[+18] Namio Harukawa, sadomasoquismo e redenção

Jader Pires

por
em às | Cultura e arte, Mulheres, PdH Shots


Podiam ser apenas desenhos de gordinhas maltratando homens. Mas, porra, é claro que você enxerga muito mais que isso.

Namio Harukawa é um artista japonês, já na casa dos 65 anos, que tem como paixão o desenho erótico. Mais precisamente, desenhos de mulheres dominando homens das formas mais intrigantes e desesperadoras possíveis.

Fetiche com colegialzinha: mudando conceitos?

Ao mesmo tempo, Namio possui aquele traço oriental que mistura delicadeza e fúria, usando poucas ou nenhuma cor e todo e qualquer risco encaixa perfeitamente no contexto, não havendo erros, exageros ou falta de maturidade. É um tipo de desenho que atrai o olhar no primeiro segundo e perturba qualquer admirador repentino que fica entre o asco da cena desenhada e a maravilha de um desenho deliciosamente bem feito.

E aí, o mais apressadinho vai dizer no comentário aqui embaixo que “ah, mas são só desenhos de gordas maltratando homens. Que tem demais nessas gravuras?”

E daí, colega mantenedor de abrigos para javalis, que esses desenhos mostram uma caralhada de coisas interessantes. A começar que trata-se de um tema mais que recorrente na obra do artista, o que pode deixar sua cabeça fritando por alguns bons momentos sobre desejos diversos (de prazer, de dor, de poder), trauma, pedido de socorro, alerta ou puro conforto no que se faz bem.

Daí podemos observar o que ele faz: desenha grandiosas (e grandes) mulheres extremamente voluptuosas dominando e humilhando pequeninos homens indefesos, geralmente sem rosto ou identidade. Ora bolas, sabemos que no Japão as mulheres são vistas ainda nos dias de hoje como pequeninas, frágeis e submissas.

Japonesas pequeninas e mandadas: mudando conceitos

Então me chega o Harukawa e retrata uma realidade completamente deturpada, uma distopia de grandes mulheres, imersas em suas feições de tranquilidade e poder, sobrepujando homens mirradinhos como se isso não fosse nada demais. São situações de humilhação que agradam cada uma das mulheres pintadas por Harukawa.

Seria uma forma de suprir todas as frustrações das mulheres do seu país? Seria uma forma de tentar fazer os homens entenderem que é exatamente isso que eles sempre fizeram, mas invertendo os papéis – e, como sempre disseram os mais entendidos, “não faça com os outros o que você não gostaria que fizessem com você”?

Só que daí a cabeça dá nó, porque todos os caras retratados nos desenhos do Namio estão, certamente, tendo um tesão absurdo. Não se coloque no lugar deles, a não ser, claro, que você seja adepto do sadomasoquismo e vertentes. De resto, são homens que estão no ápice do seu prazer. Se invertermos os papéis, são as pequenas da ilhota japonesa que curtem a submissão e tudo o mais?

Tantas questões em apenas um desenho erótico, não? Punheta que é bom, ninguém pensou.

Repara então, agora, nas feições seguras dessas mulheres e no desprezo que cada uma delas tem para com aqueles que supostamente devem, por obrigação, dar-lher prazer.

Sodomizando “like a boss”

 

Bad, bad boys…

 

Desprezo e tesão num equilíbrio perfeito

 

Tem gente no QG do PapodeHomem que curtiria fazer uma dessa

 

Lambidas e prazeres mútuos

 

Depois de tudo isso, durmam bem

Jader Pires

É escritor e editor do Papo de Homem. Lançou, nesse ano, seu primeiro livro de contos, o Ela Prefere as Uvas Verdes e outras histórias de perdas e encontros.


Outros artigos escritos por


SEPARAMOS MAIS TEXTOS PARA VOCÊ CONTINUAR LENDO




O texto acima não representa a opinião do PapodeHomem. Conheça a visão e a essência por trás do que fazemos. Queremos uma discussão de alto nível. Antes de comentar, leia nossas boas práticas. Caso deseje enviar um texto e se tornar um autor, venha por aqui.


