7 maneiras de aproveitar o espaço em um apartamento pequeno

Poema Eurístenes

por
em às | Artigos e ensaios, Como fazer, Cultura e arte, PdH Shots


Surgiu uma oportunidade de emprego, você entrou para uma universidade, ou apenas optou por viver em um espaço mais simples e reduzido. Seja qual for o motivo, agora você está em um apartamento pequeno, o que pode ser bastante aconchegante, mas ao mesmo tempo, um desafio no que se trata de administrar um espaço com menores dimensões.

A chave para ter um apartamento pequeno e não viver em um mar de desordem é pensar nos detalhes de organização de cada ambiente. Normalmente, os espaços possuem múltiplas funções, como salas e cozinhas agrupadas.

Não se preocupe, pois você não precisará reduzir sua mobília a um colchonete e um micro-ondas se aplicar estas dicas que separamos.

imagem 1

1. Elimine o que não é mais necessário

A primeira coisa que você deve ter em mente é que, se o espaço é reduzido, somente o que for essencial deve estar nele. Acumulação é uma coisa comum para todos nós e, ao longo do tempo, acabamos guardando um monte de coisas que não possuem mais função, ou que talvez nunca tiveram.

Por isso, é importante decidir o que você realmente precisa manter no seu apartamento. Só este exercício já pode liberar um espaço espantoso. Comece pelo seu guarda-roupas e pense em quando foi a última vez que você usou cada peça. Tente se lembrar se a usou no último ano, pelo menos. Se não, dispense-a. A regra também vale para peças que não cabem mais em você. Você pode levar tudo para um brechó e ainda ganhar um dinheiro, ou então, doar.

Faça esse exercícios em outros espaços, por exemplo, na cozinha também juntamos aparelhos desnecessários e que ocupam grandes espaços, analise se cada um é realmente útil e descarte o que não tiver mais uso.

imagem 2

2. Encontre todos os espaços de armazenamento disponíveis

Como já foi dito, a organização é a chave do negócio em apartamentos pequenos. Por isso, evite ao máximo a bagunça, ela deixa um lugar pequeno parecendo ainda menor.

Uma solução é comprar recipientes de armazenagem de plásticos de diferentes tamanhos, para que possam ser colocados embaixo da cama ou em cima do guarda-roupas. Também há pufes, mesas de centro e camas com abertura para armazenar todos os tipos de coisas.

3. Deixe guardado o que você não usa com frequência

Depois de achar espaços onde poderá armazenar as coisas que estão espalhadas, separe aquelas que você não costuma usar frequentemente para deixar guardadas. Por exemplo, em regiões com clima mais quente, as roupas de frio provavelmente só serão usadas no inverno ou em viagens.

imagem 3

4. Tenha móveis com mais de uma finalidade e de tamanhos em escala

Além dos móveis que podem servir como guarda-tudo, procure aqueles que têm mais de uma função doméstica, como sofás-cama ou futons. Os móveis também devem ser condicentes com o espaço, então, prefira os que têm dimensões menores, uma boa ideia é ir à lojas de mobília infantil, pois lá as peças possuem tamanho reduzido.

Escolha móveis que são mais altos que largos, também. E não deixe de explorar suas paredes, principalmente, no alto. Para sua TV, um painel acoplado na parede será muito melhor que uma estante, por exemplo. As prateleiras são suas principais companheiras quando se trata de economizar espaço, nelas você pode incluir pelas de decoração, livros etc.

5. Use prateleiras

O ambiente que costuma ser mais reduzido em apartamentos pequenos é o banheiro, por isso, ele deve ser bem organizado para que não acabe se tornando um grande depósito de bagunça. O uso de prateleiras também é bastante útil neste espaço.

6. Analise cada parede da sua cozinha

Na cozinha, o espaço pode ser aproveitado com gabinetes suspensos e embutidos, mas a vantagem desse ambiente é que as paredes podem se tornar totalmente aproveitáveis sem que se perca a beleza.

