ficar em torno de 1 ano afastado, como ficará recebendo auxílio-doença do INSS o valor de seus rendimentos ficará menor durante este período? Como não está pagando o valor acordado judicialmente, de que forma posso solicitar que seja descontado no seu benefício e repassado diretamente para minha conta, até que ele solicite revisão o valor deve ficar como foi acordado anteriormente?

  • R.J

    BOA NOITE J@DE!!! SOU CONTRA CHINGAMENTO, COMO ANDAM FAZENDO COM VC, MAIS TEM UMA COISA!!! O QUE DA NO PARECER É QUE VC SE MAGUOU MUITO NO SEU RELACIONAMENTO COM SEU EX ESPOSO, VC É CONTRA HOMEM, DEICHA SUAS TRISTESAS DE LADO E PENSE FRIAMENTE, COMO VC FALOU NOS ANOS 60, TEM REMÉDIO E CAMISINHA P/ OS DOIS, NÃO SOU CONTRA PAGAR PENSÃO, SOU CONTRA PRISÃO POR ISSO, COMO JA FALEI NESSE SITE, CADEIA É PARA BANDIDO (LADRÃO, OMICIDA, ESTRUPADOR, PEDÓFELO E OUTROS MONTROS) NÃO P/ PAI DE FAMILIA, ACHO QUE TEM OUTROS MEIOS DE REQUERER A PENSÃO, P/ ESSES QUE NÃO QUER PAGAR E TEM QUE PAGAR !!! FILHO NÃO COME VENTO E NEM VESTE ROUPA DE PAPEL, MAIS TEM MUITASSSSSSSSSSSSSS E MUITASSSSSSSSSSSS QUE SE APROVEITAM DESSA LEI ABSURDA!!! P/ SE APROVEITAR DO EX PARCEIRO. AQUI NO BRASIL SE FUNCIONA ASSIM!!!(MATOU ALGUEM NÃO FOI PEGO EM FRAGANTE ESTÁ LIVRE, PEDOFELIA ESSE NOJO QUE ACONTESE TODA HORA!!! CORRE SOLTO NO BRASIL NÃO É PRESO, OS PODEROSOS DA PULITICA ROUBARÃO MILHOS DOS COFRES PUBLICOS ESTÃO AI SOLTOS CURTINDO O DINHEIRO.) E QUEREM PRENDER PAI DE FAMILIA HUUUUUUUUUUUUUUU!!! AI NÃO DA!!! INVEIS DE VC j@DE METER O PAU EN NOIS HOMENS, BOLA AI UMA LEI OU UM SEGURO CRIANÇA RSRSRSRSRSR É MELHOR QUE CADEIA, COMO JA DISSE CADEIA É P/ BANDIDO!!! É FACIL NÉ PRENDER (CIVIL PAI DE FAMILIA) DIFICIL É PRENDER BANDIDO AQUI NESSE PAIS…

  • R.J

    BOA NOITE J@DE!!! SOU CONTRA CHINGAMENTO, COMO ANDAM FAZENDO COM VC, MAIS TEM UMA COISA!!! O QUE DA NO PARECER É QUE VC SE MAGUOU MUITO NO SEU RELACIONAMENTO COM SEU EX ESPOSO, VC É CONTRA HOMEM, DEICHA SUAS TRISTESAS DE LADO E PENSE FRIAMENTE, COMO VC FALOU NOS ANOS 60, TEM REMÉDIO E CAMISINHA P/ OS DOIS, NÃO SOU CONTRA PAGAR PENSÃO, SOU CONTRA PRISÃO POR ISSO, COMO JA FALEI NESSE SITE, CADEIA É PARA BANDIDO (LADRÃO, OMICIDA, ESTRUPADOR, PEDÓFELO E OUTROS MONTROS) NÃO P/ PAI DE FAMILIA, ACHO QUE TEM OUTROS MEIOS DE REQUERER A PENSÃO, P/ ESSES QUE NÃO QUER PAGAR E TEM QUE PAGAR !!! FILHO NÃO COME VENTO E NEM VESTE ROUPA DE PAPEL, MAIS TEM MUITASSSSSSSSSSSSSS E MUITASSSSSSSSSSSS QUE SE APROVEITAM DESSA LEI ABSURDA!!! P/ SE APROVEITAR DO EX PARCEIRO. AQUI NO BRASIL SE FUNCIONA ASSIM!!!(MATOU ALGUEM NÃO FOI PEGO EM FRAGANTE ESTÁ LIVRE, PEDOFELIA ESSE NOJO QUE ACONTESE TODA HORA!!! CORRE SOLTO NO BRASIL NÃO É PRESO, OS PODEROSOS DA PULITICA ROUBARÃO MILHOS DOS COFRES PUBLICOS ESTÃO AI SOLTOS CURTINDO O DINHEIRO.) E QUEREM PRENDER PAI DE FAMILIA HUUUUUUUUUUUUUUU!!! AI NÃO DA!!! INVEIS DE VC j@DE METER O PAU EN NOIS HOMENS, BOLA AI UMA LEI OU UM SEGURO CRIANÇA RSRSRSRSRSR É MELHOR QUE CADEIA, COMO JA DISSE CADEIA É P/ BANDIDO!!! É FACIL NÉ PRENDER (CIVIL PAI DE FAMILIA) DIFICIL É PRENDER BANDIDO AQUI NESSE PAIS…

  • NADIR

    Meu ex-marido pagava até abril uma pensão de 3 salários mínimos, que era descontada em folha e depositada em minha conta. Foi afastado do trabalho por motivos de saúde e deve ficar em torno de 1 ano afastado, como ficará recebendo auxílio-doença do INSS o valor de seus rendimentos ficará menor durante este período? Como não está pagando o valor acordado judicialmente, de que forma posso solicitar que seja descontado no seu benefício e repassado diretamente para minha conta, até que ele solicite revisão o valor deve ficar como foi acordado anteriormente?

  • R.J

    BOA NOITE J@DE!!! SOU CONTRA CHINGAMENTO, COMO ANDAM FAZENDO COM VC, MAIS TEM UMA COISA!!! O QUE DA NO PARECER É QUE VC SE MAGUOU MUITO NO SEU RELACIONAMENTO COM SEU EX ESPOSO, VC É CONTRA HOMEM, DEICHA SUAS TRISTESAS DE LADO E PENSE FRIAMENTE, COMO VC FALOU NOS ANOS 60, TEM REMÉDIO E CAMISINHA P/ OS DOIS, NÃO SOU CONTRA PAGAR PENSÃO, SOU CONTRA PRISÃO POR ISSO, COMO JA FALEI NESSE SITE, CADEIA É PARA BANDIDO (LADRÃO, OMICIDA, ESTRUPADOR, PEDÓFELO E OUTROS MONTROS) NÃO P/ PAI DE FAMILIA, ACHO QUE TEM OUTROS MEIOS DE REQUERER A PENSÃO, P/ ESSES QUE NÃO QUER PAGAR E TEM QUE PAGAR !!! FILHO NÃO COME VENTO E NEM VESTE ROUPA DE PAPEL, MAIS TEM MUITASSSSSSSSSSSSSS E MUITASSSSSSSSSSSS QUE SE APROVEITAM DESSA LEI ABSURDA!!! P/ SE APROVEITAR DO EX PARCEIRO. AQUI NO BRASIL SE FUNCIONA ASSIM!!!(MATOU ALGUEM NÃO FOI PEGO EM FRAGANTE ESTÁ LIVRE, PEDOFELIA ESSE NOJO QUE ACONTESE TODA HORA!!! CORRE SOLTO NO BRASIL NÃO É PRESO, OS PODEROSOS DA PULITICA ROUBARÃO MILHOS DOS COFRES PUBLICOS ESTÃO AI SOLTOS CURTINDO O DINHEIRO.) E QUEREM PRENDER PAI DE FAMILIA HUUUUUUUUUUUUUUU!!! AI NÃO DA!!! INVEIS DE VC j@DE METER O PAU EN NOIS HOMENS, BOLA AI UMA LEI OU UM SEGURO CRIANÇA RSRSRSRSRSR É MELHOR QUE CADEIA, COMO JA DISSE CADEIA É P/ BANDIDO!!! É FACIL NÉ PRENDER (CIVIL PAI DE FAMILIA) DIFICIL É PRENDER BANDIDO AQUI NESSE PAIS…

  • cristina

    oi clúdia td bem?
    vou dar entrada nos papéis nesta quarta- feira dia 23
    e gostaria de saber quanto tempo demora assim q der entrada?
    tks

  • cristina

    oi clúdia td bem?
    vou dar entrada nos papéis nesta quarta- feira dia 23
    e gostaria de saber quanto tempo demora assim q der entrada?
    tks

  • cristina

    oi clúdia td bem?
    vou dar entrada nos papéis nesta quarta- feira dia 23
    e gostaria de saber quanto tempo demora assim q der entrada?
    tks

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    @R.J você leu todos os comentários que eu fiz? Tem uns 6 comentários, e bem, já que você perdeu tanto tempo escrevendo para mim, perca mais um tempinho lendo, por favor.

    Eu não meti o pau nos homens, não sou uma retardada amargurada que acha que “os homens são todos iguais”, e o meu ex-marido, acusei de falta de responsabilidade, nunca de ser um bom pai ou de não amar nosso filho.

    Além do mais, eu não sou advogada para “bolar” lei alguma, ou seguro contra criança. De tudo que eu comentei aqui, o que eu mais frisei foi justamente a prevenção, tanto dos homens como das mulheres.

    Então, não queira me pegar prá cristo porque eu sou mulher e cobro responsabilidade dos homens. Filho não se faz sozinha, a responsabilidade é mútua, e quando uma pessoa foge à essa responsabilidade (às vezes a mãe também paga pensão) deve acatar as punições legais, ainda que sejam prisão.

    Tenha um bom dia!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    @R.J você leu todos os comentários que eu fiz? Tem uns 6 comentários, e bem, já que você perdeu tanto tempo escrevendo para mim, perca mais um tempinho lendo, por favor.

    Eu não meti o pau nos homens, não sou uma retardada amargurada que acha que “os homens são todos iguais”, e o meu ex-marido, acusei de falta de responsabilidade, nunca de ser um bom pai ou de não amar nosso filho.

    Além do mais, eu não sou advogada para “bolar” lei alguma, ou seguro contra criança. De tudo que eu comentei aqui, o que eu mais frisei foi justamente a prevenção, tanto dos homens como das mulheres.

    Então, não queira me pegar prá cristo porque eu sou mulher e cobro responsabilidade dos homens. Filho não se faz sozinha, a responsabilidade é mútua, e quando uma pessoa foge à essa responsabilidade (às vezes a mãe também paga pensão) deve acatar as punições legais, ainda que sejam prisão.

    Tenha um bom dia!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    @R.J você leu todos os comentários que eu fiz? Tem uns 6 comentários, e bem, já que você perdeu tanto tempo escrevendo para mim, perca mais um tempinho lendo, por favor.

    Eu não meti o pau nos homens, não sou uma retardada amargurada que acha que “os homens são todos iguais”, e o meu ex-marido, acusei de falta de responsabilidade, nunca de ser um bom pai ou de não amar nosso filho.

    Além do mais, eu não sou advogada para “bolar” lei alguma, ou seguro contra criança. De tudo que eu comentei aqui, o que eu mais frisei foi justamente a prevenção, tanto dos homens como das mulheres.

    Então, não queira me pegar prá cristo porque eu sou mulher e cobro responsabilidade dos homens. Filho não se faz sozinha, a responsabilidade é mútua, e quando uma pessoa foge à essa responsabilidade (às vezes a mãe também paga pensão) deve acatar as punições legais, ainda que sejam prisão.

    Tenha um bom dia!

  • http://www.mobral.com/ Maldito

    RJ, tooooooommmmmaaaaaaa trouxaaaaaaaaaaaa!

  • http://www.mobral.com/ Maldito

    RJ, tooooooommmmmaaaaaaa trouxaaaaaaaaaaaa!

  • http://www.mobral.com/ Maldito

    RJ, tooooooommmmmaaaaaaa trouxaaaaaaaaaaaa!

  • R.J

    OLHA!!! J@DE FALEI E NÃO ME ARREPENDO DE NADA!!! VC É UMA AMARGURADA DA VIDA QUE USA O SITE P/ DESABAFAR… JÁ CASOU DENOVO? SE NÃO!!! VC PRESISA, TENHO SERTESA QUE É ISSO QUE TE FATA.

    FUIIII…

  • R.J

    OLHA!!! J@DE FALEI E NÃO ME ARREPENDO DE NADA!!! VC É UMA AMARGURADA DA VIDA QUE USA O SITE P/ DESABAFAR… JÁ CASOU DENOVO? SE NÃO!!! VC PRESISA, TENHO SERTESA QUE É ISSO QUE TE FATA.

    FUIIII…

  • R.J

    OLHA!!! J@DE FALEI E NÃO ME ARREPENDO DE NADA!!! VC É UMA AMARGURADA DA VIDA QUE USA O SITE P/ DESABAFAR… JÁ CASOU DENOVO? SE NÃO!!! VC PRESISA, TENHO SERTESA QUE É ISSO QUE TE FATA.

    FUIIII…

  • http://www.mobral.com/ Maldito

    http://www.mobral.com

    Ensinando as pessoas a escrever desde 1960.

  • http://www.mobral.com/ Maldito

    http://www.mobral.com

    Ensinando as pessoas a escrever desde 1960.

  • http://www.mobral.com/ Maldito

    http://www.mobral.com

    Ensinando as pessoas a escrever desde 1960.

  • andrea machado

    estou separada,fui agredida fisicamente,tenho uma filha de 3 anos,nao fui casada oficialmente.parei de trabalhar p cuidar da nenem.nao tenho renda .meu ex marido tem varios bens ,nenhum em seu nome,como posso provar sua renda,se ele n trabalha ,apenas recebe de varias coisas q tem ,ex. van,carros de passeios luxuosos,moto possante ,so q nada esta no seu nome ,como fazer a partilha dos bens,e determinar pensao alimenticia ,pois acho q ele vai enrolar e dar o vlr q quiser nos primeiros meses depois n dara mais nada ,por favor me indique o q fazer…..

  • andrea machado

    estou separada,fui agredida fisicamente,tenho uma filha de 3 anos,nao fui casada oficialmente.parei de trabalhar p cuidar da nenem.nao tenho renda .meu ex marido tem varios bens ,nenhum em seu nome,como posso provar sua renda,se ele n trabalha ,apenas recebe de varias coisas q tem ,ex. van,carros de passeios luxuosos,moto possante ,so q nada esta no seu nome ,como fazer a partilha dos bens,e determinar pensao alimenticia ,pois acho q ele vai enrolar e dar o vlr q quiser nos primeiros meses depois n dara mais nada ,por favor me indique o q fazer…..

  • andrea machado

    estou separada,fui agredida fisicamente,tenho uma filha de 3 anos,nao fui casada oficialmente.parei de trabalhar p cuidar da nenem.nao tenho renda .meu ex marido tem varios bens ,nenhum em seu nome,como posso provar sua renda,se ele n trabalha ,apenas recebe de varias coisas q tem ,ex. van,carros de passeios luxuosos,moto possante ,so q nada esta no seu nome ,como fazer a partilha dos bens,e determinar pensao alimenticia ,pois acho q ele vai enrolar e dar o vlr q quiser nos primeiros meses depois n dara mais nada ,por favor me indique o q fazer…..

  • Pri Brusetlo

    Cláudia, desculpe mas não tive tempo de ler todos os questionamentos e respostas, portanto, se estiver repetindo a pergunta, perdão, mas eu preciso perguntar e acho q vc é “a pessoa”: No pouco q li vi casos de pessoas q se separam, geralmenta a mãe fica com a criança e o pai paga a pensão. Minha irmã namorou um canalha apaixonado q desapaixonou rapidinho qdo descobriu a gravidez e só apareceu pra registrar a criança com muita pressão. Combinou com minha irmã de depositar +- 200 reias q cobririam o Plano de Saúde e umas fraudinhas.. Ele até pagou, atrasava uns dias, pagava em dia outros, mas nunca havia atrasado mais de um mês.. Hoje a criança tem três anos e via pro terceiro mês q minha irmã não vê um centavo na conta (q foi aberta pra esse fim). Os n°s de telefones que tínhamos do safado, coincidentemente estão todos (4) fora do ar.. Ela quer cobrar judicialmente esse pagamento de pensão, como devemos proceder??

  • Pri Brusetlo

    Cláudia, desculpe mas não tive tempo de ler todos os questionamentos e respostas, portanto, se estiver repetindo a pergunta, perdão, mas eu preciso perguntar e acho q vc é “a pessoa”: No pouco q li vi casos de pessoas q se separam, geralmenta a mãe fica com a criança e o pai paga a pensão. Minha irmã namorou um canalha apaixonado q desapaixonou rapidinho qdo descobriu a gravidez e só apareceu pra registrar a criança com muita pressão. Combinou com minha irmã de depositar +- 200 reias q cobririam o Plano de Saúde e umas fraudinhas.. Ele até pagou, atrasava uns dias, pagava em dia outros, mas nunca havia atrasado mais de um mês.. Hoje a criança tem três anos e via pro terceiro mês q minha irmã não vê um centavo na conta (q foi aberta pra esse fim). Os n°s de telefones que tínhamos do safado, coincidentemente estão todos (4) fora do ar.. Ela quer cobrar judicialmente esse pagamento de pensão, como devemos proceder??

  • Pri Brusetlo

    Cláudia, desculpe mas não tive tempo de ler todos os questionamentos e respostas, portanto, se estiver repetindo a pergunta, perdão, mas eu preciso perguntar e acho q vc é “a pessoa”: No pouco q li vi casos de pessoas q se separam, geralmenta a mãe fica com a criança e o pai paga a pensão. Minha irmã namorou um canalha apaixonado q desapaixonou rapidinho qdo descobriu a gravidez e só apareceu pra registrar a criança com muita pressão. Combinou com minha irmã de depositar +- 200 reias q cobririam o Plano de Saúde e umas fraudinhas.. Ele até pagou, atrasava uns dias, pagava em dia outros, mas nunca havia atrasado mais de um mês.. Hoje a criança tem três anos e via pro terceiro mês q minha irmã não vê um centavo na conta (q foi aberta pra esse fim). Os n°s de telefones que tínhamos do safado, coincidentemente estão todos (4) fora do ar.. Ela quer cobrar judicialmente esse pagamento de pensão, como devemos proceder??

  • aldecar

    Claudia
    Da maneira como vc explicou as duvidas sobre pensão alimenticia,desculpe mas vc me pareceu ser uma pessoa debochada,com se estivesse imune a tal situação futura,cuidado vc faz parte de uma sociedade e corre riscos de pagar pensão a alguem tb….Mas lá vai um conselho…em sua carreira seja imparcial,seja profissional,numa legislação na qual homens e mulheres tem os mesmos direitos não faça da mulher vitima pois toda situação tem uma verdade mesmo que seja oculta a justiça e aos olhos dos ignorantes..falam das crianças de hoje e seus direitos..pois as mesmas leis que defende uma criança tb a transforma num ser humano sem amor e sem lugar definido nos sentimentos da familia

  • aldecar

    Claudia
    Da maneira como vc explicou as duvidas sobre pensão alimenticia,desculpe mas vc me pareceu ser uma pessoa debochada,com se estivesse imune a tal situação futura,cuidado vc faz parte de uma sociedade e corre riscos de pagar pensão a alguem tb….Mas lá vai um conselho…em sua carreira seja imparcial,seja profissional,numa legislação na qual homens e mulheres tem os mesmos direitos não faça da mulher vitima pois toda situação tem uma verdade mesmo que seja oculta a justiça e aos olhos dos ignorantes..falam das crianças de hoje e seus direitos..pois as mesmas leis que defende uma criança tb a transforma num ser humano sem amor e sem lugar definido nos sentimentos da familia

  • claudia lyra

    Oi Aldecar.

    Você não tem que se desculpar por nada. Realmente, o tom do meu texto é debochado e isso pode ter dado a impressão que sou insensível e cínica. Mas não sou assim. Quer dizer… sou sim, mas só um pouquinho, hehehe…
    Acontece que a PDH não é um site jurídico e, se você ler os outros artigos de outras colunas, vai ver que nesta revista se procura dar um tom bem coloquial e puxado para o humor a todos os textos, buscando, entretanto, ser o mais informativo possível.
    Na verdade, não considero todas as mulheres vítimas, ou todos os homens canalhas, e seria burrice da minha parte achar isso depois de tudo que já vi acontecer nesses doze anos que trabalho com Direito de Família e, agora, Infância e Juventude. Mas, no meu texto, retratei a situação mais comum que é, justamente, a da mãe que fica com a guarda dos filhos e o pai que paga a pensão. Mais especificamente o pai que não paga a pensão, já que o assunto é execução de pensão alimentícia.
    De qualquer maneira, obrigada pelo retorno ao meu texto e por externar o que você achou dele. Isso é muito valoroso. Não sei se você é blogueiro, mas é justamente esse tipo de comentário que nos ajuda a melhorar. Essa coisa de falar pra gente “puxa, como você escreve bem, blábláblá” é legal, mas o que faz a gente crescer são críticas construtivas, como a sua.
    Um abraço.

  • claudia lyra

    Oi Aldecar.

    Você não tem que se desculpar por nada. Realmente, o tom do meu texto é debochado e isso pode ter dado a impressão que sou insensível e cínica. Mas não sou assim. Quer dizer… sou sim, mas só um pouquinho, hehehe…
    Acontece que a PDH não é um site jurídico e, se você ler os outros artigos de outras colunas, vai ver que nesta revista se procura dar um tom bem coloquial e puxado para o humor a todos os textos, buscando, entretanto, ser o mais informativo possível.
    Na verdade, não considero todas as mulheres vítimas, ou todos os homens canalhas, e seria burrice da minha parte achar isso depois de tudo que já vi acontecer nesses doze anos que trabalho com Direito de Família e, agora, Infância e Juventude. Mas, no meu texto, retratei a situação mais comum que é, justamente, a da mãe que fica com a guarda dos filhos e o pai que paga a pensão. Mais especificamente o pai que não paga a pensão, já que o assunto é execução de pensão alimentícia.
    De qualquer maneira, obrigada pelo retorno ao meu texto e por externar o que você achou dele. Isso é muito valoroso. Não sei se você é blogueiro, mas é justamente esse tipo de comentário que nos ajuda a melhorar. Essa coisa de falar pra gente “puxa, como você escreve bem, blábláblá” é legal, mas o que faz a gente crescer são críticas construtivas, como a sua.
    Um abraço.

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    Maldito, vc é tudibão!!
    Beijos!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    Maldito, vc é tudibão!!
    Beijos!!

  • http://www.mobral.com/ Maldito

    Oi Jade…

    Gosto muito dos seus comentários e não acho certo um qualquer vir desperdiçar uma obra de arte tão boa assim…

    Não gosto de fazer propaganda, gosto que as pessoas descubram que a gente existe por si sós, mas, de vez em quando uma mãozinha ajuda… o http://www.mobral.com é meu e de um outro camarada… acessa lá pra vc ver… temos conteúdo atualizado quase diariamente…

  • http://www.mobral.com/ Maldito

    Oi Jade…

    Gosto muito dos seus comentários e não acho certo um qualquer vir desperdiçar uma obra de arte tão boa assim…

    Não gosto de fazer propaganda, gosto que as pessoas descubram que a gente existe por si sós, mas, de vez em quando uma mãozinha ajuda… o http://www.mobral.com é meu e de um outro camarada… acessa lá pra vc ver… temos conteúdo atualizado quase diariamente…

  • Analize

    boa tarde á todos,

    Preciso de uma ajuda, o pai da minha filha não paga pensão á meses, já entrei na justiça com pedido de execução de alimentos.Já fazem dois meses e nada aconteceu, ou seja ele nunca vai parar em uma blitz ou ir em um Poupa Tempo tirar documentos, senão vai preso.Isso é ridiculo até quando irei esperar ele pagar essa bendita pensão que a cada dia está aumentando.Será que exista alguma coisa que possa fazer para a policia ir lá pegar esse safado?
    O pior é que ele tem dinheiro, trabalha como modelo, danças e deve fazer até shows de strippers, ultimamente andei vendo umas fotos dele meio ousadas e suspeitas na internet, sem contar na namorada que faz fotos nuas, strippers e etc….
    Por esse motivo gostaria de saber o que devo fazer para exigir a visita assistida, não confio minha filha de 2 anos com ele, a própria familia já comentou que eles brigam demais, tenho medo da influência que eles podem passar para ela.Mas não quero proibi-lo de vê-la mas na presença de alguém confiável pelo menos até que ela cresça mais um pouco e possa me deixar a par de todas as situações.
    Preciso de ajuda, não aguento mais viver na internet como detetive, imprimindo tudo de promíscuo que aparece sobre a vida dele.Preciso de paz.

  • Analize

    boa tarde á todos,

    Preciso de uma ajuda, o pai da minha filha não paga pensão á meses, já entrei na justiça com pedido de execução de alimentos.Já fazem dois meses e nada aconteceu, ou seja ele nunca vai parar em uma blitz ou ir em um Poupa Tempo tirar documentos, senão vai preso.Isso é ridiculo até quando irei esperar ele pagar essa bendita pensão que a cada dia está aumentando.Será que exista alguma coisa que possa fazer para a policia ir lá pegar esse safado?
    O pior é que ele tem dinheiro, trabalha como modelo, danças e deve fazer até shows de strippers, ultimamente andei vendo umas fotos dele meio ousadas e suspeitas na internet, sem contar na namorada que faz fotos nuas, strippers e etc….
    Por esse motivo gostaria de saber o que devo fazer para exigir a visita assistida, não confio minha filha de 2 anos com ele, a própria familia já comentou que eles brigam demais, tenho medo da influência que eles podem passar para ela.Mas não quero proibi-lo de vê-la mas na presença de alguém confiável pelo menos até que ela cresça mais um pouco e possa me deixar a par de todas as situações.
    Preciso de ajuda, não aguento mais viver na internet como detetive, imprimindo tudo de promíscuo que aparece sobre a vida dele.Preciso de paz.

  • FAbiane Cristina

    Boa Noite, Claudia!

    Estou com um problema e não sei se vc poderá me ajudar, mas vamos lá!
    Tenho uma filha de 05 anos e não me casei com o pai dela.
    Ele é descendente de japoneses e está atualmente no Japão.
    Antes de partir fizemos um acordo judicial em q ele se propunha a pagar uma pensão de um salário mínimo assim q ele chegasse no Japão.
    Pois bem, ele partiu do Brasil no dia 03/10/03 (salário mínimo da época R$ 240,00).
    Desde a sua partida ele vem me mandando através da irmã dele a quantia de R$ 200,00.
    Então eu gostaria de saber se tem alguma coisa q eu possa fazer para q ele cumpra com o combinado, já q quando eu consigo conversar com ele pelo MSN, ele fica tripudiando da minha situação (estou desempregada) e diz q não há justiça q faça ele pagar, já q ele esta lá.
    O q podera ser feito neste caso??????

  • FAbiane Cristina

    Boa Noite, Claudia!

    Estou com um problema e não sei se vc poderá me ajudar, mas vamos lá!
    Tenho uma filha de 05 anos e não me casei com o pai dela.
    Ele é descendente de japoneses e está atualmente no Japão.
    Antes de partir fizemos um acordo judicial em q ele se propunha a pagar uma pensão de um salário mínimo assim q ele chegasse no Japão.
    Pois bem, ele partiu do Brasil no dia 03/10/03 (salário mínimo da época R$ 240,00).
    Desde a sua partida ele vem me mandando através da irmã dele a quantia de R$ 200,00.
    Então eu gostaria de saber se tem alguma coisa q eu possa fazer para q ele cumpra com o combinado, já q quando eu consigo conversar com ele pelo MSN, ele fica tripudiando da minha situação (estou desempregada) e diz q não há justiça q faça ele pagar, já q ele esta lá.
    O q podera ser feito neste caso??????

  • Tininha

    Adorei todos esses comentários e exemplos citados.

    Gostaria de expor meu caso, e receber, claro sugestões legais.
    Sou madrasta de uma garotinha linda de 5 anos, quase 6, conheci o pai dela quando ela tinha alguns meses de idade, e sua mãe já namorava outro cara. Hoje sou casada com o paizão da princesa, e a mãe dela já namorou uns elementos horríveis. e engravidou de outro… hoje está sozinha denovo, por enquanto, eu acho… Vale dizer que quando ela engravidou da primeira vez o Paizão ficou noivo e tudo, mas… ela o traiu … graças a Deus, por isso ele largou e casou comigo e hoje somos felizes… Então juntos nós estamos tentando fazer nossa vida.. e a mãe da princesa, acha que ele está pagando pouco de pensão, o que corresponde a 30% do salário dele… Ela está querendo mais… Eu ainda não tive filhos, mas eu apoio ele se for necessário pedir a guarda… Pois eu e ele fazemos o que podemos pela princesa, mas a mãe acha pouco, … não trabalha, aliás nunca trabalhou, e nem pensa nisso, não concluiu os estudos, mora com os pais e um irmão menor, junto com seus filhos (a princesa e outro de 2 anos) em uma casa alugada… Gostaria de saber, qual a posição de um juiz, geralmente, perante um pedido de revisão de pensão como no meu caso … e sobre o pedido guarda pelo pai, o que mais conta em favor da guarda???

  • Tininha

    Adorei todos esses comentários e exemplos citados.

    Gostaria de expor meu caso, e receber, claro sugestões legais.
    Sou madrasta de uma garotinha linda de 5 anos, quase 6, conheci o pai dela quando ela tinha alguns meses de idade, e sua mãe já namorava outro cara. Hoje sou casada com o paizão da princesa, e a mãe dela já namorou uns elementos horríveis. e engravidou de outro… hoje está sozinha denovo, por enquanto, eu acho… Vale dizer que quando ela engravidou da primeira vez o Paizão ficou noivo e tudo, mas… ela o traiu … graças a Deus, por isso ele largou e casou comigo e hoje somos felizes… Então juntos nós estamos tentando fazer nossa vida.. e a mãe da princesa, acha que ele está pagando pouco de pensão, o que corresponde a 30% do salário dele… Ela está querendo mais… Eu ainda não tive filhos, mas eu apoio ele se for necessário pedir a guarda… Pois eu e ele fazemos o que podemos pela princesa, mas a mãe acha pouco, … não trabalha, aliás nunca trabalhou, e nem pensa nisso, não concluiu os estudos, mora com os pais e um irmão menor, junto com seus filhos (a princesa e outro de 2 anos) em uma casa alugada… Gostaria de saber, qual a posição de um juiz, geralmente, perante um pedido de revisão de pensão como no meu caso … e sobre o pedido guarda pelo pai, o que mais conta em favor da guarda???

  • Luiz Roberto

    Estou separado há um ano e meio. Mesmo antes da sentença sair, eu já depositava a pensão na conta de minha ex-mulher. Sempre fui bom pai, presente, do tipo que trocava fraldas, dava banho, cantava músicas para ninar, ensinava a lição de casa, ajudava a lavar as vasilhas. Nunca xinguei dentro de casa, nunca agredi, nunca cheguei bêbado, nunca fumei e principalmente, nunca traí. Mas ela quis se separar.
    Depois da sentença, minha filha maior de 18 passou na faculdade, fiz a matrícula, a mãe foi lá e tirou-a da escola para ficar com a grana da pensão. Entrei com processo de exoneração e ganhei. A mãe arrumou um namorado malandro, que já passou por dois relacionamentos e não tem endereço fixo, é procurado pela justiça para pagar pensão dos filhos que teve com outras mulheres.
    Entrei com novo processo pedindo revisão da pensão, pois a minha ex-mulher está sustentando o vagabundo com o dinheiro que é para sustentar minhas filhas.
    Estou montando um apartamento para poder pedir a guarda das meninas, porque não quero que elas convivam com um malandro. Sou um homem honrado e quero que minhas filhas tenham exemplo de pai. Sei cuidar delas tão bem ou talvez melhor que a própria mãe.
    Então, não aceito essas generalizações que li aqui, apontando os homens como canalhas. A canalhice não é privilégio do sexo masculino, tem muita mulher canalha neste mundo e infelizmente, casei-me com uma dessas.
    Agora tenho que lutar para salvar minhas filhas de uma situação degradante.
    Os juízes deveriam ver com mais atenção os casos de pais como eu, que trabalham 14 horas por dia para dar às suas filhas uma vida digna e honesta.

  • Luiz Roberto

    Estou separado há um ano e meio. Mesmo antes da sentença sair, eu já depositava a pensão na conta de minha ex-mulher. Sempre fui bom pai, presente, do tipo que trocava fraldas, dava banho, cantava músicas para ninar, ensinava a lição de casa, ajudava a lavar as vasilhas. Nunca xinguei dentro de casa, nunca agredi, nunca cheguei bêbado, nunca fumei e principalmente, nunca traí. Mas ela quis se separar.
    Depois da sentença, minha filha maior de 18 passou na faculdade, fiz a matrícula, a mãe foi lá e tirou-a da escola para ficar com a grana da pensão. Entrei com processo de exoneração e ganhei. A mãe arrumou um namorado malandro, que já passou por dois relacionamentos e não tem endereço fixo, é procurado pela justiça para pagar pensão dos filhos que teve com outras mulheres.
    Entrei com novo processo pedindo revisão da pensão, pois a minha ex-mulher está sustentando o vagabundo com o dinheiro que é para sustentar minhas filhas.
    Estou montando um apartamento para poder pedir a guarda das meninas, porque não quero que elas convivam com um malandro. Sou um homem honrado e quero que minhas filhas tenham exemplo de pai. Sei cuidar delas tão bem ou talvez melhor que a própria mãe.
    Então, não aceito essas generalizações que li aqui, apontando os homens como canalhas. A canalhice não é privilégio do sexo masculino, tem muita mulher canalha neste mundo e infelizmente, casei-me com uma dessas.
    Agora tenho que lutar para salvar minhas filhas de uma situação degradante.
    Os juízes deveriam ver com mais atenção os casos de pais como eu, que trabalham 14 horas por dia para dar às suas filhas uma vida digna e honesta.

  • http://www.supra-sumo.org/ Mário Yanase

    Luiz Roberto,

    Procure um bom advogado. Com toda certeza, um profissional competente ganhará a ação e, em conseqüência, você terá a guarda de suas filhas. No entanto, lembre-se de que o fato de sua ex-mulher morar com outro homem não é prova para que você ganhe a guarda de suas filhas. O certo é ter como provar que o dinheiro não está sendo empregado no que deveria, isto é, comprovar que as mensalidades escolares de sua filha não estão sendo pagas etc. E mais: provar que você tem base para dar tudo o que é necessário para o bom desenvolvimento de suas filhas.

    Por este motivo, é muito bom o fato de que você está montando um apartamento. Isso será muito importante qndo, no momento oportuno, o Conselho Tutelar fizer uma investigação a respeito de quem pode oferecer melhores condições às crianças.

    No mais, comprove com testemunhas o seu relato em relação à base familiar (ou a falta dela) que sua ex-mulher tem dado às suas filhas. Uma boa organização familiar é fundamental para a decisão do juiz. Assim sendo, comprovado a situação em que suas filhas estão, a decisão deverá ser favorável a você. Isso, claro, se você demonstrar que é a melhor escolha.

  • http://www.supra-sumo.org Mário Yanase

    Luiz Roberto,

    Procure um bom advogado. Com toda certeza, um profissional competente ganhará a ação e, em conseqüência, você terá a guarda de suas filhas. No entanto, lembre-se de que o fato de sua ex-mulher morar com outro homem não é prova para que você ganhe a guarda de suas filhas. O certo é ter como provar que o dinheiro não está sendo empregado no que deveria, isto é, comprovar que as mensalidades escolares de sua filha não estão sendo pagas etc. E mais: provar que você tem base para dar tudo o que é necessário para o bom desenvolvimento de suas filhas.

    Por este motivo, é muito bom o fato de que você está montando um apartamento. Isso será muito importante qndo, no momento oportuno, o Conselho Tutelar fizer uma investigação a respeito de quem pode oferecer melhores condições às crianças.

    No mais, comprove com testemunhas o seu relato em relação à base familiar (ou a falta dela) que sua ex-mulher tem dado às suas filhas. Uma boa organização familiar é fundamental para a decisão do juiz. Assim sendo, comprovado a situação em que suas filhas estão, a decisão deverá ser favorável a você. Isso, claro, se você demonstrar que é a melhor escolha.

  • Marcelo

    Gostaria de saber se no caso de não ter filhos e ser casado no cartório a um ano, é obrigatório dar pensão

  • Marcelo

    Gostaria de saber se no caso de não ter filhos e ser casado no cartório a um ano, é obrigatório dar pensão

  • Paulo pacesp

    quero tirar uma dúvida eu tenho um filho de 2 anos, e não sou casado com a mkãe dele, e mando todo mês 250 a 300 reais de pensão, tenho uma renda bruta de 1.722,00 e tenho outros dois filhos que moram comigo, e agora ela entrou na justiça pedindo que eu pague um salário mínimo e me cobrando uma quantia de 4.200,00 de atraso não sei de que. se não tinha sido obrigado pela justiça a pagar pensão eu pago espontaneamente esse valor combinado entre nós dois, e eu não tenho condições de pagar mais que esse valor de 250,00 pago tb prestação da casa propria num valor de 450,00 se eu pagar um salario minimo como ela quer o que meus outros dois filhos vão vestir comer e morar? além de escola e despesas extras com médico, e além do mais eu fiz um plano de saúde e farmácia pra ela não ter despesas com medicos e nem farmácia, com o meu filho. agora façao a seguinte pergunta, essa quantia de 250,00 eu sei é pouco mas é justa? pela minhas condições?

  • Paulo pacesp

    quero tirar uma dúvida eu tenho um filho de 2 anos, e não sou casado com a mkãe dele, e mando todo mês 250 a 300 reais de pensão, tenho uma renda bruta de 1.722,00 e tenho outros dois filhos que moram comigo, e agora ela entrou na justiça pedindo que eu pague um salário mínimo e me cobrando uma quantia de 4.200,00 de atraso não sei de que. se não tinha sido obrigado pela justiça a pagar pensão eu pago espontaneamente esse valor combinado entre nós dois, e eu não tenho condições de pagar mais que esse valor de 250,00 pago tb prestação da casa propria num valor de 450,00 se eu pagar um salario minimo como ela quer o que meus outros dois filhos vão vestir comer e morar? além de escola e despesas extras com médico, e além do mais eu fiz um plano de saúde e farmácia pra ela não ter despesas com medicos e nem farmácia, com o meu filho. agora façao a seguinte pergunta, essa quantia de 250,00 eu sei é pouco mas é justa? pela minhas condições?

  • Sara Helena

    A minha filha tem 10 meses e o pai dela é um safado.
    Ele mentiu para mim sobre quase tudo a respeito dele.
    me engravidou e durante a gravidez tive muitos aperreios fui enternada 3 vezes por conta dele .
    ele quase não deu nada do enxovaudele e agora é que não da mesmo .
    nós nosseparamos e ele não estar dando nada para ela o que eu faço?

  • Sara Helena

    A minha filha tem 10 meses e o pai dela é um safado.
    Ele mentiu para mim sobre quase tudo a respeito dele.
    me engravidou e durante a gravidez tive muitos aperreios fui enternada 3 vezes por conta dele .
    ele quase não deu nada do enxovaudele e agora é que não da mesmo .
    nós nosseparamos e ele não estar dando nada para ela o que eu faço?

  • Leidy

    gostaria de saber o seguinte: Qdo a” criança” esta prestes a completar 18 anos,morava com o pai(ele teve a guarda por 3 anos) voltou com a mãe,pq o pai não aceitou o namoro liberal,paga pensão, a menina só estudou até a 8 série pq morava com o pai, agora não estuda não faz curso nen nada,e disse que ele tem que pagar o remédio de asma sendo que ela fuma….Gostaria de saber como proceder nesse caso. Isso realmente pode acontecer, do juiz realmente achar que tem que continuar pagando.

  • Leidy

    gostaria de saber o seguinte: Qdo a” criança” esta prestes a completar 18 anos,morava com o pai(ele teve a guarda por 3 anos) voltou com a mãe,pq o pai não aceitou o namoro liberal,paga pensão, a menina só estudou até a 8 série pq morava com o pai, agora não estuda não faz curso nen nada,e disse que ele tem que pagar o remédio de asma sendo que ela fuma….Gostaria de saber como proceder nesse caso. Isso realmente pode acontecer, do juiz realmente achar que tem que continuar pagando.

