Como montar uma caixa de ferramentas

Rodrigo Cambiaghi

por
em às | Como fazer, Listas, PdH Shots


Eu tinha pouco mais de seis anos. Meu pai disse:

Cuide da sua caixa de ferramentas como as mulheres cuidam do estojo de maquiagens.

Essa ordem foi anunciada logo após eu ganhar a minha primeira caixa de ferramentas. Sempre gostei de desmontar e remontar meu brinquedos. Creio que por isso meus pais acharam a caixa de ferramentas uma boa ideia.

A caixa era verde musgo. O kit continha chaves de fenda, chaves phillips, martelo, alicate universal, alicate de bico, fita isolante e alguns pregos. Lembro de ser extremamente pesada. Carregá-la de um lado para outro era uma tarefa árdua. Mas era um brinquedo.

O meu primeiro brinquedo sério.

E por isso tão divertido.

O pequeno Cambiaghi indo, pela primeira vez, arrumar a porta da vizinha...

Meus pais eram separados. Eu morava com a mãe e uma irmã mais nova.

Pausa.

Nota do editor: irmã que se trata de uma bela peça de espécie de fêmea humana jovem.

Despausa.

Essa convivência familiar fez com que as ferramentas ganhassem outras funções. Demorou pouco para a chave de fenda aparecer no gaveteiro da cozinha (ajudava na hora de abrir conversas, argumentava minha mãe). A fita isolante foi inteira usada para fazer um remendo no móvel do banheiro. E o meu alicate de bico desapareceu. Foi reencontrado meses depois na casa da vizinha. Um mistério que assola até hoje a região da Móoca, em São Paulo (SP).

Aí aprendi.

Comecei a guardar a caixa de ferramentas atrás dos meus gibis da turma da Mônica. Não era um gesto mesquinho. Quem tem, sabe. Ferramenta é como livro. Se você emprestar e não tomar conta, nunca mais você vê.

Basta observar em oficinas. Os mecânicos guardam ferramentas em caixas com cadeado. Afinal, é a sua ferramenta de trabalho. Se sumir, fim de expediente. E ainda tem que pagar do bolso.

Foi um mecânico que me disse isso.

E mecânico não mente.

Direto de 1934: a caixa de ferramentas mais foda do mundo (clique para ler mais)

O que me encanta sobre ferramentas é o fato de ser algo místico. Dificilmente um item torna-se obsoleto, sai de linha ou tem uma versão 2.0 lançado. As chaves de fendas de hoje podem ter cabo ergonômico e serem feitas em adamantium, mas apertam um parafuso da mesma maneira da chave de fenda que o seu avô usava.

É importante para o homem ter a sua própria caixa de ferramentas. Por mais que a utilização não seja frequente, ela serve para dar segurança. Seja para arrumar uma porta, montar um pequeno armário ou simplesmente desmontar qualquer coisa na garagem durante um sábado ocioso, uma caixa de ferramentas é algo que você precisa ter.

Mas como escolher a caixa perfeita?

Tenho uma ideia de como fazer isso.

Kit Básico

É bom ter em casa. São para tarefas que aparecem no dia a dia quando você menos espera. É o set-up básico para não precisar incomodar o zelador ou o seu pai por qualquer coisinha.

  • Kit de chaves de fenda e philips;
  • Martelo comum;
  • Silver Tape;
  • Fita dupla face;
  • Durepoxi;
  • Super bonder;
  • Alicate universal;
  • Chave de grifo;
  • Fita isolante;
  • Fita veda rosca;
  • Tesoura;
  • Kit de Chave Allen – diversos tamanhos;
  • Pregos de diversos tamanhos;
  • Parafusos e buchas de diversos tamanhos.

Kit Intermediário

Para quem gosta de quebrar coisas, reformar a própria casa ou mexer no carro. Aí a porra fica séria. Vale até montar uma prateleira ou armário dedicado para guardar todas as ferramentas.

  • Furadeira de impacto;
  • Nivelador;
  • Chave de teste;
  • Alicate de bico;
  • Martelo de borracha;
  • Chave de catraca;
  • Silicone líquido;
  • Trena;
  • Uma pequena serra;
  • Pistola para aplicação de cola quente;
  • Kit para pintura;
  • Lanterna;
  • Soldadeira.

Kit Eastwood

Você vai precisar desse kit caso sonhe em trabalhar na área da construção ou curte executar pequenas obras.

