Como fazer moqueca de peixe

Felipe Ramos

por
em às | Comida, PdH Shots


O Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei

Foram 11 estatuetas no Oscar. Inclusive de Melhor Filme.
Frodo, Gandalf, Sam, Aragorn, Legolas, Gimli, Pippin e Merry estão te esperando.
Cinemax. Te dá o que você busca.
Acompanhe em cinemax.tv a programação completa.

Fazer uma moqueca é mais prático e fácil do que todos pensam. É realmente uma barbada, como se diz no Rio Grande do Sul.

O principal cuidado é na seleção dos ingredientes para que estejam frescos, principalmente o peixe. Ontem fui à feira na frente do QG do PapodeHomem para comprar os ingredientes e me detive à escolha do peixe. Dentre badejo ou cação, preferi o badejo por não ter espinhas.

A receita completa inclui pescar o peixe, então aproveite o mimo dos tempos modernos.

O que era para ser um mero almoço de sexta-feira, com todos os integrantes do nosso time, virou um delicioso banquete, acompanhado de arroz integral. Sim, estamos adotando hábitos saudáveis. Por sinal, ontem começamos o dia com uma meditação orientada pelo mestre zen Mr. Gitti.

Ingredientes

  • 1 kg de badejo em postas ou filés
  • 1 pimentão vermelho
  • 1 pimentão verde
  • 1 pimentão amarelo
  • 2 cebolas médias
  • 1 cebola média roxa
  • 2 tomates
  • 250 ml de leite de coco
  • 2 limões
  • 3 colheres de azeite de dendê
  • Sal
  • Pimenta do reino

Não couberam todos os ingredientes na foto.

6 tarefas antes de comer

1. Utilize uma forma de vidro grande para acomodar bem todos os ingredientes. Na receita original, utiliza-se uma panela de barro, mais charmosa, porém não encontrada em todas as cozinhas.

2. Corte os pimentões, as cebolas e os tomates em fatias circulares grossas de um centímetro e reserve.

3. Tempere o peixe com sal e pimenta do reino a gosto. Adicione o sumo de dois limões e deixe marinando por 30 minutos para o peixe absorver os sabores dos temperos que utilizamos. Se você gostar de coentro, use à vontade para temperar o peixe.

4. O próximo passo é acomodar os filés ou postas na forma e começar a fazer camadas dos legumes. Comece adicionando os dois tipos de cebola, depois as fatias de tomate e por fim os pimentões, intercalando as cores para dar um toque visual bacana no prato.

5. Por fim adicione o leite de coco e o azeite de dendê.

6. Leve ao forno por aproximadamente 30 minutos.

Vinho brancco para acompanhar

Se não estivéssemos trabalhando, tomaríamos um vinho que foi recomendado aqui no Papodehomem: Mapu Sauvignon Blanc Reserva 2009, leve, com aroma frutado.

A moqueca é um prato com inúmeras variações. Adicionar ou remover ingredientes, além utilizar diversas panelas e formas para o preparo, resulta em um prato com diferentes finalizações, cheiros e gostos.

"Tá servido?"

Moquecas dos leitores PdH

Como você costuma comer ou preparar uma moqueca?

Já fez? Quais temperos usou? Compartilhe nos comentários.

Felipe Ramos

Um realizador nato, de coração sem tamanho. Transformar pedra em banquetes é a especialidade desse MacGyver gaúcho. Notório por seu apetite festeiro, nunca recuse quando for convidado a uma de suas frequentes celebrações e aventuras. O imprevisível é seu prato favorito. No Twitter, @felipemktg.


Outros artigos escritos por


SEPARAMOS MAIS TEXTOS PARA VOCÊ CONTINUAR LENDO




O texto acima não representa a opinião do PapodeHomem. Conheça a visão e a essência por trás do que fazemos. Queremos uma discussão de alto nível. Antes de comentar, leia nossas boas práticas. Caso deseje enviar um texto e se tornar um autor, venha por aqui.


