É possível se vestir bem e continuar hetero?

Verônica Gunther

por
em às | Estilo, Ladies Room


“Essa pedra no sapato da moda masculina chama-se covardia. Com algumas exceções, a grande maioria do chamado sexo forte fica fragilizado se algum amigo ou amiga – porque elas também são terríveis – falar que a roupa que ele está usando é muito gay. Existe um medo mortal de boa parte dos homens héteros e homos de vestir algo que os identifiquem com os viados.

“Os homens custam em sair do armário e perceber que a roupa não define a sexualidade de ninguém, apenas marca se você tem personalidade diante da manada de cordeiros.” –Vitor Angelo, em “O problema da moda masculina”

O medo supremo.

O buraco é mais embaixo…

O vestir tem duas funções: proteção e diferenciação. Inicialmente, nos vestíamos porque simplesmente não dava para andar pelado por aí. Foi necessário proteger o nosso corpo do vento, da água, dos insetos e do banco sujo do ônibus. A segunda função existe desde as mais remotas tribos indígenas, passando pelas cortes aristocráticas e presente até hoje nas ruas. Seja para dizer que você é o guerreiro da tribo, o rei daquele país, pagodeiro, banqueiro ou crente.

Todos estão dizendo alguma coisa

Fazer bom uso do artifício moda, para muitos, parece um muro intransponível, perigoso, que nunca deve ser desafiado, no melhor estilo de A Vila. Tudo porque nesse muro está o monstro detectado por Vitor Angelo: homem que se veste bem é taxado de gay.

Para o homem moderno, usar essa ferramenta é uma das formas de fazer seu statement, gerar presença e confiança. Algo que impulsiona uma grande roda que se retroalimenta, na sua equação mais básica:

Bem vestido => primeira boa impressão => auto-confiança => receptividade => confiança => poder

Ignorar essa ferramenta é como dizer: “Eu tenho um carro na garagem, com ele eu chego mais rápido em qualquer lugar, mas eu não dirijo, tenho medo”.

O que quero dizer é que para estar bem vestido hoje você terá de perder o medo de usar novas estampas, acessórios, combinar e ousar em cores. Cultivar um olho crítico para quais peças está comprando, analisar o tecido, a costura e a modelagem.

Para facilitar, trouxe alguns bons exemplos.

Hetero, comedor e bem vestido

Dois americanos, machos, do bairro rapper mais famoso do mundo, o Bronx, começaram um site chamado Street Etiquette. Eles postam looks-conceito, ou seja, combinações mais elaboradas e ousadas. Um dos pontos fortes é a maneira como linkam essas combinações com histórias e referências antigas, algo que remete a tal fala feminina “Não se fazem mais homens como antigamente”. Das sugestões dadas você pode tirar pequenas referências ou ideias pra achar um diferencial só seu.

Assista a esse vídeo com os criadores. Quebra de estereótipos:

A black, straight male, with a fashion blog, from the Bronx. What?”
[Um homem negro, hetero, com blog sobre moda que veio do Bronx. Ahn?]


Link vídeo

Tá vendo algo não-hetero aqui?

O mundo depois do muro, um lugar mais interessante

Scott Schumam, macho também (e gato), desde pequeno sempre notou a moda. Coisa que chamou a atenção das meninas e o fez ganhar vários pontos enquanto estava no colegial. Ele tentou ser estilista antes, mas não vingou. Só foi ganhar fama quando resolveu sair pelas ruas e fotografar aquilo que as pessoas realmente vestiam, sem super produções editoriais. Esse trabalho virou o famoso blog The Sartorialist.

O cara dá um show em “moda hetero”. Alguns achados do Scott pelas ruas do mundo:

Sério, acho que não conheço uma mulher que diga “Não daria pra nenhum desses três.”

Ai, esse charme dos homens mais velhos...

Teste rápido. Nas fotos do Scott aí em cima, quais os pontos comuns entre esses caras?

O primeiro ponto são as sobreposições. Uma jaqueta por cima de um moletom ou de um cardigan, além da camiseta. O segundo ponto é que são peças simples e básicas misturadas com peças de cortes elaborados. E o terceiro ponto é a sintonia das cores. Possibilidades úteis para você se guiar.

Primeiro passo, o mais difícil

Talvez as sugestões a seguir gerem questionamento, mas como dito, são apenas sugestões. Fato é que vestir-se bem requer treino do olhar e certa insistência. Considero estes pontos básicos para tal evolução e se vocês tiverem outras ideias, compartilhem!

  • Repare no estilo de caras que você admira, sejam eles celebridades, executivos ou aquele seu vizinho. Observe o que ele está vestindo exatamente, peça por peça, do colar até a meia. O que nesse conjunto de panos chama a sua atenção e lhe agrada?
  • Se achar tais referências de estilo em revistas ou internet, faça o mesmo exercício. Sugiro até que você guarde a imagem recortando ou em alguma pasta no seu computador.
  • Quando estiver de bobeira em casa, pegue essas referências e tente reproduzi-las com o seu armário. Vista as combinações, faça testes, veja o que funciona ou não em seu corpo e identidade. Nada garante que o que fica lindo no Brad Pitt funcione com você.
  • Depois dessa experiência com as combinações, você provavelmente vai descobrir aquela peça que faltava. Saia em busca dela.

Não se prenda à ilusão “bem vestido = roupas de marca”. O que você realmente deve prestar atenção é:

Modelagem da peça (se ela foi bem cortada e costurada) + qualidade do tecido x preço

A moda e o mercado brasileiro

As marcas brasileiras já dão bons exemplos e caminhos. Vale a pena acompanhar as tendências de cada estação. Lembro que aquilo que vai à passarela é o supra-sumo da tendência; o que estará de fato nas vitrines e nos ármarios é bem mais diluído.

Desfile da marca brasileira V.Rom. Moletom, sarja, botas, couro e algumas estampas. Não é difícil!

Desfile da Ellus: “Olá, senhor lenhador!”

Desfile da Cavaleira. Sneakers insanos, jeans e uma estampa. Score!

Uma reclamação frequente é não ter saco para ir às compras e ficar experimentado as roupas, mais um hábito que deverá passar por mudanças. A grande vantagem aqui é esse avanço chamado internet: Osklen, Restir, Chico Rei, TNG, Hering, Renner, Moda 8, Farfetch, Surface to Air, Asos, Urban Outfitters, B.Luxo, Privalia, BrandsClub, Superexclusivo… Hoje marcas, multimarcas, outlets e brechós possuem lojas online. Ma-ma-ta pura.

Por fim, uma pequena história

Outro dia entrevistei Pascal Portanier, francês charmosíssimo, fodão do mercado de luxo e, sim, hetero também. Ele me contou como admira a relação de uma mulher com o salto alto. Além de alongar a silhueta e deixar as pernas mais compridas, chamativas, ele é capaz de passar um sinal muito mais poderoso. A partir do momento que uma mulher sobe no salto, ela está passando por cima de dor, desconforto e prejuízos diretos para a sua saúde com os objetivos de sedução e empoderamento.

O salto é o maior exemplo da dinâmica “sacrifício x ganho” presente no cotidiano de uma mulher. Dentro da relação livre do masculino com o armário não existe algo comparavél.

Por isso eu fico encantada com homens que se vestem bem, porque eles se deram ao trabalho de, ao sacrifício de parar para pensar na roupa e seus efeitos, assim como eu, para atingir tal patamar. Andar ao lado de um homem que está tão bem vestido quanto você dá gosto.

Só não vale demorar pra se arrumar mais do que sua garota!

Meninos, deixem mais sugestões dizendo o que gostariam de ver sobre moda e estilo. No próximo artigo, uma surpresa…

Verônica Gunther

Sofre de Wanderlust agudo, e faz de tudo nessa vida pra continuar assim. Já trabalhou com moda, marketing, social media e agora acha que é redatora de UX (oi?). Viciada em psicologia da felicidade, fundou a Usina da Forma com uma galera e tem como propósito a felicidade em rede. Stalkeie por aqui.


Outros artigos escritos por


SEPARAMOS MAIS TEXTOS PARA VOCÊ CONTINUAR LENDO




O texto acima não representa a opinião do PapodeHomem. Conheça a visão e a essência por trás do que fazemos. Queremos uma discussão de alto nível. Antes de comentar, leia nossas boas práticas. Caso deseje enviar um texto e se tornar um autor, venha por aqui.


  • Anônimo

    Woww!!! Adorei Ve. Acho fundamental o homem se vestir bem. Aliado então com um perfume marcante é empoderamento certeiro.

    Muito bom artigo.

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Obrigada,Fê!
      Considero o perfume parte do “vestir”, assim como o comportamento. Todos eles fazem parte desse verbo. ;)

  • Guga

    muito bom !

    VIVA AOS HOMENS QUE SABEM SE VESTIR E TEM ESTILO PRÓPRIO !!!

  • Anônimo

    Gosto de me vestir mais social, mas não deixando de usar roupas leves também. Sempre tive esse gosto, mas como moro no sul o clima não ajuda muito. Sempre que posso coloco uma roupa que me sinto mais a vontade, senão, tenho que ficar no estilo Steve Jobs. LOL.

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      E eu aqui torcendo pra fazer frio em SP!
      Acho a Moda durante o inverno/outono tão mais interessante. Se você reparar, a maioria dos exemplos que eu dei são de estações mais frias, Fabricio. Aproveite o clima que você tem por aí!

