7 Dicas para o Humor

Mytho Leal

por
em às | Frentes, Mente e atitude


O Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei

Foram 11 estatuetas no Oscar. Inclusive de Melhor Filme.
Frodo, Gandalf, Sam, Aragorn, Legolas, Gimli, Pippin e Merry estão te esperando.
Cinemax. Te dá o que você busca.
Acompanhe em cinemax.tv a programação completa.

Eu me lembro que um dia estava andando dentro de uma livraria em São Paulo e vi um livro chamado “Como Contar Piadas e Fazer os Outros Rir”.

Meus olhos brilharam, pois quando eu era menor, era tímido ao extremo, e sentia que nunca conseguia fazer ninguém rir. Quase chorei ao pedir ao meu pai que me comprasse o dito livro.

Acabou comprando, e, sinceramente, aquela porcaria não prestou pra nada. Continuei sem graça e tímido até bem tarde quando, na adolescência, sem querer, comecei a fazer as pessoas rir. Sem intenção. Simplesmente acontecia. A fórmula era simples demais para acreditar:

1. Dizer a primeira coisa que me passasse pela cabeça.

Só isso. Alguém me fazia uma pergunta, eu respondia sem pensar e a pessoa começava a rir. Eu não tinha sequer ironia. Eram respostas malucas, ou comentários bizarros do tipo “aquela tomada parece uma bolacha Trakinas” (que, naquela época, e para aquela idade, por algum motivo desconhecido, era engraçado).

A verdade é que de vez em quando eu me descobria pensando nisso.

Enquanto seres humanos, nós aprendemos a rir. E aprendemos que é gostoso rir. Daí a necessidade de tentar reproduzir o comportamento. O problema é que riso só é gostoso quando é espontâneo. Se você começar aí a rir apenas porque eu disse que “rir é gostoso”, eu duvido que tenha muito prazer no riso, pois é forçado.

Assim, temos o riso espontâneo como um evento que nos dá prazer. Como reproduzir? Como causar em nós mesmos esse tipo de reação?

Uma mulher toma um tombo na sua frente, e cai toda desengonçada, cabelo desalinhado, sapato voa prum lado, dentadura voa pro outro, dá pra ver a calcinha com marca de freada de bicicleta, e enquanto cai ela diz “opa opa opa opa ui ui ui ui”.

Lá está você rindo. Não sabe se ajuda a coitada a levantar ou se encontra um buraco escuro e isolado para rir até às lágrimas.

2. Noção do Ridículo

Esta é a primeira coisa que nos torna capazes de nos fazer rir a nós próprios. Temos noção do ridículo. É a piada do pintinho sem cu que foi peidar e explodiu. É tão ridículo que é engraçado. Você visualiza a cena e dá vontade de rir, por ser inusitada e ridícula.

3. Consciência de si próprio

Mal temos consciência de nós próprios, somos uma fonte inesgotável de material humorístico. Daí nascem as piadas raciais, as piadas de português (hein? Não entendi..), as piadas de profissões.

Este tipo de humor explora constantemente as nossas características, com um foco essencial sobre as nossas fraquezas enquanto seres humanos.

Exemplo:
Um americano, um francês e um brasileiro num avião. O americano põe o braço pra fora do avião e diz:
- Estamos nos USA, porque quando coloquei o braço pra fora toquei na Estátua da liberdade
Diz o francês:
- Estamos na França, porque quando coloquei o braço de fora toquei na Torre Eiffel
Diz o brasileiro:
- Estamos no Brasil, porque quando coloquei o braço de fora roubaram meu relógio

4. Exploração de fraqueza

O homem tem consciência de si próprio e a capacidade de rir de seus defeitos. Isto é muito importante, pois é uma característica única.

Zacarias

5. Exagero

Por fim, o exagero completa a fórmula para uma piada. O exagero tem vários aspectos que podem ser utilizados.
O exagero pode ser fantástico, do tipo:

“O que a zebra falou pra mosca? – Você está na minha lista negra.”

Esta piada contém non-sense (ridículo) e é exagerada porque coloca os animais conversando.

O exagero pode ser inverso:

“O que a Chita disse pro Tarzan? – Nada, macaco não fala”

Nesta o exagero é a realidade. Sempre assumimos que nas piadas, os animais podem falar, as pessoas conseguem fazer coisas sobre-humanas, e objetos têm vida própria. Nesta, a realidade é levada ao exagero. Macacos não falam, então não há nada que ela possa ter dito ao Tarzan.