Nem todas as ferramentas são tão simples de encontrar. E ocupam bastante espaço. Prepare uma mini oficina ou uma sala inteira para guardar esse material.

E tenha uma certeza: vai ser divertido.

 

Santa Pereirão: a padroeira das caixas de ferramentas

A melhor parte de montar uma caixa de ferramentas ainda é o seu valor sentimental. Evite comprar tudo de uma vez. O barato está em curtir a pesquisa de melhores ferramentas, discutir sobre as boas lojas e ver a coleção ganhando corpo. Essa cerimônia é a melhor parte. Especialmente quando se sabe que aquela caixa tem uma duração bastante longa. E que, provavelmente, será repassada ao seu filho.

Mas não sem antes você presenteá-lo com ferramentas de brinquedo. A paixão por esse símbolo de masculinidade e crescimento começa assim: na inocência.

Justamente como devem ser as paixões.

Rodrigo Cambiaghi

Gerente de atendimento e curador do Apimentadas – Resolve problemas e acalma pessoas surtadas. Se acha diferente por não acompanhar futebol e gostar mais de mostarda do que de ketchup, é apaixonado por comida latino-americana e ceviche. Para mais informações consulte seu terapeuta.


Outros artigos escritos por


SEPARAMOS MAIS TEXTOS PARA VOCÊ CONTINUAR LENDO




O texto acima não representa a opinião do PapodeHomem. Conheça a visão e a essência por trás do que fazemos. Queremos uma discussão de alto nível. Antes de comentar, leia nossas boas práticas. Caso deseje enviar um texto e se tornar um autor, venha por aqui.


  • http://papodehomem.com.br/author/rodolfoviana/ Rodolfo Viana

    “kit eastwood”…

    ô editor, cê editou esse texto fumado?

    • Rodrigo Cambiaghi

      E como se não bastasse, colocou minha irmã no meio.
      Foda.

      • http://www.cafecomblogueiros.com.br/ João Pedro Salles Braconi

        acho justo

    • marcoarthuso

      Sem contar o “(ajudava na hora de abrir conversas, argumentava minha mãe)”, seria mais util para abrir conservas… mas é apenas a opinião da minha mãe.

  • http://www.facebook.com/helcio.macedo Helcio Macedo

    Eu quero a que tem explosivos!! o/

  • http://www.facebook.com/people/Thiago-Henrik/582939226 Thiago Henrik

    Boa! Desde que saí de casa pra morar sozinho/com a namorada, comecei a montar minha caixa de ferramentas. Estava super organizada, com tudo bem divido por sessões. Até meu irmão vir morar perto de mim. Agora, além de faltar um monte de coisas, por alguma magia, a caixa parecer ter mais, pois não fecha de tão desorganizada.

  • http://flavors.me/brogiatto Nathalia Brogiatto

    móoca? quem foi o editor?

  • http://www.facebook.com/people/Renan-Jp/1707836587 Renan Jp

    antes de montar seu kit aprenda a falar NÃO, emprestou nunca mais volta  kkkkkkkkkkkkkkkk 

  • http://www.facebook.com/rafaelusn Rafael Carvalho

    Evite comprar tudo de uma vez?
    Uma caixa de ferramentas decente, é meio impo$$ível de comprar de uma vez só.
    Eu acrescentaria:
    >chaves de boca nª 10 a 15
    >um bom estilete
    >chaves tipo soquete nº 8 a 13
    >alicate de corte
    >brocas nº 4, 6, 8 e 10(concreto e madeira)

  • Amanda

    Substitui a Parafusadeira elétrica por uma Parafusadeira E Furadeira elétrica sem fio.

  • http://flavors.me/brogiatto Nathalia Brogiatto

    Pausa.
    Nota do editor: irmã que se trata de uma bela peça de espécie de fêmea humana jovem.
    Despausa.

    que foi o editor, o retorno? ;)

  • http://www.portalhomem.com.br Fred Fagundes

    Vamos focar e discutir o conteúdo do texto. Está muito bem escrito.

    E editado.

  • Geovane Marques

    Bem que poderia ter um app do PdH pra Android! assim ficaria mais fácil de ver as atualizações 

  • http://twitter.com/caio_meira Caio Meira

    Faltou citar um kit de chave Torx, pq é cruel encontrar um desses pela frente e quase nunca da pra improvisar.