  • joao

    Minha filha tem 15 anos e trabalha no escritorio do tio dela,mas acho que nao´e´registrada em carteira,quando ela fizer 18 anos,ainda precisarei pagar pensao em juizo?a minha ex tem uma vida bem melhor que a minha,e os avos dela tambem,sao bem de vida tem casas de praia,carros importados,etc,ela vive como princesa,pois é unica neta,na verdade ela nao precisaria nem do meu dinheiro,eu pago porque sou pai dela,mas sei que na verdade o que a minha ex quer mesmo é atormentar minha vida!e o pior é´que minha filha nao esta nem aí comigo,nao lembra de mim nem em datas como aniversario,Dia dos pais,natal,nem mesmo por email,e quando manda email é pra pedir dinheiro,~mas nem pergunta como estou e tal,isso me doí muito,acho que o que aconteceu com ela foi que que se chama de alienaçao parental,porque a mae dela fez a cabeça dela contra mim,minha ex me traiu e esta casada com o cara que era amante dela na época que eramos casados,e mesmo assim, minha filha o considera como o Pai dela, em fotos junto com ele,ela faz questao de escrever que o pai dela é´ele!eu sempre fui bom pai nunca deixei faltar nada pra ela,apesar de ser pai muito cedo,sempre trabalhei muito,e a mae dela nunca trabalhou,e eu ainda tinha de cuidar da casa e da menina,porque minha ex,nao fazia nada!é duro aceitar, mas o que ela quer mesmo de mim é só´a pensao, mais nada!!no orkut ela manda recados só´pedindo coisas,nao pra saber de mim,estou muito triste e decepcionado com isso,desculpem ,mas acabei desabafando…

  • joao

    Minha filha tem 15 anos e trabalha no escritorio do tio dela,mas acho que nao´e´registrada em carteira,quando ela fizer 18 anos,ainda precisarei pagar pensao em juizo?a minha ex tem uma vida bem melhor que a minha,e os avos dela tambem,sao bem de vida tem casas de praia,carros importados,etc,ela vive como princesa,pois é unica neta,na verdade ela nao precisaria nem do meu dinheiro,eu pago porque sou pai dela,mas sei que na verdade o que a minha ex quer mesmo é atormentar minha vida!e o pior é´que minha filha nao esta nem aí comigo,nao lembra de mim nem em datas como aniversario,Dia dos pais,natal,nem mesmo por email,e quando manda email é pra pedir dinheiro,~mas nem pergunta como estou e tal,isso me doí muito,acho que o que aconteceu com ela foi que que se chama de alienaçao parental,porque a mae dela fez a cabeça dela contra mim,minha ex me traiu e esta casada com o cara que era amante dela na época que eramos casados,e mesmo assim, minha filha o considera como o Pai dela, em fotos junto com ele,ela faz questao de escrever que o pai dela é´ele!eu sempre fui bom pai nunca deixei faltar nada pra ela,apesar de ser pai muito cedo,sempre trabalhei muito,e a mae dela nunca trabalhou,e eu ainda tinha de cuidar da casa e da menina,porque minha ex,nao fazia nada!é duro aceitar, mas o que ela quer mesmo de mim é só´a pensao, mais nada!!no orkut ela manda recados só´pedindo coisas,nao pra saber de mim,estou muito triste e decepcionado com isso,desculpem ,mas acabei desabafando…

  • Pricila

    Sara Helena, o melhor que se tem a fazer nesse caso é entrar na justiça pedindo uma pensão alimentícia.
    Pelo menos vc não vai ter q ficar correndo atrás dele para pedir nada, e nem esperar a boa vontade do queridinho.
    Se ele não pagar vai preso, mas o importante é que a sua parte foi feita.

    fique com Deus.

    Beijinhos …………………..

  • Pricila

    Sara Helena, o melhor que se tem a fazer nesse caso é entrar na justiça pedindo uma pensão alimentícia.
    Pelo menos vc não vai ter q ficar correndo atrás dele para pedir nada, e nem esperar a boa vontade do queridinho.
    Se ele não pagar vai preso, mas o importante é que a sua parte foi feita.

    fique com Deus.

    Beijinhos …………………..

  • Adriana

    Meu marido paga pensão para um filho dele de 7 anos, ganha R$4.500,00 aprox.o juiz estipulou a pagar 2 salários e meio de pensão(R$1.037,50),mas ele paga R$750.00 e os restantes R$287.50 ele gasta em viagem para buscar o menino que mora a 120 km de distancia de 15 em 15 dias.
    O problema é que tivemos um filho que hoje tem 10 meses e quando quero comprar roupas ou brinquedos para meu bebe ele não dá dinheiro e quando compro umas camisetinhas(R$50.00)fala que eu to gastando muito.
    Quero saber se meu filho tem os mesmos direitos que o outro filho dele.

  • Adriana

    Meu marido paga pensão para um filho dele de 7 anos, ganha R$4.500,00 aprox.o juiz estipulou a pagar 2 salários e meio de pensão(R$1.037,50),mas ele paga R$750.00 e os restantes R$287.50 ele gasta em viagem para buscar o menino que mora a 120 km de distancia de 15 em 15 dias.
    O problema é que tivemos um filho que hoje tem 10 meses e quando quero comprar roupas ou brinquedos para meu bebe ele não dá dinheiro e quando compro umas camisetinhas(R$50.00)fala que eu to gastando muito.
    Quero saber se meu filho tem os mesmos direitos que o outro filho dele.

  • Adriana

    Meu marido paga pensão para um filho dele de 7 anos, ganha R$4.500,00 aprox.o juiz estipulou a pagar 2 salários e meio de pensão(R$1.037,50),mas ele paga R$750.00 e os restantes R$287.50 ele gasta em viagem para buscar o menino que mora a 120 km de distancia de 15 em 15 dias.
    O problema é que tivemos um filho que hoje tem 10 meses e quando quero comprar roupas ou brinquedos para meu bebe ele não dá dinheiro e quando compro umas camisetinhas(R$50.00)fala que eu to gastando muito.
    Quero saber se meu filho tem os mesmos direitos que o outro filho dele?

  • Adriana

    Meu marido paga pensão para um filho dele de 7 anos, ganha R$4.500,00 aprox.o juiz estipulou a pagar 2 salários e meio de pensão(R$1.037,50),mas ele paga R$750.00 e os restantes R$287.50 ele gasta em viagem para buscar o menino que mora a 120 km de distancia de 15 em 15 dias.
    O problema é que tivemos um filho que hoje tem 10 meses e quando quero comprar roupas ou brinquedos para meu bebe ele não dá dinheiro e quando compro umas camisetinhas(R$50.00)fala que eu to gastando muito.
    Quero saber se meu filho tem os mesmos direitos que o outro filho dele?

  • daniela barreto

    Gostaria de saber como procedo para saber todos os bens que meu ex-marido tem porque não tenho como pedir pensão com base no que ele ganha porque ele é autônomo, mas gostaria de poder comprovar todos os bens que ele tem e mantem e assim poder pedir uma pensão digna a minha filha. Ele paga a escola dela, o plano de saúde e a condução escolar e não dá mais nada a ela.

    No momento estou desempregada e morando com minha mãe que ganha salário mínimo tb de pensão alimentícia. Esses dias fui falar com ele que a minha filha precisa ir ao dentista porque seus dentinhos não nascem porque ela tem a arcada toda torta e coisa e tal e ele mandou eu me virar porque já dava mais do que ele podia… O que ele quer??? emprego eu procuro, mas não estou conseguindo nada… nem dentro da minha área quanto mais fora.

    Sei que ele mora próximo a mangaratiba, tem uma casa confortável e própria, um carro de passeio e duas kombis que ele faz lotada, mas não tenho nada que comprove isso.

    gostaria muito de saber como devo proceder, porque nem a certidão da minha filha eu tenho… somente uma xerox porque a original está com ele e ele diz que não.

    tenho muito receio de eu entrar com pedido de pensão pra minha filha e ele querer tirar ela de mim por conta de eu estar desempregada… e por isso acabo me sujeitando ao que ele quer dar.

    quando nos separamos, eu sai da casa e ele ficou com tudo… não era casada com ele no papel, mas vivi com ele durante seis anos. casei novinha, com 18 e ele tinha 35. hoje tenho 31 anos e ele 47. Depois de separada descobri que ele vivia com outra mulher há anos e que eu era a outra… fui uma babaca durante anos a fio… mas fico com muito medo de perder a minha filhota.

    o que devo fazer??????

  • daniela barreto

    Gostaria de saber como procedo para saber todos os bens que meu ex-marido tem porque não tenho como pedir pensão com base no que ele ganha porque ele é autônomo, mas gostaria de poder comprovar todos os bens que ele tem e mantem e assim poder pedir uma pensão digna a minha filha. Ele paga a escola dela, o plano de saúde e a condução escolar e não dá mais nada a ela.

    No momento estou desempregada e morando com minha mãe que ganha salário mínimo tb de pensão alimentícia. Esses dias fui falar com ele que a minha filha precisa ir ao dentista porque seus dentinhos não nascem porque ela tem a arcada toda torta e coisa e tal e ele mandou eu me virar porque já dava mais do que ele podia… O que ele quer??? emprego eu procuro, mas não estou conseguindo nada… nem dentro da minha área quanto mais fora.

    Sei que ele mora próximo a mangaratiba, tem uma casa confortável e própria, um carro de passeio e duas kombis que ele faz lotada, mas não tenho nada que comprove isso.

    gostaria muito de saber como devo proceder, porque nem a certidão da minha filha eu tenho… somente uma xerox porque a original está com ele e ele diz que não.

    tenho muito receio de eu entrar com pedido de pensão pra minha filha e ele querer tirar ela de mim por conta de eu estar desempregada… e por isso acabo me sujeitando ao que ele quer dar.

    quando nos separamos, eu sai da casa e ele ficou com tudo… não era casada com ele no papel, mas vivi com ele durante seis anos. casei novinha, com 18 e ele tinha 35. hoje tenho 31 anos e ele 47. Depois de separada descobri que ele vivia com outra mulher há anos e que eu era a outra… fui uma babaca durante anos a fio… mas fico com muito medo de perder a minha filhota.

    o que devo fazer??????

  • cintia cassseres xavier

    eu nao quero mais ficar com o pai dos meus filhos ,mas ele alg que a casa e dele, ele nao da as coisas pro meus filhos de reito ,nem acirurgia do meu filho ele pagou ,eu que consegui meu filho tem 6anos corri atras des que ele tinha 3

  • cintia cassseres xavier

    eu nao quero mais ficar com o pai dos meus filhos ,mas ele alg que a casa e dele, ele nao da as coisas pro meus filhos de reito ,nem acirurgia do meu filho ele pagou ,eu que consegui meu filho tem 6anos corri atras des que ele tinha 3

  • Curiosa

    Gostaria de saber sobre a pensao, quando o pai tem interesse de pagar a pensao mais já possui outra familia e o valor do seu salario é baixo como fica? o valor é os mesmo30%?

    desde já agradeço

  • Curiosa

    Gostaria de saber sobre a pensao, quando o pai tem interesse de pagar a pensao mais já possui outra familia e o valor do seu salario é baixo como fica? o valor é os mesmo30%?

    desde já agradeço

  • selma

    Oi!tenho uma filha de 15 anos,e ela recebe pensao do meu ex marido,mas ela ja esta trabalhando faz um tempo,eu nao trabalho,tenho uma filha de 1 ano,do meu atual marido,minha filha pode perder o direito das pensoes???por favor me esclareçam essa duvida!

  • selma

    Oi!tenho uma filha de 15 anos,e ela recebe pensao do meu ex marido,mas ela ja esta trabalhando faz um tempo,eu nao trabalho,tenho uma filha de 1 ano,do meu atual marido,minha filha pode perder o direito das pensoes???por favor me esclareçam essa duvida!

  • Sol

    Não Selma, sua filha só perde o direito quando completar 18 anos. Más se estiver cursando faculdade ou tiver problema sérios de saúde continua recebendo, desde que comprove que ela necessita dessa ajuda.

  • Sol

    Não Selma, sua filha só perde o direito quando completar 18 anos. Más se estiver cursando faculdade ou tiver problema sérios de saúde continua recebendo, desde que comprove que ela necessita dessa ajuda.

  • Sol

    Não Selma, sua filha só perde o direito quando completar 18 anos. Más se estiver cursando faculdade ou tiver problema sérios de saúde continua recebendo, desde que comprove que ela necessita dessa ajuda.

  • Sol

    Curiosa é estipulado no maximo 30% o juiz vai avaliar a familia do seu marido e quantos filhos ele tem ao todo. Se ele tiver mais filhos o percentual vai ser estipulado bem menor, pode ser até 10% ou menos se ele ganha muito bemmmm, isso vai depender muito também do advogado. Porque depois que aceitar pagar um valor alto é muito dificil reduzir.

  • Sol

    Curiosa é estipulado no maximo 30% o juiz vai avaliar a familia do seu marido e quantos filhos ele tem ao todo. Se ele tiver mais filhos o percentual vai ser estipulado bem menor, pode ser até 10% ou menos se ele ganha muito bemmmm, isso vai depender muito também do advogado. Porque depois que aceitar pagar um valor alto é muito dificil reduzir.

  • Sol

    Curiosa é estipulado no maximo 30% o juiz vai avaliar a familia do seu marido e quantos filhos ele tem ao todo. Se ele tiver mais filhos o percentual vai ser estipulado bem menor, pode ser até 10% ou menos se ele ganha muito bemmmm, isso vai depender muito também do advogado. Porque depois que aceitar pagar um valor alto é muito dificil reduzir.

  • Catarina

    Olá, tenho um problemão.

    Sou recem casada com Caetano e ele possui um filho de 10 anos. Na ação de alimentos pedida pela mãe assim que se separaram o Juiz arbitrou 30% do salário indo direto para a CC da mesma. A ex-mulher não ficou satisfeita, é realmente era pouco dinheiro. Em comum acordo resolveram que Caetano pagaria escola e tudo que envolve a educação escolar. Então paga escola particular, transporte, material didatico e escolar, paga ingles e material didatico e fornece um kit para o lanche escolar. Como a ex sempre reclama, e a situação do Caetano vem aos poucos melhorando, ele nunca recusou a pagar além do que o arbitrado. Divide coisas como: oculos, vacina, roupa e remedios com a ex. Paga uma capitalização para o filho no valor de 100,00. Deposita na conta da ex um valor de 100,00 para gastos extras com o filho. Todas as despesas do Caetano com o filho giram em torno de uns 800 a 900 reais por mês. O problema é que a ex mulher teve uma filha com um outro cara, mas está solteira criando a menina, depois desse acontecimento o valor custeado pelo Caetano nao é mais suficiente para os gastos com o filho. É realmente de se estranhar. O valor entre 800 e 900 reais é mais do que o máximo de 30% do que o Juiz pode ajuizar, já que o Caetano não ganha 3.000,00. Mas como somos em dois, nos apertamos daqui e dali e conseguimos proporcionar isso ao filho. Há um mês atras Caetano foi despedido…não contamos nada para ninguém ainda…Ela diz que vai entrar com ação de revisão de pensão…Mesmo desempregado Caetano não deixou atrasar nenhum compromisso.. Será que existe um fundamento legal para que essa mulher entre na Justiça para rever uma pensão que calculando tudo fica em torno de 800 a 900/mes?? O juiz pode obrigar que a pensão passe a ser depositada diretamente na conta dela?? Não queremos que isso aconteça, queremos continuar pagando as coisinhas para o filho, o Caetano faz questão de saber para aonde o dinheiro está indo e para o que, já que a situação financeira dela é muito melhor do que a nossa e ela sempre foi “desligada” para economia e custos. Estou preocupada nao em relação ao aumento da Pensão que Caetano paga, porque não tem como o Juiz fazer isso sem que isso afete drasticamente a nossa situação financeira, fico preocupada em sermos obrigados a fazer esse deposito direto na conta dela. Isso é possível?? Não quero ver o nosso dinheiro ralado de sol a sol sendo usado para comprar fraldas de uma criança que não temos responsabilidade alguma. Me dê uns toques. Obrigada.

  • Catarina

    Olá, tenho um problemão.

    Sou recem casada com Caetano e ele possui um filho de 10 anos. Na ação de alimentos pedida pela mãe assim que se separaram o Juiz arbitrou 30% do salário indo direto para a CC da mesma. A ex-mulher não ficou satisfeita, é realmente era pouco dinheiro. Em comum acordo resolveram que Caetano pagaria escola e tudo que envolve a educação escolar. Então paga escola particular, transporte, material didatico e escolar, paga ingles e material didatico e fornece um kit para o lanche escolar. Como a ex sempre reclama, e a situação do Caetano vem aos poucos melhorando, ele nunca recusou a pagar além do que o arbitrado. Divide coisas como: oculos, vacina, roupa e remedios com a ex. Paga uma capitalização para o filho no valor de 100,00. Deposita na conta da ex um valor de 100,00 para gastos extras com o filho. Todas as despesas do Caetano com o filho giram em torno de uns 800 a 900 reais por mês. O problema é que a ex mulher teve uma filha com um outro cara, mas está solteira criando a menina, depois desse acontecimento o valor custeado pelo Caetano nao é mais suficiente para os gastos com o filho. É realmente de se estranhar. O valor entre 800 e 900 reais é mais do que o máximo de 30% do que o Juiz pode ajuizar, já que o Caetano não ganha 3.000,00. Mas como somos em dois, nos apertamos daqui e dali e conseguimos proporcionar isso ao filho. Há um mês atras Caetano foi despedido…não contamos nada para ninguém ainda…Ela diz que vai entrar com ação de revisão de pensão…Mesmo desempregado Caetano não deixou atrasar nenhum compromisso.. Será que existe um fundamento legal para que essa mulher entre na Justiça para rever uma pensão que calculando tudo fica em torno de 800 a 900/mes?? O juiz pode obrigar que a pensão passe a ser depositada diretamente na conta dela?? Não queremos que isso aconteça, queremos continuar pagando as coisinhas para o filho, o Caetano faz questão de saber para aonde o dinheiro está indo e para o que, já que a situação financeira dela é muito melhor do que a nossa e ela sempre foi “desligada” para economia e custos. Estou preocupada nao em relação ao aumento da Pensão que Caetano paga, porque não tem como o Juiz fazer isso sem que isso afete drasticamente a nossa situação financeira, fico preocupada em sermos obrigados a fazer esse deposito direto na conta dela. Isso é possível?? Não quero ver o nosso dinheiro ralado de sol a sol sendo usado para comprar fraldas de uma criança que não temos responsabilidade alguma. Me dê uns toques. Obrigada.

  • Catarina

    Olá, tenho um problemão.

    Sou recem casada com Caetano e ele possui um filho de 10 anos. Na ação de alimentos pedida pela mãe assim que se separaram o Juiz arbitrou 30% do salário indo direto para a CC da mesma. A ex-mulher não ficou satisfeita, é realmente era pouco dinheiro. Em comum acordo resolveram que Caetano pagaria escola e tudo que envolve a educação escolar. Então paga escola particular, transporte, material didatico e escolar, paga ingles e material didatico e fornece um kit para o lanche escolar. Como a ex sempre reclama, e a situação do Caetano vem aos poucos melhorando, ele nunca recusou a pagar além do que o arbitrado. Divide coisas como: oculos, vacina, roupa e remedios com a ex. Paga uma capitalização para o filho no valor de 100,00. Deposita na conta da ex um valor de 100,00 para gastos extras com o filho. Todas as despesas do Caetano com o filho giram em torno de uns 800 a 900 reais por mês. O problema é que a ex mulher teve uma filha com um outro cara, mas está solteira criando a menina, depois desse acontecimento o valor custeado pelo Caetano nao é mais suficiente para os gastos com o filho. É realmente de se estranhar. O valor entre 800 e 900 reais é mais do que o máximo de 30% do que o Juiz pode ajuizar, já que o Caetano não ganha 3.000,00. Mas como somos em dois, nos apertamos daqui e dali e conseguimos proporcionar isso ao filho. Há um mês atras Caetano foi despedido…não contamos nada para ninguém ainda…Ela diz que vai entrar com ação de revisão de pensão…Mesmo desempregado Caetano não deixou atrasar nenhum compromisso.. Será que existe um fundamento legal para que essa mulher entre na Justiça para rever uma pensão que calculando tudo fica em torno de 800 a 900/mes?? O juiz pode obrigar que a pensão passe a ser depositada diretamente na conta dela?? Não queremos que isso aconteça, queremos continuar pagando as coisinhas para o filho, o Caetano faz questão de saber para aonde o dinheiro está indo e para o que, já que a situação financeira dela é muito melhor do que a nossa e ela sempre foi “desligada” para economia e custos. Estou preocupada nao em relação ao aumento da Pensão que Caetano paga, porque não tem como o Juiz fazer isso sem que isso afete drasticamente a nossa situação financeira, fico preocupada em sermos obrigados a fazer esse deposito direto na conta dela. Isso é possível?? Não quero ver o nosso dinheiro ralado de sol a sol sendo usado para comprar fraldas de uma criança que não temos responsabilidade alguma. Me dê uns toques. Obrigada.

  • Amiga

    Seria muito digno se ao inves de mendingar tais pensões fossem atraz de sustentar seus filhos com dignidade quando crescerem vão acham mesmo que vão adorar saber que os pais brigam por R$150,00; 200,00 ou qual seja o valor.Mães tenham dignidade se ainda lhes resta…
    Trabalhem e eduquem seus filhos!!!!
    Quando ao Pais deixem que vivam suas vidas!!!!
    Pois não há nenhum Juiz que possa obrigar que eles sintam amor por esses filhos!!!E vcs estragam tudo por Dinheiro$$$
    Sejam Felizes corram em busca de Algo que as deixe orgulhosa não brigas por $$$$$

  • Amiga

    Seria muito digno se ao inves de mendingar tais pensões fossem atraz de sustentar seus filhos com dignidade quando crescerem vão acham mesmo que vão adorar saber que os pais brigam por R$150,00; 200,00 ou qual seja o valor.Mães tenham dignidade se ainda lhes resta…
    Trabalhem e eduquem seus filhos!!!!
    Quando ao Pais deixem que vivam suas vidas!!!!
    Pois não há nenhum Juiz que possa obrigar que eles sintam amor por esses filhos!!!E vcs estragam tudo por Dinheiro$$$
    Sejam Felizes corram em busca de Algo que as deixe orgulhosa não brigas por $$$$$

  • Amiga

    Seria muito digno se ao inves de mendingar tais pensões fossem atraz de sustentar seus filhos com dignidade quando crescerem vão acham mesmo que vão adorar saber que os pais brigam por R$150,00; 200,00 ou qual seja o valor.Mães tenham dignidade se ainda lhes resta…
    Trabalhem e eduquem seus filhos!!!!
    Quando ao Pais deixem que vivam suas vidas!!!!
    Pois não há nenhum Juiz que possa obrigar que eles sintam amor por esses filhos!!!E vcs estragam tudo por Dinheiro$$$
    Sejam Felizes corram em busca de Algo que as deixe orgulhosa não brigas por $$$$$

  • Rafael Braga

    “A Pensionista” – é uma nova categoria de criminoso protegido pela lei, é a ex-mulher q vive as custas do ex-marido com a desculpa que o dinheiro é para o filho. Virou profissão extorquir dinheiro dos ex-maridos, é um verdadeiro absurdo o que acontece com as leis absurdas e ultrapassadas da vara de familia. Estas pensionistas são na verdade sequestradoras de carterianha. Acabam com a vida dos pais e dos filhos com ajuda da justiça que como dizem é realmente cega! A unica coisa q da prisão nesta porcaria de pais é pensao alimenticia de pais trabalhadores q ja sofrem com a ausencia dos filhos e sao sugados por estas mulheres-vampiras que so querem DINHEIRO. O q menos importa para estas MARGINAIS de saias são as crianças só querem o dinheiro para proveito proprio e infernizar a vida dos ex-maridos. São os demonios do mundo moderno. Queria ver se fosse o contrario… se quem ficasse com a criança tivesse que pagar para a outra pessoa uma indenização pela a usencia diaria do filho… ai eu quero ver o “amor” pelos filhos… Vcs iam ver só ia ter filho criado por pais! Seriam inclusive muito mais bem criados !!! Sabem quem comete mais maus tratos com crianças? A mãe biológica !!!!!! São estas pensionistas-montras (isto é pesquisa seri, pesquise e confirme). A guarda compartilhada ta chegando suas vampiras !!!!!! Esta farra com o sangue dos pais trabalhadores vai ACABAR !!!!!! O dia de voces vai chegar cambada de criminosas !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Rafael Braga

    “A Pensionista” – é uma nova categoria de criminoso protegido pela lei, é a ex-mulher q vive as custas do ex-marido com a desculpa que o dinheiro é para o filho. Virou profissão extorquir dinheiro dos ex-maridos, é um verdadeiro absurdo o que acontece com as leis absurdas e ultrapassadas da vara de familia. Estas pensionistas são na verdade sequestradoras de carterianha. Acabam com a vida dos pais e dos filhos com ajuda da justiça que como dizem é realmente cega! A unica coisa q da prisão nesta porcaria de pais é pensao alimenticia de pais trabalhadores q ja sofrem com a ausencia dos filhos e sao sugados por estas mulheres-vampiras que so querem DINHEIRO. O q menos importa para estas MARGINAIS de saias são as crianças só querem o dinheiro para proveito proprio e infernizar a vida dos ex-maridos. São os demonios do mundo moderno. Queria ver se fosse o contrario… se quem ficasse com a criança tivesse que pagar para a outra pessoa uma indenização pela a usencia diaria do filho… ai eu quero ver o “amor” pelos filhos… Vcs iam ver só ia ter filho criado por pais! Seriam inclusive muito mais bem criados !!! Sabem quem comete mais maus tratos com crianças? A mãe biológica !!!!!! São estas pensionistas-montras (isto é pesquisa seri, pesquise e confirme). A guarda compartilhada ta chegando suas vampiras !!!!!! Esta farra com o sangue dos pais trabalhadores vai ACABAR !!!!!! O dia de voces vai chegar cambada de criminosas !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Rafael Braga

    “A Pensionista” – é uma nova categoria de criminoso protegido pela lei, é a ex-mulher q vive as custas do ex-marido com a desculpa que o dinheiro é para o filho. Virou profissão extorquir dinheiro dos ex-maridos, é um verdadeiro absurdo o que acontece com as leis absurdas e ultrapassadas da vara de familia. Estas pensionistas são na verdade sequestradoras de carterianha. Acabam com a vida dos pais e dos filhos com ajuda da justiça que como dizem é realmente cega! A unica coisa q da prisão nesta porcaria de pais é pensao alimenticia de pais trabalhadores q ja sofrem com a ausencia dos filhos e sao sugados por estas mulheres-vampiras que so querem DINHEIRO. O q menos importa para estas MARGINAIS de saias são as crianças só querem o dinheiro para proveito proprio e infernizar a vida dos ex-maridos. São os demonios do mundo moderno. Queria ver se fosse o contrario… se quem ficasse com a criança tivesse que pagar para a outra pessoa uma indenização pela a usencia diaria do filho… ai eu quero ver o “amor” pelos filhos… Vcs iam ver só ia ter filho criado por pais! Seriam inclusive muito mais bem criados !!! Sabem quem comete mais maus tratos com crianças? A mãe biológica !!!!!! São estas pensionistas-montras (isto é pesquisa seri, pesquise e confirme). A guarda compartilhada ta chegando suas vampiras !!!!!! Esta farra com o sangue dos pais trabalhadores vai ACABAR !!!!!! O dia de voces vai chegar cambada de criminosas !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Leidy

    Olá Rafael Braga,
    Tenho certeza e conheço mulheres com esse perfil,mas eu recebo pensão do vó do meu filho pq o pai sumiu ele mora em outro estado e paga 207,50 eu faço questão de mandar nota de tudo ke eu gasto com o menino sendo ke o avó não faz questão.Acho ke vc deve ter motivos pra sua revolta mas nem todas as mulheres são assim.Um abraço.

  • Leidy

    Olá Rafael Braga,
    Tenho certeza e conheço mulheres com esse perfil,mas eu recebo pensão do vó do meu filho pq o pai sumiu ele mora em outro estado e paga 207,50 eu faço questão de mandar nota de tudo ke eu gasto com o menino sendo ke o avó não faz questão.Acho ke vc deve ter motivos pra sua revolta mas nem todas as mulheres são assim.Um abraço.

  • Leidy

    Olá Rafael Braga,
    Tenho certeza e conheço mulheres com esse perfil,mas eu recebo pensão do vó do meu filho pq o pai sumiu ele mora em outro estado e paga 207,50 eu faço questão de mandar nota de tudo ke eu gasto com o menino sendo ke o avó não faz questão.Acho ke vc deve ter motivos pra sua revolta mas nem todas as mulheres são assim.Um abraço.

  • Ana Vmp

    Olá! Em 1° lugar, parabéns pelo site. É a 1° vez que a vejo, e gostei muito. Eu queria uma orientação de um profissional o de quem tem uma certa experiência no assunto da pensão alimentícia.
    O meu caso é o seguinte: convivi por 3 anos com um rapaz e temos uma filha de 1 ano e 7 meses. Agora nós estamos separados. Ele trabalha e eu sou dona-de-casa. Ele sempre me deixa comigo um dinheiro pra comprar as coisas pra minha filha, porém ele tem gastado metade do salário com “saideiras” à noite ( eu vi no extrato do seu cartão), e pra mim e minha filha, ele deixa só 1/4 desse salário. Ele ganha 2 salários mínimos.
    Visto que minha filha é dependente do plano de saúde dele pela firma em que ele trabalha, sendo descontado só a co-participação em consulta (máximo de 20%), eu devo ir á justiça exigir a pensão dele para ser descontado em folha de pagamento, e para cair em minha conta?
    Pois, como disse, ele não deixa faltar nada, mas ultimamente, ele tem me regulado muito, e tem o agravante de ele ser alcoólatra (sai toda semana pra beber, e gasta centenas de reais), e tenho medo de que ele se afunde de vez e deixe de dar as coisas pra minha filha, pra pagar dívida de buteco.
    E, quanto às roupas que minha filha veste, eu faço ele tirar na loja, no crediário.
    Devo ir á justiça exigir pensão? Como devo agir?
    Desde já, agradeço a atenção. Vai ser de grande ajuda.

  • Ana Vmp

    Olá! Em 1° lugar, parabéns pelo site. É a 1° vez que a vejo, e gostei muito. Eu queria uma orientação de um profissional o de quem tem uma certa experiência no assunto da pensão alimentícia.
    O meu caso é o seguinte: convivi por 3 anos com um rapaz e temos uma filha de 1 ano e 7 meses. Agora nós estamos separados. Ele trabalha e eu sou dona-de-casa. Ele sempre me deixa comigo um dinheiro pra comprar as coisas pra minha filha, porém ele tem gastado metade do salário com “saideiras” à noite ( eu vi no extrato do seu cartão), e pra mim e minha filha, ele deixa só 1/4 desse salário. Ele ganha 2 salários mínimos.
    Visto que minha filha é dependente do plano de saúde dele pela firma em que ele trabalha, sendo descontado só a co-participação em consulta (máximo de 20%), eu devo ir á justiça exigir a pensão dele para ser descontado em folha de pagamento, e para cair em minha conta?
    Pois, como disse, ele não deixa faltar nada, mas ultimamente, ele tem me regulado muito, e tem o agravante de ele ser alcoólatra (sai toda semana pra beber, e gasta centenas de reais), e tenho medo de que ele se afunde de vez e deixe de dar as coisas pra minha filha, pra pagar dívida de buteco.
    E, quanto às roupas que minha filha veste, eu faço ele tirar na loja, no crediário.
    Devo ir á justiça exigir pensão? Como devo agir?
    Desde já, agradeço a atenção. Vai ser de grande ajuda.

  • Ana Vmp

    Olá! Em 1° lugar, parabéns pelo site. É a 1° vez que a vejo, e gostei muito. Eu queria uma orientação de um profissional o de quem tem uma certa experiência no assunto da pensão alimentícia.
    O meu caso é o seguinte: convivi por 3 anos com um rapaz e temos uma filha de 1 ano e 7 meses. Agora nós estamos separados. Ele trabalha e eu sou dona-de-casa. Ele sempre me deixa comigo um dinheiro pra comprar as coisas pra minha filha, porém ele tem gastado metade do salário com “saideiras” à noite ( eu vi no extrato do seu cartão), e pra mim e minha filha, ele deixa só 1/4 desse salário. Ele ganha 2 salários mínimos.
    Visto que minha filha é dependente do plano de saúde dele pela firma em que ele trabalha, sendo descontado só a co-participação em consulta (máximo de 20%), eu devo ir á justiça exigir a pensão dele para ser descontado em folha de pagamento, e para cair em minha conta?
    Pois, como disse, ele não deixa faltar nada, mas ultimamente, ele tem me regulado muito, e tem o agravante de ele ser alcoólatra (sai toda semana pra beber, e gasta centenas de reais), e tenho medo de que ele se afunde de vez e deixe de dar as coisas pra minha filha, pra pagar dívida de buteco.
    E, quanto às roupas que minha filha veste, eu faço ele tirar na loja, no crediário.
    Devo ir á justiça exigir pensão? Como devo agir?
    Desde já, agradeço a atenção. Vai ser de grande ajuda.

  • Ana Vmp

    Sem contar que, quando eu exijo que ele arranje algo pra minha filha, e ele não tem dinheiro pra comprar (pois já “torrou” tudo na cachaçada na zona, tenho como provar), ele empresta de algumas pessoas, se afundando ainda mais.
    Eu iria á justiça exigir a pensão, só por segurança. E eu me comprometo a mostrar as notas fiscais das coisas que eu compro pra minha filha, se for preciso.

  • Ana Vmp

    Sem contar que, quando eu exijo que ele arranje algo pra minha filha, e ele não tem dinheiro pra comprar (pois já “torrou” tudo na cachaçada na zona, tenho como provar), ele empresta de algumas pessoas, se afundando ainda mais.
    Eu iria á justiça exigir a pensão, só por segurança. E eu me comprometo a mostrar as notas fiscais das coisas que eu compro pra minha filha, se for preciso.

  • Ana Vmp

    Sem contar que, quando eu exijo que ele arranje algo pra minha filha, e ele não tem dinheiro pra comprar (pois já “torrou” tudo na cachaçada na zona, tenho como provar), ele empresta de algumas pessoas, se afundando ainda mais.
    Eu iria á justiça exigir a pensão, só por segurança. E eu me comprometo a mostrar as notas fiscais das coisas que eu compro pra minha filha, se for preciso.

  • Ana Vmp

    E outra coisa, antes que me chamem de “gospista”, “exploradora” e similares:
    Eu gostaria, sinceramente, de não depender desse dinheiro do meu ex pra nada; se eu pudesse (ou quando eu puder), eu não correria atrás disso.
    Mas é que eu não acho justo ele dedicar 1/4 do seu salário para minha filha, e “dedicar” o restante às gastanças com bebidas e mulheres da vida, sendo que é muito cômodo para ele isso, já que ele tem a casa dos pais dele, porem raramente os ajuda com a manutenção da casa. Eu moro na casa dos meus pais.

  • Ana Vmp

    E outra coisa, antes que me chamem de “gospista”, “exploradora” e similares:
    Eu gostaria, sinceramente, de não depender desse dinheiro do meu ex pra nada; se eu pudesse (ou quando eu puder), eu não correria atrás disso.
    Mas é que eu não acho justo ele dedicar 1/4 do seu salário para minha filha, e “dedicar” o restante às gastanças com bebidas e mulheres da vida, sendo que é muito cômodo para ele isso, já que ele tem a casa dos pais dele, porem raramente os ajuda com a manutenção da casa. Eu moro na casa dos meus pais.

  • Ana Vmp

    E outra coisa, antes que me chamem de “gospista”, “exploradora” e similares:
    Eu gostaria, sinceramente, de não depender desse dinheiro do meu ex pra nada; se eu pudesse (ou quando eu puder), eu não correria atrás disso.
    Mas é que eu não acho justo ele dedicar 1/4 do seu salário para minha filha, e “dedicar” o restante às gastanças com bebidas e mulheres da vida, sendo que é muito cômodo para ele isso, já que ele tem a casa dos pais dele, porem raramente os ajuda com a manutenção da casa. Eu moro na casa dos meus pais.

  • Paulo do Carmo de Oliveira

    Ola td bem? gostaria por gentileza de informaçoes sobre uma duvida que eu tenho. Eu tenho uma irmã que era casada com militar (viuva). se ela casar novamente ela pode perder a pensao

    grato

    Paulo do carmo de Oliveira

  • Paulo do Carmo de Oliveira

    Ola td bem? gostaria por gentileza de informaçoes sobre uma duvida que eu tenho. Eu tenho uma irmã que era casada com militar (viuva). se ela casar novamente ela pode perder a pensao

    grato

    Paulo do carmo de Oliveira

  • http://pool.docarmo@hotmail.com Paulo do Carmo de Oliveira

    Ola td bem? gostaria por gentileza de informaçoes sobre uma duvida que eu tenho. Eu tenho uma irmã que era casada com militar (viuva). se ela casar novamente ela pode perder a pensao

    grato

    Paulo do carmo de Oliveira

  • Aurylene

    gostaria de saber algo mais sobre execução de pensão alimenticia…no meu caso o COVARDE esta em outro pais.Ja recebeu a sentença,assinou,mas não cumpri.Ja dei entrada na carta de execução.Quanto tempo demora a [ele ]receber,e caso não pague,será deportado direto para POLINTER?

  • Aurylene

    gostaria de saber algo mais sobre execução de pensão alimenticia…no meu caso o COVARDE esta em outro pais.Ja recebeu a sentença,assinou,mas não cumpri.Ja dei entrada na carta de execução.Quanto tempo demora a [ele ]receber,e caso não pague,será deportado direto para POLINTER?

  • Aurylene

    gostaria de saber algo mais sobre execução de pensão alimenticia…no meu caso o COVARDE esta em outro pais.Ja recebeu a sentença,assinou,mas não cumpri.Ja dei entrada na carta de execução.Quanto tempo demora a [ele ]receber,e caso não pague,será deportado direto para POLINTER?

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    Ana Vmp, não sou advogada, mas estou respondendo antes da Cláudia, porque eu sou metida mesmo!!
    Nesse tópico me chamaram de amargurada, carente de marido, mas nos outros já fui chamada de coisas piores e quer saber? Foda-se, aqui é um espaço aberto e quem quiser diga o que quiser e eu respondo ou não!!
    Mas sei que depois de tudo que vc leu por aqui, o receio de ser chamada de golpista é grande mesmo.
    Em minha opinião, o correto é fazer tudo dentro da lei, seu ex já lhe paga 25% de seu salário como pensão, o que seria mais ou menos o que um juiz determinaria, mas uma coisa é ele dar porque quer, outra é ter a responsabilidade né?
    Porque pensões acertadas “de boca” são as primeiras a deixar de serem pagas quando alguns homens têm outras despesas (seja outra família, ou a “cachaça” como você disse).
    No seu lugar eu daria entrada sim na ação de alimentos e deixaria tudo bonitinho dentro da lei, não custa nada né?
    Boa sorte para você!!
    Beijos!!

    P.S.: Claudia, não tenho lido nenhum blog nem escrito, por falta de tempo (estou procurando casa e emprego), mas acho que agora as coisas vão se acertar e eu volto a ler seu blog do qual sou fã!! Um beijo enorme para você!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    Ana Vmp, não sou advogada, mas estou respondendo antes da Cláudia, porque eu sou metida mesmo!!
    Nesse tópico me chamaram de amargurada, carente de marido, mas nos outros já fui chamada de coisas piores e quer saber? Foda-se, aqui é um espaço aberto e quem quiser diga o que quiser e eu respondo ou não!!
    Mas sei que depois de tudo que vc leu por aqui, o receio de ser chamada de golpista é grande mesmo.
    Em minha opinião, o correto é fazer tudo dentro da lei, seu ex já lhe paga 25% de seu salário como pensão, o que seria mais ou menos o que um juiz determinaria, mas uma coisa é ele dar porque quer, outra é ter a responsabilidade né?
    Porque pensões acertadas “de boca” são as primeiras a deixar de serem pagas quando alguns homens têm outras despesas (seja outra família, ou a “cachaça” como você disse).
    No seu lugar eu daria entrada sim na ação de alimentos e deixaria tudo bonitinho dentro da lei, não custa nada né?
    Boa sorte para você!!
    Beijos!!

    P.S.: Claudia, não tenho lido nenhum blog nem escrito, por falta de tempo (estou procurando casa e emprego), mas acho que agora as coisas vão se acertar e eu volto a ler seu blog do qual sou fã!! Um beijo enorme para você!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    Ana Vmp, não sou advogada, mas estou respondendo antes da Cláudia, porque eu sou metida mesmo!!
    Nesse tópico me chamaram de amargurada, carente de marido, mas nos outros já fui chamada de coisas piores e quer saber? Foda-se, aqui é um espaço aberto e quem quiser diga o que quiser e eu respondo ou não!!
    Mas sei que depois de tudo que vc leu por aqui, o receio de ser chamada de golpista é grande mesmo.
    Em minha opinião, o correto é fazer tudo dentro da lei, seu ex já lhe paga 25% de seu salário como pensão, o que seria mais ou menos o que um juiz determinaria, mas uma coisa é ele dar porque quer, outra é ter a responsabilidade né?
    Porque pensões acertadas “de boca” são as primeiras a deixar de serem pagas quando alguns homens têm outras despesas (seja outra família, ou a “cachaça” como você disse).
    No seu lugar eu daria entrada sim na ação de alimentos e deixaria tudo bonitinho dentro da lei, não custa nada né?
    Boa sorte para você!!
    Beijos!!

    P.S.: Claudia, não tenho lido nenhum blog nem escrito, por falta de tempo (estou procurando casa e emprego), mas acho que agora as coisas vão se acertar e eu volto a ler seu blog do qual sou fã!! Um beijo enorme para você!!

  • Sandro

    Oi Cláidia; td bem ? Minha esposa engravidou mas a nossa relação vai de mal a pior, sendo assim, propus a ela que fosse morar com a mãe, mas eu sempre vou lá nos finais de semana pra saber como ela está. Sendo assim ? Existe alguma possibilidade de isso afetar o bebê ? Desde já agradeço.

  • Sandro

    Oi Cláidia; td bem ? Minha esposa engravidou mas a nossa relação vai de mal a pior, sendo assim, propus a ela que fosse morar com a mãe, mas eu sempre vou lá nos finais de semana pra saber como ela está. Sendo assim ? Existe alguma possibilidade de isso afetar o bebê ? Desde já agradeço.

  • FRANCISCO FAGNER BEZERRA DA CO

    OI CLAUDIA ? O MEU CASO É O SEGUINTE EU TINHA UMA NAMORADA E ELA ESTAR GRAVIDA, MAIS SO QUE NOS NAO ESTAMOS MAIS JUNTO E ELA ESTAR PENSANDO EM EMTREGAR A CRIANÇA PARA O IRMAO DELA, SE EU FICAR COM A CRIANÇA EU POSSO COBRAR A PENSAO ALIMENTICIA DELA ?