Com ganchos e suportes de parede, você pode colocar suas frigideiras e panelas pequenas penduradas, além dos outros acessórios, como conchas e espátulas, porta condimentos etc.

imagem 4

7. Decore o ambiente de forma que pareça mais amplo

Além da disposição dos móveis no ambiente, a decoração influência totalmente na maximação do espaço. Uma dica é investir no uso de espelhos e na iluminação.

A cor das paredes em tons claros também valoriza as dimensões, e o mesmo vale para cortinas, tapetes e todos os móveis. Os tons escuros acabam deixando a impressão de que o espaço é menor.

Essa é só uma alternativa, se você prefere os tons escuros, as dicas anteriores já te ajudarão bastante a aproveitar seu espaço.

e vocês, como aproveitam o espaço nos seus apartamentos?

Poema Eurístenes

Autora do Como Fazer. Apesar de possuir doutorado em ciência da rua, ainda é universitária e estuda Ciências Sociais. Pernambucana de berço, carioca por vocação, pretende transformar o mundo, nem que seja só o seu. Sua metamorfose ambulante é representada nos cabelos e nos textos que posta em seu devaneio particular.


Outros artigos escritos por


SEPARAMOS MAIS TEXTOS PARA VOCÊ CONTINUAR LENDO




O texto acima não representa a opinião do PapodeHomem. Conheça a visão e a essência por trás do que fazemos. Queremos uma discussão de alto nível. Antes de comentar, leia nossas boas práticas. Caso deseje enviar um texto e se tornar um autor, venha por aqui.


  • Nélio Oliveira

    Pena que móveis com mais de uma finalidade quase sempre custem mais do que a soma dos móveis separados que agregam todas as funcionalidades deles. Uma cama como a mostrada na foto custa uns R$ 12.000,00, por baixo…

    • Luciano Andolini

      Verdade, Nélio

      E ainda tem o agravante de que móveis multifuncionais com partes mecânicas são, em sua maioria, muito menos resistentes do que os outros.

    • Diogo Cordeiro da Silva

      Foda é isso, você ter um apartamento pequeno, com moveis caros. É melhor se mudar para um apartamento maior.

    • Luciano Andolini

      Eu aposto que devem ter outras soluções mais simples e baratas no que diz respeito a aproveitamento de espaço, Nélio.

      Mobiliário multifuncional é uma coisa que não me desce direito. Tenho a impressão de que eles são muito caros, pouco práticos e bem menos resistentes/duráveis.

      Muitos são até contraditórios, pq pra fazer bom uso das funcionalidades, você precisa de “espaço de manobra”.

      Aliás, acho que há bastante a se explorar sobre esse tema. Talvez apareçam outros textos por aqui falando do assunto.

    • Leonardo Martins

      Lembrei do vídeo de um cara que montou um apartamento todo com esse tipo de móveis: http://www.youtube.com/watch?v=XYV0qATsyts
      Deve ter custado caríssimo, mas ficou demais. A maior parte dos móveis são da Resource Furniture: http://www.resourcefurniture.com
      Pirei nessa mesa: http://www.resourcefurniture.com/space-savers/space-saving-tables/goliath

      • Jorge Oliveira

        O problema desses móveis é justamente o preço. Nos outros quesitos acho que não perdem.

  • Paulo

    Gostei do artigo.
    Meus parabéns.
    Espero os próximos.

  • Guilherme

    Estamos sendo condicionados a morar em apErtamentos pela ganância comercial de construtoras ou a necessidade de se morar em locais superpopulosos próximos as áreas de trabalho têm nos obrigado a isso?
    Incrível a quantidade de textos ao longo da internet que tentam nos convencer a morar em cubículos …merchandising puro ou conformismo?