    A minha caixa de ferramentas ideal seria:
    Kit Básico + Furadeira de impacto + Chave de teste + Martelo de borracha + Trena + Lanterna + Parafusadeira elétrica + Kit de chave Torx.

    Montado com base nas coisas que já senti falta em mudanças e situações de emergência em casa.

  • http://www.facebook.com/people/Felippe-Alencar/100001141622064 Felippe Alencar

    Legal o texto, sempre é bom ter as coisas a mão pra pode fazer (no mínimo) pequenas coisas por si próprio.

    No mais, em caso de apocalipse zumbi, tenha uma caixa dessas ou possua alguém no grupo que a possua. Nível eastwood, claro. (isso explicaria os explosivos por exemplo.)

  • Emerson Weber

    Há! Graças a meu velho, tive contato com ferramentas desde guri. Inclusive, tem uma parede aqui em casa que, depois de varias marteladas minhas na quina, nunca mais volto ao normal. Desmontar eletronicos e eletrodomesticos (estragados ou nao), era muito bom. Foda era levar bronca por brincar com a caixa de ferramentas dele.

  • http://www.facebook.com/julio.saraiva.9 Julio César Saraiva

    A tai uma coisa que eu tb adoro ferramentas em casa dividimos as compras de ferramentas entre eu e meu pai, se ele compra uma furadeira eu compro a serra tico-tico , ele compra uma serra de bancada e eu um torno de madeira, confesso ser um pouco menos cuidadoso que ele mais o mais legal e quando eu e ele nos juntamos para fazer uma espreguiçadeira, cadeira, banco de madeira.

    o próximo passo : meu pai esta aposentando e eu no top do corre corre, to procurando um curso de mecânica automotiva para ele fazer e vou começar a comprar ferramentas o carro a ser reformado ja esta engatilhado tb.

  • http://www.facebook.com/leonardo.santos.5473894 Leonardo Santos

    Nada, com WD-40, fita isolante e um canivete multifuncional viro o MacGyver
    Ótimo texto! Irei casar esta semana e preparando a minha. Estava quebrando cabeça, já que aqui em casa meu pai tem um aposento igual uma oficina! 

    • Rodrigo Cambiaghi

      HAHAHHA ótimo o flowchart Leonardo!

  • Vitor

    Então quer dizer que sua mãe usava chave de fenda para abrir conversas?

    • Rodrigo Cambiaghi

      Culpa do editor, era “conservas”

      • http://www.facebook.com/valsortiz Valquíria Sampaio Ortiz

        Eu imaginei a tua mãe conversando com alguém com a chave de fenda na mão, encostada na pia, meio blasé, como não quer nada, mas impossível não prestar atenção na chave de fenda um tanto ameaçadora. O_o Minha mente foi longe…

      • Rodrigo Cambiaghi

        Em reuniões de família aqui em casa todo mundo vem munido da sua ferramenta preferida.

        Na casa de vocês não?

  • Vitor

    Quando mais novo, ganhei dos meus pais além de um kit de ferramenta, um prediozinho montável, com parafuso e tudo. Acabou que hoje em dia quase não troco lâmpada =/

  • http://papodehomem.com.br/author/rodolfoviana/ Rodolfo Viana

    ô cambi, que umbigo de fandangos é esse da foto?

    • Rodrigo Cambiaghi

      A mina loira da foto pirava nele.

    • Eduarda Vassanezzi

      Invejoooooooso …
      hahahahhahaa

      Tá bunitu o umbigo Rodrigo!!

  • http://www.facebook.com/vagner.abreu Vagner Alexandre Abreu

    Sempre fui um cara “displicente” com ferramentas. E para quem trabalha com manutenção, não deveria ser assim…

    Não tenho uma caixa de ferramentas, mas sim um estojo e uma bolsa / pasta. No estojo vai o kit de chaves, na pasta vai algumas coisas aleatórias, como teste de placas mãe e fonte, cabos, etc…, mais a terceira pasta com teste de cabos, alicate de crimpagem (a única ferramenta que tenho há mais de 10 anos sem trocar :) ) e outros.

    Tinha uma época que eu levava muita coisa, hoje reduzo ao básico. Não só justamente pela minha displicência (e medo de perder algo valioso), como também por causa da minha coluna (fica tudo em uma mochila). :)

    Não “amo” minhas ferramentas. Não as escolhi a dedo (o kit que peguei de chaves comprei por 20 contos em uma promoção :P ). Não busquei o melhor. Mas procurei ter as ferramentas que eu precisava e reconheço a plena utilidade disto :D.