  • FRANCISCO FAGNER BEZERRA DA CO

    OI CLAUDIA ? O MEU CASO É O SEGUINTE EU TINHA UMA NAMORADA E ELA ESTAR GRAVIDA, MAIS SO QUE NOS NAO ESTAMOS MAIS JUNTO E ELA ESTAR PENSANDO EM EMTREGAR A CRIANÇA PARA O IRMAO DELA, SE EU FICAR COM A CRIANÇA EU POSSO COBRAR A PENSAO ALIMENTICIA DELA ?

  • FRANCISCO FAGNER BEZERRA DA COSTA

    OI CLAUDIA ? O MEU CASO É O SEGUINTE EU TINHA UMA NAMORADA E ELA ESTAR GRAVIDA, MAIS SO QUE NOS NAO ESTAMOS MAIS JUNTO E ELA ESTAR PENSANDO EM EMTREGAR A CRIANÇA PARA O IRMAO DELA, SE EU FICAR COM A CRIANÇA EU POSSO COBRAR A PENSAO ALIMENTICIA DELA ?

  • Ana Vmp

    Muito obrigada, J@de!

  • Ana Vmp

    Muito obrigada, J@de!

  • Ana Vmp

    Muito obrigada, J@de!

  • JULIANA

    OLÁ!!! MEU NOME É JULIANA E ESTOU PRECISANDO DE ORIENTAÇÃO E AJUDA, POIS TENHO UMA FILHA DE 5 ANOS ,FUI AMIGADA POR 3 ANOS E 7 MESES COM O PAI DELE, FUI EMBORA DE CASA PARA UM APARTAMENTO QUE E MEU E JA FAZ UM ANO Q MORO COM MINHA E ELE NUNCA DEU VALORES DE PENSÃO ALIMENTICIA AS VEZES ELE DAVA ALGUNS TROCADOS 10,00;30,00;50,00 REAIS DE VEZ EM QUANDO E EU NUNCA ASSINEI NADA E QUANDO ERAMOS AMIGADOS MINHA FILHA ESTUDAVD EM ESCOLA PARTICULAR, AULA DE BALLE E KARATE ,TINHA CONVENIO MEDICO,ERA SOCIA DE CLUBES E HOTEIS EM SÃO PAULO E FORA DE SÃO PAULO,IMAGINA UMA BOA, ALIMENTAÇAO, SAUDE, LAZER, EDUCAÇÃO,,,,EM FIM HOJE ELA ESTUDA EM ESCOLA PUBLICA,HOSPITAL PUBLICO,ALIMENTAÇAO BEM INFERIOR AO Q ESTAVA ACOSTUMADA,PASSEIOS RAROS UMA VIDA BEM DIFERENCIADA POIS EU FIQUEI MUITO TEMPO DESEMPREGADA E FAZ UM MESA Q ESTOU TRABALHANDO E QUAMHO APENAS UM SALARIO MINIMO,,,,,,BOM TOMEI UMA DECISAO APOS UM DESENTENDIMENTO COM ELE QUERO TODOS OS DIREITOS DA MINHA FILHA PARA ELA PODER TER UMA VIDA MELHOR,,,,,QUERO PEDIR NA JUSTIÇA A PENSÃO ALIMENTICIA RETROATIVA DE UM ANO E ACERTAR VIZITA E PAGAMENTOS TUDO JUDIALMENTE,,,,QUERO ORIENTAÇAO COMO PROCEDER POIS NAO TENHO CONDIÇÕES PARA PAGAR ADVOGADO…..
    JULIANA

  • JULIANA

    OLÁ!!! MEU NOME É JULIANA E ESTOU PRECISANDO DE ORIENTAÇÃO E AJUDA, POIS TENHO UMA FILHA DE 5 ANOS ,FUI AMIGADA POR 3 ANOS E 7 MESES COM O PAI DELE, FUI EMBORA DE CASA PARA UM APARTAMENTO QUE E MEU E JA FAZ UM ANO Q MORO COM MINHA E ELE NUNCA DEU VALORES DE PENSÃO ALIMENTICIA AS VEZES ELE DAVA ALGUNS TROCADOS 10,00;30,00;50,00 REAIS DE VEZ EM QUANDO E EU NUNCA ASSINEI NADA E QUANDO ERAMOS AMIGADOS MINHA FILHA ESTUDAVD EM ESCOLA PARTICULAR, AULA DE BALLE E KARATE ,TINHA CONVENIO MEDICO,ERA SOCIA DE CLUBES E HOTEIS EM SÃO PAULO E FORA DE SÃO PAULO,IMAGINA UMA BOA, ALIMENTAÇAO, SAUDE, LAZER, EDUCAÇÃO,,,,EM FIM HOJE ELA ESTUDA EM ESCOLA PUBLICA,HOSPITAL PUBLICO,ALIMENTAÇAO BEM INFERIOR AO Q ESTAVA ACOSTUMADA,PASSEIOS RAROS UMA VIDA BEM DIFERENCIADA POIS EU FIQUEI MUITO TEMPO DESEMPREGADA E FAZ UM MESA Q ESTOU TRABALHANDO E QUAMHO APENAS UM SALARIO MINIMO,,,,,,BOM TOMEI UMA DECISAO APOS UM DESENTENDIMENTO COM ELE QUERO TODOS OS DIREITOS DA MINHA FILHA PARA ELA PODER TER UMA VIDA MELHOR,,,,,QUERO PEDIR NA JUSTIÇA A PENSÃO ALIMENTICIA RETROATIVA DE UM ANO E ACERTAR VIZITA E PAGAMENTOS TUDO JUDIALMENTE,,,,QUERO ORIENTAÇAO COMO PROCEDER POIS NAO TENHO CONDIÇÕES PARA PAGAR ADVOGADO…..
    JULIANA

  • JULIANA

    OLÁ!!! MEU NOME É JULIANA E ESTOU PRECISANDO DE ORIENTAÇÃO E AJUDA, POIS TENHO UMA FILHA DE 5 ANOS ,FUI AMIGADA POR 3 ANOS E 7 MESES COM O PAI DELE, FUI EMBORA DE CASA PARA UM APARTAMENTO QUE E MEU E JA FAZ UM ANO Q MORO COM MINHA E ELE NUNCA DEU VALORES DE PENSÃO ALIMENTICIA AS VEZES ELE DAVA ALGUNS TROCADOS 10,00;30,00;50,00 REAIS DE VEZ EM QUANDO E EU NUNCA ASSINEI NADA E QUANDO ERAMOS AMIGADOS MINHA FILHA ESTUDAVD EM ESCOLA PARTICULAR, AULA DE BALLE E KARATE ,TINHA CONVENIO MEDICO,ERA SOCIA DE CLUBES E HOTEIS EM SÃO PAULO E FORA DE SÃO PAULO,IMAGINA UMA BOA, ALIMENTAÇAO, SAUDE, LAZER, EDUCAÇÃO,,,,EM FIM HOJE ELA ESTUDA EM ESCOLA PUBLICA,HOSPITAL PUBLICO,ALIMENTAÇAO BEM INFERIOR AO Q ESTAVA ACOSTUMADA,PASSEIOS RAROS UMA VIDA BEM DIFERENCIADA POIS EU FIQUEI MUITO TEMPO DESEMPREGADA E FAZ UM MESA Q ESTOU TRABALHANDO E QUAMHO APENAS UM SALARIO MINIMO,,,,,,BOM TOMEI UMA DECISAO APOS UM DESENTENDIMENTO COM ELE QUERO TODOS OS DIREITOS DA MINHA FILHA PARA ELA PODER TER UMA VIDA MELHOR,,,,,QUERO PEDIR NA JUSTIÇA A PENSÃO ALIMENTICIA RETROATIVA DE UM ANO E ACERTAR VIZITA E PAGAMENTOS TUDO JUDIALMENTE,,,,QUERO ORIENTAÇAO COMO PROCEDER POIS NAO TENHO CONDIÇÕES PARA PAGAR ADVOGADO…..
    JULIANA

  • Eduardo Vianna

    Alô, gente, lá vou eu metendo a colher neste sítio que acabei de conhecer e já gostei. Aqui “fala” o Eduardo, pai separado de uma menina que é meio que minha heroína (putzgrila, há tanta coisa de minha vida que só essa moleca conhece!). Se estiverem com paciência de ler, aí vai um recado de um pai separado que aprendeu coisa pra cacete por conta dessa condição de pai separado.

    Faz sete anos que pago religiosamente a pensão alimentícia sem nenhum papel assinado por juíz nenhum, e sempre me senti mais à vontade pagando assim, na base do fio do bigode, tá entendendo? Não preciso que o Estado me dê ameaças de prisão para que minha pequena receba 35% dos meus rendimentos, isso aí pra mim é questão de usar calça comprida e barba na cara. Não sou nenhum exemplo de pai, vivo minhas culpas em relação à menina, me prego na cruz regularmente, mas eu queria aqui dizer um negócio: atenção homens e mulheres de minha camaradagem, vivam a vida do modo mais honroso, porque o ser humano é capaz de criar os sete infernos para si. E, se os pais considerarem a dignidade e a honradez como caminhos para a vida, os filhos, mesmo separados, vão enxergá-los como os melhores dos seres humanos!

    Quanto à mãe da menina, não vou negar que tive e tenho pequenas chateações com ela, mas vejam que grande barato: demorou um tempão até eu entender que minhas tristezas e raivas eram EM RELAÇÃO A MIM, e não em EM RELAÇÃO À QUALIDADE DE MINHA EX-ESPOSA COMO MÃE. Então os anos passaram, e minha ex casou-se de novo. Sou um sujeito de sorte, porque o novo marido de minha ex é um bom homem, segundo minha ex, minha filha e o próprio dão a perceber, e o bacana é que fui forçado a modificar meu modo de ver as coisas graças a isso (ou graças a isso entre uma porção de outras coisas). Porque, anos atrás, eu desejaria simplesmente matar um indivíduo que se metesse a besta de morar com minha filha. Felizmente, porém, os direitos são e devem ser iguais, e aconteceu que eu também me casei de novo. Sou hoje da opinião de que, mesmo diante das injustiças reais e doídas da vida real e doída, nós, pais e mães separados, poderíamos minorar uma série de desgostos que amargamos se estivéssemos dispostos a ver nossos ex-cônjuges de um modo menos afetado. Pra mim é fácil dizer isso porque, como já disse, considero-me um sujeito de sorte, embora tenha aqui minhas tentações de dizer que minha ex-esposa é isso e aquilo, o que me faz sentir extremamente tolo. Não vou dizer que gosto de ter uma relação involutária com a mãe de minha menina. Por outro lado, toda vez que tento fazer um exame mais profundo e responsável das coisas, sinto-me em cada vez menores condições de desaboná-la. Aliás, a mulhereda aí vai concordar comigo: nós homens temos uma mania de culpar as mulheres que não é fácil! Não sou nenhum simpatizante do feminismo, mas isso de culpabilizar as mulheres por tudo aquilo que nós gostaríamos de fazer e não fizemos não pode estar certo. E para as mulheres: sejam livres de fato, mulheres de meu coração, a alienação e a miséria material e espiritual são o inimigo comum das mulheres e dos homens, nós somos igualmente frágeis, aprendizes de todoas as coisas.

    Quanto à filha (ela tem hoje 8 anos), sinto-me seguro para dizer que me vejo muito mais presente em sua vida que muito pai “em casa”. A mãe dela é uma boa mulher, uma boa mãe, embora tenhamos muitas diferenças, e o melhor de tudo é que ela e minha esposa atual respeitam-se e tratam-se com a maior cordialidade. Eu também procuro sempre ter a minha melhor postura com o padastro de minha filha (minha filha tem padastro e madrasta, como sofri até entender que isso é normal, pô!), temos um tratamento até muito carinhoso, embora com alguma reticência da parte dele. Esse camarada tem uma filha adolescente, por sinal gente da melhor qualidade, que trata minha menina de irmã, e eu vejo isso tudo com bons olhos.

    Por outro lado muita coisa me dói até hoje em relação ao meu primeiro casamento, mas eu tive muita vontade de participar desta coluna para manifestar o seguinte: se eu, reconhecendo ser um cara sortudo, talvez muito mais que a maioria, quisesse me manter predisposto a fiar todos os meus sentimentos de pai no que há de mais espinhoso e azedo, provavelmente eu estaria aqui fazendo as queixas habituais, porque minha ex-esposa me fez isso, porque minha ex-esposa me tacou aquilo, tudo conforme o “script”. Na verdade eu vira e mexe me pego fazendo isso, o que não é correto. Vivo meus infernos como pai separado, mas e daí? Vamos ter por um momento a coragem de dizer que nossas ex-esposas ou nossos ex-maridos são e podem ser pessoas caras para nós, se não quanto aos afetos, pelo menos quanto a sua dignidade humana. Afinal nós, por nossa livre vontade, chegamos um dia a amá-las e amá-los com todo o fervor de nossos corações, ou com nossa mais viva esperança. É isso: para todos os efeitos, para todos os melhores e piores efeitos, NINGUÉM É INOCENTE, MAS NINGUÉM MESMO! E vamos lá cuidar da nossa vida, gente, porque se bobear, o pior já passou — podendo o melhor estar por vir segundo o que nós mesmos valorizamos. Nossos filhos não são trouxas: eles entendem isso tudo e esperam o melhor de nós.

    Abraços a todos.

  • Eduardo Vianna

    Alô, gente, lá vou eu metendo a colher neste sítio que acabei de conhecer e já gostei. Aqui “fala” o Eduardo, pai separado de uma menina que é meio que minha heroína (putzgrila, há tanta coisa de minha vida que só essa moleca conhece!). Se estiverem com paciência de ler, aí vai um recado de um pai separado que aprendeu coisa pra cacete por conta dessa condição de pai separado.

    Faz sete anos que pago religiosamente a pensão alimentícia sem nenhum papel assinado por juíz nenhum, e sempre me senti mais à vontade pagando assim, na base do fio do bigode, tá entendendo? Não preciso que o Estado me dê ameaças de prisão para que minha pequena receba 35% dos meus rendimentos, isso aí pra mim é questão de usar calça comprida e barba na cara. Não sou nenhum exemplo de pai, vivo minhas culpas em relação à menina, me prego na cruz regularmente, mas eu queria aqui dizer um negócio: atenção homens e mulheres de minha camaradagem, vivam a vida do modo mais honroso, porque o ser humano é capaz de criar os sete infernos para si. E, se os pais considerarem a dignidade e a honradez como caminhos para a vida, os filhos, mesmo separados, vão enxergá-los como os melhores dos seres humanos!

    Quanto à mãe da menina, não vou negar que tive e tenho pequenas chateações com ela, mas vejam que grande barato: demorou um tempão até eu entender que minhas tristezas e raivas eram EM RELAÇÃO A MIM, e não em EM RELAÇÃO À QUALIDADE DE MINHA EX-ESPOSA COMO MÃE. Então os anos passaram, e minha ex casou-se de novo. Sou um sujeito de sorte, porque o novo marido de minha ex é um bom homem, segundo minha ex, minha filha e o próprio dão a perceber, e o bacana é que fui forçado a modificar meu modo de ver as coisas graças a isso (ou graças a isso entre uma porção de outras coisas). Porque, anos atrás, eu desejaria simplesmente matar um indivíduo que se metesse a besta de morar com minha filha. Felizmente, porém, os direitos são e devem ser iguais, e aconteceu que eu também me casei de novo. Sou hoje da opinião de que, mesmo diante das injustiças reais e doídas da vida real e doída, nós, pais e mães separados, poderíamos minorar uma série de desgostos que amargamos se estivéssemos dispostos a ver nossos ex-cônjuges de um modo menos afetado. Pra mim é fácil dizer isso porque, como já disse, considero-me um sujeito de sorte, embora tenha aqui minhas tentações de dizer que minha ex-esposa é isso e aquilo, o que me faz sentir extremamente tolo. Não vou dizer que gosto de ter uma relação involutária com a mãe de minha menina. Por outro lado, toda vez que tento fazer um exame mais profundo e responsável das coisas, sinto-me em cada vez menores condições de desaboná-la. Aliás, a mulhereda aí vai concordar comigo: nós homens temos uma mania de culpar as mulheres que não é fácil! Não sou nenhum simpatizante do feminismo, mas isso de culpabilizar as mulheres por tudo aquilo que nós gostaríamos de fazer e não fizemos não pode estar certo. E para as mulheres: sejam livres de fato, mulheres de meu coração, a alienação e a miséria material e espiritual são o inimigo comum das mulheres e dos homens, nós somos igualmente frágeis, aprendizes de todoas as coisas.

    Quanto à filha (ela tem hoje 8 anos), sinto-me seguro para dizer que me vejo muito mais presente em sua vida que muito pai “em casa”. A mãe dela é uma boa mulher, uma boa mãe, embora tenhamos muitas diferenças, e o melhor de tudo é que ela e minha esposa atual respeitam-se e tratam-se com a maior cordialidade. Eu também procuro sempre ter a minha melhor postura com o padastro de minha filha (minha filha tem padastro e madrasta, como sofri até entender que isso é normal, pô!), temos um tratamento até muito carinhoso, embora com alguma reticência da parte dele. Esse camarada tem uma filha adolescente, por sinal gente da melhor qualidade, que trata minha menina de irmã, e eu vejo isso tudo com bons olhos.

    Por outro lado muita coisa me dói até hoje em relação ao meu primeiro casamento, mas eu tive muita vontade de participar desta coluna para manifestar o seguinte: se eu, reconhecendo ser um cara sortudo, talvez muito mais que a maioria, quisesse me manter predisposto a fiar todos os meus sentimentos de pai no que há de mais espinhoso e azedo, provavelmente eu estaria aqui fazendo as queixas habituais, porque minha ex-esposa me fez isso, porque minha ex-esposa me tacou aquilo, tudo conforme o “script”. Na verdade eu vira e mexe me pego fazendo isso, o que não é correto. Vivo meus infernos como pai separado, mas e daí? Vamos ter por um momento a coragem de dizer que nossas ex-esposas ou nossos ex-maridos são e podem ser pessoas caras para nós, se não quanto aos afetos, pelo menos quanto a sua dignidade humana. Afinal nós, por nossa livre vontade, chegamos um dia a amá-las e amá-los com todo o fervor de nossos corações, ou com nossa mais viva esperança. É isso: para todos os efeitos, para todos os melhores e piores efeitos, NINGUÉM É INOCENTE, MAS NINGUÉM MESMO! E vamos lá cuidar da nossa vida, gente, porque se bobear, o pior já passou — podendo o melhor estar por vir segundo o que nós mesmos valorizamos. Nossos filhos não são trouxas: eles entendem isso tudo e esperam o melhor de nós.

    Abraços a todos.

  • Eduardo Vianna

    Alô, gente, lá vou eu metendo a colher neste sítio que acabei de conhecer e já gostei. Aqui “fala” o Eduardo, pai separado de uma menina que é meio que minha heroína (putzgrila, há tanta coisa de minha vida que só essa moleca conhece!). Se estiverem com paciência de ler, aí vai um recado de um pai separado que aprendeu coisa pra cacete por conta dessa condição de pai separado.

    Faz sete anos que pago religiosamente a pensão alimentícia sem nenhum papel assinado por juíz nenhum, e sempre me senti mais à vontade pagando assim, na base do fio do bigode, tá entendendo? Não preciso que o Estado me dê ameaças de prisão para que minha pequena receba 35% dos meus rendimentos, isso aí pra mim é questão de usar calça comprida e barba na cara. Não sou nenhum exemplo de pai, vivo minhas culpas em relação à menina, me prego na cruz regularmente, mas eu queria aqui dizer um negócio: atenção homens e mulheres de minha camaradagem, vivam a vida do modo mais honroso, porque o ser humano é capaz de criar os sete infernos para si. E, se os pais considerarem a dignidade e a honradez como caminhos para a vida, os filhos, mesmo separados, vão enxergá-los como os melhores dos seres humanos!

    Quanto à mãe da menina, não vou negar que tive e tenho pequenas chateações com ela, mas vejam que grande barato: demorou um tempão até eu entender que minhas tristezas e raivas eram EM RELAÇÃO A MIM, e não em EM RELAÇÃO À QUALIDADE DE MINHA EX-ESPOSA COMO MÃE. Então os anos passaram, e minha ex casou-se de novo. Sou um sujeito de sorte, porque o novo marido de minha ex é um bom homem, segundo minha ex, minha filha e o próprio dão a perceber, e o bacana é que fui forçado a modificar meu modo de ver as coisas graças a isso (ou graças a isso entre uma porção de outras coisas). Porque, anos atrás, eu desejaria simplesmente matar um indivíduo que se metesse a besta de morar com minha filha. Felizmente, porém, os direitos são e devem ser iguais, e aconteceu que eu também me casei de novo. Sou hoje da opinião de que, mesmo diante das injustiças reais e doídas da vida real e doída, nós, pais e mães separados, poderíamos minorar uma série de desgostos que amargamos se estivéssemos dispostos a ver nossos ex-cônjuges de um modo menos afetado. Pra mim é fácil dizer isso porque, como já disse, considero-me um sujeito de sorte, embora tenha aqui minhas tentações de dizer que minha ex-esposa é isso e aquilo, o que me faz sentir extremamente tolo. Não vou dizer que gosto de ter uma relação involutária com a mãe de minha menina. Por outro lado, toda vez que tento fazer um exame mais profundo e responsável das coisas, sinto-me em cada vez menores condições de desaboná-la. Aliás, a mulhereda aí vai concordar comigo: nós homens temos uma mania de culpar as mulheres que não é fácil! Não sou nenhum simpatizante do feminismo, mas isso de culpabilizar as mulheres por tudo aquilo que nós gostaríamos de fazer e não fizemos não pode estar certo. E para as mulheres: sejam livres de fato, mulheres de meu coração, a alienação e a miséria material e espiritual são o inimigo comum das mulheres e dos homens, nós somos igualmente frágeis, aprendizes de todoas as coisas.

    Quanto à filha (ela tem hoje 8 anos), sinto-me seguro para dizer que me vejo muito mais presente em sua vida que muito pai “em casa”. A mãe dela é uma boa mulher, uma boa mãe, embora tenhamos muitas diferenças, e o melhor de tudo é que ela e minha esposa atual respeitam-se e tratam-se com a maior cordialidade. Eu também procuro sempre ter a minha melhor postura com o padastro de minha filha (minha filha tem padastro e madrasta, como sofri até entender que isso é normal, pô!), temos um tratamento até muito carinhoso, embora com alguma reticência da parte dele. Esse camarada tem uma filha adolescente, por sinal gente da melhor qualidade, que trata minha menina de irmã, e eu vejo isso tudo com bons olhos.

    Por outro lado muita coisa me dói até hoje em relação ao meu primeiro casamento, mas eu tive muita vontade de participar desta coluna para manifestar o seguinte: se eu, reconhecendo ser um cara sortudo, talvez muito mais que a maioria, quisesse me manter predisposto a fiar todos os meus sentimentos de pai no que há de mais espinhoso e azedo, provavelmente eu estaria aqui fazendo as queixas habituais, porque minha ex-esposa me fez isso, porque minha ex-esposa me tacou aquilo, tudo conforme o “script”. Na verdade eu vira e mexe me pego fazendo isso, o que não é correto. Vivo meus infernos como pai separado, mas e daí? Vamos ter por um momento a coragem de dizer que nossas ex-esposas ou nossos ex-maridos são e podem ser pessoas caras para nós, se não quanto aos afetos, pelo menos quanto a sua dignidade humana. Afinal nós, por nossa livre vontade, chegamos um dia a amá-las e amá-los com todo o fervor de nossos corações, ou com nossa mais viva esperança. É isso: para todos os efeitos, para todos os melhores e piores efeitos, NINGUÉM É INOCENTE, MAS NINGUÉM MESMO! E vamos lá cuidar da nossa vida, gente, porque se bobear, o pior já passou — podendo o melhor estar por vir segundo o que nós mesmos valorizamos. Nossos filhos não são trouxas: eles entendem isso tudo e esperam o melhor de nós.

    Abraços a todos.

  • Eduardo Vianna

    Só uma retificação. Eu disse que tenho pequenas chateações com a mãe de minha filha, mas a verdade é que são chateações pequenas e grandes. Mas se os pais separados acham que sua situação é muito terrível e etc, considere-se por um momento o que seria ter um filho com gravíssimos problemas de saúde, digamos um mal incurável e letal. Daí a dizer que certos problemas, por amargosos e tristonhos que realmente sejam, podem no mais das vezes ser vistos como pequenos em relação a outros problemas. E vamos parar de pôr a culpa sobre a vida ser difícil em ex-esposas e ex-maridos, os filhos tendem a desconfiar de gente covarde (embora todo mundo seja às vezes meio covarde em relação a um determinado assunto, realmente ninguém é inocente).

  • Eduardo Vianna

    Só uma retificação. Eu disse que tenho pequenas chateações com a mãe de minha filha, mas a verdade é que são chateações pequenas e grandes. Mas se os pais separados acham que sua situação é muito terrível e etc, considere-se por um momento o que seria ter um filho com gravíssimos problemas de saúde, digamos um mal incurável e letal. Daí a dizer que certos problemas, por amargosos e tristonhos que realmente sejam, podem no mais das vezes ser vistos como pequenos em relação a outros problemas. E vamos parar de pôr a culpa sobre a vida ser difícil em ex-esposas e ex-maridos, os filhos tendem a desconfiar de gente covarde (embora todo mundo seja às vezes meio covarde em relação a um determinado assunto, realmente ninguém é inocente).

  • Eduardo Vianna

    Só uma retificação. Eu disse que tenho pequenas chateações com a mãe de minha filha, mas a verdade é que são chateações pequenas e grandes. Mas se os pais separados acham que sua situação é muito terrível e etc, considere-se por um momento o que seria ter um filho com gravíssimos problemas de saúde, digamos um mal incurável e letal. Daí a dizer que certos problemas, por amargosos e tristonhos que realmente sejam, podem no mais das vezes ser vistos como pequenos em relação a outros problemas. E vamos parar de pôr a culpa sobre a vida ser difícil em ex-esposas e ex-maridos, os filhos tendem a desconfiar de gente covarde (embora todo mundo seja às vezes meio covarde em relação a um determinado assunto, realmente ninguém é inocente).

  • Isa Carla

    Entrei com pedido de pensao alimenticia pro meu filho, E na audiencia o pai dele mentiu sobre tudo, disse que nao tinha condiçoes de paga uma pensao justa.. Ele me propois varias chantagens, dizendo que ia me dar um alto valor pra eu voltar pra minha terra natal e desistir da audiencia. Como nao aceitei, ele pagou um bom advogado e eu nao tinha como prova que ele estava mentindo, ele que é autonomo, tem 2 box, carro, e outos bens.. Agora como eu trabalhava com ele e to desempregada, nao conseguir por meu filho na creche, E ele ainda ameaça tirar meu filho de mim, alegando que nao tenho condiçoes de cria-lo. Porfavor alguém me ajude.. Desde já agradeço

  • Isa Carla

    Entrei com pedido de pensao alimenticia pro meu filho, E na audiencia o pai dele mentiu sobre tudo, disse que nao tinha condiçoes de paga uma pensao justa.. Ele me propois varias chantagens, dizendo que ia me dar um alto valor pra eu voltar pra minha terra natal e desistir da audiencia. Como nao aceitei, ele pagou um bom advogado e eu nao tinha como prova que ele estava mentindo, ele que é autonomo, tem 2 box, carro, e outos bens.. Agora como eu trabalhava com ele e to desempregada, nao conseguir por meu filho na creche, E ele ainda ameaça tirar meu filho de mim, alegando que nao tenho condiçoes de cria-lo. Porfavor alguém me ajude.. Desde já agradeço

  • Isa Carla

    Entrei com pedido de pensao alimenticia pro meu filho, E na audiencia o pai dele mentiu sobre tudo, disse que nao tinha condiçoes de paga uma pensao justa.. Ele me propois varias chantagens, dizendo que ia me dar um alto valor pra eu voltar pra minha terra natal e desistir da audiencia. Como nao aceitei, ele pagou um bom advogado e eu nao tinha como prova que ele estava mentindo, ele que é autonomo, tem 2 box, carro, e outos bens.. Agora como eu trabalhava com ele e to desempregada, nao conseguir por meu filho na creche, E ele ainda ameaça tirar meu filho de mim, alegando que nao tenho condiçoes de cria-lo. Porfavor alguém me ajude.. Desde já agradeço

  • Isa Carla

    Para completar.. Namoramos quase 4 anos e trabalhavamos juntos pra contruir “nosso futuro”. E moramos 7 meses juntos (regado a lagrimas e com muitas decepçoes). Ele vendeu uma propriedade que estava no meu nome(box onde eu trabalhava), quando estava na minha terra natal com minha familia(pq ele disse q era melhor eu ir q nao poderia cuidar de mim, qnd o bb nascesse.) Nao quero nada dele, mais so queria q a justiça fosse feita, pq ele gasta tudo em baladas, mulheres, só usa roupas de marca..(nada contra desde que nada falte pro filho dele). Ficou determinado pra ele ficar com o bb aos sabado, e ele paga a prima pra ficar. Ele disse que nao queria saber, mais quem ia pagar era o bb, pq ele ia pagar mais, e por eu ter posto ele “no pau” agora vai pagar bem menos do que iria pagar..

  • Isa Carla

    Para completar.. Namoramos quase 4 anos e trabalhavamos juntos pra contruir “nosso futuro”. E moramos 7 meses juntos (regado a lagrimas e com muitas decepçoes). Ele vendeu uma propriedade que estava no meu nome(box onde eu trabalhava), quando estava na minha terra natal com minha familia(pq ele disse q era melhor eu ir q nao poderia cuidar de mim, qnd o bb nascesse.) Nao quero nada dele, mais so queria q a justiça fosse feita, pq ele gasta tudo em baladas, mulheres, só usa roupas de marca..(nada contra desde que nada falte pro filho dele). Ficou determinado pra ele ficar com o bb aos sabado, e ele paga a prima pra ficar. Ele disse que nao queria saber, mais quem ia pagar era o bb, pq ele ia pagar mais, e por eu ter posto ele “no pau” agora vai pagar bem menos do que iria pagar..

  • Isa Carla

    Para completar.. Namoramos quase 4 anos e trabalhavamos juntos pra contruir “nosso futuro”. E moramos 7 meses juntos (regado a lagrimas e com muitas decepçoes). Ele vendeu uma propriedade que estava no meu nome(box onde eu trabalhava), quando estava na minha terra natal com minha familia(pq ele disse q era melhor eu ir q nao poderia cuidar de mim, qnd o bb nascesse.) Nao quero nada dele, mais so queria q a justiça fosse feita, pq ele gasta tudo em baladas, mulheres, só usa roupas de marca..(nada contra desde que nada falte pro filho dele). Ficou determinado pra ele ficar com o bb aos sabado, e ele paga a prima pra ficar. Ele disse que nao queria saber, mais quem ia pagar era o bb, pq ele ia pagar mais, e por eu ter posto ele “no pau” agora vai pagar bem menos do que iria pagar..

  • marco

    gostaria de saber, se ainda tenho que pagar pensão alimentícia para minha filha, que fez 18 anos em maio deste ano?

    verdadeiro ou falso, a seguinte informação: filho maior de idade morando com os pais tem por obrigação, ajudar nas despesas da casa( por lei)? e quanto à moradia é obrigação dos pais acolher, filho maior, e que não queira nada com a hora do Brasil

  • marco

    gostaria de saber, se ainda tenho que pagar pensão alimentícia para minha filha, que fez 18 anos em maio deste ano?

    verdadeiro ou falso, a seguinte informação: filho maior de idade morando com os pais tem por obrigação, ajudar nas despesas da casa( por lei)? e quanto à moradia é obrigação dos pais acolher, filho maior, e que não queira nada com a hora do Brasil

  • marco

    gostaria de saber, se ainda tenho que pagar pensão alimentícia para minha filha, que fez 18 anos em maio deste ano?

    verdadeiro ou falso, a seguinte informação: filho maior de idade morando com os pais tem por obrigação, ajudar nas despesas da casa( por lei)? e quanto à moradia é obrigação dos pais acolher, filho maior, e que não queira nada com a hora do Brasil

  • Cristiane

    olá,goataria de saber como faço para receber a pensão alimenticia se não tenho o endereço do calhorda do pai nem do trabalho dele.tenho 3 filhos dele. meu divórcio saiu a 4 anos atrás só recebi dois meses. e o pior que quando, algumas pessoas que conhecemos em comum o encontram na praia na cidade onde ele mora ele diz que sustenta à todos nós e inclusive meu atual marido, que na verdade assumiu os nossos os meus filhos. não posso nem trabalhar fora por ter que cuidar das crianças. meu problema tem solução?

  • Cristiane

    olá,goataria de saber como faço para receber a pensão alimenticia se não tenho o endereço do calhorda do pai nem do trabalho dele.tenho 3 filhos dele. meu divórcio saiu a 4 anos atrás só recebi dois meses. e o pior que quando, algumas pessoas que conhecemos em comum o encontram na praia na cidade onde ele mora ele diz que sustenta à todos nós e inclusive meu atual marido, que na verdade assumiu os nossos os meus filhos. não posso nem trabalhar fora por ter que cuidar das crianças. meu problema tem solução?

  • Cristiane

    olá,goataria de saber como faço para receber a pensão alimenticia se não tenho o endereço do calhorda do pai nem do trabalho dele.tenho 3 filhos dele. meu divórcio saiu a 4 anos atrás só recebi dois meses. e o pior que quando, algumas pessoas que conhecemos em comum o encontram na praia na cidade onde ele mora ele diz que sustenta à todos nós e inclusive meu atual marido, que na verdade assumiu os nossos os meus filhos. não posso nem trabalhar fora por ter que cuidar das crianças. meu problema tem solução?

  • http://contaoutrapiada.blogspot.com/2008/10/na-borda-do-meu-chapu.html Lélio de Assis

    Eu gostei tanto desse texto que coloquei um link em meu blog para cá, para que leiam sobre o assunto.

    É um assunto polêmico que a gente não sabe quem está certo.

    Dia desses um rapaz foi perseguido pela polícia e tentou pular o muro daqui de casa. Não conseguiu. A polícia também não, por isso não pegou ele.

    Não sei se fiquei com pena do rapaz ou com raiva.

  • http://contaoutrapiada.blogspot.com/2008/10/na-borda-do-meu-chapu.html Lélio de Assis

    Eu gostei tanto desse texto que coloquei um link em meu blog para cá, para que leiam sobre o assunto.

    É um assunto polêmico que a gente não sabe quem está certo.

    Dia desses um rapaz foi perseguido pela polícia e tentou pular o muro daqui de casa. Não conseguiu. A polícia também não, por isso não pegou ele.

    Não sei se fiquei com pena do rapaz ou com raiva.

  • http://contaoutrapiada.blogspot.com/2008/10/na-borda-do-meu-chapu.html Lélio de Assis

    Eu gostei tanto desse texto que coloquei um link em meu blog para cá, para que leiam sobre o assunto.

    É um assunto polêmico que a gente não sabe quem está certo.

    Dia desses um rapaz foi perseguido pela polícia e tentou pular o muro daqui de casa. Não conseguiu. A polícia também não, por isso não pegou ele.

    Não sei se fiquei com pena do rapaz ou com raiva.

  • SELMA

    HELP!!!
    PRECISO URGENTE SABER COMO FAÇO PARA QUE O PAI DA MINHA FILHA DE 15 ANOS DÊ PENSÃO. POIS DESDE QUE ELA TINHA 7 ANOS QDO ME SEPAREI ELE NÃO DÁ PENSÃO, EU NÃO AGUENTO MAIS, POIS A MENINA SE TORNOU UMA ADOLESCENTE E EU NÃO CONSIGO MAIS CUIDAR DELA COMO MERECE! POR FAVOR ME AJUDEM!

  • SELMA

    HELP!!!
    PRECISO URGENTE SABER COMO FAÇO PARA QUE O PAI DA MINHA FILHA DE 15 ANOS DÊ PENSÃO. POIS DESDE QUE ELA TINHA 7 ANOS QDO ME SEPAREI ELE NÃO DÁ PENSÃO, EU NÃO AGUENTO MAIS, POIS A MENINA SE TORNOU UMA ADOLESCENTE E EU NÃO CONSIGO MAIS CUIDAR DELA COMO MERECE! POR FAVOR ME AJUDEM!

  • SELMA

    HELP!!!
    PRECISO URGENTE SABER COMO FAÇO PARA QUE O PAI DA MINHA FILHA DE 15 ANOS DÊ PENSÃO. POIS DESDE QUE ELA TINHA 7 ANOS QDO ME SEPAREI ELE NÃO DÁ PENSÃO, EU NÃO AGUENTO MAIS, POIS A MENINA SE TORNOU UMA ADOLESCENTE E EU NÃO CONSIGO MAIS CUIDAR DELA COMO MERECE! POR FAVOR ME AJUDEM!

  • cleide silva

    oi geeente…..
    tudo bem com vcs???
    eu tava lendo o comentario de vcs…bacada heinn
    eu adorei os da JADE…querida vc é demais…
    Eu tenho esse problema tambem com meu ex- namorado…
    meu filho tem dois anos…e vcs acreditam q até hoje esse
    desgraçado não registrou a criança, mas paga pensão de vez em quando…(quando ele quer neh)…
    depois q a criança nasceu ele foi morar em outra cidade, pra fugir da responsablidade…
    Eu já tentei resolver, mas até agora…e a justiça também aqui é
    meio falha.
    E ele é policial militar…
    ele praticamente abandonou o filho dele…
    mas hoje eu trabalho e faço facildade e não dependo dele pra nada.
    meu filho mora com a minha mãe…em outra cidade…
    todos mundo longe do outro fica didicil de resolver
    Eu não faço muita questão da pensão…mas isso é uma coisa q é um dever dele…sem outros questionamentos…
    CLÁUDIA, de que maneira vc acha q posso resolver esse problema???

    BJS…queridos…

    Ah, me add no orkut e msn…brankin_hah@hotmail.com

  • cleide silva

    oi geeente…..
    tudo bem com vcs???
    eu tava lendo o comentario de vcs…bacada heinn
    eu adorei os da JADE…querida vc é demais…
    Eu tenho esse problema tambem com meu ex- namorado…
    meu filho tem dois anos…e vcs acreditam q até hoje esse
    desgraçado não registrou a criança, mas paga pensão de vez em quando…(quando ele quer neh)…
    depois q a criança nasceu ele foi morar em outra cidade, pra fugir da responsablidade…
    Eu já tentei resolver, mas até agora…e a justiça também aqui é
    meio falha.
    E ele é policial militar…
    ele praticamente abandonou o filho dele…
    mas hoje eu trabalho e faço facildade e não dependo dele pra nada.
    meu filho mora com a minha mãe…em outra cidade…
    todos mundo longe do outro fica didicil de resolver
    Eu não faço muita questão da pensão…mas isso é uma coisa q é um dever dele…sem outros questionamentos…
    CLÁUDIA, de que maneira vc acha q posso resolver esse problema???

    BJS…queridos…

    Ah, me add no orkut e msn…brankin_hah@hotmail.com

  • cleide silva

    oi geeente…..
    tudo bem com vcs???
    eu tava lendo o comentario de vcs…bacada heinn
    eu adorei os da JADE…querida vc é demais…
    Eu tenho esse problema tambem com meu ex- namorado…
    meu filho tem dois anos…e vcs acreditam q até hoje esse
    desgraçado não registrou a criança, mas paga pensão de vez em quando…(quando ele quer neh)…
    depois q a criança nasceu ele foi morar em outra cidade, pra fugir da responsablidade…
    Eu já tentei resolver, mas até agora…e a justiça também aqui é
    meio falha.
    E ele é policial militar…
    ele praticamente abandonou o filho dele…
    mas hoje eu trabalho e faço facildade e não dependo dele pra nada.
    meu filho mora com a minha mãe…em outra cidade…
    todos mundo longe do outro fica didicil de resolver
    Eu não faço muita questão da pensão…mas isso é uma coisa q é um dever dele…sem outros questionamentos…
    CLÁUDIA, de que maneira vc acha q posso resolver esse problema???

    BJS…queridos…

    Ah, me add no orkut e msn…brankin_hah@hotmail.com

  • Silvia

    Prezdda Cláuida,

    Ao fazer uma busca achei teu artigo e na hora certa, preciso sanar algumas dúvidas.

    1º – Quando o pai – que paga a pensão – tira férias e o percentual é em cima do salário recebido, automaticamente a pensão poderá vir maior – com o valor das férias incluso – ao sair e/ou retornar de férias? Tá correto esse pensamento?

    caso esteja, 2º – Como é debitado diretamente do salário dele e depositado na minha conta, loga a criança ainda ñ tem c/c, caso isso não venha ocorrendo de quem poderá ser a “culpa” ou negligência? E como posso resolver essa questão?

    A dúvida é decorrente do fato de ter recebido o mesmo valor mensalmente e neste mês veio um depósito menor – 70% a menos do recebido – e descobri que ele havia saído de férias retornando agora, certo que não tirou os 30 dias de direito, mas isso é indiferente pelo fato da pensão ser sobre o valor recebido, estou certa?

    Não é a primeira vez que isso ocorre e sempre dizem que pode ser erro é de terceiros (empresa, contabilidade etc). O que devo fazer nessa situação?
    Desde já agradeço a atenção

    Silvia

  • Silvia

    Prezdda Cláuida,

    Ao fazer uma busca achei teu artigo e na hora certa, preciso sanar algumas dúvidas.

    1º – Quando o pai – que paga a pensão – tira férias e o percentual é em cima do salário recebido, automaticamente a pensão poderá vir maior – com o valor das férias incluso – ao sair e/ou retornar de férias? Tá correto esse pensamento?

    caso esteja, 2º – Como é debitado diretamente do salário dele e depositado na minha conta, loga a criança ainda ñ tem c/c, caso isso não venha ocorrendo de quem poderá ser a “culpa” ou negligência? E como posso resolver essa questão?

    A dúvida é decorrente do fato de ter recebido o mesmo valor mensalmente e neste mês veio um depósito menor – 70% a menos do recebido – e descobri que ele havia saído de férias retornando agora, certo que não tirou os 30 dias de direito, mas isso é indiferente pelo fato da pensão ser sobre o valor recebido, estou certa?