Kiwi

6. Surpresa

Acho que esta dispensaria explicações. A surpresa é um fator fundamental para uma piada. Quanto mais surpreendente e quanto mais o ouvinte for pego de surpresa, mais efeito surtirá a piada.

Esta é melhor falada do que escrita, mas vocês entenderão:

- Me pergunte qual é o segredo do humor!
- Qual é o segred…
- TIMING!

7. Mente aberta e cultura

Aprenda muito sobre muita coisa, e mantenha sempre a mente aberta. Muitos homens, por exemplo, conseguem ser mais engraçados quando fingem que são homossexuais. É preciso ter a mente aberta ser heterossexual e dizer em público “eu gosto de homem”, pelo bem do humor.
É também útil ter cultura geral, pois o “poço” das piadas logo se transforma em um lago, pois a sua mente poderá ir buscar material a um domínio muito maior de informações. Se você só sabe falar sobre carros, vai ter boas piadas sobre carros, mas vai morrer aí.

Veja os profissionais.

casseta-planeta

Casseta & Planeta, por exemplo. Normalmente em cada sketch deles você encontra um pouco de cada ingrediente que mencionei aqui: Ridículo, consciência de si próprio, exagero, mente aberta e cultura.

É receita de bolo, e pode ser aprendido. A arte é você aprender a usar no dia-a-dia, de repente, sem qualquer tipo de preparação.

E pra isso, meu camarada, o melhor conselho que eu dou é: fala a primeira coisa que te passar pela cabeça. Sem medo.

Mytho Leal é autor convidado da Papo de Homem e nos cedeu o prazer de republicar oficialmente esse texto, que veio originalmente de seu blog chamado Você não Acreditaria.

Leia também o aclamado conto Comandante Loureiro, também escrito por Mytho.

Além de ter grande talento para a escrita, ele atualmente se encontra perdido na Europa, onde tenta ficar mais rico e atualiza seu blog diariamente.

Mytho Leal

Além de ter grande talento para a escrita, Mytho atualmente se encontra perdido na Europa, onde tenta ficar mais rico e atualiza seu blog.


Outros artigos escritos por


SEPARAMOS MAIS TEXTOS PARA VOCÊ CONTINUAR LENDO




O texto acima não representa a opinião do PapodeHomem. Conheça a visão e a essência por trás do que fazemos. Queremos uma discussão de alto nível. Antes de comentar, leia nossas boas práticas. Caso deseje enviar um texto e se tornar um autor, venha por aqui.


  • http://www.ferrero.uniblog.com.br Fernando Guerrero

    Muito massa teu BLOG! Parabéns, se puder visita o meu. abs!!
    http://www.ferrero.uniblog.com.br

  • http://papodehomem.com.br Gus Fune

    “Além de ter grande talento para a escrita, ele atualmente se encontra perdido na Europa, onde tenta ficar mais rico e atualiza seu blog diariamente.”

    Foi a melhor piada!

    Ta, to brincando, mas foi a primeira coisa que me passou pela cabeça ao escrever esse comentário. Ótimo texto e realmente tem muita verdade, embora falta só uma coisinha: performance. Pra ser engraçado, vc tem que saber algo parecer engraçado. Existem pessoas que contam coisas sem a mínima graça e que conseguem fazer disso uma mina de risos com apenas a maneira que contam isso. Um exemplo é o Falcão (eu sei, é um cantor, mas ele tem um quê de comediante) que canta letras que não dizem nada, mas são ridiculamente engraçadas, da roupa dele até a maneira que ele fala.

  • Kodie

    Muito bom o artigo, mas creio que a melhor forma de se fazer as pessoas rirem, atualmente, não seja contando piadas e sim falando ou agindo de forma engraçada. Outra dica importante é saber o que faz uma pessoa rir, já que mulheres e homens de diferentes idades possuem humores diferentes : por exemplo, geralmente os homens riem mais fácil através da utilização da ironia, enquanto é fácil fazer uma mulher rir quando se faz uma cara ou um movimento engraçado. Resumindo, a arte de se fazer alguem rir se baseia em procurar sempre ser espontâneo e utilizar ou fazer o que os outros ainda não fizeram.

    Abraços, Kodie

  • http://www.mytho.com.pt/blog Mytho

    É claro que eu não cobri todas as facetas da comédia, senão teria que ter falado além da performance e das “caretas”, da ironia, sarcasmo, etc.