    Na minha cidade a especulação imobiliária é notável (imagino que como as demais do Brasil) e os apartamentos novos insistem em ser de tamanhos muito abaixo do que seria possível com a área livre que possuímos aqui. De repente para se mudar para apartamento do mesmo tamanho , só que novo, você se vê obrigado a gastar até o triplo do que um dia se foi investido.

    Será que realmente precisamos ir nessa onda? Um apartamento que não esteja caindo aos pedaços e tenha mais de 100m² parece-me plenamente aceitável.

    • Hakke

      Creio que o problema mesmo seja a questão da distancia da sua moradia em relação ao seu trabalho. Moro em SP e pelo menos acho que o dilema é: comprar um cubículo situado no centro (perto do trabalho) ou comprar um apartamento um pouco mais espaçoso porém longe do centro? Ultimamente muitas pessoas (geralmente solteiras) compram esses “apertamentos”, o que gera uma demanda de imóveis com esse perfil.

      Existe a questão de prioridade, uma pessoa solteira não precisaria necessariamente de um Apt. de 100m2, assim como não seria adequado pra mim uma família morar em um cubículo de 45m2 como se vê atualmente…

      Fico imaginando no RJ, o valor dos imóveis está muito inflacionado devido a demanda, falta de espaço, especulação imobiliária (há boatos de que estamos vivendo um período de bolha)…

    • Thiago A. Klein

      Acho que a maioria das pessoas não querem morar em apartamento. Vou dar um exemplo de uma casa:
      - Terreno + Imóvel é uma combinação muito cara, veja você que não existem mais terrenos em cidades superpopulosas. Aqui em Joinville/SC, todos os terrenos que ainda existem são muito caros.

      As pessoas se sujeitam a morar em um “cubículo”, pra não gastar tanto. A “verticalização” das cidades é uma realidade, embora eu ache errado. Prefiro morar em casa.

    • Mauricio

      Boa questão. Aqui em São Paulo (capital) é questão de distância MESMO do trabalho, pois qq trajeto está inviável por conta do tráfego intenso e transporte péssimo.
      Por outro lado é que casa é mais cara e dá muito mais manutenção, fora que apartamento é muito mais viável comercialmente se vc quiser alugar, etc. E a praticidade, pois muito mais fácil achar apartamento perto do metrô do que casas.

  • Li

    Também achei que o tema poderia ser explorado de forma mais rica e/ou realista.

    As fotos do post não condizem com as de um cômodo ou casa pequena… fiquei até em dúvida se a foto dos condimentos na parede da cozinha era um exemplo do que ter ou do que não ter numa casa pequena.

    Os móveis multi funcionais são realmente um absurdo de caro e pouco prático, como já foi dito… A maioria das pessoas que moram em lugares pequenos são como recém formados, universitários e etc, e não vão poder mobiliar com esse luxo que foi mostrado aí…

    Moro numa kitnet de uns 16m², que arrumei de forma bonitinha, organizada e barata. As melhores dicas do post são sobre a organização, que tem que manter em dia, e as prateleiras, que são baratas e úteis.