      • http://www.facebook.com/valsortiz Valquíria Sampaio Ortiz

        Com certeza Veronica, a melhor estação é o inverno. Dá pra usar e abusar em sobreposições, acho uma estação extremamente charmosa e elegante. Prefiro morar aqui no sul que eu posso me vestir bem, sempre quentinha e elegante do que no norte que tem um limite máximo de roupas que se pode tirar, e mesmo assim o calor NÃO PASSA…

      • http://lmpessoa.tumblr.com Leonardo M. Pessoa

        Seria interessante também ver alguns exemplos para estações/climas mais quentes.

    • http://www.facebook.com/nicholas.storani Nicholas Storani

      Essa é uma das questãs, cara Verônica, como se vestir bem em tempos abafados e iluminados pelo Sol????  As referências do seu texto são muito bacanas… respondem em parte essa pergunta…

  • Marcio

    não sou pavão, sou homem, me visto de acordo com a ocasião e o mais discreto possível, fico muito a vontade para deixar que as mulheres assumam o papel da exuberância.

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Marcio, ninguém disse que você precisa ser pavão pra se vestir bem. É uma questão de se alinhar e tirar o melhor proveito do seu ambiente. Eu particularmente acho a cereja do bolo quando o homem se veste bem no estilo “low-profile”, coisa rara de se achar.

      • Agnaldo

        Como assim “low-profile” Veronica? Fiquei confuso com tudo isso sobre moda.

  • http://www.facebook.com/iodris Fabio Rodrigues

    Mandou bem, Verônica!

    Não é nada fácil falar sobre moda para os homens. E sinceramente não entendo bem o porque disso. Como se moda não fosse uma aplicação da mesma “preocupação estética” que temos com as outras coisas na vida. Mantemos nossos carros lavados, escolhemos sua cor e modelo, penteamos os cabelos, fazemos a barba, nos olhamos no espelho, queremos mulheres bonitas, escolhemos relógios, pintamos a casa, arrumamos a sala. Estética. ;-)

    Outro dia escrevi algo nesse sentido num post que não foi publicado:

    “Todos já sabemos como é comum entre os homens pensar que a preocupação com a aparência não é uma coisa importante, que não merece nossa atenção, que não é “coisa de homem”, como se diz. Mas independente do que pensamos a respeito, o fato é que estamos num mundo onde vemos e somos vistos, e que o lugar que ocupamos nesse mundo depende em boa parte da maneira como aparecemos e nos fazemos presentes na vida das pessoas ao nosso redor.

    Olhando assim, já podemos adivinhar que o assunto pode não ser tão banal. A qualidade da nossa presença é definida pela própria experiência que as pessoas têm na sua relação conosco. Manter uma boa aparência, nesse sentido, passa a ser uma questão muito mais ampla, indispensável na verdade, porque tem mais a ver com qualidade de vida e bem-estar nosso e dos outros, do que algo superficial, visual e cosmético, simplesmente.”

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Valeu, Fabio! Acho que você será um grande aliado neste assunto!

      “Manter uma boa aparência, nesse sentido, passa a ser uma questão muito mais ampla, indispensável na verdade, porque tem mais a ver com qualidade de vida e bem-estar nosso e dos outros, do que algo superficial, visual e cosmético, simplesmente.”

      Por isso acho o PdH o lugar certo pra levar essa discussão mais a fundo!

  • Anônimo

    Eu quero ver nos próximos artigos combinações diferentes do convencional pra certas ocasiões onde o modo de vestir é sempre uma regra (casamentos, festas de formatura, coquetéis, etc…) e também como se vestir bem gastando pouco.

  • http://twitter.com/carlossaless Carlos R. Sales Jr

    tbm gostei do post!
    voce mandou mto bem no texto!! parabens!

  • http://twitter.com/M_Kisner Maurice K.

    Primeiramente, parabéns pelo texto, Verônica! Ficou bem, bonito, bem explicado e sem preconceito, que é uma frescura que os homens tem. Falar de moda é tabu, como você disse.
    Mas, assim como eu, existem diversos homens no mundo que tem o problema do sobrepeso. Nada alarmante, 5 ou 10kg acima do normal. Mas que, por esse “simples” motivo, encontram uma dificuldade fodida de conseguir roupas que fiquem legais, vistam bem e não custem uma nota.

    Eu sou um cara que prefere se vestir mais de social, é uma característica minha. Mas, por exemplo, quando nós da turma da barriguinha de chopp e apoio de câmera (fotógrafo bom tem barriga, ditado na área), resolvemos colocar um jeans com uma camiseta, aí o bicho pega. A dificuldade de se achar um jeans de corte reto e com uma linha de cintura mais alta que a média é difícil. A maioria das modelagens, assim como para as mulheres, está completamente escrota! Já vi jeans masculino com mais modelagem que feminino!

    Só deixo aqui a dica pra quem quiser (ou se eu criar coragem um dia) de escrever um post sobre a moda para o homem mais corpulento e meio fora de forma.

    Abraço!

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Oi Maurice, já vi o drama de ser um homem grande e não achar roupas de perto.
      Realmente o mercado brasileiro não tem boas opções. Minha sugestão é procurar uma costureira que faça as peças pra você. Com isso, você vai poder escolher exatamente como será a peça, o tecido e tudo mais.
      O custo-benefício vale a pena, porque a peça vai cair como uma luva e se for feita com uma boa costureira, vai durar mais e ser de ótima qualidade.
      Fica anotada a dica pro post! ;)

  • http://www.facebook.com/people/Caíke-Gama-Machado/592877604 Caíke Gama Machado

    me sinto muito a vontade com camisas de tecido com o corte mais ajustado(fit/slim), o detalhe da jaqueta venho notando que cai muito bem, o look do personagem Hank Moody(David Duchovny) no seriado californication representa a importancia das jaquetas, até mesmo slim, com uma camisa sem estampa e o jeans casual. Como trabalho em loja de roupas masculinas estou sempre montando um estilo.

  • http://www.facebook.com/people/Alice-Donato/1130987467 Alice Donato

    O tipo de coisa que todo homem deveria saber. Post óóótimo!

  • http://www.facebook.com/paulopudim Paulo Lameiro

    Muito bom ler esse post, sempre sofri com isso, principalmente por causa dos sneakers (coleciono faz tempo) devido a essa moda colorido e tal ai, de um tempo td mundo fico me julgando, enfim adoro me vestir bem e sempre presto muito atenção em tudo e agora com suas dicas fico ainda melhor, muito obrigado VERÔNICA. Isso ai PDH sempre resolvendo os nossos dilemas HA!

  • augusto

    texto mto legal e valido pois ja estamos em 2011 e a maioria dos homens brasileiros sao inseguros nessa questao. mtos pq ainda acham que existe roupa de gay e roupa de “homem”. que bobagem.
    roupa e uma forma de expressao e originalidade mas aqui o Brasil as coisas andam bem devagar nesse sentido.
    o guarda roupa masculino evolui mto lentamente e a padronizacao de estilo domina. qto alguem sai do padrao e logo apontado na rua.
    acho que blogs como esse dos meninos do Bronx ajudam mto a abrir os olhos das pessoas para o vestir sem preconceitos.
    augusto

  • http://www.facebook.com/rodrigo.cambiaghi Rodrigo DAvola Cambiaghi

    Excelente Vê!
    Sempre consultei mulher para saber o que vestir, tirando meus dias de mau humor acredito que eu saiba me vestir relativamente bem, mas também não sou lá muito criativo pra inventar looks fodas.

    As minhas peças mais ousadas (all star vermelho, cinto branco, calça xadres) foram todas dadas de presente, confesso que sou meio medroso de arriscar em coisas novas.

    Agora queria saber sua sincera opinião sobre sungas vermelhas

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      Eu também, Cambi. Tudo o que uso e acho meio estranho ganhei da namorada. São estratégias malignas delas para que as outras nos achem meio viadinhos e percam o interesse.

      • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Nery/100001320614171 Alexandre Nery

        Só pode, kra. Impressionante…

      • http://www.papodehomem.com.br/ Guilherme Nascimento Valadares

        tsc tsc

        é resquício da maternidade. sabe aquela coisa, “o moleque veste o que a mãe dá pra ele”…

      • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

        hahah Mas a cueca sou eu que compro.

        Porra, se eu deixasse, minha mãe compraria cuecas para mim até hoje. Eu sai de casa e ela continuou comprando, acredita? Lembro bem que na época tive de deixar bem claro que isso não poderia seguir.

      • http://osexoeasmulheres.blogspot.com Deb.

        Pense por outro lado… é uma forma de tentar fazer com que vocês pareçam mais modernos, mais jovens… ou seja: menos vestidos pela mãe…rss

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Cambi, vc é um bom exemplo!
      Mas repara que mesmo assim namoradas e irmãs e mãe são papel fundamental na evolução do ármario dos homens que não gastam muito tempo/esforço com Moda. Como vc mesmo disse, suas peças mais ousadas foram dadas de presente. Quero ver vc fazer a revolução sozinho!

      Sobre sungas vermelhas (e brancas!), isso é uma explicação cobrada a parte, com juros e correção monetária. :P

  • Anônimo

    O que gostaríamos de ver por aqui?
    Uma possível seqüência interessante de posts seria:
    1- Fugindo dos maiores erros.
    2- Combinações para o dia a dia que não falham
    3- Como fugir do eterno branco-preto-marron-cinza

  • Anônimo

    O que gostaríamos de ver por aqui?
    Uma possível seqüência interessante de posts seria:
    1- Fugindo dos maiores erros.
    2- Combinações para o dia a dia que não falham
    3- Como fugir do eterno branco-preto-marron-cinza

  • http://www.facebook.com/MarcosValarini Marcos Valarini

    O homem que vence essa barreira do preconceito sai com mais pontos a seu favor em relação às mulheres.

    Matéria bem light, boa de ler e com um gosto de quero mais…
    busquem mais.

    Vale a pena.