  • Pingback: Tweets that mention Moqueca de peixe para qualquer homem preparar | Papo de Homem – Lifestyle Magazine -- Topsy.com

  • rafael

    essa moqueca não parece uma moqueca.

    • Anônimo

      Rafael, a grande diferença é o utensílio utilizado para preparar o prato. No caso, não usei uma panela de barro como a tradição manda. Como não tínhamos uma apropriada, usei uma forma de vidro. O importante é saber que nem sempre você vai ter todos os utensílios e ingredientes para preparar os pratos, mas, mesmo assim, é possível entregar um resultado delicioso. E viva, à criatividade!

  • BR STD

    Moqueca lá em casa nem o cachorro come…não sobra!!

  • Mindubas

    Ficou bonita, mas como o Felipe quer saber de outros preparos ai vai:
    Moqueca a mi manera

    1,2 quilos de peixe, cação, anjo ou merluza
    3 cebolas
    4 dentes de alho
    2 tomates
    2 pimentões
    Salsa e cebolinha
    Azeite de oliva
    Limão
    Copo de vinho branco seco
    Vidrinho de leite de coco
    Folhas de espinafre (opcional)
    Azeitonas
    Coentro em grãos
    Sal e Molho de pimenta
    Farinha de mandioca
    Corte o peixe em quadrados de uns 5 cm, esprema limão, espraie o alho picadinho, sal e deixe tomando gosto enquanto pica os outros ingredientes.
    Cebolas em ricas rodelas, tomates em belos pedaços e pimentões em cuidadosas tiras. Tempero verde picado médio.
    Panela alta para fazer as camadas, azeite no fundo, cobre com cebolas, ajeita o peixe, colocar pimentão, tomate e azeitonas, depois salsinha, cebolinha, coentro e algum sal deve ser espalhados e, para finalizar com um generoso gole de leite de coco. Repetir camadas, calcule para umas três ou quatro, acender o fogo. Quando aquecer a panela, despejar o vinho branco.
    Em outra panela para o pirão, ferva três xícaras de água quente, louro, caldo legumes e molho de pimenta.
    Quando ferver bem e, os caldos começarem a subir na panela do peixe roube algumas conchas para o pirão. Tampe e desligue o peixe, e faça o pirão despejando a farinha de mandioca em chuva, mexendo sempre com aquela sua colher de pau mágica. Corrija o sal/pimenta, acrescente azeite de oliva. E estamos pode correr para o abraço!
    Arroz Tio João branquinho, salada para quê, ta tudo na panela! Apesar do costume do vinho branco para acompanhar seres marítimos, esta moqueca harmonizou bastante satisfatóriamente com o tinto jovem, Miolo Gammay 2006 da Genovese.

  • Pablo Fernandes

    Como eu disse no email, essa moqueca deve ser paulista.

    A baiana e a capixaba, sendo esta última bem mais saborosa, são feitas de maneira diferente.

    Olha só a foto de uma: http://www.es.gov.br/site/files/arquivos/imagem/moquecacapixaba131107.jpg

    • http://twitter.com/johnnyschulte João Vitor Schulte

      Já faz um tempo que não como, costumava comer muita moqueca quando era moleque e meu pai morava em Vitória, a capixaba “de verdade” é realmente excelente! Bons tempos!!!

  • http://twitter.com/dscorzoni Danilo Scorzoni Ré

    E o arroz integral, a galera curtiu? Sempre faço aqui na minha república, mas só eu como pq a galera não curte muito não. Eu acho bem saboroso. Abraço!

    • http://www.facebook.com/rodrigo.cambiaghi Rodrigo DAvola Cambiaghi

      Eu curti, na real até prefiro mais arroz integral

    • Anônimo

      Estava uma delícia o arroz integral. Vou propor para o pessoal aqui no QG trocar o arroz branco pelo integral. Como diz um grande amigo: é a política de minimização de danos à saúde. rss

  • http://discordando-do-mundo.blogspot.com Leonardo Xavier

    Eu acho que moqueca sempre vira um banquete e eu acho melhor ainda quando é de camarão!