    Não é a primeira vez que isso ocorre e sempre dizem que pode ser erro é de terceiros (empresa, contabilidade etc). O que devo fazer nessa situação?
    Desde já agradeço a atenção

    Silvia

  • Silvia

    Prezdda Cláuida,

    Ao fazer uma busca achei teu artigo e na hora certa, preciso sanar algumas dúvidas.

    1º – Quando o pai – que paga a pensão – tira férias e o percentual é em cima do salário recebido, automaticamente a pensão poderá vir maior – com o valor das férias incluso – ao sair e/ou retornar de férias? Tá correto esse pensamento?

    caso esteja, 2º – Como é debitado diretamente do salário dele e depositado na minha conta, loga a criança ainda ñ tem c/c, caso isso não venha ocorrendo de quem poderá ser a “culpa” ou negligência? E como posso resolver essa questão?

    A dúvida é decorrente do fato de ter recebido o mesmo valor mensalmente e neste mês veio um depósito menor – 70% a menos do recebido – e descobri que ele havia saído de férias retornando agora, certo que não tirou os 30 dias de direito, mas isso é indiferente pelo fato da pensão ser sobre o valor recebido, estou certa?

    Não é a primeira vez que isso ocorre e sempre dizem que pode ser erro é de terceiros (empresa, contabilidade etc). O que devo fazer nessa situação?
    Desde já agradeço a atenção

    Silvia

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    @cleide silva, obrigada pelo elogio, desejo-lhe sorte nessa empreitada. Responsabilidade e maturidade não é prá qualquer um, viu?
    Beijos!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    @cleide silva, obrigada pelo elogio, desejo-lhe sorte nessa empreitada. Responsabilidade e maturidade não é prá qualquer um, viu?
    Beijos!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    @cleide silva, obrigada pelo elogio, desejo-lhe sorte nessa empreitada. Responsabilidade e maturidade não é prá qualquer um, viu?
    Beijos!!

  • Evandro

    Dra.Claudia tenho dois filhos com minha ex mulher,e sustentei uma outra filha dela com outro cara,pago pensão desde que me separei,a dois anos atrás ela entrou na justiça para aumentar a pensão,conseguiu aumentar um pouco.
    o problema é o seguinte ela se amigou com outro e esse outro por sua vez é ladrão e esta presso,ela ja mudou de residência umas quatro vezes de endereço e agora não passa um final de semana sem que ela não vá visitar o cara na cadeia,isso está causando alguns problemas com meus filhos,já que eles ficam sozinhos e minha filha desperta muita cobiça de qualquer marmanjo.

  • Evandro

    Dra.Claudia tenho dois filhos com minha ex mulher,e sustentei uma outra filha dela com outro cara,pago pensão desde que me separei,a dois anos atrás ela entrou na justiça para aumentar a pensão,conseguiu aumentar um pouco.
    o problema é o seguinte ela se amigou com outro e esse outro por sua vez é ladrão e esta presso,ela ja mudou de residência umas quatro vezes de endereço e agora não passa um final de semana sem que ela não vá visitar o cara na cadeia,isso está causando alguns problemas com meus filhos,já que eles ficam sozinhos e minha filha desperta muita cobiça de qualquer marmanjo.

  • Evandro

    Dra.Claudia tenho dois filhos com minha ex mulher,e sustentei uma outra filha dela com outro cara,pago pensão desde que me separei,a dois anos atrás ela entrou na justiça para aumentar a pensão,conseguiu aumentar um pouco.
    o problema é o seguinte ela se amigou com outro e esse outro por sua vez é ladrão e esta presso,ela ja mudou de residência umas quatro vezes de endereço e agora não passa um final de semana sem que ela não vá visitar o cara na cadeia,isso está causando alguns problemas com meus filhos,já que eles ficam sozinhos e minha filha desperta muita cobiça de qualquer marmanjo.

  • Evandro

    O que pode ser feito?

  • Evandro

    O que pode ser feito?

  • Evandro

    O que pode ser feito?

  • Cláudio

    olá, sou divorciado aproximadamente a treis anos, moro atualmente no exterior e pago pensao alimenticia aprox. a quatro anos, rogorosamente em dia, estou em busca de minha cidadania por ser descendente de italianos. Só que a minha situacao esta ilegal com relacao minha permanencia no exterior devido ainda nao ter conseguido a tal cidadania e nao estou trabalhando e nem tendo renda, moro atualmente de favor na casa de uma amiga que é casada com um europeu, no entanto, gostaria de saber como ficaria minha situacao perante a justica Brasileira se eu parar de pagar a pensao ou simplesmente passar a pagar só a metade.

    obrigado,

    Cláudio.

  • Cláudio

    olá, sou divorciado aproximadamente a treis anos, moro atualmente no exterior e pago pensao alimenticia aprox. a quatro anos, rogorosamente em dia, estou em busca de minha cidadania por ser descendente de italianos. Só que a minha situacao esta ilegal com relacao minha permanencia no exterior devido ainda nao ter conseguido a tal cidadania e nao estou trabalhando e nem tendo renda, moro atualmente de favor na casa de uma amiga que é casada com um europeu, no entanto, gostaria de saber como ficaria minha situacao perante a justica Brasileira se eu parar de pagar a pensao ou simplesmente passar a pagar só a metade.

    obrigado,

    Cláudio.

  • Cláudio

    olá, sou divorciado aproximadamente a treis anos, moro atualmente no exterior e pago pensao alimenticia aprox. a quatro anos, rogorosamente em dia, estou em busca de minha cidadania por ser descendente de italianos. Só que a minha situacao esta ilegal com relacao minha permanencia no exterior devido ainda nao ter conseguido a tal cidadania e nao estou trabalhando e nem tendo renda, moro atualmente de favor na casa de uma amiga que é casada com um europeu, no entanto, gostaria de saber como ficaria minha situacao perante a justica Brasileira se eu parar de pagar a pensao ou simplesmente passar a pagar só a metade.

    obrigado,

    Cláudio.

  • odacy

    Boa tarde queria me informar sobre uma pensao que meu pai pagar para meu filho,estou desempregado e ele pagar meio salario minimo(este que ele pagar meio salario minimo esta na justiça) e tenho outro filho que ele pagar 80,00 reais este outro nao esta na justiça,queria saber se eu posso da entrada numa petiçao pra baixa o valor desda que ganha um salario minimo obg e boa tarde.

  • odacy

    Boa tarde queria me informar sobre uma pensao que meu pai pagar para meu filho,estou desempregado e ele pagar meio salario minimo(este que ele pagar meio salario minimo esta na justiça) e tenho outro filho que ele pagar 80,00 reais este outro nao esta na justiça,queria saber se eu posso da entrada numa petiçao pra baixa o valor desda que ganha um salario minimo obg e boa tarde.

  • odacy

    Boa tarde queria me informar sobre uma pensao que meu pai pagar para meu filho,estou desempregado e ele pagar meio salario minimo(este que ele pagar meio salario minimo esta na justiça) e tenho outro filho que ele pagar 80,00 reais este outro nao esta na justiça,queria saber se eu posso da entrada numa petiçao pra baixa o valor desda que ganha um salario minimo obg e boa tarde.

  • mira

    estou me separando do meu marido e trabalho.ganho salario minimo.gostaria de saber se posso pedir pensão alimenticia para nossa filha de 13 anos e a mãe dele ajudar.pois ele é pedreiro.só estou esperando o juiz tira-lo de casa.

  • mira

    estou me separando do meu marido e trabalho.ganho salario minimo.gostaria de saber se posso pedir pensão alimenticia para nossa filha de 13 anos e a mãe dele ajudar.pois ele é pedreiro.só estou esperando o juiz tira-lo de casa.

  • mira

    estou me separando do meu marido e trabalho.ganho salario minimo.gostaria de saber se posso pedir pensão alimenticia para nossa filha de 13 anos e a mãe dele ajudar.pois ele é pedreiro.só estou esperando o juiz tira-lo de casa.

  • Eva Crislaine

    eu me separei hoje e tenho duas filhas uma de 7 meses e outra de 3 anos, e ele é motorista de um frigorifico e ganha 1.100 reais quero saber quanto ganho de pensão

  • Eva Crislaine

    eu me separei hoje e tenho duas filhas uma de 7 meses e outra de 3 anos, e ele é motorista de um frigorifico e ganha 1.100 reais quero saber quanto ganho de pensão

  • Eva Crislaine

    eu me separei hoje e tenho duas filhas uma de 7 meses e outra de 3 anos, e ele é motorista de um frigorifico e ganha 1.100 reais quero saber quanto ganho de pensão

  • Carmen Lúcia Silva

    Olá , tenho um filho de 5meses e no momento estou vivendo
    com o pai da criança; mas este nosso relacionamento é só uma forma de ele não pagar pensão. Digamos que é um pai atencioso só que infelizemente é usuário de drogas e gasta o que tem em festa e drogas, ele trabalha numa celulose de papel e ganha 700 reais ,bom eu vivo praticamente num inferno desde que eu descobri seus vicios.
    Mas o que eu queria saber quais são os direitos do meu filho até por que no momento estou desempregada, mas já estou procurando um emprego para mim manter e cuidar do meu filhote só que eu acho que ele deve receber uma pensão pois tem todo direto.
    Obrigada pela atenção e se vocês se interecar mais pela esta história entre em contato pelo o meu e-mail.

  • Carmen Lúcia Silva

    Olá , tenho um filho de 5meses e no momento estou vivendo
    com o pai da criança; mas este nosso relacionamento é só uma forma de ele não pagar pensão. Digamos que é um pai atencioso só que infelizemente é usuário de drogas e gasta o que tem em festa e drogas, ele trabalha numa celulose de papel e ganha 700 reais ,bom eu vivo praticamente num inferno desde que eu descobri seus vicios.
    Mas o que eu queria saber quais são os direitos do meu filho até por que no momento estou desempregada, mas já estou procurando um emprego para mim manter e cuidar do meu filhote só que eu acho que ele deve receber uma pensão pois tem todo direto.
    Obrigada pela atenção e se vocês se interecar mais pela esta história entre em contato pelo o meu e-mail.

  • http://web Carmen Lúcia Silva

    Olá , tenho um filho de 5meses e no momento estou vivendo
    com o pai da criança; mas este nosso relacionamento é só uma forma de ele não pagar pensão. Digamos que é um pai atencioso só que infelizemente é usuário de drogas e gasta o que tem em festa e drogas, ele trabalha numa celulose de papel e ganha 700 reais ,bom eu vivo praticamente num inferno desde que eu descobri seus vicios.
    Mas o que eu queria saber quais são os direitos do meu filho até por que no momento estou desempregada, mas já estou procurando um emprego para mim manter e cuidar do meu filhote só que eu acho que ele deve receber uma pensão pois tem todo direto.
    Obrigada pela atenção e se vocês se interecar mais pela esta história entre em contato pelo o meu e-mail.

  • Flavio.

    Ola.Tenho uma filha de 12 anos que vive com a mãe que já casou de novo e tem dois filhos com o novo marido.Na nossa separação o juiz estipulou o valor da pensão em dois salários mínimos(830,00 reais).Minha ex esposa trabalha(professora) e ganha seu próprio sustento.Seu atual marido também é professor e trabalha também. Amo muito minha filha e sempre paguei a pensão alimenticia.Por fora compro roupas,óculos(de grau),pago aulas de jazz,plano de saúde,e abri uma conta na padaria onde minha filha pode pegar o que quizer,inclusive tem almoçado 3 vezes por semana,pois minha ex não tem tempo para fazer almoço.Gostaria de saber se posso abater estes valores do valor que pago de pensão alimentícia.Como sou autonomo meu rendimento varia muito e tem baixado significativamente.Não quero que falte nada para minha filha.Se eu não dou “por fora”,minha ex simplesmente diz que não tem dinheiro e diz para ela “pede para teu pai”.
    Grato pela atenção.

  • Flavio.

    Ola.Tenho uma filha de 12 anos que vive com a mãe que já casou de novo e tem dois filhos com o novo marido.Na nossa separação o juiz estipulou o valor da pensão em dois salários mínimos(830,00 reais).Minha ex esposa trabalha(professora) e ganha seu próprio sustento.Seu atual marido também é professor e trabalha também. Amo muito minha filha e sempre paguei a pensão alimenticia.Por fora compro roupas,óculos(de grau),pago aulas de jazz,plano de saúde,e abri uma conta na padaria onde minha filha pode pegar o que quizer,inclusive tem almoçado 3 vezes por semana,pois minha ex não tem tempo para fazer almoço.Gostaria de saber se posso abater estes valores do valor que pago de pensão alimentícia.Como sou autonomo meu rendimento varia muito e tem baixado significativamente.Não quero que falte nada para minha filha.Se eu não dou “por fora”,minha ex simplesmente diz que não tem dinheiro e diz para ela “pede para teu pai”.
    Grato pela atenção.

  • Flavio.

    Ola.Tenho uma filha de 12 anos que vive com a mãe que já casou de novo e tem dois filhos com o novo marido.Na nossa separação o juiz estipulou o valor da pensão em dois salários mínimos(830,00 reais).Minha ex esposa trabalha(professora) e ganha seu próprio sustento.Seu atual marido também é professor e trabalha também. Amo muito minha filha e sempre paguei a pensão alimenticia.Por fora compro roupas,óculos(de grau),pago aulas de jazz,plano de saúde,e abri uma conta na padaria onde minha filha pode pegar o que quizer,inclusive tem almoçado 3 vezes por semana,pois minha ex não tem tempo para fazer almoço.Gostaria de saber se posso abater estes valores do valor que pago de pensão alimentícia.Como sou autonomo meu rendimento varia muito e tem baixado significativamente.Não quero que falte nada para minha filha.Se eu não dou “por fora”,minha ex simplesmente diz que não tem dinheiro e diz para ela “pede para teu pai”.
    Grato pela atenção.

  • LUIZ DEMETRUIS

    BOA TARDE.
    DEPOIS DE 16 ANOS DE CASADO,A CINCO ANOS FIZ VASECTOMIA E NESTE MIEO TEMPO MINHA EX ESPOSA COM QUEM AI TENHA RELAÇÕES VEIU A ENGRAVIDA,QUE AFILHA ERA MINHA SÓ QUE AGORA EU FIZ O ESPERMOGRAMA E DEVIDO A VASECTOMIA NÃO POSSO TER FILHOS.E AO DESCOBRE PEDE O DIVORCIO.QUERO PEDER A ANULAÇÃO DO REGEITRO E UMA IDENIZAÇÃO.

    MUITO OBRIGADO

  • LUIZ DEMETRUIS

    BOA TARDE.
    DEPOIS DE 16 ANOS DE CASADO,A CINCO ANOS FIZ VASECTOMIA E NESTE MIEO TEMPO MINHA EX ESPOSA COM QUEM AI TENHA RELAÇÕES VEIU A ENGRAVIDA,QUE AFILHA ERA MINHA SÓ QUE AGORA EU FIZ O ESPERMOGRAMA E DEVIDO A VASECTOMIA NÃO POSSO TER FILHOS.E AO DESCOBRE PEDE O DIVORCIO.QUERO PEDER A ANULAÇÃO DO REGEITRO E UMA IDENIZAÇÃO.

    MUITO OBRIGADO

  • http://EDINELIA.DEMETRIUS@HOTMAIL.COM LUIZ DEMETRUIS

    BOA TARDE.
    DEPOIS DE 16 ANOS DE CASADO,A CINCO ANOS FIZ VASECTOMIA E NESTE MIEO TEMPO MINHA EX ESPOSA COM QUEM AI TENHA RELAÇÕES VEIU A ENGRAVIDA,QUE AFILHA ERA MINHA SÓ QUE AGORA EU FIZ O ESPERMOGRAMA E DEVIDO A VASECTOMIA NÃO POSSO TER FILHOS.E AO DESCOBRE PEDE O DIVORCIO.QUERO PEDER A ANULAÇÃO DO REGEITRO E UMA IDENIZAÇÃO.

    MUITO OBRIGADO

  • jessika

    Ola Dra.Claudia,meu nome é alesandra,tenho uma filha de 14 anos,o meu ex mora no exterior,e esta com as pensoes atrasadas,e isso me deixa preocupada porque me falaram que ele nao pensa em voltar mais para o brasil,e se voltar,so depois que minha filha estiver de maior,ele fazendo isso cessa o direito dela continuar a receber as pensoes??ou mesmo ele demorando a retornar ao brasil ele tera que arcar com as pensoes depois??muito obrigada!

  • jessika

    Ola Dra.Claudia,meu nome é alesandra,tenho uma filha de 14 anos,o meu ex mora no exterior,e esta com as pensoes atrasadas,e isso me deixa preocupada porque me falaram que ele nao pensa em voltar mais para o brasil,e se voltar,so depois que minha filha estiver de maior,ele fazendo isso cessa o direito dela continuar a receber as pensoes??ou mesmo ele demorando a retornar ao brasil ele tera que arcar com as pensoes depois??muito obrigada!

  • jessika

    Ola Dra.Claudia,meu nome é alesandra,tenho uma filha de 14 anos,o meu ex mora no exterior,e esta com as pensoes atrasadas,e isso me deixa preocupada porque me falaram que ele nao pensa em voltar mais para o brasil,e se voltar,so depois que minha filha estiver de maior,ele fazendo isso cessa o direito dela continuar a receber as pensoes??ou mesmo ele demorando a retornar ao brasil ele tera que arcar com as pensoes depois??muito obrigada!

  • CÉLIO

    OI,

    ESTOU PREOCUPADO EU TENHO UMA FILHA DE UM CASAMENTO QUE NÃO DEU CERTO ME SEPAREI ELA ESTAVA COM 7 ANOS , EU MESMO PROCUREI O JUIZ E OFERECI A PENSÃO DE 15% MAIS REMÉDIO, UNIFORME, MATERIAL ESCOLAR, ALÉM DO PLANO DE SAÚDE DADO PELA EMPRESA. MAS AOS 10 ANOS ELA VEIO MORAR COMIGO POIS O PADRASTO A MALTRATAVA E MINHA EX AINDA FICOU RECEBENDO PENSÃO POR UM ANO E MEIO ATÉ SAIR O CANCELAMENTO E NUNCA ME REPASSOU O DINHEIRO. AGORA EM JULHO ELA FOI MORAR COM MÃE POIS QUERIA LIBERDADE ATÉ SE ENVOLVEU COM TRAFICANTES E NO MOMENTO ESTAMOS ESCONDENDO ELA POIS CORRE PERIGO. E EU DESCOBRI ONTEM QUE A MÃE DELA ME COLOCOU NA JUSTIÇA E SÓ FALTA DOIS MESES PARA ELA FAZER 18 ANOS. EU QUERIA SABER SE EU QUISESSE TRAZE -LÁ DE VOLTA MESMO SEM A MINHA FILHA QUERER SE EU POSSO?, SE NÃO QUANTO MAIS OU MENOS EU PAGARIA DE PENSÃO POIS A MÃE DELA NEM TENTOU CONVERSAR COMIGO TENHO MAIS DUAS FILHAS DE 5 MESES E 3 ANOS E UM DEPENDENTE FINANCEIRO DO MEU ATUAL CASAMENTO. POR FAVOR SE PUDER ME RESPONDA NO MOMENTO NÃO TENHO ADVOGADO E AS MINHAS DÚVIDAS SÃO MUITAS. DESDA

  • CÉLIO

    OI,

    ESTOU PREOCUPADO EU TENHO UMA FILHA DE UM CASAMENTO QUE NÃO DEU CERTO ME SEPAREI ELA ESTAVA COM 7 ANOS , EU MESMO PROCUREI O JUIZ E OFERECI A PENSÃO DE 15% MAIS REMÉDIO, UNIFORME, MATERIAL ESCOLAR, ALÉM DO PLANO DE SAÚDE DADO PELA EMPRESA. MAS AOS 10 ANOS ELA VEIO MORAR COMIGO POIS O PADRASTO A MALTRATAVA E MINHA EX AINDA FICOU RECEBENDO PENSÃO POR UM ANO E MEIO ATÉ SAIR O CANCELAMENTO E NUNCA ME REPASSOU O DINHEIRO. AGORA EM JULHO ELA FOI MORAR COM MÃE POIS QUERIA LIBERDADE ATÉ SE ENVOLVEU COM TRAFICANTES E NO MOMENTO ESTAMOS ESCONDENDO ELA POIS CORRE PERIGO. E EU DESCOBRI ONTEM QUE A MÃE DELA ME COLOCOU NA JUSTIÇA E SÓ FALTA DOIS MESES PARA ELA FAZER 18 ANOS. EU QUERIA SABER SE EU QUISESSE TRAZE -LÁ DE VOLTA MESMO SEM A MINHA FILHA QUERER SE EU POSSO?, SE NÃO QUANTO MAIS OU MENOS EU PAGARIA DE PENSÃO POIS A MÃE DELA NEM TENTOU CONVERSAR COMIGO TENHO MAIS DUAS FILHAS DE 5 MESES E 3 ANOS E UM DEPENDENTE FINANCEIRO DO MEU ATUAL CASAMENTO. POR FAVOR SE PUDER ME RESPONDA NO MOMENTO NÃO TENHO ADVOGADO E AS MINHAS DÚVIDAS SÃO MUITAS. DESDA

  • CÉLIO

    OI,

    ESTOU PREOCUPADO EU TENHO UMA FILHA DE UM CASAMENTO QUE NÃO DEU CERTO ME SEPAREI ELA ESTAVA COM 7 ANOS , EU MESMO PROCUREI O JUIZ E OFERECI A PENSÃO DE 15% MAIS REMÉDIO, UNIFORME, MATERIAL ESCOLAR, ALÉM DO PLANO DE SAÚDE DADO PELA EMPRESA. MAS AOS 10 ANOS ELA VEIO MORAR COMIGO POIS O PADRASTO A MALTRATAVA E MINHA EX AINDA FICOU RECEBENDO PENSÃO POR UM ANO E MEIO ATÉ SAIR O CANCELAMENTO E NUNCA ME REPASSOU O DINHEIRO. AGORA EM JULHO ELA FOI MORAR COM MÃE POIS QUERIA LIBERDADE ATÉ SE ENVOLVEU COM TRAFICANTES E NO MOMENTO ESTAMOS ESCONDENDO ELA POIS CORRE PERIGO. E EU DESCOBRI ONTEM QUE A MÃE DELA ME COLOCOU NA JUSTIÇA E SÓ FALTA DOIS MESES PARA ELA FAZER 18 ANOS. EU QUERIA SABER SE EU QUISESSE TRAZE -LÁ DE VOLTA MESMO SEM A MINHA FILHA QUERER SE EU POSSO?, SE NÃO QUANTO MAIS OU MENOS EU PAGARIA DE PENSÃO POIS A MÃE DELA NEM TENTOU CONVERSAR COMIGO TENHO MAIS DUAS FILHAS DE 5 MESES E 3 ANOS E UM DEPENDENTE FINANCEIRO DO MEU ATUAL CASAMENTO. POR FAVOR SE PUDER ME RESPONDA NO MOMENTO NÃO TENHO ADVOGADO E AS MINHAS DÚVIDAS SÃO MUITAS. DESDA

  • aderson

    quando meu filho tinha 3 anos procurei a justiça e ofereci 1 salario minimo de pensão.
    hoje ele esta com 14 anos , no decorrer destes 11anos algumas veses atrazei a pensão ,fui acionado e fiz um acordo com a mãe parcelando esta divida .
    hoje sou casado e tenho + 2 filhos ganho 736.00 e pago 415.00 de pensão devido a estes parcelamentos. 295.00 é valor de pensão e o restante é parcelamento (não é justo) pois tnho mais 2 filhos para sustentar.

  • aderson

    quando meu filho tinha 3 anos procurei a justiça e ofereci 1 salario minimo de pensão.
    hoje ele esta com 14 anos , no decorrer destes 11anos algumas veses atrazei a pensão ,fui acionado e fiz um acordo com a mãe parcelando esta divida .
    hoje sou casado e tenho + 2 filhos ganho 736.00 e pago 415.00 de pensão devido a estes parcelamentos. 295.00 é valor de pensão e o restante é parcelamento (não é justo) pois tnho mais 2 filhos para sustentar.

  • aderson

    quando meu filho tinha 3 anos procurei a justiça e ofereci 1 salario minimo de pensão.
    hoje ele esta com 14 anos , no decorrer destes 11anos algumas veses atrazei a pensão ,fui acionado e fiz um acordo com a mãe parcelando esta divida .
    hoje sou casado e tenho + 2 filhos ganho 736.00 e pago 415.00 de pensão devido a estes parcelamentos. 295.00 é valor de pensão e o restante é parcelamento (não é justo) pois tnho mais 2 filhos para sustentar.

  • Vandriely

    Oi Claudia, quero te contar o seguinte, tenho uma filha de 12 anos concluidos neste mês, o seu pai só começou a pagar a pensão com quase dois anos de idade. Com pouco tempo depois pediu revisão de pensão alegando que por fora faria como o Luis, (mas não fez), embora nem se compara com o que o Luis faz…Bom, ai eu muito idiota, consenti a redução da pensão por causa da sua insistencia de que faria diferente “por fora” de acordo com o que fosse resolvendo na sua vida.(pois alegava um momento dificil). Neste mesmo dia da revisão a ex-mulher dele tbem recebeu a intimação, a diferença é que ela não arredou o pé, e tudo continuou do mesmso jeito.Só aqui comigo que sofre um bom desconto na pensão. Tudo bem, foi qdo com o passar dos tempos a filha já com 8 anos, tentamos morar juntos, mas durou quase dois anos, ai ele me traiu sai da casa dele, e fui transferida pra uma cidade muito grande comparada à nossa cidadezinha.Não pude trazê-la, por um ano e meio morou com meus pais. Foi o periodo mais triste da minha vida.E o pai que quase nem ia vê-la (com 1 hora de distancia), e quase nem ligava pra ela tbem.Hj ela esta comigo já fazem dois anos.Arrumei uma outra pessoa, e está cada vez mais dificil sustentar uma adolescente, kkkkkk, vc sabe.Faço tudo por lea. Tenho vontade de colocar em uma escola particular mas n posso.Mas tenho uma pessoa que a reconhece como filha e claro arcamos juntos com tudo.Estamos juntos a quase dois anos)A única maneira que o pai dela gasta mesmo é nas datas importantes do ano.Ai ela quer tudo e ele acaba dando caso eu consinta de acordo com atitudes e comportamentos, enfim, escola, obediência…O problema é que o pai dela é avô, desde o ano passado e continuava pagando pensão pra filhas porque estudam e mesmo depois que virou mãe e claro são maioridade.Como posso reivindicar uma revisão de pensão, tenho direito,? Já que as outras filhas são grande e grandinha o suficiente pra se manter, até trabalham, enquanto eu fico com esta pensão desse jeito.É verdade que se vc tem uma outra pessoa perde este direito.Se for isso ele então deveria deixar de ser pai,afinal de contas porque um outro homem tem que assumir uma responsabilidade que é puramente do pai.Aliás o meu respeito à todos aqueles homens que assumem mulheres com filhos,acham que estes são super-homens de verdade.E se a justiça age assim como é que fica a responsabilidade deles.Eu não concordo com isso. Já que no meu caso este pai foi o tempo todo um covarde, o que ele paga de pensão é ridículo pois é empregado de grande empresa do estado(hidrelétrica)que ganha bem e tem outra pessoa morando com ele.

  • Vandriely

    Oi Claudia, quero te contar o seguinte, tenho uma filha de 12 anos concluidos neste mês, o seu pai só começou a pagar a pensão com quase dois anos de idade. Com pouco tempo depois pediu revisão de pensão alegando que por fora faria como o Luis, (mas não fez), embora nem se compara com o que o Luis faz…Bom, ai eu muito idiota, consenti a redução da pensão por causa da sua insistencia de que faria diferente “por fora” de acordo com o que fosse resolvendo na sua vida.(pois alegava um momento dificil). Neste mesmo dia da revisão a ex-mulher dele tbem recebeu a intimação, a diferença é que ela não arredou o pé, e tudo continuou do mesmso jeito.Só aqui comigo que sofre um bom desconto na pensão. Tudo bem, foi qdo com o passar dos tempos a filha já com 8 anos, tentamos morar juntos, mas durou quase dois anos, ai ele me traiu sai da casa dele, e fui transferida pra uma cidade muito grande comparada à nossa cidadezinha.Não pude trazê-la, por um ano e meio morou com meus pais. Foi o periodo mais triste da minha vida.E o pai que quase nem ia vê-la (com 1 hora de distancia), e quase nem ligava pra ela tbem.Hj ela esta comigo já fazem dois anos.Arrumei uma outra pessoa, e está cada vez mais dificil sustentar uma adolescente, kkkkkk, vc sabe.Faço tudo por lea. Tenho vontade de colocar em uma escola particular mas n posso.Mas tenho uma pessoa que a reconhece como filha e claro arcamos juntos com tudo.Estamos juntos a quase dois anos)A única maneira que o pai dela gasta mesmo é nas datas importantes do ano.Ai ela quer tudo e ele acaba dando caso eu consinta de acordo com atitudes e comportamentos, enfim, escola, obediência…O problema é que o pai dela é avô, desde o ano passado e continuava pagando pensão pra filhas porque estudam e mesmo depois que virou mãe e claro são maioridade.Como posso reivindicar uma revisão de pensão, tenho direito,? Já que as outras filhas são grande e grandinha o suficiente pra se manter, até trabalham, enquanto eu fico com esta pensão desse jeito.É verdade que se vc tem uma outra pessoa perde este direito.Se for isso ele então deveria deixar de ser pai,afinal de contas porque um outro homem tem que assumir uma responsabilidade que é puramente do pai.Aliás o meu respeito à todos aqueles homens que assumem mulheres com filhos,acham que estes são super-homens de verdade.E se a justiça age assim como é que fica a responsabilidade deles.Eu não concordo com isso. Já que no meu caso este pai foi o tempo todo um covarde, o que ele paga de pensão é ridículo pois é empregado de grande empresa do estado(hidrelétrica)que ganha bem e tem outra pessoa morando com ele.

  • Vandriely

    Oi Claudia, quero te contar o seguinte, tenho uma filha de 12 anos concluidos neste mês, o seu pai só começou a pagar a pensão com quase dois anos de idade. Com pouco tempo depois pediu revisão de pensão alegando que por fora faria como o Luis, (mas não fez), embora nem se compara com o que o Luis faz…Bom, ai eu muito idiota, consenti a redução da pensão por causa da sua insistencia de que faria diferente “por fora” de acordo com o que fosse resolvendo na sua vida.(pois alegava um momento dificil). Neste mesmo dia da revisão a ex-mulher dele tbem recebeu a intimação, a diferença é que ela não arredou o pé, e tudo continuou do mesmso jeito.Só aqui comigo que sofre um bom desconto na pensão. Tudo bem, foi qdo com o passar dos tempos a filha já com 8 anos, tentamos morar juntos, mas durou quase dois anos, ai ele me traiu sai da casa dele, e fui transferida pra uma cidade muito grande comparada à nossa cidadezinha.Não pude trazê-la, por um ano e meio morou com meus pais. Foi o periodo mais triste da minha vida.E o pai que quase nem ia vê-la (com 1 hora de distancia), e quase nem ligava pra ela tbem.Hj ela esta comigo já fazem dois anos.Arrumei uma outra pessoa, e está cada vez mais dificil sustentar uma adolescente, kkkkkk, vc sabe.Faço tudo por lea. Tenho vontade de colocar em uma escola particular mas n posso.Mas tenho uma pessoa que a reconhece como filha e claro arcamos juntos com tudo.Estamos juntos a quase dois anos)A única maneira que o pai dela gasta mesmo é nas datas importantes do ano.Ai ela quer tudo e ele acaba dando caso eu consinta de acordo com atitudes e comportamentos, enfim, escola, obediência…O problema é que o pai dela é avô, desde o ano passado e continuava pagando pensão pra filhas porque estudam e mesmo depois que virou mãe e claro são maioridade.Como posso reivindicar uma revisão de pensão, tenho direito,? Já que as outras filhas são grande e grandinha o suficiente pra se manter, até trabalham, enquanto eu fico com esta pensão desse jeito.É verdade que se vc tem uma outra pessoa perde este direito.Se for isso ele então deveria deixar de ser pai,afinal de contas porque um outro homem tem que assumir uma responsabilidade que é puramente do pai.Aliás o meu respeito à todos aqueles homens que assumem mulheres com filhos,acham que estes são super-homens de verdade.E se a justiça age assim como é que fica a responsabilidade deles.Eu não concordo com isso. Já que no meu caso este pai foi o tempo todo um covarde, o que ele paga de pensão é ridículo pois é empregado de grande empresa do estado(hidrelétrica)que ganha bem e tem outra pessoa morando com ele.

  • cleide silva

    brigada querida jade….vc é muito legal viu…
    mas esses dias não é q o sem vergonha
    resolveu pagar…e até os atrasados…
    mas vou vivendo neh mana…
    bjos….
    esse problema de pensão alimenticia é muito complexo e xato mesmo neh…
    imagino como deve dar dor de cabeça pra muita gente…

  • cleide silva

    brigada querida jade….vc é muito legal viu…
    mas esses dias não é q o sem vergonha
    resolveu pagar…e até os atrasados…
    mas vou vivendo neh mana…
    bjos….
    esse problema de pensão alimenticia é muito complexo e xato mesmo neh…
    imagino como deve dar dor de cabeça pra muita gente…

  • cleide silva

    brigada querida jade….vc é muito legal viu…
    mas esses dias não é q o sem vergonha
    resolveu pagar…e até os atrasados…
    mas vou vivendo neh mana…
    bjos….
    esse problema de pensão alimenticia é muito complexo e xato mesmo neh…
    imagino como deve dar dor de cabeça pra muita gente…

  • Mãna

    Olá Claúdia,
    estou naquele período onde não sabemos exatamente por onde começar.
    Tenho um filho de 5 anos do meu primeiro casamento e não recebo pensão devido a um acordo com a avó paterna que se encarrega de despesas como escola e roupas. Tive um segundo relacionamento baseado em muitas mentiras que descobri quando já estava perto de dar à luz. Meu segundo filho tem atualmente 1 ano e 7 meses e o pai agora reside eu outra cidade, muito distante. Tem outros dois filhos os quais tem a guarda do primeiro filho e paga uma pensão de 7,5% para a mãe deste. Tem uma filha a qual paga 10% de pensão mais a escola, por opção dele, e no início eu não queria pedir pensão e sim criar um acordo, mas isso não está funcionando muito bem, pois primeiro vem suas dívidas e empréstimos, só depois vêm o que pode enviar que não passa de R$150,00, às vezes qdo eu solicito ajuda para remédios durante o mês ele me repassa mais R$100,00. Só que é muito ruim saber se num mês terei ajuda direito ou não. As duas pensões que ele paga saem em contra-cheque e sei que a pensão da menina por exemplo, sai na faixa de R$620,00 mais a escola por fora, acordo de boca. Ele tem um bom cargo como funcionário público e ainda leciona por fora, mas sem carteira assinada.
    A minha dúvida é o que eu tenho direito, levando-se em conta que ele já paga tantas pensões. Esse tipo de causa demora, já que ele mora tão longe? Ele poderá levar meu filho para tão longe mesmo sem ter contato com o nosso filho ? Sei que ele é pai, mas fico preocupada em saber que o lugar é tão longe, (mais de 8h de vôo) e que ele nem tem contato e nem sabe sobre as particularidades do meu bebê. Como eu procedo?
    Obs- Diz que ama muito o filho e que não tem drama na consciência por isso, mas tem mais de 7 meses que não vêm ver o menino, que só tem 1 ano e 7 meses. A prioridade dele foi o conforto no momento, não o condeno pois é mérito dele tudo que lutou pra ter e talvez por isso não quisesse pedir nada, pra não parecer que quero atrapalhá-lo, mas também me dói ver que os outros filhos ele ajuda tanto e o nosso está sempre dizendo que está apertado pra ajudar.
    Preciso muito de uma orientação.
    Obrigada,

  • Mãna

    Olá Claúdia,
    estou naquele período onde não sabemos exatamente por onde começar.
    Tenho um filho de 5 anos do meu primeiro casamento e não recebo pensão devido a um acordo com a avó paterna que se encarrega de despesas como escola e roupas. Tive um segundo relacionamento baseado em muitas mentiras que descobri quando já estava perto de dar à luz. Meu segundo filho tem atualmente 1 ano e 7 meses e o pai agora reside eu outra cidade, muito distante. Tem outros dois filhos os quais tem a guarda do primeiro filho e paga uma pensão de 7,5% para a mãe deste. Tem uma filha a qual paga 10% de pensão mais a escola, por opção dele, e no início eu não queria pedir pensão e sim criar um acordo, mas isso não está funcionando muito bem, pois primeiro vem suas dívidas e empréstimos, só depois vêm o que pode enviar que não passa de R$150,00, às vezes qdo eu solicito ajuda para remédios durante o mês ele me repassa mais R$100,00. Só que é muito ruim saber se num mês terei ajuda direito ou não. As duas pensões que ele paga saem em contra-cheque e sei que a pensão da menina por exemplo, sai na faixa de R$620,00 mais a escola por fora, acordo de boca. Ele tem um bom cargo como funcionário público e ainda leciona por fora, mas sem carteira assinada.
    A minha dúvida é o que eu tenho direito, levando-se em conta que ele já paga tantas pensões. Esse tipo de causa demora, já que ele mora tão longe? Ele poderá levar meu filho para tão longe mesmo sem ter contato com o nosso filho ? Sei que ele é pai, mas fico preocupada em saber que o lugar é tão longe, (mais de 8h de vôo) e que ele nem tem contato e nem sabe sobre as particularidades do meu bebê. Como eu procedo?
    Obs- Diz que ama muito o filho e que não tem drama na consciência por isso, mas tem mais de 7 meses que não vêm ver o menino, que só tem 1 ano e 7 meses. A prioridade dele foi o conforto no momento, não o condeno pois é mérito dele tudo que lutou pra ter e talvez por isso não quisesse pedir nada, pra não parecer que quero atrapalhá-lo, mas também me dói ver que os outros filhos ele ajuda tanto e o nosso está sempre dizendo que está apertado pra ajudar.
    Preciso muito de uma orientação.
    Obrigada,

  • Mãna

    Olá Claúdia,
    estou naquele período onde não sabemos exatamente por onde começar.
    Tenho um filho de 5 anos do meu primeiro casamento e não recebo pensão devido a um acordo com a avó paterna que se encarrega de despesas como escola e roupas. Tive um segundo relacionamento baseado em muitas mentiras que descobri quando já estava perto de dar à luz. Meu segundo filho tem atualmente 1 ano e 7 meses e o pai agora reside eu outra cidade, muito distante. Tem outros dois filhos os quais tem a guarda do primeiro filho e paga uma pensão de 7,5% para a mãe deste. Tem uma filha a qual paga 10% de pensão mais a escola, por opção dele, e no início eu não queria pedir pensão e sim criar um acordo, mas isso não está funcionando muito bem, pois primeiro vem suas dívidas e empréstimos, só depois vêm o que pode enviar que não passa de R$150,00, às vezes qdo eu solicito ajuda para remédios durante o mês ele me repassa mais R$100,00. Só que é muito ruim saber se num mês terei ajuda direito ou não. As duas pensões que ele paga saem em contra-cheque e sei que a pensão da menina por exemplo, sai na faixa de R$620,00 mais a escola por fora, acordo de boca. Ele tem um bom cargo como funcionário público e ainda leciona por fora, mas sem carteira assinada.
    A minha dúvida é o que eu tenho direito, levando-se em conta que ele já paga tantas pensões. Esse tipo de causa demora, já que ele mora tão longe? Ele poderá levar meu filho para tão longe mesmo sem ter contato com o nosso filho ? Sei que ele é pai, mas fico preocupada em saber que o lugar é tão longe, (mais de 8h de vôo) e que ele nem tem contato e nem sabe sobre as particularidades do meu bebê. Como eu procedo?
    Obs- Diz que ama muito o filho e que não tem drama na consciência por isso, mas tem mais de 7 meses que não vêm ver o menino, que só tem 1 ano e 7 meses. A prioridade dele foi o conforto no momento, não o condeno pois é mérito dele tudo que lutou pra ter e talvez por isso não quisesse pedir nada, pra não parecer que quero atrapalhá-lo, mas também me dói ver que os outros filhos ele ajuda tanto e o nosso está sempre dizendo que está apertado pra ajudar.
    Preciso muito de uma orientação.
    Obrigada,

  • Bruna

    Olá.

    Estou terminando com meu ex, e para evitar futuros problemas com esses acordos de boca, resolvi entrar com o pedido de pensão alimentícia, mas tenho algumas dúvidas. Ele tem o salário fixo do mês e ainda recebe 2% das vendas que a firma teve no mês, a pensão nesses casos é somente sobre o salário fixo?! Outra coisa que gostaria de saber é que, ele já paga pensão para o primeiro filho, mas deu o truque de arranjar um hollerith onde constava que ele ganhava a metade do seu salário atual, no meu caso, tenho uma cópia que fiz do hollerith atual, mas ao entrar com o pedido de pensão, o juiz tbm irá rever a primeira pensão?! No caso do pai ser usuário de intorpecentes, posso requerer que a visita seja somente em minha casa para preservar meu filho?

  • Bruna

    Olá.

    Estou terminando com meu ex, e para evitar futuros problemas com esses acordos de boca, resolvi entrar com o pedido de pensão alimentícia, mas tenho algumas dúvidas. Ele tem o salário fixo do mês e ainda recebe 2% das vendas que a firma teve no mês, a pensão nesses casos é somente sobre o salário fixo?! Outra coisa que gostaria de saber é que, ele já paga pensão para o primeiro filho, mas deu o truque de arranjar um hollerith onde constava que ele ganhava a metade do seu salário atual, no meu caso, tenho uma cópia que fiz do hollerith atual, mas ao entrar com o pedido de pensão, o juiz tbm irá rever a primeira pensão?! No caso do pai ser usuário de intorpecentes, posso requerer que a visita seja somente em minha casa para preservar meu filho?