  • http://www.reflexoesmasculinas.com.br/ Shâmtia Ayômide

    Aqui no CE não se tem muitas opções devido ao forno. O mais comum aqui, devido ao calor, é ver ricaços e figurões andando de chinela e bermuda igual aos populares no dia a dia.

    Quando morei em SP na juventude, pude pela primeira vez usar jaquetas como nos filmes americanos(risos).

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Shâmtia, eu sei que o calor é foda. Eu pelo menos se quer tenho vontade de me vestir quando está calor, fico irritada com o meu armário inteiro. Só que com ou sem calor, sendo ricaço ou perifa, dá pra manter a linha, sim.

      A primeira coisa que lembrei quando li seu comentário foi este post do Street Etiquette http://streetetiquette.com/2010/08/13/summer-etiquette-espadrilles/
      Fora que eu amo alpargatas, homens usando então, eu acho um máximo! Uma alternativa pro chinelo de todo dia. ;)

      • Alan Ponte

        Já tinha visto essas alpargatas antes, mas não sabia o nome, mas sei lá parece tão desconfortável, frágil, e meio gay.

      • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

        Alan, eu tenho umas alpargatas da http://www.cervera.com.br/ e posso te confirmar que são super confortáveis (e baratas!). Talvez se você começasse arriscando com uma branca, preta ou azul marinho mudasse de idéia!

    • Alan Ponte

      Aqui em Fortaleza realmente complica, estudo no IFET e minha aula começa por volta das 14:00 horas e sair nessa hora de onibus é sofrível. Não tem jeito é bermuda de tecido fino, blusa de algodão e chinelo. Se tiver algo mais que isso é chegar ensopado de suor.

      • http://twitter.com/brunobehnken Bruno Behnken

        Haha… Lá no CEFET/RJ (provavelmente o IFET que vc estuda foi CEFET a uns anos atrás) é blusa de algodão branco, calça, ou bermuda no joelho, no máximo, e calçado aberto nao entra! Isso qnd nao precisamos usar o jaleco por cima! Queeeeente

  • Raphael

    A próxima matéria poderia ser de como combinar o social esporte, jeans + mocassim + camisas ou camisets!!!

  • http://twitter.com/rafzan rafael zanetti
  • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Nery/100001320614171 Alexandre Nery

    Não me venha com essa de moda. Vestir bem é uma coisa, se superarrumar é outra. Só consegui ver roupas que eu usaria sem me sentir um completo idiota nas 2 fotos em cima da legenda “O mundo depois do muro, um lugar mais interessante”. Sempre fui adepto ao estilo Hank Moody. E eu estou ok em perder o olhar de uma parcela das mulheres que olham de fato pra isso.

    • http://www.papodehomem.com.br/ Guilherme Nascimento Valadares

      “Só consegui ver roupas que eu usaria sem me sentir um completo idiota nas 2 fotos em cima da legenda “O mundo depois do muro, um lugar mais interessante”. Sempre fui adepto ao estilo Hank Moody.”

      Nery, essa definição do que você usa e do que não sua é, por si só, moda.

      O que existe por aí é um entendimento deturpado de que moda é se vestir como um pavão soltando as penas, a la Backstreet Boys e cia.

      • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Nery/100001320614171 Alexandre Nery

        Eu entendo que o discreto também é moda, não acho que moda seja vestir-se de pavão. Pelas imagens que a autora colocou no artigo, só senti afinidade com as 2 fotos citadas no meu comentário. O resto me pareceu, de fato, pavão. O próprio texto progrediu com uma carga pesada de persuasão a favor de ousar mais no visual, daí o meu comentário nesse tom.

      • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Nery/100001320614171 Alexandre Nery

        Eu entendo que o discreto também é moda, não acho que moda seja vestir-se de pavão. Pelas imagens que a autora colocou no artigo, só senti afinidade com as 2 fotos citadas no meu comentário. O resto me pareceu, de fato, pavão. O próprio texto progrediu com uma carga pesada de persuasão a favor de ousar mais no visual, daí o meu comentário nesse tom.

    • http://www.papodehomem.com.br/ Guilherme Nascimento Valadares

      “Só consegui ver roupas que eu usaria sem me sentir um completo idiota nas 2 fotos em cima da legenda “O mundo depois do muro, um lugar mais interessante”. Sempre fui adepto ao estilo Hank Moody.”

      Nery, essa definição do que você usa e do que não sua é, por si só, moda.

      O que existe por aí é um entendimento deturpado de que moda é se vestir como um pavão soltando as penas, a la Backstreet Boys e cia.

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      “Não me venha com essa de moda”
      Viu? É esse o pânico que este pseudo bixo de sete cabeças causa em muito homens.

      Ninguém falou pra você se super arrumar, Alexandre. Eu também não disse “é assim que você tem que se vestir”. A discussão é pra provocar vocês e estimular que muitos saim da mediocridade.
      A minha sugestão é que você, dentro do seu entendimento como homem, procure um meio de tirar o melhor proveito desta ferramenta. O figurino do seriado “Californication” é muito bem esculpido, ou você acha que o ator simplesmente veste qualquer coisa?

      Atingir o low-profile milimetrico e perfeito do Hank requer tanto trabalho quanto se vestir a la “Johnny Depp”. A moda continua ali, quer queira, quer não.

      • http://www.facebook.com/people/Alexandre-Nery/100001320614171 Alexandre Nery

        “O figurino do seriado “Californication” é muito bem esculpido, ou você acha que o ator simplesmente veste qualquer coisa?” Os atores com certeza não vestem qualquer coisa.

        Vejo que o que me fez soar como um herege foi a frase “não me venha com essa de moda”. Não sei como você inferiu o sentimento de pânico dela, mas tudo bem.

        A impressão que o texto passou, e vi isso nos comentários, foi de que a definição de moda (para a autora) estava retratada nas fotos deste artigo. Talvez uma escolha de imagens mais elaborada e/ou um artigo abrangendo os diferentes tipos de “isso também é moda” valeria a pena. Me lembro de ter lido algum artigo sobre isso por aqui no PdH.

  • http://www.facebook.com/arthur.s.mendonca Arthur Silva Mendonça

    mundo de aparências :D

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Doce engano!

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    Paulo, tbm sou uma sneakerhead e te entendo perfeitamente. Maldito Restart!
    A coisa é apertar o foda-se pra quem te julga e continuar pensando e evoluindo dentro seu estilo.

    • http://www.facebook.com/paulopudim Paulo Lameiro

      Noss que perfeita vc em sneakerhead tb! Então já que vc pediu sugestões faço a minha agora, por favor fale/comente um pouco desse mundo ai dos sneakers que só cresce a cada dia e está ligadissimo com a moda e acaba com a minha vida neh, FALIDO hahaha, e muito obrigado, Foda-se modo on!

  • http://www.papodehomem.com.br/ Guilherme Nascimento Valadares

    boa, zanetti.

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    Com certeza, Augusto. Vamos trazer essa discussão pro PdH, por que afinal esta é um “lifestyle magazine”. É só uma questão de tempo para que os homens percebam o poder dessa ferramenta.

  • http://twitter.com/FabioAllves FabioAllves

    Achei que o panorama da problemática do homem mal resolvido está explicada nesse post, claro que de alguns anos pra cá a coisas estão mudando.

    E espero que não só esses pontos (na visão feminina) que ela levantou a respeito da vestimenta masculina sejam considerados, mas também o conforto e o dia a dia devem ser respeitados dentro do guarda roupas masculino do homem cotidiano.

    Parabéns Vêronica pela síntese e se precisar de ajuda para convencer algum homem mal resolvido me dê um toque lá no MPH!

    Abraços

    Fabio Allves
    Moda Para Homens
    fabioallves@gmail.com

  • http://muitapimenta.com Francis Rosário

    Esse negócio de “se vestir bem” é meio relativo. Afinal quem disse que roupa X é boa e a Y não?

    Creio que o mais importante seja se vestir de uma forma que lhe agrade e principalmente que combine com seu estilo.

    De qualquer forma continuarei usando minhas calças jeans/couro coladas, a regata branca, jaqueta de couro e óculos escuros estilo “aviador”. É isso que eu sou, se me vestir de outra forma perco totalmente minha identidade.

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Francis, vestir bem pra mim quer dizer usar roupas que te favorecem e dialoguem com você, usar peças que sejam bem feitas ou que tenham um contexto.

      Se você se identifica com calças coladas, regata branca, couro e oculos, esse é o seu statement. Só não acho que você deva parar por aí. Você pode dizer a mesma coisa de outras formas, melhor ainda se você conseguir fazer isso com elegância.

      E pela sua descrição, pensei imediatamente em um cara: Keith Richards http://www.youtube.com/watch?v=9bmfPxTK9Js

      Veja bem, elegância é algo que se carrega, não se compra.

      • http://muitapimenta.com Francis Rosário

        Na verdade estou mais para o estilo do Jim Morrison.

        De qualquer forma concordo que elegância não é algo que se defini apenas pela roupa.

  • http://muitapimenta.com Francis Rosário

    Esse negócio de “se vestir bem” é meio relativo. Afinal quem disse que roupa X é boa e a Y não?

    Creio que o mais importante seja se vestir de uma forma que lhe agrade e principalmente que combine com seu estilo.

    De qualquer forma continuarei usando minhas calças jeans/couro coladas, a regata branca, jaqueta de couro e óculos escuros estilo “aviador”. É isso que eu sou, se me vestir de outra forma perco totalmente minha identidade.

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    Fabio, a discussão vai rolar muito em volta da “moda real”, do possível no dia-a-dia e das necessidades, com certeza.