    Concordo com os comentários deixados aqui pelo Kodie e Gus. Eu só tentei estabelecer uma “fórmula” para o humor, e por isso no meu site chamei o artigo de “Autópsia do Humor”. Quando se vai muito a fundo em qualquer assunto, quando se explora ao máximo e se retira tudo de um determinado assunto, ele tende a perder a “magia”. É como um astronauta que já foi à lua. Para ele, quando ele olha para cima, não vê a lua que os poetas vêem. Eles apenas enxergam as rochas que eles já pisaram.

    Assim, ao analisarmos o humor a fundo, estamos também de certa forma matando-o. Daí “Autópsia do Humor”.

    Abraços!

  • SaH

    Excelente post.

    Fazer a galera rir espontaneamente não é pra qualquer indivíduo mesmo.
    Pessoas tímidas realmente estão em grande desvantagem; a necessidade de “passar a mensagem” com naturalidade é essencial.

    obs.: eu sempre conto essas piadinhas de pintinho e é incrível como todo mundo ri..
    tem aquela de sempre também:
    -Deixa eu te contar uma piada suja e pesada?
    -O elefante caiu nao lama.

    Esse post já pode ser a página de um livro realmente útil.

    beeijos a todos.

  • http://nao2nao1.com.br Gustavo Gitti

    Ah, Mytho, relendo seu texto, lembrei de um longo post que fiz sobre a importância do humor nos relacionamentos. Lá, sustentei a idéia de que bom humor é sinal de liberdade:

    http://nao2nao1.com.br/ensaios/sobre-homens-que-as-fazem-rir/

    Em resumo (pra quem não tem saco pra ler), iniciei com:

    “Um homem capaz de apenas sorrir e fazer sorrir automaticamente passa no crivo feminino. Ele é o homem que estará presente, impassível, olhando nos olhos dela e fazendo seu mundo se abrir em meio a TPMs, dores de parto, choros de bebê, crises financeiras, mortes, divórcios, traumas.”

    Falei que:

    “Uma mulher que admira um homem sorrindo, na verdade, adora o quanto ele está além das situações mundanas, em uma posição de deleite e verdadeira ludicidade. Quanto mais radiante o feminino, mais espiritualmente malandro terá de ser o masculino. Quanto mais brilho e beleza vierem dela, mais solto e livre ele terá de ser para atrai-la.”

    E conclui com:

    “Porque o universo não é uma pergunta a ser respondida nem um código a ser compreendido, mas uma piada que eventualmente rirá de si mesma.”

    Abração e obrigado por seu post!

  • http://www.mytho.com.pt/blog Mytho

    SaH, muito obrigado pelo comentário! =) Realmente os tímidos acabam por “perder a corrida”, e é por isso que eu insisto no fato de que podemos realmente aprender a ser engraçados. Tem gente que já nasce assim, mas quem não nasce pode aprender. =*

    Gustavo, cara adorei seu texto. Principalmente a parte que fala que “Rir é esquecer”. Muito bom mesmo.

    Este assunto daria pano pra manga até o século XXV :D

    Abração!

  • Caio

    Cara, o texto ficou uma maravilha.

    Muito bom mesmo.

    É legal como a criatividade, no programa do panico por exemplo, explora a comédia.

  • http://www.mytho.com.pt/blog Mytho

    Valeuzão Caio! =)

    Eu não cheguei a ver muito Panico na TV, porque mal começou vim morar em Portugal, mas às vezes acompanho algumas cenas no youtube e etc.

    Abração!

  • http://isfree.tv Ferris

    existem outras buc.. ops facetas na comédia como os trocadilhos
    além do que há fatores externos como carisma e até beleza e genero, uma mulher bonita contando uma piada pra voce é quase impossivel um marmanjo num rir, nem que seja super-forçado. haha

  • Guilherme Nascimento Valadares

    Ferris, deve ser o riso pensando já no que você vai fazer com a gostosona depois que tirar a roupa dela… pelo menos eu uso essa estratégia…

  • http://www.doeselobparadeiro.blogspot.com Oswaldo de Bittencourt Amarante Filho

    Parabéns pela sua iniciativa!

    De uns tempos pra cá também ando fazendo as pessoas rirem, sem querer. É legal, pois acredito que rir é o melhor remédio, como o texto da Seleções do Reader’s Digest.