  • Anônimo

    Canelada, hein!?

    Cação não tem espinha, até pq não é peixe, é um tipo de tubarão!!

  • Mel

    tomara que não venham homens por aqui com mimimi, dizendo que nem vai dá porque tem verdura, tem pimentão… rsrsrs

    Felipe, muito fácil e prática a receita!

    em tempo: ultimamente, cês tem caprichado nos post’s, hein!

    • Raphael

      kkkk…vc foi ótima!

  • Nando Zapelini

    Da pra substituir os pimentões por outro ingrediente?!

  • Trajano Ferreira

    Isso ai não é moqueca nunca… Moqueca, somente a capixaba, e deve ser feita na panela de barro e sem Azeite de dendê e Leite de cocô…

    Afinal, moqueca é só a capixaba, o resto é peixada….

    Mas sério, a Moqueca é muito simples de fazer, pois no fundo da panela de barro você poem o tomate, a cebola, o tempero verde (coentro e salsa) e poem o peixe por cima, a moqueca é feita com o caldo dos temperos e do peixe, sem acrescentar nda a mais…

  • http://www.papodehomem.com.br/ Guilherme Nascimento Valadares

    Bom saber, Mel, a equipe inteira está postando bem mais – o lema é conteúdo, conteúdo, conteúdo!

    bjo

    • Mel

      só quero que conste em ata: e você sempre capricha nas fotos.

      foi mal. foi essa sua foto que não me deixou quieta por aqui.

  • Anônimo

    Receitas e receitas hein Trajano. Delícia podermos ter tantas opções!

    =)

  • http://twitter.com/johnnyschulte João Vitor Schulte

    E tubarão não é peixe?!=P

  • http://twitter.com/perrywerneck Perry Werneck

    Podia fazer um posto sobre a melhor forma de fazer arroz integral. Eu tenho refogado ele e usado a panela de pressão para cozinhar mas o arroz não fica tão legal quanto o seu.

    • Anônimo

      Vou fazer sim Perry. O arroz integral é bem fácil de fazer, com panela comum mesmo, a única questão é o tempo maior de cozimento.

    • Anônimo

      Vou fazer sim Perry. O arroz integral é bem fácil de fazer, com panela comum mesmo, a única questão é o tempo maior de cozimento.

  • Ricardo Paiva

    que me desculpem os apreciadores e o cozinheiro, mas isso é uma peixada, moqueca, somente a capixaba, com azeite, limão, cebola, tomate, panela de barro, robalo ou badejo (variação de peixe são aceitas e um alho tbm pode ser incluído) e pronto, somente isso. Não que o prato apresentado no presente post não seja digno de elogios, mas não chamaria de moqueca.
    abraços

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      A moqueca baiana também entra como moqueca, não, Ricardo?

    • http://nao2nao1.com.br/ Gustavo Gitti

      A moqueca baiana também entra como moqueca, não, Ricardo?

  • Fabio

    muito boa a receita, eu uso uma panela grande como outra pessoa citou, um abraço!

  • Pedrohpaula

    Cara, nunca comi esse tipo de moqueca ai não… mas só vendo a aparência eu sou mil vezes a moqueca capixaba. Essa sim é da boa!

  • Pedrohpaula

    Cara, nunca comi esse tipo de moqueca ai não… mas só vendo a aparência eu sou mil vezes a moqueca capixaba. Essa sim é da boa!

  • Vitor

    Moqueca é CAPIXABA!
    O resto é peixada! (Principalmente essa ai!)

  • Marcelo Borborema

    Galera!!!! MOQUECA É CAPIXABA!!! O RESTO É PEIXADA!!!!

    Mas de qualquer maneira deu água na boca…. Depois eu mando a receita da TRADICIONAL MOQUECA CAPIXABA, feita na panela de barro!!!!