    Obrigada pelo comentário! Se tivermos um drama maior, te acionamos! :P

  • http://www.facebook.com/people/Michel-Braga/1823298170 Michel Braga

    Ótimo!
    Dois comentários.
    Primeiro: Esse negócio de dizer que homem bem vestido é gay é coisa de quem não sabe se vestir. Mais do que uma questão de aparência é uma questão de confiança, eu me sinto muito mais confiante quando estou confortável em relação ao que estou vestindo. E confiança faz toda a diferença, seja com mulheres seja no trabalho…

    Segundo: Que olhos lindos Verônica!

    Em relação a sugestões para futuros artigos, que tal falar sobre Blazers??

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      É isso mesmo, Michel. Como na equação que coloquei Bem vestido => primeira boa impressão => auto-confiança => receptividade => confiança => poder
      Só pode sair coisa boa dessa conta!

      Sobre os olhos, obrigada, foi minha mãe que me deu. :P

      Sugestão anotada!

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    Os caras postam o peça/look/duvida e os outros respondem se é gay ou não, é isso?
    hahaha
    Pó Zanetti, tivesse falado antes, teríamos resolvidos todos esses problemas do armário masculino!

    • http://twitter.com/rafzan rafael zanetti

      não só gay… perguntam todo tipo de atributo, pra todo tipo de indumentária ou qualquer outra coisa visual realcionada à estilo. ‘Anonymous’ costuma ser um cara extra-sincero. Um dia precisei de substitutos para abotoaduras asap, e me vieram com soluções ótimas, desde cuff-links até parafusos de prancheta – com foto e tudo mais

  • http://www.facebook.com/gumenna Gustavo Menna

    Excelente post Verônica!

    É exatamente isso que eu penso sobre a moda masculina, um homem pode e deve se vestir bem, isso não faz com que ele seja gay.

    No meio do ano passado, eu, junto com o meu irmão criamos uma marca de roupa masculina chamada Brave Menswear e o foco é venda pela internet, convido a todos conhecerem o nosso site http://www.bravemw.com.br. Quando começamos a pensar no nosso perfil de consumidor, as característas se assemelham muito a esse homem diz não querer se preocupar em comprar roupas, mas que no fundo quer se vestir bem.

    A questão do corte e da qualidade da malha que vc citou foram uma das nossas principais preocupações e por isso ficamos em cima para garantir a qualidade das camisetas.

    Nós também temos um blog (www.bravemw.com.br/blog) que aborda alguns assuntos do universo masculino e um deles é a moda. Toda segunda-feira nós publicamos um look da semana com uma de nossas camisetas para ajudar os homens a se vestirem bem!

    Abraço

  • Jullian Ribeiro

    Putz! Era o que eu precisava ler hoje. Tive uma experiência muito boa um dia desses. Criei um visual inspirado num dos personagens mais fodassos que conheço, Hannibal Lecter, mas com algumas diferenças, como meus 25 anos e o clima tropical. Ficou muito bom, e depois eu fiquei pensando em como melhorar isso, pra que não virasse eventual o fato de me sentir bem vestido daquele jeito, e sim habitual. Enfim, adorei!
    Gostaria de umas dicas sobre chapéus. Seria interessante fazer uma relação entre eles e peças de roupas e acessórios.
    Fica a dica.
    Um abração a todos.

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Legal, Jullian! Você é um bom exemplo do que eu quis passar com este texto.
      Manda as fotos pra gente do antes e depois veronica@papodehomem.com.br

      Sugestão já está na lista! ;)

  • http://www.streetsampa.com.br Felipe Salum

    Tenho sorte, minha esposa tem muito bom gosto pra roupas, e sempre que vou comprar ela ajuda a escolher. Tenho que concordar que eu nao gosto de nada extravagante, entao certas coisas que ela escolhe eu barro logo de cara, mas no geral eu curto.

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Como muitas namoradas e esposas, ela deve gostar! Mas que tal tomar a iniciativa sem esperar nada dela?

      • http://www.streetsampa.com.br Felipe Salum

        Eu prefiro delegar certas tarefas :)

  • Gabriel

    Acho muito legal, mas na boa, por mais q eu goste, não vou parar pra aprender a me vestir, então aqui vai a minha dica, quando uma mulher começa algum assunto chato, eu corto e pergunto pra ela se to bem vestido, tudo q aprendi foi assim.

  • Gabriel

    Acho muito legal, mas na boa, por mais q eu goste, não vou parar pra aprender a me vestir, então aqui vai a minha dica, quando uma mulher começa algum assunto chato, eu corto e pergunto pra ela se to bem vestido, tudo q aprendi foi assim.

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      huahua tenho que admitir, ótima tática pra cortar um papo chato.

  • Nando Zapelini

    Excelente!

    Já causa espanto quando se fala em moda para/com/entre homens. Utilizá-la, então…
    Lembrando que a moda por si só não faz milagre também. A atitude conta muito e se sentir bem com o que está vestindo também.

    Faço muito o que a Verônica comentou no post: guardar fotos em uma pasta do PC. E elas já me salvaram de muitas! Moro em uma cidade relativamente pequena, é foda porque, querendo ou não, rótulos e taxações sempre rolam. Mas, isso com o tempo passa. Recentemente comprei uma calça jeans saruel. Ainda não tive oportunidade de usá-la porque faz um calor da porra aqui em SC… mas essa foi a primeira peça de roupa “diferente” que eu comprei.

    Mas mesmo não sendo um inovador nato, meus amigos e familiares sempre procuram saber minha opinião, pois sempre tive bom gosto (pelo menos é o que dizem).

    Seria bom ter mais posts sobre isso, que dêem dicas de como se vestir no dia-a-dia para trabalhar, numa festa, casamento… iria ajudar muita gente.

    Falando em roupa… e a camiseta PdH?? Tão vacilando…

  • Nando Zapelini

    O comentário tá entrando na hora?? Comentei e já apareceuu… hehe

  • http://www.facebook.com/julio.c.sampaio Julio Cesar SAmpaio

    Muito bom o texto, faz tempo q procuro sobre moda masculina…Gostei muito de conhecer o Street Etiquette…já é muito difícil encontrar algo bom sobre moda masculina, imagina como é encontrar conteúdo que tenha o negro como destaque. Sou mulato (moreninho como as garotas costumam falar) e achar referências reais (fora do mundo da TV que possui figurinistas especializados e tal) é difícil pra caralho….Bom que agora vou ter mais uma referência pra hora de me vestir pra sair ou comprar roupas. Sobreposição é foda, muito bom quando vc acerta, mas o problema é acertar.

    Ainda bem que minha combinação tênis + jeans + camiseta continua boa, agora é só aprimorar.

    Valew

  • http://www.facebook.com/natalia.candido Natalia Candido

    adorei o artigo!!! tenho dois irmãos e é uma luta fazer com que eles saiam do basicão, mas eu bem que tento. acho super sexy um homem que sabe se vestir e não tem medo!!! á espera do próximo artigo!!

  • Anônimo

    Legal, mais uma vez (surpresa nenhuma) PdH mandando bem em posts. Acho legal ver que esse fenômeno é constante por aqui.

    Veronica, lembrei de cara daquele programa americano: Queer Eye for the Straight Guy. Conhece?

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Sim, claro! Divertidíssimo, mas eu acho que eles exageram na cota de vez em qdo.

  • Gian

    Olá..
    Achei o artigo de muito bom gosto. Realmente, um homem mais vestido tem a auto-confiança elevada mas de nada vale essa auto-confiança sem atitude.
    Não me ative muito aos comentários. Li os primeiros mas confesso que fiquei com preguiça .. rsrs

    Minha namorada sempre me ajuda nas escolhas, fazendo uma ‘consultoria’ sobre o que devo ou não vestir, é uma boa dica também que não foi dita no texto. Maaaas eu tenho uma sugestãoi: dê dicas de como se vestir bem com roupa social. Meu novo emprego é mais formal e implica em um vestir mais formal tbm, óbvio.. e eu achei grande dificuldade em comprar camisa. Muitas cores, estampas, listras coloridas, fiquei perdido. Gosto muito de sobreposição e você poderia nos dar dica, já que o frio está chegando e as roupas nessa estação pedem um vestir mais bonito.

    É isso..
    Parabéns pelo artigo, precisamos de mais meninas nos ajudando rsrs
    Grande abç.

  • http://twitter.com/_jbernardes Jair Bernardes Jr.

    Putz, tô fudido. Sou do tipo “Mendigo Style”,. Visto qualquer coisa que seja bem confortável… O máximo, pra mim, seria visitar a Torre Eiffel de chinelo (aquele que não solta as tiras), calça jeans com as pernas remangadas e os pés sujos de areia da praia, na maior autoridade. Aliás, chinelo e bermudão deveriam ser trajes de gala, hehe

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Preciso dizer que vc tá super “in” então! haha
      Calça com pernas remangadas http://pdh.co/SEjeans já é hit lá fora
      E Homeless Chic = Mendigo Style já rendeu grandes inspirações para marcas internacionais e inclusive tem um livro dedicado só a esse estilo http://pdh.co/homeless

      Só não sei onde vc vai conseguir areia de praia em Paris!

      • Cristovao728

        ola veronica.
        eu vivo na europa, e agora no inverno tou a pensar em mudar o meu estilo, usando casaco preto de botões, camisola preta, jeans e botas altas pretas de montar. Acha que devo apostar neste estilo agora neste inverno?

        cristovao

  • http://www.facebook.com/people/Paulo-Guilherme-Souza-Silva/1319801373 Paulo Guilherme Souza Silva

    Em primeiro lugar adorei seu artigo fico otimo,agora minha opiniao sobre o assunto acho super essencial pro homem hoje em dia se vestir bem porque é o cartao de visita, mulher nenhuma vai querer fica com nenhum mendigo e tambem quem nao gosta de andar bem vestido.

    fale sobre cortes de cabelo

    Abraços

  • Anderson

    Eu acho que homem tem que se preocupar com moda sim, mas com uma moda que expresse masculidade.