  • http://www.facebook.com/viictor7 Victor Alexandre

    É uma arte que mexeu com meus pensamentos. Independente da mensagem transmitida, é impossível não ficar admirando esse dom da Namio Harukawa.
    Acredito que toda mulher, nos seus mais variados desejos sexuais, adorariam poder dominar o seu homem na cama.

    Fantástica matéria, Jader.

    • Anônimo

      Valeu, victor!

      Toda mulher adoraria dominar seu homem. Fato.
      E, lá no fundo, todo homem iria adorar ser dominado, ao menos uma vez, por sua fêmea.
      É assimq ue o mundo roda. Cheio de sujeira, sujeira linda e que todo mundo insiste em colocar pra debaixo do tapete.

      • Carolssy

        Jader,
        acabei de me apaixonar,
        sério!
        Continue inspirado, nos presenteando com textos deste naipe!

      • Anônimo

        Obrigado, Carol. Me esforçarei pra isso sim =]

        E tu se apaixonou pelas ilustras, certo? hahaha

  • Aldo

    Gostei, só acho que falta mais ousadia nos desenhos em relação ás posições. Só tem cunilíngua ou anilíngua.!! Poderia criar outras cenas sexuais.

    • Anônimo

      Que tipo de outras cenas poderia ter, Aldo?

      • Aldo

        Sim, fisting e fio-terra, seriam umas ideias. Ela fazendo nele, óbvio.

    • Zé Ninguém

      Cara, desculpa, sem ofensa mesmo: tu é ignorante pra caralho.

  • Anônimo

    Orra, muito Bons !

  • Anônimo

    Medo de que, rapá?

  • Anônimo

    Explorar é preciso, Malik. É preciso…

  • Anônimo

    Obrigado, Karine. Confesso que vou atrás de mais coisas dele também.

  • Anônimo

    Talvez, Hugo, seja a sua cabeça carioca viciado (!?) deturpando o real significado das cores =P

  • Anônimo

    Só quem não respora, nos desenhos, são os homens sufocados, Hahaha…
    de resto, só exalando tesão mesmo

  • http://www.myspace.com/bluesy_marcos Matsuura Junichiro

    Essas gordinhas são muito gatas. Todas, umas tremendas gatonas.

  • Woman

    Fantástico! Sua leitura está perfeita e eu poria cada uma das gravuras na parede da minha casa como decoração auhauh Como mulher e senti até mais poderosa vendo as gravuras uaha Muito bom.

  • https://profiles.google.com/orionrei Joe Mento

    Só achei escroto. Nada além…

  • Pobre

    Muito interessante, eu acredito que a maioria dos caras gostam de fantasiar essa “dominação feminina” em maior ou menor grau. Se analisarmos bem, tanto homens quanto mulheres assumem um ou outro papel seja na transa ou no relacionamento cotidiano. Quantas vezes você foi levado pela mão numa festa por sua namorada ou esposa? Quantas vezes pediu para levar uns tapas na bunca o na cara? De ser xingado e etc etc…

    Não vejo problemas um casal experimentar outras situações na cama desde que não se torne um vício ou uma constante.

    Sobre os desenhos, faz tempo que não vejo gordinhas sendo retratadas com tanta “leveza”, sensualidade e força. Engraçado como os artistas tem esse poder de bagunçar todo esse conjunto de regras que a sociedade diz que devemos obedecer.

  • Anônimo

    O artista coloca o homem apenas como um acessório do prazer feminino, a fisionomia das mulheres é dominante e extremamente confiante. Dá até pra sentir o gosto do sexo na boca rs…

  • aloba

    humm deliciaa,sou uma gordinha bem gostosa como estas mulheres aí, adoro dominar e ser dominada,quem se habilita:?

  • Rosanna Nascimento

    Facesitting 3:) <3

  • ana

    Blá, blá, blá…
    A velha mania de sempre tentar tirar alguma conclusão genial, principalmente se o assunto é sexo.
    Dominância é dominânica, não interessa se é feminina ou masculina

  • Wadner

    Droga agora tenho tesão nas gordinhas(tinha mas era pequeno) também rsrs

  • Emanuele Freitas

    Matéria divertida e analítica, regada a imagens de arrepiar…

Papo de homem recomenda

Assine o Papo de homem

Curta o PdH no Facebook
  • 5551 artigos
  • 662540 comentários
  • leitores online