  • Douglas Andreani

    Eu colocaria um multimetro, uns pedacos de fio, fusiveis e alguns disjuntores para a parte elétrica em geral, mais bela lista.

  • Dado Teles

    Curti o texto bagarayo! Quando criança, sempre observava meu pai fazer as “tarefas domésticas” com suas ferramentas. Mesmo antes de casar e sair de casa, já tinha minha caixa de ferramentas, que deixava no porta malas do carro.

    Complementando o kit básico (aprendi com meu pai também), costumo guardar qualquer prego, parafuso, porca e pecinhas em geral de coisas que eu conserte ou troque. Um dia você acaba precisando, nem que seja pra adpatar a um outro fim.

  • http://rafaelgerude.wordpress.com Rafael Gerude

    Muito bom o texto… Caixa de ferramentas é algo com valor inestimável para um homem de verdade… É algo que nunca está completa. Parece que sempre falta mais uma ferramente…
    Faltou aí o kit MacGyver:
    • clipes 
    • chiclete

    e o kit Chuck Norris:
    • Chuck Norris

  • Rafa

    Eu tenho um micro-kit que eu uso para fazer a regulagem e manutenção basica das minhas guitarras. Três chaves de fenda, um kit de Allen, alicate de corte daqueles pequenos e uma régua. Só com isso já dá pra regular e afinar os instrumentos e eu ainda consigo fazer pequenos reparos dentro de casa.Aos poucos eu vou aprendendo como usar cada ferramenta. Quem sabe um dia, quando virar gente grande, eu não monte minha própria oficina caseira? =)

  • TZinmi

    foto do belo exemplar humano do sexo feminino não tem?

  • http://twitter.com/ITAKON Itamar Diniz

    Belo texto, mais difícil que comprar ou ter uma caixa de ferramentas, é conseguir organiza-la.

  • http://www.facebook.com/viniciusmarcall Vinícius Marçall

    sobre meu apreço por ferramentas e afins: consertei minha primeira geladeira aos 9 com uma chave de fenda, um alicate e silvertape. essa geladeira será trocada agora porque a vida útil dela escafedeu-se!!

    ultimamente tenho usado só um martelo (de geólogo), 4 chaves de fenda, 4 chaves phillips e um alicate geral. mas com o projeto que eu tô me propondo, terei que fazer a família crescer: vou construir uma guitarra e um Cigar Box Ukulele esse ano!

    meu pai falou uma vez que a caixa de ferramentas é como o pênis: não basta só ter, tem que saber como e quando usar!

    edição: a figura do que planejo construir
    http://www.blackbearukuleles.net/cache/img/d/d/6/6/d/dd66d3a8b300d8de5d02e6cee0d77051.jpg

  • Arthur Franco Ferreira

    Meu avô tinha, nos fundos do terreno de sua casa, a sua oficina e a sua garagem. Eu me lembro de pouquíssimas coisas do meu avô e do meu pai, mas uma das poucas coisas é que eu adorava a oficina dele. O cheiro de madeira quente cortada que ele usava para fazer suas obras era fantástico (até hoje, quando sinto esse cheiro, lembro dessa oficina).

    Nela tinha todas essas ferramentas e kits citados no texto (e arrisco dizer que havia mais). Lembro que na parede do fundo da oficina a maioria das ferramentas ficavam penduradas em pregos e com etiquetas indicando a ferramenta e sua posição. Na parede da esquerda, ficava um armário não muito grande, não muito pequeno, feito por ele mesmo com potes de vidro com pregos, parafusos, buchas, porcas e afins. Todos etiquetados também, lógico. Era aconchegante.

    Infelizmente, meu avô faleceu 3 meses depois do meu pai e eu só tinha 6 anos e junto com eles foi a oficina que eu tanto gostava. Porém, acho que o gosto se manteve ao longo dos anos. Minhas primeiras ferramentas foi um estojo pequeno menos do que o básico para realizar manutenção de computadores. Basicamente só continha duas chave philips (uma pequena e uma grande), duas de fenda (uma pequena e uma grande), pinça, alicate de cabo de rede, “pega parafuso” (um troço que é como uma seringa, só que ao apertar o tubo sai uma pinça para pegar um parafuso que tenha caído entre as placas de computador) e só. Era simples, mas eu gostava.