    Meu principal ícone da moda é o Brad Pitt, se veste super bem e de uma forma bem mascula. Os caras das fotos da matéria (do Bronx e das fotos tiradas pelo Scott Schumam) tabém se vestem de uma maneira bem legal.

    Já o estilo dos caras (?) do Restart e o Fiuk passam uma imagem moleque e afeminada demais para o meu gosto.

  • Anderson

    ”Meninos, deixem mais sugestões dizendo o que gostariam de ver sobre moda e estilo.”

    1 – O que vestir nas mais diversas situações (trabalho, faculdade, balada, etc. Tanto looks bem específicos para cada situação quanto looks mais versáteis.)

    2 – Um guia de acessórios. Cintos, correntes, relógios, braceletes, óculos… O que combina com cada tipo de roupa e o que pode e o que não deve ser usado em determinadas situações.

    3 – Guia de sapatos e outros calçados. O que se deve o não deve ser usado com determinado tipo de roupa, com que tipo de meia, se deve combinar com o cinto, se pode usar com jeans, etc.

    Também é legal um glossário (com hiperlinks redirencionando para fotos) quando for falar de um tipo específico de roupa, ou explicar durante a matéria (com fotos) qual tipo de roupa é o que. Quando comecei a me interessar por moda, lia artigos que falavam de um certo tipo de roupa (aconteceu com o cardigã, por exemplo) e depois tinha que pesquisar no google para saber de que peça se tratava.

    • http://www.facebook.com/people/Angelo-Serravalle/1099198078 Angelo Serravalle

      Gostei da idéia do glossário. A terminologia específica da moda é grego para a maioria de nós.

  • http://www.facebook.com/people/Angelo-Serravalle/1099198078 Angelo Serravalle

    Vestir bem é indispensável. Ainda mais para profissionais como eu que lidamos com a imagem dos clientes e seus produtos.

    Um homem saber se vestir não significa que não seja hetero. Significa que conhece o poder da imagem pessoal e alguém que conhece esse poder tem muito a ganhar. Tanto com as mulheres, quanto profissionalmente ou em muitas outras áreas sociais.

    Já fiz alguns testes, como reuniões com clientes, com chefes, atendimento em estabelecimentos comerciais e principalmente com as mulheres e a conclusão não é surpresa. Bem vestido o lucro é maior.

    Ótimo assunto a tratar com os marmanjos que querem chegar a algum lugar.

  • http://twitter.com/Jeffi182 Jeff Andrade Rizzon

    Eu curtiria ver um post falando sobre calçados masculinos.
    Tudo bem que eu ainda sou jovem, mas não sei se um homem deve usar All-star pra vida toda.

  • Daniel Souki

    Quero uma opinião de mulher:
    O que acham de caras pequenos (1,65M +_) que se vestem bem?

    Tipo..
    Eu costumo me vestir socialmente sempre…
    No fim de semana, eu alterno calça jeans, camisa (ou camiseta), as vezes um boné, acessórios simples, etc.

    Mas…
    Acho que por ser de estatura menor, da menos impressão.
    É verdade?

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Daniel, sua altura não atrapalha em nada o “vestir bem”. Assim como um cara alto precisa saber que tem certas coisas que no corpo dele não rolam, o de um 1,60 também.
      Sugestão incial? Aposenta o boné.

      • Daniel Souki

        Oi Veronica,

        Eu citei o boné, mas eu uso muito de vez enquando para ir academia somente (Jamais para passear).
        E isso é uma vez a cada uns 5 meses…rs
        O que eu quis dizer é que um cara baixo passa menos impressão do que os caras mais altos.

        Esta certo que tem certas coisas que não podemos vestir, assim como tem certas coisas que os mais altas não podem.

        Obigado viu
        Beijo

      • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

        Fico feliz, Daniel! hehehe

        Só discordo disso sobre a “impressão”. Vai muito além da roupa simplesmente, passa por confiança e presença de pessoa.
        O Gus Fune http://papodehomem.com.br/author/gusfune/ tem mais ou menos a sua altura e tem “impressão”, sim! Especialmente quando ele se arruma pra sair!

  • http://www.facebook.com/artur.guarnieri Artur Guarnieri

    Texto de grande utilidade!

    Verônica, concordo com o que você escreveu. Uma pena aqui no RJ o clima não contribuir para sobrepor peças.

    Quanto ao fato das roupas agregarem poder, é uma grande verdade e a dica de grande valia. Trabalhei anos na vida jurídica e o que contava, além de ter know how, era se vestir bem. Portas se abrem. O único problema era o preconceito em inovar, o “povo das antigas” implicava. Hoje atuo na corretagem e felizmente posso me dar ao luxo de ousar um pouco mais e agradar mais ao público feminino, que é quem no fim das contas decide a compra.

    • http://www.facebook.com/people/Angelo-Serravalle/1099198078 Angelo Serravalle

      É, tá aí outra sugestão para um próximo post.
      Tudo bem que roupas de frio tendem a ser consideradas mais elegantes. Mas em nosso país tropical não se pode abusar dessas peças.

      Como considero o conforto um dos requisitos para me sentir bem vestido, creio que outros homens também o façam. E aí, o que nos resta a usar e ficar mais elegantes com nosso clima?

  • Ilmar Filho

    Excelente artigo, o problema é que é tudo mais voltado ao inverno, acredito eu. Em Porto Alegre no verão de 40ºC usar mais do que um chinelo de dedo, bermuda e regata é impossível, mas o inverno aqui é muito bom pra se vestir bem :)

  • Likapaar

    Gostei muito do post!
    Levantou um assunto que grande parte dos homens tem ojeriza: moda e roupas.
    Não creio que um homem cuidar da aparência e vestir roupas legais o faz menos masculino, pelo contrário, faz com que o homem se destaque ante aos demais.
    Que mulher não gosta de um homem limpinho, arrumadinho e de cabelo bem cortado, seja ele curto ou comprido?

    • http://www.facebook.com/people/Angelo-Serravalle/1099198078 Angelo Serravalle

      Não duvide, meu caro. Tem mulher pra tudo…

  • http://www.facebook.com/marianaaa.f Mariana Feliciano

    Parabéns pelo texto, Vê! Está muito claro e bem-escrito!

    AHH,.. Achei o máximo o Street Etiquette!

  • Rodrigo

    Bom texto, não acompanho muito moda mas tenho minhas inspirações em atores/musicos que acho “elegantes”. Tenso é que fica bem mais fácil se vestir bem no frio, se eu usar um casaco/jaqueta/etc desses em Recife nem sei qual seria o resultado (as vezes até pra sair a noite eu prefiro usar uma camiseta).

    Como sugestão, fala sobre acessórios no próximo texto!

  • Freelancer

    Ta aí belíssima autora desse texto, discorreu muito bem sobre o tema!
    Não tenho trauminhas com cores nem estampas, so não gosto de coisas brilhando, mas ai é gosto pessoal.
    Antes de entender essas coisas eu simplesmente imitava meu guitarristas favoritos de algum modo rsrs No atual ponto de minha vida, estou tentando encontrar o lugar entre o Grunge (a minha zona de conforto) e o mais formal (necessidade profissional – ou vou ter mesmo que usar gravatas? ¬¬)

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Você trabalha com o que?

      • Freelancer

        Sou produtor cultural (area de atuação principal música.)
        O que me leva a ter contato com mulheres, músicos, prestadores de serviço, gerentes de casas de shows e teatros e PATROCINADORES – é aqui onde tudo o que você falou mais se evidencia…
        O que me quebra é que o todo-formal não me é confortável…

      • Freelancer

        Pior que acho que não!
        Mas longe da glamourização do “promoter”, os produtores culturais frequentam mais ambientes corporativos do que parece. Ainda não precisei nesse casos, mas se precisar de terno encararei um sem problemas, embora eu o considere uniformizante. Mas vale lembrar que ir para uma reunião corporativa parecendo um personagem de filme de piratas pode não ajuda muito… por outro lado tenho a mesma má impressão do engomadinho.

  • Vinny

    Sou advogado, por isso, meu dia a dia é com terno e gravata. Contudo, observo os meus colegas (até os mais novos, de minha idade – 28 anos), são poucos que ousam nas cores (às vezes, fazem cada aberração). Eu gosto muito de camisa e/ou gravata salmão (ou rosa, são cores iguais ou não?), e quando uso, recebo muitos comentários positivos das mulheres (mas tb já teve babacas que passaram num carro e gritaram que camisa rosa é coisa de gay).

    Outra coisa, não sei se sei combinar bem (gravata + terno + camisa + sapato + meia), mas procuro observar como as pessoas ao meu redor se vestem (observo muito nos telejornais as possíveis combinações, e já segui algumas delas) para poder compor o meu look, sem ser ridículo.

    Uma dica, vi na banca um livro/revista que achei muito interessante, o Guia VIP para se vestir bem (acho que o título é assim). Folhei a revista e gostei muito (só não fiz adquirir ainda).

  • Diego Matias

    Caralho. que post gay.

  • Diego Matias

    Caralho. que post gay.