  • Alan Silva

    Pasmem, mas moro em 18m². Sinceramente, quando sai de casa para fazer faculdade, não imaginava morar em um espaço tão pequeno. Acabei por encontrar um “kitnet” de improviso e me ajustei completamente com os meus móveis (normais).
    Minha sala é a cozinha e lavanderia ao mesmo tempo. Com pouca grana e alguma criatividade, consegui modular a pia (com fogão integrado, sem forno), máquina de lavar e secadora em 1,80 de extensão. Os armários ficaram em cima da geladeira (essa ao lado da pia/balcão), embaixo da pia e mais uma pequena lateral que não utilizava. A mesa, fixa na parede com dobradiças, ajuda e muito. O sofá, com 2 lugares está de bom tamanho (trocaria por uma poltrona fácil).
    Quanto ao quarto, o guarda roupas é de 6 portas, mas encaixei ele no espaço que tenho acesso ao banheiro. A cama ficou isolada em um canto morto (que só cabe ela mesmo). Ao lado dela, tenho minha mesa com pc, som, tv e impressora. E por último, um par de caixas de som com dimensões de 0,40 x 1,00 x 0,30 (LxAxP), uma em cada lado da mesa.
    Finalizando, utilizo demais das paredes com prateleiras e os armários. Quanto a bagunça, essa é crítica mesmo. Até um chinelo fora do lugar dá a impressão de completa zona. Louça é outra coisa que não pode ficar exposta.
    Quanto ao modo de viver, é bem prático, confesso. A limpeza se torna extremamente fácil, você não coleciona “tranqueiras”, não perde nada e ainda tira sarro de morar em uma caixa kkk.
    Uma ideia bem bacana que me mandaram uma vez, foi do projeto Coccon. A mesma área que eu moro, mas com tudo pensado ao extremo. Vale a pena conferir. Segue o Link: http://www.youtube.com/watch?v=ASfm9ZfeFm0

  • Andreia

    O site da IKEA tem uns móveis bem interessantes…dá pra se inspirar

    https://www.youtube.com/watch?v=BQjBrt9LriY

  • Paulo Sérgio

    Cara, tenho problemas sérios com o item 1. Minha esposa acumula uma quantidade enorme de coisas: pares de sapato que não usa, roupas que já estão até mofadas, enfeites que ela acha bonitinhos mas que já não tem mais onde ser colocados, eletrodomésticos que comprou e só usou uma ou duas vezes.

    Eu não sou de acumular muita coisa mas todo o espaço que eu liberei me desfazendo do que não uso acabaram sendo eventualmente ocupados pelas coisas dela. Recentemente, metade da escrivaninha que fica no segundo quarto(que deveríamos usar como escritório e local de estudos) foi ocupada por alguns produtos de beleza dela. Está chegando um ponto onde está ficando cada vez mais difícil manter o apartamento organizado.

    Lendo esse artigo me animei em colocar algumas prateleiras e armários embutidos na cozinha. Mas acho que uma conversa com a minha esposa também vai ser fundamental…

    • vania.lacerda

      Se alguém na casa acumula coisas desnecessárias, a solução nunca é aumentar o espaço de armazenamento. Mais armários e prateleiras vão apenas camuflar o problema. É como querer resolver a obesidade fazendo mais furos no cinto.

  • Supertramp

    Uma van ou kombi (30/20 mil), um sofa cama, frigobar, pia e fogão conjugados (mil) e more em qualquer lugar

  • Mauricio

    Fenomenal o vídeo, dicas legais pois moro em apartamento pequeno também.

  • sheila borges

    Como consigo aquelas prateleiras de temperos? É difícil de encontrar aqui em Poa/RS, até agora nao achei. Nem pela net, esse modelo que colocaste no blog é lindo, gostaria de saber onde posso comprar. E as prateleiras vem com os potinhos tambem? o/ Se puder ajudar com alguma sugestão, eu agradeço; obrigada. sheilakf1@hotmail.com

  • Pingback: Blog Corporativo MRV Engenharia -€“ Mercado Imobiliário e lançamentos de apartamentos e casas

  • http://juniosemr.blogspot.com/ Junio

    Eu fico maluco quando vejo esses novos móveis que da pra fazer “mágica”. Mas além de serem caros, são difíceis de ter acesso em alguns lugares. Eu vou morar numa casa maior daqui há algum tempo e quase não tenho móveis, porém a casa não é grande! Fico pensando como deixar o meu canto confortável e ainda por cima sem muita coisa no caminho. Seria legal terem mais textos sobre esse tipo de “organização” ou decoração por aqui.

Papo de homem recomenda

Assine o Papo de homem

Curta o PdH no Facebook
  • 5553 artigos
  • 662672 comentários
  • leitores online