    Hoje eu tenho o Kit Básico que o texto diz e estou incrementando ele aos poucos. Fica numa mochila velha, bem humilde. Mas toda vez que eu olho ela, dá uma sensação de “isso está errado”. Ainda vou providenciar uma caixa digna para minhas ferramentas.

    Minha vontade é de ter uma casa e nela, ter uma garagem e oficina como a do meu avô. Quem sabe, até mesmo aprender um pouco do que ele fazia. Fato é: tá no sangue.

    Adorei o texto.

  • http://www.facebook.com/people/Daniel-Soares/100002149732079 Daniel Soares

    Eu subiria a trena, lanterna, escada e a furadeira pro kit básico. A escada não precisa ser daquelas de trocar lâmpadas em poste, mas se você mora em uma casa ao invés de apartamento, uma de 6 degraus no mínimo faz uma grande diferença.

    O Durepoxi seca e vai ficando duro, ruim de mexer. Prefiro comprar quando precisa, até porque pra uma coisa que demora a secar como ele acho meio difícil você usar numa emergência.

    Deveria ser obrigatório ter ferramentas em casa. Já passei cada aperto na casa da minha sogra tendo que resolver problemas básicos usando uma faca de cortar pão e durex. Se sentir o MacGyver nem sempre é tão emocionante assim…

    • Rodrigo Cambiaghi

      Eu não coloquei escada um kit antes, porque em casa se usa o bom e velho banquinho ou cadeira ;)

  • http://www.facebook.com/people/Carlos-Henrique-Vasconcelos/100001280662594 Carlos Henrique Vasconcelos

    Em minha humilde opinião, estes itens são de kit básico:

    Kit para reparo de canos, Chave de teste, Alicate de bico, além da lanterna.

  • http://www.facebook.com/people/Edson-Maruyama-Diniz/100000197168023 Edson Maruyama Diniz

    Mecânico não mente? Sei…

  • http://www.facebook.com/felipe.shokida Felipe Minoru Shokida

    Ainda está faltando uma serra circular,grampos C,lixadeira de cinta e orbital,chave impacto,etc…
    A lista ainda vai longe,afinal,ferramentas,cerveja gelada e mulher bonita nunca é demais…
     

    • Rodrigo Cambiaghi

      Eu queria colocar um rolo compressor, mas o editor tirou.

  • http://www.facebook.com/este.campos Estefânia Campos

    Acho que sou um hominho =D
    Não tenho uma caixa de ferramentas mas tenho uma gaveta de ferramentas na cozinha.
    Sou praticamente a “faz tudo”, conserto ou tento consertar eletrodomésticos, troco lâmpadas, tomadas, já instalei vários chuveiros e já fiz até gato de tv paga (não me orgulho desse último). Antes que alguma porta de armário despenque estou lá arrumando.
    Chega ser uma diversão e satisfação por ter reparado algo em casa.

    Do kit básico só não tenho a chave grifo.
    Do kit intermediário tenho apenas 3 alicates de bico, a pistola e a lanterna.
    Do kit eastwood (sonho) não tenho nenhum item =( 
    Ficaria “a mais feliz” ter apenas os explosivos. kkkkkkk…

    Lembrando que ninguém mexe na minha gaveta de ferramentas, algumas são compradas e outras surrupiadas dos ex e do meu pai.  rs…

    OBS. Rodrigo, coisa mais fofa essa primeira foto.

  • Marlon Coutinho

    Pow galera, esqueceram do “torquímetro”?

    Aplicar o torque (aperto) dos parafusos é fundamental, principalmente quando lidamos com alumínio (material muito utilizado em cabeçotes de motores automotivos, por exemplo).
    Sei que é uma ferramenta razoavelmente específica e cara, mas vale muito o investimento. Um outro exemplo de aplicação de torquímetro vai no aperto das porcas das rodas dos carros. Costuma-se aplicar torque excessivo, o que pode acarretar no empeno da roda/cubo da roda e até mesmo uma eventual quebra do rolamento. Em alguns veículos existe a recomendação de aplicar o torque específico das porcas das rodas a cada 500 Km rodados. Furou o pneu? precisou trocar a roda? Torquímetro nele.
    Se alguém já citou o dito cujo do torquímetro, me desculpe.
    Se escrevi alguma besteira, me perdoem outra vez.
    Um grande abraço!