  • Bruna

    Olá.

    Estou terminando com meu ex, e para evitar futuros problemas com esses acordos de boca, resolvi entrar com o pedido de pensão alimentícia, mas tenho algumas dúvidas. Ele tem o salário fixo do mês e ainda recebe 2% das vendas que a firma teve no mês, a pensão nesses casos é somente sobre o salário fixo?! Outra coisa que gostaria de saber é que, ele já paga pensão para o primeiro filho, mas deu o truque de arranjar um hollerith onde constava que ele ganhava a metade do seu salário atual, no meu caso, tenho uma cópia que fiz do hollerith atual, mas ao entrar com o pedido de pensão, o juiz tbm irá rever a primeira pensão?! No caso do pai ser usuário de intorpecentes, posso requerer que a visita seja somente em minha casa para preservar meu filho?

  • José Silva Sobrinho

    Faltou explicar que a mamãe, muitas vezes, gasta o dinheiro suado que o papai paga para a mamãe em outras coisas que não são o benefício do Júnior, como conta de barzinho, academia, lojas, shopping, etc, ou seja gasta com ela mesma. É conveniente explicar também que, quando o papai requer na Justiça a prestação de contas à qual ele tem direito, muitas vezes lhe negado isso, principalmente quando quem decide é juíza ou desembargadora (na internet tem vários tópicos sobre isso). Assim como muitas mamães guerreiras sustentam os filhos sozinhas, porque os papais irresponsáveis não assumiram seu papel, muitas mamães, privilegiadas pelas leis, usurpam do papai esse dinheiro, e o papai fica muito triste, pois além de estar longe do Júnior, a mamãe tem a guarda, ainda vê seu dinheiro ir para o ralo para sustentar uma mamãe sem-vergonha e aproveitadora. Júnior precisa saber também que, na maioria das vezes, quando acontece a coisa feia da separação, a mamãe sempre ganha na justiça, do juiz ou da juíza, a guarda do Jùnior (vai ficar com ele a maior parte do tempo) e ainda recebe o dinheiro para sustentar a ela e ao Júnior. E se o papai não pagar vai preso, e a mamãe não. A mamãe fica bem na foto, para o Júnior ver, porque foi a mamãe quem tirou a foto, e deixa a foto do papai borrada. Depois, quando o Júnior cresce e vê as fotos sempre enxerga o papai como o lobo mau. Por fim, o Júnior deve saber que antigamente a mamãe era inferior ao papai, mas hoje eles são iguais, têm direitos iguais, mas as responsabilidades ainda não são iguais. O Jùnior deve entender muito bem esse assunto para pensar muito bem antes de se casar e mais ainda antes de ter filhos.

  • José Silva Sobrinho

    Faltou explicar que a mamãe, muitas vezes, gasta o dinheiro suado que o papai paga para a mamãe em outras coisas que não são o benefício do Júnior, como conta de barzinho, academia, lojas, shopping, etc, ou seja gasta com ela mesma. É conveniente explicar também que, quando o papai requer na Justiça a prestação de contas à qual ele tem direito, muitas vezes lhe negado isso, principalmente quando quem decide é juíza ou desembargadora (na internet tem vários tópicos sobre isso). Assim como muitas mamães guerreiras sustentam os filhos sozinhas, porque os papais irresponsáveis não assumiram seu papel, muitas mamães, privilegiadas pelas leis, usurpam do papai esse dinheiro, e o papai fica muito triste, pois além de estar longe do Júnior, a mamãe tem a guarda, ainda vê seu dinheiro ir para o ralo para sustentar uma mamãe sem-vergonha e aproveitadora. Júnior precisa saber também que, na maioria das vezes, quando acontece a coisa feia da separação, a mamãe sempre ganha na justiça, do juiz ou da juíza, a guarda do Jùnior (vai ficar com ele a maior parte do tempo) e ainda recebe o dinheiro para sustentar a ela e ao Júnior. E se o papai não pagar vai preso, e a mamãe não. A mamãe fica bem na foto, para o Júnior ver, porque foi a mamãe quem tirou a foto, e deixa a foto do papai borrada. Depois, quando o Júnior cresce e vê as fotos sempre enxerga o papai como o lobo mau. Por fim, o Júnior deve saber que antigamente a mamãe era inferior ao papai, mas hoje eles são iguais, têm direitos iguais, mas as responsabilidades ainda não são iguais. O Jùnior deve entender muito bem esse assunto para pensar muito bem antes de se casar e mais ainda antes de ter filhos.

  • José Silva Sobrinho

    Faltou explicar que a mamãe, muitas vezes, gasta o dinheiro suado que o papai paga para a mamãe em outras coisas que não são o benefício do Júnior, como conta de barzinho, academia, lojas, shopping, etc, ou seja gasta com ela mesma. É conveniente explicar também que, quando o papai requer na Justiça a prestação de contas à qual ele tem direito, muitas vezes lhe negado isso, principalmente quando quem decide é juíza ou desembargadora (na internet tem vários tópicos sobre isso). Assim como muitas mamães guerreiras sustentam os filhos sozinhas, porque os papais irresponsáveis não assumiram seu papel, muitas mamães, privilegiadas pelas leis, usurpam do papai esse dinheiro, e o papai fica muito triste, pois além de estar longe do Júnior, a mamãe tem a guarda, ainda vê seu dinheiro ir para o ralo para sustentar uma mamãe sem-vergonha e aproveitadora. Júnior precisa saber também que, na maioria das vezes, quando acontece a coisa feia da separação, a mamãe sempre ganha na justiça, do juiz ou da juíza, a guarda do Jùnior (vai ficar com ele a maior parte do tempo) e ainda recebe o dinheiro para sustentar a ela e ao Júnior. E se o papai não pagar vai preso, e a mamãe não. A mamãe fica bem na foto, para o Júnior ver, porque foi a mamãe quem tirou a foto, e deixa a foto do papai borrada. Depois, quando o Júnior cresce e vê as fotos sempre enxerga o papai como o lobo mau. Por fim, o Júnior deve saber que antigamente a mamãe era inferior ao papai, mas hoje eles são iguais, têm direitos iguais, mas as responsabilidades ainda não são iguais. O Jùnior deve entender muito bem esse assunto para pensar muito bem antes de se casar e mais ainda antes de ter filhos.

  • revoltado

    voces mulheres sao umas vagabundas…sempre lutaram na pra ter o direito igual ao dos homens… e agora ficam nessa de cobrar pensao…vcs nao lutam tanto…aprendam a cuidar do filho sozinhas…se vcs deram sua buceta pra qualker vadio…me desculpa por nao ter tomado pilula do dia seguinte…vc dizem que amam a pessoa depois querem que ela se foda…ninguem tem a obrigacao de ficar grudado a vida toda com a msma pessoa…se vcs procuram entao ximbem…e nao fiquem procurando motivos pra poder sugar dinheiro e gasta com voces mesmas…suas vadias…a façam uma cirugia tb e cortem as trompas assim vc6 podem fuder a vontade….suas pragas…o nome de mulher deveria ser cobra…pq vcs sao umas canalias e desgraçadas… a vcs vadias que dao a buceta e pedem pensao mereciam a ter é a buceta tapada pra nao ter mais nenhum…enfim vcs sao todas fingidas de coitadas… mais no fundo sao um bando de interesseiras cachorras…com todo respeito as mulheres que fazem filhos com consciencia e o maridos assumem…ao resto tomem no cu e vao trabalhar…

  • revoltado

    voces mulheres sao umas vagabundas…sempre lutaram na pra ter o direito igual ao dos homens… e agora ficam nessa de cobrar pensao…vcs nao lutam tanto…aprendam a cuidar do filho sozinhas…se vcs deram sua buceta pra qualker vadio…me desculpa por nao ter tomado pilula do dia seguinte…vc dizem que amam a pessoa depois querem que ela se foda…ninguem tem a obrigacao de ficar grudado a vida toda com a msma pessoa…se vcs procuram entao ximbem…e nao fiquem procurando motivos pra poder sugar dinheiro e gasta com voces mesmas…suas vadias…a façam uma cirugia tb e cortem as trompas assim vc6 podem fuder a vontade….suas pragas…o nome de mulher deveria ser cobra…pq vcs sao umas canalias e desgraçadas… a vcs vadias que dao a buceta e pedem pensao mereciam a ter é a buceta tapada pra nao ter mais nenhum…enfim vcs sao todas fingidas de coitadas… mais no fundo sao um bando de interesseiras cachorras…com todo respeito as mulheres que fazem filhos com consciencia e o maridos assumem…ao resto tomem no cu e vao trabalhar…

  • revoltado

    voces mulheres sao umas vagabundas…sempre lutaram na pra ter o direito igual ao dos homens… e agora ficam nessa de cobrar pensao…vcs nao lutam tanto…aprendam a cuidar do filho sozinhas…se vcs deram sua buceta pra qualker vadio…me desculpa por nao ter tomado pilula do dia seguinte…vc dizem que amam a pessoa depois querem que ela se foda…ninguem tem a obrigacao de ficar grudado a vida toda com a msma pessoa…se vcs procuram entao ximbem…e nao fiquem procurando motivos pra poder sugar dinheiro e gasta com voces mesmas…suas vadias…a façam uma cirugia tb e cortem as trompas assim vc6 podem fuder a vontade….suas pragas…o nome de mulher deveria ser cobra…pq vcs sao umas canalias e desgraçadas… a vcs vadias que dao a buceta e pedem pensao mereciam a ter é a buceta tapada pra nao ter mais nenhum…enfim vcs sao todas fingidas de coitadas… mais no fundo sao um bando de interesseiras cachorras…com todo respeito as mulheres que fazem filhos com consciencia e o maridos assumem…ao resto tomem no cu e vao trabalhar…

  • pedr

    oi

  • pedr

    oi

  • pedr

    oi

  • Aline

    Boa Tarde !!!

    Gostaria de fazer uma pergunta s/ pensão alimenticia…O pai do meu filho não está pagando a pensão já fazem 4 meses,sei q o mais certo seria falar c/ meu advogado,só q não tenho condições de pagar um e o meu que é de uma universidade de defensoria publica,o qual só vi uma vez no dia da audiencia,não está atendendo,tentei falar c/ ele mais a secretária q atende nessa universidade diz q por ser final de ano todos os advogados da defensoria publica não estão atendendo,q só voltarão a atender ano q vem em março depois do carnaval.estou desesperada não sei o q fazer,meu filho precisa da pensão,não posso esperar até o ano q vem,preciso tomar uma atitude…Me falaram p/ eu ir numa delegacia prestar uma queixa,fazer um b.o.q ele vai ter q pagar ou vai preso! Posso fazer isso mesmo ? Por favor me dê uma dica.

    Desde ja agradeço.

    Bjo.

  • Aline

    Boa Tarde !!!

    Gostaria de fazer uma pergunta s/ pensão alimenticia…O pai do meu filho não está pagando a pensão já fazem 4 meses,sei q o mais certo seria falar c/ meu advogado,só q não tenho condições de pagar um e o meu que é de uma universidade de defensoria publica,o qual só vi uma vez no dia da audiencia,não está atendendo,tentei falar c/ ele mais a secretária q atende nessa universidade diz q por ser final de ano todos os advogados da defensoria publica não estão atendendo,q só voltarão a atender ano q vem em março depois do carnaval.estou desesperada não sei o q fazer,meu filho precisa da pensão,não posso esperar até o ano q vem,preciso tomar uma atitude…Me falaram p/ eu ir numa delegacia prestar uma queixa,fazer um b.o.q ele vai ter q pagar ou vai preso! Posso fazer isso mesmo ? Por favor me dê uma dica.

    Desde ja agradeço.

    Bjo.

  • Aline

    Boa Tarde !!!

    Gostaria de fazer uma pergunta s/ pensão alimenticia…O pai do meu filho não está pagando a pensão já fazem 4 meses,sei q o mais certo seria falar c/ meu advogado,só q não tenho condições de pagar um e o meu que é de uma universidade de defensoria publica,o qual só vi uma vez no dia da audiencia,não está atendendo,tentei falar c/ ele mais a secretária q atende nessa universidade diz q por ser final de ano todos os advogados da defensoria publica não estão atendendo,q só voltarão a atender ano q vem em março depois do carnaval.estou desesperada não sei o q fazer,meu filho precisa da pensão,não posso esperar até o ano q vem,preciso tomar uma atitude…Me falaram p/ eu ir numa delegacia prestar uma queixa,fazer um b.o.q ele vai ter q pagar ou vai preso! Posso fazer isso mesmo ? Por favor me dê uma dica.

    Desde ja agradeço.

    Bjo.

  • Thiago

    Olá pessoal. Minha mulher saiu de casa em fevereiro e levou as crianças contra minha vontade. Faze o que né? Não posso obrigar ninguem a viver comigo. Fizemos um acordo, mas ela resolver legalizar e tenho uma adiencia marcada para dezembro. Ela ta pedindo 30%, 15 para cada filho. Só que esse valor vai ultrapassar os gastos mensais q as crianças tem, ou seja vou arcar com 100% das despesas. O certo nao seria agente dividir isso de acordo com os ganhos de cada um?
    Ela saiu de casa, trabalha fora e ganha em torno de R$ 1.600,00. Pq que tenho que arcar com 100% das despesas?

  • Thiago

    Olá pessoal. Minha mulher saiu de casa em fevereiro e levou as crianças contra minha vontade. Faze o que né? Não posso obrigar ninguem a viver comigo. Fizemos um acordo, mas ela resolver legalizar e tenho uma adiencia marcada para dezembro. Ela ta pedindo 30%, 15 para cada filho. Só que esse valor vai ultrapassar os gastos mensais q as crianças tem, ou seja vou arcar com 100% das despesas. O certo nao seria agente dividir isso de acordo com os ganhos de cada um?
    Ela saiu de casa, trabalha fora e ganha em torno de R$ 1.600,00. Pq que tenho que arcar com 100% das despesas?

  • Thiago

    Olá pessoal. Minha mulher saiu de casa em fevereiro e levou as crianças contra minha vontade. Faze o que né? Não posso obrigar ninguem a viver comigo. Fizemos um acordo, mas ela resolver legalizar e tenho uma adiencia marcada para dezembro. Ela ta pedindo 30%, 15 para cada filho. Só que esse valor vai ultrapassar os gastos mensais q as crianças tem, ou seja vou arcar com 100% das despesas. O certo nao seria agente dividir isso de acordo com os ganhos de cada um?
    Ela saiu de casa, trabalha fora e ganha em torno de R$ 1.600,00. Pq que tenho que arcar com 100% das despesas?

  • cosminha

    meu marido teve um relacinamento de uma vez com uma pessoa; e na epoca ele era noivo de outra ,passaram meses e essa o avisou que estava gravida dele e acabou com o noivado e tudo mais que ele participava ,so porque ele não quiz ficar com ela e a filha pois não tinha certeza se a menina era filha dele;Dai passaram 2 anos e nos casamos e ele não regiistrou a menina e nunca ajudou em nada pois ela foi embora e teve a menina em outra cidade do Pará;agora se passaram 16anos e ela veio dizer que agora quer o reconhecimento de paternidade;ele é uma o pessoa muito boa ,sempre que pode ajuda menina eda algulma coisa eu não me meto pois ele mesmo em duvida tenta fazer qualquer coisa pra não ter problemas pois ele é funcionario da prefeitura conpulsado como educador ;só que atualmente esta emprestado pro estado e ela acha que ele ganha milhões.A pergunta que faço é como devo me comporta nessa situação ,ela colocando ele na justiça recebera pela prefitura?,eos meus filhos que ja conheceram a menina como fica a situação ?,tenhoum casal ,eu queria dar entrada no reconhecimento de paternidade com dna ,eu posso fazer isso?,ele tem medo de peder o cargo que esta atualmente porisso sede todos os caprichos dela .Desde do ano passado estou vivendo um inferno ,ja pensei em me separar mas eu o amo muito e ele é um pai muito dedicado;ela teve mais um filhoe também recebe pensão.Quero que fique claro que não tenho nada contra a menina pois nem a conhecia o problema é a mãe que liga todos os dia pertubando,sempre que alguma coisa pra menina .Me ajude quero sabe como proceder se a menina for realmente filha quero que assuma a menina e não os caprichos da mãe .o salario dele na preitura chega a1.400reais .quanto a menina tem direito?

  • cosminha

    meu marido teve um relacinamento de uma vez com uma pessoa; e na epoca ele era noivo de outra ,passaram meses e essa o avisou que estava gravida dele e acabou com o noivado e tudo mais que ele participava ,so porque ele não quiz ficar com ela e a filha pois não tinha certeza se a menina era filha dele;Dai passaram 2 anos e nos casamos e ele não regiistrou a menina e nunca ajudou em nada pois ela foi embora e teve a menina em outra cidade do Pará;agora se passaram 16anos e ela veio dizer que agora quer o reconhecimento de paternidade;ele é uma o pessoa muito boa ,sempre que pode ajuda menina eda algulma coisa eu não me meto pois ele mesmo em duvida tenta fazer qualquer coisa pra não ter problemas pois ele é funcionario da prefeitura conpulsado como educador ;só que atualmente esta emprestado pro estado e ela acha que ele ganha milhões.A pergunta que faço é como devo me comporta nessa situação ,ela colocando ele na justiça recebera pela prefitura?,eos meus filhos que ja conheceram a menina como fica a situação ?,tenhoum casal ,eu queria dar entrada no reconhecimento de paternidade com dna ,eu posso fazer isso?,ele tem medo de peder o cargo que esta atualmente porisso sede todos os caprichos dela .Desde do ano passado estou vivendo um inferno ,ja pensei em me separar mas eu o amo muito e ele é um pai muito dedicado;ela teve mais um filhoe também recebe pensão.Quero que fique claro que não tenho nada contra a menina pois nem a conhecia o problema é a mãe que liga todos os dia pertubando,sempre que alguma coisa pra menina .Me ajude quero sabe como proceder se a menina for realmente filha quero que assuma a menina e não os caprichos da mãe .o salario dele na preitura chega a1.400reais .quanto a menina tem direito?

  • cosminha

    meu marido teve um relacinamento de uma vez com uma pessoa; e na epoca ele era noivo de outra ,passaram meses e essa o avisou que estava gravida dele e acabou com o noivado e tudo mais que ele participava ,so porque ele não quiz ficar com ela e a filha pois não tinha certeza se a menina era filha dele;Dai passaram 2 anos e nos casamos e ele não regiistrou a menina e nunca ajudou em nada pois ela foi embora e teve a menina em outra cidade do Pará;agora se passaram 16anos e ela veio dizer que agora quer o reconhecimento de paternidade;ele é uma o pessoa muito boa ,sempre que pode ajuda menina eda algulma coisa eu não me meto pois ele mesmo em duvida tenta fazer qualquer coisa pra não ter problemas pois ele é funcionario da prefeitura conpulsado como educador ;só que atualmente esta emprestado pro estado e ela acha que ele ganha milhões.A pergunta que faço é como devo me comporta nessa situação ,ela colocando ele na justiça recebera pela prefitura?,eos meus filhos que ja conheceram a menina como fica a situação ?,tenhoum casal ,eu queria dar entrada no reconhecimento de paternidade com dna ,eu posso fazer isso?,ele tem medo de peder o cargo que esta atualmente porisso sede todos os caprichos dela .Desde do ano passado estou vivendo um inferno ,ja pensei em me separar mas eu o amo muito e ele é um pai muito dedicado;ela teve mais um filhoe também recebe pensão.Quero que fique claro que não tenho nada contra a menina pois nem a conhecia o problema é a mãe que liga todos os dia pertubando,sempre que alguma coisa pra menina .Me ajude quero sabe como proceder se a menina for realmente filha quero que assuma a menina e não os caprichos da mãe .o salario dele na preitura chega a1.400reais .quanto a menina tem direito?

  • João Otávio Da Rin Sodré

    Gostei,digo adorei os comentários de tudo que foi lido por mim.Também sou profissional na área jurídica, Advogado .e gostei do jeitinho das respostas sempre de uma maneira muito gostosa de se ler.Muito gratificante.Obrigado e continui assim.Beijos João.

  • João Otávio Da Rin Sodré

    Gostei,digo adorei os comentários de tudo que foi lido por mim.Também sou profissional na área jurídica, Advogado .e gostei do jeitinho das respostas sempre de uma maneira muito gostosa de se ler.Muito gratificante.Obrigado e continui assim.Beijos João.

  • João Otávio Da Rin Sodré

    Gostei,digo adorei os comentários de tudo que foi lido por mim.Também sou profissional na área jurídica, Advogado .e gostei do jeitinho das respostas sempre de uma maneira muito gostosa de se ler.Muito gratificante.Obrigado e continui assim.Beijos João.

  • mauricio

    tenho uma filha de 17 anos nunca fui casado com a mãe dela mais sempre paguei pensão, ela sempre estudou em escola gratuita (municipal), gostaria de saber c quando ela completar 18 anos ela perde o direito de receber a pensão ou tem alguma lei que faça eu continuar pagando.

  • mauricio

    tenho uma filha de 17 anos nunca fui casado com a mãe dela mais sempre paguei pensão, ela sempre estudou em escola gratuita (municipal), gostaria de saber c quando ela completar 18 anos ela perde o direito de receber a pensão ou tem alguma lei que faça eu continuar pagando.

  • mauricio

    tenho uma filha de 17 anos nunca fui casado com a mãe dela mais sempre paguei pensão, ela sempre estudou em escola gratuita (municipal), gostaria de saber c quando ela completar 18 anos ela perde o direito de receber a pensão ou tem alguma lei que faça eu continuar pagando.

  • tatianna

    Ola!estou com uma duvida,parecida com a da alessandra,meu ex marido esta fora do brasil, corro risco de perder as pensoes da minha filha que tem 15 anos, caso ele nao retorne para o brasil???

  • tatianna

    Ola!estou com uma duvida,parecida com a da alessandra,meu ex marido esta fora do brasil, corro risco de perder as pensoes da minha filha que tem 15 anos, caso ele nao retorne para o brasil???

  • tatianna

    Ola!estou com uma duvida,parecida com a da alessandra,meu ex marido esta fora do brasil, corro risco de perder as pensoes da minha filha que tem 15 anos, caso ele nao retorne para o brasil???

  • DETO

    Olá Dra…
    To passando um momento dificil, pois fui um dos que nao pretendiam ter filhos num relacionamento que nao tinha um certo futuro. Pois bem, ganhei um golpe da barriga de graça! Agora que a pessoa está com 4 meses de gestação já tá de olho no que eu nao tenho… To desempregado,devendo,etc… Dentre outras coisas se possivel gostaria de saber se posso acionar a justiça para logo resolver esse lance da pensão e entrar contra a mãe sobre esse tal golpe, pois tenho não só uma testemunha, mas exatamente 38 pessoas que sabiam de tudo e mais pouco sobre nosso relacionamento…inclusive pq a pessoa é profissional da saúde sabedora de todos os métodos anticoncepcionais e etc…
    To um pouco desesperado!!!!!

  • DETO

    Olá Dra…
    To passando um momento dificil, pois fui um dos que nao pretendiam ter filhos num relacionamento que nao tinha um certo futuro. Pois bem, ganhei um golpe da barriga de graça! Agora que a pessoa está com 4 meses de gestação já tá de olho no que eu nao tenho… To desempregado,devendo,etc… Dentre outras coisas se possivel gostaria de saber se posso acionar a justiça para logo resolver esse lance da pensão e entrar contra a mãe sobre esse tal golpe, pois tenho não só uma testemunha, mas exatamente 38 pessoas que sabiam de tudo e mais pouco sobre nosso relacionamento…inclusive pq a pessoa é profissional da saúde sabedora de todos os métodos anticoncepcionais e etc…
    To um pouco desesperado!!!!!

  • DETO

    Olá Dra…
    To passando um momento dificil, pois fui um dos que nao pretendiam ter filhos num relacionamento que nao tinha um certo futuro. Pois bem, ganhei um golpe da barriga de graça! Agora que a pessoa está com 4 meses de gestação já tá de olho no que eu nao tenho… To desempregado,devendo,etc… Dentre outras coisas se possivel gostaria de saber se posso acionar a justiça para logo resolver esse lance da pensão e entrar contra a mãe sobre esse tal golpe, pois tenho não só uma testemunha, mas exatamente 38 pessoas que sabiam de tudo e mais pouco sobre nosso relacionamento…inclusive pq a pessoa é profissional da saúde sabedora de todos os métodos anticoncepcionais e etc…
    To um pouco desesperado!!!!!

  • sergio

    meu nome e sergio tenho30 anos e fui convocado por um adivogado da oab por causa da pensao que sempre paguei so que no nome de ultra pessoa sem ser minha ea mulher ele me disse que nao e valido a conta tem que estar no nome dela so que ela nao abril a conta o que eu fasso?

  • sergio

    meu nome e sergio tenho30 anos e fui convocado por um adivogado da oab por causa da pensao que sempre paguei so que no nome de ultra pessoa sem ser minha ea mulher ele me disse que nao e valido a conta tem que estar no nome dela so que ela nao abril a conta o que eu fasso?

  • sergio

    meu nome e sergio tenho30 anos e fui convocado por um adivogado da oab por causa da pensao que sempre paguei so que no nome de ultra pessoa sem ser minha ea mulher ele me disse que nao e valido a conta tem que estar no nome dela so que ela nao abril a conta o que eu fasso?

  • mauricio

    OLA GENTE TO AGUARDANO MA RESPOSTA

  • mauricio

    OLA GENTE TO AGUARDANO MA RESPOSTA

  • mauricio

    OLA GENTE TO AGUARDANO MA RESPOSTA

  • Vandriely

    claudia estou aguardando uma resposta só quero saber se ela virá e mais ou menos qdo pois todo dia venho procurar uma resposta e n tenho quero ao menos saber senão vou desistri de vir aqui só ´ra isso, obrigada…estou anciosa…

  • Vandriely

    claudia estou aguardando uma resposta só quero saber se ela virá e mais ou menos qdo pois todo dia venho procurar uma resposta e n tenho quero ao menos saber senão vou desistri de vir aqui só ´ra isso, obrigada…estou anciosa…

  • Vandriely

    claudia estou aguardando uma resposta só quero saber se ela virá e mais ou menos qdo pois todo dia venho procurar uma resposta e n tenho quero ao menos saber senão vou desistri de vir aqui só ´ra isso, obrigada…estou anciosa…

  • Elsa

    preciso de ajuda, a nível económico e a nível de saúde.

  • Elsa

    preciso de ajuda, a nível económico e a nível de saúde.

  • http://MNS Elsa

    preciso de ajuda, a nível económico e a nível de saúde.

  • SYLVIE

    Oi Cláudia !
    Muito interessante o site e espero poder encontrar ajuda;
    Em primeiro parabéns aos seres humanos GUERREIROS sendo HOMENS ou MULHERES que lutam com dignidade e respeito, criando seus FILHOS e principalmente AMÁ-LOS, nem tudo gente é $$$$$.
    J@de, Marcelo entre tantas outras pessoas que estâo neste site que li vcs retratam realmente a vida dura de cada dia de um brasileiro ao qual a justiça pouco faz e o governo menos ainda;
    Que bom que tem gente de CORAGEM para reclamar e dar força aos outros VALEU,
    nÃO SOU BRASILEIRA mas gosto demais do BRASIL apesar DA injustiça
    Tenho 34 anos, SEPARADA 2 VEZES e 3 filhos (14; 9 E 3 ANOS) recebo bem pouco de pensão 2 do primeiro casam]nto 150$ cada um; e o caçula do 2 casamento perto de 500 ; a escola eu tenho que me virar pra pagar;extras; roupas;aluguel…e TRABALHO MUITO PRA SUSTENTÁ-LOS sou professora de idioma particular AUTONOMA se tem aluno recebo…vida dura..
    Bem qto a visitação tem como evitar do pai do meu menor de apenas 3 anos lev´-lo pra fora do RJ de férias? qto dias ele tem direito 30 dias das férias dele ou metade? por ser tâo novo ele pode por lei viajar e se afastar por tantos dias? 800Kms de minha casa? o pai dele irá ver seus parentes pois atualmente mora na mesma cidade que eu, e ele pega de 15 em 15.
    È duro me afastar por tantos dias do meu baixinho tá certo?
    Ou família dele poderia vir ou invés dele viajar?
    AGUARDO POR FAVOR ME RESPONDEM
    J@DE ME DÊ UMA SUGESTÃO OU A MESMO DRA. CLAUDIA
    FICO GRATA E MULHERES CONTINUEM FIRMES E ORGULHOSAS DE SEREM MAES E PAES OU MESMO TEMPO…
    PARA OS PAES QUE SAO PÁES DE VERDADE UM CARINHO…POIS EU SOU MUITO GRATA AO MEU; QUE HJ FAZ 3 ANOS QUE DEUS LEVOU UMA HOMENAGEM: TE AMO PAI E ESPERO QUE OS PAES DOS SEUS NETOS SEJAM UM POUCO DO QUE VC FOI PRA MINHA VIDA….TUDO……………………………….
    AGRADEÇO ESTE DESABAFO E ESPERO REPARTIR COM VCS
    SYLVIE.

  • SYLVIE

    Oi Cláudia !
    Muito interessante o site e espero poder encontrar ajuda;
    Em primeiro parabéns aos seres humanos GUERREIROS sendo HOMENS ou MULHERES que lutam com dignidade e respeito, criando seus FILHOS e principalmente AMÁ-LOS, nem tudo gente é $$$$$.
    J@de, Marcelo entre tantas outras pessoas que estâo neste site que li vcs retratam realmente a vida dura de cada dia de um brasileiro ao qual a justiça pouco faz e o governo menos ainda;
    Que bom que tem gente de CORAGEM para reclamar e dar força aos outros VALEU,
    nÃO SOU BRASILEIRA mas gosto demais do BRASIL apesar DA injustiça
    Tenho 34 anos, SEPARADA 2 VEZES e 3 filhos (14; 9 E 3 ANOS) recebo bem pouco de pensão 2 do primeiro casam]nto 150$ cada um; e o caçula do 2 casamento perto de 500 ; a escola eu tenho que me virar pra pagar;extras; roupas;aluguel…e TRABALHO MUITO PRA SUSTENTÁ-LOS sou professora de idioma particular AUTONOMA se tem aluno recebo…vida dura..
    Bem qto a visitação tem como evitar do pai do meu menor de apenas 3 anos lev´-lo pra fora do RJ de férias? qto dias ele tem direito 30 dias das férias dele ou metade? por ser tâo novo ele pode por lei viajar e se afastar por tantos dias? 800Kms de minha casa? o pai dele irá ver seus parentes pois atualmente mora na mesma cidade que eu, e ele pega de 15 em 15.
    È duro me afastar por tantos dias do meu baixinho tá certo?
    Ou família dele poderia vir ou invés dele viajar?
    AGUARDO POR FAVOR ME RESPONDEM
    J@DE ME DÊ UMA SUGESTÃO OU A MESMO DRA. CLAUDIA
    FICO GRATA E MULHERES CONTINUEM FIRMES E ORGULHOSAS DE SEREM MAES E PAES OU MESMO TEMPO…
    PARA OS PAES QUE SAO PÁES DE VERDADE UM CARINHO…POIS EU SOU MUITO GRATA AO MEU; QUE HJ FAZ 3 ANOS QUE DEUS LEVOU UMA HOMENAGEM: TE AMO PAI E ESPERO QUE OS PAES DOS SEUS NETOS SEJAM UM POUCO DO QUE VC FOI PRA MINHA VIDA….TUDO……………………………….
    AGRADEÇO ESTE DESABAFO E ESPERO REPARTIR COM VCS
    SYLVIE.

  • SYLVIE

    Oi Cláudia !
    Muito interessante o site e espero poder encontrar ajuda;
    Em primeiro parabéns aos seres humanos GUERREIROS sendo HOMENS ou MULHERES que lutam com dignidade e respeito, criando seus FILHOS e principalmente AMÁ-LOS, nem tudo gente é $$$$$.
    J@de, Marcelo entre tantas outras pessoas que estâo neste site que li vcs retratam realmente a vida dura de cada dia de um brasileiro ao qual a justiça pouco faz e o governo menos ainda;
    Que bom que tem gente de CORAGEM para reclamar e dar força aos outros VALEU,
    nÃO SOU BRASILEIRA mas gosto demais do BRASIL apesar DA injustiça
    Tenho 34 anos, SEPARADA 2 VEZES e 3 filhos (14; 9 E 3 ANOS) recebo bem pouco de pensão 2 do primeiro casam]nto 150$ cada um; e o caçula do 2 casamento perto de 500 ; a escola eu tenho que me virar pra pagar;extras; roupas;aluguel…e TRABALHO MUITO PRA SUSTENTÁ-LOS sou professora de idioma particular AUTONOMA se tem aluno recebo…vida dura..
    Bem qto a visitação tem como evitar do pai do meu menor de apenas 3 anos lev´-lo pra fora do RJ de férias? qto dias ele tem direito 30 dias das férias dele ou metade? por ser tâo novo ele pode por lei viajar e se afastar por tantos dias? 800Kms de minha casa? o pai dele irá ver seus parentes pois atualmente mora na mesma cidade que eu, e ele pega de 15 em 15.
    È duro me afastar por tantos dias do meu baixinho tá certo?
    Ou família dele poderia vir ou invés dele viajar?
    AGUARDO POR FAVOR ME RESPONDEM
    J@DE ME DÊ UMA SUGESTÃO OU A MESMO DRA. CLAUDIA
    FICO GRATA E MULHERES CONTINUEM FIRMES E ORGULHOSAS DE SEREM MAES E PAES OU MESMO TEMPO…
    PARA OS PAES QUE SAO PÁES DE VERDADE UM CARINHO…POIS EU SOU MUITO GRATA AO MEU; QUE HJ FAZ 3 ANOS QUE DEUS LEVOU UMA HOMENAGEM: TE AMO PAI E ESPERO QUE OS PAES DOS SEUS NETOS SEJAM UM POUCO DO QUE VC FOI PRA MINHA VIDA….TUDO……………………………….
    AGRADEÇO ESTE DESABAFO E ESPERO REPARTIR COM VCS
    SYLVIE.

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    Sylvie, obrigada pelo elogio, e vc viu como tem homens que comentaram e que de fato são homens, dignos e responsáveis?

    Num mundo perfeito todo mundo seria correto, mas há mulheres que usam seus filhos para atazanar o ex, e há homens que acham que quando se separam da mulher, separam-se dos filhos também, e tem homem que tem um filho com cada mulher com quem vive e é pai durante aquele tempo em que vive com ela…

    Enfim, podem me xingar, me chamar de amargurada e mal comida e necessitada de marido, mas acho que a sociedade releva muito a falta de responsabilidade do pai, enquanto a legislação tenta equilibrar e proteger a criança e a relação familiar.

    E aqui no Brasil tem muita gente que acha que há leis que não “pegam”.

    Não sei onde você mora, mas aqui no Brasil, o Ministério Público determina que metade das férias é com o pai e metade com a mãe (ao menos foi assim com minha separação), porém não sei a partir de que idade o filho pode ficar direto com o pai, passando noites ou mesmo férias, nessa infelizmente você vai ter que esperar a resposta da nossa super doutora Cláudia!!

    Mas lhe digo o seguinte, se seu ex quer ficar com seu filho, dê força, agindo sempre dentro da lei, porque separação não é o que maltrata o desenvolvimento de uma criança, mas antes, a ausência de um pai!

    Beijos!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com/ J@de

    Sylvie, obrigada pelo elogio, e vc viu como tem homens que comentaram e que de fato são homens, dignos e responsáveis?

    Num mundo perfeito todo mundo seria correto, mas há mulheres que usam seus filhos para atazanar o ex, e há homens que acham que quando se separam da mulher, separam-se dos filhos também, e tem homem que tem um filho com cada mulher com quem vive e é pai durante aquele tempo em que vive com ela…

    Enfim, podem me xingar, me chamar de amargurada e mal comida e necessitada de marido, mas acho que a sociedade releva muito a falta de responsabilidade do pai, enquanto a legislação tenta equilibrar e proteger a criança e a relação familiar.

    E aqui no Brasil tem muita gente que acha que há leis que não “pegam”.

    Não sei onde você mora, mas aqui no Brasil, o Ministério Público determina que metade das férias é com o pai e metade com a mãe (ao menos foi assim com minha separação), porém não sei a partir de que idade o filho pode ficar direto com o pai, passando noites ou mesmo férias, nessa infelizmente você vai ter que esperar a resposta da nossa super doutora Cláudia!!

    Mas lhe digo o seguinte, se seu ex quer ficar com seu filho, dê força, agindo sempre dentro da lei, porque separação não é o que maltrata o desenvolvimento de uma criança, mas antes, a ausência de um pai!

    Beijos!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    Sylvie, obrigada pelo elogio, e vc viu como tem homens que comentaram e que de fato são homens, dignos e responsáveis?

    Num mundo perfeito todo mundo seria correto, mas há mulheres que usam seus filhos para atazanar o ex, e há homens que acham que quando se separam da mulher, separam-se dos filhos também, e tem homem que tem um filho com cada mulher com quem vive e é pai durante aquele tempo em que vive com ela…

    Enfim, podem me xingar, me chamar de amargurada e mal comida e necessitada de marido, mas acho que a sociedade releva muito a falta de responsabilidade do pai, enquanto a legislação tenta equilibrar e proteger a criança e a relação familiar.

    E aqui no Brasil tem muita gente que acha que há leis que não “pegam”.

    Não sei onde você mora, mas aqui no Brasil, o Ministério Público determina que metade das férias é com o pai e metade com a mãe (ao menos foi assim com minha separação), porém não sei a partir de que idade o filho pode ficar direto com o pai, passando noites ou mesmo férias, nessa infelizmente você vai ter que esperar a resposta da nossa super doutora Cláudia!!

    Mas lhe digo o seguinte, se seu ex quer ficar com seu filho, dê força, agindo sempre dentro da lei, porque separação não é o que maltrata o desenvolvimento de uma criança, mas antes, a ausência de um pai!

    Beijos!!

  • DG

    Oi, gostaria de saber se quando o pai é autonomo e nao declara renda como é calculado o salario dele? por exemplo ele pode alegar que ganha bem menos do que o real.

  • DG

    Oi, gostaria de saber se quando o pai é autonomo e nao declara renda como é calculado o salario dele? por exemplo ele pode alegar que ganha bem menos do que o real.

  • DG

    Oi, gostaria de saber se quando o pai é autonomo e nao declara renda como é calculado o salario dele? por exemplo ele pode alegar que ganha bem menos do que o real.

  • Cris

    Olá.. gostaria de tirar algumas dúvidas…

    Meu marido tem uma filha com uma mulher na qual ficou casado por quase 5 anos..
    O fato é que após separarem ficaram com guarda compartilhada por um tempo, onde dividiam igualmente as despesas totais da criança. Hoje ela tem a guarda.. e nós gostariamos de regularizar tudo pela lei, para que não dê nenhum problema, e para que seja justo com ambas as partes.. então gostaria de saber mais ou menos qual o valor a ser pago de pensão alimenticia, o salário bruto dele é 2.280,00, líquido 1.780,00, hoje ele tem que sustentar tbm eu e nosso filho que acabou de nascer. A verdade é que ela nos tem encomodado muito, e está exigindo valores que infelismente não temos como pagar.

    Desde já agradeço a atenção..
    Um Abraço!
    Cris

    2280 bruto
    1780 liquido

  • Cris

    Olá.. gostaria de tirar algumas dúvidas…

    Meu marido tem uma filha com uma mulher na qual ficou casado por quase 5 anos..
    O fato é que após separarem ficaram com guarda compartilhada por um tempo, onde dividiam igualmente as despesas totais da criança. Hoje ela tem a guarda.. e nós gostariamos de regularizar tudo pela lei, para que não dê nenhum problema, e para que seja justo com ambas as partes.. então gostaria de saber mais ou menos qual o valor a ser pago de pensão alimenticia, o salário bruto dele é 2.280,00, líquido 1.780,00, hoje ele tem que sustentar tbm eu e nosso filho que acabou de nascer. A verdade é que ela nos tem encomodado muito, e está exigindo valores que infelismente não temos como pagar.

    Desde já agradeço a atenção..
    Um Abraço!
    Cris

    2280 bruto
    1780 liquido

  • Cris

    Olá.. gostaria de tirar algumas dúvidas…

    Meu marido tem uma filha com uma mulher na qual ficou casado por quase 5 anos..
    O fato é que após separarem ficaram com guarda compartilhada por um tempo, onde dividiam igualmente as despesas totais da criança. Hoje ela tem a guarda.. e nós gostariamos de regularizar tudo pela lei, para que não dê nenhum problema, e para que seja justo com ambas as partes.. então gostaria de saber mais ou menos qual o valor a ser pago de pensão alimenticia, o salário bruto dele é 2.280,00, líquido 1.780,00, hoje ele tem que sustentar tbm eu e nosso filho que acabou de nascer. A verdade é que ela nos tem encomodado muito, e está exigindo valores que infelismente não temos como pagar.

    Desde já agradeço a atenção..
    Um Abraço!
    Cris

    2280 bruto
    1780 liquido

  • Cris

    Olá.. gostaria de tirar algumas dúvidas…

    Meu marido tem uma filha com uma mulher na qual ficou casado por quase 5 anos..
    O fato é que após separarem ficaram com guarda compartilhada por um tempo, onde dividiam igualmente as despesas totais da criança. Hoje ela tem a guarda.. e nós gostariamos de regularizar tudo pela lei, para que não dê nenhum problema, e para que seja justo com ambas as partes.. então gostaria de saber mais ou menos qual o valor a ser pago de pensão alimenticia, o salário bruto dele é 2.280,00, líquido 1.780,00, hoje ele tem que sustentar tbm eu e nosso filho que acabou de nascer. A verdade é que ela nos tem encomodado muito, e está exigindo valores que infelismente não temos como pagar.