    Acredito que devemos ter sempre um sorrisinho guardado no canto do lábio da boca. entre o lábio de cima e o de baixo! Ninguém merece ver uma cara emburrada, triste , sem vida!

    O bom humor nos deixa mais joviais, mais amáveis, mais cheios de espírito, mais entusiasmados, mais vivos!

    Parabéns amigo!

  • http://www.mytho.com.pt/blog Mytho

    Oswaldo, muito obrigado!
    Concordo plenamente! A melhor forma de lidar com os problemas e as dificuldades sempre passa por levar a vida com bom humor. Eu tento seguir esses passos no meu dia-a-dia, sem dúvida.

    Abraço!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    Quando comecei a ler lembrei logo de um quadro do Casseta e Planeta chamado “Piada em debate” lembra? Minino aquele quadro me fazia chorar de rir!!
    Nunca tive problemas com relação a fazer os outros rirem, mas em contra-partida tenho pouquíssima credibilidade, sempre acham que eu não sou capaz de certas coisas…
    Gosto muito dos seus textos e esse não seria diferente!!
    Beijos!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    Ô Guilherme, não tem bonequinho “menina” prá quando a gente comentar não? Eu heim!! hehehehe!!
    Beijos!!

  • http://www.mytho.com.pt/blog Mytho

    J@de, não tem credibilidade? Que c andou fazendo, hein? :D

    Mas se você faz o povo rir, já é mais de meio caminho andado…

    Brigadão
    =*

  • Guilherme Nascimento Valadares

    Jade, só se você usar o Gravatar pra incluir sua foto de mocinha.

    Bjão

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    Ai Mutho quem dera tivesse feito né? Mas eu vivo contando piada e fazendo graça, acaba ninguém me levando a sério… ah mas nem ligo!! hehehehe!!

    Ei Guilherme, onde é que eu acho essa “gravata” aí prá usar? hahahaha!!!
    Beijos!!

  • http://verdeolhardejade.blogspot.com J@de

    MYTHO, escrevi errado, desculpe…

  • Thiago

    O que significa timing?

  • Thiago

    Eu nao entendi o a piada do timing!

  • http://www.silvinofranco.zip.net felipe silvino

    Gostei mt do seu blog,e acredite q eu vou adotar essas dicas,pq tmb eu faço humor tomara q de certo mas eu tmb tenho meus textos humoristicos,da uma passada no meu blog e comente pra ver se gostou!flw?
    abraços

  • jansen

    muito bom seu texto, tava pesquisando e querendo saber algum assusnto de como fazer as pessoas riem. E foi muito bom ler seu texto.

    valeu !

  • lazaro diego

    -Gostei das dicas de humor !

  • Marlon

    Bem, eu sou humorista, e seu texto até que tá bom meu chapa, so que é o seguinte, pra ser humorista por exemplo é tipo um dom, não é pra qualquer um não filho, por exemplo…
    “Rio de janeiro não tem mais prata e bronze, agora é chumbo”
    Muitos que contaram essa piada tentando fazer rir não conseguiram, mas se por exemplo o JÔ conta, a piada tem graça, entendeu, é dom mesmo.
    Agora uma pergunta, me afirmem:
    “Tudo junto é separado e separado é tudo junto.” Não é?
    Olha só… Muitos não tem ideia da piada que contei acima, piada também requer inteligencia, eu meto a cara nos livros também, humorista é um trabalho, trabalho dificil até xD
    Fuiss, boas piadas e bons risos pro ceis!!!

  • Leandro

    ahahaha adorei ;)
    muito bom trabalho :D

  • Pingback: RetrOvisOrio.com

  • Alex

    Kkkkkkkk este cara marlon e umorista mesmo disendo q ser umorista e um trabalho dificil

  • George Santos

    Mto legal, foi mto bom esses conselhos, tava precisando para ajudar nas minhas imitaçoes

  • filho

    cara muito legal gostei …..

  • vini 10 @ #g

    ei valeuuu ai vc e mt bom tava achando q eu er aum idiota mais fui ler isso e to achando mttt graça

  • http://twitter.com/JosCoura @JosCoura

    postagem muito boa , eu adorei sucesso para voce .

  • Cleber

    muito interessante e verdadeiro,é bem eu esse post,falar oque vem a cabeça sem medo do ridiculo

  • lucas

    Isso é monstro adorei

Papo de homem recomenda

Assine o Papo de homem

Curta o PdH no Facebook
  • 5523 artigos
  • 660998 comentários
  • leitores online