    • http://www.facebook.com/vagner.abreu Vagner Alexandre Abreu

      Não é besteira, mas há de se pensar que nem todos tem conhecimento de mecânica e torque, e no máximo querem resolver um problema rápido.

      A questão do torque não discordo, mas aí é questão também de mudar um pouco a educação das pessoas, que muitas vezes apertam demais com medo de justamente soltar.

  • Jairoqueiroz

    Impossível não lembrar do meu velho, ele tinha ferramentas até para  o que ele não ia precisar. Depois que ele morreu, eu saía pra trablhar, estudar e uma tia que ficava com a chave de casa emprestava as ferramentas pros vizinhos e elas nunca mais voltavam. Aí para piorar, quando eu estav construnido minha casa, às vésperas do meu casamento, furtaram meu carro com as minhas preciosas ferramentas dentro, porra, eu chorava lembrando das chaves de fenda, das chaves de boca… nem lembrava do carro!

  • http://twitter.com/arvro arvro

    Aqui faltou uma dica:
     Procurar comprar sempre ferramentas de boa qualidade. Não são baratas, mais não tem jeito. Na hora do aperto (literalmente), não tem nada pior que ter na mão uma chave quebrada, ou espanada…

    • Rodrigo Cambiaghi

      E vão durar pro resto da vida.

      Bem colocado Arvro.

  • http://www.facebook.com/bruno.barrabarra Bruno Guerino Barrabarra

    Poderiam colocar aqui também, links de kit ferramentas com melhores custo x benefício, eu estou procurando em sites de compra alguns em promoção, mas ando meio perdido quanto ao qual comprar hehe

    • http://www.facebook.com/felipe.shokida Felipe Minoru Shokida

       Sem querer ser chato mas custo x beneficio é muito relativo,no meu caso o melhor é uma ferramenta eu sei que não vai me deixar na mão,mesmo com uso intenso.
      Mas para alguns o melhor é uma ferramenta barata que vai durar cerca de 5 vezes,pelo simples motivo que ele vai usar umas 3 vezes na vida toda.
      E quanto mais especifica for mais complicado é.

  • http://profiles.yahoo.com/u/GKFMTD3TXJGM4KSDM4RN4HP444 Osmar

    Observa-se que o kit de ferramentas que ilustra o texto é de um pedreiro livre, justo e perfeito!

  • Guga

    Tem iPhone no kit?

  • Lígia

    Nossa… eu amo ferramentas mais que sapatos!!! E tenho minha pequena coleção também! 

    Quase ganhei uma furadeira de natal, quando meu pai achou que tinha me tirado no amigo secreto. Mas era minha irmã, que ganhou um porta sutiã se oncinha… =/

  • Ligia

    Ah.. também comecei com um kit (literalmente) do Paraguai. Por 40,00 vinha chave de fenda, philips, trena, multímetro, ferro de solda, mini-serra, fita isolante e etc… Quebrou e ainda quebra muitos galhos domésticos!

  • Danilo Ruiz

    desde pequeno eu gostava de ferramentas. hoje já passei do nível intermediário e já possuo várias ferramentas do kit Eastwood (faltam ainda: Britadeira, moto-serra, Explosivos, maçarico e Disparador de pregos). O mais legal é que possuo uma chave inglesa que era do meu bisavô.

  • Haltiery

    Parabéns amigo. Otimo texto e motivador. Fui criado vendo meu pai montar sua caixa de ferramentas e tomei paixão pelo ofício. A minha ainda se encontra no estágio básico mas fiquei apaixonada pela foto da caixa de ferramentas mais foda do mundo. Abraço

  • Mario

    O texto é ótimo!

    …”Foi um mecânico que me disse isso.E mecânico não mente.” Me lembrou um pouco da minha infância…meu pai era (e ainda é) engenheiro, trabalhava muito de segunda a sexta (bem..ao menos era o que ele dizia) e voltava para casa no final de semana. Ele tinha uma ótima caixa de ferramentas e minha mãe, meus irmão e eu fazíamos questão que ele usasse (“tem esse quadro aqui para pindurar, o chuveiro do banheiro dos meninos queimou, a torneira está vazando…” ou “o pai, olha o que aconteceu com a minha bicicleta!”). Ele era “o cara” para arrumar essas coisas…Me lembro da minha primeira semana de casado, quando eu tive que instalar o chuveiro da casa nova….e eu não tinha a caixa de ferramentas do “cara”…na verdade eu tinha acabado de casar, nem caixa de ferramentas eu tinha ainda e acabei pegando a do meu velho emprestada.Devolvi tudo depois guardado com ordem e cura, e daquele momento em diante sabia o quão fundamental é ter a própria caixa de ferramentas.