  • http://twitter.com/TabaCruzFilho Tabaquara Cruz Filho

    Ah cara, vou comentar só pelo prazer de discordar da autora.
    Eu acho que essa coisa de ir na loja e passar horas observando o que fica bom ou não, ou ficar observando os outros e tentando catar o que fica bonito ou não, é, na minha humilde opinião de mero mortal, frescura.
    A preocupação de se vestir bem passa muito pelo crivo do que os outros vão achar da gente. Se tu te preocupas tanto com isso, faça o simples, convida uma amiga, ficante ou namorada pra ir as compras contigo e diz: – Quero sair bem vestido dessa loja em 15 minutos. Pronto, muito mais simples (até pelo fato de não perder 3 horas na loja pra escolher uma camisa) e vais ter a opinião de terceiros te ajudando. No mais, vai na loja, escolhe algo do teu tamanho e se tu te sentes bem vestindo aquilo então tudo bem. Ninguém precisa da “moda” ou estar nela para estar ou ser um homem bem vestido, muito menos opiniões alheias.

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Tabaquara, seguir tendências realmente não é necessário pra se vestir bem. O fato é que Moda é uma ferramenta, e das boas. No fim das contas quem decide se quer ou não tirar o melhor proveito disso é você.

      • http://twitter.com/TabaCruzFilho Tabaquara Cruz Filho

        Concordo com isso, tanto que falei que comentaria somente pelo prazer de discordar. ;)
        Acho que o fato de eu ser turrão, chato e não ter paciência pra moda não quer dizer que outras pessoas não possam ter, e como eu disse, o post pode ajudar muita gente a se vestir bem porque está muito bem escrito.
        Eu mesmo tenho meu próprio conceito pra me vestir bem, mas não acho que isso se encaixe nos “padrões de moda”. Pelo menos não os que eu vejo por ai.
        ;)
        Beijão moça!

  • http://twitter.com/TabaCruzFilho Tabaquara Cruz Filho

    Mas aliás, só pra complementer o meu primeiro comentário, o post tá super bem escrito.
    Tenho certeza que se eu não concordo, pelo menos vai ajudar muita gente a procurar novas formas de se vestir bem! ;)

  • Anônimo

    Lindo texto, Vê.
    Adorei as referências, tb.

  • sergio

    Ok! Você venceu!
    Muito legal e verdadeiro.
    A roupa faz o homem e o homem faz a roupa.
    Mas tem um ponto importante aí. Nove mil por cento dos estilistas e das pessoas que lidam com moda são gays (de todos os gêneros) e não tem lá muito compromisso com o binômio beleza e praticidade.
    Criam uma linha de jaquetas inspiradas num bolo de chuchu ou chapéu que só ficaria bem num membro dos KKK e a gente que use aquela M*. Infelizmente a moda, seja masculina ou feminina é igual à internet: É muito legal mas só se você souber usa-la. E não há como ser “ousado” sem quebrar a cara. E tem mais: Os estilistas machos que você usou tem cara de viado.
    Abraços
    Sergio

  • http://twitter.com/gbpgabriel Gabriel B. Picanço

    Foda o artigo! Parabéns, você provavelmente é a mulher que todo homem moderno gostaria de ter: antenada, inteligente saca de moda e o melhor, não crítica ou reclama quando vê um homem arrumada, ou dúvida da masculinidade dele. Minha ex era desse tipo, adorava moda, mas qualquer homem bem arrumado pra ela era gay. Acho que era trauma do outro ex dela, que era gay e não se vestia bem, sei lá. Confesso que também só não me visto melhor, por medo de reprovação da mulherada. Por incrível que pareça, isso pega um pouco dependendo do lugar onde você mora. As pessoas confundem estilo próprio com o fato de talvez você ser gay. Parabéns pelo trabalho, e sim, continue com ele e mude a cabeça de muito brutão por aí que acha que homem tem que andar fedido, e mau arrumado pra comer alguém.

    Minha sugestão de tema para o próximo artigo, é que talvez você possa dar dicas de jaquetas, casacos, etc. Principalmente os militares. Beijão!

    • Anderson

      Também acho um boa um guia sobre casacos

  • Lucas

    Sou gordo, nenhuma dessas roupas serve em mim, e agora? #comofaz

  • Anderson

    Vi alguns comentários de homens dizendo que o post é gay e que acham frescura um homem que procura se vestir bem.

    Em contrapartida, não vi NENHUM comentário de mulher que não tenha elogiado o post ou os homens que se vestem bem.

    Ótimo sinal.

  • Patty Marques

    Adorei o Post Honey!

    Eu também acho que essa coisa de que homem bem vestido, cheiroso e com cabelo penteado é gay ,uma bobeira. Desde que eles não usem calças e camisetas mais apertadas que as nossas! rs

    Mas eu gosto de destacar que se vestir bem não andar por aí com marcas estampadas no peito ou nas etiquetas das calças, alias eu acho isso super brega… desmaterialização totaaaaaaaal das peças. Eu particularmente só compro algo com a marca muito visivel se for muuuuitoooooo legal e infelizmente hoje a maioria das pessoas se vestem para expressar seu poder aquisitivo e não expressar quem realmente são e é por isso que a cada dia que passa está mais dificil de se relacionar por aí. A gente nunca sabe se dentro daquela roupa bacana mora uma pessoa bacana mesmo ou se esconde atrás de logomarcas famosas um malfeitor, salteador de lojas.

    Ser chic também é ser simples, porém expressivo.

  • http://twitter.com/PauloH_Araujo Paulo Araújo

    Excelente artigo! Diz muito bem como eu era alguns anos atras. Sendo um cara malhado, curto perfumes, tenho olhos azuis e ja um otimo desempenho com as garotas, percebi que podia ser ainda melhor. Começei a reparar as roupas que ficavam bacanas em outros caras, principalmente em famosos porque eles sempre tem alguem para ajudar nisso. Passei por etapas parecidas as citadas acima e meses depois estava eu com um guarda roupa novo. As coisas só melhoraram, hoje ouço comentários como “você ficou mais sexy com essa roupa” – “nó mano, vou me inspirar em você” – “que roupa chique!” – “você até parece milionário assim”. Nunca gastei nenhuma fortuna com roupas, o que vale mesmo é a criatividade que combine com seu biotipo e personalidade.
    Para constar, o estilo que mais curto é o do Morten Harket( http://tinyurl.com/4okdlec ), vocalista do a-ha(minha banda preferida), o cara é considerado por muitas mulheres, o homem mais sexy do mundo em plenos 50 anos. Admiro o cara, ele tem moral.

  • sergio

    V.Rom ? Aquilo é roupa de homem?
    C perdeu a noção ou tá de sacanagem.
    Vai lá, olha de novo!
    Putz!

  • Mike

    Meu conceito de moda é único: Coisa criada por gente que não tinha o que fazer para gente sem personalidade. É basicamente por isso que moda é algo tão desconhecido por homens. Mulheres querendo ou não tem que admitir que aceitam bem mais as futilidades da vida que os homens. Além é claro de serem bombardeadas pela mídia para entrarem no estereótipo de beleza.

    Se vestir bem(que é o principal objetivo do post) nunca foi lá uma de minhas especialidades ou preferências. No dia-a-dia o que mais me é necessário é conforto, então tenho muitas roupas leves. Quem pega aqueles onibus com 15 pessoas por cm² sabe como é isso.

    Para outras ocasiões que eu saio de casa unicamente para um compromisso eu já passo bem mais tempo me arrumando. Escolho a roupa em vez de pegar a primeira que aparecer quando abro o guarda-roupa. Olho mais no espelho vê se tem alguma coisa fora do lugar e se o geral está bom. Se não estiver saio trocando até estar ou dar a hora de sair correndo e chegar 15 minutos atrasado.

    A grande guerra entre homens x mulheres em questão de se vestir bem é realmente o dilema do salto alto. Eu realmente perco tempo me arrumando, olhando lojas para comprar as roupas, mas NUNCA, JAMAIS e DE MANEIRA NENHUMA usarei algo que me deixe desconfortável. Infelizmente algumas mulheres exigem isso e para elas eu tenho uma frase única: Até mais.

  • http://www.facebook.com/mateusnp Mateus Navarro Perucchi

    Gostei do texto, gostei dos pontos tratados.

    Só acho que o mundo masculino está ficando fashion demais. Prefiro as coisas mais no estilo Paul Newman de ser. Hahahahahah! Pode parecer meio vô para quem tem 21 anos de idade, mas é que o estilo sóbrio pelo menos para mim poderia voltar a ser mais explorado…

  • Aldo

    Eu sou gay e o que me deixa bem é uma camiseta simples ou pólo, calça jeans (gosto muito)e um tênis all star que eu tenho há 4 anos. Eu acho muito bonito o estilo dos europeus. Eles são realmente muito clássicos. Aqui posso citar por exemplo os argentinos e os norte-americano. Acho que o brasileiro tem muito preconceito com essa questão de roupa ou moda.

    Essa coisa de acharem que existe roupa pra hetero, homo ou bi.. sei la´.. pra mim é uma bobagem das grandes.

    Gostei do contéudo do seu texto, Verônica.!! Abraço!!!.

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Obrigada Aldo! Também acho uma besteira enorme!

      Só uma idéia, dá um descanso pro All Star! Que tal procurar outros tipos de calçados? As lojas de Sneakers estão cheias de coisas maravilhosas, dá uma olhadinha na http://www.mazeskateshop.com.br/

      • Aldo

        Valeu pela dica… !!! os tênis deles são bem do tipo que eu gosto.

        ksss.

  • http://www.facebook.com/BlackFelipe Luiz Felipe Rodrigues Rosa

    Aqui é foda. Calor, tem que usar roupas leves. Mas nada que não da para se adptar. Eu tenho um amigo, o cara se veste bem, as vezes exagera tanto que já chamaram ele de gay, até eu ( haha).. Mas quem sou pra discutir sobre moda. Mas acredito que um dos primeiros passos pra se ter um lifestyle legal é trocar as roupas para o jeito que vc se sinta mais confiante, mais homem.