    Desde já agradeço a atenção..
    Um Abraço!
    Cris

    2280 bruto
    1780 liquido

  • G@nho @ vid@ com meu próprio t

    Boa tarde.
    Gostaria de saber de algum colega que frequenta este fórum se existe alguma maneira judicialmente aceita de pagar os valores sem ter de entregar o dinheiro na mão da ex. Não me recusaria jamais a pagar TODAS as despesas da criança, eu mesmo, pessoalmente, até o valor estipulado da pensão, ou mais, se fosse o caso. Caso sobrasse algo a cada mês, gostaria que fosse depositado em uma conta poupança PARA A CRIANÇA.
    Se alguém têm experiância que possa me orientar se isso é possível, agradeço. Não acho justo que minha ex usufrua de nenhum centavo do dinheiro que pertence à minha filha e estou disposto a ir até às últimas consequências para impedir isso. Muitas mulheres lutam tanto pela igualdade, mas não perdem a chance de viver como parasitas. É claro que não são todas, mas que tem muita vagabunda pilantra pro aí, ah isso tem!
    Grato.
    G@nho @ vid@ com meu próprio tr@b@lho

  • G@nho @ vid@ com meu próprio t

    Boa tarde.
    Gostaria de saber de algum colega que frequenta este fórum se existe alguma maneira judicialmente aceita de pagar os valores sem ter de entregar o dinheiro na mão da ex. Não me recusaria jamais a pagar TODAS as despesas da criança, eu mesmo, pessoalmente, até o valor estipulado da pensão, ou mais, se fosse o caso. Caso sobrasse algo a cada mês, gostaria que fosse depositado em uma conta poupança PARA A CRIANÇA.
    Se alguém têm experiância que possa me orientar se isso é possível, agradeço. Não acho justo que minha ex usufrua de nenhum centavo do dinheiro que pertence à minha filha e estou disposto a ir até às últimas consequências para impedir isso. Muitas mulheres lutam tanto pela igualdade, mas não perdem a chance de viver como parasitas. É claro que não são todas, mas que tem muita vagabunda pilantra pro aí, ah isso tem!
    Grato.
    G@nho @ vid@ com meu próprio tr@b@lho

  • G@nho @ vid@ com meu próprio t

    Boa tarde.
    Gostaria de saber de algum colega que frequenta este fórum se existe alguma maneira judicialmente aceita de pagar os valores sem ter de entregar o dinheiro na mão da ex. Não me recusaria jamais a pagar TODAS as despesas da criança, eu mesmo, pessoalmente, até o valor estipulado da pensão, ou mais, se fosse o caso. Caso sobrasse algo a cada mês, gostaria que fosse depositado em uma conta poupança PARA A CRIANÇA.
    Se alguém têm experiância que possa me orientar se isso é possível, agradeço. Não acho justo que minha ex usufrua de nenhum centavo do dinheiro que pertence à minha filha e estou disposto a ir até às últimas consequências para impedir isso. Muitas mulheres lutam tanto pela igualdade, mas não perdem a chance de viver como parasitas. É claro que não são todas, mas que tem muita vagabunda pilantra pro aí, ah isso tem!
    Grato.
    G@nho @ vid@ com meu próprio tr@b@lho

  • G@nho @ vid@ com meu próprio tr@b@lho

    Boa tarde.
    Gostaria de saber de algum colega que frequenta este fórum se existe alguma maneira judicialmente aceita de pagar os valores sem ter de entregar o dinheiro na mão da ex. Não me recusaria jamais a pagar TODAS as despesas da criança, eu mesmo, pessoalmente, até o valor estipulado da pensão, ou mais, se fosse o caso. Caso sobrasse algo a cada mês, gostaria que fosse depositado em uma conta poupança PARA A CRIANÇA.
    Se alguém têm experiância que possa me orientar se isso é possível, agradeço. Não acho justo que minha ex usufrua de nenhum centavo do dinheiro que pertence à minha filha e estou disposto a ir até às últimas consequências para impedir isso. Muitas mulheres lutam tanto pela igualdade, mas não perdem a chance de viver como parasitas. É claro que não são todas, mas que tem muita vagabunda pilantra pro aí, ah isso tem!
    Grato.
    G@nho @ vid@ com meu próprio tr@b@lho

  • juliana

    Gostaria de fazer uma pergunta.O pai do meu filho não trabalha.Ele alega que trabalha de acompanhante da mãe mas sem carteira assinada e ganha um salário mínimo.A mãe dele é aposentada e ganha um salário.Ele mora com a avó e ela é pensionista da marinha e ganha muito bem e é ela quem sutenta tudo. Gostaria de saber se posso pedir pensão em cima do salário dela.Ele só me paga 120,00.A avó dele ganha mais de 5.000,00 por mês e sustenta ele.Obrigada!

  • juliana

    Gostaria de fazer uma pergunta.O pai do meu filho não trabalha.Ele alega que trabalha de acompanhante da mãe mas sem carteira assinada e ganha um salário mínimo.A mãe dele é aposentada e ganha um salário.Ele mora com a avó e ela é pensionista da marinha e ganha muito bem e é ela quem sutenta tudo. Gostaria de saber se posso pedir pensão em cima do salário dela.Ele só me paga 120,00.A avó dele ganha mais de 5.000,00 por mês e sustenta ele.Obrigada!

  • juliana

    Gostaria de fazer uma pergunta.O pai do meu filho não trabalha.Ele alega que trabalha de acompanhante da mãe mas sem carteira assinada e ganha um salário mínimo.A mãe dele é aposentada e ganha um salário.Ele mora com a avó e ela é pensionista da marinha e ganha muito bem e é ela quem sutenta tudo. Gostaria de saber se posso pedir pensão em cima do salário dela.Ele só me paga 120,00.A avó dele ganha mais de 5.000,00 por mês e sustenta ele.Obrigada!

  • juliana

    Gostaria de fazer uma pergunta.O pai do meu filho não trabalha.Ele alega que trabalha de acompanhante da mãe mas sem carteira assinada e ganha um salário mínimo.A mãe dele é aposentada e ganha um salário.Ele mora com a avó e ela é pensionista da marinha e ganha muito bem e é ela quem sutenta tudo. Gostaria de saber se posso pedir pensão em cima do salário dela.Ele só me paga 120,00.A avó dele ganha mais de 5.000,00 por mês e sustenta ele.Obrigada!

  • Elaine Cristina Alves Ferreira

    eu moro em Santa Catarina e o Pai do meu filho mora no Paraná e ele não quer pagar a pensão para meu filho eu queria saber o que posso faser sem precisar ir lá por que é muito longe e eu trabalho.

  • Elaine Cristina Alves Ferreira

    eu moro em Santa Catarina e o Pai do meu filho mora no Paraná e ele não quer pagar a pensão para meu filho eu queria saber o que posso faser sem precisar ir lá por que é muito longe e eu trabalho.

  • Elaine Cristina Alves Ferreira

    eu moro em Santa Catarina e o Pai do meu filho mora no Paraná e ele não quer pagar a pensão para meu filho eu queria saber o que posso faser sem precisar ir lá por que é muito longe e eu trabalho.

  • http://google Elaine Cristina Alves Ferreira

    eu moro em Santa Catarina e o Pai do meu filho mora no Paraná e ele não quer pagar a pensão para meu filho eu queria saber o que posso faser sem precisar ir lá por que é muito longe e eu trabalho.

  • Carla

    Olá, gostaria de saber o seguinte…
    Antes de nos relacionarmos,meu marido teve relações sexuais com uma mulher e ela alega ter engravidado dele.Atualmente, ele faz tratamento psiquiátrico e terapeutico muito caro,em outro Estado, e ainda nos sustenta,pois apenas estudo.Sua família nos ajuda no pagamento desse tratamento e em outras dívidas.Nossas contas sempre fecham no negativo.Ele ganha de salário bruto 2592, e líquido em torno de 2100 reais.Ela tem pedido 30% de seus redimentos brutos e nós não temos condições de pagar esse valor,caso o teste de paternidade seja positivo, o quanto nós teríamos q pagar?O juíz do caso leva tudo isso em consideração?

  • Carla

    Olá, gostaria de saber o seguinte…
    Antes de nos relacionarmos,meu marido teve relações sexuais com uma mulher e ela alega ter engravidado dele.Atualmente, ele faz tratamento psiquiátrico e terapeutico muito caro,em outro Estado, e ainda nos sustenta,pois apenas estudo.Sua família nos ajuda no pagamento desse tratamento e em outras dívidas.Nossas contas sempre fecham no negativo.Ele ganha de salário bruto 2592, e líquido em torno de 2100 reais.Ela tem pedido 30% de seus redimentos brutos e nós não temos condições de pagar esse valor,caso o teste de paternidade seja positivo, o quanto nós teríamos q pagar?O juíz do caso leva tudo isso em consideração?

  • Carla

    Olá, gostaria de saber o seguinte…
    Antes de nos relacionarmos,meu marido teve relações sexuais com uma mulher e ela alega ter engravidado dele.Atualmente, ele faz tratamento psiquiátrico e terapeutico muito caro,em outro Estado, e ainda nos sustenta,pois apenas estudo.Sua família nos ajuda no pagamento desse tratamento e em outras dívidas.Nossas contas sempre fecham no negativo.Ele ganha de salário bruto 2592, e líquido em torno de 2100 reais.Ela tem pedido 30% de seus redimentos brutos e nós não temos condições de pagar esse valor,caso o teste de paternidade seja positivo, o quanto nós teríamos q pagar?O juíz do caso leva tudo isso em consideração?

  • Carla

    Olá, gostaria de saber o seguinte…
    Antes de nos relacionarmos,meu marido teve relações sexuais com uma mulher e ela alega ter engravidado dele.Atualmente, ele faz tratamento psiquiátrico e terapeutico muito caro,em outro Estado, e ainda nos sustenta,pois apenas estudo.Sua família nos ajuda no pagamento desse tratamento e em outras dívidas.Nossas contas sempre fecham no negativo.Ele ganha de salário bruto 2592, e líquido em torno de 2100 reais.Ela tem pedido 30% de seus redimentos brutos e nós não temos condições de pagar esse valor,caso o teste de paternidade seja positivo, o quanto nós teríamos q pagar?O juíz do caso leva tudo isso em consideração?

  • Carla

    Olá, gostaria de saber o seguinte…
    Antes de nos relacionarmos,meu marido teve relações sexuais com uma mulher e ela alega ter engravidado dele.Atualmente, ele faz tratamento psiquiátrico e terapeutico muito caro,em outro Estado, e ainda nos sustenta,pois apenas estudo.Sua família nos ajuda no pagamento desse tratamento e em outras dívidas.Nossas contas sempre fecham no negativo.Ele ganha de salário bruto 2592, e líquido em torno de 2100 reais.Ela tem pedido 30% de seus redimentos brutos e nós não temos condições de pagar esse valor,caso o teste de paternidade seja positivo, o quanto nós teríamos q pagar?O juíz do caso leva tudo isso em consideração?

    Obrigada pela consideração…

  • Carla

    Olá, gostaria de saber o seguinte…
    Antes de nos relacionarmos,meu marido teve relações sexuais com uma mulher e ela alega ter engravidado dele.Atualmente, ele faz tratamento psiquiátrico e terapeutico muito caro,em outro Estado, e ainda nos sustenta,pois apenas estudo.Sua família nos ajuda no pagamento desse tratamento e em outras dívidas.Nossas contas sempre fecham no negativo.Ele ganha de salário bruto 2592, e líquido em torno de 2100 reais.Ela tem pedido 30% de seus redimentos brutos e nós não temos condições de pagar esse valor,caso o teste de paternidade seja positivo, o quanto nós teríamos q pagar?O juíz do caso leva tudo isso em consideração?

    Obrigada pela consideração…

  • Carla

    Olá, gostaria de saber o seguinte…
    Antes de nos relacionarmos,meu marido teve relações sexuais com uma mulher e ela alega ter engravidado dele.Atualmente, ele faz tratamento psiquiátrico e terapeutico muito caro,em outro Estado, e ainda nos sustenta,pois apenas estudo.Sua família nos ajuda no pagamento desse tratamento e em outras dívidas.Nossas contas sempre fecham no negativo.Ele ganha de salário bruto 2592, e líquido em torno de 2100 reais.Ela tem pedido 30% de seus redimentos brutos e nós não temos condições de pagar esse valor,caso o teste de paternidade seja positivo, o quanto nós teríamos q pagar?O juíz do caso leva tudo isso em consideração?

    Obrigada pela consideração…

  • Carla

    Olá, gostaria de saber o seguinte…
    Antes de nos relacionarmos,meu marido teve relações sexuais com uma mulher e ela alega ter engravidado dele.Atualmente, ele faz tratamento psiquiátrico e terapeutico muito caro,em outro Estado, e ainda nos sustenta,pois apenas estudo.Sua família nos ajuda no pagamento desse tratamento e em outras dívidas.Nossas contas sempre fecham no negativo.Ele ganha de salário bruto 2592, e líquido em torno de 2100 reais.Ela tem pedido 30% de seus redimentos brutos e nós não temos condições de pagar esse valor,caso o teste de paternidade seja positivo, o quanto nós teríamos q pagar?O juíz do caso leva tudo isso em consideração?

    Obrigada pela consideração…

  • Carla

    Desculpe, mas esqueci de perguntar se meu marido é obrigado a visitar a criança,pois ele não tem apego a ela,apenas quer pagar o que ele deve,caso seja genitor dessa criança,e mesmo assim não a considerará seu filho…e eu não o critico por isso.
    Digo isso por experiência própria, nunca deixei minha mãe sequer pedir pensão alimentícia. Mesmo minha mãe sendo uma pessoa humilde que vivia e ainda vive de pensão.
    Sempre achei que amor agente sente … e se não sente,não sente, ponto final.Não é a justiça que nos vai fazer sentir amor por alguém. E pai e mãe são aqueles que sempre estão ao lado da gente e não aqueles que por obrigação judicial pagam pensão.

    Obrigada pelo espaço

  • Carla

    Desculpe, mas esqueci de perguntar se meu marido é obrigado a visitar a criança,pois ele não tem apego a ela,apenas quer pagar o que ele deve,caso seja genitor dessa criança,e mesmo assim não a considerará seu filho…e eu não o critico por isso.
    Digo isso por experiência própria, nunca deixei minha mãe sequer pedir pensão alimentícia. Mesmo minha mãe sendo uma pessoa humilde que vivia e ainda vive de pensão.
    Sempre achei que amor agente sente … e se não sente,não sente, ponto final.Não é a justiça que nos vai fazer sentir amor por alguém. E pai e mãe são aqueles que sempre estão ao lado da gente e não aqueles que por obrigação judicial pagam pensão.

    Obrigada pelo espaço

  • Carla

    Desculpe, mas esqueci de perguntar se meu marido é obrigado a visitar a criança,pois ele não tem apego a ela,apenas quer pagar o que ele deve,caso seja genitor dessa criança,e mesmo assim não a considerará seu filho…e eu não o critico por isso.
    Digo isso por experiência própria, nunca deixei minha mãe sequer pedir pensão alimentícia. Mesmo minha mãe sendo uma pessoa humilde que vivia e ainda vive de pensão.
    Sempre achei que amor agente sente … e se não sente,não sente, ponto final.Não é a justiça que nos vai fazer sentir amor por alguém. E pai e mãe são aqueles que sempre estão ao lado da gente e não aqueles que por obrigação judicial pagam pensão.

    Obrigada pelo espaço

  • Carla

    Desculpe, mas esqueci de perguntar se meu marido é obrigado a visitar a criança,pois ele não tem apego a ela,apenas quer pagar o que ele deve,caso seja genitor dessa criança,e mesmo assim não a considerará seu filho…e eu não o critico por isso.
    Digo isso por experiência própria, nunca deixei minha mãe sequer pedir pensão alimentícia. Mesmo minha mãe sendo uma pessoa humilde que vivia e ainda vive de pensão.
    Sempre achei que amor agente sente … e se não sente,não sente, ponto final.Não é a justiça que nos vai fazer sentir amor por alguém. E pai e mãe são aqueles que sempre estão ao lado da gente e não aqueles que por obrigação judicial pagam pensão.

    Obrigada pelo espaço

  • rosemary

    sempre ouço dizre q essa lei funciona p/ mim nao estou separada por violencia domestica com coisas serias de facads, pauladas etc…ele ainda me xinga se der mole ate apanho de ex marido tem q desviar dele e deixar ele me envergonhar nao descuto trabalho num posto de saude e ele xinga e todas com palavras de baixo escalao e o maximo q acontece e se ele bateu em outro mulher no posto de saude q me acolheu pois sai de casa com a roupa do corpo foi muita solidariedade q me deu condiçoes de me manter afastada dele a familia se revoltou contra mim pois nao a bucha aqui pra ele q quiser bater em alguem me fazer sai eu e meu menino pela noite com sol ou estrelas apavorada e com medo de no calor da ruidade me matar q foi pro um triz fui pro pronto socorro varias vezes com facadas e nem a pensao consigo tirar q e de direito do meu menino hj com 13anos estou separada a 2 e nao atende nem por uma vz as intimaçoes por violencia nem pensao e nada acontece com ele acho q aqui tinha q ter delegacia de mulher pois sou um exemplo da necessidade disso outras mulheres q tambem passam por algumas humilhaçoes ficam com medo de ficar no zero com eu essa lei nao esta assim tao boa

  • rosemary

    sempre ouço dizre q essa lei funciona p/ mim nao estou separada por violencia domestica com coisas serias de facads, pauladas etc…ele ainda me xinga se der mole ate apanho de ex marido tem q desviar dele e deixar ele me envergonhar nao descuto trabalho num posto de saude e ele xinga e todas com palavras de baixo escalao e o maximo q acontece e se ele bateu em outro mulher no posto de saude q me acolheu pois sai de casa com a roupa do corpo foi muita solidariedade q me deu condiçoes de me manter afastada dele a familia se revoltou contra mim pois nao a bucha aqui pra ele q quiser bater em alguem me fazer sai eu e meu menino pela noite com sol ou estrelas apavorada e com medo de no calor da ruidade me matar q foi pro um triz fui pro pronto socorro varias vezes com facadas e nem a pensao consigo tirar q e de direito do meu menino hj com 13anos estou separada a 2 e nao atende nem por uma vz as intimaçoes por violencia nem pensao e nada acontece com ele acho q aqui tinha q ter delegacia de mulher pois sou um exemplo da necessidade disso outras mulheres q tambem passam por algumas humilhaçoes ficam com medo de ficar no zero com eu essa lei nao esta assim tao boa

  • rosemary

    sempre ouço dizre q essa lei funciona p/ mim nao estou separada por violencia domestica com coisas serias de facads, pauladas etc…ele ainda me xinga se der mole ate apanho de ex marido tem q desviar dele e deixar ele me envergonhar nao descuto trabalho num posto de saude e ele xinga e todas com palavras de baixo escalao e o maximo q acontece e se ele bateu em outro mulher no posto de saude q me acolheu pois sai de casa com a roupa do corpo foi muita solidariedade q me deu condiçoes de me manter afastada dele a familia se revoltou contra mim pois nao a bucha aqui pra ele q quiser bater em alguem me fazer sai eu e meu menino pela noite com sol ou estrelas apavorada e com medo de no calor da ruidade me matar q foi pro um triz fui pro pronto socorro varias vezes com facadas e nem a pensao consigo tirar q e de direito do meu menino hj com 13anos estou separada a 2 e nao atende nem por uma vz as intimaçoes por violencia nem pensao e nada acontece com ele acho q aqui tinha q ter delegacia de mulher pois sou um exemplo da necessidade disso outras mulheres q tambem passam por algumas humilhaçoes ficam com medo de ficar no zero com eu essa lei nao esta assim tao boa

  • http://msn---rosemarydeminas@hotmail.com rosemary

    sempre ouço dizre q essa lei funciona p/ mim nao estou separada por violencia domestica com coisas serias de facads, pauladas etc…ele ainda me xinga se der mole ate apanho de ex marido tem q desviar dele e deixar ele me envergonhar nao descuto trabalho num posto de saude e ele xinga e todas com palavras de baixo escalao e o maximo q acontece e se ele bateu em outro mulher no posto de saude q me acolheu pois sai de casa com a roupa do corpo foi muita solidariedade q me deu condiçoes de me manter afastada dele a familia se revoltou contra mim pois nao a bucha aqui pra ele q quiser bater em alguem me fazer sai eu e meu menino pela noite com sol ou estrelas apavorada e com medo de no calor da ruidade me matar q foi pro um triz fui pro pronto socorro varias vezes com facadas e nem a pensao consigo tirar q e de direito do meu menino hj com 13anos estou separada a 2 e nao atende nem por uma vz as intimaçoes por violencia nem pensao e nada acontece com ele acho q aqui tinha q ter delegacia de mulher pois sou um exemplo da necessidade disso outras mulheres q tambem passam por algumas humilhaçoes ficam com medo de ficar no zero com eu essa lei nao esta assim tao boa

  • Reinaldo

    Me separei em setembro e desde então não deixei de dar dinheiro pra ela. Meu salário é de R$ 1.200,00 e dou para ela R$ 300,00 todo o mes. Eu entrei na justça com o pedido de doação de alimento para legalizar a cituação da pensão em ralação ao meu filho.
    Minha dúvida é a seguinte:
    Se no dia da audiência ela falar com o Juiz que não dou nada. como posso rebater com ela que dou sim a pensão.

  • Reinaldo

    Me separei em setembro e desde então não deixei de dar dinheiro pra ela. Meu salário é de R$ 1.200,00 e dou para ela R$ 300,00 todo o mes. Eu entrei na justça com o pedido de doação de alimento para legalizar a cituação da pensão em ralação ao meu filho.
    Minha dúvida é a seguinte:
    Se no dia da audiência ela falar com o Juiz que não dou nada. como posso rebater com ela que dou sim a pensão.

  • Reinaldo

    Me separei em setembro e desde então não deixei de dar dinheiro pra ela. Meu salário é de R$ 1.200,00 e dou para ela R$ 300,00 todo o mes. Eu entrei na justça com o pedido de doação de alimento para legalizar a cituação da pensão em ralação ao meu filho.
    Minha dúvida é a seguinte:
    Se no dia da audiência ela falar com o Juiz que não dou nada. como posso rebater com ela que dou sim a pensão.

  • Reinaldo

    Me separei em setembro e desde então não deixei de dar dinheiro pra ela. Meu salário é de R$ 1.200,00 e dou para ela R$ 300,00 todo o mes. Eu entrei na justça com o pedido de doação de alimento para legalizar a cituação da pensão em ralação ao meu filho.
    Minha dúvida é a seguinte:
    Se no dia da audiência ela falar com o Juiz que não dou nada. como posso rebater com ela que dou sim a pensão.

  • Reinaldo

    Se ela falar que não estou dando o dinheiro antes da decisão do Juiz, posso ser preso?

    Mas quero deixar bem claro que estou dando sim, mas ela não tem conta em banco e nem quer assinar os recibos. Estou dando o dinheiro na mão dela todo mês!

  • Reinaldo

    Se ela falar que não estou dando o dinheiro antes da decisão do Juiz, posso ser preso?

    Mas quero deixar bem claro que estou dando sim, mas ela não tem conta em banco e nem quer assinar os recibos. Estou dando o dinheiro na mão dela todo mês!

  • Reinaldo

    Se ela falar que não estou dando o dinheiro antes da decisão do Juiz, posso ser preso?

    Mas quero deixar bem claro que estou dando sim, mas ela não tem conta em banco e nem quer assinar os recibos. Estou dando o dinheiro na mão dela todo mês!

  • Reinaldo

    Se ela falar que não estou dando o dinheiro antes da decisão do Juiz, posso ser preso?

    Mas quero deixar bem claro que estou dando sim, mas ela não tem conta em banco e nem quer assinar os recibos. Estou dando o dinheiro na mão dela todo mês!

  • Patrícia Morais

    Olá, me chamo Patrícia, moro em Braísilia e como milhares de mulhere vivo a mesma situação. Li a matéria e percebo que tanto a mãe como o homem são vítimas das próprias decisões que tomam na vida. Separei-me há 5 anos e vivo o martírio de indas e vindas a forum simplesmente porque o pai das crianças não se toca.

    Sempre atrasou pensão e nunca mandei prende-lo, não faz questão de passar férias, natal e pior a passagem do ano, por que ele tem que se divertir sozinho com a esposa. Presente então nem se fala, passa aniversário, dia das crianças, natal e por ai vai, remédio, dentista, médico, tudo sou eu e ainda aparece uns comentários de que a mulher aproveita a grana. Hoje sai muito caro criar um filho, as meninas estudam em colégio do governo e nem por isso as despesas com material escolar e pedidos não acontecem. tem o lanche, tem o absorvente, o xampu, o perfume e quando viram adolescente nossa senhora haja grana e o cretino vai na frente do juiz pedir revisão de pensão porque acha que tá pagando muito.

    Agora investe os papeis, eu pago 100,00 e ele fica, pergunta se quer é ruim hemmm.

    O pior é que ainda temos que provar que o desgraçado trabalha de carteira assinada e ganha mais do que ta na carteira porque sempre fazem acordo com a empresa para pagarem por fora, achando que estão fazendo a coisa certa. E o que ganham com isso, nada cada vez mais ficam miseráveis e pobres por que a palavra de Deus fala claramente sobre as criancinhas.

    Deus tome de conta e faça a sua justiça porque a do nosso pais não funciona muito.

    Pena que não posso dizer tudo que penso a um juiz porque se não eu sairia de lá algemada. Mordo a línga cada vez que entro naquela sala.

    q ele tem que se divertir sozinho com a esposa. Presente então nem se fala, passa aniversário, dia das crianças, natal e por ai vai, remédio, dentista, médico, tudo sou eu e ainda aparecem uns comentários de que a mulher aproveita a grana. Hoje sai muito caro criar um filho, as meninas estudam em colégio do governo e nem por isso as despesas com material escolar e pedido não acontecem. Tem o lanche, tem o absorvente, o xampu, o perfume e quando viram adolescente nossa senhora haja grana e o cretino vai na frente do juiz pedir revisão de pensão porque acha que ta pagando muito.

    Por que não mudar a legislação ou a forma de se provar as coisas, o Juiz deveria enviar um oficial de justiça na casa da pessoa, vê como vivem, ir a empresa e se certificar se realmente o que declaram é verdade até mesmo porque se entram na justiça pela defesoria e assinam documento de pobreza, então estão enganando a própria justiça e outa coisa, a mulher também precisa trabalhar não tem tempo de ficar atrás de marmanjo, muito menos pagar detetive.

    Agradeço a ateção

    E vamos lá lutar pelo direito de nossos filhos

  • Patrícia Morais

    Olá, me chamo Patrícia, moro em Braísilia e como milhares de mulhere vivo a mesma situação. Li a matéria e percebo que tanto a mãe como o homem são vítimas das próprias decisões que tomam na vida. Separei-me há 5 anos e vivo o martírio de indas e vindas a forum simplesmente porque o pai das crianças não se toca.

    Sempre atrasou pensão e nunca mandei prende-lo, não faz questão de passar férias, natal e pior a passagem do ano, por que ele tem que se divertir sozinho com a esposa. Presente então nem se fala, passa aniversário, dia das crianças, natal e por ai vai, remédio, dentista, médico, tudo sou eu e ainda aparece uns comentários de que a mulher aproveita a grana. Hoje sai muito caro criar um filho, as meninas estudam em colégio do governo e nem por isso as despesas com material escolar e pedidos não acontecem. tem o lanche, tem o absorvente, o xampu, o perfume e quando viram adolescente nossa senhora haja grana e o cretino vai na frente do juiz pedir revisão de pensão porque acha que tá pagando muito.

    Agora investe os papeis, eu pago 100,00 e ele fica, pergunta se quer é ruim hemmm.

    O pior é que ainda temos que provar que o desgraçado trabalha de carteira assinada e ganha mais do que ta na carteira porque sempre fazem acordo com a empresa para pagarem por fora, achando que estão fazendo a coisa certa. E o que ganham com isso, nada cada vez mais ficam miseráveis e pobres por que a palavra de Deus fala claramente sobre as criancinhas.

    Deus tome de conta e faça a sua justiça porque a do nosso pais não funciona muito.

    Pena que não posso dizer tudo que penso a um juiz porque se não eu sairia de lá algemada. Mordo a línga cada vez que entro naquela sala.

    q ele tem que se divertir sozinho com a esposa. Presente então nem se fala, passa aniversário, dia das crianças, natal e por ai vai, remédio, dentista, médico, tudo sou eu e ainda aparecem uns comentários de que a mulher aproveita a grana. Hoje sai muito caro criar um filho, as meninas estudam em colégio do governo e nem por isso as despesas com material escolar e pedido não acontecem. Tem o lanche, tem o absorvente, o xampu, o perfume e quando viram adolescente nossa senhora haja grana e o cretino vai na frente do juiz pedir revisão de pensão porque acha que ta pagando muito.

    Por que não mudar a legislação ou a forma de se provar as coisas, o Juiz deveria enviar um oficial de justiça na casa da pessoa, vê como vivem, ir a empresa e se certificar se realmente o que declaram é verdade até mesmo porque se entram na justiça pela defesoria e assinam documento de pobreza, então estão enganando a própria justiça e outa coisa, a mulher também precisa trabalhar não tem tempo de ficar atrás de marmanjo, muito menos pagar detetive.

    Agradeço a ateção

    E vamos lá lutar pelo direito de nossos filhos

  • Patrícia Morais

    Olá, me chamo Patrícia, moro em Braísilia e como milhares de mulhere vivo a mesma situação. Li a matéria e percebo que tanto a mãe como o homem são vítimas das próprias decisões que tomam na vida. Separei-me há 5 anos e vivo o martírio de indas e vindas a forum simplesmente porque o pai das crianças não se toca.

    Sempre atrasou pensão e nunca mandei prende-lo, não faz questão de passar férias, natal e pior a passagem do ano, por que ele tem que se divertir sozinho com a esposa. Presente então nem se fala, passa aniversário, dia das crianças, natal e por ai vai, remédio, dentista, médico, tudo sou eu e ainda aparece uns comentários de que a mulher aproveita a grana. Hoje sai muito caro criar um filho, as meninas estudam em colégio do governo e nem por isso as despesas com material escolar e pedidos não acontecem. tem o lanche, tem o absorvente, o xampu, o perfume e quando viram adolescente nossa senhora haja grana e o cretino vai na frente do juiz pedir revisão de pensão porque acha que tá pagando muito.

    Agora investe os papeis, eu pago 100,00 e ele fica, pergunta se quer é ruim hemmm.

    O pior é que ainda temos que provar que o desgraçado trabalha de carteira assinada e ganha mais do que ta na carteira porque sempre fazem acordo com a empresa para pagarem por fora, achando que estão fazendo a coisa certa. E o que ganham com isso, nada cada vez mais ficam miseráveis e pobres por que a palavra de Deus fala claramente sobre as criancinhas.

    Deus tome de conta e faça a sua justiça porque a do nosso pais não funciona muito.

    Pena que não posso dizer tudo que penso a um juiz porque se não eu sairia de lá algemada. Mordo a línga cada vez que entro naquela sala.

    q ele tem que se divertir sozinho com a esposa. Presente então nem se fala, passa aniversário, dia das crianças, natal e por ai vai, remédio, dentista, médico, tudo sou eu e ainda aparecem uns comentários de que a mulher aproveita a grana. Hoje sai muito caro criar um filho, as meninas estudam em colégio do governo e nem por isso as despesas com material escolar e pedido não acontecem. Tem o lanche, tem o absorvente, o xampu, o perfume e quando viram adolescente nossa senhora haja grana e o cretino vai na frente do juiz pedir revisão de pensão porque acha que ta pagando muito.

    Por que não mudar a legislação ou a forma de se provar as coisas, o Juiz deveria enviar um oficial de justiça na casa da pessoa, vê como vivem, ir a empresa e se certificar se realmente o que declaram é verdade até mesmo porque se entram na justiça pela defesoria e assinam documento de pobreza, então estão enganando a própria justiça e outa coisa, a mulher também precisa trabalhar não tem tempo de ficar atrás de marmanjo, muito menos pagar detetive.

    Agradeço a ateção

    E vamos lá lutar pelo direito de nossos filhos

  • Patrícia Morais

    Olá, me chamo Patrícia, moro em Braísilia e como milhares de mulhere vivo a mesma situação. Li a matéria e percebo que tanto a mãe como o homem são vítimas das próprias decisões que tomam na vida. Separei-me há 5 anos e vivo o martírio de indas e vindas a forum simplesmente porque o pai das crianças não se toca.

    Sempre atrasou pensão e nunca mandei prende-lo, não faz questão de passar férias, natal e pior a passagem do ano, por que ele tem que se divertir sozinho com a esposa. Presente então nem se fala, passa aniversário, dia das crianças, natal e por ai vai, remédio, dentista, médico, tudo sou eu e ainda aparece uns comentários de que a mulher aproveita a grana. Hoje sai muito caro criar um filho, as meninas estudam em colégio do governo e nem por isso as despesas com material escolar e pedidos não acontecem. tem o lanche, tem o absorvente, o xampu, o perfume e quando viram adolescente nossa senhora haja grana e o cretino vai na frente do juiz pedir revisão de pensão porque acha que tá pagando muito.

    Agora investe os papeis, eu pago 100,00 e ele fica, pergunta se quer é ruim hemmm.

    O pior é que ainda temos que provar que o desgraçado trabalha de carteira assinada e ganha mais do que ta na carteira porque sempre fazem acordo com a empresa para pagarem por fora, achando que estão fazendo a coisa certa. E o que ganham com isso, nada cada vez mais ficam miseráveis e pobres por que a palavra de Deus fala claramente sobre as criancinhas.

    Deus tome de conta e faça a sua justiça porque a do nosso pais não funciona muito.

    Pena que não posso dizer tudo que penso a um juiz porque se não eu sairia de lá algemada. Mordo a línga cada vez que entro naquela sala.

    q ele tem que se divertir sozinho com a esposa. Presente então nem se fala, passa aniversário, dia das crianças, natal e por ai vai, remédio, dentista, médico, tudo sou eu e ainda aparecem uns comentários de que a mulher aproveita a grana. Hoje sai muito caro criar um filho, as meninas estudam em colégio do governo e nem por isso as despesas com material escolar e pedido não acontecem. Tem o lanche, tem o absorvente, o xampu, o perfume e quando viram adolescente nossa senhora haja grana e o cretino vai na frente do juiz pedir revisão de pensão porque acha que ta pagando muito.

    Por que não mudar a legislação ou a forma de se provar as coisas, o Juiz deveria enviar um oficial de justiça na casa da pessoa, vê como vivem, ir a empresa e se certificar se realmente o que declaram é verdade até mesmo porque se entram na justiça pela defesoria e assinam documento de pobreza, então estão enganando a própria justiça e outa coisa, a mulher também precisa trabalhar não tem tempo de ficar atrás de marmanjo, muito menos pagar detetive.

    Agradeço a ateção

    E vamos lá lutar pelo direito de nossos filhos

  • Kleber Conceição

    Acha justo um pai pagar pensão para um filho de 22 anos que até agora não terminou o ensino médio, repetiu durante 4 anos o segundo ano e que neste ano diz ao juiz que estuda, mas que não frequentou a escola no primeiro semestre e no segundo tem mais falta que presença,a mãe tem a capacidade de ir com ele ao juiz e dizer que êle está estudando.
    Acha justo!

  • Kleber Conceição

    Acha justo um pai pagar pensão para um filho de 22 anos que até agora não terminou o ensino médio, repetiu durante 4 anos o segundo ano e que neste ano diz ao juiz que estuda, mas que não frequentou a escola no primeiro semestre e no segundo tem mais falta que presença,a mãe tem a capacidade de ir com ele ao juiz e dizer que êle está estudando.
    Acha justo!

  • Kleber Conceição

    Acha justo um pai pagar pensão para um filho de 22 anos que até agora não terminou o ensino médio, repetiu durante 4 anos o segundo ano e que neste ano diz ao juiz que estuda, mas que não frequentou a escola no primeiro semestre e no segundo tem mais falta que presença,a mãe tem a capacidade de ir com ele ao juiz e dizer que êle está estudando.
    Acha justo!

  • http://oi Kleber Conceição

    Acha justo um pai pagar pensão para um filho de 22 anos que até agora não terminou o ensino médio, repetiu durante 4 anos o segundo ano e que neste ano diz ao juiz que estuda, mas que não frequentou a escola no primeiro semestre e no segundo tem mais falta que presença,a mãe tem a capacidade de ir com ele ao juiz e dizer que êle está estudando.
    Acha justo!

  • Marcia Sofrida!!!

    Preciso de ajuda!!!!
    Meu ex-marido desde abril de 2007 não dá pensão que foi estipulada pelo juiz no ato do divórcio. Em janeiro de 2008 entrei com pedido de execução de pensão alimentícia.. e até agora nada…
    o que eu faço?
    tenho contas atrasadas, pois era telefone ou comida… e isso sujou no nome do meu filho que tem a conta em seu nome….
    também não consegui pagar conta de luz da casa onde morei assim que o ex-marido foi embora de casa, meu nome está no spc por causa disso! O que devo fazer???
    Ele até hoje só deu R$ 180,00, em setembro de 2007. E nunca mais deu nada…
    Eu fui no defensor público e até agora nada.. estamos passando por necessidades! Me ajudem por favor!!!!

  • Marcia Sofrida!!!

    Preciso de ajuda!!!!
    Meu ex-marido desde abril de 2007 não dá pensão que foi estipulada pelo juiz no ato do divórcio. Em janeiro de 2008 entrei com pedido de execução de pensão alimentícia.. e até agora nada…
    o que eu faço?
    tenho contas atrasadas, pois era telefone ou comida… e isso sujou no nome do meu filho que tem a conta em seu nome….
    também não consegui pagar conta de luz da casa onde morei assim que o ex-marido foi embora de casa, meu nome está no spc por causa disso! O que devo fazer???
    Ele até hoje só deu R$ 180,00, em setembro de 2007. E nunca mais deu nada…
    Eu fui no defensor público e até agora nada.. estamos passando por necessidades! Me ajudem por favor!!!!

  • Marcia Sofrida!!!

    Preciso de ajuda!!!!
    Meu ex-marido desde abril de 2007 não dá pensão que foi estipulada pelo juiz no ato do divórcio. Em janeiro de 2008 entrei com pedido de execução de pensão alimentícia.. e até agora nada…
    o que eu faço?
    tenho contas atrasadas, pois era telefone ou comida… e isso sujou no nome do meu filho que tem a conta em seu nome….
    também não consegui pagar conta de luz da casa onde morei assim que o ex-marido foi embora de casa, meu nome está no spc por causa disso! O que devo fazer???
    Ele até hoje só deu R$ 180,00, em setembro de 2007. E nunca mais deu nada…
    Eu fui no defensor público e até agora nada.. estamos passando por necessidades! Me ajudem por favor!!!!

  • Marcia Sofrida!!!

    Preciso de ajuda!!!!
    Meu ex-marido desde abril de 2007 não dá pensão que foi estipulada pelo juiz no ato do divórcio. Em janeiro de 2008 entrei com pedido de execução de pensão alimentícia.. e até agora nada…
    o que eu faço?
    tenho contas atrasadas, pois era telefone ou comida… e isso sujou no nome do meu filho que tem a conta em seu nome….
    também não consegui pagar conta de luz da casa onde morei assim que o ex-marido foi embora de casa, meu nome está no spc por causa disso! O que devo fazer???
    Ele até hoje só deu R$ 180,00, em setembro de 2007. E nunca mais deu nada…
    Eu fui no defensor público e até agora nada.. estamos passando por necessidades! Me ajudem por favor!!!!

  • patrícia 184

    Claudia,

    Sou uma mãe que trabalha fora e dá um duro danado pra criar 3 filhos de um outro casamento (Não recebo pensão)o pai aparece quando quer e da algo quando quer também, mas até aí tudo bem é um coitado viciado que quero bem longe dos meus filhos, isso é uma história muito longa pra se comentar agora, mas me orgulho de poder criar meus filhos SOZINHA e de meu nome não constar lá na vara de família. Nada contra quem recebe pensão alimentícia sei que tem muitas mulheres que recebem porque precisam realmente, mas infelismente há outras em que as pobres crianças nem sentem o cheiro do dinheiro, são sustentados pelos coitados dos avós, enquanto a mãe gasta o dinheiro seja muito ou pouco.
    Bem meu caso é o seguinte tenho um quarto filho com meu atual marido, e ele tem uma filha de treze anos, que mora com a mãe e a avó, este meu marido não tem emprego vive de bicos, porque tem um processo de dívida alta com o itaú e nunca passa em processo seletivo porque tem o nome sujo, faz uns bicos e com meu trabalho Sou analista de RH vamos nos virando com nossa prole, pagamos vinte por cento de um salário mínimo para a filha dele de treze anos, e ajudamos com algumas outras coisas quando é realmente necessário, a mãe dela não trabalha, vive encostada na avó da menina, é uma delinquente sem eira enm beira, já tentamos a guarda da garota mas a avó não permitiu, bem o que quero saber é o seguinte, se eu me casar com separação total de bens consigo protejer meus futuros bens? porque não vou me acabar de trabalhar pra dar conforto aos meus filhos pra depois essas moças virem querendo parte do que é meu. Obs: A filha do meu marido em questão vive muito bem, é sustentada pela avó e por meu marido tem um quarto só pra ela, computador e a única herdeira da mãe que por sua vez é única herdeira da avó dela.
    bjos.