  • Maror

    Por falta de uma tenho 4 caixas de ferramentas, 1 para elétrica
    uma para marcenaria, uma para o carro e uma para hidráulica.

    1 elétrica

    Kit de chaves da tramontina com 3 Philips e 3 fendas

    Soldador e solda de estanho

    Alicate de fio de bico e jacaré

    Testador de voltagem

    Vários pedaços de fios e vários conectores

    Fita isolante

    2 marcenaria

    martelos

    serras

    Trena e régua

    Pregos e parafusos cola

    Chave de fenda grande

    Formões de vários tamanhos

    Serra copo

    Lixadeira

    desempenadeira

    tupia

    Lixas diversas

    Pó de madeira para fazer massa básica de tapar buracos

    Furadeira com fio e sem fio

    Sargentos de diversos tamanhos

    (tudo dentro de um baú que eu mesmo fiz)

    3 carro

    Chaves de bocas e estrelas devesas

    Catracas e soquetes e extensores

    Chaves de fenda e Philips

    Fita isolante

    Martelo alicate jacaré e de bico

    corda

    Cinta de reboque

    siribim

    Cabo de chupeta RSRSRSRSRS

    Um cabo de embreagem

    Um cabo de acelerador

    Uma correia

    Pedaços de arame

    4 hidráulica

    Cola de cano

    silicone

    Serra (sem o arco de serra)

    Varias conexões

    Pedaços de cano

    Fita de vedação (aquela branquinha)

    Obs: em todas tem silver teipe há e estão sempre perto do
    kit de primeiro socorro

    Sou muito estabanado

  • JACK

    Odeio, me sinto horrivel quando alguem usa minhas ferramentas e as deixam jogadas no chão. Antes de eu falar qualquer coisa, vou fazer uma relação do que tem na minha caixa de ferramenta, e tudo novo! A mala é daquelas de metal que tem 2 compartimentos, azul, escrito com caneta piloto 550….

    - Furadeira Skill 600w
    - Brocas 6, 5mm vidia.
    - Parafusadeira Bosh GSR 10,8 bateria Litiun [1 bateria extra]
    - Bits de philips, fenda, extensor da bosh e um da IRWIN, broca de aço rápido para parafusadeira de 3 a 6mm de engate rápido BOSH
    - Conjunto de ponteiras da BOSH
    - Arco de serra de ferro [dos bons, só nao regula angulação]
    - Serra extra
    - Martelo
    - Alicate, alicate de pressão, de bico, de corte, de unha e de bomba [Belzer]
    - Chaves de fendas e philips de tamanhos diferentes [umas 8 no total]
    - Rebitadeira profissional
    - Prumo de parede
    - Prumo de nivel
    - Trena IRWIN
    - Estilete
    - Caneta piloto, lapis e caneta bic
    - Laminas de estilete [10 na caixinha]
    - Chaves Allen IRWIN e umas avulsas
    - Chave de boca 10mm
    - Chave canhão 9 a 13mm
    - Fita Crepe e isolante
    - Calço de madeira para travar portas

    Isso tudo e ainda consigo fechar a mala direitinho! E tudo separado! +- 14kg! Fora outras coisas que carrego separado na mochila:

    - Bomba de silicone nova
    - Extensão de 13m
    - Pote de creatina com peças de plasticos que servem como calço.
    - Papel higienico para limpar os dedos do silicone
    - Pote de plastico para guardar parafusos, buchas e coisas pequenas…
    - E o apoio da furadeira, aquela peça que encaixa na frente da furadeira pra dar + firmeza.

    Nao seria dó emprestar uma joia dessas?

  • Daniela Guedes

    Agora que comecei a montar meu kit de ferramentas =/
    falta um tantinho pra ficar completinho do jeitinho que quero… morar sozinha exige ferramentas e habilidades para usa-las (o que modéstia a parte até que estou fazendo bem).

  • Pingback: Monte uma caixa de ferramentas - Blog Brindes Marca Laser

Papo de homem recomenda

Assine o Papo de homem

Curta o PdH no Facebook
  • 5533 artigos
  • 661565 comentários
  • leitores online