  • Marcela

    Gente, eu sou uma apaixonada por moda, me ligo mais em moda feminina, mas acho a masculina bem interessante também. Acho que o legal para os homens é o básico. Corte e tecidos de qualidade, fibras naturais como algodao, e acho bacana evitar os tecidos sintéticos que prejudicam a pele para respirar. Marcas brasileiras legais para vcs meninos: osklen, hering, reserva, redley, VR mens wear, siberian, e mandi. A maioria é cara, mas acho que vale mais a pena investir em poucas peças que tenham mais qualidade. Aquela velha história de comprar com consciencia. Super beijo pra todos.

  • Hugo

    Aee, finalmente um post sobre moda.

    Tento usar o que gosto, mas se a roupa me deixa desconfortável (no sentido “estar meio gay”), eu nem uso. Eu sei, é preconceito, mas não gosto de olhares tortos, nem de brincadeirinhas de mal gosto, sorry.

    De qualquer modo, penso que coisas muito diferentes devem ser introduzidas aos poucos.
    Afinal, pra quem nunca muda, quando muda todo mundo estranha. Já pra quem sempre muda…
    Com o tempo as pessoas se acostumam com as suas diferenças, e isso se torna natural.

    Comecei há um tempo uma pasta com fotos de looks que eu curtia (está com 357 fotos no momento),
    e é uma das práticas que mais me ajudou a compor bons looks, com o que eu gosto e tenho

    Agora, analisar o tecido, a costura e a modelagem? Tá ai uma coisa que não sei fazer.
    Isso daria um belo post, não acha?

  • rodrigo

    Essas dicas é facil, quando o meio que vc vive ou trabalha ajuda. Eu por exemplo, sofro com visual. Tenho 28 anos, sou engenheiro, e trabalho em uma industria de grande porte. Ao contrario de 90% de meus colegas de profissão, gosto de me vestir bem, usar um visual mais moderno e tal. Mas, sou obrigado a usar roupas da empresa, que são ridiculas. Camisa polo ou camisa com um corte estilo “C&A”, em um azul horrivel. O pior de tudo é que o pessoal dos departamentos de R.H, administrativo, comercial, não precisam usar as mesmas roupas ridiculas que o pessoal da area de engenharia usa, ai nas areas comuns da empresa rola aquela vergonha haha. Até porque sou solteiro, e nas outras areas tem bastante mulher, e obvio que vestido igual um Smurf vc ja começa perdendo pontos rsss.

    Mas gostei das dicas. Pelo menos pros finais de semana quando posso vestir o que eu quiser rs.

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    Agnaldo, low profile é quando um cara “aparece” justamente pela sua discrição. Algo que vem acompanhado também de caráter, elegância, postura.
    Quando eu relaciono isso com moda, quero dizer que o cara não precisa estar com mil badulaques e coisas diferentes. São peças simples, muito bem acabadas e cores sóbrias. O resultado disso é um homem muito bem polido, entender?
    A Calvin Klein Men, nos seus desfiles, te dará uma idéia do que eu estou querendo dizer com isso, olha aqui http://pdh.co/ck2011.

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    Sugestão anotadíssima! ;)

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    Uma camiseta gola V branca, com uma bermuda tipo alfaiataria e uma alpargata, por exemplo, soa tão ruim assim? Vcs continuariam “arrejados” e melhor que isso, charmosos!

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    Alexandre, o ponto é que o artigo não foi pra falar sobre como eu defino o que é Moda. Ele traz a discussão da Moda dentro do universo masculino. Os exemplos que eu dei são exatamente isso: exemplos. Se o intuíto fosse falar sobre as centenas de estilos diferentes que um homem pode seguir o texto seria completamente diferente.

    O que eu propus foi um exercício e sim, ao ousar mais também. Agora quem definiu “ousar mais = pavão” foi você. É essa atitude que pra mim demonstra claramente o muro que é, no universo masculino, se abrir para esta discussão.

  • http://www.facebook.com/gumenna Gustavo Menna

    Excelente post Verônica!

    Recentemente criei uma marca de roupas masculinas e com foco em venda pela internet, quem quiser conferir é só acessar http://www.bravemw.com.br

    A nossa visão é muito semelhante a sua, nós acreditamos que os homens podem e devem se vestir bem! Até pensando nisso, toda segunda-feira nós criamos um look da semana no nosso blog com uma das nossas camisetas para ajudar os homens a combinarem as peças, hoje criamos mais um, quem quiser tmabém pode entrar lá http://www.bravemw.com.br/blog

    Abraço

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Muito legal, Gustavo! Parabéns!

  • Augusto

    valeuzao veronica :D
    as dicas foram de bom uso ..eu sempre tive esse tipo de duvida tb ..
    eu tenho 1,90 ..as vzs me acho estranho com alguns tipos de roupa e tal ..
    ai sempre fico nessa duvida sobre vestimento e tals ..
    vlw mesmo pela ajuda

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    Curto muito All Star, o problema é quando o cara não sai disso! Brochante.

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    Angelo, muitos caras comentaram sobre como é difícil se vestir bem quando faz calor. Ponto muito interessante para abordarmos num próximo post! O que eu posso dizer agora é que sim, é possível!

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    Isso é verdade, tem mesmo. A solução é ser você mesmo, sempre melhor.

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    Oi Lucas, em um dos comentários assima eu sugeri a contratação de uma costureira. Você mostra aquilo q gosta e ela faz nas suas medidas.
    Outra idéia é procurar aconselhamento e tratamento médico, entrar na academia e se alimentar melhor. O custo vai ser o mesmo que fazer roupas na sua medida, só que a segunda opção vai te trazer benefícios imensamente maiores. ;)

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    Patty, to totalmente de acordo, ODEIO roupa outdoor, cafona demais!
    Se vestir bem não depende de grana.

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    Mike, vou pular as partes que você se contradiz e resumir em: leia de novo.

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    Mateus, se você seguir o estilo Paul Newman eu garanto que vai ser sucesso. Se vestir bem não quer dizer absorver todas as tendências e virar destaque do abre-alas. ;)

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    A roupa não tem que te deixar desconfortável, Hugo. Pode deixar isso pras mulheres!
    Gostei da ideia de mostrar pra vocês como analisar as peças ;)

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    A roupa não tem que te deixar desconfortável, Hugo. Pode deixar isso pras mulheres!
    Gostei da ideia de mostrar pra vocês como analisar as peças ;)

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    “obvio que vestido igual um Smurf vc ja começa perdendo pontos” hahaha oh dó!
    Calça e sapatos também são uniformizados? Poderíamos focar na evolução disso, já que o uniforme é padrão.
    E trocar de camiseta na Happy Hour, rola né?

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    “obvio que vestido igual um Smurf vc ja começa perdendo pontos” hahaha oh dó!
    Calça e sapatos também são uniformizados? Poderíamos focar na evolução disso, já que o uniforme é padrão.
    E trocar de camiseta na Happy Hour, rola né?

  • Arysson

    Muito bom! Antes não me ligava em moda, vestia camisa (preta) de banda, jeans e tênis básico, porém depois que conheci minha esposa percebi que tinha que me vestir melhor e parecer mais maduro, claro que ela me ajudou. Gostei do Street Etiquette e dos exemplos que vc mostrou, mas onde eu moro não tem todas as estações ou é sol ou é chuva ehehhh, quando não tá quente tá abafado, ou seja fica difícil usar sobreposições, vc teria algum site de moda para um clima quente?

  • Eduardo Marques

    “É possível se vestir bem e continuar hetero?”

    Pffft! Tá maluca? É claro que não! Isso te transforma automaticamente em bicha louca estilista. [ironia mode on]

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    Arysson, muitos caras falaram sobre a dificuldade do calor x vestir. To considerando fazer um post sobre esse assunto! ;)

  • Christyan Rico

    Eu particularmente sou apaixonado por moda e sou hetero.
    Torço para fazer frio para usar meu cachecol novo. Ou para usar um colete estiloso recem comprado.
    Vou ao shopping e me divirto mais do que minhas namoradas. Tá, já ouvi falar de muitas mulheres: os homens devem ser vaidosos sim, mas não mais que a gente!
    Mas… é assim que eu sou e se alguém quer dizer que não sou hetero, é simples. Eu peço para me adicionar no orkut e ver as fotos beijando pelo menos 8 mulheres diferentes em SP.
    Imponho respeito, por isso nunca fui taxado de gay por me vestir extremamente bem.
    Tópico excelente. Parabéns!

  • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

    Mas vc acha que precisa terno e gravata? Dá pra fazer um grunge mais social!

  • Arthur Philipe

    Onde comprar uma daquelas alpargatas? Porque no site que você passou não vende, e aqui em brasília nem tem loja deles

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Arthut, tenta mandar um email pra eles e ver se eles te enviam. Tem a Paez tbm http://www.paezbrasil.com.br/ (Brasil) e http://www.tomsshoes.ca (Canadá).
      Já a marca Rueda (Uruguai), super tradicional, tem várias ofertas no Mercado Livre e afins e custa uns R$20.

    • http://flavors.me/veronicagunther Veronica Gunther

      Arthut, tenta mandar um email pra eles e ver se eles te enviam. Tem a Paez tbm http://www.paezbrasil.com.br/ (Brasil) e http://www.tomsshoes.ca (Canadá).
      Já a marca Rueda (Uruguai), super tradicional, tem várias ofertas no Mercado Livre e afins e custa uns R$20.