    Mas o post está bacana!!!! E o prato com uma cara ótima!!!

  • Samuel

    Legal!

    Mas prefiro a capixaba, com bastante coentro no lugar dos pimentões, leite de coco e azeite de dendê.

    É ainda mais fácil de fazer, com menos ingredientes, e fica com um sabor mais forte e, pelo menos pra mim, mais característico :)

  • Fernanda

    Eu amo, adoro moqueca. Mesmo aqui nos Estados Unidos, preparo uma de vez em quando. E os americanos “babam”. Meu namorado sempre me pede pra fazer pratos brasileiros, principalmente nos finais de semana quando temos mais tempo pra curtir a refeicao.
    Mas a minha tem uma pequena variacao: eu adiciono leite e cozinho numa oanela daquelas de ferro, no fogao mesmo. Fica uma DELICIA!!!
    Fernanda

  • Fernanda

    Eu amo, adoro moqueca. Mesmo aqui nos Estados Unidos, preparo uma de vez em quando. E os americanos “babam”. Meu namorado sempre me pede pra fazer pratos brasileiros, principalmente nos finais de semana quando temos mais tempo pra curtir a refeicao.
    Mas a minha tem uma pequena variacao: eu adiciono leite e cozinho numa oanela daquelas de ferro, no fogao mesmo. Fica uma DELICIA!!!
    Fernanda

  • Eduardomiotto2003

    Na moqueca capixaba, pimentão passa longe… Não se faz moqueca com filé, só com peixe em postas (robalo, badejo, baiacu) ou frutos do mar (sururu, siri, lagosta). Meu amigo, o certo para moqueca é coentro, urucum (um pouco, prá dar a cor) e cebola de tempero, o resto é por conta do tomate e do peixe… Nem água se coloca, porque o limão faz o peixe “chorar”. Paulista querendo ensinar a fazer moqueca é igual a crente ensinar a padre a rezar missa, não vai dar certo nunca.
    Não chame de moqueca o que é peixada. Da próxima vez experimenta um surubim, que é peixe de água doce e casa mais com os pimentões. E panela de barro é fundamental e tem de ser capixaba.

  • Eduardomiotto2003

    Não existe muqueca (com U, mesmo) sem panela de barro (1º patrimonio imaterial do Brasil http://g1.globo.com/acao/noticia/2011/01/veja-crencas-e-costumes-que-sao-patrimonio-imaterial-do-brasil.html), coentro, dois dentes de alho, cebola, limão, tomate e peixe em postas. Por favor não coloque, água, pimentão nem leve ao forno. Isso vira peixada. Se quiser fazer isso, use o surubim, que é mais adepto das peixadas. Se levar leite de coco e dende, é moqueca baiana, senão é muqueca capixaba. Se quiser fazer com outros peixes além do badejo, pode usar dourado (do mar), robalo, baiacu (o meu preferido). Pode fazer com frutos do mar – camarão, siri, lagosta. Mas não chame qualquer coisa de mu(o)queca. É uma ofensa a um patrimonio cultural brasileiro.

  • Oscar Andrade

    Ei pessoal, tem “boi na linha”, o peixe que está sendo indicado na foto como sendo de Badejo, na realidade é lombo (filé alto) de cação branco, isso nunca foi Badejo. Infelizmente são artimanhas de peixarias desonestas, eles pegam os cações menores e cortam em postas (mostrado também na mesma foto), os cações maiores lhes tiram os filés, que por serem filés altos vendem como Badejo.
    A carne do cação branco faz uma boa moqueca, porém nada parecido com a qualidade do Badejo, de carne pedaçuda e densa. O Badejo é um dos peixes mais nobres da família Serranidae, parente da Garoupa e do Cherne
    Uma dica, saibam onde encontrar o verdadeiro Badejo, acessem http://www.lapesca.com.br
    Abraços

Papo de homem recomenda

Assine o Papo de homem

Curta o PdH no Facebook
  • 5523 artigos
  • 660998 comentários
  • leitores online