  • patrícia 184

    Claudia,

    Sou uma mãe que trabalha fora e dá um duro danado pra criar 3 filhos de um outro casamento (Não recebo pensão)o pai aparece quando quer e da algo quando quer também, mas até aí tudo bem é um coitado viciado que quero bem longe dos meus filhos, isso é uma história muito longa pra se comentar agora, mas me orgulho de poder criar meus filhos SOZINHA e de meu nome não constar lá na vara de família. Nada contra quem recebe pensão alimentícia sei que tem muitas mulheres que recebem porque precisam realmente, mas infelismente há outras em que as pobres crianças nem sentem o cheiro do dinheiro, são sustentados pelos coitados dos avós, enquanto a mãe gasta o dinheiro seja muito ou pouco.
    Bem meu caso é o seguinte tenho um quarto filho com meu atual marido, e ele tem uma filha de treze anos, que mora com a mãe e a avó, este meu marido não tem emprego vive de bicos, porque tem um processo de dívida alta com o itaú e nunca passa em processo seletivo porque tem o nome sujo, faz uns bicos e com meu trabalho Sou analista de RH vamos nos virando com nossa prole, pagamos vinte por cento de um salário mínimo para a filha dele de treze anos, e ajudamos com algumas outras coisas quando é realmente necessário, a mãe dela não trabalha, vive encostada na avó da menina, é uma delinquente sem eira enm beira, já tentamos a guarda da garota mas a avó não permitiu, bem o que quero saber é o seguinte, se eu me casar com separação total de bens consigo protejer meus futuros bens? porque não vou me acabar de trabalhar pra dar conforto aos meus filhos pra depois essas moças virem querendo parte do que é meu. Obs: A filha do meu marido em questão vive muito bem, é sustentada pela avó e por meu marido tem um quarto só pra ela, computador e a única herdeira da mãe que por sua vez é única herdeira da avó dela.
    bjos.

  • patrícia 184

    Claudia,

    Sou uma mãe que trabalha fora e dá um duro danado pra criar 3 filhos de um outro casamento (Não recebo pensão)o pai aparece quando quer e da algo quando quer também, mas até aí tudo bem é um coitado viciado que quero bem longe dos meus filhos, isso é uma história muito longa pra se comentar agora, mas me orgulho de poder criar meus filhos SOZINHA e de meu nome não constar lá na vara de família. Nada contra quem recebe pensão alimentícia sei que tem muitas mulheres que recebem porque precisam realmente, mas infelismente há outras em que as pobres crianças nem sentem o cheiro do dinheiro, são sustentados pelos coitados dos avós, enquanto a mãe gasta o dinheiro seja muito ou pouco.
    Bem meu caso é o seguinte tenho um quarto filho com meu atual marido, e ele tem uma filha de treze anos, que mora com a mãe e a avó, este meu marido não tem emprego vive de bicos, porque tem um processo de dívida alta com o itaú e nunca passa em processo seletivo porque tem o nome sujo, faz uns bicos e com meu trabalho Sou analista de RH vamos nos virando com nossa prole, pagamos vinte por cento de um salário mínimo para a filha dele de treze anos, e ajudamos com algumas outras coisas quando é realmente necessário, a mãe dela não trabalha, vive encostada na avó da menina, é uma delinquente sem eira enm beira, já tentamos a guarda da garota mas a avó não permitiu, bem o que quero saber é o seguinte, se eu me casar com separação total de bens consigo protejer meus futuros bens? porque não vou me acabar de trabalhar pra dar conforto aos meus filhos pra depois essas moças virem querendo parte do que é meu. Obs: A filha do meu marido em questão vive muito bem, é sustentada pela avó e por meu marido tem um quarto só pra ela, computador e a única herdeira da mãe que por sua vez é única herdeira da avó dela.
    bjos.

  • patrícia 184

    Claudia,

    Sou uma mãe que trabalha fora e dá um duro danado pra criar 3 filhos de um outro casamento (Não recebo pensão)o pai aparece quando quer e da algo quando quer também, mas até aí tudo bem é um coitado viciado que quero bem longe dos meus filhos, isso é uma história muito longa pra se comentar agora, mas me orgulho de poder criar meus filhos SOZINHA e de meu nome não constar lá na vara de família. Nada contra quem recebe pensão alimentícia sei que tem muitas mulheres que recebem porque precisam realmente, mas infelismente há outras em que as pobres crianças nem sentem o cheiro do dinheiro, são sustentados pelos coitados dos avós, enquanto a mãe gasta o dinheiro seja muito ou pouco.
    Bem meu caso é o seguinte tenho um quarto filho com meu atual marido, e ele tem uma filha de treze anos, que mora com a mãe e a avó, este meu marido não tem emprego vive de bicos, porque tem um processo de dívida alta com o itaú e nunca passa em processo seletivo porque tem o nome sujo, faz uns bicos e com meu trabalho Sou analista de RH vamos nos virando com nossa prole, pagamos vinte por cento de um salário mínimo para a filha dele de treze anos, e ajudamos com algumas outras coisas quando é realmente necessário, a mãe dela não trabalha, vive encostada na avó da menina, é uma delinquente sem eira enm beira, já tentamos a guarda da garota mas a avó não permitiu, bem o que quero saber é o seguinte, se eu me casar com separação total de bens consigo protejer meus futuros bens? porque não vou me acabar de trabalhar pra dar conforto aos meus filhos pra depois essas moças virem querendo parte do que é meu. Obs: A filha do meu marido em questão vive muito bem, é sustentada pela avó e por meu marido tem um quarto só pra ela, computador e a única herdeira da mãe que por sua vez é única herdeira da avó dela.
    bjos.

  • Cleide

    eu queria saber no caso dele ter dois filhos com pessoas diferentes como fica ess divisão…

  • Cleide

    eu queria saber no caso dele ter dois filhos com pessoas diferentes como fica ess divisão…

  • Cleide

    eu queria saber no caso dele ter dois filhos com pessoas diferentes como fica ess divisão…

  • Cleide

    eu queria saber no caso dele ter dois filhos com pessoas diferentes como fica ess divisão…

  • Carla Christina

    Sou separada judicialmente a mais de cinco anos e meu ex marido nunca pagou pensão e nunca ajudou com escola, etc.
    Ele esta meio que desempregado atuando como corretor de imóveis só que autônomo e não tem renda fixa. Como a água intonou o copo, quero saber como faço para adquirir o direitos do meu filho. Tenho como revendicar a pensão atrasada destes 5 anos e como calculo o valor da pensão que deveria pagar hj. Na separação foi estipulado um valor de um salário mínimo. Posso também estipular um outro período de visitas com opai, uma vez que meu filho não que vê-lo tantas vezes, ou até mesmo deixá-lo depor perante um juíz, o qual pode estipular este período ou se meu filho disser que não o quer ver mais ele acatar desta decisão do meu filho??
    Obrigada!

  • Carla Christina

    Sou separada judicialmente a mais de cinco anos e meu ex marido nunca pagou pensão e nunca ajudou com escola, etc.
    Ele esta meio que desempregado atuando como corretor de imóveis só que autônomo e não tem renda fixa. Como a água intonou o copo, quero saber como faço para adquirir o direitos do meu filho. Tenho como revendicar a pensão atrasada destes 5 anos e como calculo o valor da pensão que deveria pagar hj. Na separação foi estipulado um valor de um salário mínimo. Posso também estipular um outro período de visitas com opai, uma vez que meu filho não que vê-lo tantas vezes, ou até mesmo deixá-lo depor perante um juíz, o qual pode estipular este período ou se meu filho disser que não o quer ver mais ele acatar desta decisão do meu filho??
    Obrigada!

  • Carla Christina

    Sou separada judicialmente a mais de cinco anos e meu ex marido nunca pagou pensão e nunca ajudou com escola, etc.
    Ele esta meio que desempregado atuando como corretor de imóveis só que autônomo e não tem renda fixa. Como a água intonou o copo, quero saber como faço para adquirir o direitos do meu filho. Tenho como revendicar a pensão atrasada destes 5 anos e como calculo o valor da pensão que deveria pagar hj. Na separação foi estipulado um valor de um salário mínimo. Posso também estipular um outro período de visitas com opai, uma vez que meu filho não que vê-lo tantas vezes, ou até mesmo deixá-lo depor perante um juíz, o qual pode estipular este período ou se meu filho disser que não o quer ver mais ele acatar desta decisão do meu filho??
    Obrigada!

  • Carla Christina

    Sou separada judicialmente a mais de cinco anos e meu ex marido nunca pagou pensão e nunca ajudou com escola, etc.
    Ele esta meio que desempregado atuando como corretor de imóveis só que autônomo e não tem renda fixa. Como a água intonou o copo, quero saber como faço para adquirir o direitos do meu filho. Tenho como revendicar a pensão atrasada destes 5 anos e como calculo o valor da pensão que deveria pagar hj. Na separação foi estipulado um valor de um salário mínimo. Posso também estipular um outro período de visitas com opai, uma vez que meu filho não que vê-lo tantas vezes, ou até mesmo deixá-lo depor perante um juíz, o qual pode estipular este período ou se meu filho disser que não o quer ver mais ele acatar desta decisão do meu filho??
    Obrigada!

  • Carla Christina

    Sou separada judicialmente a mais de cinco anos e meu ex marido nunca pagou pensão e nunca ajudou com escola, etc.
    Ele esta meio que desempregado atuando como corretor de imóveis só que autônomo e não tem renda fixa. Como a água intonou o copo, quero saber como faço para adquirir o direitos do meu filho. Tenho como revendicar a pensão atrasada destes 5 anos e como calculo o valor da pensão que deveria pagar hj. Na separação foi estipulado um valor de um salário mínimo. Posso também estipular um outro período de visitas com opai, uma vez que meu filho não que vê-lo tantas vezes, ou até mesmo deixá-lo depor perante um juíz, o qual pode estipular este período ou se meu filho disser que não o quer ver mais ele acatar desta decisão do meu filho??
    Obrigada!

  • Maristela

    Gostaria de algumas informações:
    1- Quando o marido está afastado pelo INSS por motivos de doença, o valor da pensão paga deve ser o mesmo ou ele pode ser reduzido a meio salário mínimo assim como nos casos de desemprego?
    2- É possível substituir a pensão em dinheiro por alimentos, roupas, sapatos…… para os filhos?
    3- Como podemos exigir da mãe a prestação de contas referente a pensão alimentícia?
    Obrigada

  • Maristela

    Gostaria de algumas informações:
    1- Quando o marido está afastado pelo INSS por motivos de doença, o valor da pensão paga deve ser o mesmo ou ele pode ser reduzido a meio salário mínimo assim como nos casos de desemprego?
    2- É possível substituir a pensão em dinheiro por alimentos, roupas, sapatos…… para os filhos?
    3- Como podemos exigir da mãe a prestação de contas referente a pensão alimentícia?
    Obrigada

  • Maristela

    Gostaria de algumas informações:
    1- Quando o marido está afastado pelo INSS por motivos de doença, o valor da pensão paga deve ser o mesmo ou ele pode ser reduzido a meio salário mínimo assim como nos casos de desemprego?
    2- É possível substituir a pensão em dinheiro por alimentos, roupas, sapatos…… para os filhos?
    3- Como podemos exigir da mãe a prestação de contas referente a pensão alimentícia?
    Obrigada

  • Maristela

    Gostaria de algumas informações:
    1- Quando o marido está afastado pelo INSS por motivos de doença, o valor da pensão paga deve ser o mesmo ou ele pode ser reduzido a meio salário mínimo assim como nos casos de desemprego?
    2- É possível substituir a pensão em dinheiro por alimentos, roupas, sapatos…… para os filhos?
    3- Como podemos exigir da mãe a prestação de contas referente a pensão alimentícia?
    Obrigada

  • JULIANA SANTOS

    Eu queria uma orientação sobre pensão alimenticia. morei c/ o pai das minhas filhas 5 anos, e temoa 2 filhas uma de 10 anos outra de 8 anos, quando separei minha filha de 8 tinha 3 meses de nacida, resumindo, em 200, desde quando eu separei conto a dedo quantas vezes que ele pagou pensão e visitar as filhas tambem, ja paguei advog e ele pagou p/ ele se de pagar os atrasando p/ min isso foi em 2005. so em 2007 que descobrir deixei p/ la e colquei no assoc dos adv de graça desde então ate hoje nada, ele e altonomo, tem cndições de ajudar as filhas e so fala que justiça ne uma faz ele pagar penão…ja teve aldiencia numa redução de pensão da qual ele nunca deu e mesmo isso ate hoje. boa tarde…obrigada.

  • JULIANA SANTOS

    Eu queria uma orientação sobre pensão alimenticia. morei c/ o pai das minhas filhas 5 anos, e temoa 2 filhas uma de 10 anos outra de 8 anos, quando separei minha filha de 8 tinha 3 meses de nacida, resumindo, em 200, desde quando eu separei conto a dedo quantas vezes que ele pagou pensão e visitar as filhas tambem, ja paguei advog e ele pagou p/ ele se de pagar os atrasando p/ min isso foi em 2005. so em 2007 que descobrir deixei p/ la e colquei no assoc dos adv de graça desde então ate hoje nada, ele e altonomo, tem cndições de ajudar as filhas e so fala que justiça ne uma faz ele pagar penão…ja teve aldiencia numa redução de pensão da qual ele nunca deu e mesmo isso ate hoje. boa tarde…obrigada.

  • JULIANA SANTOS

    Eu queria uma orientação sobre pensão alimenticia. morei c/ o pai das minhas filhas 5 anos, e temoa 2 filhas uma de 10 anos outra de 8 anos, quando separei minha filha de 8 tinha 3 meses de nacida, resumindo, em 200, desde quando eu separei conto a dedo quantas vezes que ele pagou pensão e visitar as filhas tambem, ja paguei advog e ele pagou p/ ele se de pagar os atrasando p/ min isso foi em 2005. so em 2007 que descobrir deixei p/ la e colquei no assoc dos adv de graça desde então ate hoje nada, ele e altonomo, tem cndições de ajudar as filhas e so fala que justiça ne uma faz ele pagar penão…ja teve aldiencia numa redução de pensão da qual ele nunca deu e mesmo isso ate hoje. boa tarde…obrigada.

  • JULIANA SANTOS

    Eu queria uma orientação sobre pensão alimenticia. morei c/ o pai das minhas filhas 5 anos, e temoa 2 filhas uma de 10 anos outra de 8 anos, quando separei minha filha de 8 tinha 3 meses de nacida, resumindo, em 200, desde quando eu separei conto a dedo quantas vezes que ele pagou pensão e visitar as filhas tambem, ja paguei advog e ele pagou p/ ele se de pagar os atrasando p/ min isso foi em 2005. so em 2007 que descobrir deixei p/ la e colquei no assoc dos adv de graça desde então ate hoje nada, ele e altonomo, tem cndições de ajudar as filhas e so fala que justiça ne uma faz ele pagar penão…ja teve aldiencia numa redução de pensão da qual ele nunca deu e mesmo isso ate hoje. boa tarde…obrigada.

  • JULIANA SANTOS

    Eu queria uma orientação sobre pensão alimenticia. morei c/ o pai das minhas filhas 5 anos, e temoa 2 filhas uma de 10 anos outra de 8 anos, quando separei minha filha de 8 tinha 3 meses de nacida, resumindo, em 200, desde quando eu separei conto a dedo quantas vezes que ele pagou pensão e visitar as filhas tambem, ja paguei advog e ele pagou p/ ele se de pagar os atrasando p/ min isso foi em 2005. so em 2007 que descobrir deixei p/ la e colquei no assoc dos adv de graça desde então ate hoje nada, ele e altonomo, tem cndições de ajudar as filhas e so fala que justiça ne uma faz ele pagar penão…ja teve aldiencia numa redução de pensão da qual ele nunca deu e mesmo isso ate hoje. boa tarde…obrigada.

  • JULIANA SANTOS

    ele entro com pedido de redução de pensão de i salari p/ cada, que nunca deu esse falor , mesmo depois que o juiz baixou o volor so deu uma vez e ate agora nada, ate o acordo dos tempos que ele não pagou foi diminuido o valor e dividido em prestações, mas ele não cumprio ate hoje…fora o fato dele nunca querer saber das filhas, eu trabalho pago aluguel e sustento elas so fazer o que, existe tantos vagabundo que não tem um pigo de respnsabilidade que não tem medo nem da justiça acha que tem dinheiro e pode tudo ate isso.

  • JULIANA SANTOS

    ele entro com pedido de redução de pensão de i salari p/ cada, que nunca deu esse falor , mesmo depois que o juiz baixou o volor so deu uma vez e ate agora nada, ate o acordo dos tempos que ele não pagou foi diminuido o valor e dividido em prestações, mas ele não cumprio ate hoje…fora o fato dele nunca querer saber das filhas, eu trabalho pago aluguel e sustento elas so fazer o que, existe tantos vagabundo que não tem um pigo de respnsabilidade que não tem medo nem da justiça acha que tem dinheiro e pode tudo ate isso.

  • JULIANA SANTOS

    ele entro com pedido de redução de pensão de i salari p/ cada, que nunca deu esse falor , mesmo depois que o juiz baixou o volor so deu uma vez e ate agora nada, ate o acordo dos tempos que ele não pagou foi diminuido o valor e dividido em prestações, mas ele não cumprio ate hoje…fora o fato dele nunca querer saber das filhas, eu trabalho pago aluguel e sustento elas so fazer o que, existe tantos vagabundo que não tem um pigo de respnsabilidade que não tem medo nem da justiça acha que tem dinheiro e pode tudo ate isso.

  • JULIANA SANTOS

    ele entro com pedido de redução de pensão de i salari p/ cada, que nunca deu esse falor , mesmo depois que o juiz baixou o volor so deu uma vez e ate agora nada, ate o acordo dos tempos que ele não pagou foi diminuido o valor e dividido em prestações, mas ele não cumprio ate hoje…fora o fato dele nunca querer saber das filhas, eu trabalho pago aluguel e sustento elas so fazer o que, existe tantos vagabundo que não tem um pigo de respnsabilidade que não tem medo nem da justiça acha que tem dinheiro e pode tudo ate isso.

  • JULIANA SANTOS

    ele entro com pedido de redução de pensão de i salari p/ cada, que nunca deu esse falor , mesmo depois que o juiz baixou o volor so deu uma vez e ate agora nada, ate o acordo dos tempos que ele não pagou foi diminuido o valor e dividido em prestações, mas ele não cumprio ate hoje…fora o fato dele nunca querer saber das filhas, eu trabalho pago aluguel e sustento elas so fazer o que, existe tantos vagabundo que não tem um pigo de respnsabilidade que não tem medo nem da justiça acha que tem dinheiro e pode tudo ate isso.

  • Barba

    Olá!
    Sou separado e pago pensão corretamente como foi determinado. Minha questão é a seguinte, tenho direito de saber como a pensão alimentícia paga a minha filha é gasta?
    Obrigado.

  • Barba

    Olá!
    Sou separado e pago pensão corretamente como foi determinado. Minha questão é a seguinte, tenho direito de saber como a pensão alimentícia paga a minha filha é gasta?
    Obrigado.

  • Ricardo

    Ola? sou casado tenho 2 filhos ,e pago pensao para outra criança gostaria de saber se o valor da pensao e de 30% para essa criança ja k tb possuo familia e pago aluguel ? obrigado,

  • Ricardo

    Ola? sou casado tenho 2 filhos ,e pago pensao para outra criança gostaria de saber se o valor da pensao e de 30% para essa criança ja k tb possuo familia e pago aluguel ? obrigado,

  • Contra a pensão!

    Quando fui na justiça enfrentar a mamãe o juiz foi bem claro, “aqui estamos pra olhar o lado do pai, da mãe e do filho. Então, na verdade é 30% do pai e 30% da mâe, que dá o total de 60% para o filho.

    Agora eu tenho 2 pergunta:
    1. Eu posso recorre na justiça para pedir recibo de todos os gastos que a mamãe está ultilizando como o filho? – falo em geral de cada um “papai e mamãe.

    2. Eu posso recorrer na justiça pra pegar a guarda do filho meio a meio, 15 dias com o papai e 15 dias com a mamãe?.

    Como papai mora perto da casa do filho, não averia problema para os estudos e outros meios que poderiam atrapalhar.

  • http://nãotenho Contra a pensão!

    Quando fui na justiça enfrentar a mamãe o juiz foi bem claro, “aqui estamos pra olhar o lado do pai, da mãe e do filho. Então, na verdade é 30% do pai e 30% da mâe, que dá o total de 60% para o filho.

    Agora eu tenho 2 pergunta:
    1. Eu posso recorre na justiça para pedir recibo de todos os gastos que a mamãe está ultilizando como o filho? – falo em geral de cada um “papai e mamãe.

    2. Eu posso recorrer na justiça pra pegar a guarda do filho meio a meio, 15 dias com o papai e 15 dias com a mamãe?.

    Como papai mora perto da casa do filho, não averia problema para os estudos e outros meios que poderiam atrapalhar.

  • Só comentário….

    BOm, acho que a pensão não deveria calcular em porcentagem. Hoje, ouvimos nos noticiários que daqui a 20 anos vai ter mais população idosas, por quê será?, os homens estão com medo de ter filho justamente porque as mulheres estão separando e exigindo a pensão, ela já tem maldade de que se separar ela tem o dela garantido.

    Já largue namoradas que brincou com migo dizendo que 3 anos ela já tem direito das metades de meios pertences. Na mesmo hora dei um chau pra ela. Ela ficou muito assustada.

    Calcular por porcetangem é um absurdo. Um pai que ganha 5.000,00 por mês e tem que pagar 1.500,00 de pensão, é deixar a mulher atoa sem trabalhar, vagabundando e ainda deixando o filho com parentes ou vizinhos, e é por isso que a mulher acaba gastando o dinheiro como outros homens.

  • Só comentário….

    BOm, acho que a pensão não deveria calcular em porcentagem. Hoje, ouvimos nos noticiários que daqui a 20 anos vai ter mais população idosas, por quê será?, os homens estão com medo de ter filho justamente porque as mulheres estão separando e exigindo a pensão, ela já tem maldade de que se separar ela tem o dela garantido.

    Já largue namoradas que brincou com migo dizendo que 3 anos ela já tem direito das metades de meios pertences. Na mesmo hora dei um chau pra ela. Ela ficou muito assustada.

    Calcular por porcetangem é um absurdo. Um pai que ganha 5.000,00 por mês e tem que pagar 1.500,00 de pensão, é deixar a mulher atoa sem trabalhar, vagabundando e ainda deixando o filho com parentes ou vizinhos, e é por isso que a mulher acaba gastando o dinheiro como outros homens.

  • no embalo…

    E isso mesmo Só comentário…

    A justiça em vez de prender essas políticos ladrões que não ficam mais que uma semana na cadeia. Infelismente o pensionista fica 90 dias caso não pague.

    A justiça deveria obrigar 15 dias com pai e 15 com mãe, igual diz nosso defensor “contra a pensão! – assim não teria problema de briga na hora de pagar pensão.

    Não é que queremos deixar de ajudar os filhos, é que sabemos que a mulher tem mais porte desse dinheiro que o filho. Como hoje as mulheres estão mais envolvidas no mercado de trabalho, eles “juizes” deveriam exigir o mesmo delas também.

    Nós pais, que convivemos muito tempo com mãe e filho, sabemos que aquele dinheiro só pro filho é muito.

    Na verdade, a justiça já está na hora de dar uma mexida nessa lei e começar a satisfazer os pais.

    A pensão é mais cara que o juros de uma compra parcelada.
    E outra, com o dinheiro da pensão, igual um amigo meu que paga 370,00 reais. de uma filha de 3 anos, assim, faltando 15 anos que calcula 66.000,00 reais.

    Agora eu pergunto. Porque tantas mulheres atoa dentro de casa estão conseguindo comprar carro.

    O homem tem que começar a agir e correr atraz de seu prejuiso. Até um preso e bem tratado pelos direito humanos, mas se os direito humanos sabendo que vc não está pagando pensão, só querem ajudar a ferrar mais.

    Cade os direito humanos…

    Vamos homens, nos reivindicar

  • no embalo…

    E isso mesmo Só comentário…

    A justiça em vez de prender essas políticos ladrões que não ficam mais que uma semana na cadeia. Infelismente o pensionista fica 90 dias caso não pague.

    A justiça deveria obrigar 15 dias com pai e 15 com mãe, igual diz nosso defensor “contra a pensão! – assim não teria problema de briga na hora de pagar pensão.

    Não é que queremos deixar de ajudar os filhos, é que sabemos que a mulher tem mais porte desse dinheiro que o filho. Como hoje as mulheres estão mais envolvidas no mercado de trabalho, eles “juizes” deveriam exigir o mesmo delas também.

    Nós pais, que convivemos muito tempo com mãe e filho, sabemos que aquele dinheiro só pro filho é muito.

    Na verdade, a justiça já está na hora de dar uma mexida nessa lei e começar a satisfazer os pais.

    A pensão é mais cara que o juros de uma compra parcelada.
    E outra, com o dinheiro da pensão, igual um amigo meu que paga 370,00 reais. de uma filha de 3 anos, assim, faltando 15 anos que calcula 66.000,00 reais.

    Agora eu pergunto. Porque tantas mulheres atoa dentro de casa estão conseguindo comprar carro.

    O homem tem que começar a agir e correr atraz de seu prejuiso. Até um preso e bem tratado pelos direito humanos, mas se os direito humanos sabendo que vc não está pagando pensão, só querem ajudar a ferrar mais.

    Cade os direito humanos…

    Vamos homens, nos reivindicar

  • RODRIGO MENDES

    Gostaria de saber se a ex-mulher pode requerer PENSÃO ALIMENTÍCIA para si, mesmo no caso de não houverem filhos oriundos da união, “alegando” algum problema de saúde, seja de qualquer origem ou ordem abaixo(FÍSICA/EMOCIONAL/PSICOLÓGICA/PSIQUIATRICA,ETC), logicamente com laudos ou exames médicos que comprovem o problema (havendo a hipótese, que poderia ser comprovada ou não, desses laudos ou exames terem sido forjados somente para tal fim). Caso positivo, o pagamento seria permanente, ou não, dependendo do problema alegado? Se a mulher casar, ou viver com outro homem como se fosse, cessaria o direito à pensão? Há alguma forma prevista em lei ou amparo legal? Poderiam ser feitos exames anteriores que eximiriam de culpa ou responsabilidade para ambos? Pois bem, descupe-me pelo excesso de perguntas. Estou com essas dúvidas e gostaria dessa orientação por pessoas experientes e especializadas no assunto. Infelizmente no mundo atual em que vivemos onde há negócios para tudo pessoas sem escrúpulos, falsidades, traições, somos levados a fazer tal questionamento. Desde já agradeço pela atenção e informações recebidas.

  • http://nãotenho RODRIGO MENDES

    Gostaria de saber se a ex-mulher pode requerer PENSÃO ALIMENTÍCIA para si, mesmo no caso de não houverem filhos oriundos da união, “alegando” algum problema de saúde, seja de qualquer origem ou ordem abaixo(FÍSICA/EMOCIONAL/PSICOLÓGICA/PSIQUIATRICA,ETC), logicamente com laudos ou exames médicos que comprovem o problema (havendo a hipótese, que poderia ser comprovada ou não, desses laudos ou exames terem sido forjados somente para tal fim). Caso positivo, o pagamento seria permanente, ou não, dependendo do problema alegado? Se a mulher casar, ou viver com outro homem como se fosse, cessaria o direito à pensão? Há alguma forma prevista em lei ou amparo legal? Poderiam ser feitos exames anteriores que eximiriam de culpa ou responsabilidade para ambos? Pois bem, descupe-me pelo excesso de perguntas. Estou com essas dúvidas e gostaria dessa orientação por pessoas experientes e especializadas no assunto. Infelizmente no mundo atual em que vivemos onde há negócios para tudo pessoas sem escrúpulos, falsidades, traições, somos levados a fazer tal questionamento. Desde já agradeço pela atenção e informações recebidas.

  • justiceiro

    o arrebatador e o maldito ,sao dois caras inteligentes que sabem que este mundo esta cheio de mulheres pervertidas que querem andar bonitas com o dinheiro facil de uma pensao alimenticia. conheço mulheres que falam assim, vou tomar uma cerveja com a pensao que recebo do troxa,ou ,mas um dinheiro pra tomar cerveja,ela mora em itamonte e veio de BRAsilia,nunca trabalhou na vida tem 4 filhos um de cada pai e ta casando um outro troxa pra pagar pensao do ultimo filho dela. poriço a lei deveria mudar.
    obs: o nome dela é kenia.

  • http://hotmail justiceiro

    o arrebatador e o maldito ,sao dois caras inteligentes que sabem que este mundo esta cheio de mulheres pervertidas que querem andar bonitas com o dinheiro facil de uma pensao alimenticia. conheço mulheres que falam assim, vou tomar uma cerveja com a pensao que recebo do troxa,ou ,mas um dinheiro pra tomar cerveja,ela mora em itamonte e veio de BRAsilia,nunca trabalhou na vida tem 4 filhos um de cada pai e ta casando um outro troxa pra pagar pensao do ultimo filho dela. poriço a lei deveria mudar.
    obs: o nome dela é kenia.

  • Alessandra

    Sei o quanto é complicado essa situação que envolve sentimentos e “nteresses” os quais os únicos que são prejudicados são as crianças ou dependendo da forma como é analisada outros são prejudicados. Tenho 27 anos, sou casada há três anos com um homem maravilhoso, mais velho, porém de um coração enorme, que na sua juventude correu os riscos nas diversões, gerando como consequencia a gravidez de três mulheres em anos diferentes ( filhos com 18 anos, 11 anos e 8 anos). Ele cria o mais velho e paga pensão dos dois ultimos filhos. O pior que a mãe da criança do meio, é uma pessoa que não se conforma que meu marido não assumiu e tenta de todas as formas enfernizar. Ele é autonomo, dono de um açougue no qual com muitas dificuldades sobrevivemos e pagava 50% de um salário para cada filho, mas depois do nosso casamento e agora eu gravida a situação piorou ela entrou na justiça recorrendo aumento da pensão e nos prseguindo, o pior de tudo que não vemos a criança ser beneficiada e sim ela aproveitando da pensão para luxar e gastar com seu novo namorado deixando a criança sem nenhuma vantagem ( alimentação, vestimenta, diversão), ela é professora trabalha 40 horas de carteira assinada tem uma academia e me questiono, só ele é que tem que se responsabilizar pelo custo de vida, não são direitos iguais? Como convencer a juiza? Já que na ultima audiência a concordou com a solicitação de aumento de pensão. As nossas despesas aumentaram, o nosso caminhão virou, temos um prejuizo de quase 50.000, temos nosso filho agora, tivemos que investir no açougue exigencia da vigilancia sanitaria. O que fazer? Será justo só ele arcar com as despesas? E ela? Se beneficiando as nossas custas? Solicito ajuda o mais rapido possivel. Obrigado pela colaboração.

  • Alessandra

    Sei o quanto é complicado essa situação que envolve sentimentos e “nteresses” os quais os únicos que são prejudicados são as crianças ou dependendo da forma como é analisada outros são prejudicados. Tenho 27 anos, sou casada há três anos com um homem maravilhoso, mais velho, porém de um coração enorme, que na sua juventude correu os riscos nas diversões, gerando como consequencia a gravidez de três mulheres em anos diferentes ( filhos com 18 anos, 11 anos e 8 anos). Ele cria o mais velho e paga pensão dos dois ultimos filhos. O pior que a mãe da criança do meio, é uma pessoa que não se conforma que meu marido não assumiu e tenta de todas as formas enfernizar. Ele é autonomo, dono de um açougue no qual com muitas dificuldades sobrevivemos e pagava 50% de um salário para cada filho, mas depois do nosso casamento e agora eu gravida a situação piorou ela entrou na justiça recorrendo aumento da pensão e nos prseguindo, o pior de tudo que não vemos a criança ser beneficiada e sim ela aproveitando da pensão para luxar e gastar com seu novo namorado deixando a criança sem nenhuma vantagem ( alimentação, vestimenta, diversão), ela é professora trabalha 40 horas de carteira assinada tem uma academia e me questiono, só ele é que tem que se responsabilizar pelo custo de vida, não são direitos iguais? Como convencer a juiza? Já que na ultima audiência a concordou com a solicitação de aumento de pensão. As nossas despesas aumentaram, o nosso caminhão virou, temos um prejuizo de quase 50.000, temos nosso filho agora, tivemos que investir no açougue exigencia da vigilancia sanitaria. O que fazer? Será justo só ele arcar com as despesas? E ela? Se beneficiando as nossas custas? Solicito ajuda o mais rapido possivel. Obrigado pela colaboração.

  • Tania Maria Mota

    MINHA SOBRINHA SAIU DE CASA AO 12 ANOS DE IDADE E FOI MORAR SOZINHA NUMA CASA QUE PERTENCEU A MINHA MÃE. NÃO PODENDO SE ALIMENTAR FOI PROCURAR O PAI QUE LHE DEU R$100,00. UM MÊS DEPOIS ELE ENTREGOU A ELA R$ 250,00 para ela se alimentar. ela passou por alguns problemas de ordem sexual, isto é, foi estrupada. Ao saber do seu problema, a trouxee para minha casa em Araruama. Fui ao Conselho tutelar que pediu o comparecimento do Pai que foi claro ao declarar que não a queria de volta. Fiquei com ela. Pus no colégio e dei-lhe um lar com limites. Ela não se adaptou e fugiu de casa por querer liberdade. Passou por vários lares e por último já em casa de seu irmão foi novamente usada com consentimento da própria por vários rapazes. Ela pediu-me para voltar aconselhada pelo irmão que diz não ter condições para tomar conta dela. Hoje ao 13 anos, vive comigo e o pai continua depositando a 02 anos a quantia de r$ 250,00 com se nada tivesse aumentado. Não a procura nem por telefone e isso a faz sofrer. Como devo agir? A sua pensão não é suficiente para comprar roupas, médico, estudo e moradia. Sou pobre e aposentada por motivo de doença. Como faço para requerer por lei a sua pensão? Mesmo que diminua, é melhor do que ele derrepente deixar de depositar. Ela não é uma menina má. o Pai é que é um imbecil que não lhe dá assistência. Tento fazer ela entender. Preciso de sua ajuda senão ele vai passara vida inteira depositando apenas R$ 250,00 como se o mundo estivesse parado.

  • http://todos Tania Maria Mota

    MINHA SOBRINHA SAIU DE CASA AO 12 ANOS DE IDADE E FOI MORAR SOZINHA NUMA CASA QUE PERTENCEU A MINHA MÃE. NÃO PODENDO SE ALIMENTAR FOI PROCURAR O PAI QUE LHE DEU R$100,00. UM MÊS DEPOIS ELE ENTREGOU A ELA R$ 250,00 para ela se alimentar. ela passou por alguns problemas de ordem sexual, isto é, foi estrupada. Ao saber do seu problema, a trouxee para minha casa em Araruama. Fui ao Conselho tutelar que pediu o comparecimento do Pai que foi claro ao declarar que não a queria de volta. Fiquei com ela. Pus no colégio e dei-lhe um lar com limites. Ela não se adaptou e fugiu de casa por querer liberdade. Passou por vários lares e por último já em casa de seu irmão foi novamente usada com consentimento da própria por vários rapazes. Ela pediu-me para voltar aconselhada pelo irmão que diz não ter condições para tomar conta dela. Hoje ao 13 anos, vive comigo e o pai continua depositando a 02 anos a quantia de r$ 250,00 com se nada tivesse aumentado. Não a procura nem por telefone e isso a faz sofrer. Como devo agir? A sua pensão não é suficiente para comprar roupas, médico, estudo e moradia. Sou pobre e aposentada por motivo de doença. Como faço para requerer por lei a sua pensão? Mesmo que diminua, é melhor do que ele derrepente deixar de depositar. Ela não é uma menina má. o Pai é que é um imbecil que não lhe dá assistência. Tento fazer ela entender. Preciso de sua ajuda senão ele vai passara vida inteira depositando apenas R$ 250,00 como se o mundo estivesse parado.

  • Carolina

    Oi Claudia,
    Fui casada por 4 anos e dessa união nasceu uma menininha que hoje está com 7 anos. Durante seu primeiro ano de vida o pai sumiu e não ajudou em nada nas despesas. Quando ela completou 1 ano, consegui a separação judicial e pensão alimentícia que ficou fixada em um salário + pagto. da escola.
    Quando minha filha completou 3 anos matriculei-a na escola sem problemas. O pai dela sempre atrasou as mensalidades mais quando chegava no final do ano ele logo procurava a escola para acertar. Agora em 2008 ele teve um problema de saúde, perdeu a visão de um olho, se diz falido e voltou a morar na casa da mãe. Deixou atrasar a mensalidade da escola por quase 5 meses e sumiu do mapa. Pela primeira vez procurei uma advogada que me orientou a fazer uma execução. A execução foi feita e ele pagou. Neste mesmo dia em que ele procurou a escola para fazer o pagamento das mensalidades em atraso, ele levou consigo uma declaração para a escola e pediu para um funcionário assinar. Essa declaração diz que ele não deve mais nada a escola e que a matrícula da menina não será renovada por ele não estar mais em condições financeiras para isso.
    Agora em Janeiro ele me procurou perguntando se a escola já havia me avisado de que a nossa filha não mais irá estudar lá e me comunicando que reservou a vaga em uma escola muitíssimo inferior a que ela estuda.
    Eu conversei com minha advogada e nós resolvemos entrar novamente na justiça contra ele, para que ele assim prove tudo o que está falando, pois sei que o padrão de vida dele continua o mesmo e a única prejudicada dessa história será a nossa filha.
    Sei que ele não tem mais filhos que justifique essa mudança nas finanças e sei também que a mãe dele é muito bem aposentanda, podendo sim bancar os estudos da única neta. Devo eu aciona-la?
    Aguardo suas orientações, obrigada!

  • Carolina

    Oi Claudia,
    Fui casada por 4 anos e dessa união nasceu uma menininha que hoje está com 7 anos. Durante seu primeiro ano de vida o pai sumiu e não ajudou em nada nas despesas. Quando ela completou 1 ano, consegui a separação judicial e pensão alimentícia que ficou fixada em um salário + pagto. da escola.
    Quando minha filha completou 3 anos matriculei-a na escola sem problemas. O pai dela sempre atrasou as mensalidades mais quando chegava no final do ano ele logo procurava a escola para acertar. Agora em 2008 ele teve um problema de saúde, perdeu a visão de um olho, se diz falido e voltou a morar na casa da mãe. Deixou atrasar a mensalidade da escola por quase 5 meses e sumiu do mapa. Pela primeira vez procurei uma advogada que me orientou a fazer uma execução. A execução foi feita e ele pagou. Neste mesmo dia em que ele procurou a escola para fazer o pagamento das mensalidades em atraso, ele levou consigo uma declaração para a escola e pediu para um funcionário assinar. Essa declaração diz que ele não deve mais nada a escola e que a matrícula da menina não será renovada por ele não estar mais em condições financeiras para isso.
    Agora em Janeiro ele me procurou perguntando se a escola já havia me avisado de que a nossa filha não mais irá estudar lá e me comunicando que reservou a vaga em uma escola muitíssimo inferior a que ela estuda.
    Eu conversei com minha advogada e nós resolvemos entrar novamente na justiça contra ele, para que ele assim prove tudo o que está falando, pois sei que o padrão de vida dele continua o mesmo e a única prejudicada dessa história será a nossa filha.
    Sei que ele não tem mais filhos que justifique essa mudança nas finanças e sei também que a mãe dele é muito bem aposentanda, podendo sim bancar os estudos da única neta. Devo eu aciona-la?
    Aguardo suas orientações, obrigada!

  • Erivan

    olá , tenho um filho do meu primeiro casamento que não deu certo , hj tenha outra pessoa e outro filho com ela gostaria de saber nesse casso como ficaria a pensão para o filho mais novo ?

  • http://erivan_atende@hotmail.com Erivan

    olá , tenho um filho do meu primeiro casamento que não deu certo , hj tenha outra pessoa e outro filho com ela gostaria de saber nesse casso como ficaria a pensão para o filho mais novo ?