  • http://www.facebook.com/people/Filipe-Stocker/100001476454030 Filipe Stocker

    Ve!!!! adorei o artigo!!! mais ainda os posts… o exemplo do carro foi perfect!
    quem quiser ignorar essa valiosa ferramenta de valorização pessoal tudo bem, só não vale reclamar da vida depois…

  • http://www.facebook.com/people/Filipe-Stocker/100001476454030 Filipe Stocker

    Ve!!!! adorei o artigo!!! mais ainda os posts… o exemplo do carro foi perfect!
    quem quiser ignorar essa valiosa ferramenta de valorização pessoal tudo bem, só não vale reclamar da vida depois…

  • http://www.facebook.com/people/Filipe-Stocker/100001476454030 Filipe Stocker

    Ve!!!! adorei o artigo!!! mais ainda os posts… o exemplo do carro foi perfect!
    quem quiser ignorar essa valiosa ferramenta de valorização pessoal tudo bem, só não vale reclamar da vida depois…

  • http://praticamentetendencia.blogspot.com/ Nilo Lima

    Poxa, tava dando uma atualizada nos meus favoritos e olhando o PDH vi o post que sempre queria ver além da blogosfera de moda. Perfeito. Sou estudante de design de moda (e hetero, claro) e pretendo seguir na moda masculina justamente p’ra ir quebrando esse rótulos que ainda impera fora do eixo da moda mundial.

    Realmente a grande questão seria da sexualidade através das roupas e isso eu encarei de uma maneira difícil mas posso resumir em uma frase: “quem não deve, não teme”. Isso tudo com ATITUDE. Depois disso foi que os outros perceberam e reconheceram que existia muito mais em mim além de roupas.

    Já tinha feito alguns posts similares no meu blog de moda masculina, um sobre rótulos e outro sobre combinações, qualquer coisa segue o link: http://praticamentetendencia.blogspot.com/

    Beijos e Abraços

    p.s.: já acompanhava os caras do SE e eles são ícones e meus ídolos! o/

  • hans

    cara, fui em umas lojas em momento necessidade extrema de roupa nova e fiquei um tempão, perdidaço, tentando achar umas calças decentes… quem inventou as desgraçadas calças skinny devia ser morto por enforcamento e simultaneamente por empalamento!! rsultado, comprei umas calças 2x o meu tamanho pra não ficar com aquelas pernas de saracura.. essa moda não passa não?

  • http://www.myspace.com/bluesy_marcos Matsuura Junichiro

    Eu sou um cara largado. Não entendo nada de moda. Sou largado, e mesmo assim, tem gente que jura de pés juntos que eu sou gay. Vai entender…

    Detalhe, sou hetero e evangélico.

    Acontece. É impossível agradar a todos. Então eu nem tento.

    Eu sempre tive dificuldade em usar roupa social e gravata.
    É que eu nunca tive um salário que, pelo menos na minha opinião, justificasse o uso de terno e gravata.
    Se eu ganhasse para isso – usar terno e gravata para ficar bonito pra homem – seria bem diferente. Eu me acostumaria rapidinho.

  • http://twitter.com/formagio Alexandre Formagio

    Oi Veronica,

    Só queria te dar os parabéns pelo post no Papo de Homem :)

    Adorei o post, achei ele curto e grosso, quase um tapa na cara sútil do tipo “largue de frescura” :)

    Queria aproveitar para sugerir um post futuro, desafio de comprar roupas legais, transadas e gastar menos. Você chegou a comentar muito por cima algo como, roupas de marcas não são sinonimos de se vestir bem e concordo plenamente contigo.

    Porém confesso que como ando muito em shopping, acabo conhecendo só as marcas tradicionais como HBF, Armani Exchange, Adidas, Zara, M. Officer, Levi’s e afins (e geralmente são elas que tem caimento melhor no meu corpo :/) e nenhuma destas marcar é uma C&A da vida (no sentido de valores). E acho que seria legal você dar dicas de lojas “similares” mais em conta, como comprar peças que podem substituir aquela que custa carissimo e ter um efeito similar e etc :)

    E outro ponto seria até indicar sites que tem bons exemplos de modelos masculinos e etc :)

    Acho que você pode ajudar muita gente a economizar, se vestir bem e gostar de comprar roupas. BTW adoro a parte de comprar roupas, só falta eu ficar rico :P

    Beijos e parabéns mais uma vez.

  • Filipe

    se vestir bem e continuar hetero é simples, mande sua mulher te vestir…
    agora, se preocupar com moda e continuar hetero, isso já é útopia feminina…

    homens(de verdade) não estão preocupados moda, conceitos e bla bla bla…
    podem no máximo comprar roupas caras pra ajudar a pegar mulheres facilmente impressionáveis…

    logo, a escolha e de vocês mulheres, um homem com h mal vestido…
    ou uma moça de bilau, bem vestida e com tanto medo de baratas quanto vocês.

  • Felipesc Andre

    Tem alguma dica de se fazer isso sem gastar muito? E tem como alguém nerd ficar assim, pq as fotos do artigo os caras todos praticamente tem cara de cafa ou badboy ou é famoso???

  • @_jjunior

    ótimo post!

  • Rafael Souza

    Sensacional o post, me considero com ótimo gosto pra me vestir, e isso tmb é um Karma, pq tenho muitos colegas que me ‘zoam’ por causa disso, mas nunca deixei de usar nada por conta disso, pq o faço por fazer parte do meu carater.
    E acho que isso poderia ser um assunto bacana para os que querem se vestir bem: “Vestir-se bem e superar o bullying do dia a dia” rs.

    PS: obrigado pelo link do Urban Outfitters, já está nos favoritos ;)

  • Rafael Souza

    Sensacional o post, me considero com ótimo gosto pra me vestir, e isso tmb é um Karma, pq tenho muitos colegas que me ‘zoam’ por causa disso, mas nunca deixei de usar nada por conta disso, pq o faço por fazer parte do meu carater.
    E acho que isso poderia ser um assunto bacana para os que querem se vestir bem: “Vestir-se bem e superar o bullying do dia a dia” rs.

    PS: obrigado pelo link do Urban Outfitters, já está nos favoritos ;)

  • Caurene

    Isso que e uma punheta selvagem. Imagino como está essa revista

  • Lukim20111

    E .da  para perceber que os homems esta de alguma forma preocupado com moda. mal o bem ja e alguma coisa  .. eu sou hetero . e nao tenho nada contra  mas se vestir bem e olhar no espelho e dizer to lindo rs  abraço a todos e para vc  um especial  pequena rs lukim de sampa

  • Bruccedickson

    Qual seria sua dica a homens negros e gordinhos,que estampas,cor,forma a vestir?

  • http://www.facebook.com/falcaobio Andre Falcao

    Caramba! adorei o post!
    Embora seja gay e nao pareça ser! Gosto muito mais de seguir a moda hetero por me sentir melhor mesmo! adorei as dicas e concerteza vou por em pratica!!! Vlwzao Veronica!!! Me chamo André Falcao e a partir de hj sou mais um seguidor do Blog!!!
    Abracz

  • http://www.facebook.com/falcaobio Andre Falcao

    Oi Veronica!
    Adorei o post! me ajudou muito!
    Mesmo sendo gay e embora nao pareça ser, nao entendo muita coisa de moda!
    Sou adepto da moda hetero! pois me sinto melhor assim, pois nao curto a moda gay e tals!!!
    vlwzao, Abrazzz!!

  • Cesar

    Não sei de onde as mulheres tiram que homem não se veste bem por medo de ser taxado de viado. Não tem nda a ver. Homem se veste mal porque não tem vontade de se vestir bem mesmo. Se o tivesse assim o faria e não seria a opinião alheia que mudaria isso. Pode acreditar.

  • http://www.facebook.com/ericstocchero Eric Tavares Stocchero

    Olá! eu gostei muito desse post! eu assino embaixo, eu gosto de me vestir bem e ter estilo… me sinto até mal quando saio de casa me vestindo de qualquer jeito, sem gastar muito, eu consigo comprar roupas com corte muito bom e fazer várias combinações.

  • Gerson Cass

    Muito bom o seu post, sempre gostei de andar bem vestido, é logico que algumas vezes errei mas tudo fez parte do aprendizado, ter referencias de estilo é importante para ter parâmetros de como se vestir bem, aqui no Brasil não tenho nenhum, acho a moda brasileira voltada para um publico só, mas isso não vem ao caso. Meus amigos dizem nossa você é muito mala rsssss, muito viado mas logo depois admitem que ficou legal e até perguntam como usar isso ou aquilo, minhas amigas adoram e também pedem dicas para comprar roupas para os seus maridos, filhos e até para elas mesmas. A minha esposa não curte muito porque acha que chamo muito a atenção por onde passo, azar o dela né rsssssss. Meu filhote tem 05 anos e já sabe dentro um limite para crianças como se vestir e acho isso muito legal. Aos que não gostam ao menos respeitem a visão dos outros isso é o mais importante.

  • Pingback: Como usar uma camisa decentemente | Dicas úteis | PapodeHomem

  • Guilherme

    Homem que é homem pode se vestir bem de um jeito que você considera gay. Aliás, de um jeito que a sociedade brasileira considera gay, o importante é o taco no vamovê. Achei desnecessário toda hora ficar falando “moda hétero”, como se quem ditasse a moda, tanto gay como hétero, fosse alguém que seja hétero. moda hétera feita por heteros. Piada.

  • Pingback: Blog do Marcone » Você se veste de acordo com o seu biótipo?

  • Bbiel Dej

    Eu estou mundano de escola e país, eu vou morar em Portugal e lá e muito frio, e queria saber qual roupa seria legal para usar no primeiro dia de aula.
    Obrigado Gabriel V.

Papo de homem recomenda

Assine o Papo de homem

Curta o PdH no Facebook
  • 5585 artigos
  • 665009 comentários
  • leitores online