  • Simone

    Bom o meu caso está mais pra novela,tenho muitos problemas com meu ex,em 2005 ele atrasou 4 parcelas da pensão entrei com uma ação de execução e ai começou meu martirio,primeiro peguei uma advogado e combinamos somente boca a boca ela teria direito a 20 % do valor total recebido e neste mesmo precesso ela entrou com uma ação p/descontar da folha de pagamento só q ele trabalhava de funcionario publico na epóca cargo de eleição algo assim,quando voltei pra falar com ela pra verifiar o andamento do processo ela disse q alem do valor pago eu teria q pagar mais o valor de 3 pensões pra ela isso q eu saiba não é o certo,lógico não aceitei ela me desaforou muito me chamou de desonesta,me humilhou muito tive q procurar outra advogada q demorou muito o processo eu sempre entrava em contato p/ver o andamento e ela sempre dava uma desculpa qualquer e realmente no ano passado só q como a pensão estava sendo depositada fui deixando,mas no final de 2007 meu ex pediu exoneração da prefeitura só q ele tem dois empreendimentos q ele colocou no nome de seus 2 outros filhos do seu casamento anterior esses digo de passagem estão muito bem e desde então não depositou mais a pensão,ai as coisas começaram a apertar eu tinha dois empregos mas em julho de 2008 fui demitida de um deles,ai as coisas foram de mal a pior comecei a pressionar a advogada e ela começou a se chatear com isso,em novembro recebi um valor irrisório referente ao q ele me deve,paguei a parte da advogada mas e o restante?
    bom ela disse os processos são demorados e q é assim mesmo,não sou nenhuma coitada mas o pouco caso q esta sendo feito no meu processo, realmente sempre soube q esses processos são demorados mas esse quase 4 anos,enfim minha advogada perdeu o interesse sem mais nem menos do caso ficou chateada q eu ligava pra saber do processo e abandonou o caso,disse q era pra procurar outro advogado eu queria um gratuito mas ela disse q ai q o processo não anda,eu realmente não sei o q faço,estou desesperada tenho uma divida enorme as vezes pago o aluguem mas deixo o mercado e assim vou mantendo,e minha divida já está em mais de r$3,500,00 eu gostaria de saber esses processos realmente demoram?
    Eu perdi a minha fé na justiça,mesmo pagando um advogado particular fui humilhada por 2 vezes,realmente não desmerecendo a classe mas alguns advogados fazem jus a expressão advogado do diabo!
    Devo ir a OAB,forum, onde pedir auxilio,realmente me sinto indefesa quanto a isso.
    O pai do meu filho nunca deu a minima pra ele e nunca visitou ele,eles não tem nenhum vinculo emocional,mas eu preciso dar um padrão p/meu filho,e realmente sozinha com o salário q estou recebendo está muito dificil…
    Obrigada desde já!
    Abraços

  • Simone

    Bom o meu caso está mais pra novela,tenho muitos problemas com meu ex,em 2005 ele atrasou 4 parcelas da pensão entrei com uma ação de execução e ai começou meu martirio,primeiro peguei uma advogado e combinamos somente boca a boca ela teria direito a 20 % do valor total recebido e neste mesmo precesso ela entrou com uma ação p/descontar da folha de pagamento só q ele trabalhava de funcionario publico na epóca cargo de eleição algo assim,quando voltei pra falar com ela pra verifiar o andamento do processo ela disse q alem do valor pago eu teria q pagar mais o valor de 3 pensões pra ela isso q eu saiba não é o certo,lógico não aceitei ela me desaforou muito me chamou de desonesta,me humilhou muito tive q procurar outra advogada q demorou muito o processo eu sempre entrava em contato p/ver o andamento e ela sempre dava uma desculpa qualquer e realmente no ano passado só q como a pensão estava sendo depositada fui deixando,mas no final de 2007 meu ex pediu exoneração da prefeitura só q ele tem dois empreendimentos q ele colocou no nome de seus 2 outros filhos do seu casamento anterior esses digo de passagem estão muito bem e desde então não depositou mais a pensão,ai as coisas começaram a apertar eu tinha dois empregos mas em julho de 2008 fui demitida de um deles,ai as coisas foram de mal a pior comecei a pressionar a advogada e ela começou a se chatear com isso,em novembro recebi um valor irrisório referente ao q ele me deve,paguei a parte da advogada mas e o restante?
    bom ela disse os processos são demorados e q é assim mesmo,não sou nenhuma coitada mas o pouco caso q esta sendo feito no meu processo, realmente sempre soube q esses processos são demorados mas esse quase 4 anos,enfim minha advogada perdeu o interesse sem mais nem menos do caso ficou chateada q eu ligava pra saber do processo e abandonou o caso,disse q era pra procurar outro advogado eu queria um gratuito mas ela disse q ai q o processo não anda,eu realmente não sei o q faço,estou desesperada tenho uma divida enorme as vezes pago o aluguem mas deixo o mercado e assim vou mantendo,e minha divida já está em mais de r$3,500,00 eu gostaria de saber esses processos realmente demoram?
    Eu perdi a minha fé na justiça,mesmo pagando um advogado particular fui humilhada por 2 vezes,realmente não desmerecendo a classe mas alguns advogados fazem jus a expressão advogado do diabo!
    Devo ir a OAB,forum, onde pedir auxilio,realmente me sinto indefesa quanto a isso.
    O pai do meu filho nunca deu a minima pra ele e nunca visitou ele,eles não tem nenhum vinculo emocional,mas eu preciso dar um padrão p/meu filho,e realmente sozinha com o salário q estou recebendo está muito dificil…
    Obrigada desde já!
    Abraços

  • amanda berlim

    oi levei o oficio a empesa que o pai das minhas tres filhas trabalha para ser descontada em folha a pensão mas a empresa não deposita que atitude devo tomar estou 2 meses sem receber e a culpa não é do meu ex marido e sim da empresa q faço.

  • amanda berlim

    oi levei o oficio a empesa que o pai das minhas tres filhas trabalha para ser descontada em folha a pensão mas a empresa não deposita que atitude devo tomar estou 2 meses sem receber e a culpa não é do meu ex marido e sim da empresa q faço.

  • amanda berlim

    e eles ainda me ameaçam dizendo que se eu os processar mandam o pai das minhas filhas pra rua

  • amanda berlim

    e eles ainda me ameaçam dizendo que se eu os processar mandam o pai das minhas filhas pra rua

  • eric

    Claudia
    “O resto da dívida será cobrado com papai fora do xilindró. É… pois é… mas, fala sério, não é pra deixar o atraso se acumular por tantos meses! Mamãe, por favor, com poucos meses de atraso, coloque a máquina judiciária pra funcionar atrás do inadimplente!”

    Que conselho mais ridículo!!! Saiba que pai não é bandido!!! Muitas vezes o sujeito infelizmente não pode pagar a pensão, pode estar desempregado, pode estar passando em dificuldades, e isso não o torna um bandido ameaçado de ir para cadeia, isso é um absurdo que conste na legislação (defasada e atrasada).
    Enquanto as pessoas, principalmente as mulheres e alguns magistrados, tiverem essa cabeça subdesenvolvida, nada se resolverá, a sim o sujeito pode até vir a pagar, afinal ele cometeu um crime, teve um filho….pera ai.. a justiça deveria sim prender bandido, um pai em dificuldade longe disso, mereceria sim subsídio do Estado que arcaria com as despesas mínimas e nunca o ameaçar de cadeia por não ter dinheiro no momento!!!
    É a saída pela direita do Estado que lava as mãos e de pessoas subdesenvolvidas que aconselham essa atitude.

  • eric

    Claudia
    “O resto da dívida será cobrado com papai fora do xilindró. É… pois é… mas, fala sério, não é pra deixar o atraso se acumular por tantos meses! Mamãe, por favor, com poucos meses de atraso, coloque a máquina judiciária pra funcionar atrás do inadimplente!”

    Que conselho mais ridículo!!! Saiba que pai não é bandido!!! Muitas vezes o sujeito infelizmente não pode pagar a pensão, pode estar desempregado, pode estar passando em dificuldades, e isso não o torna um bandido ameaçado de ir para cadeia, isso é um absurdo que conste na legislação (defasada e atrasada).
    Enquanto as pessoas, principalmente as mulheres e alguns magistrados, tiverem essa cabeça subdesenvolvida, nada se resolverá, a sim o sujeito pode até vir a pagar, afinal ele cometeu um crime, teve um filho….pera ai.. a justiça deveria sim prender bandido, um pai em dificuldade longe disso, mereceria sim subsídio do Estado que arcaria com as despesas mínimas e nunca o ameaçar de cadeia por não ter dinheiro no momento!!!
    É a saída pela direita do Estado que lava as mãos e de pessoas subdesenvolvidas que aconselham essa atitude.

  • carlos

    tenho uma grande duvida, acabei de ficar desempregado como estou recebendo o auxilio desemprego, tenho que continuar a pagar penção alimenticia, tendo ela recebido dos os direitos na recisão contratual

  • carlos

    tenho uma grande duvida, acabei de ficar desempregado como estou recebendo o auxilio desemprego, tenho que continuar a pagar penção alimenticia, tendo ela recebido dos os direitos na recisão contratual

  • teresa cristina de freitas de

    sou casada a 14anos separei porque ele mim batia muito a justiça nunca fazia nada porque ele é policial civil trabalhei a vida toda ele era so policial eu tinha restaurante e trabalhava no estado juntos compramos carros etc temos uma filha ele fala se eu pedi pensão ele manda mim matar eu tenho direito a pensão porque tudo que trabalhei ele roubou a 2 anos fiquei sem condições de sustentar mi9nha filha pedi pra ela ir morar com ele mas o ano passado ele vinha deixando ela so em casa que é no sitito perigoso quando foi em novenbro ele bateu no rosto dela e deixou ela so na fernandes lima eu fiquei louca mas ela tem muito medo dele agora elae ta com namorada e nao quer da nada a filha tudo que ele tem foi do meu trabalho ele nunca teve nada sempre trabalhei muito pra criar minhas filhas quando ficava na casa dele passava muita fome o devo fazer meu fone 82 8842 6056 preciso de ajuda cd

  • teresa cristina de freitas de lucena sarmento

    sou casada a 14anos separei porque ele mim batia muito a justiça nunca fazia nada porque ele é policial civil trabalhei a vida toda ele era so policial eu tinha restaurante e trabalhava no estado juntos compramos carros etc temos uma filha ele fala se eu pedi pensão ele manda mim matar eu tenho direito a pensão porque tudo que trabalhei ele roubou a 2 anos fiquei sem condições de sustentar mi9nha filha pedi pra ela ir morar com ele mas o ano passado ele vinha deixando ela so em casa que é no sitito perigoso quando foi em novenbro ele bateu no rosto dela e deixou ela so na fernandes lima eu fiquei louca mas ela tem muito medo dele agora elae ta com namorada e nao quer da nada a filha tudo que ele tem foi do meu trabalho ele nunca teve nada sempre trabalhei muito pra criar minhas filhas quando ficava na casa dele passava muita fome o devo fazer meu fone 82 8842 6056 preciso de ajuda cd

  • Josiane Iara Dias

    Ganho 200,00 de pensão e quando chega o mês de janeiro meu ex diz que não paga 200,00 por que meu filho não pega a condução escolar,devido as férias,ai ele me paga só 100,00 . Agora me diga quem vive com cem reias no mÊS ????? É justo ? ele esta certo ?

  • http://josianeiara@ig.com.br Josiane Iara Dias

    Ganho 200,00 de pensão e quando chega o mês de janeiro meu ex diz que não paga 200,00 por que meu filho não pega a condução escolar,devido as férias,ai ele me paga só 100,00 . Agora me diga quem vive com cem reias no mÊS ????? É justo ? ele esta certo ?

  • Tais

    Meu irmão era só amasiado e tem um filho de cinco anos ,ele trabalha 14 horas por dia e ganha R$ 800,00 todos sabiamos que ela traia ele,mas ninguem disse .Há cinco meses ele se separou por suspeitas e voltou a morar comigo e minha mãe .Quando ele chegou em casa tinha poucas peças de roupa ,um par de tenis pois tudo era pra ela ,o filho quando ele comprava a prazo nas lojas,pois mesmo ela trabalhando como manicure não ajudava em nada.Certo dia foi levar mistura e o filho encontrou no portao dizendo que não havia ninguem em casa ,mesmo assim ele decidiu entrar e viu o rapaz todo a vontade pois ele já estava morando la.O responsavel pelo imovel chamou e disse que ia avisa-lo de que não é certo ele manter a casa pro outro,então depois disso ele tem dado R$250,00 de pensao,mas ainda compra de um tudo pro filho desde roupas ,bolachas a brinquedos.Mas esses dias ela soube que ele saiu com alguem e disse que se ele não ficar esperto o bicho vai pegar pra ele,e o pior ele não pediu recibo nem nada que comprove,mas ele tem muitas e muitas pessoas que estão ao lado dele,como ele deve proceder ?

  • Tais

    Meu irmão era só amasiado e tem um filho de cinco anos ,ele trabalha 14 horas por dia e ganha R$ 800,00 todos sabiamos que ela traia ele,mas ninguem disse .Há cinco meses ele se separou por suspeitas e voltou a morar comigo e minha mãe .Quando ele chegou em casa tinha poucas peças de roupa ,um par de tenis pois tudo era pra ela ,o filho quando ele comprava a prazo nas lojas,pois mesmo ela trabalhando como manicure não ajudava em nada.Certo dia foi levar mistura e o filho encontrou no portao dizendo que não havia ninguem em casa ,mesmo assim ele decidiu entrar e viu o rapaz todo a vontade pois ele já estava morando la.O responsavel pelo imovel chamou e disse que ia avisa-lo de que não é certo ele manter a casa pro outro,então depois disso ele tem dado R$250,00 de pensao,mas ainda compra de um tudo pro filho desde roupas ,bolachas a brinquedos.Mas esses dias ela soube que ele saiu com alguem e disse que se ele não ficar esperto o bicho vai pegar pra ele,e o pior ele não pediu recibo nem nada que comprove,mas ele tem muitas e muitas pessoas que estão ao lado dele,como ele deve proceder ?

  • Michele

    será que vc pode me ajudar preciso saber qual é o site ou email que devo acessar para saber a respeitos de meus preocessos. se vc puder me ajudar agora lhe agradeço.

  • Michele

    será que vc pode me ajudar preciso saber qual é o site ou email que devo acessar para saber a respeitos de meus preocessos. se vc puder me ajudar agora lhe agradeço.

  • Michele

    achei intereçant5e poius assim vc pode ajudar as pessoas

  • Michele

    achei intereçant5e poius assim vc pode ajudar as pessoas

  • Alethea

    Preciso do seu esclarecimento!

    Meu irmão não é registrado, no entanto ele trabalha e ganha 700,00 reais, ele não se negou a pagar a pensão, mas não concordou com valor que a mãe pediu que eram de dois salários mínimos. Mesmo assim ela ganhou e a pensão foi fixada nos dois salários, ele não pagou e passados 4 meses da última audiência ele foi preso, eu paguei metade da dívida, conforme a advogada dela me instruiu, no mesmo dia ele saiu, e ela me disse que se ele nem a avó paterna não tem condições de pagar, eu como tia tenho o dever de pagar ou ele será detido novamente.
    Obrigada,
    Alethea.

  • Alethea

    Preciso do seu esclarecimento!

    Meu irmão não é registrado, no entanto ele trabalha e ganha 700,00 reais, ele não se negou a pagar a pensão, mas não concordou com valor que a mãe pediu que eram de dois salários mínimos. Mesmo assim ela ganhou e a pensão foi fixada nos dois salários, ele não pagou e passados 4 meses da última audiência ele foi preso, eu paguei metade da dívida, conforme a advogada dela me instruiu, no mesmo dia ele saiu, e ela me disse que se ele nem a avó paterna não tem condições de pagar, eu como tia tenho o dever de pagar ou ele será detido novamente.
    Obrigada,
    Alethea.

  • Simone

    Oi, boa tarde. Gostaria de saber o que a lei faz no caso da mãe que desaparece com o filho e deixa o pai sem nenhuma noticía da criança por quase um ano, e de repente aparece e cobra tudo que está em atraso, como se o pai estivesse se negando a pagar ( O mesmo não pagou pois não sabia onde se encontrava seu filho e não tinha nenhum meio de comunicação com a mãe da criança e nem dados da cc da mesma para fazer qq depósito) os meios de comunicação que tinha, a mãe não respondia!!!!! Agora a mãe quer receber tudo e devido ao problema com a justiça, o pai perdeu o emprego, o que fazer para usar a lei a favor da omissão da mãe e da perda de renda do pai, que tem nova família e precisa dividir as despesas até arrumar novo trabalho???? Obrigada.

  • Simone

    Oi, boa tarde. Gostaria de saber o que a lei faz no caso da mãe que desaparece com o filho e deixa o pai sem nenhuma noticía da criança por quase um ano, e de repente aparece e cobra tudo que está em atraso, como se o pai estivesse se negando a pagar ( O mesmo não pagou pois não sabia onde se encontrava seu filho e não tinha nenhum meio de comunicação com a mãe da criança e nem dados da cc da mesma para fazer qq depósito) os meios de comunicação que tinha, a mãe não respondia!!!!! Agora a mãe quer receber tudo e devido ao problema com a justiça, o pai perdeu o emprego, o que fazer para usar a lei a favor da omissão da mãe e da perda de renda do pai, que tem nova família e precisa dividir as despesas até arrumar novo trabalho???? Obrigada.

  • Alessandra

    Tenho um filho de 12 anos, o pai dele mora no Japão, no começo ajudava uma vez por ano, já faz alguns anos que ele não liga e nem ajuda, meu filho não é registrado com o nome dele, Por favor preciso da ajuda de vocês. Obrigada

  • Alessandra

    Tenho um filho de 12 anos, o pai dele mora no Japão, no começo ajudava uma vez por ano, já faz alguns anos que ele não liga e nem ajuda, meu filho não é registrado com o nome dele, Por favor preciso da ajuda de vocês. Obrigada

  • Bruna

    Bem, conheço os dois lados da moeda: meu pai era registrado com 1.000,00, recebia algo em torno de 5.000,00 e pagava 300,00 de pensão, nunca vi nem cheiro do dinheiro…
    Meu marido paga uma pensão de aproximadamente 800,00 para “a filha”… Esse dinheiro era para despesas com a criança, como escola particular, roupas, passeios e cursos, mas… Nunca acontece isso! A ex tem a cara de pau de pedir dinheiro pro material escolar e passeios escolares, e não paga a escola, quem paga é a avó…
    Não seria o caso de ter uma lei, que a mãe ou o responsável pelo dinheiro teria que declarar mensalmente todos os gastos com esse dinheiro? Não é direito de quem tem o dever de pagar, saber onde vai esse dinheiro? E não seria uma forma justa de proteger o direito dessas crianças???
    Que tal pensar nisso?

  • Bruna

    Bem, conheço os dois lados da moeda: meu pai era registrado com 1.000,00, recebia algo em torno de 5.000,00 e pagava 300,00 de pensão, nunca vi nem cheiro do dinheiro…
    Meu marido paga uma pensão de aproximadamente 800,00 para “a filha”… Esse dinheiro era para despesas com a criança, como escola particular, roupas, passeios e cursos, mas… Nunca acontece isso! A ex tem a cara de pau de pedir dinheiro pro material escolar e passeios escolares, e não paga a escola, quem paga é a avó…
    Não seria o caso de ter uma lei, que a mãe ou o responsável pelo dinheiro teria que declarar mensalmente todos os gastos com esse dinheiro? Não é direito de quem tem o dever de pagar, saber onde vai esse dinheiro? E não seria uma forma justa de proteger o direito dessas crianças???
    Que tal pensar nisso?

  • Dayse

    Oi! Claudia Minha filha recebe pensão a 2 meses mas o pai dela pedio demissão da empresa mas na hora dee receber i recisão a empresa não depositou os 30% da minha filha ele me disse que pegou a n° da minha conta junto a empresa e se responsabilizou em mandar os 30 % da minha filha mas isso não ocorreu a empresa poderia ter feito isso e minha filha perde esse dinheiro porque emquanto isso ela esta sem receber pensão !

  • Dayse

    Oi! Claudia Minha filha recebe pensão a 2 meses mas o pai dela pedio demissão da empresa mas na hora dee receber i recisão a empresa não depositou os 30% da minha filha ele me disse que pegou a n° da minha conta junto a empresa e se responsabilizou em mandar os 30 % da minha filha mas isso não ocorreu a empresa poderia ter feito isso e minha filha perde esse dinheiro porque emquanto isso ela esta sem receber pensão !

  • Pedro

    Não entendo no que a prisao de um pai beneficiará um filho….o único beneficio será para mães como a JAde que como pude perceber guarda enorme rancor do ex marido.Por acaso a prisao do pai dará amor a criança?Dinheiro?Beneficios?Em um país onde pais q amam seus filhos podem ser presos por falta de dinheiro(colocando dinheiro acimade qualquer coisa,ensinando para criança q ter pai presidiario vale a pena desde q ele depois pague pensao atrasada), enquanto todos os dias vemos crianças pedidno em sinais,nas ruas,jogadas comose fossem trapos velhos,só podemos esperar contradiçoes como essas da prisao por pensao alimenticia….

  • Pedro

    Não entendo no que a prisao de um pai beneficiará um filho….o único beneficio será para mães como a JAde que como pude perceber guarda enorme rancor do ex marido.Por acaso a prisao do pai dará amor a criança?Dinheiro?Beneficios?Em um país onde pais q amam seus filhos podem ser presos por falta de dinheiro(colocando dinheiro acimade qualquer coisa,ensinando para criança q ter pai presidiario vale a pena desde q ele depois pague pensao atrasada), enquanto todos os dias vemos crianças pedidno em sinais,nas ruas,jogadas comose fossem trapos velhos,só podemos esperar contradiçoes como essas da prisao por pensao alimenticia….

  • Gis@

    Olá Claudia!
    Parabéns pelo artigo.
    Bom no meu caso eu tenho um filho de dois anos e gostaria de entrar com um pedio de pensão pro pai dele que diz que trabalha de carteira assinada. Bem eu tenho esse desejo jah a algum tempo mas foi esperando esperando pq ele sempre dizia q ia ajudar no sustento do menino e tambem pq ele tava desempregado. Mas agora as coisas mudaram, eu moro com meus pais 2 irmãos e meu filho meu pai está num processo do NPS e nao está recebendo a aposentadoria trabalha fazendo bico e ganha quase 2 salarios minimos eu e minha mae tbm fazemos bico mais é meu pai q sustenta msm a casa. Vamos as minhas perguntas. primeiro onde e o q eu levo pra entrar com o9 pedido de pensão sendo q não tenho dinheiro pra pagar advogado.
    Onde q o pai efetiva o pagamento? Eu e o pia dele somos de maor e nunca fomos casados e nem vamos ser Deus q me livre

    Bem é isso me responda por favor
    JoosBeei :p

  • Gis@

    Olá Claudia!
    Parabéns pelo artigo.
    Bom no meu caso eu tenho um filho de dois anos e gostaria de entrar com um pedio de pensão pro pai dele que diz que trabalha de carteira assinada. Bem eu tenho esse desejo jah a algum tempo mas foi esperando esperando pq ele sempre dizia q ia ajudar no sustento do menino e tambem pq ele tava desempregado. Mas agora as coisas mudaram, eu moro com meus pais 2 irmãos e meu filho meu pai está num processo do NPS e nao está recebendo a aposentadoria trabalha fazendo bico e ganha quase 2 salarios minimos eu e minha mae tbm fazemos bico mais é meu pai q sustenta msm a casa. Vamos as minhas perguntas. primeiro onde e o q eu levo pra entrar com o9 pedido de pensão sendo q não tenho dinheiro pra pagar advogado.
    Onde q o pai efetiva o pagamento? Eu e o pia dele somos de maor e nunca fomos casados e nem vamos ser Deus q me livre

    Bem é isso me responda por favor
    JoosBeei :p

  • gilberto

    Claudia,
    Tudo bem, papais e mamães que estão nesta de fornecer alimento aos filhos…
    ALIMENTO AOS FILHOS?
    Como se faz essa conta? como é feita a conferencia dos valores utilizados?
    Cabelereiro, passeios com os novos “donos do pedaço”, jantares a dois (ou mais) sem a presença dos filhos…
    É aí que vai a grana da pensão, sem hipocrisia, as granas de pensões não vão exatamente para as crianças e não vem com aquela de que as horas bem vividas dos responsaveis pelos alimentados faz parte da pensão que não cabe!
    Enfim, como fica tudo isso? Tens experiencia de sobra, dá uns toques certinhos, linguagem do noso cotiano, sem juridiquês, legal…
    Mas, tenha a santa paciencia, os pais de hoje são muito mais responsáveis, tem consciencia.
    E, tem mjuita mãe sacana, que se sente rejeitada e aproveita da fragilidade dos pais perante a justiça, essa sim, parcial na maioria dos casos, sempre a favor da mães, como se elas fossem aquelas antigas MÃES, submissas dentro do casamento e sim, merecedoras deste afeto da justiça. As mães de hoje (ainda bem que não todas) sabem que depois de uma “matadinha” a grana vem.
    Parabens pelos artigos.
    ET: Atenção pais (no sufoco da pensão), visitem os sites de pais na mesma.

  • gilberto

    Claudia,
    Tudo bem, papais e mamães que estão nesta de fornecer alimento aos filhos…
    ALIMENTO AOS FILHOS?
    Como se faz essa conta? como é feita a conferencia dos valores utilizados?
    Cabelereiro, passeios com os novos “donos do pedaço”, jantares a dois (ou mais) sem a presença dos filhos…
    É aí que vai a grana da pensão, sem hipocrisia, as granas de pensões não vão exatamente para as crianças e não vem com aquela de que as horas bem vividas dos responsaveis pelos alimentados faz parte da pensão que não cabe!
    Enfim, como fica tudo isso? Tens experiencia de sobra, dá uns toques certinhos, linguagem do noso cotiano, sem juridiquês, legal…
    Mas, tenha a santa paciencia, os pais de hoje são muito mais responsáveis, tem consciencia.
    E, tem mjuita mãe sacana, que se sente rejeitada e aproveita da fragilidade dos pais perante a justiça, essa sim, parcial na maioria dos casos, sempre a favor da mães, como se elas fossem aquelas antigas MÃES, submissas dentro do casamento e sim, merecedoras deste afeto da justiça. As mães de hoje (ainda bem que não todas) sabem que depois de uma “matadinha” a grana vem.
    Parabens pelos artigos.
    ET: Atenção pais (no sufoco da pensão), visitem os sites de pais na mesma.

  • Gisele

    Olá, achei esse site muito interessante.

    O caso aqui é o seguinte, eu sou filha do primeiro casamento e minha mae faleceu. Meu pai se casou novamente e após 14 anos de casamento minha madrasta colocou ele para fora de casa (eu nao estava presente pois morava sozinha).

    O que sei é que ele foi morar de favor com parentes e como nao foi feita a separacao ou divorcio ele ficou pagando o aluguel dela e dos meus irmaos alem fazia compras de mercado.

    Apos 1 ano morando de favor ele queria sair da casa que estava e mudamos para um apto alugado. Moramos aqui desde 2004 e ele esta separado dela de corpo desde 2003.

    Acontece que todos esses 5 anos, ela não trabalha, meu pai paga o aluguel da casa em que eles moram, diversas vezes faz mercado e leva la, fora condução para um dos meus irmaos ir a escola, alem de muitas vezes haver corte de agua ou luz e meu pai, por causa dos filhos, acaba pagando tudo ou indo ate a sabesp fazer acordo.

    Alem disso, em 2008 ela foi a um advogado para tentarem resolver a situacao, so que o valor que ela quer que ele pague é muito alto. Ele conversou com o advogado, explicou o que faz hoje e também o que daria para ele pagar. Quando o advogado falou com ela, ela retirou os papéis do advogado e ligou aqui em casa, falou ao meu pai que ela nao vai mais se separar, porque ele já está velho e vai morrer logo, e ai ela terá direito a pensão.

    Por diversas vezes falei ao meu pai para que entre com o pedido litigioso ou entao que pegue a guarda dos meus irmaos que tem 19,18 e 10. Porém ele fala que não quer afastar a minha irma cacula da mãe.

    Eu trabalho e moro aqui com ele, amo meus irmaos, e vejo que pelo fato das coisas estarem indefinidas eles sofrem porque muitas vezes quando chegam as contas de agua/luz e ela nao paga ela também nao avisa para o meu pai que está atrasada ep ede para ele pagar, aparentemente ela recebe as contas e guarda ou joga fora e ai qdo cortam o serviço ela pede para os meus irmaos l igarem aqui em casa para avisar que cortaram.

    Sei que meu pai tem que fazer a parte dele, mas e ela??? Ela é saudavel, já trabalhou antes, mas hoje não faz nada.

    Poderia me dar uma orientação?

    Grata.

  • Gisele

    Olá, achei esse site muito interessante.

    O caso aqui é o seguinte, eu sou filha do primeiro casamento e minha mae faleceu. Meu pai se casou novamente e após 14 anos de casamento minha madrasta colocou ele para fora de casa (eu nao estava presente pois morava sozinha).

    O que sei é que ele foi morar de favor com parentes e como nao foi feita a separacao ou divorcio ele ficou pagando o aluguel dela e dos meus irmaos alem fazia compras de mercado.

    Apos 1 ano morando de favor ele queria sair da casa que estava e mudamos para um apto alugado. Moramos aqui desde 2004 e ele esta separado dela de corpo desde 2003.

    Acontece que todos esses 5 anos, ela não trabalha, meu pai paga o aluguel da casa em que eles moram, diversas vezes faz mercado e leva la, fora condução para um dos meus irmaos ir a escola, alem de muitas vezes haver corte de agua ou luz e meu pai, por causa dos filhos, acaba pagando tudo ou indo ate a sabesp fazer acordo.

    Alem disso, em 2008 ela foi a um advogado para tentarem resolver a situacao, so que o valor que ela quer que ele pague é muito alto. Ele conversou com o advogado, explicou o que faz hoje e também o que daria para ele pagar. Quando o advogado falou com ela, ela retirou os papéis do advogado e ligou aqui em casa, falou ao meu pai que ela nao vai mais se separar, porque ele já está velho e vai morrer logo, e ai ela terá direito a pensão.

    Por diversas vezes falei ao meu pai para que entre com o pedido litigioso ou entao que pegue a guarda dos meus irmaos que tem 19,18 e 10. Porém ele fala que não quer afastar a minha irma cacula da mãe.

    Eu trabalho e moro aqui com ele, amo meus irmaos, e vejo que pelo fato das coisas estarem indefinidas eles sofrem porque muitas vezes quando chegam as contas de agua/luz e ela nao paga ela também nao avisa para o meu pai que está atrasada ep ede para ele pagar, aparentemente ela recebe as contas e guarda ou joga fora e ai qdo cortam o serviço ela pede para os meus irmaos l igarem aqui em casa para avisar que cortaram.

    Sei que meu pai tem que fazer a parte dele, mas e ela??? Ela é saudavel, já trabalhou antes, mas hoje não faz nada.

    Poderia me dar uma orientação?

    Grata.

  • Rosimere

    Claudia,vou te contar a minha história se puder me ajude:
    ” Tenho uma filha e o pai dela já está à qüatro meses sem pagar a pensão, mas isso não é de hoje que ele vem devendo isso tudo , pois desde julho de 2008 eu fui ao fórum dar queixa mas até hoje eles não me deram nehuma resposta, e de vez enquando o pai dela deposita algum dinheiro mas mesmo assim ele sempre fica devendo, já fui ao fórum mais de mil vezes e vou lá só para ouvir que uma tal de carta precatória ainda não foi devolvida, e eu preciso para comprar o material escolar da minha filha. O pior de tudo é que ele nem ligar ao menos prá filha ele não ligar pois já faz uns sete meses que não à vê. Pois agora lhe pergunto oque devo fazer nesse caso? Bjs e obrigada!

  • Rosimere

    Claudia,vou te contar a minha história se puder me ajude:
    ” Tenho uma filha e o pai dela já está à qüatro meses sem pagar a pensão, mas isso não é de hoje que ele vem devendo isso tudo , pois desde julho de 2008 eu fui ao fórum dar queixa mas até hoje eles não me deram nehuma resposta, e de vez enquando o pai dela deposita algum dinheiro mas mesmo assim ele sempre fica devendo, já fui ao fórum mais de mil vezes e vou lá só para ouvir que uma tal de carta precatória ainda não foi devolvida, e eu preciso para comprar o material escolar da minha filha. O pior de tudo é que ele nem ligar ao menos prá filha ele não ligar pois já faz uns sete meses que não à vê. Pois agora lhe pergunto oque devo fazer nesse caso? Bjs e obrigada!

  • Vander rezende da Costa

    Boa noite Cláudia!!! A princípio pago regularmente a pensão das minhas filhas. Ela já é descontada no meu holerite. Queria saber de Vossa Ilústre pessoa em que incide essa pensão. É só no salário ou em benefícios? Quando ou se me desligar da empresa em que trabalho terei de pagar pensão sobre meu acerto? E o FGTS? Também pagarei sobre ele? Pago 30% do meu salário. Posso pagar mais ou menos? Agradeço-lhe antecipadamente pela informação. Um cordial abraço.

  • Vander rezende da Costa

    Boa noite Cláudia!!! A princípio pago regularmente a pensão das minhas filhas. Ela já é descontada no meu holerite. Queria saber de Vossa Ilústre pessoa em que incide essa pensão. É só no salário ou em benefícios? Quando ou se me desligar da empresa em que trabalho terei de pagar pensão sobre meu acerto? E o FGTS? Também pagarei sobre ele? Pago 30% do meu salário. Posso pagar mais ou menos? Agradeço-lhe antecipadamente pela informação. Um cordial abraço.

  • Saara

    Boa tarde Cláudia

    Peço que esclareça minha duvida.
    Na primeira audiência do processo de pensão alimentícia do meu filho ao terceiro ano de nascimento, foi estipulado o pagamento de 1,28 salários pois o pai alegou que estava desempregado e não havia comprovante de rendimentos.
    Ele possui uma oficina mecânica e uma adega mas esta em nome dos pais por isso não há como comprovar seus rendimentos.
    O primeiro ano foi pago mas eu tinha que ficar cobrando todo mês, portanto o dinheiro que eu deveria contar no quinto dia do mês chegava apenas entre o dia 20 ou 25.
    No segundo ano ele simplesmente não realizou nenhum deposito, sendo que eu acionei meu advogado no terceiro mês mas a audiência aconteceu 10 meses depois. Após acordo foi parcelado os atrasados em 24 meses. Enquanto havia o parcelamento foi feito os depósitos sempre da mesma forma no dia que ele bem entendesse.
    Esta historia se repetiu mas duas vezes; ele pagava enquanto havia o parcelamento e depois ficava em média um ano sem realizar nenhum pagamento.
    Na ultima audiência foi designado 30% do salário sendo que ele apresentou um comprovante de renda, mas desde julho de 2008 ele foi demitido em vem fazendo depósitos de 200,00 por conta própria sendo que o correto seria 30% do salário, mas 60,00 que foi o parcelamento dos atrasados que deve ser pago até os 18 anos do meu filho.
    Hoje meu filho tem 14 anos.
    Minha duvida é como são dois processos distintos (a pensão e o parcelamento) Os depósitos devem ser feitos separadamente?
    Ele pode simplesmente depositar 200,00 que é o valor que ele acha correto contrariando a determinação do juiz?

    Qual atitude devo tomar?

    Fico no aguardo, e agradeço o espaço.

    grata

    Saara

  • Saara

    Boa tarde Cláudia

    Peço que esclareça minha duvida.
    Na primeira audiência do processo de pensão alimentícia do meu filho ao terceiro ano de nascimento, foi estipulado o pagamento de 1,28 salários pois o pai alegou que estava desempregado e não havia comprovante de rendimentos.
    Ele possui uma oficina mecânica e uma adega mas esta em nome dos pais por isso não há como comprovar seus rendimentos.
    O primeiro ano foi pago mas eu tinha que ficar cobrando todo mês, portanto o dinheiro que eu deveria contar no quinto dia do mês chegava apenas entre o dia 20 ou 25.
    No segundo ano ele simplesmente não realizou nenhum deposito, sendo que eu acionei meu advogado no terceiro mês mas a audiência aconteceu 10 meses depois. Após acordo foi parcelado os atrasados em 24 meses. Enquanto havia o parcelamento foi feito os depósitos sempre da mesma forma no dia que ele bem entendesse.
    Esta historia se repetiu mas duas vezes; ele pagava enquanto havia o parcelamento e depois ficava em média um ano sem realizar nenhum pagamento.
    Na ultima audiência foi designado 30% do salário sendo que ele apresentou um comprovante de renda, mas desde julho de 2008 ele foi demitido em vem fazendo depósitos de 200,00 por conta própria sendo que o correto seria 30% do salário, mas 60,00 que foi o parcelamento dos atrasados que deve ser pago até os 18 anos do meu filho.
    Hoje meu filho tem 14 anos.
    Minha duvida é como são dois processos distintos (a pensão e o parcelamento) Os depósitos devem ser feitos separadamente?
    Ele pode simplesmente depositar 200,00 que é o valor que ele acha correto contrariando a determinação do juiz?

    Qual atitude devo tomar?

    Fico no aguardo, e agradeço o espaço.

    grata

    Saara

  • sammya barbosa

    MEU EX ESTÁ HÁ QUASE UM ANO SEM PAGAR PENSÃO, ONDE DEVO PROCURAR AJUDA? MORO EM MANAUS-AM

  • sammya barbosa

    MEU EX ESTÁ HÁ QUASE UM ANO SEM PAGAR PENSÃO, ONDE DEVO PROCURAR AJUDA? MORO EM MANAUS-AM

  • Rosemara

    Será que consigo recuperar cinco anos de pensão alimentícia. Deixei o tempo passar e o cara me enrolar agora a situação ficou insustentável, mas, ele continua com a história de que vai resolver, entretanto, naõ deixou telefone, endereço nem da casa e nem do trabalho, enfim, sumiu, quando por acaso o encontro, o que aconteceu por três vezes, ele se esquiva e foge. Como retomar o processo sem ter como contactá-lo?

  • Rosemara

    Será que consigo recuperar cinco anos de pensão alimentícia. Deixei o tempo passar e o cara me enrolar agora a situação ficou insustentável, mas, ele continua com a história de que vai resolver, entretanto, naõ deixou telefone, endereço nem da casa e nem do trabalho, enfim, sumiu, quando por acaso o encontro, o que aconteceu por três vezes, ele se esquiva e foge. Como retomar o processo sem ter como contactá-lo?

  • Criszinha

    Oi Cláudia, me chamo Cristina tenho uma dúvida com relação a pensão alimentícia. Tenho um filho de 9 anos, e é registrado só em meu nome. Há uns 2 anos, aproximadamente, o meu filho resolveu que queria conhecer o pai. É bem justo. Como com aproximidade do pai, eu pedi que ele fizesse uma averbação de registro, isso desde setembro, onde ele foi ao cartório para fazer a tal averbação. Lá descobriu que eu tinha que estar junto, desde esse momento eu pergunto quando podemos ir ao cartório ele está me enrolando. A minha dúvida é: posso dar entrada na pensão alimentícia mesmo sem a certidão corrigida? É que neste período ele aparece e some, não contribui com nenhuma ajuda para o sustento do meu filho. Sei que o sustentei até hoje sozinha, pago plano de saúde, plano dental, mais nunca consegui pagar uma escola particular, pois sustento minha casa sozinha. Ano passado ele combinou de pagar o transporte escolar e eu ficaria com o pagamento da explicadora, e ele nunca pagava o transporte, tendo eu tendo que assumir o trasnporte do meu filho e conseqüentemente tive que tirá-lo da explicadora. Não havia como arcar com as duas coisas. Não tem uma constância de visitas (nunca visita o meu filho) e quando vem fica 2 horas sentado no sofá vendo televisão. Meu filho está até fazendo tramento pscicológico por conta disso. Você pode me orientar o que devo e como devo proceder? Desde já agradeço.

  • Criszinha

    Oi Cláudia, me chamo Cristina tenho uma dúvida com relação a pensão alimentícia. Tenho um filho de 9 anos, e é registrado só em meu nome. Há uns 2 anos, aproximadamente, o meu filho resolveu que queria conhecer o pai. É bem justo. Como com aproximidade do pai, eu pedi que ele fizesse uma averbação de registro, isso desde setembro, onde ele foi ao cartório para fazer a tal averbação. Lá descobriu que eu tinha que estar junto, desde esse momento eu pergunto quando podemos ir ao cartório ele está me enrolando. A minha dúvida é: posso dar entrada na pensão alimentícia mesmo sem a certidão corrigida? É que neste período ele aparece e some, não contribui com nenhuma ajuda para o sustento do meu filho. Sei que o sustentei até hoje sozinha, pago plano de saúde, plano dental, mais nunca consegui pagar uma escola particular, pois sustento minha casa sozinha. Ano passado ele combinou de pagar o transporte escolar e eu ficaria com o pagamento da explicadora, e ele nunca pagava o transporte, tendo eu tendo que assumir o trasnporte do meu filho e conseqüentemente tive que tirá-lo da explicadora. Não havia como arcar com as duas coisas. Não tem uma constância de visitas (nunca visita o meu filho) e quando vem fica 2 horas sentado no sofá vendo televisão. Meu filho está até fazendo tramento pscicológico por conta disso. Você pode me orientar o que devo e como devo proceder? Desde já agradeço.

  • gi

    ol-a,fiz a execução pelo atraso de 6 meses de pensão e atè agora o individuo esta numa boa,fazendo festinhas e tal.
    meu filho tem quatro anos e não tem nenhum contato com ele desde que ele resolveu parar de pagar os miseros 75.00,não estou cobrando pelo dinheiro que não serve nem para pagar a escola dele mas pelo desaforo de receber só issoe ainda não pagar,gostaria de saber como agir neste caso ,vou ao forum para pedir para acelerar essa execução pois meu advogado não se mexe o que eu faço?

  • gi

    ol-a,fiz a execução pelo atraso de 6 meses de pensão e atè agora o individuo esta numa boa,fazendo festinhas e tal.
    meu filho tem quatro anos e não tem nenhum contato com ele desde que ele resolveu parar de pagar os miseros 75.00,não estou cobrando pelo dinheiro que não serve nem para pagar a escola dele mas pelo desaforo de receber só issoe ainda não pagar,gostaria de saber como agir neste caso ,vou ao forum para pedir para acelerar essa execução pois meu advogado não se mexe o que eu faço?

  • sibele

    claudia eu gostaria de saber o seguinte meu marido tem uma filha de 12 anos com outra mulher e ela quer receber 30% do salario dele, mas ele ta casado comigo e tem uma filha de 2 anos comigo nos temos nossas despesas com faculdade prestaçao de moto aluguel agua luz mercado e esses 30% vai nos deixar comprometido com as contas o juiz pode dar esse direito a ela ou meu marido pode provar esses gastos e a nossa filha pequena entao o juiz reduz essa porcentagem?

  • sibele

    claudia eu gostaria de saber o seguinte meu marido tem uma filha de 12 anos com outra mulher e ela quer receber 30% do salario dele, mas ele ta casado comigo e tem uma filha de 2 anos comigo nos temos nossas despesas com faculdade prestaçao de moto aluguel agua luz mercado e esses 30% vai nos deixar comprometido com as contas o juiz pode dar esse direito a ela ou meu marido pode provar esses gastos e a nossa filha pequena entao o juiz reduz essa porcentagem?

  • Magaly

    Oie.
    Tenhu uma amiga que era casada a 08 anos. Saiu de casa porque arrumou outro cara.tipo saiu de casa de dia e a noite foi morar com outro. Sera que ela perde o direito de alguma coisa? E onde q ela tem q ir pra exibir pensão?

  • Magaly

    Oie.
    Tenhu uma amiga que era casada a 08 anos. Saiu de casa porque arrumou outro cara.tipo saiu de casa de dia e a noite foi morar com outro. Sera que ela perde o direito de alguma coisa? E onde q ela tem q ir pra exibir pensão?

  • KETILA APARECIDA MOREIRA TEIXE